xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 03/09/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

03 setembro 2014

Segundo jornalista é decapitado no Iraque pelo grupo terrorista ISIS



A Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) afirmou nesta terça-feira que está "horrorizada" com a execução do jornalista americano Steven Sotloff por parte de "jihadistas" do Estado Islâmico (EI).

A SIP enviou suas condolências à família e aos amigos de Sotloff, 31, cuja execução foi gravada em um vídeo divulgado nesta terça-feira. O encarregado de liberdade de expressão da SIP, Claudio Paolillo, rejeitou a utilização dos jornalistas como "moeda de extorsão para fins terroristas e políticos", e advertiu que este tipo de episódio pode dissuadir outros jornalistas a cobrir a região, levando a uma "autocensura que prejudicará o direito do público a ser informado sobre os graves conflitos no Oriente Médio".

Sotloff era um especialista em Oriente Médio e cobria há vários anos o mundo muçulmano.
O vídeo difundido pelo EI, cuja autenticidade é analisada pelos Estados Unidos, mostra Steven Sotloff ajoelhado e de uniforme laranja, ao lado de um homem mascarado armado com uma faca.
Desaparecido há doze meses, Sotloff foi sequestrado no dia 4 de agosto de 2013 em Aleppo, na Síria, na zona da fronteira com a Turquia. A SIP, sediada em Miami, onde vive a família de Sotloff, já havia repudiado a execução de outro jornalista americano refém do Estado Islâmico, James Foley, há duas semanas.

Os "jihadistas" afirmam que as execuções visam a deter os ataques aéreos ordenados pelo governo do presidente Barack Obama contra posições do Estado Islâmico no Iraque.

AFP - Com Yahoo


Cratenses pagam 190 mil reais para vereadores transformarem câmara em rinha de galo ?


Não é a primeira vez e nem parece ser a última, em que reclamamos sobre a postura de certos edis da cidade do Crato.

Amigos Cratenses, tenho percebido de há algum tempo, que ultimamente, quando é a hora do vereador Roberto Anastácio ( Bebeto ) falar, alguns arrumam qualquer barraco para tumultuar a sessão, e em alguns casos até acabá-la. Será isso algum plano articulado, será um complô, o que diabos é isso ? A cidade não pode parar, a câmara não pode parar, e se algum vereador, seja quem for tiver algo importante para dizer, não deve ser interrompido, muito menos com tumultos. Faz vergonha ao cidadão Cratense de bem, assistir a esses espetáculos grotescos! A população paga 190.000 reais ( 19 vereadores a próximo de 10 mil ) por mês para isso ?

Será que querem transformar a população do Crato em palhaços ? Será que nós somos os palhaços desse grande circo ? Exigimos mais RESPEITO.




Professor denuncia REPRESÁLIA ao movimento grevista no Crato


"Tem dinheiro para os temporários, mas não tem para os efetivos ? Ou brincam de gato e sapato ?"


O Professor Pedro Ivan Correia denuncia uma manobra elaborada ( segundo ele ), pela Secretaria de Educação, a fim de minar o movimento grevista na cidade do Crato, concedendo reajuste aos professores temporários e não aos efetivos. Segndo informa em seu perfil:

"Caros colegas professores do municipio do Crato e amigos do face, eu e mais três colegas professoras fomos em 5 escolas para entregar o edital de convocação de assembleia das merendeiras e outros servidores, e tomamos conhecimento que a Secretaria de Educação do Municipio do Crato reajustou os salários dos professores temporários que entendemos como uma forma de REPRESÁLIA ao movimento grevista da maioria dos professores efetivos estão promovendo em busca de seus direitos. Nada contra os meus colegas professores temporários, mas como é que tem dinheiro para reajustar os salários dos professores temporários e não tem para reajustar o dos efetivos e também da regência de sala? Alguém pode explicar isso?"

Pedro Ivan Correia
Foto do perfil



Aécio Neves desmente renúncia à candidatura e ataca Marina Silva


Aécio Neves, candidato a presidência pelo PSDB, se movimentou às pressas para negar os boatos que surgiram na tarde desta terça-feira (2). O tucano convocou a imprensa, em São Paulo, para desmentir as informações de que ele poderia deixar a disputa eleitoral antes do primeiro turno, favorecendo assim Marina Silva (PSB) e garantindo o fim da hegemonia petista no comando do país.

De acordo com reportagem do jornal Valor Econômico, assessores ligados à campanha de Aécio Neves cogitaram a retirada da candidatura do tucano, visando o fortalecimento de Marina Silva na corrida à presidência e, assim, acabando com a atual hegemonia do PT. Prontamente, Aécio Neves convocou coletiva de imprensa e rechaçou os boatos. "Vou lutar até o último instante" disse em frente aos jornalistas.

