xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 13/09/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

13 setembro 2014

Arquivo Excluído, já que a justiça decidiu proibir a circulação da fonte da notícia, A REVISTA ISTOÉ.


Justiça do CE proíbe circulação da Revista IstoÉ que cita Cid Gomes
Revista associa Cid a denúncias de corrupção na Petrobras.

A juíza Maria Marleide Maciel Queiroz, da 3ª Vara da Família de Fortaleza, determinou que a revista IstoÉ desta semana seja retirada de circulação em todo país. A juíza deferiu no domingo (14) ação movida pelo governador do Ceará, Cid Gomes, citado na edição como um dos envolvidos no escândalo da Petrobras. O governador entrou com ação contra a revista por “calúnia, difamação e dano moral”.
O advogado Alexandre Fidalgo,  do escritório Espallargas Gonzalez Sampaio Fidalgo Advogados (EGSF), que representa a revista no caso, disse que estuda os autos do processo e deve recorrer da decisão. Segundo ele, a revista já está cumprindo a determinação judicial, ainda em caráter liminar. No site da revista IstoÉ, a matéria já foi retirada do ar.
O Tribunal de Justiça do Ceará, por meio da assessoria de comunicação, informou que a ação segue em segredo de Justiça.
Nota
O Governo do Ceará foi divulgou nota no site nesta segunda-feira (16) informando sobre a abertura do processo contra a revista. "Não tenho, nem nunca tive, qualquer envolvimento nem qualquer tratativa pessoal com o citado ex-diretor da Petrobras, muito menos qualquer conversa indecente ou corrupta. Todo o meu relacionamento com a Petrobras sempre foi institucional", diz a nota do governador que atribuiu a denuncia a "práticas imundas" eleitoreiras.

Do G1 CE


VÍDEO - Professores da URCA entram em greve na próxima Segunda-feira, dia 15 de setembro.





Coisas (desta) república –– Em VEJA desta semana: O PT sob chantagem (postado por Armando Lopes Rafael)


Para evitar que o partido e suas principais lideranças sejam arrastados ao epicentro do escândalo da Petrobras às vésperas da eleição, a legenda comprou o silêncio de um grupo de criminosos — e pagou em dólar


O PODER E O CRIME - Enivaldo Quadrado (à direita), o chantagista, é pago pelo PT para manter em segredo o golpe que resultou no desvio de 6 milhões de reais da Petrobras, em outro caso de chantagem que envolve o ministro Gilberto Carvalho, o mensaleiro José Dirceu e o ex-presidente Lula (Montagem com fotos de Ailton de Freitas-Ag. O Globo/Joel Rodrigues-Folhapress/Rodolfo Buhrer-Estadão Conteúdo/Jeferson Coppola/VEJA)

