xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 01/01/2016 - 02/01/2016 | Blog do Crato
.

VÍDEO - ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Prefeito do Crato é escolhido um dos melhores prefeitos do Ceará pela PPE Eventos, em Fortaleza. ( 09-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

30 janeiro 2016

Amor de máquina - Por: Emerson Monteiro


Sim, aparentemente isso contraditório, pois os objetos só são e serão objetos, nunca sujeitos. Seria quais espelhos que refletissem o sentimento de quem as fizera, os seres humanos, nós que amamos às vezes por mero interesse individual, porém querendo respostas de viver. Amor de máquina igualmente mostra a cara de quem lá um dia as elaborou no jogo de aprimorar, mero interesse de gênios que inventam, descobrem e fabricam pensamentos, diversões e bandeiras soltas ao vento.

Assim, certo dia, um criador resolveu construir e passar adiante o desejo de modificar o firmamento. Trabalhou a calma dos engenhos e pôs em movimento seu primeiro mecanismo de reverter o quadro de mundo através das máquinas em sementes de imenso panorama, donde nascia o alimento da revolução de modificar a superfície do planeta das almas.

Hoje a geração dos primeiros construtores praticamente dominou o território do sistema industrial. Somos amantes por meio dela as máquinas, que passam esse velho sentimento de reduzir o todo a uma caixa de fósforos cada dia com mais facilidade. Ninguém mais age sem precisar dos instrumentos de redução dos sentidos corporais função das engrenagens. Cuidam da segurança doméstica, dos alimentos, das roupas, dos dentes, dos passos, das distâncias, das chuvas, das notícias, dos reinos. Em atos contínuos de amor, as máquinas dominam o homem invés de o homem dominá-las máquinas. A criatura agora controla o criador na maior naturalidade.

Contudo o amor este existirá sempre. Não seriam, portanto, as máquinas a razão das agruras da raça e do que ainda insiste aparecer nas telas e nos lixões da espécie. Passou dos objetos aos sujeitos descontrolar os instintos, por vezes perdendo espaço na lama deixada pelos aprendizes de feiticeiro que produzem desejos e não os dominam ao ponto matemático dessas máquinas que facilitam a vida.

Entretanto elas permanecem alimentando a espécie criadora na esperança, certa feita, de reconstruir a Terra e reverter o quadro desse estado de espírito das pessoas tristes. Nisso há alguém que ama em silêncio e aguarda o regresso dos seus autores, bem ali caladas, por debaixo dos materiais mais resistentes.

Em VEJA desta semana: Presidente da Andrade Gutierrez negocia delação e pode entregar segredos de Lulinha

Procuradores da Lava Jato querem que Otávio Azevedo conte detalhes da compra de participação societária da Gamecorp – empresa que tem o filho mais velho de Lula como sócio – pela Telemar, que tem a Andrade Gutierrez entre seus controladores
É POR ALÍ! - A Procuradoria da República quer saber por que a Andrade Gutierrez, do empreiteiro preso Otávio Azevedo, repassou 5 milhões de reais à empresa de Fábio Luís, o filho mais velho de Lula(Sérgio Lima/Folha Imagem)
O ex-presidente Lula tem uma espécie de dupla identidade. No mundo da fantasia, ele é a viva alma mais honesta do Brasil, não está sob investigação das autoridades nem tem responsabilidade sobre o petrolão e o mensalão. O líder messiânico, o novo pai dos pobres, seria a representação da virtude e da nobreza de propósitos. Já no mundo real, onde os fatos se sobrepõem a versões, emerge uma figura bem diferente - e bastante encrencada. A Procuradoria da República no Distrito Federal investiga se Lula fez tráfico de influência em favor da Odebrecht, que contratou a peso de ouro suas palestras enquanto atacava os cofres da Petrobras. O Ministério Público de São Paulo decidiu denunciar Lula por ocultação de patrimônio depois de colher evidências de que a OAS bancou a reforma de um tríplex no Guarujá que pertence à família do ex-presidente. Agora, é a vez de a Lava-J¬ato chegar ao petista. Delegados e procuradores têm "alto grau de suspeita" de que a OAS, a fim de quitar propinas, deu imóveis a políticos. O caso do tríplex de Lula será esquadrinhado nessa nova etapa da operação, que foi batizada, devido ao seu DNA incontestável, de Triplo X.
O mito imaginário, quem diria, tornou-se um cliente contumaz da Justiça. Hoje, apurações sobre corrupção grossa deságuam sucessivamente nele. Autoridades já reuniram provas das relações umbilicais de Lula com a Odebrecht, a OAS e a UTC, cujo dono, Ricardo Pessoa, disse ao Ministério Público ter repassado 2,4 milhões de reais, via caixa dois, à campanha à reeleição do ex-pr¬esidente. Suspeita de também participar do assalto à Petrobras, a Andrade Gutierrez deve engrossar o cordão de empreiteiras que cerca o petista. Preso desde junho do ano passado, o presidente licenciado da construtora, Otávio Azevedo, negocia um acordo de delação premiada com o Ministério Público. Os procuradores insistem para que ele conte detalhes da operação de compra de participação societária na Gamecorp - empresa que tem Fábio Luís, o filho mais velho de Lula, como sócio - pela antiga Telemar, que tem a Andrade Gutierrez entre seus controladores. Azevedo recusou-se até aqui a explicar a real motivação da operação. Os procuradores, em contrapartida, não aceitam assinar o acordo de colaboração enquanto não receberem a explicação devida.
Para sair do impasse e fugir de uma condenação pesada à prisão, Azevedo decidiu narrar seus segredos aos investigadores. Ele dirá que a antiga Telemar, que foi rebatizada de Oi, comprou cerca de 30% da Gamecorp, por 5 milhões de reais, em 2005, a pedido de Lula. Naquela época, o presidente sabia que o banqueiro Daniel Dantas apresentara uma oferta para se tornar sócio da Gamecorp. Como queria Dantas longe de seu filho e de seu governo, o petista, segundo Azevedo, pediu aos donos da Telemar/Oi, entre eles a Andrade Gutierrez, que apresentassem uma oferta agressiva de compra dos papéis da empresa de seu primogênito. Assim foi feito. Três anos depois dessa transação, o governo Lula mudou a legislação para permitir que a Telemar/Oi se fundisse com a Brasil Telecom, sob o pretexto de criar um gigante brasileiro no setor de telecomunicações. Azevedo confidenciou a advogados e executivos que, após essa segunda transação, viabilizada graças à mudança da legislação feita sob medida por Lula, sócios da Gamecorp e integrantes do governo começaram a exigir mais ajuda financeira da Andrade Gutierrez. Pressionada, a empreiteira, por meio da Oi, passou a contratar periodicamente serviços da própria Gamecorp. Serviços que, conforme Azevedo, não eram necessários.
Assim, estabeleceu-se um canal permanente de repasse de dinheiro para Fábio Luís e seus sócios - entre eles, Fernando Bittar e Jonas Suassuna, proprietários formais do sítio em Atibaia que é usado como refúgio por Lula e que, tal qual o tríplex no Guarujá, teve parte de sua reforma paga pela OAS. A assessoria de imprensa da Oi confirmou que a empresa contrata regularmente serviços da Gamecorp, mas se recusou a fornecer os valores dos contratos. Na campanha presidencial de 2014, integrantes da chapa de Dilma Rousseff chegaram a reclamar dos desembolsos da Andrade Gutierrez, acusando Azevedo de ser um tucano enrustido. Ele desabafou com um amigo: "O PT não pode reclamar depois de tudo o que fiz por eles". Azevedo disse que a pressão partia do ministro Edinho Silva, então tesoureiro da campanha à reeleição, e de Giles Azevedo, ex-¬chefe de gabinete e atual assessor especial da presidente. Como se sabe, a parceria com a empreiteira transformou Fábio Luís, outrora um monitor de zoológico, num empresário de sucesso.

