xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 15/05/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

15 maio 2014

VÍDEO - COMENTÁRIO DO DIA - Com Dihelson Mendonça - Vereador se irrita com a postagem sobre o "Mensalão do Crato"


COMENTÁRIO DO DIA - Com Dihelson Mendonça - Vereador se irrita com a postagem do Blog do Crato da notícia de que a sessão que desaprovou as contas do ex-prefeito Samuel Araripe foi chamada de "sessão do mensalão".


Num patrocínio de RVNET - O Melhor Provedor de Internet do Cariri

Crato - Detentos da cadeia pública fazem rebelião.


Cinco das doze celas foram destruídas pelos rebelados.



Após uma revista de rotina realizada nas celas da Cadeia Pública do Crato, pelos agentes prisionais que ali trabalha com apoio da polícia militar quando foram apreendidos 26 celulares, mais de 40 cossocos, maconha e outros tipos de drogas em pequenas quantidades cerca de cento e vinte internos promoveram uma rebelião destruindo parte daquela casa de detenção.

De acordo com o subcomandante da 5ª Cia/2ºBPM, o tenente PM Gonçalves, por volta das 09 horas a direção da cadeia publicado Crato solicitou o apoio do efetivo da polícia militar para realizar uma revista naquela casa de detenção.  Um grupo de militares foi deslocado para fazer a contenção dos internos no intuito de evita algum ato de vandalismo por parte dos presos enquanto os agentes prisionais realizavam a revista nas celas o que transcorreu dentro da normalidade. Após a revista os internos foram recolocados de volta as celas e a polícia militar se retirou do local. Com saída dos PM’s os internos começaram a se rebelarem quebrando as grades das celas, ateando fogo em colchões, arrancando três grades externas da cadeia  jogando pedras para todos os lados, inclusive quebrando as câmaras do circuito interno de imagens.

Os policiais que trabalham de sentinelas nas guaritas solicitaram reforço ao quartel da 5ª Cia tendo o tenente Gonçalves pedido apoio extra ao 2º BPM para retorna a cadeia onde novamente foi feita a contenção dos presos que foram colocados numa parte segura da cadeia, ficando a rebelião contornada. A direção da cadeia ficou de fazer a identificação da liderança  da rebelião. Os presos que estavam acomodados em doze celas foram distribuídos  em apenas sete por que cinco foram  totalmente danificadas. Um efetivo da PM de reforço ficou no local para inibir uma tentativa de fuga em massa porque durante a rebelião duas grandes que dão acesso a parte externa da cadeia pública foram quebradas. Ainda de acordo com o tenente Gonçalves durante a ação policial não houve feridos. Alguns detentos sofreram ferimentos leves a pauladas e pedradas praticadas por parte dos próprios internos. A rebelião teve inicio por volta das 11 horas sendo controlada por volta das 15 horas. Quanto a recuperação das celas danificadas a direção da cadeia entrou contato com a COSIPE em Fortaleza que ficou de enviar uma equipe técnica para recuperação os estragos provocados pelos detentos.

FOTOS: JOTA LOPES/AGÊNCIA CARIRICEARA.COM


Assembleia Legislativa do Ceará faz sessão espacial em homenagem aos centenários de criação da Diocese de Crato e nascimento de monsenhor Pedro Rocha de Oliveira

O centenário de fundação da Diocese do Crato e o nascimento do monsenhor Pedro Rocha de Oliveira foram comemorados durante sessão solene na tarde desta quarta-feira (14/05), no Plenário 13 de Maio. A iniciativa foi proposta pelos deputados Camilo Santana (PT) e Professor Teodoro (PSD). “É com muita estima que, eu, que sou cratense, estou juntamente com o Professor Teodoro e o deputado Sineval Roque (Pros) celebrando o centenário da Diocese do Crato e prestando homenagem ao nascimento do monsenhor Pedro Rocha de Oliveira”, afirmou Camilo Santana.
Na ocasião, foram agraciados com placas comemorativas os monsenhores Pedro Rocha de Oliveira, Francisco de Holanda Montenegro, Francisco Murilo de Sá Barreto e dom Vicente de Paulo Araújo Matos (todos in memorian), além do reitor do Seminário São José, Antônio Edson Bantim de Oliveira; do bispo emérito do Crato, dom Newton Holanda Gurgel; do bispo da Diocese do Crato, dom Fernando Pacheco; da madre Maria Carmelina Feitosa; da Associação dos Ex-alunos do Seminário São José e da Universidade Regional do Crato (Urca). Professor Teodoro ressaltou que as dioceses sempre significaram no nosso Estado um fator de desenvolvimento, de educação e de cultura. “Como dizia o saudoso Virgílio Távora, no lançamento de seu Plano de Metas, como governador, elas se constituíram historicamente nas únicas instituições sólidas no Interior, dando sustentação ao desenvolvimento sociopolítico, econômico, educacional e cultural”, pontuou Teodoro.
Ele ainda acrescentou que, na realidade, as dioceses articulavam a ação das paróquias, as antigas freguesias dos tempos imperiais, e lhes conferiam uma nova estrutura e dinâmica, na fase da história republicana do País. A Diocese do Crato foi um baluarte avançado no processo civilizatório do centro-sul cearense. Já o bispo da Diocese do Crato, dom Fernando Panico, destacou que a missão da Diocese é ser romeira, que promove missões populares transmitindo aos leigos o verdadeiro conhecimento religioso, a vida de Cristo. “A Diocese contribui para a transformação da sociedade cearense na busca da boa nova e do trabalho de evangelização”, explicou.
Estiveram também presentes à esta sessão da Assembleia Legislativa,  o vice-presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, desembargador Lincoln Araújo; o desembargador Suenon Mota, além da pró-reitora de Extensão da Urca, Sandra Nancy Freire.
(Fonte: Assembleia Legislativa do Ceará)

