xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 25/11/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

25 novembro 2014

Máquina transforma água em combustível que pode substituir gasolina

maquinaaguaO processo usa células eletrólizadoras de óxido sólido (SOEC, na sigla em inglês) para converter eletricidade vinda de fontes renováveis – eólica ou solar – em vapor. Em seguida, o oxigênio é removido, restando apenas hidrogênio. Esse gás é usado no dióxido de carbono (CO²), que pode ser obtido naturalmente na atmosfera, ou como resíduo de outros processos de geração de energia. Isto serve para transformar o CO² em monóxido de carbono (CO).

Os gases obtidos destas reações (CO e H²) passam pelo processo Fischer-Tropsch, que é usado para a produção de hidrocarbonetos líquidos, como gasolina, querosene, gasóleo e lubrificantes.

O calor resultante disso tudo é usado para criar mais vapor, o que – segundo a Sunfire – resulta em uma taxa de eficiência de 70%. A tecnologia foi instalada em uma plataforma especial capaz de reciclar cerca de 3,2 toneladas de dióxido de carbono e produzir um barril de combustível por dia. O combustível produzido não contém impurezas e ainda não é comercializado.

O CTO da empresa, Christian von Olshausen, acredita que a plataforma prova que existe viabilidade técnica para o uso da tecnologia em escala industrial. “A Sunfire aguarda o término da burocracia regulatória para dar a seus investidores um nível satisfatório de planejamento e, assim que isso ocorrer, vamos poder comercializar esta substituição de combustíveis fósseis”, explica.

A Sunfire planeja vender os componentes da tecnologia, mas isto só deve ocorrer em 2016. As peças ainda não tem preço definido, mas a construção da plataforma de testes custou pelo menos US$ 1 milhão (R$ 2,5 milhões).

Via Cnet e Sunfire

Samsung apresenta mouse que obedece a comando dos olhos

mousesansung

Mouse da Sansung pode ser usado até
mesmo deitado (Imagem: Divulgação)

A Samsung apresentou a segunda geração do mouse EyeCan+, que funciona por meio do rastreamento do movimento ocular. O gadget facilita a vida de pessoas com deficiência, para que possam navegar pela internet usando piscadas. É possível, inclusive, escrever e editar documentos.

 

O acessório, que deve ser calibrado de acordo com cada usuário, fica posicionado logo abaixo do monitor. A calibragem só é necessária na primeira vez, já que o aparelho lembra os padrões dos olhos. O EyeCan pode ser usado tanto sentado como deitado, basta que a pessoa esteja posicionada a uma distância de 60 e 70 cm da tela.

A definição da preferências do usuário permite eescolher se a interface aparecerá no modo retangular ou redondo. Além disso, é possível incluir comandos para atalhos como “copiar”, “colar”, “selecionar tudo” e “zoom”, com base em movimentos e piscadas.

portal.comunique-se.com.br

Dívida pública recua 1,29% e fecha outubro em R$ 2,1 trilhões

dinheiroA dívida pública federal recuou 1,29% em outubro em relação a setembro, passando para R$ 2,155 trilhões, informou nesta terça-feira (25) o Tesouro Nacional. A conta representa a soma das dívidas contraídas pelo Tesouro para financiar deficits no Orçamento. Essas dívidas são bancadas principalmente pela emissão de títulos públicos.

Os resgates de títulos da dívida pública superaram em R$ 48,69 bilhões as emissões do Tesouro no mês. Os resgates somaram R$ 84,43 bilhões, enquanto as emissões do Tesouro foram de R$ 35,74 bilhões.

Do total da dívida brasileira, R$ 2,050 trilhões são negociados em real (dívida interna), e R$ 104,53 bilhões em moedas estrangeiras, principalmente dólar americano, no mercado internacional (dívida externa).

Instituições financeiras

As instituições financeiras são as maiores detentoras de títulos da dívida pública brasileira. Elas reduziram para 26,34% sua participação na dívida brasileira. Em setembro, elas detinham 28,22% dos títulos. Em seguida, estão os fundos de investimento, que detêm 20,98% da dívida pública brasileira. Em setembro, eles detinham 20,48% dos títulos.

A participação de credores estrangeiros aumentou em outubro -de 19,32% para 20,38%. É a maior participação de estrangeiros na dívida pública brasileira. Em dezembro de 2013, essa participação estava em 16,10%.

