xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 20/03/2015 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

20 março 2015

MPF e Cade fecham acordo de leniência para obtenção de provas de cartel na Petrobras

MPF1-mini

O Ministério Público Federal (MPF), pela Força-Tarefa da Operação Lava Jato, e a Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) assinaram acordo de leniência com a Setal Engenharia e Construções, a SOG Óleo e Gás e diretores e ex-funcionários das empresas do grupo.

O acordo tem por objetivo a obtenção de informações e provas que permitam a ampliação das investigações sobre o cartel revelado pela Operação Lava Jato. Esse cartel, formado por diversas empreiteiras com atuação em todo o território nacional, fraudava licitações realizadas pela Petrobras, no mercado de montagem industrial onshore.

O acordo firmado complementa o Termo de Leniência que o MPF já havia assinado, em 22 de outubro de 2014, com as empresas do Grupo Setal. Enquanto o primeiro acordo tinha por objetivo angariar provas de diversos crimes e atos de improbidade administrativa cuja apuração cabe ao MPF, dentre os quais corrupção, lavagem de dinheiro, organização criminosa, formação de cartel e fraude a licitações, o acordo no âmbito do Cade permitirá que o órgão obtenha provas suficientes para subsidiar eventual instauração de processo administrativo contra as demais empresas participantes do cartel por infrações à ordem econômica.

Colaboração Premiada e Leniência

Para o desenvolvimento das investigações da Operação Lava Jato, o MPF já firmou 12 Acordos de Colaboração Premiada, que são os acordos feitos com pessoas físicas que cooperam com a Justiça. O Acordo de Leniência, por sua vez, é firmado com a pessoa jurídica, podendo também abarcar seus diretores e funcionários que tenham participado das condutas ilícitas e estejam dispostos a revelar os fatos e as provas de que têm conhecimento.

Em ambos os casos, o colaborador ou a empresa colaboradora necessitam confessar sua participação nos ilícitos, pagar um valor a título de ressarcimento dos prejuízos causados e, especialmente, revelar fatos criminosos que ainda não eram do conhecimento das autoridades, ou provas consideradas essenciais para ampliar o alcance das investigações. Em contrapartida, têm reduzidas as penas que seriam aplicadas no caso de condenação. Os acordos são feitos apenas quando há concordância de que os benefícios superarão significativamente os custos para a sociedade.

No Acordo de Leniência firmado pelo MPF com o Grupo Setal em outubro de 2014, a empresa se comprometeu a pagar R$ 15 milhões a título de compensação. Além disso, trouxe ao conhecimento do MPF diversos fatos e documentos que permitiram a formulação de denúncias e ações de improbidade administrativa contra outras empresas participantes do cartel e contra ex-diretores e empregados da Petrobras, com potencial de recuperação de centenas de milhões de reais aos cofres públicos.

Cooperação

O MPF e o Cade têm mantido cooperação para o intercâmbio de informações sobre a atuação do cartel de empreiteiras na Petrobras. Após autorização concedida pelo Juízo da 13ª Vara Federal de Curitiba, o MPF compartilhou com o Cade as provas já obtidas nos diversos inquéritos policiais e ações penais iniciados na Operação Lava Jato. Os documentos e informações obtidos nas apurações do Cade também poderão ser utilizados pelo MPF para instruir ações penais e de improbidade administrativa.

Com a assinatura desse Acordo de Leniência, o MPF reafirma o compromisso de investigar de forma ampla e imparcial todas as empresas e pessoas envolvidas nos desvios de recursos públicos da Petrobras. Para tanto, vale-se da possibilidade de celebrar acordos quando forem amplamente favoráveis ao interesse público, levando à identificação de mais delitos e mais envolvidos.

Jornal do Brasil

Justiça Federal vai realizar 1º leilão de bem apreendido na operação Lava Jato


justicafederal
A Justiça Federal no Paraná realizará, no dia 23 de março, o primeiro leilão de um bem apreendido na operação Lava Jato. O veículo automotor importado modelo Porsche Cayman, avaliado em R$ 200 mil, pertencia a Nelma Kodama, denunciada pelo MPF por organização criminosa e crimes financeiros e de lavagem de dinheiro. O objetivo da Força-Tarefa do MPF que atua na operação Lava Jato é pedir a alienação antecipada de todos os bens apreendidos que estão sujeitos à depreciação durante o trâmite dos processos.

A realização de leilão de bens apreendidos antes mesmo do fim do processo criminal, conhecida como alienação antecipada, tem o objetivo de preservar o valor econômico do bem que está sujeito à deterioração e à consequente perda de valor. Bens como carros, barcos e aviões, além de exigirem uma manutenção regular que gera custos, estão sujeitos a depreciação, que podem resultar em prejuízo para o conjunto da sociedade, no caso da utilização do bem para ressarcimento aos cofres públicos, ou para o próprio réu da ação penal, no caso de devolução do bem ao fim do processo. O procedimento só era adotado para a venda de bens apreendidos em casos relacionados à Lei de tóxicos, que previa a sua realização.

Em 2010, o Conselho Nacional de Justiça publicou uma recomendação que orientava os juízes a realizarem a alienação antecipada em outros casos. A partir de 2012, o procedimento passou a ser previsto na lei.

Jornal do Brasil

Bovespa fecha no patamar mais alto desde 5 de dezembro

bovespa
Na semana, a bolsa paulista acumula alta de quase 7%

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em alta de 1,99% nesta sexta-feira, aos 51.966 pontos, puxada por papéis de bancos e da Petrobras, além da Vale. Foi o maior patamar de 2015 e o mais alto desde 5 de dezembro do ano passado. Na semana, a Bovespa acumula alta de 6,9%.

As ações do Itaú Unibanco e do Bradesco subiram mais de 1% e 2%, respectivamente. Já os papéis da Petrobras foram beneficiados pelo avanço nos preços do petróleo e também subiram mais de 5%.

No entanto, o maior destaque de alta foi da Estácio Participações, que disparou mais de 12% , em meio ao resultados trimestrais e previsões para o crescimento da base de alunos no início de 2015. Eletrobras e Energias também subiram mais de 7%; Sabesp e Bradespar, mais de 6%.

Na ponta negativa, a Tim caiu quase 4%; Cetip, 2,18%; Suzano, 2,08%; e Fibria, 1,31%.

Na quinta-feira, a bolsa fechou em queda de 1,11%, aos 50.953 pontos.

Dólar fecha em baixa

Após bater R$ 3,30 nesta quinta-feira, o dólar fechou em baixa de 2,01%, cotado a R$ 3,23. Na semana, houve queda de 0,58%. No mês, há alta acumulada de 13,10% e no ano, de 21,5%.

Jornal do Brasil

Juiz manda soltar três presos na décima fase da Lava Jato

juiz-sergio-moro-baixa-20141205-002-size-598

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelas investigações da Operação Lava Jato, concedeu hoje (20) liberdade a três presos na décima fase da operação, deflagrada na última segunda-feira (16).

