xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 22/10/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

22 outubro 2014

Ouro cai após inflação nos EUA vir dentro do esperado

grafico-decrescente
Os preços do ouro recuaram na sessão desta quarta-feira, 22, depois que os dados de inflação divulgados pelo governo dos EUA mostraram evolução dentro do esperado. O metal é visto como uma opção segura de investimento em momentos de incerteza. O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) dos EUA subiu 0,1% em setembro ante agosto, em termos sazonalmente ajustados, segundo o Departamento do Trabalho, em linha com as previsões de economistas. O relatório divulgado hoje indicou que os preços aumentaram levemente no último mês devido a custos mais altos de alimentação e moradia, mas pressões inflacionárias continuam contidas devido à redução em despesas de energia.

O ganho do dólar nesta quarta-feira também pesou no ouro. Um dólar mais forte reduz a atratividade das commodities cotadas na moeda, por torná-las mais caras aos detentores de outras divisas. O ouro para dezembro negociado na Comex caiu US$ 6,20 (0,5%), para US$ 1.251,70 por onça-troy. O metal recuou após subir na terça-feira para níveis vistos no começo de setembro. Alguns analistas sugerem que ele voltará a avançar. Economistas afirmaram que o metal tem se beneficiado da combinação de preocupações com a economia global e demanda estrangeira. "O ouro se deparou com a resistência perto de US$ 1.255,00 e voltou para uma correção normal de negociação", disse Colin Cieszynski, estrategista-chefe de mercado da CMC Market. Fonte: Dow Jones Newswires.

Yahoo Notícias


Curdos do Iraque enviarão reforços a Kobane; Turquia critica os EUA

combatentes-curdos
O Parlamento do Curdistão iraquiano aprovou nesta quarta-feira o envio de combatentes para lutar contra os jihadistas em Kobane, onde violentos combates foram retomados.Já o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, criticou duramente Washington por ter lançado armas nessa cidade curda da Síria, que faz fronteira com seu país.No Iraque, a coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos realizou 12 ataques em 24 horas para repelir um ataque das forças do grupo Estado Islâmico (EI) perto da barragem de Mossul (norte), a maior do país - indicou o Pentágono, que também citou seis ataques aéreos perto de Kobane.

Reunidos em Erbil, os representantes eleitos da província autônoma do Curdistão "decidiram enviar forças para defender Kobane", a terceira maior cidade curda na Síria, declarou o presidente do Parlamento, Mohammed Yussef Sadek. A aprovação se segue à decisão anunciada na segunda-feira pela Turquia de permitir a passagem através de sua fronteira dos peshmergas, combatentes curdos iraquianos, para ajudar a defender Kobane dos jihadistas do EI. Nenhuma indicação foi dada sobre o número de peshmergas que poderá ser enviado, ou sobre quando chegarão à cidade sitiada. Esses combatentes tiveram um papel crucial na luta contra os jihadistas no norte do Iraque em junho passado. Ancara, que tem boas relações com o presidente da região autônoma, Massud Barzani, concordou em permitir apenas o trânsito dos peshmergas, excluindo a passagem de curdos turcos e de outras nacionalidades. Os curdos que defendem Kobane, membros das Unidades de Proteção do Povo Curdo (YPG), exigem há semanas um aumento do apoio externo para conter o avanço dos jihadistas, em maior número e mais bem armados do que eles.

Na madrugada desta quarta-feira, violentos combates foram registrados entre as forças curdas e o EI, que "tenta avançar no sudeste, leste e sudoeste da cidade", informou uma autoridade local, Idriss Nassen. De acordo com Nassen, os agressores foram parados "pelas YPG, que resistem ferozmente".
Na terça-feira, o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) disse que o EI estaria mobilizando reforços, devido às perdas sofridas nos combates dos últimos dias em Kobane.

