xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 02/12/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Prefeito do Crato é escolhido um dos melhores prefeitos do Ceará pela PPE Eventos, em Fortaleza. ( 09-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

02 dezembro 2014

Audiência pública vai discutir qualidade da água no Crato

 

aguasA Câmara Municipal do Crato agendou para o próximo dia 9, uma audiência pública sobre a questão da qualidade da àgua no bairro Vila Alta, no Crato.  O ofício convidando a diretora-presidente da Sociedade de Abastecimento de Água e Esgoto do Crato (SAAEC), Janaína Fernandes e o prefeito Ronaldo Gomes de Matos ( PMDB),  está sendo elaborado pela câmara e deve ser entregue no decorrer desta semana. A audiência pública será realizada às 19 horas, no auditório da Apae-Crato.
Nas últimas semanas,  a população do bairro Vila Alta têm procurado a imprensa e os vereadores da Câmara Municipal para denunciar a péssima qualidade da água oferecida pela SAAEC. Segundo o vereador Amadeu de Freitas, (PT), um dos idealizadores da audiência, o objetivo é encontrar uma solução para o problema que vem se arrastando sem solução.

Flavio Pinto News

Ceará tem a segunda maior redução de mortalidade infantil do país

neonatal_hrn

O Ceará foi o segundo estado que mais reduziu a mortalidade infantil no país entre 1980 e 2013, de acordo com a Tábua Completa de Mortalidade para o Brasil – 2013, divulgada na segunda-feira, 1º de dezembro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A Taxa de Mortalidade Infantil (TMI), de 111,5 mortes de menores de 1 ano por mil nascidos vivos em 1980, diminuiu para 16,6 no ano passado. Isso significa redução de 94,9 óbitos por mil nascimentos, número menor apenas que o da Paraíba, que em 2013 diminuiu em 98 pontos a TMI de 117,1 registrada em 1980, para 19 por mil nascidos vivos. Com esses números, o Ceará avançou da terceira pior TMI do Nordeste e do país em 1980 para a segunda melhor do Nordeste, depois de Pernambuco (14,9), e 12ª do Brasil.

No ano passado, o IBGE havia divulgado as Tábuas de Mortalidade 1980-2010. Em relação a 2010, o Ceará melhorou e repetiu a segunda maior redução da mortalidade infantil. Naquele ano, o Estado registrou TMI de 19,7 por mil nascidos vivos e redução de 91,8 pontos em relação a 1980. Entre os dois levantamentos (2010-2013), o Ceará diminuiu a TMI em 18,8%, com decréscimo de 3,1 pontos em relação a 2010. Em todo o Brasil, a TMI recuou de 69,1 por mil nascidos vivos em 1980 para 16,7 em 2010 e 15 no ano passado. A redução da taxa no país foi de 54,1 pontos entre 1980 e 2013.

 

A redução da miséria e da desnutrição, o aumento do aleitamento materno, as campanhas de imunização, a expansão do Programa Saúde da Família (PSF), a melhoria do sistema de água e saneamento estão entre os fatores que promoveram a redução da mortalidade infantil no país. No Ceará foi feita a ampliação e qualificação da rede de atenção básica. Com recursos do governo do Estado, no valor total de R$ 26,6 milhões, foram construídas 150 Unidades Básicas de Saúde da Família em 150 municípios, com melhores condições de acolhimento e atendimento às gestantes. O governo também comprou 215 veículos para o Programa Saúde da Família para oferecer aos profissionais melhores condições de trabalho e acesso a todas as gestantes e todas as famílias, mesmo aquelas em locais mais distantes e de difícil acesso.

Como reconhecimento da importância do trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde na saúde das gestantes, das crianças e toda a família, desde 1º de maio de 2008 o governo promoveu a estadualização dos ACSs. O Ceará foi o primeiro Estado a incorporar os agentes de saúde na folha de pagamento da Secretaria da Saúde do Estado. Os 8.023 agentes de saúde passaram a receber os salários no primeiro dia de cada mês, no mesmo dia dos servidores da Sesa. Antes da estadualização, a relação de trabalho deles era precária, através de contratos com associações que sofriam ameaças de emprego com as mudanças periódicas das administrações municipais. Estrutura maior, mais transporte e melhores condições salariais e de trabalho contribuem para o aumento da cobertura do PSF, que está em 79,8%, bem mais do que a cobertura de 2006, que era de 62,9%.

