xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 24/09/2015 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

24 setembro 2015

O Amigo da Onça - Por : Emerson Monteiro

Ele viveu em Crato ali pelos anos 60 e 70, cujo apelido casava bem na sua fisionomia de traços assemelhados aos do personagem Amigo da Onça, da revista O Cruzeiro, um dos apegos da mídia naqueles idos. O desenhista Péricles criara o tipo numa seção de fãs incondicionais, que, de comum, abriam a publicação já a partir daquela página. Nosso Amigo da Onça cratense, no entanto, demorava seu tempo nas imediações da Praça Siqueira Campos, a lavar carros, fazer biscates, escutar as conversações dos motoristas de praça; pessoa calada, discreta, sempre ligada no cumprimento das funções que desempenhava. O papel principal dele seria, talvez, testemunhar o quanto possuía na fisionomia a equivalência daqueles traços do personagem tão querido da hora, e que chegava toda semana de avião, das bandas do Rio de Janeiro, nas folhas da apreciada revista. Quem desfrutou o bucolismo da cidade daquela fase jamais irá esquecer Amigo da Onça, protótipo imediato da criação imortal de Péricles, qual dizia o subtítulo da própria ilustração. 

Bom, depois alguns anos, num desvão da sorte, Péricles deixara de habitar este chão da Terra. Amigo da Onça também sumiria nas quebradas do tempo, e agora aqui recordo os dois, e conto o motivo da alcunha, originário de história tradicional do Sertão, que ocorrera entre dois caçadores, que agora venho narrar: 

Um deles contava suas peripécias da floresta de quando se deparara com onça pintada de não ter tamanho.

- Eu, sem esperar, e ela cruzou na minha frente. Quase pronto, dei de garra da espingarda, mas o nervoso foi maior e atrapalhou o tiro.

- E a onça, compadre, quer que fez na hora, ficou olhando quieta, desconfiada?

- Não, não. Veio em cima de mim com unhas e dentes amolados. Mas fui mais ligeiro; desgarrei mato adentro, naquele pega-não-pega.

- E ela, compadre, que é veloz que nem o vendo, e nada conseguiu de vantajoso?

- Saltei uma grota, cai do outro lado por cima de uma de jurema braba, e fui largando bornal e lazarina, que ficaram enganchados nos espinhos e garrancheira. Sentia de perto o calor, o resfolegado da bicha junto do meu pescoço.

- Nenhum sobroço, sopapo, arranhão, coisa nenhuma, compadre?

- Não. Nada, Livrava o corpo e fugia desesperado. Havia de escapar. Nisso, comecei a rezar com força pra Nossa Senhora.

- Então, compadre, vinha perto, ou ainda longe, o animal?

- Que é isso, compadre.?! Só pune a favor dela. Diga mesmo, você é meu amigo, ou amigo da onça?!

Aprovado projeto que muda a lei dos permissionários lotéricos

Fotos produzidas pelo Senado

Projeto que muda a lei dos permissionários lotéricos para incluir, explicitamente, as permissões renovadas em 1999 entre as beneficiadas pela prorrogação automática de 20 anos, foi aprovado na noite de hoje (23) pelo plenário da Câmara. O texto visa a corrigir, segundo o seu autor, deputado Goulart (PSD-SP), problemas de interpretação causados pelo enquadramento genérico das lotéricas na prorrogação automática de 20 anos.

Em 2013, o Tribunal de Contas da União (TCU) publicou acórdão determinado que a Caixa Econômica Federal (CEF) realizasse licitação para 6.310 casas lotéricas envolvidas na prorrogação. Durante a discussão do projeto, o deputado Beto Mansur (PRB-SP), autor de projeto que prevê a prorrogação dos contratos das lotéricas, anunciou no plenário o fechamento de um acordo para a prorrogação automática por 20 anos dos contratos firmados por donos de casas lotéricas com a CEF. A medida atende às reivindicações dos lotéricos.

Segundo o relator do projeto, deputado Nelson Marquezelli (PTB-SP), todas as permissões outorgadas pela CEF até 15 de outubro de 2013 são validadas e terão direito à prorrogação automática por 20 anos, conforme prevê a Lei 12.869/13, que disciplina os critérios para a contratação e remuneração de permissionários lotéricos por meio de licitação.

Agência Brasil

Câmara aprova pena maior para quem matar dirigindo alcoolizado

camarafederal

O plenário da Câmara aprovou, hoje (23), o projeto de lei que aumenta a pena para o motorista que, dirigindo sob efeito de álcool ou drogas, cometer homicídio culposo. Pelo projeto, a pena de dois a quatro anos de prisão passa para quatro a oito anos.

De acordo com o texto, no caso da ocorrência de lesão corporal grave ou gravíssima, a pena será de reclusão de dois a cinco anos. Além da definição de racha como disputa, corrida ou competição não autorizada, o projeto inclui no conceito exibição ou demonstração de perícia no veículo automotor sem autorização.

De autoria da deputada Gorete Pereira (PR-CE), a matéria vai agora para a apreciação do Senado.