Com a decisão, serão soltos Lucélio Roberto Von Lehsten Goes, filho do empresário Mário Goes e acusado de ser um dos operadores do esquema de desvios da Petrobras; Dario Teixeira Alves Junior e Sonia Mariza Branco, acusados de serem responsáveis por parte dos pagamentos de propina na estatal.

Segundo Sérgio Moro, a prorrogação da prisão dos acusados não se justifica, pois eles tiveram atuação menor em relação a outros envolvidos que atuavam diretamente com ex-diretores da Petrobras.

O juiz também impôs medidas cautelares, como proibição de deixar o país sem autorização da Justiça, não mudar de endereço sem comunicação prévia e sempre comparecer aos atos processuais quando convocados pela Justiça.

Agência Brasil

Quando o amor acontece - Por: Emerson Monteiro

Isso de contar tristeza nas melodias, decepções amorosas, desgostos, frustrações, já chega. É só acreditar no sonho e mergulhar de corpo inteiro na luz das possibilidades infinitas. Imaginar uma estação que toque o canto dos pássaros de cada manhã o tempo todo. Abrir as cortinas da imaginação promissora e acordar do pesadelo das noites escuras. Ver de olhos claros a beleza do dia. O esplendor deslumbrante das serras emolduradas de sol, as matas verdes floridas de sentimentos bons. Margens cheias de rios limpos e suaves. Portas abertas de novidades e pensamentos leves que enalteçam construções de mundos ricos de solidariedade e harmonia.

Portanto cabe aos místicos de hoje em dia saber de quando haverá paz nos corações e o exercício da real democracia nos poderes em voga, desejo incontido de séculos a revivescer nas pessoas previsões dos maiores profetas, da iluminação dos poetas e filósofos nos ideais, as músicas de jeito romântico nos territórios infinitos do provável.

O reino que ainda não é deste mundo, de que fala Jesus, habitará com isso as consciências. Máquinas de aspirações populares, elas produzirão o alimento de cada dia no trabalho, na família, no senso da esperança que prevalecerá nesse heroísmo honeste de tantos a mover o Universo. Eles, os guerreiros das madrugadas frias na busca do pão, que entregam o melhor de si à sobrevivência dos entes amados. Raspam as lágrimas do esforço e constroem alternativas, apesar do critério deficiente das escolhas políticas do passado remeto. Saem de casa dispostos a rever o plano da existência e traduzem na fé o gosto da felicidade no dever cumprido com alegria.

Chegará, sim, no entanto, esse momento de revelar a certeza em tudo que há, interpretação inevitável do enigma da esfinge que abrirá o peito à justiça mais justa, fará das tripas o coração, descobrirá o mistério vivo da religião no seio do espírito e conhecerá o quanto de riqueza se perpetuará nas virtudes.

BARBÁRIE - Homem decapita mulher de 20 anos, depois de ler conversa dela no WHATSAPP



Vítima foi morta com quatro facadas no quintal Foto: Reprodução/Rádio Jornal
Uma mulher foi assassinada a facadas e teve a cabeça decapitada na madrugada desta quinta-feira (19) em Angelim, no Agreste de Pernambuco. De acordo com informações da Polícia Militar, Patrícia Pereira da Silva, de 20 anos, foi morta com quatro facadas pelo marido no quintal da casa onde os dois moravam, no centro da cidade.

Ainda segundo a polícia, o irmão da vítima informou que o suspeito teria visto uma conversa da mulher com outro homem no Whatsapp. O homem teria pedido para a mulher excluir as mensagens. Ela não teria feito o procedimento. Quando o suspeito, indentificado como Renato Guilherme da Silva, de 24 anos,  foi verificar o celular, encontrou a conversa. Após isso, ele teria cometido o crime.
A polícia informou ainda que após cometer o crime, o homem teria ido na casa dos pais e confessado o homicídio. Em seguida, ele fugiu em uma motocicleta. Até o momento, o suspeito não foi localizado. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML), em Caruaru, também no Agreste.

Fonte: pesqueirafuxico.com


Unesco: mundo precisará mudar consumo para garantir abastecimento de água

aguaconsumo

Relatório da Unesco diz que crise global de água é de governança Divulgação/Cesan

Relatório da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) mostra que há no mundo água suficiente para suprir as necessidades de crescimento do consumo, "mas não sem uma mudança dramática no uso, gerenciamento e compartilhamento. Segundo o documento, a crise global de água é de governança, muito mais do que de disponibilidade do recurso, e um padrão de consumo mundial sustentável ainda está distante.

De acordo com a organização, nas últimas décadas o consumo de água cresceu duas vezes mais do que a população e a estimativa é que a demanda cresça ainda 55% até 2050. Mantendo os atuais padrões de consumo, em 2030 o mundo enfrentará um déficit no abastecimento de água de 40%. Os dados estão no relatório Mundial das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento de Recursos Hídricos 2015 – Água para um Mundo Sustentável.

O relatório atribui a vários fatores a possível falta de água, entre eles a intensa urbanização, as práticas agrícolas inadequadas e a poluição, que prejudica a oferta de água limpa no mundo. A organização estima que 20% dos aquíferos estejam explorados acima de sua capacidade. Os aquíferos, que concentram água no subterrâneo e abastecem nascentes e rios, são responsáveis atualmente por fornecer água potável à metade da população mundial e é de onde provêm 43% da água usada na irrigação.

Os desafios futuros serão muitos. O crescimento da população está estimado em 80 milhões de pessoas por ano, com estimativa de chegar a 9,1 bilhões em 2050, sendo 6,3 bilhões em áreas urbanas. A agricultura deverá produzir 60% a mais no mundo e 100% a mais nos países em desenvolvimento até 2050. A demanda por água na indústria manufatureira deverá quadruplicar no período de 2000 a 2050.

Segundo a oficial de Ciências Naturais da Unesco na Itália, Angela Ortigara, integrante do Programa Mundial de Avaliação da Água (cuja sigla em inglês é WWAP) e que participou da elaboração do relatório, a intenção do documento é alertar os governos para que incentivem o consumo sustentável e evitem uma grave crise de abastecimento no futuro. “Uma das questões que os países já estão se esforçando para melhorar é a governança da água. É importante melhorar a transparência nas decisões e também tomar medidas de maneira integrada com os diferentes setores que utilizam a água. A população deve sentir que faz parte da solução”, diz.

Cada país enfrenta uma situação específica. De maneira geral, a Unesco recomenda mundanças na administração pública, no investimento em infraestrutura e em educação. "Grande parte dos problemas que os países enfrentam, além de passar por governança e infraestrutura, passa por padrões de consumo, que só a longo prazo conseguiremos mudar, e a educação é a ferramenta para isso", diz o coordenador de Ciências Naturais da Unesco no Brasil, Ary Mergulhão.

No Brasil, a preocupação com a falta de água ganhou destaque com a crise hídrica no Sudeste. Antes disso, o país já enfrentava problemas de abastecimento, por exemplo no Nordetste. Mergulhão diz que o Brasil tem reserva de água importante, mas deve investir em um diagnóstico para saber como está em termos de política de consumo, atenção à população e planejamento. "É um trabalho contínuo. Não quer dizer que o país que tem mais ou menos recursos pode relaxar. Todos têm que se preocupar com a situação".