Em outubro, o Tesouro Direto -programa do governo que permite a venda de títulos públicos a pessoas físicas- foi responsável pela emissão líquida de R$ 382,96 milhões.

Por Folhapress

Aneel aprova medidas que podem atenuar aumento da energia

eletricidade3

Brasília - A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira duas medidas que podem ajudar a minimizar o aumento nos preços da energia elétrica em 2015: redução do teto de indicador de preços da eletricidade no curto prazo e alocação a distribuidoras de energia mais barata de usinas com concessões que vencem em 2015.

No caso do Preço de Liquidação das Diferenças (PLD), a Aneel reduziu o valor máximo de 822,83 reais por megawatt-hora (MWh) neste ano para 388,48 reais em 2015.

A redução deu-se, principalmente, pela mudança de usina termelétrica usada como referência para o cálculo do teto.

Em 2015, as tarifas finais de energia elétrica devem continuar pressionadas por conta da utilização de termelétricas, como forma de poupar represas de hidrelétricas.

Além disso, no próximo ano será incluído nas contas dos consumidores o repasse dos empréstimos bilionários contraídos pelas distribuidoras no sistema financeiro para cumprirem pagamentos no mercado de curto prazo deste ano.

Para o diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, a redução do PLD dá mais equilíbrio ao setor.

"O benefício é trazer uma sustentabilidade e um nível de risco mais sob controle, mais fácil de prever e de precificar", disse Rufino, lembrando que, além de reduzir o teto do PLD para 2015, a Aneel também elevou seu piso dos atuais 15,62 reais para 30,26 reais por MWh.

Questionado se a redução do valor máximo da PLD não dá um sinal de preço errado, em um momento em que o setor ainda enfrenta riscos e depende das chuvas para garantir o fornecimento de energia, Rufino disse que o valor aprovado é "intenso o suficiente para estimular o consumo racional".

Segundo ele, o teto de 388,48 reais ainda está bem acima, por exemplo, da média de custo da energia de cerca de 150 reais por MWh no mercado cativo residencial.

A outra medida aprovada nesta terça-feira que pode ajudar a amenizar a alta das tarifas de energia no ano que vem foi a definição das cotas às distribuidoras da eletricidade mais barata das usinas geradoras cujas concessões se encerram em 2015.

Essa energia, cerca de 4,5 mil MW médios ao todo, é mais barata porque deixa de remunerar os investimentos já amortizados em suas respectivas usinas.

Para definir o rateio dessa energia entre as distribuidoras, a Aneel usou critérios como a proporção do tamanho do mercado de cada empresa e a exposição delas ao mercado de curto prazo.

A agência, porém, não deu detalhes sobre como ficou a divisão das cotas entre as distribuidoras.

A Aneel decidiu excluir a usina de Jaguara, da Cemig, da divisão pois a empresa tem liminar que mantém a concessão da hidrelétrica com ela.

Rateio do Custo Térmico

Na decisão que reduziu o PLD, a Aneel acatou pedidos de empresas e agentes do setor, decidindo manter o critério atual de rateio dos custos das termelétricas que geram a um custo acima do teto, a ser pago via Encargo de Serviços do Sistema (ESS).

Com a redução do teto do PLD e a expectativa de que as térmicas continuem ligadas, houve no setor o temor de que a conta da ESS poderia se elevar em 2015.

A proposta inicial da Aneel era dividir o encargo apenas com os agentes expostos ao mercado de curto prazo, mas após críticas dos agentes do setor, principalmente durante o processo de audiência pública, a Aneel acabou voltando atrás e manteve a atual fórmula de rateio, que divide o gasto entre os consumidores.

Sobre a decisão de recuar no rateio do ESS e atender ao pleito dos agentes, Rufino disse que a Aneel entende que o assunto "não estava maduro o suficiente" para ser tratado agora, mas não descartou que eventuais mudanças sejam analisadas futuramente.

Da REUTERS

Internet já possui 3 bilhões de usuários em todo o mundo, diz relatório da ONU

interneteA União Internacional de Telecomunicações (ITU, na sigla em inglês), agência das Nações Unidas especializada em estudos sobre tecnologia da informação, divulgou nesta segunda-feira (24) seu mais recente relatório sobre o nível de conectividade no mundo, o Measuring the Information Society.

