xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 24/11/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

24 novembro 2014

Secretário de Defesa dos Estados Unidos vai deixar o cargo

secretariodefesausa
Chuck Hagel era o único representante do Partido Republicano no
primeiro escalão do governo Obama, que é democrata.

O secretário de Defesa dos Estados Unidos vai deixar o cargo. Chuck Hagel era o único representante do Partido Republicano no primeiro escalão do governo Obama, que é democrata. Analistas atribuem a renúncia a mudanças na política externa americana, especialmente no combate aos terroristas do grupo Estado Islâmico e do Talibã. Hagel vai permanecer no posto até que o Senado aprove o nome do sucessor, que ainda não foi anunciado.

G1

Israelenses e palestinos devem retomar acordos, diz Moon


O secretário-geral da ONU sugeriu ainda que os dois povos se afastem "do precipício"

moon
"O ciclo sem sentido de destruição deve terminar. O círculo virtuoso de paz deve começar", anunciou Ban Ki-moon

Foto: Joshua Roberts / Reuters

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, instou nesta segunda-feira a israelense se palestinos para "se afastar do precipício" e retomar as negociações de paz antes que o tempo se esgote.

"Os povos israelense e palestino enfrentam um destino compartilhado em uma terra compartilhada. Um não apaga o outro", disse Ban a um comitê da ONU, dedicado aos direitos dos palestinos.

O secretário-geral pediu "às partes que se distanciem do precipício e encontrem o caminho da paz antes que a esperança e o tempo se esgotem".

Seus comentários refletem o alarme internacional com a onda de violência em Jerusalém e o ponto morto das conversações de paz, que fazem temer um novo surto de violência em Gaza, como o da recente guerra, que durou 50 dias.

A falta de paz ocorre juntamente com a campanha israelense de construção de assentamentos em território ocupado e frustram a meta das Nações Unidas de uma solução com dois Estados: o de Israel e um novo Estado palestino.
Diante da falta de uma solução política, governos e parlamentares europeus estão reconhecendo o Estado palestino. A Assembleia Nacional da França discutirá uma resolução sobre o caso na sexta-feira, a qual votará em 2 de dezembro.

"Nós, assim como a comunidade internacional, devemos assumir a responsabilidade pelo que é uma decisão coletiva para avançar para uma solução política para o conflito israelense-palestino", disse Ban.

"O ciclo sem sentido de destruição deve terminar. O círculo virtuoso de paz deve começar", assegurou.

Terra

'Mulheres e homens não devem ser tratados como iguais', diz premiê turco

erdogan_624x351_epa

Declarações de Recep Erdogan ocorreram em conferência para mulheres; primeiro-ministro está há 11 anos no poder

O primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou nesta segunda-feira que as mulheres não podem ser tratadas iguais aos homens, e acusou as feministas de rejeitar a maternidade.

"Você não pode colocar mulheres e homens em pé de igualdade", afirmou ele em Istambul. "É contra a natureza", acrescentou.

Ironicamente, as declarações de Erdogan foram feitas em uma conferência para mulheres.

O premiê turco afirmou ainda que as feministas não reconheciam a importância da maternidade no Islã.

Na avaliação de turcos mais seculares, as políticas sociais do governo estão levando o país “a uma direção perigosa”.

Essa não é a primeira declaração polêmica de Erdogan sobre o assunto. O premiê turco já havia instado as mulheres a ter três filhos, além de fazer duras críticas contra o aborto e a cesárea.

'Natureza delicada'

"No ambiente de trabalho, você não pode tratar um homem e uma mulher grávida da mesma maneira", afirmou Erdogan, segundo a agência de notícias estatalAnatolia.

Segundo o premiê, as mulheres não poderiam desempenhar o trabalho feito pelos homens, por causa de sua "natureza delicada".

"Nossa religião vê a maternidade com muito respeito", afirmou ele. "As feministas não entendem isso, elas rejeitam a maternidade".

Na opinião de Erdogan, as mulheres precisariam de mais respeito do que igualdade.

O premiê turco acrescentou ainda que a Justiça era a única solução para os problemas do mundo – incluindo racismo, antissemitismo e problemas envolvendo mulheres.

Conhecido pelas declarações polêmicas, Erdogan afirmou, no início deste mês, que os muçulmanos haviam descoberto as Américas mais de 300 anos antes do navegador italiano Cristóvão Colombo.

