xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 18/06/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

18 junho 2014

Notícias do Crato ( Armando Lopes Rafael)

Confirmado 1
O Papa Francisco enviará o cardeal João Braz Aviz (foto ao lado), atual Prefeito da Congregação  para os Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica, do Vaticano, para representá-lo na coroação da imagem histórica de Nossa Senhora da Penha – Rainha e Padroeira do Crato – em solenidade que acontecerá, no adro da Catedral, no próximo dia 1º de setembro.
Confirmado 2
Todos os bispos das nove dioceses do Ceará (titulares e eméritos) com exceção do bispo de Crateús (que estará em Roma participando de um curso) confirmaram presença em Crato no dia 1º de setembro próximo, para participarem da solenidade de coroação da imagem histórica de Nossa Senhora da Penha.
250 anos do Crato
Sábado próximo – 21 de junho de 2014 – Crato chega oficialmente aos 250 anos. Um quarto de milênio de existência oficial! Uma data que toda cidade que se preza aproveita para fazer uma grande festa. Há 50 anos, em 1964, quando das comemorações dos 200 anos, as autoridades cratenses, daquela época, trouxeram para encerrar as festividades do bicentenário de Crato o então Presidente da República, marechal Humberto de Alencar Castelo Branco. Este aqui chegou acompanhado de ministros, senadores e deputados. A cidade parou para comemorar o 21 de junho daquele ano.
Já este ano...
Uma programação pífia deverá ser cumprida pelas atuais autoridades municipais para comemorar uma data tão importante, como a deste 21 de junho . Tipo assim: salva de tiros, reunião de grupos folclóricos, hasteamento de bandeiras na Praça da Sé, etc. Para salvar a comemoração vale registrar  a iniciativa de organizações populares de Crato, que viabilizaram a celebração de uma missa, no antigo local do Campo de Concentração do Buriti, localizado no atual campo de futebol do bairro do Muriti, mais precisamente em frente à antiga fábrica Sulcepa. A missa será presidida pelo bispo diocesano de Crato, Dom Fernando Panico. Depois o povo segue a pé – fazendo a 1ª Romaria de Nossa Senhora de Fátima – até o local onde foi construído o monumento à Virgem Maria – distante 2 km do antigo campo de concentração, onde, em 1932, ficaram confinadas cerca de 16 mil flagelados da seca.  Sábado, o governador Cid Gomes virá inaugurar a gigantesca imagem de Nossa Senhora de Fátima que receberá a bênção do bispo diocesano.Essas duas solenidades salvaram a ausência de uma programação à altura pelos 250 anos de criação da Vila Real do Crato!
Um pouco de história
O nosso historiador maior, Irineu Pinheiro, assim registrou no seu livro “Efemérides do Cariri” o início da então Vila Real do Crato: “1764, 21 de Junho – Inauguração da vila do Crato pelo Dr. Vitorino Soares Barbosa, ouvidor-geral e corregedor da Comarca, por ordem do governador e capitão-general de Pernambuco, Luís Diogo Lobo da Silva. Em 1768, Antônio José Vitoriano Borges da Fonseca, capitão-mor do Ceará, acusou Vitorino Soares Barbosa de irregularidades e roubos. “Mas livre das acusações que lhe eram feitas, o ouvidor-geral e corregedor de Crato retirou-se para Lisboa em 18 de março de 1771” (cfe. O historiador Barão de Studart)”.
Triste sina
Pois é, a primeira autoridade da nova Vila do Real do Crato foi acusada de corrupção. Defendeu-se e desgostoso tomou o rumo da capital de Portugal e por lá ficou. Ou seja, denúncias de corrupção governamental nesta cidade de Crato vêm desde o nascedouro da vila. 