O relatório será mundialmente lançado hoje (20) em Nova Délhi, na Índia, antes do Dia Mundial da Água (22). O documento foi escrito pelo WWAP e produzido em colaboração com as 31 agências do sistema das Nações Unidas e 37 parceiros internacionais da ONU-Água. A intenção é que a questão hídrica seja um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que vêm sendo discutidos desde 2013, seguindo orientação da Conferência Rio+20 e que deverão nortear as atividades de cooperação internacional nos próximos 15 anos.

Agência Brasil

Câmara vai à Justiça contra o ex-ministro Cid Gomes

camara-dos-deputados

A Câmara dos Deputados, por meio da Procuradoria Parlamentar, entrou hoje (19) com duas representações contra o ex-ministro da Educação Cid Gomes. Ontem (18), ao depor no plenário da Casa para explicar as declarações que fez na Universidade Federal do Pará, quando disse que havia no Congresso “400 ou 300 achacadores”, Gomes pediu desculpas, mas voltou a fazer acusações contra os deputados e o presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Uma das representações apresentadas pelo procurador, deputado Cláudio Cajado (DEM-BA), foi protocolada na Justiça Federal em Brasília. Nela, a procuradoria pede reparação por danos morais contra o ex-ministro, sem estipular o valor da indenização, mas sugere que o juiz destine o dinheiro para o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

Para Cláudio Cajado, Cid Gomes cometeu crime de responsabilidade por ter saído antecipadamente da sessão. Segundo ele, ministros de governo são obrigados a prestar esclarecimentos ao Legislativo quando convocados, mas Cid Gomes abandonou a sessão depois de ter sido chamado de “palhaço” por um deputado.

A outra representação foi enviada ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot. No documento, Cajado pede que o ex-ministro seja acionado judicialmente por condutas ilícitas, ente elas, deixar o plenário da Câmara antes de responder a todas as perguntas dos parlamentares e improbidade civil. O procurador parlamentar acusa o ex-ministro de ter ferido artigo da Lei de Improbidade ao faltar com o cumprimento dos princípios de lealdade e honestidade.

Agência Brasil

Ministra do STF reconhece adoção de criança por casal homoafetivo

stf-3

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou recurso do Ministério Público do Paraná e manteve decisão que autorizou a adoção de crianças por um casal homoafetivo. Na decisão, a ministra argumentou que o conceito de família não pode ser restrito por se tratar de casais homoafetivos.

No entendimento de Cármen Lúcia, o conceito de família, com regras de visibilidade, continuidade e durabilidade, também pode ser aplicado a pessoas do mesmo sexo.

"O conceito contrário implicaria forçar o nosso Magno Texto a incorrer, ele mesmo, em discurso indisfarçavelmente preconceituoso ou homofóbico”, justificou a ministra na decisão. Segundo ela, “a isonomia entre casais heteroafetivos e pares homoafetivos somente ganha plenitude de sentido se desembocar no igual direito subjetivo à formação de uma autonomizada família”.

A decisão de Cármen Lúcia foi baseada na decisão do plenário do Supremo, que reconheceu, em 2011, por unanimidade, a união estável de parceiros do mesmo sexo. Na ocasião, o ministro Ayres Britto, então relator da ação, entendeu que “a Constituição Federal não faz a menor diferenciação entre a família formalmente constituída e aquela existente ao rés dos fatos. Como também não distingue entre a família que se forma por sujeitos heteroafetivos e a que se constitui por pessoas de inclinação homoafetiva".

A decisão foi assinada no dia 5 de março e publicada na última terça-feira (17).

Agência Brasil

Camilo Santana inaugura estrada no Crato nesta sexta-feira

camiloposse1

O governador Camilo Santana (PT) vai inaugura, às 18 horas desta sexta-feira, a estrada de acesso ao distrito industrial de Bela Vista, no município do Crato.O ato contará com a presença do secretário estadual das Cidades, Ivo Gomes. A obra é uma antiga reivindicação da população do Cariri e vai beneficiar, além de indústrias instaladas na região, as comunidades da Vila São Bento, Vila Padre Cícero, Serraria, Sítio Teotônio, Vila Guilherme e Jenipapo.

Foram realizados serviços de drenagem, terraplanagem, construção de contenções, pavimentação, revestimento asfáltico, sinalização e implantação de nova iluminação no trecho de 5,4 quilômetros de pista dupla. A obra foi executada pela Secretaria das Cidades, por meio do Projeto de Desenvolvimento Econômico Regional do Ceará – Cidades do Ceará/Cariri Central.

De acordo com o secretário Ivo Gomes, a nova estrada, que recebeu investimento de R$ 3,4 milhões do Governo do Estado, deverá estimular a economia local e desenvolver as cidades da região. “Nosso principal objetivo é melhorar a infraestrutura urbana dos municípios que compõem a Região Metropolitana do Cariri, proporcionando qualidade de vida à população”, ressaltou o secretário.

O Poo

Fortaleza recebe o maior navio de passageiros do ano

 

naviopreziosa-625x381

O navio MSC Preziosa atraca nesta manhã desta sexta-feira, no Porto do Mucuripe, em Fortaleza, com cerca de 4,3 mil passageiros. O transatlântico permanecerá na Capital cearense até o fim da tarde, quando seguirá para Genova, na Itália.

O MSC Preziosa é o quinto transatlântico este ano em Fortaleza, que deverá receber outras cinco embarcações do porte, até o fim do ano.

Na temporada 2013/2014, em toda a costa brasileira, a movimentação foi de 596.532 cruzeiristas, sendo 81% de brasileiros (483.191) e 19% estrangeiros (113.341). O setor movimentou cerca de R$ 1,15 bilhão na economia brasileira.

DETALHE – É a segunda vez que o MSC Preziosa vem ao Brasil. É o mais novo navio da frota da MSC Crociere, tendo entrado em operação em março de 2013. Na primeira vez que veio ao Brasil, em janeiro deste ano, um passageiro sumiu no mar, no litoral da Bahia.

O povo

Câmara dos Deputados aciona judicialmente Cid Gomes

 

cidgom

“A Câmara dos Deputados, por meio da Procuradoria Parlamentar, entrou, nessa quinta-feira, com duas representações contra o ex-ministro da Educação, Cid Gomes. Na quarta-feira (18), ao depor no plenário da Casa para explicar as declarações que fez na Universidade Federal do Pará, quando disse que havia no Congresso “400 ou 300 achacadores”, Gomes pediu desculpas, mas voltou a fazer acusações contra os deputados e o presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Uma das representações apresentadas pelo procurador, deputado Cláudio Cajado (DEM-BA), foi protocolada na Justiça Federal em Brasília. Nela, a procuradoria pede reparação por danos morais contra o ex-ministro, sem estipular o valor da indenização, mas que o juiz destine o dinheiro para o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

Para o procurador Cláudio Cajado, o então ministro cometeu crime de responsabilidade por ter saído antecipadamente da sessão. Segundo ele, ministros do governo são obrigados a prestar esclarecimentos no Legislativo quando convocados, mas Cid Gomes abandonou a sessão depois de ter sido chamado de “palhaço” por um deputado.