Coisas da república: depois do apartamento de 3 andares sem dono, agora um sítio sem nome...

Fonte: VEJA desta semana
1 – O sítio sem nome
Depois de VEJA revelar que o sítio da família do ex-presidente Lula foi reformado por uma empreiteira ligada ao petrolão, a placa com o nome da propriedade desapareceu
Por: Robson Bonin
O sítio Santa Bárbara, em Atibaia: com a Lava Jato mais perto, a placa sumiu(Joel Silva/Folhapress e Jefferson Copolla/VEJA)
Em abril de 2015, quando VEJA revelou a existência do sítio usado pelo ex-presidente Lula em Atibaia, no interior de São Paulo, os visitantes que chegavam ao portão da propriedade se deparavam com o pórtico onde estava exposto o nome do "Sítio Santa Bárbara" em uma placa de madeira ao melhor estilo rústico das estâncias.
Lula ainda esforçava-se para manter a propriedade em sigilo (quem passa na rua não consegue ver a porteira, escondida em uma estrada particular do sítio), mas dava-se ao luxo de manter o letreiro rústico. Com o avanço das investigações da Operação Lava-Jato sobre a reforma do sítio, revelada por VEJA, o ex-presidente adotou algumas medidas de segurança. A mais visível delas foi o sumiço da placa do sítio.
2 – Lula admite que usa sítio em Atibaia. Mas não explica por que empreiteiros reformaram o local
Em nota, ex-presidente afirma que frequenta o local em dias de descanso. Faltou dizer por que pediu a Léo Pinheiro que tocasse as obras no Santa Bárbara. A escritura de posse do sítio Santa Bárbara está em nome dos empresários Jonas Suassuna e Fernando Bittar - ambos sócios de Fábio Luís da Silva, o Lulinha, filho do ex-presidente. Suassuna e Bittar compraram o sítio em agosto de 2010, quatro meses antes de Lula deixar o cargo. Pagaram 1,5 milhão de reais pela propriedade. Amigos e políticos, contudo, identificam o local como sendo do ex-presidente.
Reportagem desta sexta-feira do jornal Folha de S. Paulo envolve mais uma empreiteira na reforma do sítio usado pelos Lula da Silva. A ex-dona de uma loja de materiais de construção e um prestador de serviço afirmam que a Odebrecht gastou cerca de 500.000 reais só em materiais para as obras. À época da reforma, que teve início no fim de 2010, Patrícia era proprietária do Depósito Dias, loja que forneceu produtos para a reforma. "A gente diluía esse valor total em notas para várias empresas, mas para mim todas elas eram Odebrecht", disse Patrícia, que também admitiu ter comercializado parte dos materiais sem registro fiscal.
Originalmente, na propriedade rural havia duas casas, piscina e um pequeno lago. Quando a reforma terminou, a propriedade tinha mudado de padrão. As antigas moradias foram reduzidas aos pilares estruturais e completamente refeitas, um pavilhão foi erguido, a piscina foi ampliada e servida de uma área para a churrasqueira. Também há um lago artificial para pescaria, um dos esportes preferidos do ex-presidente.

29 janeiro 2016

Reflexões & Notícias desta 6ª feira, 29 de janeiro (postado por Armando Lopes Rafael)

 Lembrando o Beato José Lourenço
O Ministro das Comunicações visitou o Crato
André Figueiredo, esteve nesta sexta-feira, 29, na cidade de Crato. Ele visitou a Universidade Regional do Cariri – URCA, onde foi recepcionado. André Figueiredo é deputado federal pelo Ceará, filiado ao PDT, novo partido (mais um) dos Ferreira Gomes.

Cardeal do Rio de Janeiro chega 2ª feira
No próximo dia 1º de fevereiro estará chegando a Juazeiro do Norte, o cardeal Dom Orani João Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro. Vem participar da Romaria das Candeias. No dia 2,  o cardeal Orani presidirá missa, às 09:00h, com outros bispos nordestinos que estarão entre nós nesta data.

Triste sinal dos tempos
O professor universitário Dimas de Castro Silva Neto, escreveu, esta semana – num jornal que se edita em Juazeiro do Norte: “Nos dias de hoje, o mal parece coisa normal, aceitável. Suportável numa sociedade que não se assusta mais com a sua presença. Quem faz, sabe que pode. Quem assiste não se espanta nem se revolta. No dicionário, vergonha significa: sensação de perda de dignidade ou de falta de valor pessoal, humilhação, rebaixamento. Portanto, penso que perdemos a vergonha. Há, hoje, a verdadeira sensação de que fazer o mal é uma opção sem maiores consequências ou punições”. É verdade! A massa ignara parece não perceber isso. Também não percebe que o povo brasileiro está sendo duramente castigado por uma série de acontecimentos que passam despercebidos no dia a dia da população.
Dilma tenta recriar a CPMF