Há 11 anos como primeiro-ministro da Turquia, ele ganhou um papel fundamental no jogo político regional.

No entanto, sua popularidade foi atingida fortemente por causa da crise na Síria e por acusações de autoritarismo.

 

bbc.co.uk

Cientistas descrevem molécula capaz de melhorar dispositivos de memória flash

USBLondres, 19 nov (EFE).- Um estudo publicado nesta quarta-feira na revista "Nature" descreve uma nova molécula que pode melhorar os dispositivos de memória flash utilizados em smartphones, cartões de memória e câmeras de vídeo, entre outros aparelhos.

As memórias flash são um extenso meio de armazenamento digital que pode ser apagado e reprogramado eletronicamente com uma só ação.

"Nosso trabalho tem como objetivo melhorar o número de bits por cada célula para aumentar a capacidade total da memória flash, assim como a confiabilidade e os consumos de energia", explicou à Agência Efe a espanhola Laia Vilà, cientista da Universidade de Glasgow, que participou do estudo.

A nova molécula pode ter uma implementação prática na escala nanométrica ao se reduzir o tamanho das células que armazenam a informação nas memórias flash.

Os pesquisadores utilizam moléculas individuais para substituir as peças de armazenamento habituais nas memórias.

Segundo os autores, o trabalho "apresenta o uso dos polioxometalatos (óxido de tungsténio) como candidatos viáveis, confiáveis e compatíveis em dispositivos de memória".

"O desenvolvimento da tecnologia das memórias flash é importante em eletrônica de consumo. Temos que conseguir uma maior capacidade de armazenamento, aumentar sua confiabilidade e sua segurança", afirmaram os autores da pesquisa.

EFE

Rússia perderá US$ 40 bi por sanções do Ocidente

Putin-size-598
País também poderá perder US$ 100 bi por queda dos preços do petróleo, já que metade da arrecadação do governo é impulsionada pela commodity
Presidente Vladimir Putin: sanções do Ocidente deixaram economia russa à beira de uma recessão (Ivan Sekretarev/Pool/Reuters)

A Rússia poderá perder cerca de 140 bilhões de dólares por ano por causa das sanções impostas pelo Ocidente e pela queda dos preços do petróleo, afirmou o ministro russo das Finanças, Anton Siluanov, em entrevista à agência de notícias TASS. "Perdemos quase 40 bilhões de dólares ao ano por causa das sanções geopolíticas e podemos perder entre 90 e 100 bilhões de dólares anuais pela queda de 30% dos preços do petróleo", afirmou.

A Rússia é alvo de uma série de sanções econômicas do Ocidente por causa da postura do país em relação ao conflito com a Ucrânia. Com isso, o país ficou à beira de uma recessão, pressionada pela desvalorização do rublo, que perdeu um terço do valor ante o euro desde o início do ano. O crescimento desacelerou para uma taxa anual de 0,7% no terceiro trimestre ante 0,8% no segundo trimestre, de acordo com o instituto federal de estatísticas Rosstat. O envolvimento em conflitos na Ucrânia também provocou uma fuga em massa de capitais, calculada em 128 bilhões de dólares em 2014.

Petróleo - O governo russo, cuja metade da arrecadação depende do petróleo, ainda tem sido afetado pela queda dos preços da commodity. Na semana passada, a cotação do barril ficou abaixo de 80 dólares em Londres pela primeira vez em quatro anos.

(Com agência France-Presse)

Veja

Investe Nordeste vai reunir empresários e investidores interessados em empreender na região


investnordest
Começa nesta terça-feira (25) o fórum internacional Investe Nordeste, no Centro de Convenções de Pernambuco. O evento pretende fomentar negócios entre empresas nacionais e estrangeiras em diversas áreas da economia, promovendo rodadas e encontros com empreendedores interessados em investir na Região Nordeste.

Dos encontros que acontecem até o dia 26 de novembro também são esperadas oportunidades de abertura de novos mercados para as empresas brasileiras no exterior.

Entre os setores econômicos que estarão representados na feira estão Petróleo & Gás, Construção, Infraestrutura, Energia, Automóveis, Moldes, Tecnologia da Informação, Transportes, Logística, Portos, Recrutamento (mão de obra especializada), Saúde, Mobilidade Urbana, Alimentos e Bebidas, Telecomunicações, Saneamento, Tratamento de Resíduos, Ambiente, Ensino/Universidades, Turismo, Hotelaria e Imobiliária.