Na atenção secundária, o Ceará reforçou a estratégia de hospitais polos. Em 2006 o Ceará tinha 32 hospitais polos filantrópicos ou públicos municipais que recebiam do governo do Estado R$ 34.290.000,00 por mês. Hoje são 36 hospitais polos e o valor do repasse subiu para R$ 130.706.377,32, representando um incremento de 281,2%. Na grande maioria dos 36 hospitais polos há atendimento em obstetrícia para garantir assistência à mulher e ao recém-nascido. Assim, evita óbitos nos primeiros dias de vida dos bebês. Em todas as 19 policlínicas já em funcionamento em diferentes regiões do Estado há consultas com médicos especialistas em obstetrícia. Há consultas com especialistas em pediatria em Camocim, Pacajus, Campos Sales, Itapipoca, Limoeiro o Norte e Russas.

Na atenção terciária, além de ampliar e modernizar o Hospital Geral de Fortaleza (HGF) e o Hospital Geral Dr. César Cals (HGCC), que atendem a mulher em Fortaleza, o governo do Estado construiu no interior hospitais regionais para atendimento especializado às gestantes de alto risco e aos bebês recém-nascidos. No Hospital Regional Norte, que funciona em Sobral há um ano e meio, há um hospital da mulher dentro dele. No setor há uma emergência exclusiva para obstetrícia, 10 leitos de neonatologia e 12 leitos de mãe Canguru. No Sertão Central, o governo está concluindo até o final deste ano o Hospital Regional do Sertão Central, em Quixeramobim, que também terá uma unidade dedicada somente à mulher e ao recém-nascido, com emergência obstétrica e 10 leitos de UTI da neonatalogia.

02.12.2014

Assessoria de Comunicação da Sesa

MPF recomenda medidas para proteção da APA da Chapada do Araripe

Geopark-Araripe-1-650x277

O Ministério Público Federal (MPF) expediu 68 recomendações a diferentes órgãos públicos do Ceará para que sejam adotadas medidas que contribuam para solucionar problemas que afetam a Mata Atlântica e a Área de Proteção Ambiental (APA) da Chapa do Araripe, principalmente o fracionamento indevido de imóveis rurais. A APA, localizada na sul do estado, reúne importante reserva de Mata Atlântica e espécies raras como o soldadinho-do-Araripe, ave somente encontrada nessa região cearense.
O fracionamento indevido de imóveis na área da APA e o descumprimento das normas de proteção à Mata Atlântica estão sendo investigados pela Procuradoria da República no Município de Juazeiro do Norte. Para subsidiar o inquérito que tramita na unidade MPF, foi realizada, em outubro, audiência pública sobre o tema, quando ficou definida a expedição das Recomendações.
O procurador da República Rafael Ribeiro Rayol recomendou, por exemplo, ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) a conclusão urgente do plano de manejo da APA da Chapada do Araripe e a delimitação física da Mata Atlântica na Chapada que se encontra sobreposta a APA do Araripe.
Para 15 municípios e respectivos cartórios de registro de imóveis, a Recomendação foi para que, entre outras medidas, não expeçam alvará de construção e não realizem fracionamento/averbações e registros sem a observância do tamanho mínimo do imóvel rural e sem que os projetos aprovados incluam medidas mínimas de saneamento e tratamento de resíduos sólidos dentro da APA.
Rayol explica que quando os órgãos públicos responderem às recomendações e apresentarem as informações técnicas necessárias, será iniciada uma nova etapa dos trabalhos do MPF, oportunidade em que serão adotadas todas as medidas necessárias a delimitação física da Mata Atlântica e efetiva aplicação da legislação protetiva desse bioma, bem como a implementação de todas as restrições impostas à atividades públicas e privadas no interior da APA do Araripe.
Fique por dentro - Recomendações são um dos tipos de instrumentos de atuação utilizados pelo Ministério Público. Elas são enviadas a órgãos públicos para que eles cumpram determinados dispositivos constitucionais ou legais. Os órgãos públicos não estão obrigados a atender as recomendações, mas ficam sujeitos a medidas judiciais em função dos atos indevidos.
(Site do MPF)

Câmara dos EUA aprova projeto para que nazistas não recebam pensões

usaWashington, 2 dez (EFE).- A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou nesta terça-feira um projeto de lei para evitar que nazistas suspeitos de crimes de guerra exilados no país se beneficiem das pensões da seguridade social.

De forma unânime, os 420 legisladores da câmara baixa respaldaram o projeto de lei, que não recebeu nenhum voto contra.

O texto legislativo foi aprovado depois que dezenas de supostos criminosos de guerra nazistas acumularam milhões de dólares em benefícios da seguridade social após terem sido obrigados a sair dos Estados Unidos.

Os pagamentos, a cargo dos contribuintes americanos, fluíram através de um vazio legal que permitiu ao Departamento de Justiça dos EUA persuadir os supostos nazistas para que abandonassem o país.

