xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 23/10/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

23 outubro 2014

Cuidado com a vaidade - Por: Emerson Monteiro


Caravanas de motivos permitem, a todo o momento, que se previna da vaidade, porquanto essa erva daninha prolifera nos lugares menos oportunos, queiram ou não os vaidosos admitir. No livro bíblico de Eclesiastes, Rei Salomão prescreve taxativo: Vaidade das vaidades, tudo é vaidade.

Quantas e tantas vezes, pessoas se sujeitam aos detalhes da existência, no sentido de valorizar justificativas que apenas preservam a vaidade, sobretudo, coisas que detêm a caminhada na direção do supremo bem, da saúde e da paz.

Desde magnatas e suas máquinas geradoras de lucro aos mendigos andarilhos sem rumo certo e seus trastes, seres humanos carecem de artifícios, querendo a todo custo agarrar os ponteiros do relógio e reter a correnteza da vida.


Em sobejas ocasiões, a vertigem das horas impõe necessidades de auto-estima e, nesse fluir de ondas, há momentos baixos contrabalançados com momentos altos, depressão e euforia sucedem, porquanto assim funcionam os pagos da natureza, em sistemas primorosos. Dentro deles, pessoas inserem a consciência. Quais sensores especializados de pensamentos e sentimentos, registram cada sinal de rumo, nas suas ciosas individualidades.


Nesse constante devir, raia estreita entre passado e futuro, habita o presente, sem, contudo, mostrar as certezas plenas quanto ao rumo claro da história.

Por isso, cão de guarda que vigia as portas do mistério, a vaidade impera e reclama sabedoria de quem busca dominar o mundo. Voa, nada, mergulha, namora, sonha, embriaga, transporta, elogia, alimenta, rouba, julga e mata. Todas as funções sociais e individuais trazem no bojo sua marca pegajosa, do tipo das caixas pretas dos aviões.

Há, todavia, uma vacina de combater a vaidade, o que se chama humildade. Só cada um possui dentro de si tal condão de vencê-la, desde que sobreviva ao crivo de suas garras ambiciosas.

Baixar a bola e saber dos limites e perigos da estrada refletirá no destino das ações pessoais. Criar defesas pela prática do conhecimento, abrir espaço nos pensamentos impacientes e vigiar sempre, eis a solução. Religiões falam na chance de defesa contra ardis e emboscadas do maligno. A vaidade, ao seu modo, insiste no assédio aos incautos, vez ser essa a função que lhe cabe no processo. Os mais vivos, entretanto, cuidam a qualquer custo de escapar do inimigo e acendem a luz do amor no seio do coração.

Estamos "comemorando" 12 ANOS DE ROUBALHEIRA e IMPUNIDADE no Brasil.




PORQUE EU QUERO MUDAR O BRASIL - Será que 12 anos de corrupção, de roubalheira, com o Brasil com taxa de crescimento praticamente NULA, inflação galopante, e as maiores taxas de juros do mundo não são suficientes ? A corrupção hoje é endêmica neste país, atinge todos os escalões. O PT se elegeu se aproveitando da Classe Trabalhadora Brasileira, com o nosso apoio ( Eu fui petista e conheço a sua cartilha ), trabalhei para este partido de MERDA, que prometia combater a ciranda financeira, os banqueiros da FIESP, mas depois que chegou ao poder, foi quem mais beneficiou os banqueiros, e criou um mecanismo perverso, assistencialista, eleitoreiro que visa se manter no poder para sempre, com o povão no CABRESTO, na miséria, pois ao invés de criar emprego e renda, transfere o dinheiro de nós trabalhadores, para sustentar desocupados que esperam todo mês pelo dinheirinho do governo. 12 anos estão passando dos limites. Com a CORJA toda fora do poder, ficará mais fácil mantê-los na prisão. O Brasil hoje é o país da impunidade. Cretinos, Ladrões, Desonestos e declaradamente culpados como Genoíno e Zé Dirceu já estão voltando para casa, depois de roubar milhões e milhões dos cofres da nação, o que prova que cadeia no Brasil é feita para pobres. Fora PT, e leve seus LADRÕES junto !!!

Dihelson Mendonça


TENHO VERGONHA DO BRASIL DE HOJE - Por: Dihelson Mendonça




Tenho vergonha do Brasil de hoje, onde o povão, a massa de manobra preconizada por Lenin, é comprado a Pão e Circo para que um pequeno grupo e seus comparsas se perpetuem no poder. Enquanto não quebrarmos este círculo vicioso, o país não crescerá. 