Por que essa missa no antigo “Campo de Concentração”?
É o que o povo de Crato mais perguntou esta semana. Pouca gente soube responder. Segundo os registros da história, durante a grande seca de 1932, que assolou, mais uma vez, o sofrido Nordeste brasileiro, um terreno na vila do Buriti – a 3 km de Crato –, (depois mudaram o nome para o Muriti) e onde hoje é um dos bairros desta cidade, foi escolhido como local para funcionamento de um “campo de concentração”. Esse campo fazia parte da política do governo do Ceará – daquela época –, e tinha a finalidade de manter os flagelados, vítimas de uma das maiores secas do século passado, longe da capital  do Estado.
(Na foto ao lado registro do jornal "O Povo" de Fortaleza, na edição de 20 de junho de 1932).
A realidade nua e crua
Naquele “Campo do Buriti”, em Crato, segundo o governo do Estado (daquele já recuado tempo) e enquanto durasse a seca de 1932, os flagelados teriam trabalho, comida e atendimento médico, pois haviam perdido tudo por conta da longa estiagem. A realidade foi outra: as vítimas da seca lá encontraram fome, sede, doenças e morte. Os flagelados do Campo do Buriti se constituiam numa população maior do que a existente na cidade de Crato. Ao serem admitidos no “campo de concentração” eles tinham a cabeça raspada, usavam roupas feitas com sacos de farinha e trabalhavam praticamente em troca da comida para sobreviver. Os homens passavam o dia “batendo tijolos”. As mulheres tomavam conta das tarefas domésticas, cozinhando a farinha de péssima qualidade que era à base da alimentação das famílias “concentradas”. Os jovens e crianças viviam ociosos, perambulando em meio ao estreito espaço que separavam as palhoças e tugúrios feitos de taipa, cobertos de palha com o chão batido.
A Igreja Católica não se omitiu

Devemos lembrar com justiça o segundo bispo de Crato, Dom Francisco de Assis Pires (foto ao lado). Ele, condoído com a lastimável situação dessas vítimas da seca, segregadas naquele campo do Buriti, designou um sacerdote da Diocese, o padre Antônio Gomes de Araújo, para prestar assistência espiritual às famílias dos flagelados. O próprio Dom Francisco visitava, vez por outra, quando seu tempo permitia, o Campo de Concentração do Buriti e de lá sempre saía amargurado com o triste quadro que presenciava.
As voltas que o mundo dá
O sofrimento das vítimas da seca foi a causa de uma revolta dos flagelados contra as autoridades que administravam o “Campo do Buriti”. A revolta aconteceu em 13 de maio de 1932, dia de Nossa Senhora de Fátima. A polícia debelou a revolta. Hoje, no local onde funcionou o “Campo do Buriti”, mais precisamente no atual campo de futebol, jazem as ossadas humanas, enterradas em vala comum, das vítimas das doenças e da fome. Ninguém falava mais nesse assunto. Até que 82 anos depois, em 2014, foi construída, a 2 km daquele cemitério improvisado, uma enorme estátua de Nossa Senhora de Fátima. A população dos dias atuais mudou até mudou o nome do Barro Branco para bairro Nossa Senhora de Fátima. E os movimentos populares de Crato programaram uma missa que será  celebrada próxima à vala comum onde foram enterradas as vítimas d seca de 1932.
Boa coleta
Todos os anos, no Domingo de Ramos, as dioceses católicas brasileiras promovem, durante as missas,  uma Coleta Nacional da Solidariedade. O arrecadado destina-se  ao Fundo Nacional de Solidariedade–FNS (com sede em Brasília) e ao Fundo Diocesano de Solidariedade–FDS, que contempla projetos na própria diocese.  Em 2014,  a Diocese de Crato conseguiu arrecadar R$ 23.787,95 nessa coleta. Foi repassado para a conta da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), responsável pelo FNS, o valor R$ 9.515,18 e ficou para o investimento do Fundo Diocesano de Solidariedade–FDS o valor de R$ 14.272,77. Na foto ao lado, feita por Patrícia Silva, a reunião da equipe do Fundo Diocesano, na última 3ª feira, dia 17.