Se aceitassem ou se saíssem por conta própria antes de serem deportados, poderiam manter suas pensões da seguridade social, segundo os registros oficiais divulgados pela imprensa americana.

O congressista republicano Sam Johnson (Texas), impulsor do projeto de lei, afirmou que a medida acabará com um resquício legal que permite aos nazistas receber benefícios nos Estados Unidos.

"A seguridade social é um benefício pago pelos americanos que trabalham duro como parte de seus salários para futuros benefícios. É um benefício que nunca deveria ter sido dado para aqueles que participaram de atos horrorosos como o Holocausto", ressaltou Johnson em comunicado emitido em Washington.

As Federações Judaicas da América do Norte aplaudiram a decisão da Câmara dos Representantes e urgiram o Senado a também apoiar o projeto de lei, de modo que se transforme em lei para ser assinada pelo presidente Barack Obama.

"Há mais de 100 mil sobreviventes do Holocausto vivendo nos EUA, muitos dos quais têm dificuldades para ter acesso a serviços e necessidades básicas", comentou William Daroff, diretor dessa organização judaica em Washington.

EFE

Líbano prende uma das mulheres do chefe do grupo Estado Islâmico

is2

Segundo analistas, a prisão pode ser um sinal de que a coalizão internacional estaria se aproximando de um dos homens mais procurados da atualidade.

 

Aumenta o cerco aos terroristas do Estado Islâmico. O Líbano prendeu uma das mulheres do chefe do grupo.

A prisão foi há nove dias no momento em que uma das três mulheres do chefe do grupo terrorista Estado Islâmico cruzava a fronteira da Síria para o Líbano. De acordo com a agência de notícias Reuters, a mulher identificada como Suja Al-Dulaimi tinha um passaporte falso e viajava junto com uma filha.
O marido dela é um clérigo iraquiano que adota o codinome de Abu Bakr Al-Baghdadi. Em junho deste ano, em uma rara aparição diante das câmeras, Al-Baghdadi declarou a criação de um califado islâmico, o que seria como um novo país onde a lei religiosa já vem sendo imposta na base da espada e do tiro, em terras que pertencem ao Iraque e à Síria.
Analistas acham que coalizão internacional estaria se aproximando do chefe do grupo
E no mesmo dia em que a notícia da prisão de uma das mulheres de Al-Baghdadi foi divulgada, atiradores da Síria invadiram o Líbano e mataram seis soldados libaneses. Não se sabe se foi coincidência ou retaliação.
A prisão de uma das mulheres do chefe do grupo que se autodenomina Estado Islâmico, segundo analistas, pode ser um sinal de que a coalizão internacional que vem bombardeando os terroristas, estaria se aproximando de um dos homens mais procurados da atualidade. A Embaixada dos Estados Unidos no Líbano, no entanto, negou qualquer envolvimento dos americanos na operação.

G1

OMS confirma que a Espanha está livre do ebola

ebolaspenha

(Foto: AFP)
A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou nesta terça-feira oficialmente a Espanha um país livre do vírus do ebola, depois de não haver registro de novos casos desta doença.

Mais cedo, a Espanha também anunciou estar oficialmente livre do ebola, 42 dias depois de acusarem negativo os testes realizados com a única paciente que sofreu contágio desta febre hemorrágica, a primeira fora da África.

Em 6 de outubro, Teresa Romero, auxiliar de enfermagem de 44 anos, foi hospitalizada depois de ter sofrido contágio ao cuidar de um missionário infectado, repatriado de Serra Leoa e que morreu em 25 de setembro.

A auxiliar, que ficou vários dias entre a vida e a morte, conseguiu finalmente recuperar-se. Além disso, o conjunto de pessoas que ficou em contato com ela também superou o período de isolamento sem mostrar indícios de contágio.

O contágio de Romero, o primeiro fora do território africano, também fez temer uma propagação da doença em maior escala fora da ÁFrica, causando uma maior sensibilização da opinião europeia em relação ao drama dos africanos. O vírus já matou mais de 6.000 pessoas desde início da epidemia.

AFP

Costa diz que escândalo na Petrobras envolve dezenas de políticos

costa2

Ex-diretor da estatal fez acareação com Nestor Cerveró na CPI mista.

Dois ex-diretores da Petrobras, Paulo Roberto Costa e Nestor Cerveró, ficaram frente a frente na CPI mista que investiga as denúncias de corrupção na empresa. Durante essa acareação, Paulo Roberto, que cumpre prisão domiciliar, declarou que confirma tudo o que já falou à Justiça federal. Ele também relatou que, na delação premiada - que é sigilosa - detalhou a participação de dezenas de políticos no esquema.

