xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 04/07/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

04 julho 2014

Neymar está fora da Copa após fratura na vértebra


O atacante Neymar não jogará mais pela Copa do Mundo deste ano. O jogador teve uma fratura em uma vértebra lombar, após levar uma joelhada nas costas, do colombiano Zuñiga, durante o jogo das quartas de final, na tarde de hoje (4).

Após fratura em vértebra, Neymar está fora da Copa (Fabrizio Bens/AP/Direitos Reservados)
Após fratura em vértebra, Neymar está fora da CopaFabrizio Bensch/AP/Direitos Reservados
Neymar não atuará no próximo jogo do Brasil, contra a Alemanha, na próxima terça-feira (8), nem em uma possível final, no dia 13 de julho.

Em entrevista transmitida pelas Rádios EBC, o médico da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rodrigo Lasmar, disse que a fratura não é complicada e que não haverá necessidade de cirurgia. “Mas infelizmente não terá chances de jogar os próximos jogos. Para jogar semana que vem não tem condições.”

A pancada foi aos 41 minutos do segundo tempo, quando o Brasil vencia a Colômbia por 2 a 1. Após cruzamento na área, a zaga brasileira lançou a bola em direção a Neymar. O atacante brasileiro dominou a bola no peito e recebeu uma joelhada, nas costas, do lateral colombiano Zúñiga. O jogador saiu de campo chorando de dor e foi substituído pelo zagueiro Henrique.

Agência Brasil
Via www.blogdocrato.com




Clero da Diocese de Crato estará reunido em retiro espiritual


   Do dia 07 a 11 de julho corrente, cerca de 80 componentes do clero da Diocese de Crato estarão reunidos em retiro espiritual, que acontece no Convento Nossa Senhora Peregrina, dos frades carmelitas, localizado na cidade de Camocim de São Felix, no agreste pernambucano (foto acima). A pregação desse retiro está a cargo de Dom Luís Flávio Cappio, bispo da Diocese de Barra (BA).
    Anualmente, no mês de julho, os sacerdotes da Diocese de Crato participam de um retiro, que se constitui numa atividade espiritual, proporcionando aos padres horas de reflexão, para olhar os principais pontos da vida, o que está bem e o que pode ser melhorado.
O pregador
Este ano, o retiro dos sacerdotes da Diocese de Crato será pregado por Dom Luís Flávio Cappio, frade franciscano, formado em Economia, e com estudos filosóficos e teológicos feitos no Seminário Franciscano de Petrópolis, estado do Rio de Janeiro (foto abaixo).
Dom Flávio Cappio recebeu em 10 de agosto de 2008 o Prêmio da Pax Christi Internacional, com sede em Bruxelas, na Bélgica.  Em 9 de maio de 2009 recebeu o Prêmio Kant de Cidadão do Mundo, da Fundação Kant, na cidade de Freiburg, Alemanha. Este prêmio é concedido bianualmente a pessoas que se destacaram na defesa dos direitos humanos.   Dom Flávio Cappio tem forte ligação com o Rio São Francisco. Aliás, ele nasceu no dia em que a Igreja Católica celebra este santo. Na juventude o Bispo de Barra tornou-se religioso da ordem franciscana e foi viver às margens do rio São Francisco. Ao completar 48 anos, iniciou uma peregrinação de 6 mil quilômetros da nascente até a foz do Rio São Francisco. Esta peregrinação durou um ano. Este período foi vivido por Dom Luís Cappio como uma missão ecológica e religiosa, durante a qual o frei buscou conscientizar a população sobre a necessidade de preservação do Rio São Francisco. A experiência foi publicada no livro “O Rio São Francisco – Uma Caminhada entre Vida e Morte”, pela Editora Vozes. Dom Luís Flávio Cappio tornou-se bispo da Diocese de Barra em 1997.

Crato vai ganhar salas de cinema através de parceria com o Governo do Estado e Governo Federal


Segundo reportagem divulgada na mídia caririense, o Município do Crato vai ganhar duas novas salas de cinema. A instalação do equipamento se dará através de uma parceria entre a Prefeitura Municipal, Governo do Estado e a Agência Nacional de Cinema (Ancine).

O investimento total nas salas de cinema a serem implantadas fica em torno de R$ 20 milhões, sendo que serão beneficiadas ainda outras  sete cidades cearenses. As novas salas de exibição integram o programa “Cinema Perto de Você”, parte do programa “Brasil de Todas as Telas”, lançado Governo federal  e o Ministério da Cultura, em Brasília.

Ao todo, o Governo Federal destinará R$ 1,2 bilhão para produção, distribuição e programação de conteúdo audiovisual, com o objetivo de aumentar o mercado interno e universalizar o acesso aos serviços audiovisuais no País.

