xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 13/10/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

13 outubro 2014

COMUNICADO: Poderemos estar em manutenção nos próximos dias



Bom dia, amigos Cratenses! Comunico que estaremos fazendo alguns aperfeiçoamentos e testes no Blog do Crato nos próximos dias, para melhorar nossos serviços. Pode ser que vocês nem percebam enquanto trabalhamos, mas pode ser que o site saia do ar ou mude de aparência temporariamente, mas isso é apenas temporário, para os testes. Depois dos trabalhos terminados, ESPERAMOS voltar tudo à normalidade. Contamos com a sua compreensão.

Enquanto isso, o Blog continua NORMAL, e os usuários podem acessar também o Blog do Crato no FACEBOOK - 


Ou o Portal de Notícias Chapada do Araripe, que tem todo o conteúdo do Blog do Crato e muito mais:


Abraços,

Dihelson Mendonça





Grupo paulista vai investir 170 milhões em usina do Cariri

Fonte: Coluna de Egídio Serpa,no Diário do Nordeste, 13-10-2014
Paulistas em Barbalha (1)
Exclusivo! Uma fonte do setor sucroalcoleiro, com escritório em São Paulo, revelou a esta coluna que um grupo paulista, com forte atuação na área, assumirá, ainda neste mês, o controle do capital e a gestão da Usina de Açúcar de Barbalha. Mais: dentro de 10 dias, uma equipe de técnicos começará a tarefa de recuperação do maquinário da usina, que está desativada há 10 anos. O projeto dos paulistas - cuja identidade será revelada nesta semana - prevê investimento de R$ 170 milhões, dos quais R$ 35 milhões serão aplicados agora na modernização do parque industrial da usina. Outra informação: tudo foi acertado com a Adece, que é a dona da usina. Esta coluna ouviu um diretor da Adece, que deu a seguinte e clássica resposta: "Não confirmo nem desminto".
Usina (1)
Em junho de 2013, em nome do Governo do Ceará, a Adece arrematou por R$ 15 milhões, em leilão judicial, a Usina de Açúcar Manuel Costa Filho, que estava desativada desde 2004. Localizada em Barbalha, no Sul do Ceará, a usina voltará agora a produzir açúcar.
Usina (2)
Os entendimentos do grupo paulista com a Adece, em torno da Usina de Açúcar de Barbalha, já duram mais de dois meses - revelou a fonte desta coluna. As duas partes acertaram os termos de um Protocolo de Intenção prestes a ser assinado.
Cachaça Além de açúcar, a usina de Barbalha também produzirá álcool e cachaça - segundo informa a fonte que acompanha negociação da Adece com empresa de S. Paulo, em torno do negócio.
Paulistas em Barbalha (2)
Executivos do grupo paulista que assumirá o comando da Usina de Açúcar de Barbalha estão desde sábado naquela cidade do Sul do Ceará. É sua terceira visita. De acordo com a fonte do setor sucroalcoleiro, com a qual esta coluna mantém contato desde sexta-feira, eles dão sequência efetiva ao plano de reativar, no curto prazo, a usina e a própria atividade de produção de cana, a que se dedicam centenas de pequenos produtores do cariri cearense. A ideia dos novos donos da usina é de alcançar uma produção de 600 mil toneladas/ano de açúcar. Para isso, além da modernização tecnológica da usina, qualificarão também os produtores.
Tecnologia
Na foto ao lado, a Usina de Açúcar Manuel Costa Filho, de Barbalha. Desativada desde 2004, sua reativação será feita com a injeção de tecnologia nos campos de produção. O bagaço da cana, pelo uso de NPK (nitrogênio, fósforo e potássio), será transformado em carvão vegetal, que adubará o solo.
Exportação
Quando estiver produzindo a pleno - e a meta é produzir , em dois anos, 600 mil toneladas anuais de açúcar - a usina de Barbalha exportará uma parte dela pelo porto do Pecém.
                                                       

Aos 84 anos, Mauro Benevides, deputado mais antigo não consegue se reeleger

(Fonte: “Folha de S.Paulo)
André Uzêda, de Fortaleza

Na vida pública desde o ano da morte da cantora Carmem Miranda (1909-1955), o deputado federal Mauro Benevides (PMDB-CE), 84, não conseguiu renovar seu mandato no último dia 5. Benevides teve 60.201 votos e ficou na primeira suplência do PMDB –que fez só três federais no Ceará. A trajetória parlamentar do peemedebista inclui a Câmara de Fortaleza, quatro mandatos na Assembleia cearense, cinco na Câmara dos Deputados e dois no Senado. Benevides foi filiado ao PDS de Getúlio Vargas, mas, com o bipartidarismo no regime militar, migrou para o MDB (atual PMDB), onde ainda permanece.
Para ele, a explicação para a derrota passa longe dos protestos de 2013 e dos pedidos de renovação na política. "Estava eleito até as 20h de domingo, mas dois deputados campeões de voto de outra coligação puxaram outros três candidatos e me atropelaram. Quem poderia esperar por isso?", diz, aos risos. Quando Benevides entrou na política o físico alemão vencedor do Nobel Albert Einstein (1879-1955) ainda era vivo, o Brasil não tinha conquistado nenhum dos seus cinco títulos mundiais de futebol e Café Filho presidia o país após o suicídio de Vargas, ocorrido um ano antes.
Mesmo com o revés nas urnas, o político não fala em aposentadoria e prepara um livro de memórias sobre seus 59 anos de vida pública, que leva o título provisório de "Se não me falha a memória". "Estou na suplência e posso entrar a qualquer momento. Ainda acho que tenho muito a contribuir", diz.
                                                                          