Uma varredura foi feita na sala da CPMI antes da acareação. Paulo Roberto Costa e Nestor Cerveró ficaram frente a frente. O ex-diretor de abastecimento repetiu que o esquema de corrupção está espalhado pelas obras no país.

“O que acontecia na Petrobras acontece no Brasil inteiro. Nas rodovias, nas ferrovias, nos portos, nos aeroportos, nas hidrelétricas. Isso acontece no Brasil inteiro, é só pesquisar. É só pesquisar, porque acontece”, afirma Paulo Roberto Costa.

Marcada por embates políticos, a acareação foi convocada para tirar dúvidas. Mas Paulo Roberto Costa e Nestor Cerveró  passaram a sessão inteira dando versões completamente diferentes sobre os fatos questionados. Parlamentares reclamaram.

“Depoimentos diametralmente opostos. Alguém está mentindo aqui, provavelmente pela segunda vez. Nós precisamos saber qual dos dois está falando a verdade e qual dos dois está mentindo”, diz Arnaldo Jordy.

Cerveró e Paulo Roberto responderam sobre a compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos. Segundo o Tribunal de contas da União, o negócio gerou US$ 792 milhões de prejuízo. A compra foi aprovada pelo Conselho de Administração da empresa, que tinha na época empresários de prestígio na sua composição. Em depoimento à Justiça do Paraná, em outubro, Paulo Roberto confirmou afirmou que Cerveró recebeu propina. Cerveró negou e acusou Paulo Roberto.

Cerveró: Eu já tinha negado isso no meu depoimento. Eu posso debitar isso na conta de uma ilação do Paulo.
Paulo Roberto Costa: Não. Eu não vou fazer esse comentário aqui. Foi muito detalhado e esse depoimento está na mão do juiz, está na mão do Ministério Público.

Paulo Roberto foi questionado sobre a propina de US$ 1,5 milhão, que ele disse em depoimento sigiloso ter recebido para não atrapalhar a compra da refinaria de Pasadena. E se Cerveró também recebeu suborno, Paulo Roberto disse que os detalhes são sigilosos. “Isso está na minha delação premiada”, afirma Paulo Roberto Costa.

Em pelo menos um ponto os dois concordaram: disseram que a responsabilidade pela compra de Pasadena era de todos os integrantes do Conselho de Administração, que foi presidido por Dilma Rousseff. A presidente chegou a dizer neste ano que a compra foi uma decisão tomada com base em um parecer falho de Nestor Cerveró.

Paulo Roberto respondeu ainda sobre um e-mail, revelado pela revista “Veja”. A reportagem mostrou que Paulo Roberto escreveu em setembro de 2009 a Dilma Rousseff, então ministra da Casa Civil, alertando que o TCU havia recomendado ao Congresso a imediata paralisação de três obras da estatal. Entre elas, a Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.

“Porque esse processo estava me enojando. E eu fiz aquele alerta que nós estávamos com problema”, afirma Paulo Roberto Costa.

No fim da sessão, Paulo Roberto foi perguntado sobre os políticos que citou na delação premiada.

Enio Bacci, deputado: Eu gostaria de sair daqui premiado com a informação de quantos políticos aproximadamente foram citados na delação. O senhor poderia me dar essa alegria?

Paulo Roberto Costa: O senhor não pode me deixar em situação constrangedora, mas algumas dezenas.

Em resposta à revista “Veja”, o Palácio do Planalto declarou que, em 2009, a Casa Civil era responsável pela coordenação do Programa de Aceleração do Crescimento,  e que as devidas providências foram tomadas pra solucionar as pendências verificadas pelo TCU.

Nota da redação: Na exibição desta reportagem na TV, Arnaldo Jordy (PPS/PA) foi identificado como Arnaldo Jardim (PPS/SP). A correção foi realizada na publicação do texto no site.

 