Desde que estourou o escândalo da Petrobras, o PT é vítima de uma chantagem. De posse de um documento e informações que comprovam a participação dos principais líderes petistas num desfalque milionário nos cofres da estatal, chantagistas procuraram a direção do PT e ameaçaram contar o que sabiam sobre o golpe caso não fossem devidamente remunerados. Às vésperas da corrida presidencial, essas revelações levariam nomes importantes do partido para o epicentro do escândalo, entre eles o ex-presidente Lula e o ministro Gilberto Carvalho, um dos coordenadores da campanha de Dilma Rousseff, e ressuscitariam velhos fantasmas do mensalão. No cenário menos otimista, os segredos dos criminosos, se revelados, prenunciariam uma tragédia eleitoral. Tudo o que o PT quer evitar. Dirigentes do partido avaliaram os riscos e decidiram que o melhor era ceder aos chantagistas — e assim foi feito, com uma pilha de dólares.
O PT conhece como poucos o que o dinheiro sujo é capaz de comprar. Com ele, subornou parlamentares no primeiro mandato de Lula e, quando descoberto o mensalão, tentou comprar o silêncio do operador do esquema, Marcos Valério. Ao pressentir a sua condenação à prisão, o próprio Valério deu mais detalhes dessa relação de fidelidade entre o partido e os recursos surrupiados dos contribuintes. Em depoimento ao Ministério Público, ele afirmou que o PT usou a Petrobras para levantar 6 milhões de reais e pagar um empresário que ameaçava envolver Lula, Gilberto Carvalho e o mensaleiro preso José Dirceu na teia criminosa que resultou no assassinato, em 2001, do petista Celso Daniel, então prefeito de Santo André. A denúncia de Valério não prosperou. Faltavam provas a ela. Não faltam mais. Os dólares serviram para silenciar o chantagista Enivaldo Quadrado, ele próprio participante da engenharia financeira do golpe contra os cofres da maior estatal brasileira — e agora o personagem principal de mais uma trama que envolve poder e dinheiro.
Quadrado deu um ultimato ao tesoureiro do PT, João Vacari Neto: ou era devidamente remunerado ou daria à polícia os detalhes de documento apreendido no escritório do doleiro Alberto Youssef. O documento era um contrato de empréstimo entre a 2 S Participações, de Marcos Valério, e a Expresso Nova Santo André, de Ronan Maria Pinto. O valor desse contrato é de 6 milhões de reais, exatamente a quantia que Valério dissera ao MP que o PT levantara na Petrobras para abafar o escândalo em Santo André. É esse o contrato que prova a denúncia de Valério. É esse o contrato que, em posse de Quadrado, permitia ao chantagista deitar e rolar sobre os petistas.

(Fonte: VEJA)

VÍDEO - PLANTÃO CHAPADA DO ARARIPE - Professores do Crato retornarão às atividades na Segunda-Feira, com o compromisso de reajuste



Os professores da rede municipal de ensino do Crato decidiram em assembléia ocorrida nesta quinta-feira, 11 de setembro, suspender a greve em que se encontravam desde o dia 19 de Agosto, e aceitaram uma proposta do executivo de escalonamento de reajuste da gratificação da regência de sala. Os professores dividem opiniões contrastantes em relação à decisão da assembléia. Para a maioria, e para o presidente do SINDMCRATO, Júnior Matos, o que foi proposto não era o ideal, mas foi o possível. O vereador Amadeu de Freitas também concorda, e diz que nem sempre nas greves se consegue cem por cento daquilo que foi pedido, e o que foi conseguido, já pode ser visto como uma conquista dos professores. Outros professores discordam, inclusive a professora Nélia Paiva discorda, que não votou nas duas proposições, além de acrescentar na sua entrevista, a ser publicada logo mais na WebTV Chapada do Araripe, que o estado em que se encontra a educação do Crato é simplesmente desastroso.

Por: Dihelson Mendonça
www.blogdocrato.com
Desde 2005 registrando todo dia a História do Crato para a posteridade


Explosão demográfica na Região Metropolitana do Cariri – por Renato Casimiro


Há poucos dias o IBGE publicou suas estimativas para a população das nove cidades da chamada Região Metropolitana do Cariri (RMC). Na tabela acima, constam as duas colunas divulgadas pelo órgão (2010 e 2014). Fizemos pequeno exercício aritmético para verificar entre 2014 e 2026 quais seriam as populações destes municípios, e de modo particular o de nossa cidade frente a região. Deste modo, salvo qualquer reserva metodológica que se imponha, deveremos em Juazeiro do Norte, alcançar em 2026 a população de mais de meio milhão de habitantes (aprox. 501.775 habitantes). Os nove municípios da RMC deverão somar mais de um milhão de habitantes (aprox. 1.007.654 habitantes)


(Publicado originalmente no Blog Portal de Juazeiro,coluna de Renato Casimiro)