A outra representação foi enviada ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot. No documento, Cajado pede que o ex-ministro seja acionado judicialmente por condutas ilícitas, ente elas, deixar o plenário da Câmara antes de responder a todas as perguntas dos parlamentares e improbidade civil. O procurador Parlamentar acusa o ex-ministro de ter ferido artigo da Lei de Improbidade ao faltar com o cumprimento dos princípios de lealdade e honestidade.”

(Com Agência Brasil)

Maiores açudes do Ceará têm perdas de água por conta da seca

secasp

Iguatu. Os dois maiores açudes do Estado, o Castanhão, na Bacia do Médio Jaguaribe, e o Orós, no Alto Jaguaribe, vêm perdendo água a cada mês, reduzindo o volume devido à perda por evaporação, liberação de água para irrigação e para o consumo humano e animal. A situação mais crítica é a do Castanhão, que acumula 22,6% de sua capacidade que é de 6,7 bilhões de metros cúbicos. O Orós está com 46% de seu volume total.

A perspectiva de chuvas abaixo da média, ocasionando a impossibilidade de recarga nos reservatórios, preocupa o governo e os produtores rurais. O Açude Castanhão tem papel importante na irrigação do Perímetro Jaguaribe-Apodi, onde há extensas áreas de cultivos de frutas e capineiras, do vale do Baixo Jaguaribe, na criação de tilápias em tanques-redes e no abastecimento da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Nesse contexto, o Açude Orós é uma reserva estratégica. Em 1993, ainda quando não havia o Castanhão, foi o Orós que abasteceu Fortaleza, salvando os moradores da Capital de um colapso no abastecimento de água. Resultado: o Orós chegou ao seu volume morto. Esse fato ainda hoje traz preocupação e povoa o imaginário das famílias da bacia da barragem como um fantasma que ameaça voltar depois de sucessivos anos de estiagem no sertão cearense. Cada um desses reservatórios perde, em média, 0,2% do volume por semana.

Prejudicados

Os produtores lembram os prejuízos que sofreram, sem serem indenizados. "O governo fez, às pressas, o Canal do Trabalhador e retirou toda a água para salvar Fortaleza", disse o agricultor Pedro Lopes, da localidade de Serrote, zona rural de Iguatu. "Deixou a gente sem água". Famílias de Iguatu, Quixelô, Orós e Jaguaribe foram drasticamente afetadas. "O nosso temor é que tudo isso vá se repetir".

No entorno dos dois reservatórios, os produtores rurais já se ressentem do afastamento da água, cada vez mais distante das casas, das áreas de produção e da criação de animais. "Se não houver recarga de água neste inverno, no próximo ano a produção de arroz irrigado vai cair muito porque as águas estão muito longe", disse o agricultor Marconi Souza, que é rizicultor na bacia do Açude Orós. Outra preocupação é com a qualidade da água, cada vez mais escura e poluída. O reservatório recebe esgoto de várias cidades, dentre elas Iguatu, o maior centro urbano da região Centro-Sul.

Para o ex-secretário de Recursos Hídricos e ex-deputado federal, Hypérides Macedo, o maior responsável pelo esvaziamento dos reservatórios na seca é a irrigação, que nas crises climáticas se amplia. "Não havendo uma política de subsídio para aumentar a eficiência da irrigação mudando a metodologia de aplicação d'água no terreno e, ao mesmo tempo, limitando os cultivos temporários, por meio de taxa de compensação definida entre os setores essenciais da indústria e a agricultura irrigada, a gestão dos reservatórios ficará subordinada a pressões de produtores e políticos", afirma. Para o técnico, além de um freio na agricultura irrigada, são necessárias obras complementares para a política de açudagem.

"As ações que melhor complementam os açudes, pois aumentam a eficiência do uso da água, são os canais e as adutoras. Poços e cisternas são também alternativas voltadas para a saúde pública, pois a água não é contaminada", ressalta.

Peixamento

Uma atividade que se beneficia com a açudagem é a piscicultura. Apesar da incidência de seca, que já perdura por quatro anos no Semiárido brasileiro, o açude Castanhão - maior reservatório construído pelo Departamento Nacional de Obras contra as Secas (Dnocs) para usos múltiplos - apresentou uma produção de peixe relevante em 2014. No período, foram produzidos e pescados 12.901.400 quilos, que renderam aos produtores e pescadores o valor de R$ 79.833.800,00.

Para o diretor-geral do Dnocs, Walter Gomes de Sousa, é mito dizer que somente o peixamento paga o valor de construção do açude. Mas não é mito que, mesmo em período de seca, houve uma atividade produtiva pesqueira de alta relevância, não obstante a diminuição dos níveis de água do maior reservatório do Estado e um dos maiores do mundo.

"Não se quer dizer que o peixamento vai pagar o investimento feito em açudagem porque só o Castanhão gerou R$ 80 milhões com a produção de peixe. Se considerarmos todos os açudes onde há criação de peixe, esse valor praticamente duplica. O peixamento é viável", afirma o diretor geral do Dnocs.

No Açude Castanhão, a criação intensiva de tilápias em gaiolas cresceu sobremaneira nos últimos anos, tornando-se o maior produtor do Ceará. São cerca de 850 lotes de criação, em três parques aquícolas, que beneficiam os municípios de Jaguaribara, Jaguaretama, Alto Santo e Jaguaribe. A produção, em 2014, segundo o Dnocs, foi superior a 12 mil toneladas.

De acordo com a secretária executiva de Pesca e Aquicultura de Jaguaribara, Eva Parente, a perda de água ainda não afetou os piscicultores. "Muitos vieram para cá porque outros açudes já secaram", disse. "A produção até aumentou". A maioria dos criadores de tilápia ainda permanece confiante de que a atividade não será afetada pela seca, mas outros estão temerosos. "Por enquanto, não há o que fazer, é esperar", disse o produtor, Francisco Alves. A crise atual impõe controle no número de gaiolas e no uso da água para a irrigação, mas, por enquanto, essas medidas têm sido retardadas à espera de boas chuvas para recarga dos reservatórios.

No geral, o Dnocs aposta, ainda, numa boa quadra chuvosa. Para Walter Gomes, "seca é falta d'água numa região que acontece com certa frequência. Fazia tempo que não havia quatro anos de seca. Está começando a chover no Ceará. Se acontecer, haverá melhor gestão de recursos. Deixamos de construir cisternas e nos concentramos na construção de mais açudes", afirmou o diretor-geral do Dnocs.

Diario do Nordeste - Regional

Água de qualidade é essencial para a saúde

aguadequalidade

A ingestão de água de qualidade é fundamental para o bom funcionamento dos rins. De acordo com o médico Augusto Guimarães, chefe do serviço de Nefrologia do Hospital Geral de Fortaleza (HGF), o recomendado é ingerir de 2 a 3 litros de água por dia, dependendo do peso da pessoa. “A água deve ter pH alcalino (acima de 7) e poucos sais, principalmente sódio, pois quanto mais minérios presentes, mais dura é a água”, orienta o médico. A dureza da água é predominantemente causada pela presença de sais.