Deve-se combater a miséria não com programas assistencialistas, mas fomentando a geração de emprego e renda. Hoje em dia, nos bolsões de miséria, principalmente do Nordeste, as pessoas não querem mais trabalhar, mesmo os do campo, preferem esperar pelo dinheiro que NÓS, trabalhadores, os sustentamos. Aí sim, estamos trabalhando para alimentar uma nação de desocupados mantidos pelo governo, sem falar que o Brasil é um país que pela política errônea implantada, caminha para o atraso cada vez mais, com uma taxa de crescimento praticamente nula, inflação galopante e as maiores taxas de juros do mundo. Quem se beneficia com tudo isso ? - Criamos um monstro que cresceu às custas do suor da classe trabalhadora, que começou pequeno, e foi crescendo pela venda de bottons de estrelinhas para arrecadar fundos. Um grupo que criticava a ciranda financeira e os banqueiros, e quando este partido e essas pessoas chegaram ao poder, foram se locupletar na mesa dos mesmos banqueiros que antes criticavam.

Temos um país essencialmente falido e cujo poder está corrompido de forma sistêmica até a medula; Basta dizer que aqueles envolvidos no chamado "Mensalão" como os declaradamente corruptos e condenados como José Genoíno e Zé Dirceu já estão voltando para casa, prova que cadeia no Brasil é somente para pobres. Enquanto não mudarmos esta realidade do Brasil de hoje, enquanto não tivermos a plena conscientização política das classes mais humildes, seremos um país conhecido no mundo apenas pela Corrupção, pela Impunidade, e pela miséria. 

Por: Dihelson Mendonça
Jornalista e Músico


Que venha o choque de credibilidade


Esse comportamento (branco, nulo e abstenção) é uma forma de protestar?

A sequência de eleições no Brasil tem concretizado um dado que pode ser considerado alarmante para o nosso sistema político. Aproximadamente um terço do eleitorado nacional tem optado pelos votos brancos, nulos e abstenções. No primeiro turno de 2014, os eleitores que não compareceram para votar representaram 27.698.475 milhões de votos enquanto os nulos somaram 6.678.592 e os brancos 4.420.489. No total, foram 38.797.556 milhões de votos sem candidato definido.
A Constituição do Brasil define que o voto é um dever e não um direito. Portanto, o voto é obrigatório, fator que diferencia a democracia brasileira de outras democracias mais longevas. Não seria exagero afirmar que, caso o voto não fosse obrigado por lei, os brancos e nulos (estes não são considerados válidos) provavelmente se transformariam em abstenções. Caso o exército de eleitores “sem candidato” representasse uma força política ela seria maior que a votação obtida pelo segundo colocado no primeiro turno das duas últimas eleições nacionais.
A questão que se coloca para reflexão é a seguinte: esse comportamento (branco, nulo e abstenção) é uma forma de protestar? O fato é que todas as pesquisas que se dedicam a medir o grau de credibilidade dos políticos e das instituições democráticas chegam a conclusões nada alvissareiras. Antes do primeiro turno, o Data Popular, um instituto que se especializou em sondagens junto às categorias sociais emergentes, foi às ruas para saber o que o povo brasileiro pensa da política e dos políticos.
Foram entrevistadas 15.652 pessoas, em 159 municípios, e 73% delas disseram não confiar nos candidatos que postulam um cargo eletivo neste ano. Os entrevistados também foram convidados a responder se concordavam ou não com frases apresentadas pelos pesquisadores. Entre as frases expostas, a campeã de indicações, com 65%, é a seguinte: “Os políticos são todos iguais”. Os vencedores das eleições deste ano precisam ficar bem atentos a essa questão. A grande tarefa será gerar um choque de credibilidade com o atendimento a pautas que mantêm íntima relação com as bandeiras dos milhões que foram às ruas em junho de 2013.

(editorial do jornal “O Povo” desta 5ª feira)



CRATO - Notícias Administrativas - Mais Educação no Crato recebe formação sobre Ensino de Artes


A Secretaria Municipal de Educação do Crato, através da Coordenadoria de Programas  e Projetos realiza nessa quarta (22) e quinta-feira (23), oficina sobre o Ensino de Artes voltadas para as atividades do Mais Educação. A oficina tem como público alvo os diretores, coordenadores pedagógicos e monitores do Programa Mais Educação, do Governo Federal, das escolas da rede municipal do Crato.  A oficina será realizada na  EEIEF Padre Frederico Nierhoff (Creche São Miguel). A Coordenadora do Programa no Município, Rosa Maria Lobo enfatiza que essa é uma oportunidade de contribuir  com a formação dos monitores e que deverá resultar num melhor rendimento escolar do aluno.