Segundo estudo, mais de 3 bilhões de pessoas no mundo já estão online, com uma taxa de crescimento no uso da internet de 6,6% a nível global em 2014. Enquanto nos países desenvolvidos o aumento foi de 8,7% no ano, em nações emergentes a participação da população na vida digital foi de 3,3%.

A pesquisa também mostra que o número de usuários conectados à internet nos últimos cinco anos (2009-2014) duplicou nos países em desenvolvimento - dois terços das pessoas online vivem nesses locais. Mesmo com 3 bilhões de usuários em todo o mundo, a agência revelou que outras 4,3 bilhões de pessoas ainda não possuem acesso à web, e que 90% desses cidadãos vivem em locais ainda não-desenvolvidos. Além disso, 2,5 bilhões de pessoas moram nos 42 países considerados menos conectados do planeta e com dificuldade de acesso à tecnologia da informação, comunicações e infraestrutura.

No início de novembro, a ITU reafirmou sua meta de fazer com que mais 1,5 bilhão de pessoas consigam acessar a rede até 2020, como parte de uma agenda de metas de conectividade global para a virada da década. Segundo o secretário-geral da instituição, Hamadoun Touré, a tecnologia permite tornar o mundo um "lugar muito melhor, em particular para aqueles que são os mais pobres e os mais marginalizados incluindo mulheres, jovens e pessoas com deficiência".

O relatório prevê ainda que a área de telefonia móvel alcançará 7 bilhões de assinaturas no final de 2014, o que corresponde quase ao total da população do planeta. No entanto, Touré afirmou que isso não significa necessariamente que todas as pessoas estejam conectadas, uma vez que muitos usuários possuem mais de uma linha telefônica.

A ITU acredita que 450 milhões de pessoas ainda vivam em locais que não possuem nenhum serviço ou cobertura móvel. Mesmo com os índices, a agência acredita que em melhorias substanciais no acesso à banda larga - em 2004, o nível internacional de desenvolvimento social de internet banda larga era de apenas 9%, chegando em 30% neste ano.

O relatório classificou os países de acordo com o Índice de Desenvolvimento de TIC. A Dinamarca lidera o ranking, seguida pela Coreia do Sul e Suécia em terceiro. O Brasil ficou na 65ª posição.

canaltech.com.b

Ex-deputado indiciado por fraude será conselheiro do TCE-MT

TCE-MT
 
A porta de entrada do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso (TCE), em Cuiabá, ficou tomada por centenas de manifestantes que reagiam, na tarde desta terça-feira, contra o nome do suplente de deputado estadual Gilmar Fabris (PSD), que tem sido cogitado para ocupar uma cadeira de fiscal do erário no TCE, por indicação da Assembleia Legislativa.

Em setembro deste ano, Fabris, que estava em campanha eleitoral, foi alvo da Polícia Federal. A casa e o escritório dele foram vasculhados na sexta etapa da Operação Ararath, que apura crimes contra o sistema financeiro e lavagem de dinheiro.

Os manifestantes cobraram no protesto uma outra forma de indicação de conselheiros para compor o Tribunal, que tem o papel fundamental de fiscalizar a utilização de dinheiro público.

Para Domingos Silva Lima, presidente da Associação dos Técnicos de Controle Público e Externo do TCE-MT (Astecompe), do jeito que está “é como colocar galinhas para vigiar galinheiro”. A Astecompe é uma das entidades que convocaram o levante. O movimento teve adesão de 15 entidades.

Antes, durante e depois de um abraço simbólico ao prédio do órgão, os manifestantes gritavam: “É ou não é piada de má-fé colocar ficha suja para julgar no TCE”. Eles vestiram uma camiseta preta pedindo que não sejam mais indicados para cadeiras deste Tribunal políticos ficha suja e que não atendam às prerrogativas constitucionais para o cargo, entre elas ser pessoa de honra ilibada e habilitada para cumprir o papel de fiscal do erário.

A discussão começou com especulações sobre a possível aposentadoria do ex-deputado estadual Humberto Bosaipo (DEM), que, por conta de problemas com a Justiça, está afastado do cargo de conselheiro. Nos bastidores, ele teria comentado que vai pedir a aposentadoria.