Mais informações podem ser obtidas no site do evento.

 

 

Diario de Pernambuco

Diretor entrega notas de pagamentos de R$ 8,8 mi a suposto operador


Dinheiro seria propina para manutenção de contratos na Petrobras, diz defesa.
Pagamento foi feito a empresário que teria ligações com diretoria da estatal.

galvaoCópia de uma das notas apresentadas pelo dirigente da Galvão Engenharia como comprovante de pagamento de propina ao esquema de corrupção que atuava na Petrobras (Foto: Reprodução)

A defesa de Erton Medeiros Fonseca, diretor da Galvão Engenharia preso pela Operação Lava Jato, enviou à Polícia Federal (PF) nesta segunda-feira (24) comprovantes de pagamentos de R$ 8.863.000 referentes a uma suposta propina repassada pela construtora ao esquema de corrupção que atuava na Petrobras.

Segundo os advogados de Fonseca, os pagamentos foram feitos ao empresário Shinko Nakandakari – apontado pelo dirigente da Galvão Engenharia como operador da Diretoria de Serviços da Petrobras, à época comandada por Renato Duque –, para evitar que a empreiteira fosse prejudicada em contratos que mantinha com a estatal do petróleo.

O documento anexado ao processo da Lava Jato pela defesa de Fonseca mostra que a Galvão Engenharia efetuou 20 transferências para a LFSN Consultoria, nas contas de Luis Fernando Sendai Nakandakari e Juliana Sendai Nakandakari, sócios da empresa. Os repasses foram feitos entre 8 de janeiro de 2010 e 25 de junho de 2014.

À frente da defesa do diretor da Galvão Engenharia, o advogado Pedro Henrique Xavier disse aoG1 na última terça (18) que seu cliente admitiu aos delegados federais ter pago suborno para executar contratos com a petroleira. Na ocasião, Xavier não havia revelado para qual diretoria da Petrobras a propina era paga.

 

No documento enviado nesta segunda-feira à Polícia Federal, os advogados voltam a ressaltar que Fonseca pagou propina sob a "efetiva ameaça de retaliação das contratações que a Galvão Engenharia S/A tinha com a Petrobras".

Ainda de acordo com o criminalista, seu cliente afirmou durante depoimento à PF que o ex-deputado José Janene (PR), antigo líder da bancada do PP, afirmou que a Galvão Engenharia seria prejudicada em contratos firmados com a estatal caso não pagasse o suborno. Janene era um dos réus do processo do mensalão do PT no Supremo Tribunal Federal, porém, não chegou a ser condenado porque morreu em 2010, antes de o julgamento ser realizado.

Em nota enviada ao G1, a assessoria do Partido Progressista disse que o partido "não tem conhecimento oficial do teor dos depoimentos, mas está à disposição das autoridades para colaborar com as investigações."

'Grupo A'
Em outra petição encaminhada nesta segunda-feira à Polícia Federal, a defesa de Erton Fonseca reafirmou que a Galvão Engenharia não participou de "qualquer conluio, cartel ou combinação envolvendo procedimentos licitatórios da Petrobrás".

De acordo com os advogados, a empreiteira chegou a integrar o chamado "grupo A", que reunia empresas bem avaliadas em um ranking elaborado pela própria Petrobras para classificar suas fornecedoras de serviços de engenharia. Conforme o defensor, de uma hora para outra, a empresa deixou de receber, "sem motivo aparente", cartas-convite de inúmeros processos licitatóriso para os quais estava apta e tecnicamente capacitada a enviar propostas".

Entre 2006 e 2014, ressaltou a defesa, a Galvão Engenharia enviou mensagens e requerimentos à Petrobras solicitando sua inclusão nos processos licitatórios de obras da petroleira, já que "não havia razões técnicas para que fosse impedida de apresentar propostas".

"Caso a Galvão Engenharia S/A integrasse qualquer esquema ou combinação nos processos licitatórios, não precisaria repetidamente requerer à Petrobrás que fosse convidada para participar dos certames mesmo estando tecnicamente habilitada para tanto, nem reforçar a todo tempo que possuía condições de realizar as obras em preço competitivo", alega a defesa.