G1

Cadeirante decide escalar escada para embarcar em avião no Paraná

cadeirante(Foto: Divulgação)
Uma empresária teve que se arrastar por 15 degraus para conseguir embarcar em um avião da Gol, na madrugada desta segunda-feira (1), na cidade de Foz do Iguaçu, no Paraná. O caso ocorreu após a companhia afirmar que não possuía no momento equipamento especial para o embarque de pessoas com deficiência. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.
Katya Hemelrijk da Silva, de 38 anos, sofre de osteogenese imperfeita, uma rara doença genética conhecida como “síndrome dos ossos de cristal”. Cadeirante, Katya seguia com o marido para São Paulo, onde moram e trabalham.
Em aeroportos que não posuem pontes de embarque, o acesso de cadeirantes deve ser feito com ajuda de cadeiras especiais que escalam os degraus da escada, ou então em elevadores especiais. Entretanto, a Gol informou que nenhum dos equipamentos estavam disponíveis e sugeriu que a passageira fosse carregada ou esperasse quatro horas para que um deles fosse levado até o local.
"Ofereceram para me carregar no colo, o que não aceitei. É uma humilhação e há risco de me machucar com gravidade, de quebrar uma perna por me pegarem de forma errada”, explicou a empresária. Katya decidiu escalar os 15 degraus. Fui me arrastando, de bumbum", completou.  
A empresária esperou os passageiros embarcarem, vestiu um calça leve e deu início à subida que durou cinco minutos. "Tenho responsabilidades como qualquer outra pessoa. Começo a trabalhar às 8h, tenho meus filhos para cuidar. Não poderia me dar ao luxo de esperar até que encontrassem uma solução”, disse.
A Gol afirmou que o equipamento de embarque especial não estava operando no momento e que tentou solicíta-lo com outras empresas, sem sucesso.
Ainda de acordo com a companhia, alternativas foram dadas à cliente, que optou por subir as escadas sem ajuda. “A Gol lamenta o ocorrido e tomará as medidas necessárias para evitar que casos como este voltem a acontecer”, disse em comunicado.

br.noticias.yahoo.com

Conflito na Síria já matou 202.354 mil pessoas desde 2011

siriaconflito(Foto: AP)
Pelo menos 202.354 pessoas morreram e mais de um milhão e meio ficaram feridas desde o início do conflito na Síria, em meados de março de 2011, informou nesta terça-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Entre as vítimas fatais, pelo menos 63.072 eram civis, dos quais 10.377 eram menores de idade e 6.603, mulheres. Do lado opositor ao regime, pelo menos 37.324 combatentes de facções rebeldes perderam a vida, entre os quais havia 2.486 desertores das forças governamentais.

Além disso, pelo menos 22.624 militantes estrangeiros de grupos jihadistas como Frente al Nusra -braço da Al Qaeda na Síria-, Estado Islâmico (EI) e Brigadas Jund al-Aqsa morreram no conflito. Entre eles, há americanos, australianos, europeus, asiáticos e árabes.

Nas fileiras do regime sírio, pelo menos 76.223 pessoas morreram: 44.237 membros das forças regulares, 29.974 milicianos civis pró-governo, 624 integrantes do grupo xiita libanês Hezbollah e 2.388 militantes de organizações xiitas estrangeiras.

A estes mortos se somam pelo menos 3.111 pessoas de identidade desconhecida.

O Observatório explicou que documentou as vítimas desde 18 de março de 2011 até 1º de dezembro.

A ONG não descartou que o número de vítimas possa ser superior porque pelo menos 80 mil pessoas teriam morrido em choques entre facções islamitas e o regime, mas devido ao secretismo das partes e da dificuldade de se chegar a determinadas zonas da Síria.

O Observatório lembrou que neste saldo não está incluído os mais de 20 mil desaparecidos em prisões do regime, nem os nove mil soldados governamentais capturados ou sequestrados por organizações armadas islamitas.

Além disso, não está incorporado à contagem quatro mil civis e rebeldes raptados pelo EI, nem os 1.500 membros de grupos islamitas, curdos e jihadistas que foram feitos prisioneiros durante os enfrentamentos entre facções na Síria.

Em 16 de outubro, o alto comissário da ONU para os direitos humanos anunciou que o número de mortos no país árabe tinha superado 200 mil desde o começo da disputa.