Sesc realiza Circuito Patativa do Assaré



Nesta sexta-feira (12), o Sesc dá início a mais uma edição do Circuito Patativa do Assaré. Realizado com o objetivo de valorizar e descentralizar a cultura local, o projeto leva a 11 municípios caririenses um apanhado das obras que representam a cultura popular brasileira. A programação acontece, até o dia 30 deste mês, nos municípios de Salitre, Tarrafas, Campos Sales, Assaré, Antonina do Norte, Farias Brito, Araripe, Nova Olinda, Potengi, Altaneira e Lavras da Mangabeira. No período, as cidades recebem atividades como espetáculos teatrais, contações de histórias e performances. A ideia é proporcionar um intercâmbio cultural aos atores, diretores e grupos envolvidos, oferecendo aos participantes a oportunidade de conferir, discutir e mostrar suas produções. Este ano, o projeto reúne os grupos Luz do Conto, Loucos em Cena, Anjos da Alegria, Grupo Ninho, Grupo Cícera de Experimentos Cênicos e os atores Thaylita Feitosa, Renê Rodrigues e Bete Pacheco.
           

Cidades – Circuito Patativa do Assaré 2014

Dia 12 – Salitre
Espetáculo: Tesouro de Contos – Grupo: Luz do Conto
Dia 16 – Tarrafas
Espetáculo: Sente-se e Ouça… Terreiro de Histórias do Cariri – Atriz: Bete Pacheco

Dia 17 – Campos Sales
Espetáculo: Retalhos de Minha Terra – Grupo: Loucos em Cena
Dia 19 – Assaré
Espetáculo: Tesouro de Contos – Grupo: Luz do Conto

Dia 22 – Antonina do Norte
Espetáculo: Sente-se e ouça… Terreiro de Histórias do Cariri – Atriz: Bete Pacheco
Dia 23 – Farias Brito
Espetáculo: Lendas Africanas – Ator: Renê Rodrigues

Dia 24 – Araripe
Espetáculo: Os Animartistas – Grupo: Anjos da Alegria
Dia 25 – Nova Olinda
Espetáculo: Bárbaro – Grupo Ninho

Dia 26 – Potengi
Espetáculo: Pelejas de Um Coração – Grupo Cícera de Experimentos Cênicos
Dia 29 – Altaneira
Espetáculo: Patativa Poesia Interventiva – Poesia Interativa – Atriz: Thaylita Feitosa

Dia 30 - Lavras da Mangabeira
Espetáculo: Tesouro de Contos – Grupo: Luz do Conto

SERVIÇO
Circuito Patativa do Assaré
Período: 12 a 30/9
Informações: (88) 3423.4444


Cuba enviará médicos para atuar contra o surto de ebola na África



O governo de Cuba vai enviar 165 profissionais de saúde para atuar no combate ao surto de ebola em Serra Leoa. O suporte inclui médicos, enfermeiros, epidemiologistas, especialistas em controle de infecção, especialistas em terapia intensiva e agentes de mobilização social. O grupo deve chegar a Serra Leoa em outubro e deverá ficar no país por seis meses. Todos os profissionais já atuaram antes na África. Segundo a  Organização Mundial da Saúde (OMS) foi a maior oferta de profissionais de um único país.

Dados divulgados hoje (12) pela OMS mostram que o vírus ebola atingiu 4.366 pessoas  e causou 2.218 mortes em Serra Leoa, na Guiné, na Libéria, na Nigéria e no Senegal até o dia 7 de setembro. Nos três primeiros países há um surto da doença. No caso do Senegal, houve apenas um paciente, que contraiu a doença na Guiné.  Segundo a OMS, as pessoas que tiveram contato com ele estão sendo monitoradas, mas, a princípio, não houve contaminação e o paciente já está curado.