As cidades beneficiadas
Os projetos diocesanos aprovados para receberem ajuda do Fundo Diocesano são das cidades de Várzea Alegre, Crato e Mauriti e cada uma delas  receberá o valor de R$ 3.000,00,  sendo o restante do valor investido na formação da equipe que assumirá a campanha no próximo ano. Vale ressaltar que a equipe diocesana do Fundo Diocesano de Solidariedade–FDS trabalha junto com a Cáritas. Esta acompanha a execução dos projetos, recebendo também de cada um a planilha de atividades e custos.

A construção da Fazenda da Esperança do Cariri


Na última 3ª feira, dia 17, o responsável da Fazenda da Esperança no Regional Nordeste I da CNBB,  Pe. Justenio de Oliveira, visitou a cidade de Crato. (Na foto ao lado, feita por Patrícia Silva, o Pe. Justênio com Dom Fernando Panico e a equipe da Fazenda Esperança). Ele veio com  seu auxiliar, Francisco José Leandro Santos, para acompanhar junto ao Bispo do Crato o andamento  da construção da unidade da Fazenda da Esperança Pe. Cícero, localizada no município de Mauriti. Trata-se do maior projeto de recuperação de dependentes de drogas e de álcool na região do Cariri.
                                                                                                                                         

AGORA É OFICIAL - Câmara do Crato tira 46 dias de "folga" para acompanhar os jogos da Copa do Mundo


Nota do Blog do Crato: Antes e culpar os políticos, o eleitor é quem precisa tomar vergonha na cara e aprender a eleger melhor os seus representantes. Nunca votar sem conhecer em quem está votando.


Presidente da Câmara, Luis Carlos Saraiva vai acompanhar os jogos da Copa (Foto: Flávio Pinto) 
A Câmara do Crato oficializou nesta terça-feira (17), o início do período de recesso de 46 dias para que os vereadores possam acompanhar os jogos da Copa do Mundo. Na terça, os vereadores realizaram sessões nos dois períodos para limpar a pauta da casa e deram por encerradas as atividades relativas ao primeiro semestre de 2014. Os parlamentares só retornam aos trabalhos legislativos no próximo dia 4 de agosto. É mole?

Por: Flávio Pinto ( Flávio Pinto News )


Prefeito de Caririaçu, João Marcos assina licitação para construção de adutora do município.


Ordem de serviço será assinada dia 20

Vereadores de Caririaçu prestigiaram a solenidade da assinatura da licitação (Foto: Divulgação) 
O prefeito de Caririaçu, João Marcos (PMDB) , assinou na segunda-feira (16), o processo de licitação que prevê a contratação da empresa para execução da obra da Adutora do Açude dos Carneiros para abastecer a cidade de Caririaçu. A licitação que está prevista na lei federal 8666/93, é o meio administrativo pelo qual o poder público adquire os bens, obras e serviços indispensáveis ao cumprimento de suas obrigações, teve a modalidade de Concorrência Pública por se tratar de um valor acima de R$ 1.500.000,00 (um milhão e quinhentos mil reais) e o valor previsto da obra é de R$ 13.289.791,92.

A construção da Adutora do Açude dos Carneiros é uma aspiração do povo de Caririaçu e foi abraçada pelo senador Eunício Oliveira. “O senador teve papel fundamental na viabilização dos recursos para a realização deste sonho dos caririaçuenses, ao incluir o projeto nas ações do PAC Estiagem, salientando que com a obra, Caririaçu terá oferta de água suficiente para os próximos 50 anos. A construção desta Adutora e um dos maiores empreendimentos hídricos no município. "Essa é uma das obras mais importante do ponto de vista social”, concluiu o prefeito João Marcos.
A licitação aconteceu no auditório da Secretaria de Educação deste município e cumpriu todos os trâmites legais como: a publicação do Edital em jornal de grande circulação no Ceará e Diários do Município e da União, o cadastro das empresas, habilitação, abertura das propostas, homologação e agora a assinatura da ordem de serviço que está prevista para acontecer neste dia 20 de junho, na abertura da festa do padroeiro São Pedro. A obra tem um prazo aproximado de 18 meses para ser construída.

Para o certame duas empresas se candidataram, sendo que uma delas foi desabilitada porque não apresentou entre outros documentos o acervo técnico expedido pelo CREAS, ficando assim como vencedora a RM Engenharia de Fortaleza.