Agência Brasil

BC faz intervenções, mas dólar fecha perto de R$ 4,15

bc

“Apesar das intervenções do Banco Central (BC), o dólar fechou esta quarta-feira (23) com forte alta e voltou a bater recorde. O dólar comercial encerrou o dia vendido a R$ 4,146, com alta de R$ 0,092 (2,28%), na maior cotação da história.

A cotação teve um dia de fortes oscilações. No início do dia, o dólar chegou a operar em queda, atingindo R$ 4,017 na mínima do dia, por volta das 9h30. Nas horas seguintes, porém, reverteu a tendência e passou a disparar, até fechar na máxima do dia. A divisa acumula alta de 14,3% apenas em setembro e de 55,9% em 2015.

A atuação do BC foi insuficiente para segurar a moeda norte-americana. No início da tarde, a autoridade monetária anunciou três leilões no mercado de câmbio: um leilão de rolagem (renovação) de contratos de swap cambial (venda de dólares no mercado futuro), um leilão de novos contratos de swap, que não era realizado desde abril, e a venda de US$ 2 bilhões das reservas internacionais com compromisso de recompra.

Além de turbulências internas, o cenário internacional contribuiu para a alta do dólar. A China divulgou que a produção industrial do país atingiu, em setembro, o nível mais baixo em seis anos. Além disso, o presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, declarou que a desaceleração dos países emergentes pode comprometer a recuperação da Europa.”

(Agência Lusa)

Reitoria da URCA se reúne com alunos e representantes de Centros Acadêmicos

urca1

 

Estudantes da Universidade Regional do Cariri (URCA) e representantes de Centros Acadêmicos da Instituição estiveram reunidos com o reitor da universidade José Patrício Pereira Melo, o vice-reitor Francisco do Ó Lima Júnior e os pró-reitores da instituição para uma apresentação e esclarecimentos necessários relacionados ao funcionamento de cada área. Na ocasião, os estudantes fizerem questionamentos, apresentaram sugestões e tiraram dúvidas relacionadas a forma de distribuição dos recursos, voltados para investimentos de projetos dos alunos, já debatidos durante seminário.

Cada pró-reitoria contou com uma breve apresentação, incluindo projetos que já vêm sendo desenvolvidos e outros a serem iniciados pela administração. Foram destacados aqueles inseridos no Plano Plurianual da Universidade e Monitoramento de Ações Prioritárias Permanente (MAPP). O debate a respeito deste tema, principalmente dos projetos executados voltados para a classe estudantil, foi um dos pontos enfocados no encontro.

Esse, segundo o Reitor, foi o primeiro de outros encontros que deverão acontecer, no intuito de proporcionar ações pautadas no diálogo institucional. Ele afirma que, nesse momento, além de apresentar aos alunos o funcionamento das instâncias da URCA, a meta é facilitar o trânsito dos estudantes na própria universidade para que saibam os setores determinados para cada procedimento. Todos os pró-reitores ressaltaram a disponibilidade em poder atender aos estudantes, para que dúvidas sejam esclarecidas em relação as ações e projetos desenvolvidos.

Alguns aspectos foram ressaltados durante a reunião, com a reestruturação do Departamento de Ensino de Graduação (DEG). Também será criado o Núcleo de Acessibilidade (NAURCA), e o fortalecimento das políticas afirmativas na instituição. Está em fase de encaminhamento a realização da III Semana de Extensão da URCA. A meta é que este segmento seja cada vez mais fortalecido, com ações nas comunidades.  E revitalização a Lira Nordestina, em Juazeiro do Norte e institutos da URCA são outras propostas que estão sendo trabalhadas. Além das parcerias que vêm senso fortalecidas junto à universidade e a criação do projeto Universidade Aberta da Terceira Idade.

Atualmente a URCA conta com dois Doutorados Interinstitucionais (Dinters), e seis Metrados Interinstitucionais (Minters). Uma das finalidades da URCA é continuar fortalecendo a qualificação dos docentes da Universidade, com maior apoio à pós-graduação.

Já no segmento da assistência estudantil, a URCA conta atualmente com projetos relacionados à ampliação do restaurante universitário, atualmente com a distribuição de 2 mil refeições diárias, sendo 1.600 delas no Cariri, e mais 400 em Iguatu, com a meta de duplicar o fornecimento no centro-sul.  As adequações e melhorias no cardápio foram discutidas. Além disso, foram debatidas as propostas de realização do I Fórum de Assistência Estudantil da URCA, jogos universitários, e ampliar ações nas áreas de lazer e cultura.

A ampliação das bolsas para estudantes da Universidade foi enfocada. Não houve redução, conforme foi enfatizado, e a meta a partir de agora é poder dobrar o número. As bolsas da Proae atualmente em vigor são 132, e outras bolsas e convênios, 114.

 

Elizângela Santos
Assessora de Imprensa da Universidade Regional do Cariri (URCA)

Geopark Araripe realiza comemoração dos 9 anos de criação

GEOPARK-ARARIPE

Os 9 anos do Geopark Araripe foram comemorados em grande estilo nesta semana com direito a programação que incluiu homenagens aos municípios da Reião do Cariri e bolo de parabéns. Os prefeitos do Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha, Missão Velha, Santana do Cariri e Nova Olinda receberam placas de homenagem ao aniversário, completados no último dia 21 de setembro.

