xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 16/01/2017 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

16 janeiro 2017

Consciência da unidade - Por: Emerson Monteiro

Quero falar nisso, da integração com o todo, fugir das divisões e dos limites que em tudo impõe distinguir os objetos. Enquanto que há integração absoluta em vigor. Os limites sendo, pois, a preocupação de dividir para reinar. Fazer de conta que sabe onde termina e recolher o que sobrar nos cofres da ambição. Limitar, o nome já vem dizendo. Inclusive a que se limita. Quando, em verdade, existe tão só integração e nada mais. Achamo-nos prisioneiros do tempo e do espaço, durante o tanto de aguentar que assim seja.

Mas persiste um conceito místico de que o momento é para sempre, eterno e puro. Um todo absoluto em tudo. Restará, no entanto, revelar a si este perceber. Mais do que uma entrega, descobrir o valor do presente que representa a principal descoberta das existências perdidas lá atrás. Conhecer a nós mesmos de dentro pra fora e agora. Trabalho de gigante, eis a porta da salvação dos incidentes de vida e morte.

É isto unidade. Adquirir o poder de dominar o instante e mergulhar de corpo e alma o mistério do instante, única comunhão na diversidade através da percepção individual. Vêm daí os nomes em que falam as escolas, as religiões. O Espírito Santo, a Realização do Ser, a descoberta do Si Mesmo, a Iluminação, a Salvação, etc. Noutro sentido, a totalização do processo vida em todas as horas.

E obter a consciência no aqui e agora, que perfazem juntos, e sem nome, a resposta às perguntas principais. O segredo mora no íntimo das criaturas. A luz rasgará as trevas da impossibilidade de conquistar a paz que projeta no desespero as ilusões. Dos redutos bem interiores da pessoa nascem os superheróis das sonhadas ficções, santos, conquistadores e líderes de continuar a experiência eterna do Ser.

Conquanto submissos, desativaremos os juízos à luz da esperança da mais recente felicidade em nós mesmos, os mocinhos da história. Noutras palavras: Não há passado, não há futuro; vivemos um eterno presente.

(Ilustração: Hieronymus Bosch).

Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30