Excertos do discurso de Dom Fernando Panico durante a sessão da Assembleia Legislativa


    “Estou aqui, na mais alta tribuna legislativa do Ceará, não a título pessoal, mas por uma razão de caráter institucional. Venho participar desta sessão especial do Poder Legislativo deste Estado, feita para homenagear o centenário de criação da Diocese de Crato e do nascimento de monsenhor Pedro Rocha de Oliveira.(...)
“Creio ser oportuno apenas acrescentar que a Diocese de Crato – possuidora de 55 paróquias onde residem mais de um milhão de cearenses – atua hoje como uma Igreja romeira e missionária.  Dir-se-ia que a influência da Diocese de Crato se espalha na vastidão dos sertões nordestinos, um imenso território que se convencionou chamar de “Nação Romeira”, onde residem milhões de fiéis católicos, que preservam a memória e a herança espiritual deixada pelo Padre Cícero Romão Batista. (...)
       “Recentemente, a população católica que reside nas cidades, distritos, vilas e até pequenas comunidades rurais do nosso território diocesano realizou – durante três anos (em preparação à comemoração deste jubileu) um abrangente evento, denominado de Santas Missões Populares.  Essas missões foram um meio providencial feitas para que os leigos e leigas, na sua condição de discípulos e discípulas de Jesus Cristo, se tornassem missionários e missionárias.
         "Durante essas Santas Missões Populares tivemos oportunidade de construir comunidades missionárias, as quais assumiram o desafio de tornar Cristo conhecido e amado. Dessa experiência saiu o compromisso de transformar a pessoa, a comunidade e a sociedade caririense, dentro dos parâmetros da Boa Nova do Cristo Jesus.
       Tudo isso foi acrescido ao trabalho de evangelização que já vinha sendo feito, através de várias Pastorais, dentre as quais eu posso citar: Pastoral das Romarias, Pastoral da Criança, Pastoral do Menor, Pastoral da Sobriedade, Pastoral da Pessoa Idosa, Pastoral Carcerária, Comissão Pastoral da Terra, Pastoral Vocacional, Pastoral Litúrgica, Pastoral do Dízimo, Pastoral da Juventude, Pastoral Familiar, Pastoral do Batismo, Catequese, Renovação Carismática Católica, Encontro de Casais com Cristo, Comunidades Eclesiais de Base-CEBs, dentre outras...
     "No último mês de janeiro – dentro das comemorações do Jubileu do Centenário – a Diocese de Crato promoveu o 13º Encontro Nacional das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs). Participaram deste evento: 5.046 pessoas, sendo: 4.036 delegados das 27 unidades da federação brasileira e dos 18 regionais da CNBB; 2.248 mulheres e 1.788 homens. Os bispos presentes somaram 72; os padres, 232 e os religiosos e religiosas, 146. Representantes de 75 lideranças indígenas; 20 representantes de outras Igrejas cristãs, 35 de outras religiões, além de 36 estrangeiros, oriundos dos cinco continentes.
      "A minha palavra final é esta: GRATIDÃO. Um agradecimento especial ao Senhor Presidente desta sessão, deputado Camilo Santana e aos demais membros da Mesa; agradecimento ao Deputado José Teodoro Soares; agradecimento aos funcionários desta casa e as pessoas presentes. A todos reitero os meus agradecimentos.  Deus os abençoe.  Deus abençoe a todos que, nesta Casa, prestam um serviço à cidadania cearense. Muito obrigado!”



Centro de Convenções do Cariri será inaugurado nesta quinta-feira (15)


Mais um equipamento construído pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria do Turismo (Setur CE), impulsionará o turismo de negócios no Ceará: o Centro de Convenções do Cariri (CCC). O governador Cid Gomes inaugura o novo equipamento nesta quinta-feira (15), às 18h30min. O secretário do Turismo, Bismarck Maia, estará presente na solenidade.