A oficina será mediada pelo artista/educador Alexandre Lucas que fará uma abordagem sobre o tripé pedagógico: estudo, vivência e experimentação e a relação do Programa Mais Educação com o projeto pedagógico das escolas. Serão atendidas 48 escolas, sendo 21 da sede e 27 da zona rural. O Programa Mais Educação está voltado para uma perspectiva de educação integral das escolas públicas e conta com uma série de atividades ligadas a direitos humanos, letramento, artes, esportes e educação ambiental.     

SMTDS desenvolve atividades e brincadeiras em alusão ao ‘Dia da Criança’ nos CRAS do Município

Dando continuidade ao ‘Dia das Crianças’, comemorado no último dia 12 de outubro, a Secretaria Municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social (SMTDS) do Crato  está realizando durante todo este mês, ações e atividades voltadas para crianças, entre elas, brincadeiras, lanches, pinturas de rosto, e apresentações artísticas. O projeto está sendo realizado nas localidades de atendimento dos CRAS e nos territórios de abrangência de atendimento ao serviço de convivência e fortalecimento de vínculos de 3 a 6, e de 7 a 14 anos, grupos  que funcionam semanalmente, nas localidades, incluindo os distritos de Santa Fé; Dom Quintino e Ponta da Serra.

Confira a programação:

Dia 23- Associação Vila São Bento.
Dia 28- Sítio Cruzeiro e Santa Fé.
Dia 29- Solibel- Sítio Belmonte.

Show de encerramento

No enceramento das ações, haverá grande show gratuito com o cover da Galinha Pintadinha, dia 1º de novembro, às 17h, na Quadra Bicentenário. Para o Coordenador do CRAS do Alto da Penha, Eugênio Silva, mesmo sendo um momento de festa, e um convite ao mundo infanto-juvenil, ele acredita que ações como essa são riquíssimas e servem de artifício para trazer esses usuários que são atendidos diariamente nas unidades, mais próximos dos serviços. “É com eventos desta magnitude que conseguimos ainda mais fortalecer os vínculos sociais e familiares daqueles que vivem na extrema pobreza, em situação de vulnerabilidade e risco social constante, e que usufruem destes serviços ligados à Assistência Social”, frisou. 

Oficina de Qualificação dos roteiros turísticos religiosos será encerrada nesta quinta-feira

Será encerrada nesta quinta-feira, 23, a oficina de Roteirização Turística, realizada por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Crato. O evento foi iniciado nesta quarta-feira, no Senac, em Crato, às 8 horas. Com isso, está sendo discutida a qualificação dos roteiros turísticos religiosos do Município, integrados com os roteiros regionais já existentes, dentro da metodologia do Ministério do Turismo. O secretário Venâncio Saraiva afirma que a participação do público tem superado às expectativas dos organizadores.

Fonte: PMC


Banda at Music se apresenta no Shopping de Juazeiro do Norte tocando MPB autêntica




Com os acordes de violão fazendo referências as principais canções de Djavan, Tom Jobim, Gilberto Gil, Ana Carolina e Maria Gadú, o público Caririense, amante da Música Popular Brasileira poderá apreciar esses sucessos nesta quinta-feira (23). Os músicos Adnus Ruany, Ticiano Fernandes e Ricardo Souza formam a Banda AT Music, grupo que já conquistou prêmios em festivais da região como o Cariri da Canção 2010, Festart 2009 e o Festival Amar 2013 farão show acústico no Cariri Garden Shopping. A banda se apresenta no palco da Praça de Alimentação com o especial #Quinta Musical a partir das 18h30. A entrada é gratuita.