Ontem, a presidente Dilma (vocês já repararam que a cada dia ela mais parece com a finada Derci Gonçalves?) reuniu um tal de “conselhão” e a tecla foi somente a recriação da CPMF. Essa conversa da CPMF como única alternativa para a salvação da pátria em face da "incompressibilidade" dos gastos públicos a favor dos pobres não duraria 10 segundos se fatos como esses fossem sistematicamente divulgados pela imprensa, mas ela é em sua grande maioria de esquerda e omite esses dados, a própria matéria do O Globo, apesar do seu próprio "furo" a primeira página do jornal não trazia qualquer chamada e nem as televisões da casa o repercutiram.
O caos concisamente
De tanta roubalheira, de tanta incompetência, tudo denunciado diariamente pela grande imprensa, parece que o povo se acostumou com dois piores governos da história do Brasil, os comandados por Lula e dona Dilma. O descalabro nas finanças é fato. Esta semana o jornalista Fernão Mesquita publicou artigo no jornal “Estado de S.Paulo”, onde lembrou, dentre tantas “conquistas” que mudaram o Brasil, as abaixo:
“Enxugamento da máquina”
“Lula acrescentou 18 mil e 300 novos funcionários federais, à folha da União nos seus oito anos de governo. Dilma enfiou mais 16 mil e 300. Agora são 618 mil funcionários federais só na ativa. 103.313 ocupam cargos de chefia.
Funcionário petista ganha mais
O "teto" dos salários é o da presidente, de R$ 24,3 mil. Mas a grande tribo só de caciques constituída não pelos funcionários concursados ou de carreira, mas pelos "de confiança", com estrela vermelha no peito, ganha R$ 77mil, somadas as "gratificações", que podem chegar a 37 diferentes. No fim do ano tem bônus "por desempenho". A Petrobrás, a empresa mais endividada do mundo, negou dividendos aos acionistas, mas distribuiu R$1 bilhão aos funcionários em pleno "petrolão". A Eletronorte distribuiu R$ 2,2 bilhões em "participação dos lucros", proporcionados pelo aumento médio de 29% nas contas de luz dos pobres do Brasil, entre os seus 3.400 funcionários. Houve um que embolsou R$ 152 mil.
As prioridades do governo
A folha de salários da União, sem as estatais, que são 142, passará este ano de R$ 100 bilhões, 58% mais, fora inflação, do que o PT recebeu lá atrás. Essa boa gente emite 520 novos "regulamentos" (média) todo santo dia. Existem 49.500 e tantas "áreas administrativas" divididas em 53 mil e não sei quantos "núcleos responsáveis por politicas publicas"! Qualquer decisão sobre água tem de passar pela aprovação de 134 órgãos diferentes. Uma sobre saúde pública pode envolver 1.385 "instâncias de decisão". Na educação podem ser 1036. Na segurança pública, 2375! E para trabalhar no inferno que isso cria? Quanto vale a venda de indulgências?
Dom Fernando abriu em dezembro a Porta da Misericórdia na Catedral de Crato
Igreja Católica: Juazeiro também tem sua “Porta Santa”
A abertura da Romaria das Candeias terá um significado ainda maior em 2016. Na missa do dia 29 de janeiro, às 19h, o Bispo Dom Fernando Panico estará abrindo não só a programação da romaria, mas também a segunda Porta Santa da Diocese de Crato, agora na Basílica Menor e Santuário Diocesano de Nossa Senhora das Dores, em Juazeiro do Norte.
Esta celebração faz parte dos rituais do Ano da Misericórdia
O Jubileu Extraordinário da Misericórdia foi convocado pelo Papa Francisco através da Bula “Misericordiae Vultus” (O rosto da Misericórdia). A primeira Porta Santa da Diocese de Crato foi aberta no dia 13 de dezembro de 2015. Este dia ficou marcado na fé dos católicos da região pela comunhão com Papa e também, por ter sido nesta data solene, que Dom Fernando anunciou a Reconciliação da Igreja com o Padre Cícero Romão Batista, momento tão esperado pelos fiéis. Agora junto aos romeiros a festividade continua e a Porta Santa, que representa a misericórdia de Cristo no mundo, será aberta na Basílica Menor e Santuário Diocesano de Nossa Senhora das Dores.
Ainda será aberta uma terceira “Porta Santa”
Ainda este ano, no dia 2 de abril, no Santuário da Divina Misericórdia, na cidade de Barro, mais uma Porta Santa será aberta concluindo assim a quantidade de Portas Santas programadas por Dom Fernando Panico para a Diocese de Crato, totalizando três. Em Barro a Prefeitura está erguendo um arco, à entrada da cidade, onde será instalada uma escultura de Jesus Misericordioso, medindo cerca de seis metros de altura. Os monumentos, como se sabe, são marcos indeléveis e perenes que caracterizam uma cidade. Crato tem o Cristo Redentor numa de suas praças e a estátua de Nossa Senhora de Fátima, localizada no bairro do mesmo nome. Juazeiro do Norte tem a celebre estátua do “Padim” Cícero. Agora chegou a vez da cidade do Barro...
(Fonte: Diocese de Crato)

28 janeiro 2016

Morre o maior saxofonista Brasileiro - VINÍCIUS DORIN


Vinícius Assumpção Dorin (Ituverava, 6 de Novembro de 1962). Tocava saxofone, flauta e piano.

Aos 7 anos começou a estudar música em Araçatuba. Com 14, passou a estuar flauta em Itu e aos 16, ingressou na Banda União dos Artistas, em que teve suas primeiras aulas de saxofone. Nessa época, começou a tocar profissionalmente a Orquestra Sambrasil de Itu e, em seguida, com o conjunto Makros, ao mesmo tempo em que cursava o Conservatório de Tatuí. Mudou-se para São Paulo aos 20 anos, para estudar na CLAM, onde fora contemplado com uma bolsa de estudos. Após a conclusão dos seus estudos, tornou-se professor nessa mesma escola. Nesse período, trabalhou com diversos artistas e grupos, como a Banda da Patroa, com Silvia Goes e Arismar do Espírito Santo, Orquestra 150 (do Maksoud Plaza), Johnny Alf, Laércio de Freitas e outros. Também começou a gravar jingles e discos. De 1988 a 1990 participou do show Sedução, com a cantora Simone, viajando por todo o Brasil e Portugal. Em 1991 e 1992 trabalhou com Gal Costa fazendo o show “Plural”, com o qual excursionou pelo Brasil, México, Alemanha e participou do Festival de Montreux. Nessa época, dos grupos de música instrumental Comboio e Banda Savana, tendo gravado com esta dois CDs. Participou do projeto Arranjadores, com os maestros Cipó, Duda, Moacir Santos, Branco, entre outros. Em 1993, passou a integrar o grupo de Hermeto Pascoal, com quem tocou até os últimos dias.

Discografia
Revoada (2004)
Participações em discos de outros artistas
Porto dos Casais, de Nenê (1998)
Jamba, de Enéias Xavier (2003)
Mundo Verde Esperança, de Hermeto Pascoal (2003)

Minha mensagem: 

"Perdi um dos maiores amigos dentro da música, e um ser humano extraordinário. Tive o prazer de tocar e gravar com o Vinícius e tínhamos vários projetos ainda. Foram tantas noites tocando, tantas notas lindas, tantos solos fantásticos...mas isto há de continuar ainda em outro plano. Apenas mudou-se a forma de como se percebe a existência. Por enquanto, solidarizo-me à toda a família, e aos outros músicos, que assim como eu, ficamos órfãos de um dos maiores músicos e seres humanos que já existiu. Vinicius Dorin, obrigado por tudo, pelas lições, pelo carinho, pela força quando eu mais duvidei de mim mesmo, e pela sua música maravilhosa. A própria música está de luto no dia de hoje.

Dihelson Mendonça 
( Pianista )

www.blogdocrato.com



Valdemir Correia e a volta do SESI Crato - Parte 2


Aos amigos do Blog do Crato - www.blogdocrato.com

O SESI, ou Serviço Social da Indústria, patrimônio da nossa cidade, obra inaugurada há décadas
proporcionando lazer, divertimento e cultura para toda a população industriária do Crato e da região, foi fechado sem motivo suficiente que motivasse  a sua paralisação. 

É importante ressaltar que no dia em que fecharam o SESI do Crato, cidade com 139 mil habitantes, sexta cidade do ceará em população, renda e outros fatores, abriram uma nova unidade na cidade de Limoeiro do Norte, que possui menos de 70 mil habitantes. Quando iniciamos esta campanha, de livre e espontânea vontade, sem qualquer interesse, o fizemos pelo fato de que precisamos ter alguém que defenda os nossos interesses, e especialmente nós cratenses, que infelizmente, mesmo tendo o sexto colégio eleitoral do Estado, ficamos quase abandonados e marginalizados, sem ter assim uma forca politica para defender os interesses da cidade. Agora mesmo, por ocasião do fechamento do hospital Santa Tereza, vi na imprensa um movimento da Câmara Municipal de Juazeiro do norte, que durante duas sessões, defendeu a manutenção do hospital. Quanto à câmara do Crato, se fez algum pronunciamento, não tomei conhecimento. 

