xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 25/11/2015 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

25 novembro 2015

Memórias de Araci - Por: Emerson Monteiro

Recebi do amigo Franklin Carvalho esse livro, Memórias de Araci, autoria de Ana Nery Carvalho Silva, retrato desta comuna interiorana da Bahia, Araci, do quadrante nordeste do estado. A obra obtém êxito na intenção de registrar a história político-social e a cultura do lugar. Impressiona pela preservação dos nomes que instalaram e deram continuidade à fixação do homem em plagas sertanejas, sob as vistas anônimas de quantos auxiliarem na faina grandiosa que bem caracteriza os tantos universos desses rincões espalhados pela face deste Mundo.

Desde o esforço de José Ferreira de Carvalho, o fundador, que adquirira a propriedade rural do Raso, vindo aos 29 anos de idade procedente do município de Serrinha, e falecido em 22 de abril de 1866, o livro conta a história de Araci.

Quando instalou devidamente o progresso na fazenda, implantando culturas e domando o solo, o seu anterior proprietário quis de volta o que vendera. Nisso moveu feroz perseguição a José Ferreira. Este usou do estratagema de viajar ao Rio de Janeiro e falar com o imperador Dom Pedro II, de quem era aproximado, e que lhe disse: Amigo, não será preciso você sacrificar seus bens para se livrar de um processo injusto como este. Você tem a escritura, volte em paz. Nada de mal irá lhe acontecer, estou do seu lado. Com isso, preservaria a posse da terra, onde se iniciou o atual município. Porém ao regressar, desgostoso devido os achincalhes da demanda sofrida, viria perecer duas semanas após, ficando seus restos mortais depositados na igreja que havia construído no Raso.

Detalhes assim, que bem refletem a herança viva de um povo, preenchem o trabalho da professora baiana, semelhantes às ocorrências verificadas das peripécias do bando de Lampião naquelas imediações, além da mineração de ouro e prata, a integração religiosa católica da população no transcorre do tempo, e um inventário das manifestações folclóricas que formam o caráter artístico popular e o desenvolvimento da educação e da superação das diversas secas por quem passaram.

Literatura essencial da formação da gente brasileira, o livro Memórias de Araci recebe a produção editorial de Franklin Carvalho, num patrocínio valioso do professor José Nilton Carvalho Pereira e do Colégio Apoio, edição da Autora, de 2015.  

Coisas da República: pela primeira vez Polícia Federal prende um senador: Delcídio do Amaral (PT-MS), suspeito de atrapalhar Lava Jato

Fonte: "O Estado de S.Paulo", 25-11-2015

O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou a Polícia Federal a deflagrar uma operação nesta quarta-feira, 25, que levou a prisão do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), líder do governo no Senado, investigado pela Operação Lava Jato. O parlamentar teria sido flagrado na tentativa de prejudicar as investigações contra ele, em uma tentativa de destruir provas contra ele. Também foram presos o banqueiro André Esteves, presidente do BTG Pactual, e Diogo Ferreira, chefe de gabinete do Delcidio do Amaral.
Esta é a primeira vez que um senador com mandato em exercício é preso. A PF também fez busca e apreensão no gabinete do petista, no Senado, em Brasília, e nos estados do Rio, de São Paulo e de Mato Grosso do Sul. A prisão de Delcídio é resultado de uma operação deflagrada hoje pela Polícia Federal, que também tem como alvo empresários. As ações foram autorizadas pelo Supremo. Não se trata de uma fase da Lava Jato tocada em Curitiba, na 1ª instância.
O senador foi preso no hotel Golden Tulip, onde mora em Brasília, mesmo local onde na terça-feira, 24, a PF prende o empresário José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Delcídio do Amaral foi citado na delação do lobista Fernando Baiano, apontado pela Lava Jato como operador de propinas no esquema de corrupção instalado na Petrobrás entre 2004 e 2014. Fernando Baiano disse que Delcídio do Amaral teria recebido US$ 1,5 milhão em espécie na operação de compra da Refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. O Estado apurou que pela amanhã que o ministro Teori Zavascki convocou uma reunião extraordinária da Turma dedicada à Lava Jato. A reunião da Corte será reservada, que é algo raro.
De acordo com fonte no tribunal, a sessão foi marcada pelo presidente da Turma, ministro Dias Toffoli, a pedido do ministro Teori Zavascki, relator dos casos relativos ao esquema de corrupção na Petrobrás.  Zavascki informou nesta terça, 24, o presidente da Corte, ministro Ricardo Lewandowski, de que seria realizada sessão na quarta, 25, para debater uma decisão importante. O informe a Lewandowski foi feito pessoalmente pelo relator dos processos da Lava Jato na Corte e não pelo presidente da Turma, ministro Dias Toffoli, a quem cabe usualmente fazer os comunicados institucionais. O advogado Mauricio Silva Leite, que defende o senador petista, disse que vai primeiro tomar ciência dos motivos da prisão de Delcídio, para depois se manifestar.


Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30