Um adulto perde, em média, 1,5 litro de água diariamente, por meio da urina, transpiração, respiração e evacuação. Para repor essa perda e manter o organismo bem hidratado, a pessoa deve ingerir água regularmente para garantir a saúde, manter a temperatura corporal estável e evitar problemas, tais como a desidratação e o mau funcionamento dos rins. A água regula as reações químicas das células, elimina os elementos nocivos e lubrifica as articulações, fornecendo proteção para os tecidos. Responsáveis por eliminar toxinas e substâncias do organismo, manter os líquidos e sais do corpo em níveis adequados e participar do controle da pressão artéria, os rins são órgãos vitais no corpo humano e é importante ficar alerta com seus cuidados e se prevenir.

Segundo dados da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS/OMS), uma em cada dez pessoas apresenta doença renal crônica (DRC) em algum grau. A doença afeta pessoas de todas as idades e etnias, porém a prevalência aumenta com a idade. Testes simples no sangue e urina podem detectar precocemente as DCR e diminuir a progressão da doença. A DRC tem um alto custo econômico e social, pois pacientes necessitam de cuidados pelo resto da vida. Estima-se que tratamento com as doenças dos rins crônicas custe mais do que tratamentos de câncer de mama, pulmão, cólon e pele somados.

De acordo com a OPAS, a pressão arterial elevada e diabetes são as principais causas (entre 25-33%) de doenças renais. Outras afecções menos frequentes são processos inflamatórios (glomerulonefrite) ou infecciosos (pielonefrite). Algumas DRC são herdadas (como a doença policística), ou resultado de prolongado bloqueio do sistema urinário, como a hipertrofia (aumento) da próstata ou cálculos renais. O uso prolongado de algumas drogas podem causar DRC, como anti-inflamatórios não esteroides e analgésicos.

Prevenção e tratamento

A maioria das pessoas em estágio inicial de DRC não foi diagnosticada. No entanto, o teste de função renal é simples e pode ser realizado por meio de dosagens no sangue. O chefe do serviço de Nefrologia do HGF orienta a realização anual de exames de sumário de urina e de dosagem de creatinina no sangue. O tratamento principal consiste de dieta e medicação apropriados, para ajudar a controlar o balanço crítico do corpo, que os rins normalmente controlam. Entretanto, quando há falha renal, metabólitos e fluidos acumulam e pode ser necessário tratamento de hemodiálise, ou até mesmo transplante renal associado à medicação para restaurar a função renal.

Conforme define a Sociedade Brasileira de Nefrologia, hemodiálise é o procedimento em que uma máquina limpa e filtra o sangue, realizando parte do trabalho que o rim doente não pode fazer. O procedimento libera o corpo dos resíduos prejudiciais à saúde, como o excesso de sal e de líquidos. Também controla a pressão arterial e ajuda o corpo a manter o equilíbrio de substâncias como sódio, potássio, ureia e creatinina. A hemodiálise é indicada para pacientes com insuficiência renal aguda ou crônica graves. As sessões de hemodiálise são realizadas em clínicas especializadas ou hospitais. No Ceará, de acordo com Sistema de Informações Ambulatoriais (SIA), 4.094 pacientes renais realizaram sessões de hemodiálise em dezembro de 2014. Em todo o ano, foram realizadas no Estado 568.313 sessões de hemodiálise pelo Sistema Único de Saúde (SUS). No HGF, o Serviço de Hemodiálise, que funciona com moderna estrutura, realizou no ano passado 11.510 procedimentos.

O primeiro transplante de rim do Ceará foi a partir de doador vivo em 1977, no Hospital Universitário Walter Cantídio, da Universidade Federal do Ceará (UFC). O HGF realizou o primeiro transplante renal intervivos em 1983. Em 1988 o Hospital Universitário fez o primeiro transplante a partir de doador cadáver. Em dezembro de 2012, o Hospital das Clínicas da UFC comemorou a realização de mil transplantes renais, marca alcançada pelo HGF em abril de 2010. Nos registros da Central de Transplantes da Secretaria da Saúde do Estado a partir da sua implantação, em 1998, foram realizados no Ceará 2.808 transplantes de rim até 2014. Em todo o país, entre 1997 e o ano passado, foram realizados 68.901 transplantes do órgão, segundo a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO).

Orientações da OPAS/OMS para reduzir o risco de doenças renais

- Prática de exercícios físicos – O cuidado com a forma física ajuda a reduzir a pressão sanguínea e reduz o risco de DRC;

- Controle da pressão sanguínea – Muitas pessoas estão a par de que pressão sanguínea elevada pode levar a um Acidente Vascular Cerebral (AVC) ou um ataque cardíaco. Poucos sabem, entretanto, que esta é a causa mais comum de dano renal;

- Alimentação saudável - Opte por uma alimentação saudável, reduza o consumo de sal e mantenha seu peso controlado – Estas medidas podem prevenir diabetes, doenças cardíacas e outras afecções associadas com a DRC. A ingestão de sódio deve ser reduzida para 5-6 g de sal por dia, evitando alimentos industrializados e dando preferência a ingredientes frescos;

- Mais água – Apesar de estudos clínicos não terem chegado a um consenso sobre a quantidade ideal de água a ser consumida, recomenda-se beber 1,5 a 2l de água diariamente para eliminar sódio, ureia e toxinas do corpo, resultando em menor risco significativo de desenvolver DRC e de redução da função renal;

- Não ao fumo – O hábito de fumar diminui o fluxo de sangue para os rins, e quando isso ocorre, a função renal é prejudicada. Além disso, o hábito de fumar aumenta o risco de câncer renal em 50%;

- Não à automedicação - Não consuma medicamentos sem prescrição médica. Drogas como anti-inflamatórios e analgésicos podem comprometer a função renal se consumidos regularmente.