SERVIÇO________________________________
Evento: #Quinta Musical com a Banda AT Music.
Dia: 23 de outubro.
Local: Praça de Alimentação - Cariri Garden Shopping.
Entrada: Franca
Classificação Indicativa: Livre

CARIRI GARDEN SHOPPING
Administração: Tenco Shopping Centers | Av. Padre Cícero, 2.555 -  Juazeiro do Norte – Ceará


Papa Francisco envia mensagem para a Diocese de Crato



Dom Fernando Panico recebeu ontem, dia 22, por intermédio do Núncio Apostólico no Brasil – Dom Giovanni D’Aniello –, um telegrama assinado pelo Cardeal Pietro Parolin, Secretário de Estado do Vaticano, no qual transmite a mensagem do Papa Francisco, motivada pelo centenário de criação da Diocese de Crato, ocorrido no último dia 20 de outubro. Confira a mensagem do Papa:


“Sua Excelência Reverendíssima
  Dom Fernando Panico, Bispo de Crato
  Sua Santidade, o Papa Francisco, de bom grado se une à ação de graças que a Diocese de Crato eleva à Santíssima Trindade pelos frutos que a boa semente da palavra de Deus fez brotar nesta nobre região do Ceará, ao longo de cem anos que estão para completar desde a sua criação pela Bula Catholicae Ecclesiae, do Papa Bento XV, no dia 20 de outubro de 1914.
   O Santo Padre deseja que esta celebração jubilar possa ser uma oportunidade para todos os católicos de Crato reafirmarem o seu compromisso eclesial, através de uma reta e profunda colaboração entre o Bispo, os ministros ordenados e os fiéis leigos, guiados pela certeza de que “Precisamos de uma Igreja capaz de fazer companhia, de ir para além da simples escuta; uma Igreja que acompanha o caminho pondo-se em viagem dom as pessoas (...), uma Igreja capaz de redescobrir as entranhas maternas da misericórdia.
   Sem a misericórdia, poucas possibilidades temos hoje de inserir-nos em um mundo de “feridos”, que têm necessidade de compreensão, de perdão, de amor” (Papa Francisco, discurso aos bispos brasileiros, 27-07-2013).
    E, com sentimentos de íntima comunhão espiritual com a amada Igreja Particular de Crato, o Papa Francisco invoca do Altíssimo, pela intercessão de Nossa Senhora da Penha, Padroeira da Diocese, copiosas graças para o seu pastor, Dom Fernando Panico, para o clero e seminaristas, os consagrados, os movimentos e todo o Povo de Deus, ao enviar-lhes, como sinal de paterna benevolência, a sua Benção Apostólica.

Cardeal Pietro Parolin, Secretário de Estado de Sua Santidade”.
                                                         

Grupo empresarial paulista assume Usina de Barbalha


A expectativa dos investidores é que o empreendimento seja recuperado e volte a funcionar até 2016

A Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece) assinou ontem, junto a representantes de um grupo de investidores, um contrato de comodato para a cessão temporária da usina de açúcar e álcool localizada em Barbalha, no Cariri. Através do documento, os empresários interessados no empreendimento terão quatro meses para intervir na área da usina, com o objetivo de fazer levantamentos sobre a condição do local e prever ações necessárias para revitalizar a fábrica - desativada desde 2004 - e reiniciar a operação.
A expectativa dos investidores é que a usina seja recuperada e volte a funcionar até 2016. Segundo o investidor à frente das negociações com a Adece, o empresário Marco Antônio Rodrigues Fernandes, a Agência deverá concentrar 10% das ações do empreendimento. A nova empresa - da qual Fernandes será presidente - irá se chamar Golden Nordeste. Uma das possibilidades ligadas à participação acionária da Adece no empreendimento é a agência receber, no futuro, parte dos lucros da nova empresa. Embora haja a expectativa de que os investidores iniciem a revitalização do empreendimento após o levantamento que será feito nos próximos meses, a responsabilidade da usina de açúcar e álcool pode voltar inteiramente à Adece, caso os empresários desistam do acordo.
Novo acordo
Se a intenção for mantida, será firmado um novo contrato entre as partes. A previsão é que a iniciativa privada invista R$ 153 milhões na unidade. Do total, em torno de R$ 35 milhões deverão ser utilizados na etapa de revitalização.
Leilão
A usina foi adquirida em leilão público promovido pelo Tribunal Regional do Trabalho do Ceará (TRT/CE), em junho do ano passado, pelo Governo do Estado, por R$ 15,5 milhões. Em março último, enquanto não havia definições sobre a unidade, parte do terreno estava sendo utilizada como depósito para grandes tubulações do projeto Cinturão das Águas.
Histórico
A usina Manoel Costa Filho foi inaugurada na década de 1970. Com sua implantação, engenhos que funcionavam na região foram fechados. Na década de 1990, porém, a usina entrou em crise e ressurgiram os engenhos. Já em 2004, quando a usina foi desativada, apenas 10% da capacidade de produção era utilizada. Mais uma vez, engenhos de rapadura no local fecharam, por falta de mercado.