Assim como Forrest Gump, aquele americano que decidiu sair correndo país afora, começou sozinho, e no fim, já tinha milhares de pessoas lhe seguindo, sem saber o motivo porque estavam correndo, nós começamos esta campanha, cuja  finalidade é a abertura do SESI Crato, e somente hoje recebemos mais de 300 mensagens apoiando a idéia. Esperamos que nosso jovem governador cratense, e que foi professor naquele complexo, segundo nos afirmaram várias pessoas, e durante a festa do lançamento do livro de Antonio Vicelmo na Rádio Educadora, perante 700 pessoas que lotaram o auditório, o mesmo afirmou que iria fazer o máximo pelo progresso da nossa cidade, pois foi aqui onde ele nasceu, na certa vai se unir ao presidente da FIEC, Sr. Beto Studart, em prol desta magna campanha. Quem quiser colaborar, inclusive entidades, clubes de serviços, estamos dispostos a debater o assunto, e para tanto já recebemos o convite para a próxima reunião do Rotary Club, onde trataremos o assunto.  Vamos à luta, e esperamos a colaboração de todos, com apoio, sugestões e ideias.

Um abraco a todos

Valdemir Correia de Sousa
www.blogdocrato.com


VAMOS À LUTA PELO CRATO !






27 janeiro 2016

As histórias maravilhosas do Padre Ibiapina - Por: Emerson Monteiro

Eis mais um livro da autoria de Flávio Morais, trazendo este o título de Padre Ibiapina: Histórias maravilhosas, uma entre doze outras obras desse autor caririense, natural de Milagres, Ceará, emérito pesquisador das histórias de nosso povo, transmitidas desde seu primeiro livro, que busca, por meio de linguagem simples e objetiva, preservar a etnografia interiorana com o talento de bom escritor, enriquecendo sempre a literatura com trabalhos valiosos.

Dr. Flávio Morais agora nos brinda com essas 30 histórias maravilhosas do apóstolo da caridade sertaneja, Padre Mestre cuja vida consagrou ao povo dos rincões nordestinos e vem, a cada momento, merecer biógrafos adequados que lhe mantêm a tradição de força espiritual através da qual exerceu missão religiosa de fina espiritualidade. São contos notáveis, práticas místicas que revelam a presença da força maior de Deus em várias demonstrações do quanto de virtude e bondade habitara consigo no decorrer da sua jornada neste chão carente de tanta penúria.

O autor elaborou, pois, compêndio da maior valia nos exemplos de coerência e brandura que obteve somar os principais acontecimentos gravados na alma do sertanejo no decorrer dos tempos, razão do prestígio inegável do religioso.

José Antônio Pereira Ibiapina nasceu em Sobral, Ceará, em 06 de agosto de 1805. Antes de chegar ao sacerdócio católico cumprira as funções de Chefe de Polícia, Juiz de Direito, Deputado Geral do Império e Advogado. Aos 46 anos, então, abraçaria a vocação religiosa que destinou ao culto de Nossa Senhora. O exercício da religião destinou a civilizar, ensinando práticas comunitárias consentâneas à mensagem cristã, adotando liderança constante na construção de igrejas, casas de caridade, cemitérios, hospitais, capelas, açudes, cacimbas e barragens, no que deixaria marcas profundas no hábito das famílias que amou tão ardorosamente.

Nesse meio tempo de dedicação fraterna, Ibiapina demonstrou o fervor da fé visto no poder testemunhado nos acontecidos consignados em forma de pequenas histórias, motivo da coletânea bem cuidada que neste momento veio a lume através das habilidades literárias de José Flávio Bezerra Morais.

26 janeiro 2016

Fique por Dentro ! - Por Maria Otilia

Hoje foi veiculado nas redes sociais e na televisão, a notícia do fechamento de várias escolas da rede municipal situadas na zona rural do Crato. Daí a necessidade de colocarmos em pauta, o que é realmente a nucleação das escolas, ou melhor, o que seja o planejamento estratégico e reordenamento de redes educativas municipais.
Vale ressaltar que um dos objetivos do PAIC é apoiar os sistemas municipais no planejamento de sua rede de ensino, utilizando como estratégia a nucleação de escolas, visando a otimização dos ambientes de aprendizagem e a melhoria dos processos gerenciais de educação. Infelizmente algumas pessoas responsáveis pela ação, a nível de município desconhecem esta meta ou ainda não compreenderam a seriedade com que deve ser realizado este reordenamento.
Acreditamos que a indignação dos pais e comunidade em geral, no que se refere ao fechamento de algumas escolas, é a falta de diálogo, de informações e até mesmo de pesquisa de opinião a cerca do assunto. É lamentável ouvir  a fala de quem está responsável pela educação municipal de que  faz-se necessário esta intervenção para  redução de gastos. Pelo contrário, reduzir matrículas, reduzir acesso de crianças, principalmente da educação infantil e fundamental I, que é de obrigatoriedade do município, vem contrariar o que está na Constituição  Federal e LDB. 
Percebe-se, na fala dos pais e de alguns educadores , que  este  reordenamento de rede não foi amplamente divulgado, nem discutido  com estas comunidades. Do contrário não estaria sendo tão polêmica esta intervenção da Secretaria Municipal do Crato. Somos sabedores da necessidade de uma nucleação, de reorganização, até porque muitas escolas não tem  as condições básicas mínimas de funcionamento. Mas para que aconteça esta reorganização, faz-se necessário  que uma equipe de educadores competentes, sensíveis  e de bom senso  discutam e elaborem uma proposta para junto as comunidades fazerem as intervenções necessárias,  respeitando os direitos dos educandos, que é o público alvo destas ações.
Neste ano de eleições, nós educadores precisamos rever todas as possibilidades da implantação  urgente no tocante ao desenho de políticas públicas para a educação  da rede municipal do Crato. Precisamos entender que rede de educação pública não é exclusiva do gestor. Pelo contrário, nos pertence até porque os recursos do FUNDEB são oriundos da maioria dos impostos que pagamos. E deve ser de interesse de qualquer cidadão cratense, seja funcionário público ou não. Aqui não está  sendo avaliado o papel de quem gerencia  esta rede, mas de como estão os nossos indicadores de desempenho acadêmico em relação ao SPAECE ( Sistema de Avaliação Permanente), Provinha Brasil, PAIC, etc. Qual  o grau de satisfação dos pais ou responsáveis pelos estudantes no que se refere ao serviço prestado pelas escolas municipais. Bem como a qualidade do transporte escolar e  o nível de padrões básicos de funcionamento destas  escolas.
O Crato precisa sair deste retrocesso  em que se encontra nas diversas áreas, seja da educação, saúde, infraestrutura,cultura,etc.A população precisa se manifestar, mostrar  “a cara”, reivindicar, exigir dos que se dizem nos representar na câmara de vereadores, políticas públicas eficientes e eficazes que venham melhorar a qualidade de vida de todos os munícipes, nas diversas áreas. Ainda  não conseguimos sinalizar nenhuma ação legislativa a nosso favor. A cada dia que passa vivenciamos apenas uma incerteza da concretização de propostas colocadas em pauta  na época das campanhas eleitorais. Acorda Crato !

Outro ano típico - Por: Emerson Monteiro

Olhar o que passou no decorrer deste período anual deixa margem a muitas conclusões de preocupação. Isso tanto na vida nacional quanto no cenário mundial, ambos cheios de contradições e desprezo pela condição humana. Foram dias de investigar as contas das máquinas e somar indiciados com delações premiadas, queda de homens poderosos e suspeita acima de status no decorrer de todo o ano. A política deixa de ser mera máquina de manobras e passa a chão pegajoso, sujeito a revelar crimes inconfessáveis de grandes nomes que até hoje haviam mandado no palco das negociações milionárias com o erário público. O Brasil viveu fase atípica. De uma hora a outra tudo pode acontecer. Quem nunca vive as grades de uma prisão agora pode por de molho a barba, pois próceres importantes se veem detrás das sete chaves da Lei, a somar tentos de um Judiciário efetivo nas suas atitudes, esperança de milhões de brasileiros nesta fase da nossa história.