(Colaborou Miguelina Morais) - Via Flávio Pinto


Crato organiza a primeira romaria à estátua de N. S de Fátima, nos 250 anos da cidade



"O Crato vai acordar no dia 21 de Junho, fazendo uma homenagem por meio dos movimentos sociais e a igreja, na Pessoa do Bispo Diocesano Dom Fernando Panico e Padre Vileci e Pe. Ranilson aos Nordestinos que morreram na seca de 1932 de fome e de tantas mortes, foram enterrados numa vala comum onde hoje é o campo de futebol da Sulcepa e o Trecho da Av. Pe. Cicero que compreende aquela localidade.

Será celebrada uma missa campal as 6:30h do dia 21 em sufrágio dos que alí morreram e que por serem oprimidos, negros, mestiços nunca tiveram sua história contada. Esta é uma reflexão que fazemos em conjunto. Após celebração, subiremos todos em caminhada em direção ao mais novo marco de nossa cidade , o monumento de Fátima onde o Sr. Bispo fará a benção final.
É Importante acordar cedinho, caçar um tênis e trazer sua água. Será um momento de Grande paz e reflexões, esperamos todos."

Via Samuel Siebra
Foto meramente ilustrativa


Aécio Neves só define seu vice no próximo dia 30



O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, informa: o seu postulante a vice só será definido no próximo dia 30, uma segunda-feira. A data é o prazo final do Tribunal Superior Eleitoral para a escolha de candidatos a presidente e vice-presidente, entre outros cargos eletivos.

Aécio foi oficializado para disputar a presidência no último sábado (16). Há um segmento que defende Henrique Meirelles, ex-presidente do BC, para a vice. Outro quer uma mulher e mais um segmento que considera importante Aécio ganhar espaços no Nordeste apregoa o nome do ex-senador Tasso Jereissati.

Com Agências






TRAGÉDIA ANUNCIADA EM CRATO - Cidadã denuncia problema grave de infraestrutura na Rua. Pe. Sucupira, no centro da cidade


N.E - A vala em questão vai dar na Rua Tristão Gonçalves, mais conhecida como a "Rua da vala", 50 anos de problemas, em que os prefeitos fazem vista grossa. Em época de chuva, a vala não comporta o volume água e transborda, inundando as ruas nas proximidades. Até cadáveres já foram levados pela vala provindos do cemitério,que fica próximo, em enchentes recentes.


"Caro prefeito e todos os cratenses,

Esse pequeno terreno, localizado na rua Padre Sucupira, no centro, bem pertinho da Praça da Sé, esta próximo de causar ao Crato uma tragédia, tudo porque um senhor que se diz proprietário ( o que nos é surpresa já que esse terreno até onde nós pagadores de IPTU e moradores dessa rua sabemos é que pertence ao municipio ) irá construir um prédio. Essa vala é uma das que causa enchentes pesadas no centro do Crato, será possivel que iremos assistir a esse crime que irá causar danos imensos futuramente e a prefeitura não irá fazer nada ????" 

Atualização:



E hoje começou a cavar os alicerces da tragedia!!!!! Onde anda aqueles que deveriam defender o povo de algo assim??? Sera preciso acontecer uma tragedia ceifando vidas para que se tomem atitudes???? RUA PADRE SUCUPIRA PEDE SOCORRO!!!!!!!!!!!!

Por: Alessandra Bandeira


NO CRATO VEREADOR TEM PROJETO "PLAGEADO", SEGUNDO ELE



Na cidade do Crato-CE, o vereador Bebeto Anastácio voltou a publicar na rede social Facebook que um projeto de sua autoria, que institui a contribuição social VOLUNTÁRIA para ajudar a APAE foi rejeitado pelos vereadores da base do prefeito, que entraram com um projeto idêntico, segundo o vereador, "para dizerem ao povo e à APAE, que é de iniciativa deles a ideia desta contribuição para ajudar a APAE."