Ao lado de parlamentares e dirigentes do PSDB, o candidato garantiu que segue na disputa e mostrou que sua estratégia será partir para o ataque da pessebista. Citando o episódio do erro editorial no programa de governo de Marina - quando a candidata voltou atrás na questão do casamento gay, por exemplo -, o tucano a definiu como uma "metamorfose ambulante". Batendo nesta tecla, e com um discurso mais duro, Aécio afirmou que "é preciso que o Brasil conheça as reais convicções de Marina".

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso esteve o tempo todo ao lado do companheiro. Defendendo a candidatura de Aécio, FHC se mostrou otimista quanto aos números apresentados nas últimas pesquisas eleitorais: "já vi muito sobe e desce em campanha", disse.

Yahoo Notícias


A implantação do terminal da Petrobrás em Crato –– por Pedro Esmeraldo

    Tempos idos de 1970, Crato se reconfortava de alegria devido à implantação do terminal da Petrobras nesta cidade.     A principio com as atividades tímidas, já que não havia procedimento na esfera de entrega combustível na região, constituído de um processo acanhado neste âmbito de arte comercial com valor e desembaraço. Não poderíamos qualificar com orgulho esse processo evolutivo na combinação dos produtos pertencentes à energia alternativa.
    Por esse motivo, houve convites a alguns empresários locais a fim de aprimorar a entrega inestimável com tentativa de acelerar esse impasse com devida precisão. Este foi feito a mais de um empresário no ramo de transportes para ver se solucionava esse impasse obtido por falta de compreensão desses empresários.
    Felizmente, a sorte nos ajudou, visto que alguns dias depois apareceram por lá dois senhores afeitos no ramo, oferecendo-se a trabalharem nesse processo de desenvolvimento regional. Um deles era um senhor com curso de capacitação mecânica de automóvel, latino, astucioso e desejava compartilhar com desenvolvimento da Petrobrás nesta cidade.
    Então, alguém mais sagaz que ele chegou a lhe perguntar: Que você oferece a Petrobrás? Nesse interim, com muita precisão respondeu: Tenho catorze clientes que serão um estopim do processo e a eficácia e do desembaraço da entrega de produtos nesta região.     Daí então surgiram novos clientes e a Petrobras de Crato subiu que só foguete, deixando-nos fascinados pelo avanço da distribuição de produtos energéticos, favorecendo ao raio de mais de 200 km. Esse senhor para todos nós foi o pivôt do crescimento da distribuição dos produtos de energia alternativa na região centro nordestina. Chama-se José Zito de Oliveira. É humilde; simples, trabalhador incansável que granjeou com simpatia e honestidade a sua afeição de todos os comerciantes possuidores de posto de gasolina do Cariri e adjacência.
    Também queremos recordar a bravura e interesse do grande cratense Humberto Esmeraldo Barreto. Foi o timoneiro da permanência da Petrobrás de Crato. Enfrentou barreiras que pareciam intransponíveis, visto que havia obstáculos partindo de alguém inconformado de estender a expressão da Petrobrás até o Crato. Mas  foi viril, autêntico, já que exigiu que ela fosse estabelecida em Crato com muito vigor com intuito de favorecer a região do cariri em progredir e com o crescimento favorecido ao engrandecimento do homem.
    Agora queremos lembrar ao povo do Crato e do cariri que fique agradecido ao Doutro Humberto, visto que não foi só a Petrobrás que ele trouxe para cá mas uma serie de fatores que foram a mola de desenvolvimento do nosso povo. A Petrobrás fazendo 37 anos de utilidade em todo o cariri viemos aqui agradecer com vivacidade a coragem e o beneficio prestado ao nosso povo por esse ilustre cidadão.
    Ficamos totalmente perplexos quando observamos o esquecimento pelo povo cratense, das figuras notáveis que se sobressaíram em trabalho e em defesa deste município e mais uma vez, lembramos a todos, devemos ser gratos a esses heróis que lutaram pela terrinha e pela sobrevivência econômica da Região.