A solenidade foi realizada no átrio do Cariri Garden Shopping, parceiro do projeto, onde foi exposto o Doblossauro, veículo temático que circula no território do GA. Quem passou pelo local, pôde conferir ainda uma exposição comemorativa dos 9 anos, encerrada na noite desta terça-feira (22). O Reitor da Universidade Regional do Cariri, José Patrício Melo, também visitou a exposição juntamente com o Pró-Reitor de Ensino de Graduação da URCA, Egberto Melo .A programação contou ainda com apresentações do grupo “As Trilhas do Som”, do Instituto Cariús, de Santana do Cariri, e do grupo de dança da Escola Generosa da Cruz.

Para o coordenador científico do Geopark Araripe, Álamo Saraiva Feitosa, esse é um momento de celebrar vitórias pela existência de um território que vem sendo trabalhado na região. "O projeto vem obtendo parcerias ao longo dos anos, e atualmente está com 70 parceiros. O geopark é o primeiro das américas, criado em 2006 sob os auspícios da Unesco, e faz parte da Rede Global de Geoparks, se configurando com uma área de grande relevância nas áreas de Geoturismo, Geoeducação e Geoconservação. Esse tripé reúne as principais características do trabalho, que se busca fortalecer todos os anos", afirmou.

Geopark passa a integrar a AGeoBRn

Na última Assembleia Geral dos membros da Associação Brasileira de Defesa do Patrimônio Geológico e Mineiro (AGeoBRh), ocorrida no dia 10 de setembro, em Lençóis/BA, o Geopark Araripe foi convidado a participar da Associação, como membro efetivo do Conselho Fiscal.

A AGeoBRh é uma associação criada por e para interessados nos temas da Geodiversidade, Geoconservação, Geoturismo e Patrimônio Geológico e Mineiro. Seu objetivo é reunir aqueles preocupados com a perda de memória do país e de seus melhores instrumentos para formação de jovens pesquisadores, cientistas e profissionais nas áreas das Ciências da Terra e a ela afeitas, com o fim de desenvolver estes temas no Brasil e promover a proteção dos afloramentos e exposições relevantes, em especial àquelas que têm ligação com a identidade ou apoiam a sobrevivência e geração de renda das comunidades no seu entorno.

A AGeoBRh, foi discutida em diversos Simpósios Temáticos dos Congressos Brasileiros de Geologia desde 2006, em eventos de Geoparques da América Latina, e nos Simpósios Brasileiros de Patrimônio Geológico. No segundo deles, em Ouro Preto - MG, em 2013, ocorreu a assembleia de fundação da entidade, e a indicação de uma diretoria provisória para organização da proposta inicial de regimentos e legalização, até o próximo evento em 2015.

 

Elizângela Santos
Assessora de Imprensa da Universidade Regional do Cariri (URCA)

Comissão vota nesta quinta, relatório com subsídio para indústria eletrointensiva do Nordeste

eletricidade1

A Comissão Especial que analisa a Medida Provisória (MP) 677/15 marcou para esta quinta-feira (24), às 10h, a leitura e apreciação do relatório de autoria do senador Eunício Oliveira (PMDB-CE). O texto permite que a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf), subsidiária da Eletrobrás, prorrogue até 8 de fevereiro de 2037 contratos de fornecimento de energia com indústrias eletrointensivas do Nordeste. Sem a matéria, os contratos já estariam vencidos desde o dia 30 de junho.
Eunício ressaltou a importância do subsídio para as empresas instaladas no Nordeste como ferramenta essencial ao incentivo à produtividade, competitividade e consequentemente, manutenção de empregos e oferta de produtos mais acessíveis ao consumidor. “Principalmente com o quadro econômico que passamos hoje, é fundamental assegurar esse subsídio e nos comprometermos com a manutenção dos empregos na nossa região”, disse.
A política de incentivo ao setor que utiliza de forma intensiva a energia elétrica é praticada há muitos anos, o que fez inúmeras empresas se instalarem na região Nordeste.
A MP também permite à Chesf participar do Fundo de Energia do Nordeste (FEN), com o objetivo de conseguir recursos para realizar empreendimentos de energia elétrica para atender esses grandes consumidores. O fundo será criado e administrado por instituição financeira controlada pela União, direta ou indiretamente, como o Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

5 hours ago|flavio pinto

CNJ abre processo administrativo disciplinar contra desembargadores do TJCE

cnj3

 