SOBRE AS SALAS DE CINEMA

As salas públicas de cinema serão construídas com recursos federais e estaduais e mantidas pelas Prefeituras, com recursos municipais. Será lançada uma chamada pública para receber propostas de exibidores interessados nos cinemas. O valor arrecadado com as bilheterias será destinado ao Fundo Municipal de Cultura do Crato.

Fonte: governos Federal e Estadual


MENSALÃO DO CRATO - Desembargadora cassa a decisão do juiz Batista de Andrade que determinou o retorno dos vereadores


Em instância superior, a desembargadora Vera Lúcia Correia Lima cassou no último dia 30 de Junho ( E publicada no diário de Justiça do Estado do Ceará no dia 02 de Julho ) a decisão do Juiz da primeira vara do Crato, José Batista de Andrade que havia determinado o retorno às funções dos vereadores que haviam sido afastados a pedido do Ministério Público, acusados de participarem de um suposto esquema de mensalão ou "mensalinho" no Crato, que teria ocorrido no mês de outubro de 2013, em que 9 vereadores teriam recebido a quantia de 50 mil reais cada, do atual prefeito do Crato, Ronaldo Gomes de Mattos para votarem contra o parecer do TCM ( Tribunal de Contas dos Municípios ), que recomendava a aprovação das contas referentes ao exercício de 2009 do ex-prefeito Samuel Araripe.

O Chamado "esquema do mensalinho" foi deflagrado na mídia através de gravações realizadas pelo ex-gestor, em que o vereador Dárcio Luiz de Sousa confessou através de gravação, que o atual prefeito havia pago as quantias aos vereadores na sua própria residência. O caso está sendo investigado desde outubro em 3 instâncias, Ministério Público, PROCAP ( Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública ) e PRE ( Procuradoria Regional Eleitoral ) e já teve vários desdobramentos.

O Ministério Público ( MP ) havia pedido o afastamento dos vereadores envolvidos no suposto esquema, e no dia 07 de março de 2014, o Juiz da primeira vara cível do Crato, José Batista de Andrade havia solicitado a cassação de todas as medidas liminares, bem como o arquivamento do processo e o retorno dos vereadores às suas funções.

PORÉM...

Neste dia 02 de Julho, conforme publicado no Diário de Justiça do Estado do Ceará, a desembargadora Vera Lúcia Correia Lima cassou a decisão do juiz Batista de Andrade, conforme documento abaixo. Portanto, o processo do "mensalão cratense" continua cada vez mais firme em sua tramitação na justiça, que desta vez, pode pedir um novo afastamento dos vereadores, bem como, caso decida, até um possível afastamento do atual prefeito, em medida mais abrangente.


http://www.jusbrasil.com.br/diarios/72507846/djce-judiciario-02-07-2014-pg-38



Fonte: Com informações de JUSBRASIL


CRATO - Previsão do Tempo para hoje, 04 de Julho de 2014


Bom dia, Crato !


Hoje é um dia decisivo para o moral do povo Brasileiro. Como sabemos, este é verdadeiramente o país do futebol; Nada menos que 11 bilhões foram gastos do dinheiro público para custear a Copa 2014. Hoje, o time do Brasil joga com a Colômbia e "não pode perder". O que acontecerá caso o Brasil perca, você já imaginou ? Em que isso afetaria as eleições próximas ? Vamos torcer para que possamos vencer e ir para a semifinal e a final. Aliás, estaremos fazendo um programa especial em vídeo sobre a participação do Brasil nas copas até então. Logo mais, estaremos filmando e entrevistando pessoas diretamente das ruas do Crato.

PREVISÃO DO TEMPO

Se depender da previsão do tempo, teremos um dia de Sol com algumas nuvens. Não chove. Ótimo para a partida que ocorrerá às 17:00 em Fortaleza.

Outras informações:

Sexta-Feira, 04/07 
Nascer do sol: 05h51 Pôr do sol:17h34
Temperaturas: Max 33º e Min 17º
Ventos a SE  a 20km/h
Umidade Relativa do Ar: 92% e mínima de 48%
Índice UV: Muito Alto Sol com algumas nuvens. Não chove.


Intercessão valiosa - Por: Emerson Monteiro


Das inúmeras ocorrências verificadas no decurso da Confederação do Equador, no Ceará, idos de 1824, episódio impressionante narrou Esperidião de Queiroz Lima, no livro Tempos Heróicos, que narramos aos que ainda não leram a referida publicação.

Trata-se da execução de um dos sentenciados pelo tribunal militar conhecido por Comissão Matuta, no mês de outubro daquele ano, instalado para punir as hostes rebeldes. Julgados e condenados, cinco líderes republicanos seriam fuzilados no pátio da Cadeia Pública de Icó. Um desses, Antônio de Oliveira Pluma, autodenominado Pau Brasil, conforme sua assinatura no manifesto do movimento, insatisfeito com o resultado a que se via submetido, reagiu em altos brados, protestando misericórdia de quem ali se achava. Recusara mesmo permanecer de pé, mas, sendo assim, forçaram-no em cordas a se sentar numa cadeira, onde, com olhos vendados, ainda pedia que o deixassem viver.