Fonte: Diário do Nordeste


Máquina de fazer água criada por engenheiro vira 'arma' contra seca em SP

maquinadagua

Máquina é capaz de gerar 5 mil litros de água potável por dia (Foto: Reprodução/ TV Folha)

São Paulo, 22 out (EFE). - O engenheiro Pedro Ricardo Paulino desenvolveu uma máquina capaz de gerar 5 mil litros de água potável por dia através de um processo de condensação de alta eficiência que consegue captar a umidade presente no ar e a submeter a um processo de potabilização para o consumo humano. Especializado em mecatrônica, Paulino é o criador da máquina "Wateair", a junção das palavras em inglês "water" (água) e "air" (ar), e desde 2010 vendeu 200 unidades do equipamento, que ganhou protagonismo nas últimas semanas devido à crise da falta d'água em São Paulo. "Tudo o que a máquina precisa para funcionar é uma fonte de energia elétrica e a umidade do ar superior a 10% (recomendação mínima da Organização Mundial da Saúde, OMS)", explicou Paulino em entrevista à Agência Efe. 

De acordo com o engenheiro, esta tecnologia absorve a umidade presente no ar graças a um "equipamento de alta eficiência"; condensa e filtra a água e, no último passo, o líquido passa por um processo para se tornar potável no qual recebe cálcio, magnésio, potássio e silício. "Não faz diferença se o ambiente está poluído ou não já que no vapor de água não ficam partículas sólidas", acrescentou o engenheiro, que garantiu ter investido cerca de US$ 1 milhão do seu próprio bolso nos últimos quatro anos para desenvolver o aparelho. A invenção é oferecida em duas versões: uma capaz de gerar 15 litros por dia, do tamanho dos típicos filtros de água para escritórios, e outra capaz de gerar cinco mil litros por dia. "Antes, os clientes eram escolas ou pessoas que precisavam de água potável em menor quantidade. Agora, vendemos nossas máquinas a restaurantes e farmácias, por exemplo. Há uma grande variedade de clientes", destacou. Segundo o seu inventor, a versão mais básica custa R$ 7 mil e a mais cara R$ 350 mil. "Um dos nossos desafios é conseguir reduzir os custos. Estamos trabalhando para melhorar a eficiência dos nossos equipamentos e a eficiência energética. Outro problema que temos é a importação das peças. Temos que trazê-las de oito países diferentes e isso também influencia no preço", ressaltou.

Segundo Paulino, o preço de um litro de água produzida com sua máquina é de R$ 0,17. Este valor implica em que produzir um metro cúbico de água com a máquina custa R$ 170, enquanto a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) oferece esse mesmo volume por R$ 7,25. De acordo com a edição 2014 do Relatório de Riscos do Fórum Econômico Mundial, a água representa o terceiro maior problema do planeta depois da crise fiscal nas principais economias mundiais e dos altos níveis de desemprego e subemprego. Segundo um estudo apresentado este ano pela ONU sobre os recursos hídricos no mundo, cerca de 768 milhões de pessoas não têm acesso a uma boa fonte de provisão de água - aquela que protege apropriadamente a água da contaminação exterior. O mesmo relatório também prevê que a necessidade mundial de água (em termos de extração) crescerá 55% até 2050, devido ao aumento da demanda da produção (400%), geração de energia térmica (140%) e consumo doméstico (130%). Ainda segundo essas previsões, mais de 40% da população global viverá em regiões com severos problemas hídricos. Paulino garante que sua invenção pode resolver estes problemas se combinada a métodos usados na atualidade. O engenheiro já recebeu, inclusive, uma encomenda de um país do Oriente Médio para implantar este sistema como substituto de uma turbina de dessalinização de água. A ideia é usá-lo como experiência para testar uma versão maior de sua invenção, capaz de gerar "milhões" de litros de água.

EFE


Quem ganha as eleições? por Dom Fernando Arêas Rifan (*)