Agência Brasil


Pesquisadores querem colocar a favela como tema da disputa presidencial



Os candidatos do PSDB e do PT à Presidência da República, Aécio Neves e Dilma Rousseff, respectivamente, serão os primeiros concorrentes da disputa a receber o livro Um País Chamado Favela, que traça uma radiografia das favelas brasileiras. A candidata Marina Silva, do PSB, receberá o livro em data ainda a ser confirmada. O trabalho aborda a situação de 63 favelas brasileiras a partir de visitas e entrevistas com 2 mil moradores. O objetivo é interferir nas políticas públicas destinadas a essa população.
Celso Athayde, criador da Central Única das Favelas ( Cufa), disse hoje (12) à Agência Brasil que se trata de reflexões sobre o que é preciso melhorar a partir do diagnóstico que foi traçado das favelas em todo o país. Há consenso em torno de temas como segurança pública e saúde, que ele considera  de maior dificuldade de  implantação nessas áreas do que no asfalto. “Todas elas clamam por isso, pedem por isso de maneira muito forte”. De acordo com o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, existem no Brasil em torno de 11,5 milhões de pessoas que vivem em aglomerados subnormais, as chamadas favelas. Athayde afiançou, porém, que o número é bem maior do que esse, na realidade.

O criador da Cufa considera essencial que as favelas sejam incluídas na pauta das eleições presidenciais porque são “o quinto maior espaço de voto, ou colégio eleitoral, do país”. Ele disse que as favelas precisam organizar os seus discursos, a partir das suas práticas. “O que a gente está tentando fazer no momento é, a partir de uma pesquisa científica, mostrar quais são os desafios que a gente tem nos anos que estão por vir. Isso tem que estar na pauta”. No Rio de Janeiro,  Athayde disse ser favorável à ampliação ao número de unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) nas comunidades, desde que melhore o relacionamento entre policiais e moradores e que a polícia tenha melhor qualificação. “Na verdade, quando você coloca polícia e não consegue acabar com o tráfico de drogas, você tem um ganho, que é reduzir a perda de vidas, mas na medida em que o tráfico continua, você acaba tendo uma outra questão que é a disputa de poder entre a polícia e o tráfico”. O morador, enfatizou, “fica o tempo todo ameaçado pelos dois lados, dentro de um conflito permanente e maior que aquele que já tinha”.
Celso Athayde enfatizou que o ideal é não existir favelas, mas um projeto  de habitação, segurança e transporte que deem condições para que essas pessoas morem com dignidade e segurança, com infraestrutura de transportes. “Porém, enquanto as favelas existirem, nós precisamos que elas sejam ouvidas e que façam parte da pauta. É preciso que esses parlamentares ou gestores nacionais pensem em políticas para essas pessoas. Do contrário, a cada ano que passe, nós só teremos aumentado a distância entre o país que se desenvolve e o país que continua subdesenvolvido”, apontou.

O primeiro candidato a receber um exemplar do livro, no próximo domingo (14), pela manhã, é Aécio Neves. O trabalho será apresentado pelos autores, Renato Meirelles, presidente do instituto de pesquisas Data Popular, e o próprio Celso Athayde. A presidenta Dilma Rousseff, que concorre à reeleição, receberá o seu na segunda-feira (15), à tarde, também na sede da Cufa, em Madureira, zona norte do Rio.

Fonte: Agência Brasil




Fontes de água secam no Maciço de Baturité


Mulungu/Guaramiranga/ Pacoti. A lamúria da escassez de água na serra é a mesma do sertão, com o adicional de um maior desce e sobe ladeira para deixar água em casa vinda de um chafariz com água barrenta, mas “é a que tem”. Para fazer a comida, tomar banho e lavar roupa. A falta de chuvas também comprometeu os reservatórios que abastecem a região, mas há outro adicional: o desmatamento para construção de casas de veraneio e hotéis, bem como o aumento da demanda por água gerada por esse crescimento populacional contribuiu para a “morte” das nascentes de água. Assim, cidades como Guaramiranga, Pacoti e Mulungu pagam uma conta alta no processo de urbanização. Nesse caminho das secas, o serrano, tal qual o sertanejo, mantém a esperança com a fé na devoção aos santos.