- Decisão ruim -

Nesta quarta, o presidente Erdogan criticou a decisão dos Estados Unidos de lançar armas às forças curdas de Kobane. Erdogan afirmou que as armas caíram nas mãos do EI e do Partido da União Democrática (PYD), um grupo sírio curdo que Ancara não apoia."Agora está claro que (a decisão) foi um erro", disse o presidente à imprensa em Ancara. "Não compreendo o motivo de Kobane ter uma importância estratégica tão grande aos olhos dos americanos. Não há mais civis na cidade", acrescentou Erdogan. Apesar da pressão dos Estados Unidos, o governo conservador islâmico de Ancara se recusa a intervir militarmente para ajudar os combatentes curdos sírios nesta cidade que se tornou o símbolo da resistência aos jihadistas. Nesse contexto, os aviões da coalizão intensificaram nos últimos dias os ataques no interior e nas imediações de Kobane. Seis novos ataques foram realizados nesta quarta. A violência na região provocou a fuga de mais de 300 mil pessoas e já matou cerca de 700, segundo o OSDH. Ainda na Síria, a guerra civil continua com o regime de Bashar al-Assad tentando reconquistar zonas tomadas pelos rebeldes, ou pelo EI. As autoridades anunciaram a destruição de dois dos três aviões apreendidos pelos jihadistas durante a tomada de aeroportos militares. "Os terroristas fizeram três velhos aviões decolar, mas nossos aparelhos destruíram dois deles imediatamente. O terceiro foi escondido", explicou o ministro da Informação, Omrane al-Zohbi.
O ministro declarou ainda que "o Estado com suas forças militares e seus aviões proporcionaram apoio militar e logístico e armas e munições à cidade curda de Kobane" em sua luta contra o EI.

No Iraque, onde cerca de 1,8 milhão de pessoas precisou se deslocar devido à ofensiva jihadista desde o início do ano, os estudantes voltaram às aulas com um mês de atraso em várias escolas. Muitas delas abrigam refugiados de todo o país. Nas regiões ainda sob controle do governo, as autoridades "precisaram de tempo para preparar as escolas ocupadas pelos deslocados", atrasando o reinício das aulas inicialmente previstas para 21 de setembro - explicou a porta-voz do Ministério da Educação, Salama al-Hassan.

AFP


Obama oferece ajuda ao primeiro-ministro do Canadá após ataque em Ottawa

 

obama
O governo dos Estados Unidos ofereceu ajuda ao Canadá após o ataque armado ocorrido nesta quarta-feira no parlamento de Ottawa, e o presidente americano, Barack Obama, já conversou por telefone com o primeiro-ministro canadense, Stephen Harper, segundo a Casa Branca. O porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, afirmou em entrevista coletiva que ainda é muito cedo para afirmar se os EUA consideram o ataque como um ato terrorista porque as informações sobre o caso "ainda são incompletas". Segundo Earnest, servidores americanos estão em contato com os canadenses para ajudá-los, se for necessário, a lidar com o caos e a confusão vividos em Ottawa.

Além disso, Obama, que foi informado do ocorrido por sua assessora para segurança e luta antiterrorista, Lisa Monaco, falou com Harper por telefone, mas os detalhes da conversa ainda não foram revelados. "O Canadá é um dos amigos e aliados mais próximos dos Estados Unidos", destacou Earnest, após enviar condolências à família do soldado ferido no ataque, que morreu horas depois em um centro hospitalar de Ottawa. A ação no parlamento canadense ocorreu na manhã de hoje, quando um indivíduo armado disparou contra um soldado em Ottawa e foi morto posteriormente pela polícia, que investiga se outras duas pessoas participaram do atentado.

Harper, que no momento do incidente estava em Parliament Hill - o complexo de edifícios que abriga o parlamento e seus escritórios -, foi transferido para outro local por equipes especiais da polícia.
Após o ataque, o FBI ordenou a elevação do nível de alerta em todos os seus escritórios de campo. O mesmo foi feito pelo Comando de Defesa Aeroespacial Americano (Norad, na sigla em inglês).
"O Norad está dando todos os passos apropriados e prudentes para estar em condições adequadas de responder rapidamente a qualquer incidente que afete à aviação no Canadá", afirmou o órgão em sua conta oficial no Twitter. O Norad é o comando conjunto de defesa aérea dos Estados Unidos e do Canadá, com sede no estado americano do Colorado, responsável por oferecer proteção no espaço aéreo de ambos os países.