Para Vilson Nery, do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), com a aposentadoria, Bosaipo estaria tentando escapar de instâncias superiores, onde tramitam processos de quem tem foro privilegiado. “Se ele encerrar a carreira, perde esse benefício do foro privilegiado e os processos dele voltariam a tramitar na Justiça local”, destaca o advogado, sugerindo que em instâncias mais próximas seria mais fácil escapar das condenações. “Ele responde a 19 ações penais, é muita coisa”, ressalta.

As indicações para as sete cadeiras do TCE funcionam assim. O Governo e a Assembleia Legislativa podem indicar respectivamente três e quatro nomes. Em Mato Grosso, todas as vagas do Executivo estão ocupadas, por conselheiros ainda longe de encerrar a carreira. No caso de Fabris, a vaga seria aberta com a aposentadoria de Bosaipo e a indicação seria da AL.

Fabris se vê qualificado para ocupar a vaga e confirma que colocará o nome à disposição. Ele se diz à vontade para cumprir esse papel, mesmo sendo investigado na Ararath e respondendo a processos na Justiça. Ele também responde a uma ação popular, que questiona a construção do prédio da Assembleia Legislativa. A obra ficou paralisada na gestão dele à frente da Mesa Diretora da AL, na década de 90.

O nome dele está também entre os 11 citados na ação civil pública por ato de improbidade administrativa, proposta na última segunda-feira (24) pelo Ministério Público Estadual (MPE), com pedido de liminar, requerendo a indisponibilidade de bens de pessoas acusadas de envolvimento no esquema, conhecido como “Cartas Marcadas”. O montante do desvio, conforme o MPE, gira em torno de R$ 398 milhões.

Fabris diz não se incomodar com essa situação. Sobre o protesto, opina que os manifestantes estão certos. “Eu recebo essa reação contra meu nome com toda tranquilidade e acredito que estão corretos. Quem for para o Tribunal de Contas tem que preencher todos os requisitos mesmo. Não sei se preencho, por isso que fui levantar minha vida e estou fazendo tudo às claras. Às vezes eu preencho, às vezes não, mas vou colocar meu nome à disposição, passar pela sabatina”, assegura o suplente. “Mas olha: quanto a ser investigado, todo cidadão é investigado, alguns por razão matrimonial, outros por roubo. Se você for olhar por aí, de cada mil pessoas 999 estão nessas condições. Mas até que se prove o contrário, quem é investigado é inocente”, defende-se.

Para Vander da Silveira Melo, presidente da Associação dos Auditores Públicos e Externos do TCE, “uma pessoa investigada não tem reputação ilibada para tomar posse para ser um juiz de contas”.

O advogado Bruno Boaventura, presidente da ONG Moral, que tem foco no bom uso do dinheiro público, avalia que este foi um protesto histórico. “O pessoal se rebelou tanto que tenho até dificuldade de compreender de onde surgiu tanta gente, tantos servidores pedindo a aplicação da lei da ficha limpa no TCE”. Para ele, isso seria emblemático porque uma decisão do TCE, por ser órgão colegiado, suja a ficha de pretensos candidatos. Então, nada mais justo que também aplique a lei nas indicações.

Para Boaventura, o veto do nome de Fabris também é emblemático, porque se trata de um “político em final de carreira, altamente investigado pelo Ministério Público Federal e vários órgãos, que não representa os novos desejos de transparência e honestidade, que a sociedade vem cobrando”.

Após o ato no TCE, os manifestantes entregaram um requerimento ao presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Romoaldo Júnior (PMDB), e ao governador eleito, senador Pedro Taques (PDT).

Justiça do Trabalho de Pernambuco determina bloqueio de R$126,7 mi da Petrobras

br2

Decisão tem como objetivo garantir o pagamento de dívidas trabalhistas de mais de 4 mil trabalhadores envolvidos na construção da Rnest

 

SÃO PAULO - A Justiça do Trabalho de Ipojuca (PE) determinou nesta terça-feira o bloqueio de 126,7 milhões de reais em ativos da Petrobras para garantir o pagamento de dívidas trabalhistas de mais de 4 mil trabalhadores envolvidos na construção da Refinaria do Nordeste (RNEST), localizada no Estado.

Foi a segunda decisão da Justiça do Trabalho desfavorável à Petrobras nesta semana. Na segunda-feira, a juíza de São Jerônimo (RS) determinou o bloqueio de até 30 milhões de reais da Iesa Óleo & Gás S/A e do consórcio Tupi, integrado pela estatal, após na semana passada a petroleira rescindir um contrato com um estaleiro na região.