Já no panorama internacional, os titulares insistiram em domar pela força os mercados de capitais e prevaleceram da hegemonia nesse instante sob o risco de graves transformações na geopolítica mundial. O terrorismo de novo mostra a face cruel e ameaça a tranquilidade de ricas populações em países antes seguros e sólidos. O conflito de árabes e judeus, de preocupante memória, persiste a fazer vítimas e gerar pendências também fora das fronteiras da Ásia Menor.

O clima, depois da corrupção, volta à tona qual fator de sobrevivência das espécies, dentre elas a dos seres humanos. Os estudiosos chegaram a cogitar de que a mão humana jamais abalaria a ordem do Planeta. Porém, na face das mudanças climáticas que avassalam temperaturas, o volume dos oceanos e o regime pluviométrico, ao que tudo indica, exigem providências urgentes e inevitáveis dos donos da riqueza. A utilização dos territórios e a produção de alimentos, além do uso monumental dos combustíveis fósseis, ocasionam conferências e tratados, longe no entanto da sinceridade das práticas corretas nas interpretações razoáveis.

Ainda que seja assim o quadro visto de mais um término das contagens anuais há que se sonhar diferente, menos cinza, mais cores vivas e sadias, porquanto as novas gerações carecem da coerência das sociedades, retrato da civilização que chegou ao novo milênio prenhe da vontade lúcida de cultura de verdades justas e sobranceiras.

Sob o signo do amor maior de Jesus, sempre é momento de lucidez na necessidade de sermos um só rebanho e um só pastor, quando todos viveremos em Paz e construiremos mundo novo e feliz.

24 janeiro 2016

Naquele banco está faltando Ele - Por Huberto Cabral

Parodiando a música de Sérgio Bittencourt, em homenagem ao seu pai, Jacob do Bandolin,"naquela mesa está faltando ele". nós dizemos naquele banco está faltando ele.Por sinal, que banco é este ? O banco no lado norte da Praça Siqueira Campos, onde De Assis se sentava, todas as tardes, com seus amigos para um gostoso e cordial bate-papo.
No encontro diário, o grupo abordava e discutia os mais diversos assuntos políticos, administrativos, sociais e esportivos, num pleno clima de amizade e fraternidade, em meio as mais hilariantes  e sadias piadas e fofocas,com completa cobertura fotográfica para as redes sociais, surpreendendo até mesmo os frequentadotes do banco da praça.dentre estes frequentadores destacamos: De Assis, Macedo, Almério Carvalho,Lucieldo,Marcos Carvalho, Flexa, Roberto Brito, Gualberto, Raimundinho, Lucion, Zé Maria,Valquires,Bebé,Totonho dos livros e outros.
De Assis casou-se com Socorro Brito de Oliveira com quem teve três filhos queridos: Bruno,Renan e Isabela, revelando-se como exemplar chefe de família,esposo dedicado e pai amoroso.
Registrando com profundo pesar seu falecimento, nós grandes amigos, apresentamos nossas sentidas condolências à família enlutada, pela irreparável perda de seu querido chefe, prestando-lhe a nossa justa e merecida homenagem de honra ao mérito, nosso preito de gratidão e nosso tributo de saudade,desejando-lhe uma feliz eternidade na pátria celestial.

Texto de Huberto Cabral, enviado por Marcos Carvalho.

Centenário de Padre Frederico Nierhoff – por José Almino Arraes de Alencar Pinheiro

Pe. Frederico (de batina e chapéu) tendo a frente o Dr. Pierre Gervaseau, este ainda hoje dirigente da Fundação Araripe   
No dia 26 de janeiro de 1916, nascia em Gelsenkirchen, Alemanha, o Padre Frederico Nierhoff, um dos grandes homens que influenciaram a história recente do Crato. Por 20 anos, de 1948 a 1968, ficou à frente da Paróquia São Vicente do Crato, onde conseguiu, sem alardes, deixar profundas marcas de sua atuação, tema tão bem exposto nos artigos de Armando Rafael.
   Aqui gostaria de tratar um pouco como era a minha convivência com o Padre. Fui batizado por ele, fato que muito me marcou. Com o batismo entrei no mundo da fé, tinha me livrado do limbo e do pecado original. Por isso achava que ele era o responsável pela minha salvação. De mim tinha gratidão, admiração e respeito, ao mesmo tempo em que me dava o direito e a liberdade para fazer questionamentos que, de outra forma, não teria coragem de fazer a meus pais ou mesmo aos meus professores de religião. Na adolescência, época do catecismo tradicional, o que sentia era medo, causado pelo ensinamento religioso sombrio, fundamentalista, baseado no temor a Deus.
   Para qualquer deslize havia a constante ameaça de acabar no inferno ou, na melhor hipótese, no purgatório. Tinha calafrios em pensar no pecado mortal que, uma vez cometido, e sem confissão e arrependimento, não tinha escapatória, era queimar no fogo eterno. O pecado original tal qual aprendi, era o que já nascemos com ele, uma dívida herdada das estripulias de Adão e Eva. Para mim não era fácil compreender esse fato, não considerava justo pagar pelo mau comportamento de algum ascendente, afinal o que eu tinha com isto? Para mim era uma contradição, e Deus é justo. Essas foram as primeiras dúvidas que precisavam de esclarecimentos, as dúvidas seguintes eram para derreter o juízo: os mistérios da fé, missa celebrada em latim, os Dogmas, a Santíssima Trindade, fugiam ao meu entendimento. Não tinha jeito, estava convencido que seria condenado, iria para o inferno.
   O Padre Frederico era da Congregação dos Missionários da Sagrada Família. Ordem fundada na Holanda, pelo Padre Jean Berthier, em 1895, portanto moderna, já com pouca influência do fundamentalismo medieval. A ordem é dedicada à proteção da Sagrada Família e foi inspirada na frase de Jesus: “A messe é grande, mas poucos são os operários” (Mt 9,37).
   A Ordem do padre Jean Berthier congregava as “vocações perdidas” com o chamado do Papa Leão XIII para a urgente formação de padres, a fim de enviá-los ao estrangeiro para a difusão da fé. Os padres deveriam seguir já ordenados sacerdotes e prestados os devidos votos obrigatórios de pobreza e castidade. No inicio do funcionamento da ordem, principalmente na Alemanha, o entendimento das “vocações perdidas” significava basicamente adultos com algum tipo de profissão dispostos a se tornarem padres e partir para as missões. De forma que a Ordem Sagrada Família era composta por padres “operários” nas mais diversas profissões: médicos, engenheiros, carpinteiros, mecânicos, enfermeiros, técnicos em geral. O Padre Frederico, por exemplo, era padeiro. Essa característica da ordem visava que os padres com seus conhecimentos pudessem em suas missões, ajudar de alguma forma na sobrevivência das populações para onde fossem mandados. E foi o que fizeram.
 