De nada lhe valeram as rogativas, pois logo em seguida o pelotão recebeu a ordem de preparação:

- Apontar!

E, ante os disparos iminentes, o pânico pareceu querer tomar a alma do condenado em face da morte inevitável, sob o monto de todo o idealismo que até ali dominara os atos de sua razão da existência. Outra vez, um gesto cresceu de sua voz, explodindo mais alto em reclamações de amparo, lançadas aos planos superiores:

- Valei-me, Senhor do Bonfim!

Nisto foi secundado pelo toque de comando: - Fogo!

Cessada a fumaceira, as balas achavam-se cravadas no muro onde o revolucionário permanecera incólume, sacudindo de espanto os presentes. Seguiu-se nova carga de munição. Restabeleceu-se a ordem preparatória, e se fez no ar outro grito de socorro:

- Valei-me, Senhor do Bonfim!

- Fogo! - comandou a ordem marcial.

Resultado: o alvo manteve-se intacto. Os tiros voltaram a ferir tão só e apenas o muro, para desânimo da escolta. Em meio do inesperado, tonto, pálido, o comandante reclamava prática melhor de tiro a seus homens, visando manter os praças no cumprimento do dever, tratando de retomar as determinações da próxima tentativa, que foi precedida pelo mesmo grito do condenado, tão pungente quando sincero:

- Valei-me, Senhor do Bonfim!

Os disparos se deram, de acordo com a obediência. Desta vez Pluma fora atingido por algumas balas, mas continuava vivo, segundo narra em seu livro Queiroz Lima.

Os soldados de pronto se movimentavam para um quarto fogo. Nesse instante, a população presente, tocada de simpatia pelo confederado, se ergueu coesa e exigiu o direito do réu ser libertado, qual merecesse o valimento dos céus. Em seguida, essas pessoas levaram-no consigo, alheado e preso à cadeira do martírio, até à Igreja do Senhor do Bonfim, distante cerca de 200m do ponto onde a cena ocorrera, entre preces e benditos fervorosos. Há registros do ano de 184l que dão conta de que o sobrevivente veio a ser titular da Promotoria Pública da comarca de Baturité, no Ceará, o que bem comprova sua resistência aos ferimentos naquele dia recebidos, na tentativa de execução de que fora objeto e sobrevivera, no município de Icó, dezessete anos depois.


CRATO e JUAZEIRO - Veja a lista dos gestores com recomendação de nota por Improbidade Administrativa



Juazeiro do Norte e Crato possuem juntos 46 pessoas que estão na lista de ficha suja divulgada nesta quinta-feira (3) pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE). São ex-gestores municipais responsáveis por prestação e/ou tomadas de contas de gestão rejeitadas pelo TCM, entre o período de julho de 2006 a  junho de 2014, por decisão definitiva com indicação de nota de improbidade administrativa. Em Juazeiro, o TCM julgou e condenou as contas de 31 gestores. No Crato foram 15 ( Veja a lista logo abaixo ). Entretanto, nenhum deles deve ser candidato nas eleições de outubro próximo. Com relação a prefeitos, apenas um ex-prefeito do Crato é considerado ficha sujo pela relação divulgada pelo TCM. A lista completa está disponível no site do TCM: www.tcm.ce.gov.br Na próxima semana, a Justiça Eleitoral começa a julgar os registros das candidaturas para as Eleições 2014.

Segundo o site do TCM:

CRATO - COM INDICAÇÃO DE NOTA DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

Prefeitos/Gestores Municipais responsáveis por Prestações/Tomadas de Contas de Gestão rejeitadas pelo TCM, por decisão definitiva, como também por Tomadas de Contas Especiais ou Processos de natureza semelhante, instaurados para exame de ATOS DE GESTÃO praticados em decorrência da aplicação de recursos públicos, e que tenham sido julgados, por decisão definitiva, pela procedência ou pela procedência parcial, COM INDICAÇÃO DE NOTA DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA.

Lista em ordem alfabética

15 Pessoas ao todo

Nome do Gestor

1 ANTONIO PRIMO DE BRITO
2 CARLOS BARRETO DE CARVALHO
3 CICERO LUIZ BEZERRA FRANCA
4 EVALDO ALVES ROCHA
5 FRANCISCO ASSIS BEZERRA DA CUNHA
6 FRANCISCO DA SILVA LEAL
7 FRANCISCO WALTER PEIXOTO
8 JORGE LUIS ISHIMARU
9 JOSE GILSON RIBEIRO DE ALENCAR PARENTE
10 LIDUINA ALVES DE ANDRADE
11 MARIA ISA PINHEIRO CARDOSO GONCALVES
12 MARINILA CALDERARO MUNGUBA MACEDO
13 MARIO JOSE TELES
14 MOACIR SOARES DE SIQUEIRA
15 VICENTE CARLOS DE ALENCAR