A decisão desta terça-feira, da juíza Josimar Mendes, da 1ª Vara do Trabalho em Ipojuca, atende a uma ação movida pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem em Geral do Estado de Pernambuco.

A estimativa é de que o valor das rescisões de contrato dos trabalhadores superem os 80 milhões de reais.

De acordo com nota publicada no site do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região, o bloqueio deve ser realizado ainda nesta semana.

Além da estatal, dois consórcios e três empresas também estão envolvidos no processo.

Procurada, a Petrobras não se manifestou inicialmente sobre a decisão de primeira instância.

Os funcionários envolvidos na construção de algumas unidades da refinaria cruzaram os braços por falta de pagamento em mais um capítulo polêmico envolvendo a obra, que custou cerca de 18,5 bilhões de dólares, um valor bem acima do orçado inicialmente.

A Petrobras informou anteriormente que a paralisação dos trabalhadores não deve alterar a entrada em operação da refinaria, que está prestes a produzir combustíveis.

IESA

Já a rescisão do contrato com a Iesa, no Rio Grande do Sul, pode levar a demissão de cerca de mil trabalhadores.

A Iesa, investigada pela operação Lava Jato, da Polícia Federal, foi notificada da decisão judicial nesta terça-feira, informou o site do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região.

No sábado, atendendo a pedido do Ministério Público do Trabalho, a juíza Lila Paula Flores França ordenou que os trabalhadores fossem colocados em licença remunerada, até que haja negociação com o sindicato da categoria sobre a dispensa em massa.

O objetivo do bloqueio de bens, segundo a Justiça, visa garantir a quitação das verbas rescisórias dos trabalhadores.

A juíza ordenou ainda o sequestro de bens existentes no pátio da Iesa, especialmente os compressores da Petrobras, avaliados em 73,4 milhões de reais, segundo informação publicada no site da Justiça.

(Reportagem de Eduardo Simões)

Reuters

Dois soldados colombianos são libertados pelas Farc



farc
Representantes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) disseram hoje, dia 25, que o grupo "focará seus esforços" na libertação do general Rubén Dário Alzáte após entregar dois soldados, César Rivera e Jonathan Andrés Díaz, "sãos e salvos" nesta terça-feira.   

"Os dois soldados foram entregues de forma segura a uma delegação composta por representantes dos países mediadores do processo de paz, Cuba e Noruega, e da missão humanitária do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV)", acrescentaram, em comunicado.   

O sequestro ocorreu quando Darío, assim como o oficial Jorge Contreras Rodríguez e a advogada Gloria Urrego, estava indo de barco para uma área a 15 quilômetros de Quibdó, capital de Chocó, de acordo com informações do ministro de Defesa, Juan Carlos Pinzón.

Darío comanda a unidade especial "Titan" (que atua contra o grupo). Após o episódio, o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, anunciou a suspensão das negociações de paz com a guerrilha.

Agência ANSA

Assembleia Legislativa aprova aposentadoria aos deputados gaúchos

assembleiarsOs deputados do Rio Grande do Sul terão direito a aposentadoria quando tiverem 35 anos de mandato e 60 anos de idade com o salário integral do cargo. É o que prevê o projeto de lei aprovado na sessão de hoje, 25. A matéria que cria um plano de previdência aos parlamentares da casa foi proposta pela Mesa Diretora.

O texto prevê que os deputados vão contribuir com 13,25% sobre os salários de R$ 20 mil e o legislativo colocará mais 26,5% para a aposentadoria. Atualmente, os deputados contribuem para o INSS.

Pelo texto, para fins de contagem de tempo de exercício de mandato é facultada ao segurado a averbação do tempo correspondente aos mandatos eletivos municipais, estaduais ou federais. O pagamento de aposentadoria proporcional e pensão a dependentes também estão previstos. O valor do impacto depende de quantos futuros inativos e pensionistas a Casa terá. O Deputado Estadual ou suplente que assim o requerer, no prazo de 30 dias do início do exercício do mandato, participará do Plano de Seguridade Social dos Parlamentares, fazendo jus à aposentadoria.

folhadomate.com

País reduz diferenças entre IDH de regiões metropolitanas

metropole

O país reduziu a desigualdade do IDHM (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal) entre as suas 16 regiões metropolitanas de 2000 a 2010.