Na obra o Governo Estadual investiu R$ 16.270.291,10. O Centro de Convenções do Cariri fica localizado às margens da CE-292, na ligação entre os municípios de Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha. Além das três cidades, o novo equipamento beneficiará os outros 25 municípios que compõe a região do Cariri, por contemplar diversas atividades culturais e sociais. O local terá capacidade para receber seminários, cursos profissionalizantes, exposições, feiras, teatro, entre outros eventos.

“A necessidade de um Centro de Convenções no Cariri era uma realidade, tendo em vista o crescimento econômico e do potencial turístico que a região vem apresentando, além da grande demanda do Cariri para a realização de eventos, principalmente na área de feiras agropecuárias”, destaca Bismarck Maia.

O equipamento possui 4.950,68 m² de área construída, em um terreno de 27.803,35 m²; um auditório para 600 pessoas e outros três, com 160 lugares cada; recepções; subsolo para depósito e casa de máquinas; quatro salas multiúso; estacionamento com 208 vagas; espaços externos cobertos para exposições; sistemas de refrigeração, som, comunicação, eletricidade e segurança e de combate a incêndios. As obras também contemplaram a urbanização do entorno e instalação de paisagismo com espelho d’água.

Os municípios beneficiados com a obra são: Abaiara, Altaneira, Antonina do Norte, Araripe, Assaré, Aurora, Barbalha, Barro, Brejo Santo, Campos Sales, Caririaçu, Crato, Farias Brito, Granjeiro, Jardim, Jati, Juazeiro do Norte, Mauriti, Milagres, Missão Velha, Nova Olinda, Penaforte, Porteiras, Potengi, Saboeiro, Salitre, Santana do Cariri e Tarrafas.

Assessoria de Comunicação da Setur


Vem pra rua, Crato - Neste Sábado




Das pombas - Por: José Nilton de Figueiredo

Sítio Rosto - Crato-CE


Por aqui no Sítio Rosto bafeja um vento frio. É chegado o fim do inverno. As galinhas põem-se a por ( nunca li esta frase) os ovos guardados nas suas posturas, coisas dos interstícios da natureza. Elas pouco põem nas chuvas. Más, te digo, que tudo é muito claro. Claro o dia. Clara a noite, que lua, hoje. Clara as águas que descem e enchem a cascata num claro destino...”É claro que quero o clarão da lua”, mas é claro que quero ver valer a sua palavra de que seria tudo muito claro contrafazendo o escuro do anterior. Vamos lá, mostre-me, mostre-nos. O tempo urge e a turba ruge.

Por: José Nilton de Figueiredo


Cotas e programas sociais melhoraram a vida de negros no Brasil, diz ONU


O sistema de cotas em universidades e os programas sociais melhoraram a vida da população negra no Brasil, mas ainda há muito o que fazer até que a sociedade seja igualitária. A avaliação é do diretor do Centro de Informação da Organização das Nações Unidas (ONU), Giancarlo Summa, que participou da inauguração da exposição Forever Free – Livres para Sempre, hoje (14), no Museu da Justiça do Rio de Janeiro.

“Os indicadores estão vagarosamente melhorando, mas ainda há muito a ser feito. É importante que haja um consenso na sociedade brasileira sobre a importância de ter políticas ativas para diminuir o peso desse passado”, disse. Summa destacou a necessidade de políticas que garantam maior acesso dessa população ao mercado de trabalho.

O diretor da ONU afirmou que os programas de transferência de renda e a melhoria dos níveis de escolaridade provocaram impacto. “Como eles representam uma parcela muito grande do estágio mais baixo da pirâmide social, tudo que foi feito acabou tendo um impacto bom para os negros. Aumentou a escolaridade e o analfabetismo, entre os mais jovens, foi praticamente eliminado no país. Isso fez com que, pela primeira vez, a faixa dos jovens da população afrodescendente esteja escolarizada no Brasil”, analisou, pontuando que há  “uma dívida com os mais velhos”.

A exposição Forever Free – Livres para Sempre trata da história do tráfico de escravos no mundo e apresenta documentos históricos, como processos em que ex-escravos pedem a reparação de seus antigos donos; documentos referentes à libertação de escravos no Brasil, entre 1838 e 1886; e objetos do século XIX pertencentes ao Museu do Negro, da Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos.

Durante a abertura da exposição, Giancarlo Summa citou que o tráfego transatlântico de escravos foi um dos grandes crimes cometidos contra a humanidade, cujas consequências são sentidas ainda hoje. “A população afrodescendente, não só nas Américas, sofre de preconceitos e condições de vida piores, com discriminação, racismo e violência”, disse.