A Pátria Amada –– Dom Fernando Arêas Rifan (*)

        Pense nisso: seu voto é coisa séria, pois terá sérias consequências para a política!   
                       Estamos na Semana da Pátria, da nossa Pátria amada. Jesus, nosso divino modelo, amava tanto sua pátria, que chorou sobre sua capital, Jerusalém, ao prever os castigos que sobre ela viriam, consequência da sua resistência à graça divina. É tempo oportuno para refletirmos sobre nossa nação, na qual vivemos e da qual esperamos o nosso bem comum. Será que também não devemos chorar sobre nossa pátria, ao vermos tanta falta de ética em nossa política, ao sentirmos e pressentirmos a aprovação de leis iníquas, contra a Lei Divina, natural e positiva? 
        Segundo Aristóteles, “o homem é por natureza um animal político, destinado a viver em sociedade” (Política, I, 1,9). Política vem do grego pólis, que significa cidade. E, continua Aristóteles, “toda a cidade é evidentemente uma associação, e toda a associação só se forma para algum bem, dado que os homens, sejam eles quais forem, tudo fazem para o fim do que lhes parece ser bom”. E Santo Tomás de Aquino cunhou o termo bem comum, ou bem público, que é o bem de toda a sociedade, dando-o como finalidade do Estado. “A comunidade política existe... em vista do bem comum; nele encontra a sua completa justificação e significado e dele deriva o seu direito natural e próprio. Quanto ao bem comum, ele compreende o conjunto das condições de vida social que permitem aos indivíduos, famílias e associações alcançar mais plena e facilmente a própria perfeição” (Gaudium et Spes, 74). Daí se conclui que a cidade – o Estado - exige um governo que a dirija para o bem comum. Não se pode separar a política da direção para o bem comum. Procurar o bem próprio na política é um contrassenso. 
        Parecia estar falando da política atual o notável Eça de Queirós, que, há muito tempo atrás, escrevera com sua verve inconfundível: “Estamos perdidos há muito tempo... O país perdeu a inteligência e a consciência moral. Os costumes estão dissolvidos, as consciências em debandada. Os caracteres corrompidos. A prática da vida tem por única direção a conveniência. Não há princípio que não seja desmentido. Não há instituição que não seja escarnecida. Ninguém se respeita... Ninguém crê na honestidade dos homens públicos... A classe média abate-se progressivamente na imbecilidade e na inércia. O povo está na miséria. Os serviços públicos são abandonados a uma rotina dormente. O Estado é considerado na sua ação fiscal como um ladrão e tratado como um inimigo. A certeza deste rebaixamento invadiu todas as consciências. Diz-se por toda a parte, o país está perdido! Algum opositor do atual governo? Não!”. Falava ele assim em 1871! 
        Como cristãos, nós sabemos que a base da moral e da ética é a lei de Deus, natural e positiva, traduzida na conduta pelo que se chama o santo temor de Deus ou a consciência reta e timorata. Uma vez perdido o santo temor de Deus, perde-se a retidão da consciência, que passa a ser regida pelas paixões. Uma vez perdidos os valores morais e os limites éticos, a política fica ao sabor das paixões desordenadas do egoísmo, da ambição e da cobiça.
        Pense nisso: seu voto é coisa séria, pois terá sérias consequências para a política! 

(*) Dom Fernando Rifan, Bispo da Administração Apostólica Pessoal São João Maria Vianney

Padroeira de Crato e da Diocese, Nossa Senhora da Penha, foi coroada pelo Cardeal Dom João Braz Aviz, representante do Papa Francisco -- porr Patrícia Silva