A conclusão é do Atlas do Desenvolvimento Humano, lançado nesta terça-feira (25) pelo PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) e a Fundação João Pinheiro. O Atlas leva em conta dados do Censos Demográficos de 2000 e 2010, do IBGE.

Segundo os dados, a Grande São Paulo obteve o melhor desempenho, em 2010, repetindo o posto no ranking de 2000. Na última colocação entre as regiões, está Manaus. A região metropolitana era a última colocada também em 2000.

Manaus obteve índice de 0,72 (numa escala de 0 a 1). No entanto, coube à região, o maior avanço nesse índice, em uma década, com uma melhora de 23%.

Outros índices demonstram a desigualdade na região metropolitana da cidade. A renda média dos bairros mais ricos, por exemplo, é 47 vezes maior que a de bairros mais carente.

Bruno Kelly - 6.jan.2012/'A Crítica'

Região de metropolitana de Manaus teve o pior Índice de Desenvolvimento Humano

Já o maior IDHM é da Grande São Paulo, com 0,794. A variação do índice em uma década foi de 11,2%.

Em segundo lugar, ficou o Distrito Federal e a Região do Entorno, com índice de 0,792.

Segundo os dados, as capitais das regiões metropolitanas tiveram melhora inferior de seus índices, em comparação com os municípios que as circundam.

Levando em conta índices sobre educação, renda e longevidade, o estudo avaliou as regiões metropolitanas de Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Distrito Federal, Fortaleza (CE), Goiânia GO), Manaus (AM), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São Luís (MA), São Paulo (SP) e Vitória (ES).

O relatório é uma extensão do estudo similar divulgado em 2013 sobre o IDH dos 5.565 municípios brasileiros.

Na apresentação do relatório, o Representante-Residente do PNUD no Brasil, Jorge Chediek, destacou a redução da desigualdade. "Os avanços no Índice de Desenvolvimento Municipal dos municípios mostraram
que o Brasil trilhou um caminho certo nas últimas duas décadas. Em 1991, o Brasil era um país de Muito Baixo Desenvolvimento Humano. Já em 2010, passou a ser de Alto Desenvolvimento Humano".

Pelos dados, nenhuma das 16 regiões metropolitanas apresentou, em 2010, áreas com IDHM classificado como muito baixo. Em 2000, segundo Chediek, "havia uma profusão de recortes urbanos nas faixas de desenvolvimento humano mais baixas".

Fernando Donasci/Folhapress

Região metropolitana de São Paulo, pela segunda vez, consegue o maior IDHM entre as regiões metropolitanas do país

Grande SP, pela segunda vez, consegue o maior IDHM entre as regiões metropolitanas do país

EDUCAÇÃO, RENDA E LONGEVIDADE

Analisados individualmente, o quesito educação foi o que mais avançou em todas as regiões metropolitanas do país.

O melhor desempenho neste tema foi a região metropolitana de São Luís, com 0,737. A taxa está logo a frente da Grande São Paulo.

Já o pior desempenho é de Manaus. Por lá, nas áreas com melhor desempenho, o percentual de pessoas de 18 ou mais anos de idade com ensino fundamental completo varia de 91% a 96%; já nas áreas com o pior desempenho, a variação fica entre 21% e 37%.

No quesito renda, os extremos ficaram com o DF e o Entorno (0,826), na melhor posição, e Fortaleza (0,716), em último lugar.

A região metropolitana de São Luís obteve um crescimento de 58,3% nesta dimensão, enquanto em São Paulo, houve crescimento de 22,9%.

Já quanto à longevidade, em 2010, o melhor índice ficou com o Distrito Federal e a Região do entorno, com 0,857. São Luís teve o pior índice, 0,809.

O estudo ressalta também a redução da disparidade entre a esperança de vida ao nascer das melhores e piores regiões metropolitanas. Em 2000, essa diferença era de 4,82 anos. Isso foi reduzido para 2,9 anos, em 2010.

Editoria de Arte/Folhapress

Papa Francisco admite conversações com "Estado Islâmico"

papa-francisco-130525

 

O papa condenou duramente as acções terroristas, mas advertiu também contra o "terrorismo de Estado" que toma essas acções como pretexto. No regresso do Parlamento Europeu, Francisco admitiu que possam ser necessárias conversações com o "Estado Islâmico".

