xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 06/01/2016 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

06 janeiro 2016

Dep. Zé Arnon vai tentar anular decisão que tirou o IBAMA do Crato


O.B;S - Até que enfim, alguém defende a bandeira dos Cratenses !


O Blog do Crato recebeu na manhã desta quarta-feira ( 06 ), a notícia de que o Dep. Arnon Bezerra, consciente do grande problema que causaria o fechamento do IBAMA em Crato, já que é uma área de preservação ambiental, intimamente ligada à Chapada e a Floresta do Araripe, solicitou juntamente com o coordenador da sua bancada no Ceará, Dep José Airton Cirilo, uma audiência na sede do IBAMA em Brasília, a fim de tratar do assunto em defêsa da permanência da instituição no município do Crato, apresentando as razões técnicas que justificam a permanência. Segundo o deputado foi informado, trata-se de uma reorganização do órgão, não tendo nada a ver com a política municipal e nem estadual. Nas suas plavras, "É uma questão nossa, portanto estamos juntos". Segundo Olímpio Arraes, que entrevistou o Dep. Arnon Bezerra, este disse que irá argumentar e defender que o IBAMA permaneça em Crato. 

www.blogdocrato.com
Desde 2005 registrando todo dia a história do Crato para a posteridade


Estado Islâmico ataca importante região petroleira na Líbia



O grupo Estado Islâmico (EI) cometeu um ataque suicida contra um controle militar na entrada da cidade de Al-Sedra, norte da Líbia, e atacou instalações petroleiras em Ras Lanuf - indicou uma fonte militar leal ao governo.

"Fomos atacados esta manhã por um comboio formado por uma dezena de veículos armados do Estado Islâmico" em Al Sedra e Ras Lanuf, informou por telefone à AFP Bashir Budhfira, coronel das forças leais ao governo reconhecido pela comunidade internacional. O ataque teve resposta da força militar, que perdeu dois homens, acrescentou a fonte. "Depois, lançaram um ataque pelo sul da cidade de Ras Lanuf, mas não conseguiram entrar", relatou. Um funcionário do setor petroleiro líbio disse à AFP que um depósito com capacidade para 420.000 barris pegou fogo durante os combates. No Twitter, o EI reivindicou ter realizado "um ataque contra a região de Al Sedra" e que um de seus membros se detonou a bordo de um carro-bomba. Há semanas, a organização tenta avançar para o leste da cidade de Sirte - sob seu controle desde junho de 2015 - para alcançar a região onde estão os principais terminais de petróleo, como Al Sedra e Ras Lanuf. O grupo extremista aproveitou o caos reinante na Líbia, após a queda de Muamar Khadafi em 2011, para se instalar nesse país. Desde junho passado, controla exatamente a grande cidade de Sirte, que fica um pouco mais ao oeste do sítio petroleiro.

Um depósito de petróleo foi afetado, hoje, na troca de tiros entre o EI e os seguranças das instalações petroleiras, disse a agência de notícias legal às autoridades reconhecidas pela comunidade internacional. "Os bombeiros ainda não conseguiram chegar ao local dos combates", acrescentou a agência. O porta-voz da Companhia Nacional do Petróleo (NOC, subordinada ao governo instalado no leste), Mohamad al Manfi, declarou à AFP que um depósito foi "completamente destruído pelo fogo". Ele avaliou as perdas em "cerca de 420.000 barris de cru". Outro depósito foi incendiado ontem em Ras Lanuf, durante os combates, motivo pelo qual os bombeiros tampouco puderam agir para sufocar as chamas. Um porta-voz dos guardas das instalações petroleiras, Ali al-Hassi, confirmou que os combates continuam. "Os confrontos acontecem em uma zona situada 20 km ao sudoeste de Al Sedra. Perdemos sete dos nossos homens", completou. Os radicais atacam as instalações de petróleo há pelo menos um ano. A Líbia dispõe das mais importantes reservas petrolíferas da África, estimadas em 48 bilhões de barris.

Fonte: Yahoo Notícias - AFP


BMW e Toyota vão abandonar carro a combustão


Em dez anos, marca alemã só terá elétrico e híbrido, enquanto a japonesa, só em 2050

Com o aumento do rigor das leis antipoluentes, montadoras já estão renunciando aos carros com motor a combustão. Algumas apostam no elétrico puro, com emissão zero, outras em veículos híbridos. Em comum, elas têm o propósito de se adaptar às rígidas exigências dos países do Primeiro Mundo e criar uma imagem ambientalmente correta junto ao mercado consumidor.

A BMW planeja eletrificar toda a sua linha de veículos dentro de dez anos e a Toyota vai deixar de fabricar veículos que funcionem apenas com combustíveis fósseis até 2050, o que deverá reduzir a emissão de dióxido de carbono em 90% em relação às emissões de 2010. Reconhecida no mercado europeu como líder de carros elétricos, a BMW já tem três sedãs que foram convertidos em híbridos plugável, e toda a linha de carros de passeio terá alguma configuração híbrida. A empresa reduzirá consideravelmente o peso dos carros para compensar o aumento de peso das baterias. A marca tem também, os elétricos i8 e i3, este último avaliado pela Autoinforme. A nova gama de veículos poderá ser impulsionada por motores elétricos independentes, que acionam as rodas dianteiras e traseiras, e um pequeno motor a gasolina para ampliar a capacidade energética da bateria.
 O plano da Toyota em reduzir as emissões dos seus carros à zero ou a níveis mínimos vai levar mais tempo, 25 anos, mas a empresa garante que todos os seus carros serão híbridos, elétricos ou a hidrogênio a partir de 2050.
O objetivo é reduzir as emissões de dióxido de carbono em 90%. A empresa quer aumentar em 30 mil unidades as vendas anuais de carros a hidrogênio, que emitem apenas vapor d’água. 