O Plenário do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovou, por unanimidade, a abertura de Processo Administrativo Disciplinar (PAD) contra os desembargadores Paulo Camelo Timbó e Carlos Rodrigues Feitosa, ambos do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE). Eles serão investigados pela suposta concessão indevida de liminares durante plantões judiciários na corte cearense. A decisão foi tomada na sessão da terça-feira (22).
A abertura dos PADs foi proposta pela corregedora nacional de Justiça, ministra Nancy Andrighi, a partir das evidências obtidas nas investigações preliminares empreendidas no âmbito de reclamações disciplinares contra os dois magistrados cearenses. A Corregedoria, inclusive, realizou inspeção no TJCE entre os dias 24 e 26 de setembro de 2014.
Dias após a inspeção, Paulo Camelo Timbó pediu aposentadoria voluntariamente. Caso venha a ser condenado pelo CNJ, o desembargador poderá ter sua aposentadoria convertida para compulsória. Contra Timbó pesam suspeitas acerca da lisura na concessão de 15 liminares entre 33 habeas corpus impetrados durante o plantão judiciário de 31 de dezembro de 2011. De acordo com as investigações, o número revela “altíssima disparidade” se comparado com as estatísticas dos demais plantonistas da corte.
O desembargador aposentado também será investigado pela suspeita de, no plantão de 21 de dezembro de 2013, conceder dois alvarás de soltura em favor de uma mesma pessoa mediante a suposta exigência de R$ 10 mil.
Dia da liminar
O desembargador Carlos Rodrigues Feitosa é suspeito de cometer infração disciplinar ao ter concedido liminar pela soltura de três presos mediante o suposto pagamento de R$ 150 mil. A oferta teria sido feita por dois advogados que, frequentemente, visitariam os desembargadores Timbó e Feitosa às vésperas de seus plantões judiciários.
Pesa sobre o magistrado, ainda, a concessão de liminares em número elevado nos plantões judiciários entre os anos de 2011 e 2014. Como exemplo, a corregedora citou em seu voto o plantão de 7 de julho de 2013, quando o desembargador concedeu 10 liminares entre 10 pedidos de habeas corpus impetrados. Outro grave indício contra Feitosa é o fato de postagens terem sido feitas nas redes sociais, como o Facebook, por seu filho – o advogado Fernando Feitosa – alusivas o “dia da liminar”, acompanhadas de fotos de cédulas de R$ 50,00 e R$ 100,00.
Além da abertura do PAD, o Plenário do CNJ decidiu pelo afastamento de Carlos Feitosa de suas funções até que as investigações sejam concluídas.
Pedido de vista
Outro investigado no suposto esquema de venda de liminares nos plantões judiciários do TJCE, o desembargador Francisco Pedrosa Teixeira, também teve pedido de abertura de PAD contra si, bem como afastamento, proposto pela corregedora Nancy Andrighi. O julgamento, entretanto, foi interrompido pelo pedido de vista do conselheiro Emmanoel Campelo.


(Agência CNJ de Notícias)

Corte de árvore no Sítio Fundão gera ação do Ministério Público

sitio-fundao

O Ministério Público deu prazo de 10 dias para a administração do Sítio Fundão, reserva ecológica no Crato, explicar o motivo do corte de uma mangueira que há mais de 30 anos compunha a paisagem lateral da casa de taipa de 1º andar do local, vista principal e de equilíbrio paisagístico para quem visitava a reserva. A ação é do promotor de Justiça Thiago Marques Vieira que enviou notificação à Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará, justificar a derrubada da mesma.
A SEMA, em resposta, conforme oficio Nº 2056/15 de 11/09/15, explicou o secretário da pasta Artur Bruno, que a supressão da árvore, se deu pois estava atrapalhando a passagem dos visitantes, e foi cortada conforme Decreto-Lei nº 84017/79. Para muitos ambientalistas, autoridades no assunto e visitantes que protestam, são unânimes em dizer, que a resposta não é convincente pela localização e o espaço livre que a mesma ocupava, lembrando que todo Decreto Lei, tem artigos, parágrafos, incisos, onde não foram citados.

flavio pinto

TSE cassa em definitivo recurso de prefeito afastado e Araripe terá eleição suplementar

tse

 

Humberto Germano foi afastado pelo TRE-CE no início do ano.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, cassou ontem (terça-feira, 22), o Recurso Especial Eleitoral de nº 13.426 (abuso de poder), impetrado pela defesa do ex-prefeito de Araripe, Humberto Germano, no qual, pretendia retornar ao cargo de prefeito. Com a decisão, o TSE vai determinar ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE), que seja realizada eleição suplementar em Araripe, o que deve ocorrer até dezembro próximo.
Na votação de ontem, os ministros do TSE cassaram, por 6 votos a favor e 1, a liminar concedida em maio passado, pelo ministro João Otávio Noronha, que de forma monocrática havia impedido a realização da Eleição Suplementar, agendada pelo TRE-CE para 17 de maio, por alegar que o mérito do processo não havia sido julgado pelo colegiado de ministros do TSE.
Votaram contra a liminar impetrada pela defesa de Humberto Germano, os ministros Dias Tóffoli (presidente), Rosa Weber, Gilmar Mendes, Admar Gonzaga (relator), Hermana Benjamin e Henrique Neves. Apenas o ministro João Otávio Noronha manteve seu voto.
ENTENDA O CASO.
Os diplomas do prefeito e do vice-prefeito de Araripe, José Humberto Germano Correia e Guilherme Lopes de Alencar, eleitos em 2012, foram cassados pelo TRE-CE por abuso de poder político, em face da contratação de servidores públicos, em caráter temporário, no período vedado por lei.
Atualmente, o presidente da Câmara Municipal Damião de Senhor é o prefeito interino de Araripe. O curioso é que Damão de Senhor era da base de oposição a Humberto Germano, mas ao ser empossado prefeito flavio pinto

