xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 24/05/2015 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

24 maio 2015

Pinçando fatos divulgados pela mídia – por Armando Lopes Rafael

Acordo cedo todos os dias, até nos domingos. E vou direto à Internet para ver o que acontece nesta aldeia global. Alguns fatos chamam a minha atenção. Compartilho com o caro leitor alguns destaques deste domingo.   
Se a moda pega...
Alguns sites da WEB estão difundindo a chamada acima...                   
Nem tudo é crise nesta república
 Enquanto o Governo Federal aprofunda sua crise administrativa, motivada pela incompetência, esta oriunda de uma crise maior, a moral, a iniciativa privada continua sendo a salvação da pátria. Neste fim-de-semana noticiou-se que o Brasil deve colher mais uma safra recorde de grãos em 2015. A produção brasileira de grãos deve chegar a 202 milhões, 226 mil toneladas. Isso representa um aumento de 0,7% sobre a estimativa do mês passado e um recorde nacional.
Empresários rurais ganham força no Nordeste
E agora o  melhor da notícia: A Conab destacou a região de MATOPIBA, formada pelos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. Os números mostram um crescimento expressivo da produção de grãos nessa região. Cinco anos atrás, o MATOPIBA produzia 12 milhões e 300 mil toneladas, o equivalente a 8,3% da produção nacional. Para a safra atual, a previsão é de quase 20 milhões de toneladas: 9,7% do total.
Tucanos estão aprendendo a fazer oposição
Custou, mas parece que o PSDB está sintonizado com a imensa maioria do povo brasileiro. Antes tarde do que nunca. Segundo o jornal “Estado de Minas”, editado em Belo Horizonte: “O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, será o protagonista, neste domingo, 24, da nova propaganda do partido, apresentada em cadeia nacional de televisão. Dando seguimento aos ataques ao PT, iniciados pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na semana passada, Aécio vai afirmar que o Partido dos Trabalhadores, em função dos seus erros, está empurrando para o cidadão a conta dos desacertos.
"Nos últimos 12 anos, você trabalhou, pagou seus impostos e correu atrás. Você acreditou e fez a sua parte. Mas o governo não fez a parte dele. E agora, sem avisar, aumenta a conta de luz, a gasolina, os impostos, os juros e corta seus direitos. O governo resolve que você tem que pagar por erros que não são seus e abrir mão daquilo que você conquistou. É isto que nós não aceitamos. É contra isso que nos lutamos", afirma Aécio.
Na terça-feira da semana passada, o PSDB estreou seu programa partidário, também em cadeia de TV, com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso fazendo o mais duro ataque dos tucanos ao governo Dilma Rousseff, desde a campanha presidencial do ano passado. "Nunca antes na história desse País se errou tanto e se roubou tanto em nome de uma causa", disse Fernando Henrique, recorrendo a um lema tão destacado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em seus oito anos de governo. "Os enganos e desvios começaram no governo Lula", disse também FHC, que citou os casos de corrupção na Petrobras, chamando-o de "Petrolão". Também atacou as propostas de ajuste fiscal, em particular a MP 665, que torna mais rigorosas a regra para obtenção do seguro-desemprego”. 

                                            

Na “República da Corrupção”: Lava Jato avança agora sobre contratos do bilionário mercado do pré-sal

Prisão de lobista da Engevix, Milton Pascowitch, marca ofensiva das investigações em contratos de estaleiros, navios e plataformas; novos diretores, operadores de propina e empresas estão na mira
Fonte: O Estado de S.Paulo
Estaleiro Jurong, no Espírito Santo, fechou seis contratos com Sete Brasil / Foto: Banco de Imagens do EJA
Por Ricardo Brandt, Fausto Macedo e Julia Affonso
A força-tarefa da Operação Lava Jato deflagrou esta semana a primeira ofensiva para comprovar que o esquema de cartel e corrupção nas obras de refinarias e petroquímicas da Petrobrás, entre 2004 e 2014, foi reproduzido em contratos do bilionário mercado do pré-sal. São obras de plataformas, construção e locação de navios e sondas de perfuração para exploração de petróleo – a maior parte deles vigente – que envolvem volume de investimentos público e privado superior aos projetos até agora sob escopo da operação.
No foco atual dos procuradores e delegados da Polícia Federal estão contratos da Sete Brasil – empresa criada pela Petrobrás em parceria com fundos de pensão públicos e privados e com três bancos – com cinco estaleiros para a construção, no País, de 29 sondas de exploração no fundo do mar. Esses contratos somam US$ 25,5 bilhões. As empresas que compõem esses estaleiros são, em boa parte, as mesmas já suspeitas de formar um cartel e pagar propinas nos contratos das refinarias.
O estaleiro Atlântico Sul, controlado pela Camargo Corrêa, pela Queiroz Galvão e por investidores japoneses, é responsável pela construção de 7 sondas. O estaleiro Brasfels, do grupo estrangeiro Kepell Fels, de Cingapura, é responsável por 6 sondas. O estaleiro Jurong Aracruz, controlado pelo grupo estrangeiro SembCorp Marine, também de Cingapura, é responsável por outras 7 sondas. O estaleiro Enseada do Paraguaçu, controlado por Odebrecht, OAS, UTC e o grupo japonês Kawasaki, é responsável por mais 6 sondas. Por fim, o estaleiro Rio Grande, controlado pela Engevix, é responsável pela construção de 3 sondas. O empresário Milton Pascowitch, preso na semana passada sob suspeita de operar propinas para o PT – ele fez pagamentos à consultoria do ex-ministro da Casa Civil condenado no mensalão, José Dirceu –, atuava para o estaleiro Rio Grande, da Engevix. Sua prisão já é resultado do aprofundamento das investigações em relação aos contratos do pré-sal.

Voo é cancelado após turbina pegar fogo na decolagem em Juazeiro do Norte

Fonte: O Povo
Um voo que saía de Juazeiro do Norte com destino a São Paulo foi cancelado na manhã deste sábado, 23. Os passageiros já estavam a bordo e a aeronave estava na pista de decolagem quando ouviram um barulho, por volta das 11h30min, vindo de uma das turbinas. O avião já havia percorrido cerca de 200 metros para iniciar a decolagem. Foi avistada muita fumaça no local. O voo 6377, da Avianca, deveria ter decolado às 11h15min. As informações são do Corpo de Bombeiros. Ninguém ficou ferido.
Segundo o capitão Noberto Santos, do Corpo de Bombeiros de Juazeiro do Norte, o próprio comandante da aeronave ativou um sistema de segurança para debelar o fogo. A tripulação chegou a acionar as escorregadeiras na saída de emergência, mas, como o fogo havia sido controlado, os passageiros desceram pela saída normal, sem problemas.
Um funcionário da Avianca, que pediu para não ser identificado, informou que os passageiros seriam alocados em outros voos, ao longo do dia. E, aqueles que não conseguissem embarcar neste sábado, viajariam neste domingo, às 11h15min. Não foi informado quantos passageiros estavam a bordo.
A aeronave, do modelo AirBus A318, foi rebocada para manutenção. Os bombeiros encontraram marcas de combustível na pista, que foram retiradas para não comprometer o funcionamento do aeroporto.
Pessoas que moram nas proximidades do local disseram que ficaram preocupados por conta do barulho. Ficaram temerosos de que pudesse ter sido um acidente mais grave. Um grande número de curiosos chegou a ir até o aeroporto. Ana Leide de Almeida, 53, que reside próximo, disse que foi ao aeroporto após ouvir, em casa, a explosão da turbina.
                                                           

Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30