EFE

Stephen Hawking: Inteligência artificial pode destruir a humanidade

stephen_hawking_ia_624x351_pa

Cientista diz temer que as máquinas de inteligência artificial evoluam a ritmo muito superior ao dos humanos
Stephen Hawking, um dos mais proeminentes cientistas do mundo, disse à BBC que os esforços para criar máquinas pensantes é uma ameaça à existência humana.
"O desenvolvimento da inteligência artificial total poderia significar o fim da raça humana", afirmou.
Hawking fez a advertência ao responder uma pergunta sobre os avanços na tecnologia que ele próprio usa para se comunicar, a qual envolve uma forma básica de inteligência artificial.
O físico britânico, que sofre de esclerose lateral amiotrófica (ELA), uma doença degenerativa, está usando um novo sistema desenvolvido pela empresa Intel para se comunicar.
Especialistas da empresa britânica Swiftkey também participaram da criação do sistema. Sua tecnologia, já empregada como um aplicativo para teclados de smartphones, "aprende" a forma como Hawking pensa e sugere palavras que ele pode querer usar em seguida.
Hawking diz que as formas primitivas de inteligência artificial desenvolvidas até agora têm se mostrado muito úteis, mas ele teme eventuais consequências de se criar máquinas que sejam equivalentes ou superiores aos humanos.
Leia mais: Cientista quer converter ondas cerebrais de Hawking em palavras
"(Essas máquinas) avançariam por conta própria e se reprojetariam em ritmo sempre crescente", afirmou. "Os humanos, limitados pela evolução biológica lenta, não conseguiriam competir e seriam desbancados."
'No comando'
Nem todos os cientistas, porém, compartilham da visão negativa de Hawking sobre a inteligência artificial.
"Acredito que continuaremos no comando da tecnologia por um período razoável de tempo, e o potencial dela de resolver muitos dos problemas globais será concretizado", opinou o especialista em inteligência artificial Rollo Carpenter, criador do Cleverbot, cujo software aprende a imitar conversas humanas com crescente eficácia.
Carpenter disse que ainda estamos longe de ter o conhecimento de computação ou de algoritmos necessário para alcançar a inteligência artificial plena, mas acredita que isso acontecerá nas próximas décadas.
"Não podemos saber exatamente o que acontecerá se uma máquina superar nossa inteligência, então não sabemos se ela nos ajudará para sempre ou se nos jogará para escanteio e nos destruirá", disse Carpenter, que apesar disso vê o cenário como otimismo por acreditar que a inteligência artificial será uma força positiva.
Ao mesmo tempo, Hawking não está sozinho em seu temor.
No curto prazo, há preocupação quanto à eliminação de milhões de postos de trabalho por conta de máquinas capazes de realizar tarefas humanas; mas líderes de empresas de alta tecnologia, como Elon Musk, da fabricante de foguetes espaciais Space X, acreditam que, a longo prazo, a inteligência artificial se torne "nossa maior ameaça existencial".
Voz
Na entrevista à BBC, Hawking também alertou para os perigos da internet, citando o argumento usado por centros de inteligência britânicos de que a rede estaria se tornando "um centro de comando para terroristas".
Mas o cientista se disse entusiasta de todas as tecnologias de comunicação e espera conseguir escrever com mais rapidez usando o seu novo sistema.
Um aspecto tecnológico que não mudou no sistema é a voz robotizada que externaliza os pensamentos de Hawking. Mas o cientista diz que não faz questão de ter uma voz que soe natural.
"(A voz robótica) se tornou minha marca registrada, e não a trocaria por uma mais natural com sotaque britânico", disse. "Ouvi dizer que crianças que precisam de vozes computadorizadas querem uma igual à minha."

Rory Cellan-JonesCorrespondente de Tecnologia, BBC News

Vale avalia IPO de parte de unidade para arrecadar recurso, diz presidente


vale1Mineradora pode vender fatia de sua unidade de metais básicos. Empresa busca recursos em meio à queda do preços das commodities.


A mineradora Vale considera vender fatia de 30 a 40% da sua unidade de metais básicos por meio de uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), para arrecadar recursos para projetos importantes em meio à queda do preços das commodities. Nesta terça-feira (2), a empresa anunciou que que reduzirá o investimento anual pelo quarto ano seguido em 2015, focando recursos apenas em projetos de classe mundial em meio à queda do valor de seu principal produto.

"Não estamos considerando vender uma fatia minoritária em IPO a qualquer preço, apenas no caso de termos um preço justo", afirmou nesta terça-feira (2) o presidente da companhia, Murilo Ferreira, a investidores em Nova York.
Alguns analistas avaliaram a divisão de metais básicos em valores entre US$ 28 bilhões e US$ 35 bilhões. A decisão final sobre a oferta de ações deve ser tomada até agosto de 2015.

O executivo disse que a empresa estava em conversas com investidores e que, se o IPO for adiante, seria provável a listagem em Toronto.

As maiores empresas de mineração do mundo estão vendendo ativos não essenciais, a fim de resistir a uma era de preços mais baixos causados por um excesso da oferta e pela desaceleração do crescimento da demanda na China.

As margens de lucro da Vale têm sofrido com o preço do minério de ferro, que tende a representar cerca de 80% dos lucros da mineradora. O preço da matéria-prima do aço caiu pela metade neste ano, para cerca de US$ 70 por tonelada.

A divisão de metais básicos da Vale é composta principalmente por ativos de níquel adquiridos em 2006 através da compra da canadense Inco.

"Pode haver uma janela virtuosa por esta oportunidade", disse o diretor financeiro da Vale, Luciano Siani, referindo-se ao potencial IPO, que ele valoriza entre US$ 30 bilhões e US$ 35 bilhões.