Pelo ajuste e contra impeachment, Dilma oferece 5 ministérios ao PMDB

temer

 

(Reprodução/Wiki)A presidente Dilma Rousseff decidiu oferecer cinco ministérios ao PMDB para atrair o apoio da legenda, aprovar o ajuste fiscal e barrar um possível processo de impeachment. Para tanto, sacrificou uma das principais pastas do PT, a Saúde, o que gerou descontentamento no seu partido. Ministério com o maior orçamento da Esplanada, é comandado pelo PT desde o primeiro mandato de Dilma. Ele é ocupado atualmente por um afilhado do ex-presidente Lula, Arthur Chioro.

A opção da presidente foi acalmar o PMDB diante da crise política. Assim, o Palácio do Planalto ofereceu dois ministérios à bancada do partido na Câmara e dois aos parlamentares do Senado. Um quinto ministro seria indicado pelos peemedebistas das duas Casas.

Se esse novo arranjo for oficializado, o principal partido aliado e fiel da balança neste momento de crise política, deverá ficar com cinco ministérios na reforma - atualmente tem seis. Dilma manterá, pela cota do Senado, Kátia Abreu na Agricultura, que a partir de agora abrigará também o Ministério da Pesca. Além disso, Eduardo Braga continuará em Minas e Energia.

Pela Câmara, além da Saúde, o PMDB ganharia mais uma pasta a ser criada a partir da fusão de Portos com Aviação Civil. Essa pasta de infraestrutura teria à frente Eliseu Padilha, homem de confiança do vice-presidente Michel Temer, conforme sinalizou a presidente nas conversas de ontem.

Apesar disso, deputados apresentaram outros nomes para essa vaga, como José Priante (PA), primo do senador Jader Barbalho, Mauro Lopes (MG), Celso Pansera (RJ) e Newton Cardoso Júnior (MG).

Embora o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), tenha dito que não indicaria ninguém, Pansera, um dos nomes lembrados pela bancada, é seu aliado. O deputado foi citado pelo doleiro Alberto Youssef, preso na Operação Lava Jato, como "pau mandado de Cunha". Afilhado de Temer e de Cunha, Henrique Eduardo Alves, ex-presidente da Câmara, deve seguir no Turismo. Essa seria a indicação de consenso das duas Casas.

Petistas

Na tentativa de resistir, Arthur Chioro se reuniu no Palácio do Planalto com o chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante. Diante do mal-estar causado no PT com a notícia da mudança, um emissário de Dilma chegou a telefonar para Chioro, à tarde, para dizer que o governo precisava ceder o posto ao PMDB. A medida era necessária, segundo esse interlocutor, para manter o partido na base de sustentação no Congresso, dar sinais positivos ao mercado e "conter a alta do dólar". Chioro foi indicado pelo prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, com as bênçãos de Lula. As informações sobre sua saída provocaram revolta no PT e nova divisão no PMDB.

Mesmo com a decisão do vice-presidente Michel Temer de não indicar ministros para a equipe de Dilma, o PMDB mostrou a divisão entre seus grupos. O líder na Câmara, Leonardo Picciani (RJ), avisou que a bancada queria a Saúde. A partir daí, os articuladores políticos do Planalto começaram a negociar com ele a indicação do PMDB do Rio, em consórcio com deputados do partido em Minas.

O primeiro nome apresentado para ocupar o ministério foi o do deputado federal Saraiva Felipe (PMDB-MG), mas Dilma o vetou. Ontem à noite, o governo discutia os outros dois nomes indicados pelos deputados peemedebistas - Manoel Júnior (PB), aliado de Cunha, e Marcelo Castro (PI), que trocou acusações com o presidente da Câmara por causa da reforma política.

Coma s mudanças, o governo pretende organizar sua relação com o PMDB e depois partir para tentar reaglutinar outros partidos da base aliada. Os novos arranjos vão tratar de siglas como o PSD, do ministro Gilberto Kassab (Cidades), o PTB e o PP.

As mudanças têm no horizonte frear o avanço do impeachment no Congresso e aprovar o pacote fiscal que inclui, entre outros pontos, a volta da CPMF. (Colaborou Erich Decat)

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Estadão Conteúdo

Coelce corta energia das prefeituras de Santana do Cariri, Missão Velha e outros dois municípios

coelce_0_4-625x416

Por falta de pagamento, a Coelce cortou, ontem (terça-feira, 22), o fornecimento de energia elétrica nas sedes de quatro prefeituras cearenses, duas delas na Região do Cariri: Missão Velha e Santana do Cariri.
A empresa não informou o valor das dívidas, mas relatou que as pendências vinham se arrastando há meses. A decisão de interromper o abastecimento, segundo a concessionária, ocorreu somente após as prefeituras se recusaram a quitar o débito. Chaval e Aiuaba são as outras duas prefeituras que sofreram corte de energia.

flavio pinto

Putin planeja bombardear o Estado Islâmico caso não chegue a acordo com EUA

jatoreparando para realizar ataques aéreos unilaterais contra o Estado Islâmico na Síria caso não chegue a um acordo com os EUA para coordenar missões contra o grupo jihadista. De acordo com fontes da Bloomberg, o Kremlin não hesita em tomar ações separadas no país.