Es ist ein überraschender Vorstoß: Papst Franziskus hält Gespräche mit Terrormilizen wie dem "Islamischen Staat" (IS) trotz deren Bluttaten für möglich. "Ich gehe immer davon aus, dass man nie aufgeben soll. Vielleicht kann man in der Tat keinen Dialog führen, aber dennoch darf man nie die Tür zum Gespräch verschließen", sagte der Argentinier laut Radio Vatikan während seines Rückflugs aus Straßburg. Dort hatte er vor dem Europaparlament und dem Europarat gesprochen.
Em declarações recolhidas pela Rádio Vaticano, o papa afirmou que "qualquer Estado, por si próprio, julga ter o direito de massacrar os terroristas, e com os terroristas caem também os que estão inocentes. E esta é uma anarquia a alto nível, que é muito perigosa".
E acrescentou: "Deve-se lutar contra o terrorismo, mas repito o que disse na viagem anterior: quando se tem de travar o agressor injusto, tem-se de fazê-lo com o consenso internacional".
Quanto à possibilidade de encontrar soluções políticas, e não estritamente militares, no Médio Oriente, disse o papa: "Eu nunca dou uma coisa como perdida: nunca. Talvez não se possa ter um diálogo [com o 'Estado Islâmico'], mas nunca se deve fechar a porta. É difícil, poderá dizer-se 'quase impossível', mas a porta [deve estar] sempre aberta".
O papa lembrou ainda que a paz não é violada apenas nos conflitos armados, "mas também pelo tráfico de seres humanos", um novo tipo de escravatura. E explicou que "a escravatura é uma realidade inserida no tecido social de hoje, mas já há tempos! O trabalho escravo, o tráfico de pessoas, o comércio de crianças - é um drama. Não fechamos os olhos diante disto. A escravatura, hoje, é uma realidade; tal como a exploração das pessoas".

Alessandro Bianchi, Reuters

Ataques aéreos do governo matam 63 no nordeste da Síria, denuncia grupo

ataquesaeriosBEIRUTE (Reuters) - Pelo menos 63 pessoas, metade delas civis, foram mortas quando aviões de guerra sírios atingiram a cidade nordestina de Raqqa nesta terça-feira, de acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, que monitora a guerra na Síria.

Funcionários do governo sírio não estavam imediatamente disponíveis para comentar o assunto.

Rami Abdulrahman, que dirige o observatório sediado na Grã-Bretanha, disse que 10 aviões de guerra atingiram pelo menos 10 vezes Raqqa, um reduto do grupo radical Estado Islâmico.

"A maioria dos ataques foi na parte oriental da cidade", disse Abdulrahman, citando moradores e ativistas locais. "Pelo menos 36 dos mortos são civis. Quanto ao resto, não temos certeza ainda se eram combatentes."

O Estado Islâmico, que tomou grandes extensões de território no Iraque e na Síria, expulsou as últimas forças do governo sírio para fora da província de Raqqa no fim de agosto. Seus combatentes apreenderam uma base aérea, capturaram e depois executaram dezenas de soldados sírios.

Raqqa tem sido alvo de vários ataques aéreos conduzidos por uma coalizão liderada pelos Estados Unidos que pretende enfraquecer e destruir o grupo no Iraque e na Síria. Uma autoridade dos EUA disse que a coalizão não atacou Raqqa nas últimas 24 horas.

Um combatente do Estado Islâmico na província confirmou que o governo realizou os ataques aéreos que, segundo ele, mataram pelo menos 70 pessoas.

A Força Aérea síria tem aumentado seus ataques em toda a Síria desde que a coalizão liderada pelos EUA começou a atacar as posições do Estado Islâmico dentro da Síria em setembro.

Analistas dizem que o Exército sírio pode estar querendo enfraquecer os grupos rebeldes antes que comecem a receber treinamento e equipamentos prometidos pelos EUA.