A emoção tomou conta das milhares de pessoas presentes à Praça da Sé, quando o cardeal Dom João Braz de Aviz
coroou, em nome do Papa Francisco, a imagem histórica da Virgem da Penha (Foto Patrícia Silva)
Foi a maior e a mais bonita de todas as festa realizadas em honra à Nossa Senhora da Penha! A padroeira da cidade e da Diocese de Crato foi coroada na da noite de 1º de setembro, no átrio da na Catedral Nossa Senhora da Penha, em Crato, pelo enviado do Papa Francisco, o Cardeal Dom João Braz Aviz, em cerimônia que contou com a participação do Bispo Diocesano, Dom Fernando Panico, dos bispos do Regional Nordeste I da CNBB que congrega nove dioceses do Ceará, de Dom Plínio Luz, da Diocese de Picos- PI, dezenas de padres, religiosos (as) e aproximadamente 30 mil fiéis, que ocuparam toda a área da Praça da Sé e adjacências..
Na solenidade o Cardeal Dom João disse estar encantado com a organização que a Diocese de Crato possui, e falou da felicidade por, na festa do centenário e criação da  diocese estar fortificando anda mais o elo de união com o Papa Francisco e toda a igreja. “Nós não poderíamos deixar de vivenciar com vocês este momento tão especial”, afirmou.
A cerimônia da coroação teve a animação de um coral formado por orquestras da região, além da exibição de arte teatral  que contou a história do inicio da cidade Crato, explicando a forte influencia da religiosidade em sua fundação com o Frei Carlos Maria de Ferrara, frade que iniciou a Missão do Miranda, origem de Crato. Houve  apresentação da cantora lírica Samila,  que entoou a música Ave- Maria. Foi apresentado também, pelo Chanceler Armando Lopes Rafael, os decretos de permissão da coroação da imagem-histórica de Nossa Senhora da Penha,  encaminhados pelo Vaticano. A coroação da imagem da Virgem da Penha, de Crato, com autorização do Papa é a sétima realizada no Brasil.
Segundo o Pe. José Adelino Martins Dantas, pároco em Juazeiro do Norte- CE, a presença do Cardeal confirma todo um trabalho que a Diocese de Crato está realizando. “O centenário é a celebração de uma história e a presença do Cardeal em nosso meio vem confirmar o trabalho de uma igreja que estamos realizando, trazendo uma nova mensagem e colocando mais perto de nós os novos ares do pontificado do Papa Francisco, nos confirmando na caminhada da igreja do concilio vaticano II”, disse.
O Cardeal foi enviado pelo Papa Francisco para representá-lo nesta solenidade que concluiu a peregrinação da imagem da padroeira diocesana pelas cinco regiões foraneas, fazendo com que as comemorações pelo centenário diocesano seja um marco de comunhão na história da igreja.
 Foi a maior manifestação católica na história da cidade de Crato (Foto:Patrícia Silva)
Bispos do Ceará estiveram presentes à festa dos cratenses
(*) Patrícia Silva, jornalista, da Assessoria de Imprensa da Diocese de Crato

Centenário da Diocese: Cardeal Dom João Braz Aviz presidiu a missa solene no encerramento da 246ª festa de Nossa Senhora da Penha, Rainha e Padroeira de Crato

Por: Árysson Magalhães, seminarista e colaborador
Da esquerda para a direita: Dom Fernando Panico, cardeal Dom João Braz de Aviz e Dom Plínio Luz, bispo de Picos (PI)
Aconteceu no dia 1º de setembro, às 9h, na Catedral Nossa Senhora da Penha, em Crato, a missa solene de encerramento da 246ª festa da Padroeira da cidade e da Diocese de Crato.  A solenidade foi pelo Cardeal Dom João Braz de Aviz, prefeito da Congregação para os Institutos de Vida consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica no Vaticano, e Dom Plínio Luz, bispo da Diocese de Picos- PI, sendo concelebrada pelo Bispo Dom Fernando Panico e sacerdotes da Diocese de Crato, com a presença de centenas de fiéis.
Na abertura da missa, Dom Fernando, afirmou que o Cardeal Dom João Braz de Aviz  é humilde como o Papa Francisco, e agradeceu a generosidade do cardeal atender ao convite para se fazer presente nos festejos do centenário da Diocese.
O Cardeal Dom João fez, em nome do Papa Francisco, um agradecimento especial aos padres. “Os sacerdotes chegam aonde os políticos às vezes não chegam, ficam mais perto do nosso povo e conhece mais de perto o coração da nossa gente”, afirmou. Na oportunidade também agradeceu às comunidades religiosas da Diocese lembrando que elas são importantes para a vida do povo.
Dom João Braz de Aviz disse que anos atrás veio para o Cariri, de forma anônima, junto com suas irmãs para conhecer a espiritualidade do povo romeiro e  agradecer ao Padre Cícero Romão Batista pela graça de fé plantada no Nordeste brasileiro. “A fé no Pe. Cícero move o povo romeiro, eu fico encantado por isso  e torço pela  reabilitação desse sacerdote”, afirmou o cardeal.
Na oportunidade Dom João convidou os fiéis a continuarem comemorando o centenário da Diocese, e a imitar o jeito de ser da Virgem Maria, vivendo a Palavra de Deus como Maria vive. “Vamos continuar a história dos 100 anos, vamos continuar amando Nossa Senhora e a deixar iluminar toda nossa vida, e a felicidade que sempre desejamos para nós é Deus quem vai nos dar através de Nossa Senhora”, disse.
No final da celebração foram apresentadas aos fiéis as coroas, trazidas de Roma, para serem postas na imagem de Nossa Senhora da Penha e no Menino Jesus na coroação que será realizada a noite com a presença do cardeal e dos bispos do Regional Nordeste I da CNBB, sendo este um dos momentos fortes do ano centenário.
                                                                                                                                         

Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30