Assessoria de Comunicação da Sesa

Quadra chuvosa fraca e obras atrasadas prejudicam açudagem



A dependência da chuva importa na manutenção da pecuária, na agricultura de sequeiro e, sobretudo, no abastecimento humano. Daí a importância que se dá para a açudagem como principal reserva hídrica, que tem relação literal de vida e morte com a quadra chuvosa. Por enquanto, o desempenho é pouco animador. A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) observou que as chuvas no trimestre janeiro, fevereiro e março ficaram na categoria abaixo da média. O valor da média climatológica para o período é de 255 milímetros e choveu no Estado somente 132,6 mm.
Com as chuvas caídas neste período, a Cogerh admite que as alterações são bastante tímidas até o momento. Verificou-se alguma melhoria de reserva mais expressiva em alguns açudes, como Pacoti, Facundo (Parambu), Tejuçuoca, Colinas (Quiterianópolis). Entretanto, a maioria dos reservatórios teve aporte hídrico que representa um ganho de apenas um ou dois meses em termos de prazo de reserva.
"É importante que as chuvas continuem para que tenhamos um aporte suficiente para evitar o desabastecimento de água no Estado", afirma o assessor da presidência da Cogerh Gianni Lima.
Afora os açudes que se encontram em estado hídrico precário, estão aqueles por construir, apesar de serem considerados como uma prioridade para o atendimento de demandas em cidades de médio porte (acima de 50 mil habitantes).
Atraso
O Açude Fronteiras, que está inserido no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), a ser implantado pelo Departamento Nacional de Obras contra as Secas (Dnocs), compreende a construção de uma barragem, que atenderia principalmente a Crateús, o mais importante município das regiões Sertões de Crateús e Sertões dos Inhamuns.
Já no ano passado, a cidade entrou em colapso de abastecimento. Num arranjo conflituoso e imediatista, optou-se por retirar água do Açude Flor do Campo, em Novo Oriente, por meio de adutora de montagem rápida (AMR). Mas os baixos níveis do reservatório rapidamente se exauriram com a nova demanda da cidade vizinha.
Atualmente, Crateús vem sendo servida pelo Açude Araras, também em sistema de adutora. Mas a solução mais adequada ainda é a construção do Fronteiras, que chegou a ser licitado, sendo a vencedora a construtora Camargo Correia. A licitação foi cancelada e houve um nova, saindo vencedor o consórcio composto pelas empresas Galvão Engenharia e EIT Construções, o que aconteceu em 2013. De lá para cá, não houve nenhuma evolução para a realização dos serviços.
Descobriu-se, depois, que necessita de um aporte extra de investimento para atender às exigências da obra, que não foram vistas antes, como o desvio de uma ferrovia e de uma rodovia, que ficam no entorno da barragem. O diretor-geral do Dnocs, Walter Gomes de Sousa, desconhece intrigas políticas para atrasar uma obra tão crucial para a região. No entanto, vê que a urgência obriga um esforço governamental para se priorizar o equipamento. Ao todo, já estão disponíveis cerca de R$ 500 milhões, mas ainda é pouco, em vista das novas necessidades apresentadas nas chamadas obras complementares.

Marcus Peixoto
Repórter
Diario do Nordeste - Regional
Foto: Ceará Agora


VÍDEO sobre a qualidade da água da Vilalta já obteve mais de 600 visualizações de máquinas individuais, podendo chegar a milhares de acessos


O vídeo do programa FATOS em FOCO da WebTV Chapada do Araripe, que denunciou o problema da água enfrentado pelos moradores do bairro Vilalta, em Crato, já atingiu até agora mais de 600 acessos de computadores individuais ( São 600 computadores, não 600 pessoas ), sendo que sempre é considerado que uma família inteira no Brasil usa pelo menos um computador. E este número tende a crescer. Apenas no youtube, em poucos dias, atingiu-se 500 acessos. A mesma cópia postada no VIMEO atingiu mais de 200, bem como outra cópia compartilhada no Facebook. E em breve, estaremos fazendo a segunda parte da reportagem, para ouvir os moradores, e saber se o problema já foi solucionado. O acompanhamento da imprensa é essencial para que todos os problemas da cidade sejam resolvidos. Com certeza, este é um problema que não vai cair no esquecimento.
Para ver todos os outros vídeos produzidos pela WebTV Chapada do Araripe, acesse:
www.tvchapadadoararipe.com

Transposição ainda é um sonho para populações rurais do Ceará


transposicao

Na área de construção no Ceará, a obra ocupa 3.485 operários
Mauriti. Um dos projetos mais esperados para ser concluído no Nordeste foi iniciado em 2007 e agora está previsto para ficar pronto somente em 2016. Até o ano passado, se previa que as águas da Transposição do Rio São Francisco chegassem ao reservatório de Jati, um dos principais do projeto, para serem redistribuídas no Estado do Ceará, por meio do Cinturão das Águas, com obras do governo estadual.
A obra chega a mais de 70% de execução, com avanços maiores em outras áreas. O projeto, em sua plena capacidade de execução, empregou mais de 10.200 trabalhadores, e hoje se encontra com 9.300. Na área de construção no Ceará, a obra ocupa mão de obra de 3.485 operários. O projeto, que foi bastante polêmico para ser iniciado, já foi muito criticado pela demora na sua conclusão.
Moradores do distrito de Umburanas e Palestina, em Mauriti, ainda sonham com a conclusão dos serviços do Canal da Transposição que passa pela área. O projeto realmente mudou a rotina dos residentes. E não somente isso. Alguns deles tiveram que sair do local, principalmente quem convivia próximo ao Riacho de Umburanas, numa área onde estão sendo executados aquedutos. É que a água do Riacho de Umburanas secou e não deu para plantar mais nada no lugar. Alguns ainda aproveitam a água dos poços, mas de qualidade ruim.
Realidade
A agricultora Francisca Furtado da Costa desde que nasceu mora na localidade. Teve filhos e netos e afirma que o Canal será realidade apenas para os seus netos. "É um sonho ainda. Não acredito que ficará pronto logo", diz. Na área da sua pequena propriedade rural, que nos últimos anos já teve vontade de deixar, não tem muito o que fazer nos tempos de seca. É que o pouco da água do riacho era utilizada para irrigar pequenas plantações, principalmente de fumo. Agora, de frente à sua morada há um uma imensa barreira formada por pedras e uma cerca. As pessoas estão jogando lixo no local e isso tem incomodado bastante a moradora.
Segundo a assessoria do Ministério da Integração Nacional, atualmente os mais de 9.300 trabalhadores estão distribuídos em cerca de 477 Km de extensão de todo empreendimento. Alguns trechos do canal, como o das Metas 2 Norte e 3 Norte, continuam com frentes noturnas de serviço, concentradas nos municípios cearenses de Jati, Brejo Santo e Mauriti.
Os últimos dados de fevereiro, conforme a assessoria, confirmam 72,9% da execução das obras do canal em sua totalidade. Mas, na Meta 3, que ligará os Estados do Ceará e Paraíba, há 80,7% de execução física.
Em Jati, desde que a obra do reservatório foi iniciada, há expediente noturno de trabalho, chegando a empregar moradores da localidade. Centenas de residentes das cidades de Jati, Brejo Santo e Mauriti, principalmente, trabalham nas frentes de serviço do canal da transposição.
Para a moradora Francisca Furtado, esse tem sido o lado bom da obra. Há pessoas de sua localidade que jamais teriam condições de ter uma casa própria porque viviam apenas da agricultura de subsistência. Segundo ela, o dinheiro dava apenas para manter a família. "Muitos deles já possuem uma casinha para morar e isso foi bom".
Benefício
"Não vejo a hora de a água chegar por aqui", diz a dona de casa Mamédia Germana Silva. Ela mora em Brejo Santo, onde têm parentes trabalhando na execução dos serviços das barragens, além de filhos também residindo em Jati. Pelo menos 40% da mão de obra é local. O benefício se reverte para a própria cidade, onde há maiores dificuldades para a geração de emprego.
Mamédia tem uma filha com um pequeno comércio na cidade. Ela diz que, de alguma forma, todos acabam se beneficiando com o movimento, mas que a realidade será bem melhor quando a água chegar. A obra, segundo ela, ainda trará muitos rendimentos. E os trabalhadores que o digam.
O estudante Douglas Jorge da Silva afirma que estava precisando muito de um emprego e teve que largar as aulas para poder trabalhar. Ele observa que a opção, no momento, veio pela necessidade. Mas, depois de um ano atuando na construção da barragem, decidiu se empenhar mais nos estudos e irá retornar à sala de aula brevemente, sem ter que sair do trabalho.
"Podemos ficar até o próximo ano e, com isso, nos planejarmos melhor, porque tem sido uma oportunidade de melhorar, principalmente para quem não tinha um ganho muito certo", afirma.
Tanto os trechos das obras em Jati, como em Mauriti, na área do distrito de Palestina, já receberam as visitas da presidente Dilma Rousseff e de ministros da Integração que se revezaram no cargo durante os últimos anos. A última visita ocorreu em fevereiro, em alguns trechos, pelo ministro Gilberto Occhi. Ainda não há previsão de agenda para nova visita ao local.
Na área de Mauriti, os trechos do canal agora recebem reparos finais e estão sendo realizados serviços de drenagem. Aquedutos ainda faltam ser concluídos. A obra chegou a ser um dos pontos mais prejudicados em sua execução porque parou por diversas vezes.