EFE


Hackers invadem iCloud e roubam dados de usuários


hacker

Milhares de usuários do iCloud, plataforma da Apple que armazena dados, como documentos, mensagens e fotos em "nuvem", tiveram suas contas hackeadas na China. Segundo o site "Greatfire", que tem como objetivo monitorar a censura chinesa na internet, o governo do país é o culpado pelas invasões. Os ataques tinham como objetivo roubar o login e a senha dos usuários para ter acesso a todos os seus arquivos pessoais. A tática usada foi a chamada "man in the middle", por meio da qual os hackers criam uma página idêntica à da Apple entre o usuário e o servidor do iCloud, conseguindo assim obter as informações. O site também destacou que quando alguém tenta acessar a "nuvem" pelos navegadores ocidentais, como Google Chrome ou Mozilla Firefox, é avisado que existe um potencial risco de segurança. Por outro lado, se o iCloud for acessado pelo browser chinês Qihoo, esse alerta não aparece.  Para o "Greatfire", essa é uma prova de que os hackers trabalham no firewall do governo.

Fonte: Portal Terra


Aplicativo usa câmera do celular para resolver equações matemáticas

celular2

O aplicativo escaneia a foto de uma equação num livro e mostra o resultado instantaneamente FolhaPress, em Tribuna do Norte Texto 0 Comentários Imagem ilustrtiva SÃO PAULO, SP - Um aplicativo lançado nesta semana pela empresa europeia MicroBlink permite usar a câmera do celular para resolver equações matemáticas e demonstrar passo a passo como fazê-lo. Disponível para iOS e Windows Phone, o PhotoMath é descrito como uma "câmera-calculadora inteligente", que escaneia a foto de uma equação num livro e mostra o resultado instantaneamente. O app também mostra as instruções de como resolvê-la, para aqueles que não querem apenas terminar a lição de casa mais rápido, mas entender a lógica por trás das operações. O PhotoMath não entende manuscritos e só suporta um número limitado de operações por enquanto. Deve ficar mais complexo no futuro, a empresa diz no site do app. Há dois anos, a MicroBlink desenvolve softwares de reconhecimento de texto. A start-up, que licencia esse tipo de tecnologia, tem também em seu portfólio um leitor de códigos de barra e uma solução para pagar contas pelo celular. 

Tribuna do Norte (TNOnline)

Chuva de meteoros do Cometa Halley poderá ser vista até novembro


meteoros-Cometa-Halley-Imagem-Reproducao-YouTube-630x369

Os japoneses que olharem para o céu a partir das 22h desta terça-feira (22), poderá presenciar a chuva de meteoros Orionídeas. O fenômeno acontece todo ano nesta época, quando a órbita da Terra coincide com uma área do espaço cheia de detritos do Cometa Halley. Chuva de meteoros Orionídeas filmada em outubro de 2013 (Imagem: Reprodução/YouTube). O período em que os meteoros ficam mais visíveis no céu começou na madrugada desta terça-feira e deve se estender até a madrugada de quarta-feira. O fenômeno teve início em 2 de outubro e continua em curso até 7 de novembro. No Japão, a chuva estará mais visível na madrugada de quarta-feira, com pico a 1h local. Para ver a chuva de meteoros, não é preciso usar nenhum equipamento especial. Regiões afastadas das luzes das cidades terão visibilidade melhor. 
Entretanto, a previsão do tempo não é animadora para boa parte do arquipélago japonês por causa de uma frente fria vinda do Mar do Japão, o que deixará o céu encoberto e com possibilidade de chuva. Mas, ainda assim, o fenômeno estará razoavelmente visível até o final de semana, e poderá ser visto facilmente com o uso de um simples binóculo. As Orionídeas são visíveis tanto no hemisfério sul quanto no hemisfério norte, de acordo com a Agência Especial Americana (Nasa). Ainda segundo a agência, são esperados cerca de 20 meteoros por hora neste período de maior intensidade do fenômeno. Os brasileiros também poderão presenciar o fenômeno, devendo olhar para o céu em direção ao nordeste e aguardar o surgimento dos meteoros. Eles poderão ser vistos a partir da meia-noite, mas o melhor horário de observação é antes do amanhecer.
“A Terra está passando por uma corrente de detritos do cometa Halley, a origem das Orionídeas”, diz o pesquisador Bill Cooke, da Nasa. “Pedaços da poeira do cometa batendo na atmosfera devem nos dar cerca de duas dúzias de meteoros por hora”.