Fonte: TCM com informações de Flávio Pinto


Há uma explosão dormindo dentro do peito - Por: Emerson Monteiro


A disposição de aceitar as circunstâncias de existir por vezes nos traz saber o tanto de possibilidades infinitas que moram lá dentro da alma, fúria contida de sobreviver apenas todo momento, invés de crescer nos cascos e avançar de encontro ao definitivo dos lugares terminados. Essa sede do absoluto que contém o pouco espaço de nós parece, pois, querer falar além das palavras, sentimentos monumentais maiores que cascatas de luz que descem dos céus e clareia as horas e deságuam nos trilhos deste chão de expectativas.


Tal força poderosa de o presente insistir dominar a certeza de existir alimenta, no meio da imensidão e nos detalhes mínimos, o quadro universal das paisagens reunidas em horizontes exclusivos e a tudo superiores.


Nisso, a gente se pega olhando o teto vazio da solidão e para, quase tangido pelas grades imbatíveis da cena de onde vivemos, à busca das réstias do Sol que indiquem as saídas desejadas. Bichos acuados entre cascalhos e ausências andam impacientes nos círculos repetitivos de manter a musculatura em ordem a fim de retornar aos passos adormecidos dentro do coração. Horas guardadas de apreensões e expectativas por isso constrangem o que seriam personalidades, caracteres, autenticidades, espécie de guerreiro vencido na luta de si próprio. Saudades em forma de gente. Enquanto o ar insiste penetrar as narinas e visitar a malha física do ser, um pássaro que voa de olhos insones, asas resistentes que fustigam a vidraça do tempo em camadas sucessivas de repetição inevitável, perguntando pelas portas abertas da felicidade. São rasgos de lucidez a gritar bem alto, náuseas contundentes da existência, durante o desenrolar dos instantes das aberturas da continuidade, poças de verdades e coragem de continuar.

Assim, diante da pulsação da máquina imortal desta vida invisível que seguirá silenciosa os passos do destino, exércitos marcham céleres pelas madrugadas, blocos de consciências em ebulição.  

Aprovação do governo Dilma é de 35%, diz pesquisa Datafolha



Pesquisa Datafolha divulgada na noite desta quarta-feira (2) pelo jornal "Folha de S.Paulo" mostra que a administração da presidente Dilma Rousseff (PT) tem a aprovação de 35% dos eleitores.  No levantamento anterior, realizado em junho, o índice de eleitores que consideravam o governo "ótimo" ou "bom" era de 33%. A pesquisa mostra ainda que o índice de favoráveis à Copa no país subiu para 63%. Segundo o Datafolha, 76% não aprovaram as ofensas feitas à presidente na abertura do Mundial, em São Paulo.

O resultado da pesquisa de avaliação ao governo Dilma é:

Ótimo/bom: 35%
Regular: 38%
Ruim/péssimo: 26%

No levantamento, 38% avaliaram o governo como "regular" e 26%, como "ruim" ou "péssimo". Em junho, o percentual de eleitores que consideraram o governo regular também foi de 38%. Naquele levantamento, o índice dos que avaliaram o governo como ruim ou péssimo foi de 28%. A pesquisa Datafolha foi realizada entre os dias 1 e 2 de julho. Foram entrevistados 2.857 eleitores em 177 cidades do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso quer dizer que o instituto tem 95% de certeza de que os resultados obtidos estão dentro da margem de erro. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00194/2014.

Copa

A pesquisa Datafolha mostra que a proporção de eleitores favoráveis à Copa do Mundo no Brasil subiu de 51% para 63% em um mês. O orgulho com a realização do Mundial foi a 60%. De acordo com o levantamento, para 76% dos entrevistados, os torcedores que ofenderam a presidente no jogo de estreia da Copa, em São Paulo, agiram mal. Com a Copa, as intenções de voto em Dilma avançaram de 34% para 38%. No mesmo período, o senador Aécio Neves (PSDB) oscilou de 19% para 20%, e Eduardo Campos (PSB), de 7% para 9%. O Pastor Everaldo (PSC) se manteve com 4%.

Economia

A pesquisa apurou também a percepção da população sobre a economia do país. Segundo o levantamento, 29% acham que a situação vai piorar nos próximos meses; 30% acham que a situação vai melhorar – eram 26% em junho. A pesquisa apontou ainda que 58% acham que a inflação vai aumentar. O índice dos que acham que a inflação vai ficar como está foi de 27% no levantamento.

Folha de São Paulo


Hospital Regional do Cariri faz a primeira cirurgia rendezvous no interior do Norte e Nordeste


O Hospital Regional do Cariri, construído pelo governo do Estado e atendendo há três anos a população do Cariri, realizou a primeira cirurgia rendezvous da rede pública no interior das regiões Norte e Nordeste na última quarta-feira (02). A paciente tem 69 anos e chegou ao HRC em situação de urgência, com sinais de icterícia (amarelamento do corpo) e dor na região abdominal. Ela foi submetida a uma tomografia e diagnosticada com um tumor no pâncreas com obstrução de vias biliares. 