De acordo com as pessoas próximas ao Kremlin e ao Ministério da Defesa russo, o plano de Putin é chegar a um acordo com a coalizão liderada pelos EUA que bombardeia o EI no país. No entanto, ele estaria impaciente com o não retorno das autoridades americanas. Com a ausência de um pacto, ele poderia tomar ações paralelas à ação militar do Ocidente.

Formalmente, a Rússia vêm boas chances de colaborar com os EUA na região. Segundo fontes diplomáticas citadas pela Reuters, Moscou enxerga cada vez mais a possibilidade de chegar a um consenso.

A Rússia, que tem reforçado atuação e presença em áreas do governo sírio, tem instado os países ocidentais a colaborarem na luta contra o terrorismo. Com caças, soldados e forte aparato militar em terra, o Kremlin vem sendo acusado de cooperar com Bashar al-Assad para reforçá-lo na luta interna do país.

Agência O Globo

Refugiados são abrigados em antigo campo de concentração nazista na Alemanha

 

Dachau

O Campo de Concentração de Dachau ficou marcado na história negativamente como um os locais mais famosos durante a Alemanha Nazista. Construído sobre uma antiga fábrica de pólvora próxima da cidade de Munique, ele foi o primeiro a ser erguido na administração de Adolf Hitler.

Campo de Concentração de Dachau foi o 1º construído na gestão Hitler. (Getty)Campo de Concentração de Dachau foi o 1º construído na gestão Hitler. (Getty)

Hoje, o local abriga uma memorial e, talvez por ironia do destino (e provavelmente por pressão social), logo ali perto da antiga fortaleza das paredes cinzas há uma casa com 50 refugiados e moradores de rua.

“Eu só queria ter um teto sobre a minha cabeça”, contou Ashkan, do Afeganistão, em entrevista ao jornal The Guardian, com indiferença de quem, acostumado a outra realidade, naturalmente tem outras prioridades quando consegue acordar todo dia em paz. “Saio para trabalhar, volto para casa, saio de novo para trabalhar.”

Ele vivia em um abrigo superlotado anteriormente e se mudou para Dachau após oferta da prefeitura. Para morar lá, paga 60 euros por mês: “Mas alugar um apartamento foi difícil. Sempre que digo que sou do Afeganistão... ouço um não.”

'O trabalho liberta', diz a entrada do campo de concentração. (Getty)'O trabalho liberta', diz a entrada do campo de concentração. (Getty)

Querendo ou não, a população sente que os refugiados estão hospedados perto de um local que até hoje (e provavelmente para sempre) abriga uma atmosfera pesada, um luto eterno de uma mancha na história. “Para mim, não é muito acolhedor abrigar refugiados em um lugar que simboliza tortura e morte”, diz Gabrielle Hammerman, diretora do memorial do Campo de Concentração de Dachau.

Outras questões estão envolvidas na tendência recente da Alemanha de abrigar refugiados, como acomodações a longo prazo para pessoas que estão sendo processadas, bem como alojamentos em condições terríveis – próximos a cemitérios e construções do pior período da história germânica.

Somente no primeiro semestre de 2015, o Ministério do Interior da Alemanha registrou 202 ataques contra abrigos. Independentemente dos motivos que levaram o país de Angela Merkel a mudar sua postura com imigrantes recentemente, uma coisa é fato: com ou sem esse clima mórbido, mesmo assim está fazendo a diferença para pessoas que não tinham nem esperanças de como seria o dia de amanhã.

Yahoo Notícias

Câmara eleva para 75 anos aposentadoria compulsória dos servidores públicos

idosos-4A Câmara dos Deputados aprovou hoje (23) projeto de lei do Senado que regulamenta a aposentadoria compulsória aos 75 anos de idade. Atualmente, a aposentadoria compulsória para os servidores públicos ocorre aos 70 anos. Pela proposta, a idade passa para 75 anos no caso dos servidores públicos da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios. O projeto de lei complementar foi aprovado por 355 votos a favor e 32 contra.

O projeto decorreu da Emenda Constitucional 88/2015 (Emenda da Bengala), que aumentou de 70 para 75 anos a idade limite para aposentadoria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), dos demais tribunais superiores e do Tribunal de Contas da União (TCU).

O texto voltará para nova apreciação dos senadores, uma vez que foi modificado pelos deputados na votação de hoje. Antes da votação do texto do Senado, os deputados aprovaram duas emendas que haviam sido acatadas pelo relator da proposta, deputado Sóstenes Cavalcante (PSD-RJ).

As emendas acatadas pelo relator foram aprovadas por 338 votos. Uma delas revoga dispositivo da legislação para permitir ao policial, servidor público, se aposentar compulsoriamente aos 75 anos de idade. Atualmente, esses servidores se aposentam aos 65 anos. A outra emenda aprovada prevê uma transição para a aplicação da aposentadoria compulsória para os servidores do corpo diplomático.