(Com informações das agências Estado e Kyodo)
 Do Mundo-Nipo com Agências


Parlamento do Canadá é atacado por homem armado; soldado é morto nas proximidades

parlamentocanada

OTTAWA (Reuters) - Um homem armado atacou o Parlamento do Canadá nesta quarta-feira, tiros irromperam perto da sala onde o primeiro-ministro canadense, Stephen Harper, fazia uma reunião de trabalho e um soldado foi alvejado e morto em um monumento de guerra próximo do local.

Esses incidentes, que podem ter ligação com militantes islâmicos, abalaram a normalmente tranquila capital do país. O atirador no edifício do Parlamento foi morto e Harper foi retirado em segurança do prédio. A polícia canadense afirmou que "a esta altura" não pode confirmar se o homem que matou o soldado, que vigiava o Memorial Nacional de Guerra no centro de Ottawa, é a mesma pessoa que pouco depois atacou a sede da legislatura. Testemunhas disseram que uma saraivada de tiros foi disparada depois que um homem armado entrou no local, perseguido pela polícia. O ataque ocorreu muito perto da sala onde Harper se reunia com membros de seu Partido Conservador, informou um ministro do governo. “O premiê (Harper) se dirigia ao caucus (reunião partidária para definir candidaturas), e houve uma explosão alta, seguida de tiros rápidos. Todos nós nos espalhamos. Deu para perceber que era bem do lado de fora”, declarou o ministro do Conselho do Tesouro, Tony Clement, à Reuters. Pelos relatos das testemunhas, o homem armado entrou no Parlamento, correu diante da sala onde Harper falava e foi abatido diante da entrada da biblioteca, a meros 20 metros de distância. Harper insistiu que o governo e a legislatura devem continuar seu trabalho, disse um porta-voz. O incidente, que chocou a capital do Canadá, teve início pouco antes das 12h (horário de Brasília) e ainda não tinha se encerrado até o fim da tarde desta quarta-feira. O Parlamento e edifícios do centro continuavam fechados em regime emergencial. A polícia canadense está investigando um homem chamado Michael Zehaf-Bibeau como possível suspeito nos tiroteios, declarou uma fonte informada sobre o assunto. Fontes de segurança norte-americanas disseram que o nome do suspeito era Michael Joseph Hall, mas que depois ele mudou para Zehaf-Bibeau. A segurança em Ottawa sofreu críticas pelo fato de o atirador ter conseguido atravessar a porta da frente do principal prédio do Parlamento, que estava destrancada. A polícia afirmou que uma operação para garantir a segurança está em andamento. “Fomos pegos de surpresa... se soubéssemos que isto ia acontecer, teríamos sido capazes de interrompê-lo”, disse Gilles Michaud, comissário-assistente da Polícia Montada do Canadá em uma entrevista coletiva.

BATALHA CONTRA COMBATENTES

Não ficou claro se há relação entre os acontecimentos desta quarta-feira e um ataque de segunda-feira, quando um convertido ao islã atropelou dois soldados canadenses com seu carro, matando um deles, em Québec antes de ser morto a tiros pela polícia. Foi o primeiro ataque fatal em solo canadense ligado a militantes islâmicos. Nenhum grupo, islâmico ou de outra origem, assumiu a responsabilidade pelos ataques em Ottawa ou na região de Montreal. No começo deste mês, o Canadá anunciou que irá se unir à batalha contra os combatentes do Estado Islâmico, que dominaram partes do Iraque e da Síria. Em Washington, uma autoridade da Casa Branca disse que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, foi informado sobre a situação e que o país ofereceu ajuda ao Canadá. Os ataques em Ottawa e Québec ocorreram no momento em que o governo também se prepara para fortalecer os poderes de sua agência de espionagem, o Serviço de Inteligência e Segurança Canadense. O ministro da Segurança Pública, Stephen Blaney, anunciou na quinta-feira passada que a nova legislação permitirá à agência rastrear e investigar terroristas em potencial quando viajarem para o exterior e até mesmo processá-los. (Reportagem adicional de Allison Martell, Andrea Hopkins e Alastair Sharp, em Toronto; de Jeff Mason, Mark Hosenball e Steve Holland, em Washington)

Por Randall Palmer e David Ljunggren



Menina de 8 anos passa 5,6 mil trotes para a PM em 140 dias


pmtroteUma menina de apenas oito anos de idade é apontada pela Polícia Militar (PM) de Botucatu, no interior de São Paulo, como autora de 5.657 trotes passados para o serviço de emergência do telefone 190 da PM entre maio e outubro deste ano. A garotinha foi surpreendida por PMs na tarde da última de terça-feira quando passava mais um trote pelo celular, na Praça da Juventude, no bairro Cohab 1, na periferia da cidade.