Uma equipe formada por quatro profissionais das áreas de endoscopia digestiva, radiologia intervencionista e cirurgia geral, fez o procedimento chamado rendezvous que envolve a associação de técnicas minimamente invasivas para a desobstrução biliar. A cirurgia, considerada um sucesso pela equipe médica, teve duração de cerca de duas horas. O procedimento se inicia com a endoscopia digestiva e no seu insucesso de cateterização da via biliar a técnica da punção hepática percutânea pela radiologia intervencionista, torna possível o acesso da via biliar pela endoscopia, sendo possível a drenagem. O que significa menos tempo internação e riscos de infecção à paciente. 

O radiologista intervencionista, Paulo César Damasceno Solon, que participou da cirurgia, destaca que o procedimento tem baixa taxa de complicações. "Esse é um serviço relativamente novo e requer equipe multidisciplinar de médicos, fisioterapeutas e enfermeiros para uma rápida resolução do quadro clínico de icterícia. Levando em conta que a paciente não tinha sido submetida a nenhum tratamento oncológico prévio, após o diagnóstico histológico, ela será encaminhada ao serviço de referência em oncologia, onde poderá ser feita a cirurgia curativa, quimioterapia neo-adjuvante ou paliativa". 

A paciente será encaminhada à unidade de referência no Cariri em oncologia, o Hospital Polo São Vicente de Paula, para dar seguimento ao tratamento. 03.07.2014 Assessoria de Imprensa do Hospital Regional do Cariri(88) 3566.3627 | (88) 3566.3600


USP descobre substância mais eficaz no tratamento da doença de Chagas


Medicamento atual causa efeitos colaterais e 40% suspendem uso no início. Modificação química resultou em molécula menos tóxica para as células.

Dados do Ministério da Saúde apontam que cerca de 3 milhões de pessoas possuem doença de chagas no país e a maioria já na fase crônica, quando órgãos como coração e esôfago começam a inflamar e inchar. O problema é que 40% dos pacientes abandonam o tratamento nos primeiros dez dias porque o benznidazol, único medicamento usado contra a moléstia, provoca muitos efeitos colaterais. Com base nessa constatação, pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) em Ribeirão Preto (SP) conseguiram desenvolver uma substância cinco vezes mais eficiente que a atual e, principalmente, menos tóxica ao ser humano.

O pesquisador João Santana da Silva explica que o resultado foi obtido a partir de modificações na estrutura molecular do próprio benznidazol, usado no tratamento da doença de chagas há 40 anos. O remédio atua no sentido de eliminar da corrente sanguínea o Trypanossoma Cruzi – parasita transmitido pelo inseto conhecido como barbeiro. “Para esse bicho sobreviver, ele precisa de uma quantidade enorme de redes enzimáticas. Então, a ideia é fazer algo que iniba essas vias e não faça mal ao hospedeiro, que no caso é o homem, o paciente.”

Silva afirma que, na fase inicial, a doença de chagas tem sintomas como febre e mal-estar, o que faz com que seja confundida com enfermidades mais simples. Caso não seja tratado de forma adequada, o paciente pode desenvolver a fase crônica, quando o parasita se hospeda nos tecidos e causa o crescimento de alguns órgãos. “Por isso, a maioria das pessoas que se infecta não fica sabendo, só vai descobrir que é chagásico quando tiver a sintomatologia da fase crônica, que varia de três a 10 ou até 15 anos”, diz o pesquisador.

Atualmente, a forma de eliminar o parasita do corpo e diminuir os sintomas é pela ministração do benznidazol – único medicamento aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Entretanto, o remédio não é eficaz na fase crônica e causa muitos efeitos colaterais como enjoos, dores estomacais e tontura. O resultado é que cerca de 40% dos pacientes abandonam o tratamento logo no início. “Uma das nossas estratégias para eliminar o parasita é modificar o benznidazol e transformá-lo em uma substância mais eficaz e menos tóxica”, afirma Silva.

MoleculaokMolécula do benznidazol: setas apontam para
estruturas modificadas (Foto: Adriano Oliveira/G1)

Novo medicamento


Os testes in vitro constataram que a nova molécula é capaz de matar o parasita, sem ser tóxica para a célula humana. O próximo passo, que terá início nas próximas semanas, é testar uma quantidade maior da substância em camundongos. Só a partir destes resultados, será possível iniciar os testes em seres humanos. “Como a gente não utiliza nenhuma droga diferente das que já existem, é fácil ir para a indústria farmacêutica. Não é uma droga nova, mas uma nova abordagem. Já estamos no meio do caminho.” O pesquisador diz, no entanto, que esse tipo de estudo não atrai a maioria dos laboratórios farmacêuticos e acaba ficando nas universidades, porque a doença de chagas é considerada uma moléstia negligenciada, ou seja, endêmica em populações de baixa renda. Exemplo disso é que 80% dos infectados estão em comunidades de baixa renda, afastadas dos grandes centros urbanos, na região norte do país.