Acareação
A petição anexada nesta segunda-feira ao processo da Lava Jato destaca que o executivo da Galvão Engenharia aceita se submeter a uma acareação com o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa e com o doleiro Alberto Youssef, ambos presos pela operação Lava Jato sob a acusação de integrarem a organização criminosa que tinha tentáculos na estatal. Os dois admitiram à Justiça que eram os operadores da suposta cota do PP no esquema de corrupção.

A defesa de Fonseca alega que o fato de o diretor da empreiteira se colocar à disposição da Justiça demonstra que ele foi "vítima" de crimes praticados pelos dirigentes da petroleira.

 

Duque
Em depoimento prestado à PF, Renato Duque, que está preso preventivamente na Superintendência da PF em Curitiba, negou ter participado ou ter tido conhecimento de qualquer esquema de propina na Petrobras.

O ex-diretor também negou ter conhecimento de que Pedro Barusco, gerente da estatal subordinado a ele, tivesse recebido propina ou mesmo que mantivesse contas bancárias no exterior. Barusco assinou um acordo de delação premiada no qual se compromete a devolver cerca de US$ 100 milhões aos cofres públicos.

O G1 tentou contato com o advogado Alexandre Oliveira, que coordena a defesa de Renato Duque, mas ele não atendeu às ligações.

* Colaborou o G1, em Brasília

Fernando Castro*Do G1 PR

Comissão de Orçamento inicia reunião para votar projeto do superávit

cmo

BRASÍLIA (Reuters) - A Comissão Mista de Orçamento (CMO) iniciou reunião na noite desta segunda-feira para votação do projeto que amplia os descontos para o cálculo da meta do superávit primário.

A intenção, segundo o líder do governo na Câmara dos Deputados, Henrique Fontana (PT-RS), é votar a proposta nesta segunda na comissão e já levá-la ao plenário do Congresso Nacional, que tem sessão prevista para a tarde da terça-feira, para que seja votada após a análise de dezenas de vetos.

Outro líder da base aliada já avalia como pequena a probabilidade de votação do projeto na terça-feira no Congresso, uma vez que a pauta está trancada por dezenas de vetos presidenciais. A oposição exige a votação nominal e individualmente, mas ainda não há acordo sobre procedimento da análise dos vetos.

A abertura da sessão ocorre após uma grande mobilização do governo, que pediu dedicação total de integrantes da comissão e suplentes e conseguiu garantir quórum suficiente para a reunião em plena segunda-feira, dia normalmente vazio no Parlamento.

A oposição já se comprometeu a não obstruir os trabalhos na CMO, mas promete alongar a discussão dos vetos presidenciais.

"O jogo pesado é amanhã. Hoje vai ser o jogo treino, o aquecimento", disse o líder do DEM na Câmara, Mendonça Filho (PE).

Se aprovado, na prática, o projeto desobriga o Executivo de realizar um superávit.

De janeiro a setembro, o resultado primário do setor público consolidado --governo central, Estados, municípios e estatais-- ficou negativo em 15,3 bilhões de reais, o primeiro na série histórica do Banco Central, iniciada em 2002. [nL2N0T126J]

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

 

Reuters

Órgão regulador dos EUA faz investigação sobre a Petrobras

lavajato
SEC solicitou documentos à empresa brasileira na última sexta-feira (21).
Informações foram solicitadas porque estatal negocia ações em Nova York.

 

A Securities and Exchange Commission (SEC) socilitou na última sexta-feira (21) à Petrobras documentos relativos a uma investigação que o órgão está fazendo sobre a empresa brasileira, informou a estatal nesta segunda-feira (24). A SEC é o órgão que regula o mercado de capitais nos Estados Unidos e que, no Brasil, seria correspondente à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).
A Petrobras tem ações negociadas nos mercados de Nova York, o que justifica o interesse dos EUA nas denúncias.
Em comunicado, a empresa informou que os documentos serão enviados "após um trabalho conjunto com o escritório nacional Trench, Rossi e Watanabe Advogados e com o norte-americano Gibson, Dunn & Crutcher, já contratados pela Petrobras para fazer uma investigação interna independente".
"A Petrobras reitera o seu compromisso de atender as autoridades públicas americanas com o mesmo empenho que vem atendendo as autoridades públicas brasileiras", finaliza o texto.
A estatal não informou quais documentos a SEC pediu.