Chamados pelos atendentes, que acionaram uma equipe de rua ao receber mais um trote pelo mesmo celular que era monitorado devido a tantas ligações, os PM se surpreenderam. “Quando eles chegaram ao local quase não acreditaram que era uma criança que estava passando o trote e ficaram mais surpresos ainda quando constataram que o número do celular era o mesmo que estava sendo monitorado e tinha passado mais de 5,6 mil ligações em poucos meses”, contou o capitão Marcelo Ricardo Silva, do 12° Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPMI).

A menina usava o celular para se comunicar com a avó quando ia à escola, que fica próxima à praça, e de lá fazia as ligações para o 190. Segundo a PM, entre 28 de maio e 14 de outubro, a menina realizou 5.657 trotes para o telefone 190 da Central de Operações da Polícia Militar (Copom). Segundo a PM, o serviço de atendimento pelo 190 recebe em torno de 400 a 500 ligações por dia, sendo que 20% do total - de 80 a 100 telefonemas - são trotes. Somente a garotinha fez em 140 dias, 5.657 ligações, ou seja, 40 trotes por dia.
Passada a surpresa, os PMs acionaram a direção da escola e avó da menina, que foi levada junto com a menor para a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM). As duas foram liberadas após o registro da ocorrência. Apesar disso, os responsáveis pela criança não serão punidos porque, segundo as autoridades, não houve comunicação falsa de crime, previsto no artigo 340 do Código Penal, punido com até seis meses de detenção ou multa.

“Ela (criança) não tinha ideia, apenas ligada para a central para brincar; dava muitas risadas, mas nunca concluía a ligação pedindo viatura ou comunicando um crime. Por isso, não houve nenhum comunicado de crime, nem pedido de viaturas”, explicou o capitão Marcelo Silva. “Em nenhum momento comunicação falsa chegou a se completar, pois os atendentes também percebiam que se tratava de trote feito por criança”, contou. No entanto, segundo Silva, “ao atender a criança, os telefonistas da PM podem ter perdido tempo com uma ligação falsa enquanto alguém que realmente necessitava do serviço não conseguia falar no 190, atrasando o atendimento da ocorrência”, comentou.

Terra

Ebola: Cruz Vermelha recolhe mais de 100 corpos por dia em Serra Leoa

ebolaserraleoa

Remover corpos de vítimas do ebola é um trabalho meticuloso em que qualquer deslize por colocar o funcionário em risco

A Cruz Vermelha, que está tentando combater o ebola em Serra Leoa, afirmou nesta quarta-feira que a escala da epidemia é tão alarmante que funcionários da organização estão retirando mais de 100 corpos por dia.

O chefe das operações ligadas ao vírus no país, Steve McAndrew, disse à BBC que a retirada dos corpos ocorre em todo o país, mas a maioria é na capital, Freetown.

"Diariamente, há de 75 a 100 corpos que precisam ser retirados em Freetown, e no restante do país são entre 20 e 50 corpos", disse.

"É um desafio absurdo porque esse trabalho precisa ser impecável. Você não pode cometer nenhum erro. Então, temos de ser extremamente disciplinados. Você não pode colocar a luva da maneira errada, você não pode ter uma rachadura, nem que seja minúscula, nos seus óculos de proteção. Qualquer deslize coloca nossas equipes em risco."

Ao menos 4.877 pessoas morreram nesse surto de ebola, sendo que a maioria dos mortos eram da Guiné, da Libéria ou de Serra Leoa.

Médicos cubanos

Ainda nesta quarta-feira, o governo cubano enviou um segundo grupo de profissionais da saúde para o oeste da África para combater o ebola.

Segundo Havana, 83 médicos e enfermeiros vão trabalhar na Libéria e na Guiné. Dezenas de outros cubanos chegaram a Serra Leoa há algumas semanas.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), Cuba é agora o país que mais enviou profissionais de saúde ao oeste da África para lidar com a epidemia – mais que nações ricas e que o Comitê Internacional da Cruz Vermelha.