Dona do Prius, o primeiro carro híbrido produzido em larga escala, a Toyota tem também o veículo a hidrogênio comercializado em série, o Mirai, à venda no Japão desde o ano passado. Vai lançar ainda este ano o ônibus a hidrogênio, para o transporte urbano em Tóquio. Até 2020 a montadora quer atingir o volume de 1,5 milhão de veículos híbridos por ano.

Fonte: Revista Webmotors


Após reunião com Camilo, ministro garante recursos para abertura de hospital em Quixeramobim



A expectativa é de que o hospital Regional do Sertão Central já passe a funcionar no primeiro trimestre de 2016.

O governador Camilo Santana se reuniu nesta quarta-feira (30), em Brasília, com o ministro da Saúde, Marcelo Castro. Na audiência, o ministro garantiu a liberação dos recursos (50% do custeio) para a abertura do Hospital Regional do Sertão Central, em Quixeramobim. A previsão é de que a unidade de saúde seja aberta à população no primeiro trimestre de 2016.

“Solicitei ao ministro a garantia dos recursos de 50% do custeio para colocarmos em funcionamento o hospital, algo que já estava acordado antes da troca no ministério. Agora, ele garantiu a liberação para o início do ano. A unidade é muito importante não só para o Sertão Central, mas para todo o nosso estado”, afirmou o governador Camilo Santana, que estava acompanhado do secretário da Fazenda, Mauro Filho.

Sobre o hospital

O Hospital e Maternidade do Sertão Central (HRSC), localizado na Rodovia CE 060, quilômetro 198 (Estrada do Algodão), em Quixeramobim, é o terceiro hospital construído no interior pelo Governo do Estado. A estimativa para custear o equipamento é de R$ 100 milhões por ano.
Com 269 leitos, o novo hospital da rede pública estadual atenderá a população de 625.641 habitantes dos municípios da Macrorregião de Saúde do Sertão Central Boa Viagem, Canindé, Caridade, Itatira, Madalena, Paramoti, Banabuiú, Choró, Ibaretama, Ibicuitinga, Milhã, Pedra Branca, Quixadá, Senador Pompeu, Solonópole, Aiuaba, Arneiroz, Parambu, Tauá e Quixeramobim. Do total de leitos, 209 são de internação geral. O hospital possui ainda 60 leitos de UTI. Destes, 20 para adultos e 10 pediátricos, além de 30 leitos de UTI na neonatologia. São nove salas de cirurgia.

A exemplo do Hospital Regional Norte, que já funciona em Sobral e atende toda a população da Macrorregião Norte, o Hospital e Maternidade do Sertão Central contará também com um Centro de Atenção à Saúde Sexual e Reprodutiva da Mulher, com cinco salas obstétricas com leitos PPP (pré, parto e pós-parto) para ampliar e qualificar a assistência às mulheres, reduzindo a mortalidade materna. Para realização de exames de imagem, estarão disponíveis para a população da região 14 salas. Em pleno funcionamento, o HRSC empregará 1.647 profissionais de nível fundamental, médio e superior, entre os quais 312 profissionais de medicina. O investimento para a construção do HRSC foi de R$ 87.734.485,23, com recursos do Tesouro do Estado e financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Na aquisição de equipamentos, serão mais R$ 49.825.654,84 em recursos do Tesouro estadual, do Ministério da Saúde e financiamento do BNDES.

No total, o hospital tem área construída de 21.558 metros quadrados. O perfil de assistência do novo hospital será terciário, ou seja, fará atendimento a casos de alta complexidade, semelhante aos outros dois hospitais regionais ? o Hospital Regional do Cariri, em funcionamento em Juazeiro do Norte desde abril de 2011, com cobertura de 1,5 milhão de habitantes de 55 municípios, e o Hospital Regional Norte, que até novembro deste ano realizaram, juntos, 4.028.090 atendimentos. A escolha de Quixeramobim para sediar o novo hospital foi histórica. Em vez de decidir a localização, o Governo lançou o direito de escolha para a região. A população, através de conselhos de saúde e gestores municipais, participou da votação que, por maioria, deu a vitória para Quixeramobim. Os concorrentes foram os municípios de Boa Viagem, Canindé e Quixadá.

Fazenda

Também nesta quarta-feira, na Capital Federal, o governador participou de audiência com o ministro da Fazenda, Nelson Barbosa. “Tratamos de projetos importantes para o Ceará, como financiamentos para a saúde, estradas e o Cinturão das Águas. Os financiamentos são as principais demandas dos governadores do País e o Ceará tem todas as condições de contrair novos empréstimos. Saio otimista da reunião, porque a visão do novo ministro é de que são importantes esses novos financiamentos para a economia dos estados, com a geração de novos empregos”, disse Camilo Santana.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Governo do Estado do Ceará
Via  www.blogdocrato.com



Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30