Capela de número 136 é inaugurada no projeto 100 capelas pelo centenário da Diocese de Crato

Na tarde deste domingo, 12, dia em que o Brasil celebra a sua padroeira, Nossa Senhora Aparecida, foi inaugurada pelo Bispo da Diocese de Crato, Dom Fernando Panico, a Capela de Nossa Senhora Aparecida, no Sitio Pintado, cidade de Missão Velha- CE, sendo a capela de número 136 construída e inaugurada dentro da proposta de criação de 100 capelas no centenário diocesano. Dezenas de fiéis participaram da solenidade que foi concelebrada pelo Pe. Joaquim Ivo, pároco da Paróquia São José do município.
Segundo Dom Fernando o objetivo do projeto das 100 capelas é levar os ensinamentos da igreja católica a todos os espaços, em especial onde ela ainda não tem visibilidade. “Não poderíamos celebrar nosso jubileu de forma diferente. Temos que dar continuidade à missão e hoje fico feliz vendo tudo isso que está acontecendo. Esta capela servirá para que vocês desenvolvam as atividades pastorais, mas acima de tudo para que se abasteçam de Deus. Agradeço a todos e, em especial, ao Pe. Ivo que tanto se compromete com o anúncio do evangelho e, com esta capela, vem entregando a Diocese de Crato 15 templos para que os fiéis possam se fortificar como irmãos, filhos do mesmo Deus”, afirmou.
Dom Fernando exortou os fiéis a defenderem a vida em todas as suas fases, a lutarem pela unidade das famílias como Deus as criou, instigando a todos a exercerem o compromisso do bem comum que deve ser exercido em todas as instancias da sociedade, superando as divisões para não se tornarem seres fragmentados.
Acolhida dos fiéis ao bispo Dom Fernando Panico. (Foto: Patrícia Silva)
Para os fiéis Dom Fernando vem contribuindo muito com a animação da fé do povo. “A missão é árdua, mas quando temos alguém que nos encoraja a seguirmos no anúncio do evangelho, com seu testemunho de vida, como faz o nosso bispo, nos sentimos fortificados. Essa presença de Dom Fernando em nosso meio nos traz o próprio Cristo, humilde, sincero, que dá a vida pelo seu povo. É isso que sentimos com a presença dele,  que com a confiança que tem em nós inaugura esta capela”, disse o autônomo, Francisco Ruberlandio.
Com 15 capelas entregues a Diocese de Crato, quase todas dedicadas a Nossa Senhora, com exceção de apenas duas, a Paróquia de São José, através de seu pároco demonstra o compromisso de dar continuidade à missão. “A comunidade, a igreja de Deus se alegra. A igreja toma um posicionamento diante dos grandes desafios e constrói. Jesus precisa ser conhecido, levado as famílias, deve ser anunciado, vivido e construir uma capela assim significa dizer que temos que fazer uma experiência com Deus. Cada um colocando um tijolo, varrendo a igreja contribui para que as pessoas conheçam Jesus. Vivemos em uma sociedade que mostra outros valores e o Papa Francisco vem nos alertar que devemos viver a alegria do evangelho para que Cristo seja glorificado”, afirma o pároco.
A comunidade Nossa Senhora Aparecida possui uma existência de 10 anos e agora, como capela, os membros acreditam que mais pessoas se engajarão nas atividades pastorais. A engenheira agrônoma, Josefa Maria Franciele, disse que “durante estes 10 anos passamos por um amadurecimento enquanto comunidade e nos sentimos abençoados por Deus, por dentro do ano jubilar da Diocese de Crato, estarmos nos tornando capela. Aqui desenvolvemos várias atividades como catequese, pastoral do dízimo, liturgia, juventude… As pessoas estão conscientes de que estamos no caminho de Cristo e como capela podemos mostrar que somos firmes na fé, isso fará com que mais pessoas se engajem mais no serviço pastoral”.

Solenidade de inauguração da Capela Nossa Senhora Aparecida, no Sítio Pintado, em Missão Velha- CE. (Foto: Patrícia Silva)
Todas as capelas do município foram construídas com recursos da própria comunidade, arrecadados com vendas de comidas típicas e através de quermesses, dentre outras ações. Na lista de comunidades com capelas para serem inauguradas em Missão Velha, oito ainda serão abençoadas neste ano. São elas: Capela de Nossa Senhora das Dores da comunidade do Chiqueiro das Cabras, Capela de Nossa Senhora da Conceição da comunidade Cachoeira, Capela Sagrado Coração de Jesus na comunidade Lagoa da Pedra, Capela de Santo Expedito na comunidade Casimiro Farias, Capela Nossa Senhora de Fátima da comunidade Boa Vista, Capela de São Joaquim da comunidade Vila Joaca, Capela de Nossa Senhora das Graças na comunidade Jerimum, Capela de São João Paulo II da comunidade do Velame.
A última capela inaugurada pela Diocese de Crato foi o Santuário Paroquial da Mãe Rainha, em Brejo Santo, no dia 28 de setembro, que sendo a capela de número 135 já havia ultrapassado a proposta de inicial das 100 capelas, mostrando a eficácia do projeto.
(*) Patrícia Silva, da  Assessoria de Imprensa da Diocese de  Crato

Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31