“A importância para a indústria farmacêutica é pequena porque, se existir uma droga para matar o parasita, certamente terá que ser barata. Não tem interesse comercial. Portanto, quem acaba correndo atrás disso são as universidades”, explica Silva, destacando que só a USP em Ribeirão Preto tem quatro descobertas patenteadas sobre o tema.

Profusp

Professor João Santana da Silva e a pesquisadora Carla Duque Lopes assinam pesquisa com equipe da Faculdade de Ciências Farmacêuticas (Foto: Adriano Oliveira/G1)

Adriano Oliveira Do G1 Ribeirão e Franca


Justiça nega liberdade provisória a mexicanos acusados de espancar brasileiros



O juiz Antonio José de Norões Ramos, da 2ª Vara Criminal do Fórum Clóvis Beviláqua, negou, nesta quinta-feira (3), o pedido de liberdade provisória aos quatro mexicanos indiciados por lesão corporal grave a um brasileiro, após o jogo entre México e Holanda. A vítima afirma que os estrangeiros assediaram sua mulher e depois agrediram ele e seu irmão. Defesa nega assédio e agressão.

Segundo o Tribunal de Justiça, a defesa dos acusados apresentou pedido de relaxamento de prisão ou liberdade provisória, alegando ser visível a ausência de elementos que autorizem a manutenção da prisão, pois a liberdade deles não agride a ordem pública. Ainda de acordo com a defesa, a prisão dos mexicanos “tem caráter de exemplaridade e de satisfação à sociedade”.

No entanto, o juiz constatou que “pelos depoimentos de testemunhas e vítimas, que efetivamente os indiciados demonstraram intenção de não se verem responsabilizados pela Justiça Brasileira”. Para o magistrado, “caso tivessem conseguido se desvencilhar da detenção, os indiciados, pela condição de estrangeiro sem vínculos com o Brasil, por questão de horas poderiam ter deixado o território nacional”.

Sérgio Israel Eguren Cornejo, Mateo Codinas Velten, Rafael Miguel Medina Pederzini e Angel Rimak Eguren Cornejo foram transferidos para o Instituto Penal Francisco Hélio Viana de Araújo, Pacatuba, 32 km de Fortaleza, nessa quarta-feira (2).

O POVO Online



Terceira Caminhada Ecolôgica - Dia 27 de Julho no Cariri




Sêca em São Paulo - Volume da represa de Guarapiranga chega a 20%


O volume de água da Represa Guarapiranga, responsável pelo abastecimento de 9 milhões de habitantes da região metropolitana de São Paulo, chegou hoje (3) a 20% de sua capacidade. Desse total, 1,5% são do volume útil do manancial e 18,5% do volume morto. Em 3 de junho, o volume da represa estava em 24,6%, o que mostra que o manancial perdeu, em apenas um mês, 4,6% de suas reservas.

Na região da represa, neste ano, somente o mês de março teve média pluviométrica superior à média: 193,3 milímetros de chuva ante 184,1 da média. Em todos os outros meses, choveu menos que o habitual. Em janeiro, foram 87,8 milímetros (mm) ante 259,9 mm da média; em fevereiro, 73 mm ante 202,6mm; em abril, 85,7mm ante 89,3mm; em maio, 37,3mm ante 83,2mm e, em junho, 15,8mm ante 56 mm da média.

“O que causa essa situação são três coisas: primeiro, o fenômeno climático; segundo, a falta de gestão; terceiro, a falta de saneamento. Isso, de forma associada, leva a uma situação de crise hídrica profunda, onde a população acaba sendo penalizada”, destaca o gestor ambiental e presidente do Instituto Brasileiro de Proteção Ambiental, Carlos Alberto Bocuhy. Em nota, o Grupo Técnico de Assessoramento para a Gestão do Sistema Cantareira (Gtag) diz que, com a atual disponibilidade de água no sistema, não será possível atender à vazão de retirada pretendida até 30 de novembro de 2014. “O Gtag concluiu não ser possível, com o atual volume disponível de 197,5 milhões de metros cúbicos [m³], o atendimento das vazões pretendidas até o horizonte de planejamento considerado de 30 de novembro de 2014.”

O grupo decidiu que a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) passe a retirar menos água das represas: 19,7 m³ por segundo no mês, em vez de 20,9mm, como pretendido anteriormente.  “O que não se deve passar para a sociedade é uma falsa sensação de segurança, de que vai chover – ninguém sabe se vai chover. Pode não chover”, disse Bocuhy. Para ele, o governo deveria ter adotado medidas de racionamento para garantir maior volume de água nos reservatórios. “Não se pode passar uma sensação de falsa segurança, porque, na verdade, não se tem essa segurança futura.”