Em outro desdobramento, uma comissão de emergência da OMS está reunida pela terceira vez para discutir a epidemia.

O encontro, em Genebra, tem como objetivo analisar as medidas que vêm sendo tomadas nas fronteiras entre países afetados, bem como se devem ou não ser colocadas em práticas restrições de viagens para passageiros vindos dessas nações.

Críticos afirmam que a OMS foi lenta em sua reação para combater a doença

Fonte: http://www.bbc.co.uk/

Ebola tem expansão mais lenta em comparação a outras doenças

ebola (1)

Cada paciente infecta, em média, outras duas pessoas, segundo a OMS. Risco de epidemia se alastrar no Brasil é 'quase zero', dizem especialistas.

Desde o início do ano, a pior epidemia de ebola da história já infectou 9.216 pessoas, das quais 4.555 morreram, segundo dados oficiais. A transmissão é intensa eebola-transmissao123m três países da África Ocidental: Libéria, Guiné e Serra Leoa. A velocidade de expansão da doença, porém, é mais lenta se comparada à de doenças transmitidas de outras formas.

“No ebola, não é o número de casos em si que assusta”, diz o médico Luiz Fernando Aranha Camargo, da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI). Para efeito de comparação, ele cita o exemplo da malária, transmitida pela picada do mosquito Anopheles. A doença infectou 207 milhões de pessoas em 2012, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), matando cerca de 627 mil pacientes, principalmente na África Subsaariana.

Ele cita também a pandemia de H1N1, que se transmite pelo ar. Entre meados de 2009 e de 2010, houve 284,5 mil mortes pela doença, de acordo com estimativas de um estudo publicado na revista científica “The Lancet Infectious Diseases”.

A expansão mais “lenta” do ebola deve-se ao fato de a contaminação só ser possível pelo contato direto com fluidos corporais dos pacientes infectados, e não pelo ar ou por picadas de mosquito. Nos países onde há transmissão intensa de ebola, cada paciente infecta, em média, outras duas pessoas, de acordo com estimativas da OMS.

Em doenças como a rubéola ou a catapora, caso não haja nenhuma medida de proteção como vacinas ou isolamento, cada paciente pode infectar de 8 a 16 outras pessoas. (Veja, no infográfico ao lado, como o ebola se espalha, em comparação com essas duas outras doenças.)

“Em doenças transmitidas por vetor, como a malária, esse índice pode ser maior do que 100”, acrescenta o infectologista Marcelo Nascimento Burattini, professor da Faculdade de Medicina da USP e da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Particularidade desta epidemia
“O problema do ebola, que levou a toda essa repercussão, é, em primeiro lugar, a mortalidade alta. Em segundo lugar, a ausência de tratamento específico. Em terceiro lugar, a grande dificuldade de controle no lugar em que está ocorrendo”, observa Camargo.

Segundo o especialista, a epidemia pode ter sido subestimada no início porque epidemias anteriores eram contidas com certa rapidez e houve uma confiança de que esse padrão se repetiria. “O que aconteceu diferente é que foi em uma região densamente povoada. No passado, aconteceu em lugares mais isolados. A concentração relativamente alta em uma tríplice fronteira, onde a movimentação é muito frequente, dificultou a contenção da doença.”

 

Preparo do Brasil
De acordo com especialistas, o risco de haver uma epidemia de ebola no Brasil é “quase zero”. Enquanto sempre há risco de que pessoas vindas de países onde há transmissão intensa venham a manifestar os sintomas da doença no Brasil, a resposta do país a essa situação provavelmente seria capaz de conter a expansão do vírus.

As medidas tomadas pelo governo diante de um caso suspeito, identificado este mês em Cascavel, no Paraná, foram consideradas adequadas pelos infectologistas.

"A gestão do caso foi muito bem feita. Funcionou muito bem, a suspeita foi identificada, o paciente foi transferido para o Rio de Janeiro e o resultado saiu rápido”, diz Camargo. Ele acrescenta que, agora, é preciso discutir detalhes mais minuciosos, como a criação de um protocolo nacional de como os profissionais devem retirar os equipamentos de proteção e o que fazer com esse material depois do uso.