No dia 10 de novembro, o jornal britânico “Financial Times” informou que o Departamento de Justiça dos Estados Unidos abriu uma investigação criminal contra a Petrobras por conta das denúncias de corrupção na companhia. De acordo com a reportagem, as autoridades dos Estados Unidos estão investigando se a estatal ou funcionários da empresa receberam propina.  O jornal diz que as autoridades dos EUA querem saber se a Petrobras, seus funcionários ou intermediários violaram o Ato de Práticas Corruptas Estrangeiras, um estatuto anti-corrupção que considera ilegal subornar oficiais estrangeiros para conseguir ou manter negócios.
A Reuters também noticiou que o órgão norte-americano realiza investigação sobre a petroleira. As atividades da Petrobras estão sendo investigadas por uma unidade do Departamento de Justiça dos EUA que analisa potenciais violações à legislação do país contra corrupção no exterior, informou a agência.

Denúncias
A Petrobras está no centro das investigações da operação Lava-Jato, da Polícia Federal. O esquema, segundo a PF, foi usado para lavagem de dinheiro e evasão de divisas que, segundo as autoridades policiais, e movimentou cerca de R$ 10 bilhões. De acordo com a PF, as investigações identificaram um grupo brasileiro especializado no mercado clandestino de câmbio.
Os principais contratos sob suspeita são a compra da refinaria de Pasadena, nos EUA, que teria servido para abastecer caixa de partidos e pagar propina, e o da construção da refinaria de Abreu e Lima, em Pernambuco, da qual teriam sido desviados até R$ 400 milhões.

 

Do G1, em São Paulo

Nave tripulada russa decola rumo à Estação Espacial Internacional

naverussaSoyuzTMA-15MMoscou, 24 nov (EFE).- A nave russa Soyuz TMA-15M, com três tripulantes a bordo - uma italiana, um russo e um americano - foi lançada neste domingo da base de Baikonur, no Cazaquistão, com destino à Estação Espacial Internacional (ISS).

A Soyuz decolou às 00h01 de Moscou (19h01 de Brasília) com ajuda de um foguete portador Soyuz-FG, em um lançamento que transcorreu sem contratempos, informaram as agências russas.

A nave se acoplará à plataforma orbital dentro de seis horas, após dar quatro voltas ao redor da Terra.

A tripulação da Soyuz TMA-15M é formada pelo russo Anton Shkaplerov, a italiana Samantha Cristoforetti e o americano Terry Virts.

Cristoforetti, de 37 anos, astronauta da Agência Espacial Europeia, é a primeira mulher italiana que viaja ao espaço.

Em sua bagagem, a astronauta leva uma cafeteira espacial, à qual deu o nome de "ISSpresso" (uma brincadeira com a sigla da estação em inglês), e que permitirá pela primeira vez a degustação de um café expresso a bordo da plataforma orbital.

Segundo o plano de voo, a expedição terá uma duração de 169 dias e inclui a recepção de naves de carga, assim como um vasto programa de experimentos científicos.

Os tripulantes da Soyuz TMA-15M são aguardados na plataforma orbital pelos cosmonautas russos Yelena Serova e Aleksandr Samokutyaev, e pelo astronauta americano Barry Wilmore.

A Estação Espacial Internacional, um projeto de mais de US$ 100 bilhões no qual participam 16 nações, orbita em uma velocidade de mais de 27.000 km/h a uma distância de 400 quilômetros da Terra.

EFE

Brasil fecha outubro com déficit externo recorde de US$ 8,1 bi

grafico-decrescente

Foi o maior deficit já registrado para o mês desde 1947, rombo soma US$ 70,7 bi

A piora na balança comercial brasileira foi um dos principais fatores que levou o Brasil a registrar deficit recorde de US$ 8,1 bilhões nas suas transações de bens e serviços com o exterior em outubro. O resultado negativo ficou acima dos US$ 6,6 bilhões previstos pelo Banco Central.

De acordo com a instituição, a diferença entre os dois números é explicada, em grande parte, pelo resultado pior que o esperado para a balança comercial. No mês passado, as importações superaram as exportações em US$ 1,18 bilhão.

Para novembro, o BC projeta deficit de US$ 8 bilhões nas transações correntes, pior resultado para esse mês do ano da série histórica que tem início em 1947.

Se a projeção para novembro se confirmar, o resultado acumulado do ano passará de US$ 70,7 bilhões até outubro para US$ 78,7 bilhões. O número está bem próximo da previsão do BC para todo o ano de 2014, que é de US$ 80 bilhões.