 Pe. Frederico recém-ordenado
   No Paraná na metade do século passado, por exemplo, os Padres da Sagrada Família ajudaram na colonização do estado montando serrarias e construindo casas. No Crato, além de montarem escolas, os padres se aproximaram de todos os empreendedores em geral, como os donos de oficinas, carpinteiros, padeiros, donos de fábricas de algodão, de doces, curtumes, serrarias, de pisos, olarias, de rapadura, hospitais, e foram os responsáveis pela introdução, no Cariri, da apicultura moderna, muitas vezes com ajuda financeira, dinheiro enviado pelos católicos alemães. Qualquer empresário que necessitasse de alguma orientação, logo aparecia um padre da Sagrada Família especialista no assunto em questão para oferecer ajuda, tudo isso de graça e com a maior boa vontade.
   Era uma visão diferente do mundo, os fundamentos do evangelho ensinados de forma prática sem imposição, sem dramas, sem temor a Deus. Os ensinamentos de Jesus, como a caridade, o amor ao próximo, a solidariedade, a tolerância e a sobrevivência, estavam ali praticados no dia a dia, e o mais importante com alegria. De vez em quando dizia que ”Deus tinha mandado o Filho para nos salvar e isso não podia ser feito com tristeza.” Nesse contexto a atuação dos padres desagradava certos setores da sociedade caririense, principalmente do Crato. Quem não se lembra da diferença entre os sermões dos padres seculares e os da Igreja São Vicente?
   Muitas vezes minhas dúvidas sobre religião eram explicadas com paciência e sotaque alemão, na companhia de outros coroinhas durante as pequenas viagens em visita a paroquianos, pelos sítios no jipe DKV do padre; além de ajudar na missa tínhamos a tarefa de abrir cancelas. Lembro-me que não entendia o conceito da Santíssima Trindade, achava que lá deveriam estar também São José e a Virgem Maria. O Padre depois de pensar um pouco disse algo assim, “Zé, faz sentido, a Santíssima Trindade é dos teólogos, essa sua família é a que todos nós pertencemos.” Simples, sem ameaça de pecado nem de desrespeito. E com impaciência soltou: “Agora pare de pensar nisso, é a sua vez de abrir a cancela.” De forma que foi assim sem medo de pecar, que consegui aos poucos, não mais temer a Deus e sim, tentar seguir Seus ensinamentos.
Anotação/Atestado feito por Pe. Frederico, há mais de 63 anos, quando ele era vigário da Paróquia de São Miguel Arcanjo (depois o nome foi mudado para Paróquia de São Vicente Ferrer)  na qual revela uma das suas caracteristicas pessoais: a lealdade para com as suas amizades.


             

23 janeiro 2016

Ministério público vai denunciar Lula por ocultação de propriedade

Depois de confirmar que ele é dono de um tríplex reformado e mobiliado pela OAS, empreiteira punida no escândalo do petrolão, promotores enquadram o ex-presidente numa das modalidades clássicas do crime de lavagem de dinheiro
Fonte: VEJA desta semana
No bolso dos corruptores: investigadores não têm dúvidas que o apartamento no Guarujá pertence a Lula e sua mulher, Marisa Letícia(Paulo Whitaker/Reuters)
Um truque recorrente na carreira política do ex¬-presidente Lula é reescrever a história de modo a exaltar feitos pessoais e varrer pecados para debaixo do tapete. Mas os fatos são teimosos. Quando se pensa que estão enterrados para sempre, eles voltam a andar sobre a terra como zumbis de filmes de terror. O mensalão, no plano mestre de Lula, deixaria de existir se fosse negado três vezes todas as noites antes de o galo cantar. O petrolão, monumental esquema de roubalheira na Petrobras idealizado, organizado e consumado em seu governo - e, segundo testemunhas, com reuniões no próprio gabinete presidencial -, entraria para a história como mais um ardil dos setores conservadores da sociedade para impedir o avanço dos defensores dos pobres. Nem o mais cego dos militantes do PT ainda acredita nessas patacoadas que afrontam os fatos. Sim, os fatos, sempre eles. O tríplex de Lula no Guarujá é outro desses fatos que o ex-presidente esperava ver se dissipar no meio do redemoinho. Mas o tríplex está lá com seu elevador privativo e linda vista para o Atlântico, e vai continuar. De nada adiantou a pregação de Lula, na semana passada, para seu coro de blogueiros chapa-¬branca muito bem remunerados com o dinheiro escasso e suado do pobre povo brasileiro: "Não tem uma viva alma mais honesta do que eu. Pode ter igual, mas eu duvido". Pode até ser que a alma não veja o que o corpo faz e se entretenha no engano, mas a opinião pública há muito tempo não se ilude mais com essas mandingas autolaudatórias de Lula.
Pelo tríplex que queria manter clandestino, Lula será denunciado pelo Ministério Público por ocultação de propriedade, uma das modalidades clássicas do crime de lavagem de dinheiro. A denúncia contra o ex-presidente decorre da investigação de fraudes em negócios realizados pela Bancoop, cooperativa habitacional de bancários que deu calote em seus associados enquanto desviava recursos para os cofres do PT. A Bancoop quebrou em 2006 e deixou quase 3 000 famílias sem seus imóveis, enquanto viam, inermes, petistas estrelados receber seus apartamentos. Em abril do ano passado, VEJA revelou que, depois de um pedido feito por Lula ao então presidente da OAS, Léo Pinheiro, seu amigo do peito condenado a dezesseis anos de prisão no petrolão, a empreiteira assumiu a construção de vários prédios da cooperativa. O favor garantiu a conclusão das obras nos apartamentos de João Vaccari Neto, aquele mesmo que, até ser preso pela Operação Lava-Jato, comandou a própria Bancoop e a tesouraria do PT. A OAS assumiu também a reforma do tríplex de 297 metros quadrados no Edifício Solaris, de frente para o mar do Guarujá, pertencente ao ex-presidente Lula e a sua esposa, Marisa Letícia.
A OAS desempenhou ainda o papel de "laranja" de Lula, passando-se por dona do tríplex. A manobra foi cuidadosamente apurada pelos promotores do Ministério Público de São Paulo, que trabalham a apenas quinze minutos de carro da sede do Instituto Lula. Durante seis meses, eles se dedicaram a esquadrinhar a relação entre a OAS e o patrimônio imobiliário dos chefes petistas. Concluíram que o tríplex no Guarujá é a evidência material mais visível da rentável parceria de Lula com os empresários corruptores que hoje respondem por seus crimes diante do juiz Sergio Moro, que preside a Operação Lava-Jato. Os promotores ouviram testemunhas e obtiveram recibos e contratos que colocam o ex-presidente na posição de ter de explicar na Justiça as razões pelas quais tentou de todas as maneiras negar ser o dono do tríplex. Para os promotores, as negaças de Lula configuram o crime de lavagem de dinheiro.
           

Polícia Federal suspeita que pagamento a filho de Lula pode ter relação com caças

Fonte: O Estado de S.Paulo
Documentos apreendidos em escritório de lobista fazem menção a ação do Instituto Lula para favorecer a sueca Saab
Caça Gripen, da sueca SAAB(Johan Nilsson/AFP/VEJA)
A Polícia Federal suspeita que os pagamentos de 2,5 milhões de reais feitos a um dos filhos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tenham relação não só com a edição de medidas provisórias, mas também com a compra dos caças suecos Gripen, da Saab, pela Força Aérea Brasileira (FAB). Em depoimento prestado à PF e obtido pelo jornal O Estado de S.Paulo, Lula disse que essas hipóteses são "um absurdo".
Perguntado se os repasses a Luís Cláudio Lula da Silva foram "alguma contraprestação por serviços prestados" pelo ex-presidente "à Saab para que essa viesse a vencer a concorrência para a compra dos caças", Lula disse, conforme registrado na transcrição do depoimento, que "nega veementemente e considera essa hipótese um absurdo, já que nunca teve atuação relacionada a esse assunto".