“É preciso colocar a epidemia no lugar certo e diminuir o alarde da população. Não se transmite ebola pelo ar, ninguém vai pegar andando na rua. Depende de um contato íntimo com o doente e os doentes estão concentrados em uma região específica”, diz Camargo.

Transmissão
O ebola é uma doença infecciosa grave provocada por um vírus. Os sintomas iniciais são febre de início repentino, fraqueza intensa, dores musculares, dor de cabeça e dor de garganta. Depois vêm vômitos, diarreia e sangramentos internos e externos. Ela é transmitida pelo contato direto com os fluidos corporais da pessoa infectada: sangue, suor, saliva, lágrimas, urina, fezes, vômito, muco e sêmen. Não há risco de contaminação pelo ar.

Quem tiver voltado de um dos países da África afetados pela epidemia - Libéria, Guiné ou Serra Leoa - e apresentar febre ou algum dos outros sintomas, deve procurar uma unidade de saúde e informar a equipe sobre a viagem. Dúvidas sobre a doença podem ser tiradas com o Disque Saúde, do Ministério da Saúde, no número 136.

Números da epidemia
Desde março, foram registrados casos de ebola em sete países. Dois desses países, Nigéria e Senegal, já estão livres da doença. Veja, abaixo, detalhes dos locais com casos de ebola:
Guiné: Foram 1.519 casos - entre confirmados, prováveis e suspeitos - e 862 mortes provocadas pelo ebola.

Libéria: Foram 4.262 casos - entre confirmados, prováveis e suspeitos - dos quais 2.484 levaram a mortes.

Serra Leoa: Foram 3.410 casos - entre confirmados, provaveis e suspeitos - e 1.200 mortes pela doença.

Espanha: Houve um caso da doença e a paciente se recuperou.

Estados Unidos: Foram três casos diagnosticados no país: um paciente morreu e duas permanecem internadas.

Nigéria: Foram 20 casos de ebola - entre confirmados e prováveis - que levaram a 8 mortes. O país já está livre da doença.

Senegal: Houve apenas um caso da doença e o paciente se recuperou. O país já está livre da doença.

 

Mariana LenharoDo G1, em São Paulo

Justiça libera acesso da CNV a documentos de coronel vinculado à repressão

comissc3a3o-da-verdade1

A Justiça Federal determinou a suspensão da liminar que impedia o acesso da Comissão Nacional da Verdade (CNV) à folha de alterações do coronel reformado do Exército Cyro Guedes Etchegoyen. O militar integrou o Centro de Informações do Exército e, segundo depoimento do coronel Paulo Malhães, comandou a implementação da chamada Casa da Morte, um centro de tortura clandestino em Petrópolis, no Rio de Janeiro.

A decisão foi tomada pela desembargadora federal Vera Lúcia Lima, da Oitava Turma do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (Rio de Janeiro), que aceitou recurso da Advocacia-Geral da União e determinou a suspensão dos efeitos da liminar obtida pela viúva do coronel, Mary Alves da Cunha Etchegoyen.

Em agosto, Mary entrou com ação ordinária, com pedido de liminar, na 12ª Vara Federal do Rio de Janeiro, para que os documentos não fossem entregues à CNV. Na ação, a viúva alega  intenção de “preservar a memória do marido, seu direito personalíssimo à imagem, honra e dignidade”. O pedido foi concedido pelo juízo de primeira instância.

Ao recorrer da decisão, a CNV alegou que a lei que a criou lhe dá o poder de “requisitar informações, dados e documentos de órgãos e entidades do poder público, ainda que classificados em qualquer grau de sigilo”. A comissão alegou ainda que as informações são de natureza administrativa (não pessoal) e que a CNV e o Ministério da Defesa acordaram “um rigoroso procedimento de acesso às folhas de alterações, garantindo que os dados extremamente pessoais não fossem disponibilizados”.

As folhas de alterações são documentos de responsabilidade da organização militar, destinados ao registro semestral das alterações relativas aos militares da ativa, como mudança de posto, promoções, recebimento de diárias para deslocamento, publicadas nos boletins internos das forças em que atuaram os militares.