Altitude

Quanto mais alto, mais difícil de chegar água. Com pressão menor para subir pelos canos, a água chega pouca à casa de José Mairton, no Centro de Pacoti. Passa até dois dias sem água. “Quem não tem uma caixa d’água, ou muitos baldes para guardar, fica sem água. Em cidade com racionamento, quem tem caixa d’água é rei. Francisco Nailton, filho de José Mairton, é um vizinho sem caixa. Pede a bênção ao pai e licença para pegar água, afinal, são quatro crianças para alimentar. Mas a vida deles é “boa” se comparada aos moradores do Sítio Areia, 500 metros distante dali e uns 30 metros mais elevada. Há uma pressão menor para que a água, que já é pouca, suba. De acordo com o geógrafo Adriano Mendes, da Universidade Estadual do Ceará (Uece), os desmatamentos das encostas, provocado pelas construções, notadamente hotéis e casas de veraneio, têm gerado erosões e contribuído para a perda de água nas nascentes. A vegetação nativa possibilitava a infiltração no solo e, assim, acúmulo de água das chuvas.

Chafariz

Na casa de seu Luiz Gonzaga passa até uma semana sem aparecer água fornecida pela Companhia de Água e Esgoto (Cagece), que atende aos três municípios visitados pela reportagem. Por sorte, mora mesmo em frente a um dos chafarizes administrados pela Prefeitura Municipal. A água é obtida de um poço profundo e bombeada até o alto. “Não fosse o chafariz, não tinha água”, afirma. Não tivesse esse equipamento, as cerca de 30 famílias da “Rua 105″ teriam que buscar do outro lado da comunidade, que tem um chafariz abastecido com carro-pipa porque o poço profundo secou. Com o menor nível de água subterrânea, é preciso cavar cada vez mais fundo para se obter água. Mas cria-se um problema. Quem cava um poço de 40 metros “desvia” a água de quem tem um poço de 35 metros, por exemplo. O resultado é que o poço mais raso seca. E quando o poço chega próximo de 100 metros (que só consegue o poder público ou particulares com recursos suficientes), secam os poços residenciais da comunidade.

A localidade de Linha da Serra, em Guaramiranga, é conhecida pela estátua de Nossa Senhora de Fátima e por ter um dos principais mirantes da serra, de onde se avista bonito por do sol, o que se dá numa frequência maior do que a chegada de carro-pipa para abastecer o único chafariz da comunidade e as cisternas de quem as possui. “Não é todo dia que tem carro-pipa, falta água, e olha como vem”, afirma o agricultor Antônio Tadeu ao mostrar um balde branco com água muito escura. Sua esposa, Antônia Batista, relata que há vários casos de crianças acometidas com diarreia. “Só pode ser a água”, aponta.

Melquíades Júnior
Repórter
Diario do Nordeste – Regional


Em Barro (CE): Bispo coroa réplica da imagem-histórica de Nossa Senhora da Penha e crisma mais de 300 jovens – Por Patrícia Silva


Aconteceu no Santuário Diocesano da Divina Misericórdia, na cidade de Barro. Dom Fernando Panico crismou mais de 300 jovens e coroou uma réplica da imagem histórica da Padroeira de Crato e da Diocese, Nossa Senhora da Penha. Esta imagem ficará, a partir de agora, num altar daquele belo santuário. Ao final da Celebração Eucarística, Dom Fernando confirmou seu retorno àquela cidade, no próximo dia 6 de dezembro, levando uma relíquia do corpo de Santo Antônio, Padroeiro de Barro, que o bispo conseguiu na Itália para ser doada à população barrense. Haverá nova festa, naquela data, no Santuário Diocesano da Divina Misericórdia, de Barro, para receber a relíquia de Santo Antônio.