Agência Brasil

Acordo entre Colômbia e Farc pode pôr fim ao mais longo conflito interno do Ocidente

farcacordo

Image copyrightAFPImage captionRaúl Castro (ao centro) intermediou aperto de mão entre Juan Manuel Santos (à esq.) e Timochenko

Em encontro intermediado pelo presidente de Cuba, Raúl Castro, o governo da Colômbia e as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) anunciaram que a paz será firmada em um prazo de seis meses.

As negociações estão ocorrendo em Havana desde 2012. Juan Manuel Santos, presidente colombiano, viajou nesta quarta à capital cubana para o anúncio, durante o qual ficou lado a lado com Rodrigo Londoño Echeverri, o "Timochenko", o mais importante comandante das Farc.

O acordo, lido pelo porta-voz do governo de Cuba, Rodolfo Benitez, prevê a criação de uma jurisdição especial para a paz, formada por magistrados colombianos e estrangeiros, para “acabar com a impunidade” e julgar crimes tanto de integrantes das Farc como do Exército do país.

 

O governo colombiano outorgará uma ampla anistia que, porém, não incluirá violações graves aos direitos humanos. As penas para delitos mais graves serão de 5 a 8 anos, em “condições especiais de restrição”, para aqueles que reconheçam culpa.

Para ter direito às condições especiais, os guerrilheiros deverão abandonar as armas em um período de 60 dias após o acordo ser firmado.

“Nós acordamos que em no máximo seis meses a negociação deve ser concluída e firmada em um acordo final”, disse o presidente colombiano, que defendeu a reparação às vitimas do conflito.

Image copyrightGetty

"É o fim da guerra mais longa do nosso continente. Um acordo que deve sentar as bases de uma paz estável e duradoura”, continuou Santos, que agradeceu as Farc pelo passo dado. “Somos adversários. Estamos em extremos diferentes. Mas hoje avançamos na mesma direção.”

 

Conheça abaixo os principais eventos deste que é considerado o mais longo conflito interno do Hemisfério Ocidental.

Guerra civil

1899-1902 - "A Guerra dos Mil Dias" entre liberais (que governaram entre 1861 e 1885) e conservadores, que assumiram o poder em 1885.

1948-1957 - Entre 250 mil e 300 mil pessoas mortas na guerra civil.

1958 - Conservadores e liberais chegam a um acordo e formam a Frente Nacional para acabar com a guerra civil.

Formação das guerrilhas

1964 - Exército Nacional de Libertação (ELN), de esquerda, e o Exército Maoista da Libertação do Povo (EPL) são fundados.

1965 - Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc, atualmente o maior grupo de guerrilha) é estabelecida.

1970 - Aliança Nacional do Povo é formada como um movimento de esquerda para enfrentar a Frente Nacional.

1971 - Surge o grupo guerrilheiro de esquerda M19.

Image copyrightGettyImage captionSão muitos os desaparecidos na luta entre governo e das Farc

1978 - O presidente Julio Turbay (liberal) inicia o combate intensivo contra traficantes de drogas.

Os cartéis

1985 - Onze juízes e outras 90 pessoas são mortas depois que guerrilheiros do M19 invadem o Palácio da Justiça. Partido da União Patriota (UP) é formado.

1986 - Grupos paramilitares de direita iniciam uma série de assassinatos tendo como alvo políticos do UP em meio à violência de grupos de esquerda e de esquadrões da morte liderados por cartéis de traficantes de drogas.

BBCImage captionPablo Escobar foi morto pela polícia em 1993

1989 - O M19 se transforma em um partido legalizado depois de um acordo de paz com o governo. Candidatos à presidência dos liberais e do UP são assassinados durante a campanha eleitoral, supostamente a mando dos cartéis de tráfico drogas; Cesar Gaviria é eleito graças ao seu programa eleitoral contra as drogas.

1993 - Pabro Escobar, líder do cartel de Medellin, é morto a tiros pela polícia enquanto tentava evitar a prisão.

Negociações e um plano

1998 - Andres Pastrana (conservador) é eleito presidente e inicia negociações de paz com os guerrilheiros. Ele garante às Farc um território seguro do tamanho da Suíça no sudeste do país para ajudar no progresso das negociações.

1999 - As negociações de paz são lançadas formalmente, mas o progresso é cheio de idas e vindas. Pastrana e o líder das Farc, Manuel Marulanda, se encontram.

2000 - O "Plano Colômbia" de Pastrana consegue uma verba de quase US$ 1 bilhão, principalmente em ajuda militar dos Estados Unidos, para combater o tráfico de drogas e os rebeldes que lucram com o tráfico.

2001 - Rebeldes das Farc libertam 359 policiais e soldados em troca de 14 rebeldes capturados. Depois, o governo e as Farc assinam o acordo de San Francisco, se comprometendo com um cessar-fogo.