22 janeiro 2016

Revista do Cariri (por Armando Lopes Rafael)

Um dia atrás do outro
 Lembram-se daqueles tempos em que setores da Igreja nem admitiam falar no nome do Padre Cícero? Mudaram os tempos... A Regional NE 1 da CNBB está divulgando o folheto sobre a Campanha da Fraternidade 2016. E sabe quem está no canto inferior esquerdo da capa da publicação da CNBB? Ele mesmo: o Padre Cícero. Confira acima.

Barro em destaque
Em qual cidade do Cariri o “Ano da Misericórdia” vai deixar marca mais significativa? Acertou quem respondeu que é na cidade do Barro. Lá, no próximo dia 2 de abril, além da abertura da Porta Santa (no Santuário Diocesano da Divina Misericórdia), a Prefeitura do Barro vai inaugurar um arco, à entrada da cidade, encimado por uma estátua de Jesus Misericordioso com 6 (seis) metros de altura.

Santana do Cariri faz resgaste histórico
A primeira imagem de Senhora Santana, Padroeira de Santana do Cariri, foi roubada há vários anos. Tratava-se de uma imagem, em estilo barroco, do início do século XVIII, confeccionada em madeira, tendo a Senhora Santana sentada numa cadeirinha, e, ao lado dela, a Virgem Maria, ainda menina. Os santanenses nunca se conformaram com aquele roubo. No próximo dia 31 de janeiro, na abertura do Ano Centenário de criação da Paróquia de Senhora Sant’ana, uma imagem semelhante à primeira padroeira daquela cidade será levada em procissão até a Igreja Matriz. Ela será guardada, futuramente, num nicho da Matriz de Santana do Cariri. Abaixo o comunicado da Paróquia de Santana do Cariri sobre a nova imagem de sua Padroeira:

Arre égua!

É zombar da inteligência dos brasileiros! Citado pela maioria dos réus da Operação Lava Jato, o ex-presidente da república, Lula da Silva, até que enfim se defendeu dizendo: “Neste país não tem uma viva alma mais honesta do que eu. Nem dentro da Polícia Federal, nem dentro do Ministério Público, nem dentro da Igreja Católica, nem dentro da Igreja Evangélica. Pode ter igual, mas (honesto) mais do que eu, duvido”. Se fosse verdade a afirmação de Lula era o caso de nós chorarmos e clamar: Pobre Brasil, a que ponto chegamos!




Neste sábado Madre Feitosa comemora 75 anos de profissão religiosa
23 de janeiro de 2016. Pela manhã, nas dependências do Colégio Pequeno Príncipe, Madre Feitosa comemora – juntamente com dezenas de amigos as Bodas de Ouro dos primeiros votos religiosos que fez como filha de Santa Teresa de Jesus.
Madre Feitosa jovem
Quem é Madre Feitosa
Maria Carmelina Feitosa nasceu em Tauá, em 13 de setembro de 1921. Estudou o ensino secundário em Crato, no Colégio Santa Teresa de Jesus, decidindo, aos 16 anos, ser religiosa na Congregação do mesmo nome.  Lá iniciou sua longa vida de educadora. Com o passar do tempo tornou-se diretora daquele renomado colégio cratense, acumulando este ofício com a função de Secretária Geral da Congregação, Vice Supervisora Geral da Ordem, em três mandatos consecutivos, num total de dezoito anos. Assumiu a direção da Casa de Caridade de Crato em 1961. Obteve graduação em Pedagogia pela Faculdade de Filosofia de Crato e, em 1969, fundou o Colégio Pequeno Príncipe, educandário que dirige até hoje. 

Mensagem de Dom Fernando para Madre Feitosa
Abaixo alguns trechos da mensagem que o bispo diocesano gravou para ser lida na manhã deste sábado: “Embora ausente da cidade de Crato (por compromissos inadiáveis, anteriormente assumidos), neste dia em que a senhora comemora as Bodas de Brilhante da sua profissão religiosa, gostaria de manifestar minha presença – nesta solenidade –, por meio desta mensagem. 75 anos não representam somente uma existência, mas uma longa existência! E o que dizer de uma vida que caminha para os 95 anos de idade, neles contidos os 75 anos vividos da sua vocação religiosa como uma autêntica filha de Santa Teresa de Jesus? Vocação é, antes de qualquer coisa, ter o coração cheio de amor a Deus e aos irmãos. E é isso que tem caracterizado a sua benéfica existência entre nós...

“Na distante data de 23 de janeiro de 1940, a Senhora proferiu seus votos religiosos, ainda no verdor primaveril dos vinte anos de idade. Foi quando a senhora sentiu que sua opção de vida não seria igual à opção sonhada pela maioria das moças daquela época, ou seja, encontrar um “príncipe encantado”, contrair um matrimônio e formar um lar. Naquela data, a Senhora fez outra escolha, mais difícil, sem atrativos materiais. A Senhora deixou de alimentar os sonhos das riquezas materiais, da mundana convivência com a sociedade daquele tempo e não buscou reconhecimento nem honras. Optou pelo ideal da pureza, da humildade, da obediência e dos verdadeiros valores que são os eternos. Abraçou uma vida para amar a Deus e servir ao próximo... “Foi isso que a Senhora fez durante sua longa e abençoada existência!

 “Querida Madre Feitosa: A Vida Religiosa é um dom de Deus para a Igreja e para o mundo. Aos olhos dos homens, parece ser loucura. No entanto, podemos compreender o sentido da Vida Religiosa na gratuidade, no serviço e na doação pela causa do Reino de Deus, que se traduz na paixão por Cristo e pela humanidade. Na exortação Alegria do Evangelho, o Papa Francisco nos diz: “onde estão os religiosos existe alegria”. Somos chamados, na Vida Consagrada Religiosa, a experimentar e mostrar que Deus é capaz de preencher o nosso coração e fazer-nos felizes sem necessidade de procurar, noutro lugar, a nossa felicidade, que é a autêntica fraternidade vivida nas comunidades cristãs e na vivência cotidiana do Mistério Eucarístico que nos alimenta.

 “Parabéns, Madre Feitosa, pela fidelidade que a Senhora manteve nesses 75 anos da sua profissão religiosa. Parabéns pelo seu trabalho dedicado levando o amor, a alegria do Coração de Jesus aos mais necessitados, por meio da ternura do Coração da Virgem Maria. Parabéns pela grande educadora que a Senhora é. Parabéns por seu trabalho social, pela sua entrega à missão de difundir o Reino de Cristo, por tudo de bom que a senhora fez, está fazendo e ainda fará pelos anos futuros. Receba a manifestação da minha admiração, da minha amizade e a minha bênção episcopal. Dom Fernando Panico, Bispo Diocesano de Crato”.
Madre Feitosa nos dias atuais

Coisas da República: 2016: Brasil terá maior alta do desemprego entre grandes economias e crise vai se agravar