O vereador usou palavras duras para classificar a manobra: "perseguição política e uma verdadeira falta de vergonha e de iniciativa, plagiando, copiando, um projeto dos outros, mentindo, enrolando, usando de subterfúgios para tentar apagar quem tem brilho próprio." O vereador Bebeto disse na sua nota que em breve estará revelando maiores detalhes.

Com informações de Bebeto Anastácio. 
www.blogdocrato.com


Polícia indicia 22 pessoas por incitação ao crime, em Fortaleza



Depois de passarem mais de quatro horas esperando o sistema de informática das delegacias de polícia (DP) voltar a funcionar, em Fortaleza, 22 dos 30 ativistas detidos antes do jogo Brasil e México, no Estádio Castelão, estão sendo indiciados por incitação ao crime.

De acordo com a defensora pública Gina Kerly, que acompanha os procedimentos na 16ª Delegacia de Polícia, os detidos devem assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e serem liberados ainda hoje (17), mas os processos contra eles seguirão. Kerly afirma que a Defensoria Pública questionou a existência de provas, “mas houve insistência no procedimento. Agora, devemos tomar uma medida cabível, depois de concluídos os procedimentos”, disse. A advogada Mayara Justa, que acompanha o caso na delegacia, explicou que os detidos foram enquadrados pelo Artigo 41, Item “b”, do Estatuto do Torcedor, que diz que é crime “promover tumulto, praticar ou incitar a violência, ou invadir local restrito aos competidores em eventos esportivos”.

Mayara Justa conta que “tinha ficado tudo acordado de que eles seriam liberados após a identificação, porque os próprios policiais que os trouxeram para a delegacia afirmaram que eles não portavam nada. Depois, o delegado trouxe a nova notícia de que ele teria que fazer o procedimento”. Nenhum dos manifestantes deve ser preso em flagrante. Sobre as denúncias de violência policial, Mayara informou que a Rede Nacional de Advogados Populares e o coletivo de assessoria Flor de Urucum devem oficiar as instituições competentes, como a Corregedoria da Polícia Militar, para que as denúncias sejam investigadas.

O ato popular contra gastos públicos na Copa teve a participação de comunidades ameaçadas de remoção, movimento estudantil, partidos políticos, entidades sindicais, Movimento Passe Livre, Comitê pela Desmilitarização da Polícia e Comitê Popular da Copa. Iniciado às 11h30, o protesto chegou nas proximidades do Estádio Castelão. Antes do início da partida entre Brasil e México os manifestantes foram dispersados pela PM, após terem, segundo a polícia, fechado uma das vias de acesso ao Castelão. Também há relatos de que um ônibus foi apedrejado pelos manifestantes, que foram afastados do estádio por bombas de efeito moral e jatos de água lançados pelo Caminhão de Controle de Distúrbios Civis.

A Agência Brasil tentou contato com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará, mas os telefonemas não foram atendidos. Na delegacia, os delegados que acompanham o caso não puderam falar,sob a alegação de que estavam fazendo os procedimentos oficiais.

Agência Brasil
Foto: O Povo



Empate em 0 x 0 com o Brasil anima mexicanos e desanima Brasileiros


Se muitos brasileiros pareciam decepcionados ao deixar a Fifa Fan Fest no Rio, na Praia de Copacabana, entre a torcida do México houve quem comemorou o empate em 0 x 0 na tarde hoje (17).

“Para mim foi excelente, porque é um jogo contra o Brasil, que é o mais forte do grupo. Agora é só ganhar mais uma e estamos classificados”, comemorou o mexicano Omar Reyes, que veio ver a Copa no Brasil, mas só conseguiu comprar ingressos para a partida Colômbia x Grécia.

México e Brasil empatam em 0 x 0 pela segunda rodada do Grupo A, na Arena Castelão, em Fortaleza. Já o torcedor Francisco Muñoz achou que não há motivos para comemorar tanto assim, “porque o México jogou mais do que o Brasil e poderia ter saído com a vitória”, segundo ele. “Agora é esperar o próximo jogo e aproveitar o Rio. Cheguei há duas semanas e estou gostando muito”. Para o mexicano Victor Tort, os brasileiros vão demorar a esquecer o goleiro de sua seleção, Ochoa. “Eu sei que esse resultado não foi bom para nenhum dos times, mas eu gostei muito. Sempre fui otimista e não poderia estar mais do que agora”.