(Por Mariam Karouny, com reportagem adicional de Phillip Stewart)

Em Barbalha: Usina Cariri inicia os trabalhos de reativação

Fonte: “Diário do Nordeste”, 25-11-2014 (Texto e Foto: Elizângela Santos)
A antiga Usina Manoel Costa Filho recebeu, ontem, um novo CNPJ. Cerca de 30 pessoas já estão atuando no local
Barbalha. A Usina Manoel Costa Filho, deste Município, passa a ser oficialmente Usina Cariri, a partir desta segunda-feira. Com novo CNPJ, foi realizada na própria agroindústria, na manhã de ontem, solenidade para formalização da nova empresa e abertura dos trabalhos no local. A reunião contou com a presença de representantes do setor canavieiro do Cariri e instituições agrárias, empresários, além da administração local, agentes financiadores, ex-funcionários e governo do Estado. A previsão de investimentos para os próximos cinco anos no local, é de R$ 176 milhões, e deverão ser gerados, com a reativação do setor, 1.200 empregos diretos, e cerca de 2.500 indiretos.
Há mais de duas semanas, foram iniciados os serviços de limpeza no local e o maquinário começaram a ser recuperados, além e novas máquinas que serão adquiridas. Conforme os engenheiros da usina, inicialmente haverá um investimento de cerca de R$ 34, 5 milhões, incluindo renovação e recuperação de maquinários.
Já estão prestando serviço no local cerca de 30 pessoas e até o final do ano serão 100 trabalhadores contratados. A Usina Manoel Costa Filho, adquirida no ano passado pela Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), por meio de leilão, por R$ 15,4 milhões, até poucos meses estava sendo negociada com diversos interessados e o grupo atual, formado por empresários de um consórcio de seis empresas, com atuação na Ásia, América Latina e Europa, foi o que mais avançou em termos de negociações, fechando um contrato em regime de comodato, por quatro meses com a Adece, inicialmente.
A assinatura do novo CNPJ ocorreu na sede da própria usina, que desde 2004 se encontra desativada. Junto com o declínio da empresa, houve também uma queda praticamente total do cultivo da cana-de-açúcar na região, com fechamento de quase todos os engenhos, dos poucos que ainda restavam. A expectativa é de que a usina volte a funcionar ainda no ano que vem, provavelmente no segundo semestre, aproveitando a partir de agora as articulações com produtores para iniciar o cultivo da matéria-prima.
Cana-de-açúcar
O engenheiro responsável pela recuperação da agroindústria, Jader Bezerra, da OTS, disse que a preocupação agora é com a cana-de-açúcar, que deve iniciar o cultivo em larga escala em de maio de 2015. Ele ainda ressaltou que até o final do ano serão mais 70 contratações, e que até o final do prazo estabelecido, será apresentada a usina em pleno funcionamento, até no máximo em 2016.
De acordo com o gerente geral da Usina Cariri, o engenheiro Henri Paulo, a mão-de-obra será basicamente de Barbalha e municípios vizinhos. O prefeito de Barbalha, José Leite, destacou a importância da reativação da agroindústria e ressaltou a geração de emprego e renda que será proporcionada na cidade.
O presidente do Instituto Agropolos, Leonildo Peixoto, disse que o principal impacto é do ponto de vista econômico para a região. "O Cariri tem a tradição da cultura canavieira e, essa parceria do Governo do Estado com a iniciativa privada, com empresários que já trabalham com o segmento açucareiro e produção do etanol, é importante para que o segmento gere novas oportunidades no fortalecimento de toda produção local", afirma.
O gerente Operacional da nova usina Cariri, o engenheiro Marco Henrique, disse que será um desafio grande, mas está sendo feito um trabalho de engenharia e que pretende estar com o empreendimento totalmente pronto para teste em maio de 2015, e entrar para moagem oficialmente em 2016. Conforme disse, o principal objetivo desse empreendimento é a geração de empregos. Há um mês que os trabalhos de operação começaram, para delineamento e planejamento.
Relevância
O representante da Adece, Cláudio Filomeno, disse que a atividade canavieira sempre foi importante para o Cariri, e quando a usina estava em atividade, chegou a representar 4% do Produto Interno Bruto de (PIB) no Ceará. Já o diretor comercial da Usina Cariri, Henrique Paulo, destacou a viabilidade do setor.
"Os investimentos serão feitos a partir deste momento e alguns equipamentos serão trocados por equipamento modernos. Isso justifica o investimento de mais de R$ 170 milhões em novas máquinas e tecnologia, caminhões modernos e apoio técnico no campo para os agricultores, para se chegar a um padrão de moagem da nova Usina Cariri", explica.
Elizângela Santos
Colaboradora

Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30