Negociações fracassam

Image copyrightAFPImage captionNegociações de paz com as Farc foram interrompidas e retomadas várias vezes

2002 - Pastrana interrompe três anos difíceis de negociações de paz com as Farc, depois do sequestro de um avião. Ele ordena que os rebeldes deixem a zona desmilitarizada e determina que o sul é zona de guerra depois que os rebeldes aumentam o número de ataques.

2002 - O candidato independente Alvaro Uribe vence as eleições presidenciais; ele intensifica o combate aos grupos rebeldes.

2003 - Combatentes do grupo de direita Autodefesas Unidas da Colômbia (AUC) começam o processo de desarmamento.

2004 - Ricardo Palmera, membro das Farc e mais importante guerrilheiro colombiano já capturado, é condenado a 35 anos de prisão. A AUC e o governo iniciam negociações de paz.

2005 - Uma nova lei oferece penas mais curtas e proteção contra extradição para paramilitares que entregam as armas. Grupos de direita afirmam que a legislação é muito complacente.

2006 - Líderes paramilitares detidos afirmam que se retiram do processo de paz. O governo diz que a desmobilização dos grupos de direita vai continuar.

2007 - Governo liberta dezenas de guerrilheiros das Farc na esperança de que os rebeldes libertem reféns. As Farc, entretanto, rejeitam a medida e dizem que só libertarão reféns se o governo retirar seus solados e estabelecer uma zona desmilitarizada.

Libertação de reféns

2007 - Em seu papel como mediador, o presidente venezuelano Hugo Chavez, concorda em convidar rebeldes para negociações para troca de prisioneiros. Como resultado, as Farc libertam duas reféns famosos, Clara Rojas e Consuelo Gonzalez, meses depois.

2008 - Um ataque no qual colombianos ultrapassaram a fronteira e foram até o Equador mata um importante líder das Farc, Raul Reyes, e desencadeia uma crise diplomática com o Equador e a Venezuela.

BBCImage copyrightBBC Ronachan FilmsImage captionIngrid Betancourt foi libertada pelas Farc depois de seis anos de cativeiro

2008 - As Farc anunciam a morte de seu líder e fundador, Manuel Marulanda. O Exército colombiano resgata 15 reféns, incluindo a mais famosa do país, a política Ingrid Betancourt, prisioneira das Farc há seis anos.

2009 - Mais reféns famosos são libertados, incluindo um ex-governador de província e um cidadão sueco que seria o último refém estrangeiro do grupo. O presidente Alvaro Uribe afirma que retoma negociações de paz com o grupo se os rebeldes suspenderem suas "atividades criminosas".

Causa comum

2008 - Os grupos rebeldes marxistas (as Farc e o grupo menor, Exército Nacional de Libertação, ou ELN) anunciam que vão parar os combates entre eles e se concentrar em atacar as forças armadas da Colômbia.

2010 - Juan Manuel Santos assume a presidência; ele responde a uma oferta das Farc, de negociações de paz, insistindo que o grupo rebelde deve primeiro libertar todos os reféns que ainda tenha. Mas as Farc intensificam a campanha de violência. Um importante líder do grupo, Mono Jojoy, é morto por um ataque aéreo do governo.

2011 - As Farc libertam vários reféns no que descreve como um "gesto de paz" unilateral.

Image copyrightAlto Comisionado para la Paz de ColombiaImage captionNegociações de paz em Havana começaram ainda em 2012

2012 - Governo tem negociações preliminares com as Farc. O Congresso aprova em junho uma lei para facilitar o processo e os rebeldes das Farc declaram um cessar-fogo de dois meses, enquanto as negociações de paz formais com o governo começam em Cuba.

2013 - Um acordo é fechado entre as duas partes a respeito de reforma agrária, uma das questões mais polêmica do conflito. Eles também concordam com a futura participação polícia das Farc se o acordo de paz for realmente fechado.

Últimos passos

2014 - O presidente Santos vence outra eleição e conquista mais quatro anos no poder. Ele afirma que espera assinar um acordo de paz dentro de um ano.

Maio: É fechado em Havana um acordo sobre um dos pontos das negociações de paz, a eliminação da produção de drogas ilegais no país.

ReutersImage copyrightReutersImage captionFarc e governo colombianos retomaram combates em 2015

Novembro: As Farc sequestram o general Rubén Dario Alzate junto com um civil. O governo suspende as negociações de paz, que são retomadas depois da libertação dos dois.

Dezembro: As Farc declaram cessar-fogo unilateral.

2015 - Março: Os dois lados concordam em trabalhar juntos para remover minas terrestres. A Colômbia é um dos países do mundo que mais tem minas terrestres.

Abril: O governo retoma ataques aéreos depois que as Farc matam 11 soldados em emboscada.

Maio: As Farc suspendem o cessar-fogo unilateral depois de alguns de seus membros morrerem em uma ofensiva aérea e terrestre do governo. Mas o grupo afirma que quer continuar as negociações de paz.

Julho: As Farc declaram outro cessar-fogo de um mês, que depois foi estendido sem um prazo final específico. O governo responde anunciando uma diminuição progressiva das hostilidades.

Setembro: Analistas relatam que julho e agosto tiveram os níveis mais baixos dos últimos 40 anos de violência relacionada ao conflito.

BBC


Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30