Para ele, o México se classifica para a próxima fase e ainda poderá vencer Espanha ou Holanda, prováveis adversárias do Grupo A nas oitavas de final: “Nesta Copa vamos longe”, apostou.
Nesta terça-feira, a Fan Fest carioca não teve um de seus maiores públicos. Depois do jogo do Brasil, o balanço dos organizadores era de que 26 mil pessoas passaram pela festa na Praia de Copacabana. O número é bem menor que o dos últimos três dias. No sábado, foram cerca de 35 mil torcedores, número que subiu para 41 mil no domingo e caiu para 36 mil ontem. Do lado de fora da área cercada,  10 mil pessoas acompanharam o jogo em um telão. Na festa, em alguns momentos era difícil encontrar quem falasse português. Vestidos de verde e amarelo, muitos estrangeiros torciam pelo Brasil, como a sul-africana Kamilla Swart. No caso dela, no entanto, as cores eram mera coincidência: o uniforme da África do Sul tem as mesmas cores que o brasileiro.
“A atmosfera aqui no Brasil é muito agradável. Viemos para ver uma Copa tão boa quanto a que fizemos há quatro anos, e esperamos que a de vocês traga mais benefícios para a população”, comentou ela. “A festa está ótima, mas entendo quem prefere protestar. Achei até que veria mais protestos”, ponderou.

A enfermeira Thaís Araújo, que saiu da zona norte para assistir ao jogo na praia, conta que ouviu mais outras línguas que português a sua volta: “Toda hora tentavam falar com a gente em português, mas não sabem muita coisa. Acho legal eles tentarem conversar, mas falo muito pouco de inglês”.

Agência Brasil


Maior bandeira do Brasil na Copa do Mundo está no Centro de Formação Olímpica (CFONE)


Do lado de fora da Arena Castelão, um símbolo do Brasil chama atenção. Uma bandeira do Brasil medindo 630 metros quadrados (21 x 30m) foi estendida na grua da obra do Centro do Formação Olímpica do Nordeste (CFONE), localizada na frente do estádio. É a maior bandeira do Brasil para a Copa do Mundo. A ideia, do governador Cid Gomes, tem sido destaque para os torcedores que se dirigem ao Castelão, para conferir a estreia da Seleção Brasileira em Fortaleza, que nesta terça-feira (17), enfrenta a Seleção do México.

A bandeira do Brasil que está no CFONE foi encomendada pela empresa responsável pela obra, Galvão Engenharia, e chegou em Fortaleza na madrugada desta terça-feira (17). Ela pesa 110 quilos e está içada a 35 metros de altura. Para abri-la, foram necessários 15 homens. A bandeira é semelhante a que está instalada no Morro dos Barbosas, em São Vicente, em São Paulo.

CFONE

O Centro de Formação Olímpica do Nordeste (CFONE) tem área total de 85.922m² e está localizado em frente à Arena Castelão, que possui 227.000m². Estes equipamentos serão unidos por meio de passarela e, juntos, passarão a ser o maior complexo esportivo do Brasil, com 313.000m². A construção é realizada pelo Consórcio Complexo Olímpico do Ceará: com as Construtoras Galvão Engenharia SA e Recoma Construções Comércio e Indústria LTDA. O Centro vai atuar em três eixos desportivos: desporto educacional, que despertará e estimulará os estudantes à prática esportiva; o desporto participativo, para que a comunidade faça do equipamento uma área de lazer de qualidade e saudável; e o desporto de alto rendimento, voltado para a prática de esporte competitivo, em especial para atletas nordestinos. O novo equipamento também será usado como base para receber delegações estrangeiras que venham se aclimatar no nosso país antes das Olimpíadas do Rio de 2016.