No acumulado em 12 meses, o déficit externo equivale a 3,73% do PIB (Produto Interno Bruto), o maior desde fevereiro de 2002 (3,94% do PIB).

O IED (Investimento Estrangeiro Direto) ficou em US$ 5 bilhões no mês passado, pouco abaixo do registrado no mesmo período de 2013, mas acima dos US$ 4 bilhões esperados pelo BC para o mês. No acumulamos em 12 meses, está em US$ 66 bilhões (2,74% do PIB). A estimativa para novembro é de US$ 4 bilhões.

“Temos um quadro de financiamento que se mantém em condições favoráveis. A maior parte segue sendo IED, que significa ingresso de recursos que tendem a gerar mais produção, mais renda e mais impostos”, afirmou o chefe do Departamento Econômico do BC, Tulio Maciel.

Viagens

Outros fatores têm contribuído para evitar um resultado negativo ainda maior nas transações correntes. O deficit com serviços, por exemplo, cresceu 1,4% neste ano até outubro. No mesmo período do ano passado, o ritmo de crescimento era de 15%. Essa desaceleração também está ligada ao comércio exterior, que reduziu os gastos do país com transportes.

Outra despesa com serviços que desacelerou são os gastos com viagens, que recuaram 11% em outubro em relação a setembro. Na comparação com o mesmo período do ano passado, a queda foi de 7%. Essa é a primeira queda na comparação com o mesmo período do ano passado desde março, quando houve recuo de 1%.

As despesas somaram US$ 2,12 bilhões. É o menor valor mensal desde junho deste ano (US$ 2,00 bilhões) e o resultado mais baixo para meses de outubro desde 2012 (US$ 2,09 bilhões).

Nos dez primeiros meses de 2014, os gastos somam valor recorde de US$ 21,8 bilhões, acima do verificado no mesmo período de 2013 (US$ 20,9 bilhões).

“O dólar nesses três meses [desde agosto] encareceu cerca de 15% e isso tende a influenciar essa conta, que é sensível ao custo da moeda estrangeira”, afirmou Maciel.

Dados parciais para novembro indicam nova queda, também influenciada pela variação do dólar nos últimos meses, segundo Maciel.

Ele afirmou ainda que o ritmo de crescimento econômico menor do Brasil se refletiu nas remessas de lucros e dividendos, que caíram, contribuindo também para evitar um deficit externo mais elevado em 2014.

Folha

Volume de água armazenado no Cantareira chega a 9,4% em SP

cantareira

Reserva técnica acrescentou 105 bilhões de litros ao volume útil do sistema

 

No dia 15, começou a ser bombeada a segunda parte do volume morto

Foto: Eco Desenvolvimento

Em quedas sucessivas há 10 dias, o volume de água armazenado no Sistema Cantareira chegou hoje (24) a 9,4%. Os dados fazem parte do levantamento diário divulgado pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo. No dia 15, começou a ser bombeada a segunda parte do volume morto, água que fica abaixo do nível das comportas.

Torneira jorra água "barrenta" em meio à seca em São Paulo

A reserva técnica acrescentou 105 bilhões de litros ao volume útil do sistema. Este é o último recurso de armazenamento disponível. A primeira parte da reserva foi incluída no dia 16 de maio, após obras para a instalação de bombas, e incorporou 182,5 bilhões de litros de água ao Sistema Cantareira.

Outros mananciais importantes no abastecimento de São Paulo apresentaram queda hoje. O volume armazenado no Alto Tietê, segundo mais importante da cidade, passou de 6,1% para 5,9%; no Guarapiranga, na zona sul da capital, o nível caiu de 32,3% para 32,2%; no Rio Grande, de 63,8% para 63,4%; e no Rio Claro, de 31,9% para 31,3%. O Alto Cotia, por sua vez, ficou estável em 28%.

Está passando por problemas com a água em sua cidade? Mande relatos, fotos e vídeos para nós pelo vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra, clicando aqui, ou envie pelo aplicativo WhatsApp, disponível para

Terra

Cuba recebe primeiro musical da Broadway em mais de 50 anos

cuba
HAVANA (Reuters) - Cuba receberá o primeiro musical da Broadway em mais de 50 anos, quando "Rent" começar uma turnê de três meses em 24 de dezembro, disseram produtores nesta segunda-feira.