Diario do Nordeste - Regional


Raimundão vai gastar até R$ 420 mil com passagens aéreas em 2015

Raimundao


Município rico é assim! 
A Prefeitura de Juazeiro do Norte acaba de realizar processo licitatório para gastar até R$ 420 mil, no decorrer de 2015, para compra de passagens aéreas para o prefeito Raimundo Macedo, secretários municipais e assessores. O valor limite pode ou não ser contratado até 31 de dezembro. A empresa vencedora foi a Marissa Turismo, a mesma que vem ganhando todas as licitações da modalidade na administração Raimundo Macedo. O bom seria que o prefeito e seus secretários fizessem um sobrevoo por Juazeiro do Norte para ver a beleza que está a cidade. Sem buracos, asfaltada e arborizada. Enfim uma maravilha. Fica a dica.


flavio pinto


Ministério Público fecha cerco contra o nepotismo no Cariri


mpce2


O Ministério Público do Estado do Ceará, em ação conjunta em inúmeros Municípios, capitaneada pelo Núcleo de Tutela Coletiva da 1ª Região, com o apoio dos demais núcleos regionais, expediu,  ontem ( quarta-feira,18), uma recomendação e um ofício a diversas autoridades, visando a criação das Procuradorias Municipais, bem como o combate à prática do nepotismo. Em caso de não atendimento às Recomendações Ministeriais, serão adotadas as medidas cabíveis para responsabilização dos gestores, notadamente o ajuizamento de ação civil pública. 
Em relação ao nepotismo, no âmbito de cada Promotoria de Justiça foi instaurado Procedimento Administrativo Preparatório no bojo do qual se expediu ofício para prefeitos, vice-prefeitos, secretários e vereadores, buscando colher indícios da prática de favorecimento de parentes. Caso reste configurada a prática do nepotismo, será enviada Recomendação com o fito de cessar a ilegalidade, com prazo razoável para o seu cumprimento. 
Em relação às Procuradorias Municipais, foi expedida Recomendação para cada Prefeito, no sentido de se exigir a criação da respectiva Procuradoria, bem como a realização de concurso público para provimento dos cargos integrantes da carreira, tencionando promover, principalmente, o efetivo zelo aos princípios da impessoalidade e da moralidade administrativa, princípios estes apregoados pela Constituição Federal de 1988, cuja defesa incumbe ao Ministério Público.


Fonte: Flavio Pinto


Continuam abertas inscrições para o V festival de Jericoacoara - Cinema Digital

FRANCISVALE

Francis Vale comandará a 5ª Edição do Festival. (Foto: Divulgação)
O V Festival de Jericoacoara – Cinema Digital acontece de 7 a 13 de junho e contará, como principal atração, com a Mostra Competitiva de Curtas. As inscrições ja estão abertas e seguem até 31 de março, através do site www.jeridigital.com.br, de modo gratuito e aberto a realizadores audiovisuais de todo o País. Podem participar do festival filmes de até 20 minutos, concluídos depois de junho de 2013 e sobre quaisquer temas, nos gêneros documentário, ficção, animação e experimental.
Para a quinta edição, a expectativa é de ampliação da quantidade de filmes inscritos, afirma o diretor do festival, o cineasta, escritor e produtor cultural cearense Francis Vale, coordenador da Anhamum Produções. A edicao anterior do festival contou com 30 filmes, selecionados entre 260 inscricoes, de realizadores de 14 estados.
“Chegando ao marco imporante da quinta edicao, vamos dar prosseguimento ao festival, consolidando cada vez mais sua dimensão nacional, buscando reunir os novos realizadores do cinema brasileiro, que estão em todas as regiões, fazendo seus trabalhos, mesmo enfrentando, muitas vezes, dificuldades para divulgação, repercussão, visibilidade”, afirma Francis Vale.
“Na contramão dessa realidade, o Festival de Jericoacoara – Cinema Digital existe justamente para contribuir para dar mais destaque a novos nomes do cinema brasileiro, provando que passamos de um eixo geográfico de produção para novos e múltiplos polos, espalhados pelo País”, acrescenta o diretor do festival.
“O festival contribui para mostrar o pluralismo, essa riqueza de origens, temas e formas dos filmes, os realizadores de várias gerações que fazem o novo cinema brasileiro acontecer de um modo muito forte, pulsante”, complementa Francis, que também enfatiza a relação do festival com a comunidade como um diferencial.
ACESSO E PREMIAÇÃO
Para assegurar, na prática, a democratização da participação no evento, a produção do festival garante as despesas de transporte terrestre entre Fortaleza e Jericoacoara, alimentação e hospedagem para um representante de cada um dos filmes selecionados. “Mais do que apenas exibir os filmes, o festival se diferencia por proporcionar que as pessoas possam conviver em Jericoacoara, ao longo de uma semana, debatendo cinema e permanecendo em contato direito com o público e a comunidade”, reforça Francis Vale.
Ao longo do festival, os filmes serão apreciados por um júri composto por cinco pessoas ligadas à área do audiovisual. Premiações serão destinadas às obras escolhidas pelo júri como as melhores em cada categoria: ficção, documentário, animação e experimental. Também receberá prêmio  a melhor produção dos estados Ceará, Piauí e Maranhão, em homenagem à chamada “Rota das Emoções”, que se inicia em Jericoacoara-CE, passa pelo Delta do Parnaíba-PI e se estende até os Lençóis Maranhenses.
O festival também premia os vencedores dos quesitos melhor filme, direção, roteiro, fotografia, trilha original e direção de arte. Além dos troféus para melhor ator e melhor atriz.
SERVIÇO
O V Festival de Jericoacoara – Cinema Digital tem inscriçõesabertas, ate 31 de março. Podem participar realizadores de todo o País, com filmes de no máximo 20 minutos, produzidos em tecnologia digital e finalizados depois de junho de 2013. Inscrições pelo site www.jeridigital.com.br. O festival acontece em Jericoacoara, de 7 a 13 de junho de 2015.
Mais informações:
(85) 9998-9497 - Francis Vale – Cineasta, escritor / Diretor do Festival
(85) 8699-6524 – Ass. Imprensa – Dalwton Moura


Câmara do Crato aprova projeto que institui homenagens às mulheres

amadeu

O projeto é de autoria do vereador Amadeu de Freitas.