Da Reuters

Decisão sobre reajuste de salários de parlamentares é adiada

camarafederal

A decisão sobre o reajuste dos salários dos parlamentares e de dirigentes do Executivo (presidente e vice-presidente da República e ministros de Estado) e a readequação da estrutura da Câmara, que terá novas lideranças partidárias, deverá ser tomada na próxima terça-feira, em reunião da Mesa Diretora da Câmara. O assunto foi tratado nesta terça-feira (2) em reunião, mas os dirigentes da Mesa não chegaram a um acordo e preferiram deixar a decisão para a semana que vem.
“Vou me reunir ainda com o governo e na terça-feira vamos definir como será estabelecido o reajuste dos salários do Executivo e do Legislativo. Acho que o reajuste deve ser baseado na correção da inflação dos últimos anos”, disse o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). Segundo Alves, as decisões foram adiadas para que haja mais tempo para discutir as questões.
Segundo o presidente da Câmara, após as negociações e o acordo em torno do reajuste dos salários, a Mesa da Câmara apresentará um projeto de decreto legislativo prevendo a correção dos salários de deputados, senadores, presidente e vice-presidente da República e ministros de Estado. Ele acredita que o reajuste dos salários deve levar em consideração a correção inflacionária dos últimos quatro anos, uma vez que o último reajuste foi concedido em 2010 e começou a vigorar em fevereiro de 2011.
Henrique Alves também informou que marcou para o próximo dia 10 a votação no plenário do processo de cassação do deputado André Vargas (sem partido-PR). O parlamentar responde a processo de cassação por quebra de decoro parlamentar em função do envolvimento dele com o doleiro Alberto Yousseff, preso na Operação Lava Jato, da Polícia Federal.
Na análise do processo, o Conselho de Ética aprovou a cassação do mandato de Vargas. Ele recorreu da decisão e a Comissão de Constituição e Justiça rejeitou o recurso, por entender que o Conselho de Ética cumpriu todas as normas legais ao analisar a representação contra André Vargas.

atribuna.com.br

Em manifesto contra corrupção, OAB critica prisões para forçar confissão

oab

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil considera “inadmissível que prisões provisórias se justifiquem para forçar a confissão de acusados”. Em manifesto contra a corrupção publicado nesta terça-feira (2/12), a autarquia afirmou que casos de desvio de dinheiro público devem ser investigados, mas "o combate à corrupção não legitima o atentado à liberdade".

A declaração foi anunciada depois a revista Consultor Jurídico revelar uma série de pareceres do Ministério Público Federal defendendo o uso de prisões preventivas como forma de forçar réus da operação “lava jato” a colaborar com a investigação. Para a OAB, o parecer do MPF violou "princípios básicos" do Estado democrático de Direito.

"Os postulados do devido processo legal, do direito de defesa e da presunção de inocência são valores que devem nortear a convivência civilizada em uma sociedade democrática, com a proteção do ser humano contra o uso arbitrário do poder", diz o manifesto.

O documento aproveita para defender a reforma política no país e aponta caminhos para resolver o problema, como a proibição do financiamento de campanhas por parte de empresas e a regulamentação da chamada Lei Anticorrupção (Lei 12.846/2013).

 

A corrupção é uma chaga que drena os recursos públicos que poderiam ser investidos na garantia dos direitos fundamentais. Os valores apropriados por gestores públicos e empresários subtraem verbas destinadas à saúde, à educação e aos serviços públicos essenciais. A corrupção é a negação da República. A endêmica apropriação privada dos recursos públicos, em todos os níveis de governo, é um obstáculo ao pleno desenvolvimento do Brasil como Nação moderna.

A apropriação ilícita de bens e valores públicos subsiste em nosso tempo sob a forma de fraudes em processos licitatórios e outros graves desvios em procedimentos administrativos. Nossa sociedade mais uma vez se choca, presentemente, com a divulgação dos fatos relativos às investigações de corrupção em curso no País.

Não cabe à OAB pedir a condenação ou a absolvição de acusados, nem comentar casos submetidos à apreciação judicial. Mas tem o dever institucional de declarar que o povo brasileiro exige a investigação minuciosa de todos os fatos, bem como a responsabilização civil, administrativa e criminal dos autores dos delitos apurados. Por meio da investigação profunda dos ilícitos e da responsabilização dos culpados o Brasil crescerá como Nação, deixando claro para a sociedade brasileira e a comunidade internacional nossa mais grave rejeição quanto a essas ações inescrupulosas.

Alertamos que o propósito de investigar profundamente não pode implicar a violação dos princípios básicos do Estado de Direito. É inadmissível que prisões provisórias se justifiquem para forçar a confissão de acusados. O combate à corrupção não legitima o atentado à liberdade. No Estado Democrático de Direito, em cujo cerne encontra-se o princípio da dignidade da pessoa humana, outra não pode ser a orientação.