Uma parceria da ONU com o Museu da Justiça, órgão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro,  a mostra, gratuita, faz parte das atividades de lançamento, pelas Nações Unidas, da Década Internacional de Afrodescendentes (2015-2024), e poderá ser visitada até dezembro.

Agência Brasil


Petrobras busca parceiros para refinarias no Maranhão e no Ceará, diz Mantega


A Petrobras busca parceiros para investimentos conjuntos nas refinarias Premium 1, no Maranhão, e Premium 2, no Ceará, disse hoje (14) o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Segundo ele, a atração de parceiros acelerará os empreendimentos, considerados prioritários pela estatal para garantir a autossuficiência de petróleo refinado.

“A gente teria mais recursos e mais rapidez. O plano de investimentos da Petrobras é muito grande e exige muito capital”, declarou o ministro em audiência pública nas comissões de Fiscalização Financeira e Controle e de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados.

De acordo com Mantega, o plano de investimentos de cada refinaria é superior a US$ 20 bilhões. “Posso dizer que é uma decisão que está sim, entre as prioridades e vai ser feita nos próximos anos. Houve um tempo em que a Petrobras investiu pouco em refinarias e, por isso, importamos produtos refinados. Estão sendo feitas mais refinarias e, com essas do Maranhão e do Ceará, teremos autossuficiência”, destacou.

Mantega falou sobre o assunto respondendo a questionamento do deputado Simplício Araújo (Solidariedade-MA). Segundo o parlamentar, um relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) aponta irregularidades na obra da Premium 1, em Bacabeira, a 60 quilômetros da capital maranhense, São Luís. 

Segundo o ministro, “quem tem que olhar [os desembolsos com obras] é a diretoria e os órgãos de controle interno da empresa [Petrobras]. Nós fiscalizamos rigorosamente o investimento de cada obra. Quando não está dentro do planejado, nós indagamos e investigamos”, disse Guido Mantega, que é presidente do Conselho Administrativo da estatal.

Editor Wellton Máximo
Agência Brasil


Governador inaugura 101ª Escola Profissional em Nova Olinda


Os jovens de Altaneira, Nova Olinda e Santana do Cariri, municípios da região do Cariri, são os próximos beneficiados com a inauguração, nesta quinta-feira (15), às 17 horas, da Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Wellington Belém de Figueiredo, a 101ª do Ceará. O governador Cid Gomes fará a entrega da nova unidade, localizada em Nova Olinda. O secretário adjunto da Educação, Idilvan Alencar, também estará presente na ianuguração.

Para construir, equipar e mobiliar, foram investidos R$ 10 milhões, oriundos dos Governos Federal e Estadual. Na unidade os estudantes farão, ao mesmo tempo, o Ensino Médio e um dos quatro cursos técnicos ofertados: Agronegócio, Edificações, Finanças e Redes de Computadores. A EEEP foi construída em Nova Olinda mas funcionará em regime de consórcio com atendimento aos estudantes dos três municípios. Cada curso ofertará matrícula para 15 alunos por município atendido. A escola tem capacidade para receber até 540 estudantes, em tempo integral, das 07 horas às 17 horas. A escola de número 101 faz parte da Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede) 18, sediada no Crato, que passou a contar com cinco unidades. As demais estão localizadas em Araripe, Campos Sales e no município sede da Crede. No Cariri, a rede de EEEPs agora é formada por 14 unidades e beneficia jovens de 13 municípios.

A estrutura é composta de 12 salas de aula, auditório, biblioteca, bloco pedagógico administrativo, laboratórios específicos para os cursos técnicos oferecidos, além dos de Línguas, Informática, Ciências e Matemática. Esta é mais uma construção que atende à concepção de qualidade para escolas de educação profissional. A obra é supervisionada pelo Departamento de Arquitetura e Engenharia(DAE), órgão vinculado à Secretaria da Infraestrutura (Seinfra).

Em 2008, o Governo do Estado deu início à implantação da rede de EEEPs, com 25 unidades. Atualmente, as unidades contam com uma matrícula de 40 mil estudantes. Até o final de 2014, serão 140 escolas com esse nível de ensino no Ceará. No momento, são 51 cursos técnicos em 77 municípios cearenses na Capital e no Interior. A partir desse novo modelo, a gestão estadual passou a diversificar a oferta do Ensino Médio, articulando-o com a educação profissional, com o mundo do trabalho e com o ensino superior. A empregabilidade dos alunos dessas escolas e o ingresso nas Universidades é de 52,3%.

Serviço:
Inauguração da EEEP Wellington Belém de Figueiredo
Nº da EEEP: 101
Data: 15/05/2014
Horário: 17 horas
Endereço: Ce – 292 – km 02 – bairro Jurema – Nova Olinda
Assessoria de Imprensa da Seduc



Edições Anteriores:

Outubro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31