O Projeto de Resolução de autoria do Vereador Amadeu de Freitas (PT), que institui homenagem às mulheres que se destacarem no combate a violência doméstica e de gênero, na defesa e promoção das mulheres e dos direitos humanos no município do Crato, foi aprovado pela Câmara Municipal. 
A homenagem tem o objetivo de reconhecer e incentivar o trabalho de mulheres em favor da igualdade de gênero e da vida e acontece anualmente com a entrega de diploma, em sessão solene da Câmara Municipal do Crato, às mulheres indicadas pelos vereadores que comprovadamente participam de lutas e realizam trabalho em defesa das mulheres.


Fonte: Flavio Pinto


Flagrantes de memória II - Por: Emerson Monteiro


Do espaço nebuloso das lembranças, consigo reconstituir a primeira imagem que gravei do Seminário São José, vista de baixo, da Rua José de Alencar, entre as ruas Pedro II e José Carvalho, trecho onde primeiro morei em Crato quando chegara de Lavras da Mangabeira, em l953, ano do Centenário da Cidade.


O tradicional estabelecimento católico lá em cima se afigurava qual prédio sombrio, enegrecido pelas marcas do tempo escorrido na pintura a cal amarelecida, com manchas de lodo pela parede fronteira, meio encoberto por cortina de eucaliptos depois cortados. Destas árvores, quais frutos insólitos, balançavam ao vento urubus friorentos, vindos das imediações onde ficava o antigo matadouro público, lá nas bandas do Alto da Independência.


Outro aspecto nítido, que não me esqueço desse Crato de algumas décadas, o footing da Praça Siqueira Campos, desfile das pessoas a circular o passeio onde afluía surpreendente multidão aos sábados e domingos à noite.

Uma expectativa quase incontida perpassava a semana inteira, sobretudo de rapazes e moças. Tão logo se punha o Sol, movimento inusitado ativava a população. De todos os lados, nos melhores trajes, jovens e adultos preenchiam as ruas do centro.

O logradouro não demorava a fervilhar de gente, qual numa quermesse mágica. Luzes fortes, jardins bem cuidados, dezenas de carros parados em volta, o Cine Cassino movimentado e o som da Amplificadora Cratense, a envolver dramas e comédias, desencontros e encontros, numa algazarra multiforme.

As mocinhas, de braços dados, principiavam a girar; grupos de três, quatro, ou até mais, num animado carrossel, enquanto os homens, atentos e conversadores, se postavam em torno, nas laterais do circuito humano, olhos acesos na beleza feminina.

Da observação espontânea que se estabelecia, se davam as trocas de interesses, nos chamados flertes, aos primeiros toques de simpatia.

Só depois, com as mudanças trazidas pelo progresso,começos dos anos 70, junto dos sinais de televisão que chegavam, sumiria essa festa interiorana, após deixar rastro de uniões feitas ou desfeitas, nas histórias familiares dos que ali se conheceram em momentos inesquecíveis. De se olharem, confirmadas as preferências, os rapazes acompanhavam a escolhida em mais outra volta da praça, seguindo ambos, depois, no sentido da Praça da Sé, onde quase sempre havia bancos vagos para o início dos namoros, umas vezes, fugazes; outras, prenúncio de casamento.

Por: Emerson Monteiro ( Membro do Blog do Crato )
www.blogdocrato.com
Desde 2005 registrando todo dia a história do Crato para a posteridade


Camilo Santana entrega benefícios para famílias do Cariri no Dia de São José



O governador Camilo Santana finalizou a agenda do feriado de São José, 19 de março, no município de Brejo Santo, onde participou de uma solenidade para a entrega de vários benefícios aos produtores e agricultores das Regiões do Cariri e Centro-Sul. Dialogando com a população, o chefe do executivo reafirmou o compromisso de trabalhar para os mais necessitados. "Sei da responsabilidade de assumir um governo no quarto ano consecutivo de seca. Mas não tenho dúvida que, com fé em Deus, muita esperança e bastante trabalho, dedicarei minha energia para trabalhar pelos cearenses nos próximos anos. Principalmente para os mais pobres", disse. Diversas assinaturas, projetos e adesões foram realizadas durante o evento. São eles: a entrega de cisternas do Programa Água Para Todos e Quintais Produtivos, do Programa Brasil sem Miséria, beneficiando 24.610 famílias do território do Cariri; assinaturas de ordens de serviço de abastecimento de água; assinatura do termo de adesão do Programa Garantia Safra para 28 municípios da Região do Cariri entrega de 11.324 mudas de cajueiro e 8.023.723 raquetes de palma forrageira, do projeto Hora de Plantar, beneficiando 1.833 produtores do Estado; além da entrega de cartas de crédito para formalização de convênios com associações de agricultores familiares dos municípios de Orós e Brejo Santo, e para elaboração de projetos executivo para o município de Jardim, beneficiando 592 famílias. O investimento em todo o Estado é de cerca de R$ 2 milhões.

O prefeito do município, Guilherme Landim, falou da confiança que tem no governador e solicitou que ele continue atuante. "Apesar de sabermos que 2015 será de dificuldades, onde todos os municípios estão vivendo, confiamos na sua capacidade e no grande governo que será realizado. Peço que continue investindo no Estado, para os cearenses, e traga sempre benefícios para nossa cidade", ressaltou.

Os benefícios entregues irão melhorar a condição de milhares de famílias do Estado. Uma delas é a do agricultor de Várzea Alegre, Edson Ferreira, 39 anos, que foi contemplado com o Projeto São José III. Representando a Associação de Apicultores do município, ele parabenizou o governo e disse que, com o projeto. pretende aumentar a produção da cidade. "Parabenizamos o governo por essa atenção com os agricultores e queremos que esse projeto seja fonte de muitos recursos para aumentarmos a produção de Várzea Alegre", afirmou.

Convivência

Durante a solenidade, o governador falou também das medidas que serão adotadas de imediato para a convivência com a seca e ressaltou a importância da transposição da água para o Estado. "Apresentei um plano, após 50 dias de estudo, mostrando as ações que serão implementadas a curto prazo neste ano de 2015 como a cavação de poços, intensificar a operação carro-pipa, adutoras nas cidades mais necessitadas e o programa de cisternas de placa. Mas o que precisamos continuar são as obras estruturantes. Por isso, a Transposição do Rio São Francisco para o Ceará é uma grande segurança para garantirmos água definitiva e não ficarmos reféns da chuva. E, sim, possuirmos uma boa quantidade de água nos reservatórios", informou. O evento contou ainda com a participação do secretário de Desenvolvimento Agrário, Dedé Teixeira; secretário de Recursos Hídricos, Francisco José Coelho; secretário-adjunto do Gabinete do Governador, Fernando Santana; deputados estaduais, Wellington Landim e Laís Nunes; deputado federal, José Guimarães; além de prefeitos, vereadores, líderes e personalidades da Região.

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado
Casa Civil



Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30