O Sistema Cantareira responde pelo abastecimento de água para 9 milhões de habitantes da região metropolitana de São Paulo. A Sabesp, até o momento, nega vá faltar água e descarta a hipótese de adoção do racionamento.

Agência Brasil


Prefeitura de BH forma comitê para ajudar na investigação de queda de viaduto



A prefeitura de Belo Horizonte convocou os envolvidos na obra do Viaduto Guararapes, que desabou hoje (3), para fazer um levantamento de todos os dados que envolvem o ocorrido, elaborar um diagnóstico das causas do acidente e definir as providências que serão tomadas, de acordo com nota divulgada nesta noite. Foram convocados técnicos da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura, da Defesa Civil, da Cowan, empresa responsável pelas obras, e da Consol, empresa responsável pelo projeto.

Viaduto desaba em Belo HorizonteReprodução/TV UFMG

O grupo formará um comitê que irá acompanhar o trabalho de perícia e elaboração de laudo técnico por parte das autoridades competentes, “fornecendo inclusive todas as informações necessárias para o esclarecimento das causas deste lamentável acidente”, informou a prefeitura. A estrutura despencou na tarde desta quinta-feira e atingiu um micro-ônibus, um carro e dois caminhões. De acordo com a Secretaria de Saúde do estado, uma pessoa morreu e 21 estão feridas. A secretaria também considera uma segunda morte, presumida, do motorista do carro que foi esmagado. Segundo a prefeitura são 19 os feridos.

“A Prefeitura de Belo Horizonte lamenta profundamente o grave acidente ocorrido”, diz a nota. Em entrevista coletiva, o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, decretou três dias de luto oficial na cidade pelas vítimas do desabamento.

O viaduto que ruiu estava em fase de acabamento e seria entregue no final do mês. No início de fevereiro, um viaduto do mesmo complexo de obras para instalação do sistema de transporte rápido por ônibus, o Montesi, teve que ser interditado devido a um problema estrutural – parte da obra se deslocou, lateralmente, cerca de 30 centímetros em relação à estrutura. O sistema de Bus Rapid Transport (BRT) faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade Urbana.
O Viaduto Guararapes passa sobre a Avenida Pedro I, uma das vias de acesso ao Aeroporto de Confins e ao Estádio Mineirão. O estádio fica a cerca de 4 quilômetros do local do acidente e é uma das sedes da Copa do Mundo.

Agência Brasil


Cerâmicas reduzem em 50% utilização de lenhas


Das 120 empresas contempladas com as ações de capacitação e assistência técnica, 23 já apresentaram menor uso da matriz energética

Iguatu. Um projeto inovador de eficiência energética está em curso na região do Baixo Jaguaribe, beneficiando o setor de indústria de cerâmicas. O objetivo é reduzir em pelo menos 50% o uso de lenha, que é a principal matriz energética. A iniciativa é do Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente (Conpam), com apoio do Fundo Nacional do Meio Ambiente (FNMA) e do Fundo Socioambiental Caixa. O programa deve ocorrer até junho de 2015.

O projeto de Implementação da Eficiência Energética para as Indústrias Cerâmicas do Baixo Jaguaribe continua melhorando seus indicadores e ocorrem em sete municípios da região: Aracati, Alto Santo, Limoeiro do Norte, Jaguaruana, Russas, Quixeré e Tabuleiro do Norte.
Segundo a última avaliação, 23 das 120 cerâmicas contempladas com as ações de capacitação e assistência técnica apresentaram uma redução de 50% do uso da lenha como matriz energética. No levantamento anterior, nove empresas já haviam conseguido diminuir esse uso.

Os números representam avanços significativos no projeto, lançado há apenas quatro meses. As fábricas participantes contribuem de forma significativa para redução do desmatamento da Caatinga na região do Baixo Jaguaribe. Para obter os resultados, os ceramistas passaram por capacitação técnica de produção com ênfase à secagem e queima (eficiência energética). Mediante os bons resultados obtidos, a iniciativa vai firmar, nos próximos meses, o Pacto de Produção Sustentável entre os três principais grupos envolvidos no processo produtivo – empresários, agricultores e representantes do poder público. Em seguida, deverá ser elaborado um projeto executivo para produção sustentável e realizadas capacitações específicas para indústrias participantes.

O diretor de Marketing da Associação da Indústria de Cerâmica Vermelha do Vale do Jaguaribe (Asterussas), Helano Rebouças, disse que o projeto de iniciativa do Conpam é útil e importante para o setor. “Culminou com ações que as empresas já vinham implantando em busca de reduzir custos de produção”, frisou. “É um projeto simples, de investimento acessível e fácil de ser executado, e que depende do interesse dos empresários”.

