xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 04/01/2017 | Blog do Crato
.

VÍDEO - ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Prefeito do Crato é escolhido um dos melhores prefeitos do Ceará pela PPE Eventos, em Fortaleza. ( 09-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

04 janeiro 2017

As portas do abismo - Por: Emerson Monteiro

Viver é responder desafios, sendo esses ainda mais sofisticados nos dias de hoje, desde doenças transmissíveis até desigualdades sociais nos lances da violência urbana. Originários da ausência de formação moral, índices de crescente agressividade e utilização indiscriminad
a de substâncias preocupam sobremodo.

Neste ponto, exageros se apresentam com tamanha dominação que muitos se deixam abandonar diante das armadilhas, quais meros escravos da destruição: crack, cocaína, maconha, nicotina, álcool, etc.

O senso crítico bem que pode prevenir desde a infância os jovens no dispor de estrutura para superar o sugadouro em que se transformou o mundo, tendo ao comando o entretenimento e os meios destruidores da comunicação de massa, espécies de tóxico permitido à luz do dia. Força inimaginável, instrumentos do desequilíbrio, esse outro tipo de droga quase sempre usa modos equivocados para vender o sensacionalismo, tolerados que são, acima de qualquer suspeita.

Dizíamos os jovens que têm de descobrir desde cedo como criar a firmeza de atravessar o pântano das chamas, independentes da opinião de terceiros, pois a peleja é, na verdade, missão individual.  O juízo, sim, peça chave do equilíbrio para cumprir a realização pessoal.

Quando sabem agir, fruta rara, os moços exercitam a superioridade no embalo de todos esses fatores adversos. Põem-se a par dos valores da lucidez e constroem um sonho novo, a esperança dos tempos futuros.

Contudo, nem sempre possuem as condições de vencer o mar tormentoso das tentações, porém devem fazê-lo, custe o que custar de sacrifício, em favor da própria sobrevivência.

Avaliemos com carinho essa perspectiva de manter a sobriedade e veremos como as reservas obtidas serão suficientes. Só então se perceberá o quanto de sabedoria existe nos mistérios da Natureza.

aOs moços abrem seus olhos devagar, que devem saber de sobra o quanto de risco há neste chão. Sonhos, porém de olhos bem abertos.

O lado da sombra - Por: Emerson Monteiro

Quem vive corre perigo. Por mais se ache acima do bem e do mal, mora tão só um dedo abaixo dos riscos deste mundo frágil. Guarda as proporções até quando reage do jeito menos previsto, e mete os pés pelas mãos, e mata, e morre. Verniz de pudor e perfeição, diante das provocações, aí descobre o quanto guardava dos velhos trastes imundos de antigamente no peito de sete chaves. São as guerras, os embates cruciais nas noites de angústia dos guardiões da luz. Vilões da sombra, entram em cena e mordem agressivos os mocinhos da normalidade democrática e detonam chacinas, vulcões e circunstâncias. Mocinhas honestas, honradas, bem comportadas, restam desnudas sujeitas a tribunais de línguas sujas, quais livres antes fossem de todas as contradições.

Pudessem apenas mudar, e pronto viveriam mar de felicidade. Porém circunscrevem variações sem conta no decorrer das idades. Diversas fases da divindade pessoal significam, pois, aprendizados constantes, vez que a sombra ocupa o outro lado de si mesmo, vizinha de quarto e parceira de cama dos mortais. A sombra de vez em quando põe de fora as garras e fere o paladino da paz, um herói bem quisto, isento de qualquer suspeita, porém objeto de iguais limitações. Ninguém conhece ninguém, nem a si próprio.

A sombra, esse lado escuro da realidade interna das criaturas, repousa calada no colo das primeiras damas e representa o tratado de boa convivência dos céus na amabilidade dos humanos. Enrosca a cauda, no entanto, no cerne da individualidade, porquanto raros, eles, os santos, resolvem confrontar o tentador do alto das torres dos templos, e postular lugares sagrados no astral da bondade absoluta. Raros, raríssimos, os santos, saem vitoriosos.

Contudo ora desliza o comboio da claridade ao sabor dos mortais que somos. Transcorre bem aqui de junto o trilho da virtude, neste mar das oportunidades. Quem dá mais, quem dá mais: a sombra ou a luz? Quem dos dois há de vencer o temporal das horas certas desta geração?!

Proibição de entrada de Obama e muçulmanos a loja causa indignação nos EUA


"Obama e outros muçulmanos não são bem-vindos aqui", diz o aviso na entrada de um mercado no sul dos Estados Unidos, que causou grande indignação em todo o país. O dono da loja, situada na pequena cidade de Mayhill (estado do Novo México), já estaria colocando essas placas há quatro anos. Agora, chamou a atenção de um viajante, que alertou uma rede de televisão local. Um ex-funcionário do estabelecimento disse à emissora KOB que seu antigo chefe já expulsou clientes que se mostraram ofendidos com a mensagem.
"Isso já tem um bom tempo", contou Marlon McWilliams.
"Se você entra e se ofende, não pode entrar de novo. Já proibiu a entrada de muita gente", completou.
McWilliams explicou que o dono do mercado dessa cidade chegou a vender cartazes contra o presidente Obama e contra outras figuras públicas.Um deles dizia "Matem Obama" em letras garrafais e com a palavra "care" em tamanho menor logo abaixo. "Obamacare" é o nome que recebe a reforma de Saúde promulgada por Obama, que deu cobertura médica a 20 milhões de americanos e que foi fortemente criticada pelo presidente eleito Donald Trump. Essas mensagens polêmicas foram criticadas nas redes sociais, com muitos cidadãos, convocando um boicote à loja. Outros defenderam o direito à liberdade de expressão do dono desse comércio. O dono da loja, que agora está à venda, não pôde ser contactado para dar sua versão. Consultados pela AFP, funcionários de um hotel e de um café próximos preferiram não comentar o assunto. O CAIR, uma organização de defesa dos muçulmanos nos Estados Unidos, pediu ao dono do estabelecimento que retirasse as placas.
"Embora todos tenham o direito pela Primeira Emenda [da Constituição] à liberdade de expressão, mesmo que seja ofensivo, exortamos ao dono que retire as placas pela decência comum e a unidade da nossa nação em um momento de divisões crescentes", afirmou o porta-voz do CAIR, Ibrahim Hooper.

Via Yahoo 



Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30