A OAB defende o cumprimento da Constituição da República por todos os brasileiros, independentemente de condição social ou econômica. Os postulados do devido processo legal, do direito de defesa e da presunção de inocência são valores que devem nortear a convivência civilizada em uma sociedade democrática, com a proteção do ser humano contra o uso arbitrário do poder.

Além da profunda investigação dos fatos ilícitos, temos que enfrentar a tarefa de por fim aos estímulos sistêmicos à prática da corrupção, e o financiamento empresarial de campanhas eleitorais é o incentivo principal.

O Brasil necessita de uma urgente reforma política democrática e republicana. O atual sistema eleitoral torna as eleições brasileiras caríssimas. O financiamento de campanhas por empresas privadas cria uma sobreposição venenosa entre política e interesses empresariais, e precisa ser urgentemente extirpado das eleições que realizamos a cada dois anos.

A cidadania celebra a rejeição pelo Supremo Tribunal Federal do financiamento empresarial das campanhas eleitorais, por meio da manifestação já de sua maioria na Ação Direta de Inconstitucionalidade n. 4650, proposta pela OAB, pugnando pelo seu rápido julgamento.

A Ordem dos Advogados do Brasil elaborou um Plano de Combate à Corrupção contendo os pontos a seguir relacionados:

. Regulamentação da Lei 12.846, de 2013, denominada Lei Anticorrupção, que pune as empresas corruptoras.

. Fim do financiamento empresarial em candidatos e partidos políticos, bem como estabelecimento de limites para contribuições de pessoas físicas.

. Criminalização do Caixa 2 de campanha eleitoral.

. Aplicação da Lei Complementar 135, denominada Lei da Ficha Limpa, para todos os cargos públicos.

. Fortalecimento e ampliação de sistemas que façam a interligação de informações entre os órgãos responsáveis pela aplicação da lei anticorrupção e pela apuração do Caixa 2 de campanha eleitoral, a exemplo da Coordenação-Geral de Assuntos Financeiros (COAFI) e da Controladoria-Geral da União (CGU), com a inclusão do sistema financeiro, órgãos de registro de propriedade, como cartórios, Tribunais de Contas, ABIN, Receita Federal e Polícia Federal.

. Exigência do cumprimento fiel, em todos os órgãos públicos, da Lei de Transparência, proporcionando fácil acesso às informações.

. Garantia da autonomia às instituições públicas que controlam e combatem a corrupção, como a Controladoria Geral da União, dotando-as de recursos humanos qualificados, com dotação orçamentária capaz de permitir a permanente fiscalização da aplicação dos recursos públicos, estabelecendo-se o mandato de quatro anos para o Controlador Geral.

. Cumprimento da ordem cronológica no pagamento das contas públicas e fixação de critérios objetivos para as exceções previstas no artigo 5º da Lei 8.666, de 1993.

. Instituição da existência de sinais exteriores de riqueza incompatíveis com a renda e o patrimônio como causa para perda do cargo público e bloqueio dos bens.

. Redução drástica dos cargos de livre nomeação no serviço público, priorizando os servidores de carreira e concursados.

. Aprovação de projetos de leis definidores de uma profissionalização da Administração Pública, com a redução extrema dos espaços ocupados por agentes não-detentores de cargos efetivos e concursados, sendo importante incorporar, nessas iniciativas, instrumentos voltados para: a) reduzir influências corporativas indevidas; b) definição de critérios objetivos para ocupação dos postos de direção por servidores de carreira; c) limitação de tempo para o exercício dessas funções de direção por ocupantes de cargos efetivos; d) definição de “quarentenas”, sem o exercício de cargos comissionados, depois da ocupação desses espaços por servidores concursados.

. Valorização da Advocacia Pública, como instituição de Estado e não de governo, notadamente nas áreas de assessoria e consultoria jurídicas, constituindo um importantíssimo e efetivo instrumento de controle preventivo de desvios e ilícitos das mais variadas naturezas no âmbito da Administração Pública, conferindo-lhe autonomia administrativa e financeira para o regular exercício de suas funções.

. Fortalecimento do sistema de controle interno e auditoria em todos os órgãos públicos, especialmente aparelhando de forma adequada a auditoria do Sistema Único de Saúde – DENASUS.

. Estabelecimento de uma política nacional de cultura e educação, estimulando a conduta ética.

A sociedade reclama dos Poderes Legislativo e Executivo a adoção de tais medidas. A conjugação entre a apuração profunda de todos os casos de malversação de recursos públicos, a reforma política, a mobilização popular e a implantação do Plano de Combate à Corrupção resultará no aperfeiçoamento das práticas administrativas e no amadurecimento do Brasil como República democrática.

Plenário do Conselho Federal da OAB,

 

conjur.com.br


Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30