Fonte: Jamil Chade - O Estado de S.Paulo
Entidade diz que 700 mil brasileiros devem perder o emprego e alerta que crise levará a uma 'queda severa' no mercado de trabalho
O Brasil registrará o maior salto na taxa de desemprego entre as grandes economias do mundo em 2016 e, durante o ano, 700 mil brasileiros devem perder seus trabalhos. Os dados foram publicados pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) que, em seu informe anual, aponta para o aumento do desemprego no País para 7,7% e alerta que a crise econômica levará uma "queda severa" no mercado de trabalho. O Brasil será responsável por um a cada três novos desempregados em 2016 no mundo. Em comparação a 2014, serão 1,2 milhão de novos desempregados no Brasil. "Essa é a maior elevação do desemprego entre as grandes economias", alertou ao Estado o diretor do Departamento de Pesquisas da OIT, Raymond Torres.  Segundo a OIT, o Brasil "entra numa recessão severa" e nem mesmo as políticas sociais e de promoção de empregos implementadas nos últimos anos serão suficientes para frear o desemprego.
Crise econômica deve ser ainda maior em 2016
Fonte: Cadu Caldas – Zero Hora, Porto Alegre (RS)
2015 não foi um ano bom para o Brasil, que começa 2016 em situação de alerta. O país está vivendo uma das piores crises econômicas de sua história. Na política, o quadro é ainda mais assustador: corrupção envolvendo líderes dos principais partidos políticos e executivos de grandes empresas, o governo que não consegue se articular e dialogar com o Congresso e com isso não põe em prática as medidas necessárias para superar a crise econômica.  O desemprego e a volta da temida inflação são os principais efeitos da crise que tirou o sono dos brasileiros em 2016.
A guerra política instalada com a abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff tirou de vez do vocabulário de deputados e senadores o termo, até então, mais citado ao longo de 2015: ajuste fiscal.  Entre as poucas certezas está a que 2016 será outro ano de recuo no Produto Interno Bruto (PIB) — será a primeira vez que o país registra dois anos seguidos de contração na economia (a série histórica oficial, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística tem início em 1948)
Postado por Armando Lopes Rafael

CRATO - O SESI poderá voltar a funcionar graças à iniciativa de empresário Cratense.



Na Foto: Valdemir Correia de Sousa ( Direita ), e seu filho Frederico, diretor da Qualigás

Valdemir Correia de Sousa, empresário reconhecido pelo empreendedorismo na cidade de Crato mantém contato com Beto Studart, presidente da FIEC e recebe sinal positivo em relação à possível reabertura do SESI.

"Prezados amigos do Blog do Crato,

Diz o grande poeta Português: "TUDO VALE A PENA ,SE A ALMA NÃO É PEQUENA". Baseado neste  principio e já que ninguém, especialmente os políticos, fazem nada pelo Crato, e agora mesmo temos vários exemplos como..Fechamento do Hospital Santa Tereza, Manoel de Abreu, Incra, Tribunal do Trabalho etc, sendo que nenhum politico lutou para impedir o fechamento ou a transferência destes órgãos que em parte foram para Juazeiro, eu tomei a inicativa de lutar pela reabertura do SESI no Crato.

Para iniciar, entrei em contato com o Sr.Beto Studart, Presidente da FIEC, a quem o SESI é subordinado.O mesmo recebeu minha mensagem, e respondeu que viria ao Crato, e que aqui conversaríamos. Realmente para mim foi uma grande surpresa quando recebi um telefonema do mesmo,informando que estaria em Crato. Logo ao chegar ao aeroporto, ligou que eu me dirigisse,ao SESI, onde fui imediatamente, e encontrei o mesmo, que veio com seus assessores. Conversamos,
e ele perguntou o que eu queria. Disse que queria que ele reativasse o SESI, e falei sobre a importância que isto causaria à classe industriária do Crato, que cresceu muito nos últimos tempos, e citei entre outros, a GRENDENE, PETROBRÁS, BUTANO, CERAMICAS, WHITE MARTINS, COCACOLA, M.DIAS BRANCO, etc, todas ligadas ao setor industrial.

O  mesmo ouviu minha explanação, anotou tudo, percorreu todo o complexo, tirou centenas de fotos, ficou bastante impressionado com o tamanho do imóvel, e prometeu que iria fazer o possível para reabrir o mesmo. Pediu a colaboração do CDL, na pessoa do seu Presidente, que me acompanhou a reunião, e voltou à Fortaleza, de onde ficou de informar o andamento do processo, pois iria pedir
a colaboração do Governador Camilo Santana. Para quem não sabe, o local é imenso, com varias salas de aulas, laboratórios, auditório muito moderno, quadras de esporte etc,  tudo abandonado. Portanto, peço aos que leem este artigo, e que torcem pelo progresso da nossa cidade, que juntos façamos uma campanha para que este sonho seja concretizado, e que o SESI possa voltar a funcionar beneficiando milhares  de pessoas que habitam esta cidade. Em tempo, o grande poeta Português a que me refiro, é Fernando Pessoa.

Um abraco a todos
Valdemir Correia de Sousa
 www.blogdocrato.com





Compre o Gás de cozinha e ganhe grátis a água mineral ! - PROMOÇÃO QUALIGÁS



A empresa Cratense QUALIGÁS faz uma promoção que já é sucesso em todo o Cariri. Você compra um botijão de gás e recebe grátis a sua água mineral. 

A QUALIGÁS, empresa genuinamente Cratense, faz entrega em domicílio, e a promoção é válida enquanto durar o período de seca no Ceará. Ligue agora mesmo para a QUALIGÁS nos telefones da foto e solicite o seu botijão. Além disso, a Qualigás também disponibiliza um cadastro para que seus consumidores possam pagar com até 30 dias. Para o cadastro, são necessários 4 documentos: Carteira de identidade, CPF, Comprovante de residência, e Comprovante de renda, mas isso é apenas se você desejar pagar com 30 dias. Para as compras normais, basta telefonar e pedir o seu botijão. A água mineral é grátis !

Organização: Frederico Valdsom Rolim de Sousa ( Filho do Sr. Valdemir Correia de Sousa )
www.blogdocrato.com




FONTE MUSICAL - A mais completa loja de Instrumentos Musicais do Cariri


A Fonte Musical é a mais completa loja de instrumentos musicais e acessórios do cariri. As melhores marcas e os melhores preços. Se você procura violões, guitarras, contrabaixos, baterias, encordoamentos, instrumentos de percussão, microfones, amplificadores, caixas amplificadas, pedestais...etc procure a Fonte Musical. Com atendimento especializado, esse verdadeiro "supermercado" da música tem tudo que você precisa. 

Conheça a Fonte Musical:


Guitarras, contrabaixos e teclados nacionais e importados. Todos os modelos e marcas de caixas amplificadas para você escolher:


As últimas novidades em instrumentos musicais


Um verdadeiro supermercado da música



Encordoamentos para guitarras, violões, contrabaixos...
Violões Godin, Takamine, Giannini, Di Giorgio e toda a linha de percussões para você fazer seu próprio ritmo.

Fonte Musical
Em Juazeiro do Norte
Rua Carlos Gomes, 459 ( Ao lado da Praça da Prefeitura )

Anuncie no Blog do Crato - A maior vitrine da Internet no Cariri

200 mil acessos por mês - Onde sua empresa é tratada com respeito e amizade.
Envie e-mail para blogdocrato@hotmail.com e marque uma visita.
www.blogdocrato.com

21 janeiro 2016

Chuva no Crato, como sempre, causa transtornos !


Inverno de 2016 mais uma vez o descaso com os moradores do bairro Lameiro no Crato.






O Crato tem jeito. Basta que os Cratenses mudem toda essa "turma" que está aí e não faz nada pela cidade. Prefeiturta, Câmara de Vereadores....será que algum dia teremos gente SÉRIA no Crato ? A cidade está perdendo tudo que conquistou em séculos de existência, devido à incompetência dos nossos representantes.

www.blogdocrato.com




Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30