xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> O fogo da Consciência - Por: Emerson Monteiro | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

11 agosto 2017

O fogo da Consciência - Por: Emerson Monteiro

Quando Prometeu roubou o fogo para trazê-lo aos homens, assim abriria neles o poder de conduzir a luz da Consciência, portal dos valores eternos. Daria à Humanidade a dádiva de revelar no íntimo o mistério restrito só aos deuses. Jamais se sentiriam afastados da estrada que permite à libertação definitiva. Tudo, enfim, até então reservado aos Céus, que agora estaria também ao dispor dessas criaturas antes animais sem razão. Prêmio, porém, além dos limites permitidos, isso custaria, a quem o ofertou, preço de enorme suplício.

Julgado pelos deuses, Prometeu seria, por isso, acorrentado ao Monte Cáúcaso, tendo a devorá-lo o fígado, que sempre se recompõe, um abutre esfomeado. Esta a rotina em que vive o deus, dia após dia, até a consumação dos séculos, no cumprimento da sentença de infringir a Lei.

Enquanto que, entre os seres humanos, existe o poder de abrir a Consciência, este fogo, e transpor o Infinito, graças ao gesto de Prometeu, é essa a penalidade que terá que dividir com o herói, nas encostas do Cáucaso das existências. E padece com o doador a tarefa extrema, vítima do abutre do tempo que lhe devora, e se refaz pelas reencarnações. Isto durante o período em que durar conhecer a Luz que transporta e libertar de vez o deus da amargura ingrata.

No decorrer das existências, os humanos padecem a angústia de saber que possuem o condão da Salvação, contudo ainda vive prisioneiro das dores da inferioridade, ligados aos apegos da carne, e arrastar consigo o pecado de Prometeu.


Mito dos mais brilhantes do passado clássico, norteia as interpretações dos porquês da ansiedade, do desespero, nas vidas sucessivas. Houve de haver, pois, quem aceitasse infringir os ditames imortais, na missão de oferecer o fogo sagrado aos cativos e libertá-los da condição humana. 

(Ilustração: Prometeu, de Rubens).

0 comentários:

Postar um comentário

Visite a página oficial do Blog do Crato - www.blogdocrato.com - Há 10 Anos, o Crato na Internet.


Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30