Na estrutura do CFONE serão abrigadas 26 modalidades olímpicas, além de outras que ainda não integram o programa das Olimpíadas do Rio de Janeiro, como o Futsal. O espaço vai contar com quadras, salas para lutas, piscinas olímpicas, piscina de saltos, pistas de atletismo, campo de futebol e ginásio poliesportivo de padrão internacional. Haverá também pistas de skate e BMX; quadras de vôlei de praia, de tênis (saibro), entre outras modalidades. Além disso, o CFONE abrigará o maior ginásio esportivo do Brasil – o único com cadeiras retráteis. Ele será multiuso e terá capacidade para 17.100 pessoas sentadas (evento esportivo) e 21 mil pessoas (evento cultural). O novo equipamento também vai ter camarotes, bares, salão e sala para transmissões, praça de alimentação e alojamento para até 248 atletas.

Modalidades olímpicas: Atletismo, Natação, Badminton, Nado Sincronizado, Basquete, Pentatlo, Boxe, Rúgbi, Ciclismo, Tênis, Handebol, Taekwondo, Esgrima, Tênis de Mesa, Futebol, Tiro com Arco, Ginástica, Triatlo, Halterofilismo, Voleibol, Judô, Hóquei, Vôlei de Praia, Polo Aquático, Luta e Saltos Ornamentais.

Coordenadoria de Imprensa do Governo do Estado com informações da Assessoria de Imprensa da Galvão Engenharia


AGORA É OFICIAL - Prefeito de Araripe Humberto Germano tem cassação do mandato confirmada pelo TRE


Dr. Germano pode recorrer da decisão ao TSE


Agora é oficial. Reunida nesta segunda-feira (16), a Corte do TRE-CE, presidida pela desembargadora Iracema do Vale, no julgamento do Recurso Eleitoral nº 13.426, interposto pela Coligação “Araripe para todos”, decidiu, por unanimidade, pela cassação do prefeito do município de Araripe, Jusé Humberto Germano Correia, e do vice-prefeito, Guilherne Lopes de Alencar. Com o resultado do julgamento, o TRE do Ceará deverá realizar eleições suplementares no município de Araripe, já que o prefeito cassado (PSD), obteve mais de 50% dos votos válidos (50,18%) nas eleições de 2012, contra 49,82% do segundo colocado, Giovane Guedes Silvestre, do PT.

O juiz Luís Praxedes Vieira da Silva, relator do processo, considerou procedente a ação de investigação judicial eleitoral, condenando o prefeito e o vice por abuso de poder político e econômico nas eleições de 2012. Eles autorizaram contratações de agentes temporários e realizaram nomeações em cargos em comissão no ano de 2011 e no primeiro semestre de 2012, com propósito de angariar votos, em violação à legitimidade da eleição.

O julgamento do processo foi iniciado na sessão do último dia 10 de junho, quando o relator foi acompanhado pelos votos dos juízes Francisco Mauro Ferreira Liberato, Antônio Sales de Oliveira, Joriza Magalhães Pinheiro e do desembargador Antônio Abelardo Benevides Moraes. Em seguida, houve pedido de vista do juiz Cid Marconi Gurgel de Sousa, que trouxe o seu voto na sessão desta segunda-feira, acompanhando os demais juízes. Da decisão, ainda cabe recurso ao TSE.

Via Flavio Pinto


STJ suspende greve de servidores de institutos e universidades federais


O Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou, em medida liminar, a suspensão da greve dos professores e técnicos administrativos de institutos de educação e universidades federais e do Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro. Pela decisão, os servidores em greve devem retomar as atividades, paralisadas há 58 dias.

Os ministros relatores das ações de dissídio da greve proibiram também a realização de bloqueios ou empecilhos à movimentação de pessoas nas instituições de ensino, sejam servidores, autoridades ou usuários. Em caso de descumprimento, a multa diária pode chegar a R$ 200 mil. As decisões foram tomadas em duas ações movidas pela Advocacia-Geral da União (AGU) no STJ contra os movimentos grevistas. De acordo com a AGU, os pedidos de suspensão têm por base acordo para reestruturação remuneratória firmado judicialmente, em 2012, entre o governo federal e os servidores públicos federais, incluindo os docentes e técnicos administrativos das instituições federais de ensino superior.