Antes de conceder o efeito suspensivo, a desembargadora Vera Lúcia pediu parecer do Ministério Público Federal. O procurador Aluísio Firmo Guimarães da Silva, da Procuradoria Regional da República da 2ª Região, em detalhado parecer, emitido no último dia 14, afirma que a “gravidade dos fatos apurados pela CNV justifica os poderes a ela conferidos, inclusive, documentos sigilosos”.

Em março deste ano, o coronel reformado do Exército Paulo Malhães afirmou que o coronel Etchegoyen foi chefe da Casa da Morte de Petropólis e que usava o codinome de Doutor Bruno. Malhães foi encontrado morto no dia 25 de abril em sua casa, em Nova Iguaçu (RJ). Segundo a polícia, ele foi asfixiado.

Editor Nádia Franco

Agência Brasil

Prévia da inflação oficial avança para 0,48% em outubro, diz IBGE

(Fonte: Agências de Notícias)
Ficaram mais caros carne, cerveja, frango, arroz e energia elétrica. Em 12 meses, índice acumula alta de 6,62%, acima do teto da meta do Banco Central

Em outubro, a carne e a cerveja ficaram mais caras e influenciaram o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), conhecido como prévia da inflação oficial. Depois de avançar 0,39% em setembro, o índice acelerou para 0,48% no mês seguinte, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
No ano, o indicador acumula alta de 5,23% e, em 12 meses, de 6,62%, acima do teto da meta de inflação do Banco Central (BC), de 6,5% ao ano. Em outubro do ano passado, o IPCA-15 mostrou a mesma variação do 10º mês deste ano, de 0,48%.

Conta de luz terá reajuste médio de mais de 17% na tarifa (Anne Warth - O Estado de S. Paulo )

Aumento autorizado pela Aneel atingirá 68,7 milhões de unidades consumidoras em todo o País; alta superou projeção do Banco Central

A nova rodada de reajustes obrigatórios da conta de luz, autorizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), elevou a 17,63% o aumento médio da tarifa de energia de 68,7 milhões de unidades consumidoras em todo o País neste ano. Os chamados grandes consumidores, como indústrias, tiveram suas tarifas reajustadas em 18,20% na média. Nas residências, a conta de luz subiu 17,41% na média deste ano.
A alta média ordinária aprovada pela Aneel superou a projeção do Banco Central, que estima aumento de 16,8% nas tarifas de energia neste ano. O resultado final pode ser ainda maior, já que o cálculo considera os reajustes autorizados pela Aneel para 56 distribuidoras de energia elétrica em todo o País, desde o início do ano.
Até dezembro, outras oito distribuidoras ainda terão analisado o processo de reajuste tarifário pela Aneel. A principal delas é a Light, que atende cerca de 4 milhões de unidades consumidoras no Rio de Janeiro e na Baixada Fluminense.

Tá feia a coisa: Agentes da Polícia Federal fazem paralisação três dias antes das eleições


Os Agentes Federais do Estado do Ceará realizaram uma assembleia nesta terça-feira (21), quando decidiram pela paralisação por três dias – desta quarta-feira (22) até sexta-feira (24). Os policiais federais reivindicam uma reestruturação da carreira policial que possibilite uma valorização de todos os cargos e que a Instituição seja modernizada, para combater com mais eficiência o crime organizado. A categoria está insatisfeita com a edição da Medida Provisória 657/2014 que concentra as investigações e a direção do órgão exclusivamente no cargo de delegado. O movimento aprovado pelos federais é para que o governo apresente uma nova Medida Provisória que contemple todos os cargos da carreira.
Segundo o Sindicato dos Policiais Federais, a Instituição Policial não tem uma lei orgânica que regulamente as atividades dos policiais, que são considerados de nível médio. Segundo o Presidente do Sindicato, Carlos Façanha, a luta dos agentes federais é para que a “polícia federal seja fortalecida e a sociedade possa continuar contando com ela como linha de frente no combate ao crime”. Ele alerta que não haverá nenhum prejuízo no atendimento ao público, em especial na emissão de passaporte, e que nas eleições os policiais estarão todos trabalhando. Os policiais federais vão realizar nova assembleia, nesta quarta-feira, quando serão analisadas as ações aprovadas na assembleia desta terça-feira, além do andamento das negociações com o governo federal.
(Postagem original: Blog do Eliomar Lima)

Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31