Santuário Diocesano da Divina Misericórdia - Barro(CE)

Candidato Cratense a Deputado Estadual FRANZÉ BRITO desiste da campanha e apóia José Ailton Brasil


"Um homem precisa conhecer suas limitações...nós nos reunimos e vimos que necessitaríamos de mais de 30 mil votos" - "O Crato precisa de um novo time político, um novo grupo, que possa jogar com mais seriedade e mais compromisso, e estas eleições oferecem o momento ideal para que este novo grupo seja formado".  ( Franzé Brito )


O candidato Cratense a Deputado Estadual, Franzé Brito convocou uma coletiva de imprensa na tarde desta sexta-feira, dia 12 de setembro, para anunciar que desistiu da sua candidatura a uma vaga no legislativo Cearense. O motivo apresentado foi o de encontrar grandes dificuldades na reta final da sua campanha. Segundo Franzé, "Um homem deve conhecer suas limitações" e procurou sua esposa, que era seu principal "cabo eleitoral", além de consultar as suas bases, que são os colegas da maçonaria, onde foi feita uma reunião para a verificação das possibilidades, e chegou-se à conclusão que a realidade de uma quantidade de votos que lhes foi passada anteriormente, ficava bem abaixo do necessário para vencer as eleições para Deputado Estadual. Segundo Franzé, inicialmente, foi calculado algo em torno de 15 a 20 mil votos, mas a realidade atual aponta para acima de 30 mil. Então, segundo ele, "pôs os pés no chão e declarou que nessas condições, não poderia chegar lá", e partiu para a retirada da sua candidatura.

Na coletiva, Brito, já não mais candidato, declarou seu apoio ao colega José Ailton Brasil, em cujo comitê foi realizada a entrevista. Segundo Franzé, José Ailton é uma pessoa íntegra, que possui idéias de desenvolvimento para a cidade do Crato semelhantes às dele. Indagado por vários radialistas e jornalistas, adiantou que a decisão não foi comunicada oficialmente ao seu partido, já que foi pensada unilateralmente nos últimos dias, e que apoiando agora o José Ailton Brasil, certamente que irá apoiar também a chapa majoritária, formada por Camilo Santana para governador, quando antes, apoiava o Eunício Oliveira. Quando questionado por este repórter se isto não representaria uma ruptura ou mudança de ideais, ou ainda uma possível falta de confiança nos ex-companheiros de partido, este declarou que em todas as coligações existem pessoas boas e bons projetos, que são colocados para o bem da população, e é natural que mudando o seu apoio ao José Ailton Brasil, siga também para o apoio a toda a chapa, mas adiantou que não houve qualquer mal-estar ou desentendimentos com o seu partido, para que viesse a tomar esta decisão.
Na entrevista, o ex-candidato ressaltou ainda que o Crato se encontra numa situação política que precisa de um novo grupo, com novas idéias, "um novo time político que possa jogar com mais seriedade e mais compromisso" e vê estas eleições, como o momento em que este novo grupo estará sendo formado no Crato. 

Por sua vez, o candidato José Ailton Brasil declarou que recebeu com muita alegria o apoio do ex-deputado. Segundo ele, foi uma transição tranquila, houve um entendimento com a loja maçônica, e o foco principal é a cidade do Crato, sendo que a grande preocupação do Franzé era de que o Crato carece de um bons representantes no poder legislativo Cearense, e que este é o momento de se fazer uma reflexão sobre quem realmente oferece as melhores condições e preenchem os melhores requisitos.

Na entrevista, Franzé Brito disse que não desistiu da política, e que nas próximas eleições deverá se candidatar ao cargo de vereador, só que, irá pensar com mais realidade, começando por baixo, e  com os "pés no chão".