A AGU argumentou que a greve prejudica cerca de 1 milhão de estudantes em todo o país e que os serviços essenciais prestados pelas universidades e institutos estavam comprometidos. Por esse motivo, requereu a suspensão das paralisações e a aplicação de multas caso as ordens fossem descumpridas.

O Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe) informou que irá recorrer da decisão. A assessoria da Sinasefe afirmou que o acordo em questão não foi assinado pela entidade e sim pela Federação de Sindicatos de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior (Proifes), instituição que perdeu o direito de representar o Sinasefe.

A assessoria da Sinasefe disse ainda que há equívocos na decisão do STJ, entre eles o fato de o tribunal ter considerado que 100% dos trabalhadores estão paralisados e de não ter levado em consideração que os serviços essenciais estão preservados. De acordo com o sindicato, servidores de 19 estados aderiram à greve, abrangendo 163 instituições.

Agência Brasil


Médica baleada em Barbalha se recupera bem e não corre risco de morte


O estado de saúde da medica Ângela Massayo Ginbo, 46 anos, é estável. Ela está bem, medicada, orientada e sob cuidados médicos. Deve passar por cirurgia no rosto para reconstruir algumas fraturas nos ossos da face no prazo de sete a 10 dias. A informação é do doutor Sérgio de Araújo, diretor médico do Hospital Regional do Cariri (HRC), que no início da tarde desta terça-feira (17) concedeu entrevista coletiva à imprensa e assegurou que Ginbo não corre risco de morte. A médica infectologista e diretora da Faculdade de Medicina de Juazeiro do Norte foi baleada na noite de segunda-feira (17) a caminho de casa, um condomínio de alto padrão localizado nas imediações da cidade de Barbalha. A primeira versão dá conta de uma tentativa de assalto. Ginbo teria tentado escapar da ação dos bandidos e foi atingida no rosto, entre o olho e a orelha esquerda. A bala saiu pelo lado direito do nariz. Mesmo ferida, conseguiu chegar em casa e ser socorrida para o hospital.

De acordo com o médico Sérgio de Araúo,a colega foi socorrida pelo porteiro do condomínio para o Hospital São Vicente, em Barbalha, mas devido a necessidade de exames mais complexos foi transferida pra o HRC, onde deu entrada por volta das 20h20 de ontem (16). “Ela chegou lúcida e disse que não viu nada. Relatou que diminuiu a velocidade do carro para passar uma lombada e, em seguida, ouviu dois disparos e sentiu que havia sido baleada . Mas não viu ninguém”, afirmou o diretor do HRC.

Do ponto de vista clinico, Ângela Ginbo precisará permanecer no hospital por mais alguns dias e será acompanhada por uma equipe de cirurgiões bucomaxilofaciais. Será essa equipe que definirá o momento exato o qual a médica precisará fazer a cirurgia corretiva do rosto. Apesar do hospital oferecer o procedimento, caberá a própria médica e seus familiares a decidir o local da cirurgia de reparação da face.

POLÍCIA

Enquanto se recupera no HRC, as Polícias Militar e Civil realizam investigações e buscas aos criminosos. A delegada Suerda Ulisses e uma equipe da perícia técnica da Pefoce estiveram nesta manhã de terça-feira no local e já periciaram o veículo da médica e constataram que carro foi atingido por três disparos.

O coronel Hervano Macedo, comandante do CPI para a Região do Cariri, determinou que equipes do 2º BPM (Juazeiro do Norte) auxiliem o comandante de policiamento da PM de Barbalha, capitão L. Rodrigues nas investigações e captura dos autores do atentado contra a médica. Até a tarde desta terça-feira, ninguém havia sido preso ou identificado.
A Polícia investiga o caso como uma tentativa de assalto, mas não descarta que a médica pode ter sido vitima de uma tentativa de homicídio.

Com informações de Flávio Pinto



Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30