Depois de tentar por vários anos, o grupo de entretenimento Nederlander finalmente conseguiu produzir um musical da Broadway em Cuba, disse um porta-voz do Nederlander Worldwide Entertainment.

Musicais produzidos pelos Estados Unidos foram proibidos em Cuba após a revolução de 1959 que levou Fidel Castro ao poder.

Apesar de "Carmen Jones" ter sido encenada em Cuba em junho, a produção em língua espanhola de "Rent" será o primeiro musical da Broadway em Cuba com um elenco completo, músicos e elementos de produção em mais de 50 anos, disse o porta-voz Keith Sherman.

Em 2011, o Nederlander produziu um concerto baseado em musicais da Broadway em Cuba. Em seguida, o Ministério da Cultura de Cuba convidou o grupo a encenar um musical da Broadway completo.

Sherman chamou de produção "baseada na arte" em vez de uma montagem com fins lucrativos, dizendo que os ingressos a preços reduzidos não serão suficientes para cobrir os custos.

O grupo Nederlander, um dos maiores operadores e produtores de teatro e música nos Estados Unidos, está produzindo "Rent" em conjunto com o Conselho Nacional de Artes Cênicas de Cuba no Teatro Bertolt Brecht, de Havana, com uma companhia de 15 atores cubanos.

Reuters

Pesquisa mostra que acesso à internet deve ser um direito humano

internet_1

Mais de 80% dos 23.376 entrevistados indicaram que o acesso à internet é chave para seu futuro econômico e subsistência

Segundo comissão mundial, o mundo está em uma encruzilhada com a disputa pelo poder e a influência em todos os aspectos na internet.Foto: Karen Bleier/ AFP

Ottawa - O acesso à internet deveria ser um direito humano, pois representa uma esperança para a liberdade política e a prosperidade econômica para muita gente no mundo, segundo pesquisa feita em 24 países, divulgada nesta segunda-feira (24) no Canadá.

Mais de 80% dos 23.376 entrevistados indicaram que o acesso à internet é chave para seu futuro econômico e subsistência, e importante para a liberdade de discurso e expressão política, razão pela qual deveria ser um direito humano.
Os usuários de África e Oriente Médio são os mais inclinados a apoiar esta tese em um mundo onde um terço da população - ou 2,3 bilhões de pessoas - estão conectadas à internet.
A consulta, realizada pelo Instituto Ipsos para o CIGI (Centre for International Governance Innovation), foi revelada no início de uma reunião de dois dias, em Ottawa, sobre a governança na internet.
Segundo a Comissão Mundial sobre a Governança na internet, anfitriã da conferência de Ottawa, o mundo está em uma encruzilhada com a disputa pelo poder e a influência em todos os aspectos na internet.
Mas, segundo o estudo, a maioria das pessoas não quer que nenhuma nação ou organização controle a rede mundial de computadores, embora esteja dividida sobre quem deveria se encarregar de regulamentar o acesso e o uso da internet.
Uma combinação de especialistas, engenheiros e grupos não governamentais, entre outros, foram escolhidos por 57% como encarregados desta tarefa, enquanto 50% consideraram que as Nações Unidas fariam um bom trabalho e outros 36% defenderam que os Estados Unidos assumam a liderança neste tema.
A pesquisa também determinou que 64% dos usuários da internet em nível global estão cada vez mais preocupados com sua privacidade online e temem ataques de hackers às suas contas bancárias ou dados privados, como fotos e mensagens, assim como o controle dos governos e a espionagem.
Os americanos e os europeus são os menos preocupados de que sua informação pessoal seja corrompida (35% e 36%, respectivamente), mas também são os que menos compartilham este tipo de dados.
A pesquisa foi realizada entre 7 de outubro e 12 de novembro em Brasil, Austrália, Canadá, China, Egito, França, Alemanha, Reino Unido, Hong Kong, Índia, Indonésia, Itália, Japão, Quênia, México, Nigéria, Paquistão, Polônia, África do Sul, Coreia do Sul, Suíça, Tunísia, Turquia e Estados Unidos.
O CIGI, presidido pelo ex-político e diplomata suíço, Carl Bildt, prevê apresentar suas recomendações políticas para o futuro da governança na internet em 2016.

AFP



Edições Anteriores:

Dezembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 30