    Muitos consideram as eleições como expressão da verdadeira vontade popular, manifestada pela maioria. Chegam mesmo a dizer: “vox populi, vox Dei”, “a voz do povo é a voz de Deus”. Mas será mesmo assim? Será que realmente ganham os melhores os mais preparados para o cargo? Ganha a eleição quem tem mais sabedoria, prudência, competência, honestidade, ou ganha quem grita mais, quem foi melhor apresentado pelos marqueteiros e formadores de opinião, criadores de sonhos no imaginário popular?! Sem considerar muitos outros fatores, devemos dizer que nem sempre ganha quem merece.
      É a grande discussão sociológica e filosófica sobre a verdadeira representatividade? Já foi dito com propriedade: “sufrágio universal, mentira universal!”. Sim, porque muitas vezes o povo vota influenciado pela propaganda, pelos formadores de opinião, sem muita reflexão e conhecimento pleno do que significa o seu voto.
Jesus foi condenado à morte, a pedido da maioria da população. Na eleição proposta pelo governador romano, Pôncio Pilatos, entre Barrabás e Jesus, este último foi fragorosamente derrotado, porque o povo sufragou Barrabás, revolucionário e homicida, condenando o inocente à morte.
      Mas, por que Jesus perdeu essa eleição? A morte de Jesus foi realmente o desejo da maioria do povo? Jesus, tão querido por todos, cercado pelas multidões, aclamado pela população ao entrar em Jerusalém, foi condenado por esse mesmo povo, cinco dias depois?! Ou será que esse povo foi manobrado por uma minoria ruim, mas muito hábil? O Evangelho diz que os chefes, os manipuladores de opinião, influenciaram o povo a que pedisse Barrabás e condenasse Jesus. Ele mesmo, ao morrer na cruz, pediu por eles perdão ao Pai, dizendo que eles não sabiam o que faziam. Já não eram mais povo; tinham se tornado massa. O povo pensa. A massa é que é manobrada. Nem sempre podemos dizer que a eleição seja expressão da vontade do povo. Talvez seja só da massa.
       Quando aconteceu a Ressurreição de Jesus, fato incontestável, diz o Evangelho de São Mateus (28, 11-15), que os sumos sacerdotes judeus, com os anciãos, “deliberaram dar bastante dinheiro aos soldados; e instruíram-nos: ‘Contai o seguinte: ‘Durante a noite vieram os discípulos dele e o roubaram, enquanto estávamos dormindo’. E se isso chegar aos ouvidos do governador, nós o tranquilizaremos, para que não vos castigue”. Eles aceitaram o dinheiro e fizeram como lhes fora instruído. E essa versão ficou divulgada entre os judeus, até o presente dia”. Vê-se que o suborno e a mentira são de longa data. Por analogia, quando da proposta da escolha entre Jesus e Barrabás, ao lerem os intérpretes a passagem “os sumos sacerdotes e os anciãos, porém, instigaram as multidões para que pedissem Barrabás e fizessem Jesus morrer” (Mt 27, 20), concluem que os inimigos de Jesus distribuíram dinheiro ao povo para que escolhessem Barrabás. A compra de votos também é de longa data.
(*) Dom Fernando Arêas Rifan é Bispo da Administração Apostólica Pessoal São João Maria Vianney.

Operadoras devem mudar cobrança de internet no celular; saiba como fica

 

celular

Usuários do RS e MG serão os primeiros a receber a nova tarifação. Procon-SP considera abusivo o corte automático do serviço.