A combustão de lenha para alimentar os fornos representa custo de produção entre 20% e 30%. Daí a importância de se usar técnicas de eficiência energética. O setor de cerâmica tem importância fundamental na economia da região. São cerca de 160 unidades produtoras, que geram cerca de quatro mil empregos diretos. A maioria das cerâmicas está localizada na cidade de Russas, cujo parque industrial reúne 130 empresas do setor. A produção é voltada em sua ampla maioria para a telha colonial (90%). Os outros 10% são de tijolos de bloco. De acordo com dados da Federação da Indústria do Estado do Ceará (Fiec), o setor ceramista conta com 420 empresas instaladas em 85 municípios e movimenta cerca de R$ 200 milhões por ano. O segmento enfrenta o desafio de garantir a sua própria sustentabilidade, ou seja, a questão ambiental.

A produção de telhas e tijolos necessita de combustão, oriunda de mata nativa do sertão (jurema), podas de árvore, do cajueiro. O processo elimina dióxido de carbono nas chaminés, contribuindo para elevação dos índices de poluição do ar.

Diante desse quadro, é fundamental o uso de novas técnicas que têm por objetivo reduzir o consumo de lenha e a poluição do ar, com a redução de fumaça. O projeto do Conpam atua diretamente no modo operacional da queima da lenha usada na combustão dos fornos. “A ideia é consumir na medida certa, mantendo a temperatura uniforme”, explica Helano Rebouças. “Em vez de colocar lenha em quatro bocas, de duas em duas horas, reduz-se o tempo pela metade, e a quantidade na medida certa”.

Os empresários que aderiram ao programa instalaram dutos de oxigenação e antes já haviam reduzido tamanho da câmara de combustão, modernizando os fornos. Para dar certo, o projeto exige mudanças simples no modo operacional da queima e a adesão dos empresários e dos operários do setor, em particular dos queimadores. “O segredo é acompanhar o ciclo de queima no forno, mantendo a temperatura regular”. O setor é assessorado pelo Conpam e Senai.

Honório Barbosa
Repórter Diario do Nordeste – Regional


Sesc exibe seleção de filmes no Crato


Em julho, o Sesc* exibe mais uma seleção de filmes como parte da programação do Cinemarana. As sessões acontecem nos dias 7, 14, 21 e 28/7, a partir das 19h, na Unidade Crato do Sesc. Entrada gratuita.

A programação tem início, na segunda-feira (7), com “A vida é um canteiro de obras”, do diretor Wolfgang Becker. O filme traz como cenário Berlim, onde manifestantes e policiais se enfrentam na rua, enquanto Jan Nebel vai para seu emprego no frigorífico. No caminho, derruba dois homens que perseguem uma jovem, e ele nem imagina que são policiais à paisana. A noite traz sérias consequências para Jan: uma multa, sua demissão e, talvez, a perda de seu grande amor.

Dando sequência à programação, o Sesc exibe no dia 14/7 o filme “Bem-vindo à Alemanha”, dirigido por Yasemin Samdereli. Em 1964, Hüsyin Yilmaz deixou a Anatólia e veio à Alemanha como trabalhador imigrante. Agora está prestes a receber a cidadania alemã, mas não sabe se é isso que realmente deseja. Lembranças do passado se misturam com o presente enquanto a família toda está a caminho da Anatólia. O filme fala sobre identidades, que se transformam pouco a pouco, sobre a complexa pátria de cada um.

Já na segunda-feira (21), a sessão fica por conta do filme “Todos os outros”, de Maren Ade. A obra conta a história de Gitti e Chris, um casal com muitas diferenças e idades no início da casa dos trinta, que tenta desfrutar suas férias isolando-se a dois. Um casal que, longe de todos os outros, mantém seus rituais, só não conseguem fugir um do outro.

E para encerrar a programação mensal, no dia 28, o projeto exibe “O que permanece”, dirigido por Hans-Christian Schmid. No filme, Marko vem de Berlim para encontrar sua rabugenta mulher nas proximidades de Bonn e pegar seu filho Zowie. O casal vive separado, mas os avós de Zowie não podem saber. A ilusão da família intacta deve ser mantida, principalmente, por causa da avó Gitte, que já sofre de depressão há muitos anos.

Programação Cinemarana

7/7 – A vida é um canteiro de obras (Das Leben ist eine Baustelle, Dir. Wolfgang Becker,1997, 118min)

14/7 – Bem-vindo à Alemanha (Almanya-Willkommen in Deutschland, Dir. Yasemin Samdereli, 2010, 95min)

21/7 – Todos os outros (Alle anderen, Dir. Maren Ade, 2008, 119min)

28/7 – O que permanece (Was bleibt, Dir. Hans-Christian Schmid, 2012, 88min)

SERVIÇO
Local: Unidade Crato do Sesc (Rua André Cartaxo, 443)



Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30