Por: Dihelson Mendonça
www.blogdocrato.com


Mais uma: Professores da Urca decretam nova greve


Os professores da Universidade Regional do Cariri (Urca) decidiram em uma assembleia realizada na última quarta-feira, 10, retomar a greve, suspensa em janeiro de 2014, na próxima segunda-feira, 15. Segundo Augusto Nobre, presidente do Sindicato dos Docentes da Urca (Sindurca), a greve é causada pelo não cumprimento do acordo feito por parte do Governo do Estado. As principais reivindicações são a posse imediata dos 26 professores já convocados pela Universidade e um calendário definido para a realização de outro concurso para o preenchimento de 122 vagas.
“Estamos cobrando basicamente duas coisas que foram acertadas com ele [Cid Gomes, governador do Estado]: A liberação da contratação de 26 professores aprovados nos concursos anteriores. Esses professores já foram chamados pela Universidade, fizeram todos os exames, entregaram a documentação exigida pelo Governo e esperam desde o mês de março pela posse, que consiste na publicação no Diário Oficial do Estado”, afirmou o presidente do sindicato.
 Ainda segundo Augusto Nobre, o retorno dos professores da Urca a greve pode ter sido a primeira das Universidades Estaduais do Ceará, já que os três sindicatos (Sinduece, Sindiuva) trabalham em conjunto.
 “Os três sindicatos atuam em conjunto. Cada sindicato já fez a primeira assembleia e realizará a segunda. Existe a perspectiva de que, se o governador não resolver a situação até a realização da próxima assembleia, eles também retornem a greve.”,  revelou Augusto Nobre.
 Em nota emitida em seu site oficial, a Urca afirma que, mesmo diante da greve, todas as atividades administrativas, de pesquisa e a realização do próximo processo seletivo serão mantidas normalmente, além de assegurar o pagamento das bolsas universitárias.
(Fonte: “O POVO on line”)

Coisas da República: Para mão perder o poder vale tudo contra o adversário ( Postado por Armando Rafael )




O PT não ficou inerte diante da ascensão de Marina Silva nas pesquisas eleitorais. Comandada pelo veterano e medalhado publicitário João Santana, sua máquina de propaganda passou a despejar sobre a candidata do PSB uma combinação violenta de mentiras e falsificações. Reportagem em VEJA desta semana mostra como se dá essa ofensiva e aponta suas manipulações de fatos
A decisão do PT de passar o trator em Marina Silva foi tomada no dia 1º de setembro em um jantar no hotel Unique, em São Paulo, logo depois do segundo debate entre os candidatos à Presidência, no SBT. Estavam à mesa a presidente e candidata do partido, Dilma Rousseff, o ex-presidente Lula, o marqueteiro João Santana, o ex-¬ministro Franklin Martins, o ministro Aloizio Mercadante e o presidente do PT, Rui Falcão. Juntos, chegaram à constatação de que o fenômeno Marina era bem mais sustentável do que parecia a princípio. Se nada fosse feito, concluíram, Marina Silva estaria sentada na cadeira de presidente da República pelos próximos quatro anos. “As pesquisas mostravam isso”, disse a VEJA um ministro do governo. “Não tínhamos alternativa a não ser partir para cima com tudo.” Àquela altura, a candidata do PSB aparecia empatada com Dilma no primeiro turno e 10 pontos à frente no segundo. Lula resumiu o clima reinante e deu a ordem de marcha: “Precisamos reagir e reorganizar a tropa”.

Como sempre nesses casos, com uma equipe azeitada, acostumada a trabalhar em conjunto há muitas campanhas e conhecedora dos limites éticos, ou da falta deles, não foi preciso ser muito explícito sobre o que precisava ser feito. O próprio diagnóstico do problema embutia sua solução. Marina tinha virado uma entidade sagrada, uma combinação de espírito da floresta com o espírito do capitalismo, metade Chico Mendes, metade Steve Jobs. Decidiu-se que o processo de destruição da candidatura Marina seria eufemisticamente chamado de “dessacralização”.

Logo a máquina de propaganda petista, comandada pelo veterano e medalhado publicitário João Santana, mostrou a que viera. Em menos de uma semana o resultado começou a aparecer no programa eleitoral de Dilma e nas inserções de televisão e rádio. Nunca se viu na história eleitoral deste país uma combinação tão violenta de mentiras, falsificações, manipulações, exageros e falsas acusações como a despejada pelo PT sobre Marina.

(Fonte: revista VEJA)


Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30