Para não correr o risco de ficar sem internet no celular, o consumidor precisará contratar, em breve, um pacote adicional de dados sempre que extrapolar o limite do seu plano. Três das quatro principais operadoras de telefonia móvel sinalizaram que estão estudando trocar o modelo atual – que reduz a velocidade de navegação quando o limite é atingido – por esse novo tipo de cobrança.
Na prática, o cliente pagará uma quantia extra no final do mês para impedir que seu acesso à internet seja bloqueado, após consumir toda a franquia. Hoje, a velocidade é reduzida, mas o cliente segue com acesso à internet, tanto nos planos pré-pagos como pós-pagos.
Veja como é feita a cobrança hoje e como deve ficar:
                                                                      PRÉ-PAGO
OPERADORA
MODELO ATUAL
MODELO NOVO
Vivo
Velocidade é reduzida ao término da franquia do pacote
Cliente pode contratar pacote de 50MB a R$ 2,99 por sete dias ou fazer upgrade para evitar bloqueio, inicialmente em MG e RS
TIM
Permite recontratar a franquia de internet ao fim do uso do pacote
Não prevê reajustes nos planos contratados, por enquanto, mas oferece recontratação de franquia no pré-pago
Oi
Oferece pacote  adicional caso a franquia termine antes do tempo previsto
Não prevê mudanças
                                                                        PÓS-PAGO
MODELO ATUAL
MODELO NOVO
Vivo
Velocidade da internet é reduzida ao término da franquia de dados
Prevê mesma velocidade com a cobrança de pacote adicional, mas ainda sem data prevista
TIM
Velocidade é reduzida ao término do pacote. Permite o compartilhamento de dados entre até 4 aparelhos
Operadora ainda não prevê reajustes, mas já permite recontratar a franquia de internet
Oi
Velocidade reduzida ou aumento da franquia mensal, sem alterar o pacote do mês seguinte
Avalia trocar a velocidade reduzida pela cobrança adicional, ainda sem previsão de início
Operadoras
A Vivo, maior operadora do país, já adiantou os detalhes da nova estratégia. Clientes dos planos pré-pagos no Rio Grande do Sul e Minas Gerais serão os primeiros atingidos pela nova tarifação, que deverá ser estendida para outros estados nos meses seguintes.
Os usuários do serviço pré-pago receberão uma mensagem de texto oferecendo um pacote adicional de 50 megabytes, ao custo de R$ 2,99 e com duração de sete dias, sempre que o consumo da franquia chegar ao fim.
De acordo com a operadora, o cliente do pré-pago pode optar por contratar um pacote com mais dados, caso não queira pagar pelo serviço adicional, ou consumir um plano semanal, por R$ 6,90, que além da internet, permite fazer ligações e enviar SMS ilimitado.
Em nota ao G1, a TIM informou que vê a mudança como um movimento natural. “O modelo de redução de velocidade após o consumo dos pacotes pode criar uma percepção negativa do serviço”. Apesar de ter negado que fará ajustes por enquanto, a operadora reconheceu que estuda adotar o modelo.
O fim da velocidade reduzida também está nos planos da Oi, que afirmou ver o novo modelo de cobrança adicional como “uma tendência mundial”. A operadora informou que analisa “com atenção a estratégia”.
Procurada, a Claro não havia enviado seu posicionamento até a publicação desta reportagem.
Direitos do consumidor
Para a diretora de programas especiais do Procon-SP, Adriana Pereira, a nova tarifação pode colocar o consumidor em posição vulnerável caso as operadoras não ofereçam mecanismos para controlar o consumo da franquia.
“O serviço da internet não pode ser suspenso na vigência do contrato já assinado. O cliente só é obrigado a aceitar um novo contrato ao término do já estabelecido”, diz. Pela resolução 632 daAnatel, o serviço de internet só pode ser suspenso em caso de inadimplência.
A executiva do Procon-SP sugere que o consumidor procure órgãos de defesa ou juizados especiais se considerar ter sido lesado pela nova cobrança ou pelo corte no acesso à internet.
As operadoras não podem privar o cliente de serviços garantidos no contrato, afirma a advogada especializada em direito do consumidor Denise Santos. “É natural que as empresas repassem o custo do novo modelo ao consumidor”.

Fonte: Do G1, em São Paulo



Frei Agatângelo de Crato -- Por Armando Lopes Rafael

  
Tempos atrás, conversando com monsenhor José Honor de Brito, este me contou um fato interessante. Disse-me monsenhor Honor: ao tempo que fui pároco de São Miguel, em Crato, recebeu uma correspondência, vinda da Itália, na qual fiéis católicos – da cidade de Loreto –  pediam informações biográficas sobre Frei Agatângelo de Crato, falecido naquela localidade da Europa com fama de santidade. Os fiéis de Loreto tentavam reunir a documentação exigida pela Igreja Católica para dar entrada ao processo de beatificação daquele capuchinho, quase desconhecido entre nós de Crato.
(Na foto à esquerda, Frei Agatângelo com uma sobrinha,numa de suas visitas a Crato)

Quem foi Frei Agatângelo de Crato? Seu nome civil era Ambrósio Cícero Bezerra Lobo e foi o décimo sexto filho do casal Cícero Bezerra Lobo – antigo tabelião do Cartório de Crato – e Maria Rodrigues Bezerra. Seu pai provém do tronco do ilustre Brigadeiro Leandro Bezerra Monteiro. Ambrósio nasceu em Crato, aos 31 de maio de 1928, no seio de uma família honrada e profundamente católica. Certamente por isso escolheu seguir a vida religiosa, o que fez dentro da Ordem dos Capuchinhos, recebendo o nome de Frei Agatângelo de Crato. Com dezenove anos de idade o futuro Frei Agatângelo de Crato (anos depois ele também usaria o nome de Frei Ambrósio Bezerra Lobo), ingressou no seminário dos Capuchinhos da Bahia e Sergipe, na cidade de Esplanada (BA), onde iniciou o noviciado em 08 de março de 1947, tendo proferido os votos solenes de capuchinho em 19 de março de 1951. Depois disso ele foi mandado por seus superiores para cursar teologia no Studio Teológico dei Cappuccini Piceni em Loreto, Itália, sendo ordenado sacerdote em 11 de julho de 1954. Após a ordenação, veio visitar seus pais, irmãos e demais familiares, residentes no antigo distrito do Muriti, hoje bairro de Crato, onde foi feita a foto abaixo:


Retornando à Europa, Frei Agatângelo viveu uma temporada na Inglaterra, onde aprendeu o idioma inglês. Após contrair tuberculose foi aconselhado a voltar ao Brasil, cujo clima ajudou na cura da doença. Aqui viveu alguns anos na cidade de Alagoinhas, na Bahia, ocupando cargos de responsabilidade na Ordem dos Capuchinhos, inclusive o de guardião. Depois foi enviado por seus superiores para ser diretor da Rádio Sociedade de Feira de Santana, também na Bahia.  Depois dessa temporada no Brasil, Frei Agatângelo de Crato pediu aos superiores para voltar à Província Franciscana das Marcas, na Itália. Lá, no Santuário Mariano Internacional de Loreto, distinguiu-se pela cultura, oração e como confessor e orientador das famílias daquela região. Dotado de vasta cultura, ajudou na tradução para o português da “História dos Capuchinhos no Brasil”, obra historiador Frei Pietro Regni. Em Loreto, voltou a sofrer da implacável doença que o acometera  décadas atrás. Após longa enfermidade, bem preparado espiritualmente, terminou seus dias de vida terrena, com a fama de um homem santo, sendo chamado pelo povo daquela localidade de “Padre Agatângelo brasiliano”. O cratense Ambrósio Cícero Bezerra Lobo faleceu no convento capuchinho de Macerata, na Itália, em 22 de fevereiro 1996, aos 68 anos de idade e 49 anos de exemplar vida religiosa. Sua cidade natal ainda está a lhe dever uma homenagem à altura da sua profícua vida...


Frei Agatângelo de Crato quando foi recebido por São João Paulo II


Baixarias na reta final da campanha: Lula faz "ataques torpes", diz Aécio em BH –por Janaina Garcia (*)



Aécio Neves (PSDB) concedeu entrevista coletiva em Belo Horizonte, na tarde desta quarta-feira, 22 de outubro - Foto: Orlando Brito/Coligação Muda Brasil / Divulgação

O candidato à Presidência Aécio Neves (PSDB-MG) classificou nesta quarta-feira como “torpes e absurdos” os ataques do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), feitos ontem no Recife, comparando líderes do PSDB a nazistas e a Herodes. Na semana passada, porém, o tucano sugerira que o marqueteiro da campanha petista, João Santana, seria “discípulo” do ex-ministro da Informação de Hitler, Joseph Goebbels (aquele que dizia: “menti, menti que alguma coisa ficará como se fosse verdade”), ao se afirmar vítima de supostas mentiras.
Em ato de apoio à presidente Dilma Rousseff (PT) na capital pernambucana, Lula comparou os ataques sofridos pela campanha tucana ao que os nazistas faziam na Segunda Guerra. Em seguida, disse que os tucanos são “mais intolerantes que Herodes”(sic) “Só quem perde com isso é ele, que apequena sua biografia com ataques torpes e absurdos como esse”, definiu Aécio. “O Lula não está disputando a eleição, eu ignoro (os ataques dele). Apenas lamento que um ex-presidente se permita cumprir um papel tão inexpressivo como esse que ele vem cumprindo no final dessa campanha”, avaliou.
O candidato voltou a afirmar ser alvo de boatos e mentiras sobre sua relação com programas sociais e bancos públicos, bem como em relação à política de reajuste real do salário mínimo. “Reafirmo meus compromissos de garantir a continuidade de programas sociais em andamento, especialmente o Bolsa Família, bem como o do fortalecimento dos bancos públicos, com sua profissionalização, com a valorização dos servidores de carreira, especialmente os da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e BNDES”, afirmou.
De acordo com o tucano, panfletos e jornais apócrifos em circulação nos últimos dias afirmam que ele acabaria ou reduziria os programas, além de privatizar os bancos públicos. Aécio encerra a campanha em São João Del Rey, onde visitará o túmulo do avô, o ex-presidente Tancredo Neves, morto em 1985. Antes, ele cumpre agenda no Rio, onde se reúne amanhã com representantes da Igreja Católica, amanhã, e para o debate da TV Globo, na sexta à noite.

Fonte: Portal Terra


                                                                 
     

Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30