xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 24/04/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

24 abril 2014

Plano Nacional de Educação é aprovado na Comissão Especial da Câmara Federal


Grande dia para a educação brasileira!


Com apoio de André Figueiredo, que tem liderado a reforma educacional na Câmara Federal,  foi aprovado na Comissão Especial o texto principal do Plano Nacional de Educação, o PNE, que vai garantir que a transferência de recursos do governo federal para a educação nos estados e municípios passe de R$ 9,4 bi para R$ 46,4 bilhões. 

A medida será fundamental para viabilizar a Meta 20 do plano que prevê a destinação do equivalente a 10% do PIB (Produto Interno Bruto) para a educação pública. André Figueiredo foi também o relator do projeto dos royalties, considerado a maior conquista parlamentar de 2013 e que vai destinar mais de R$200 bilhões durante 10 anos para investimentos em saúde e educação.

www.blogdocrato.com



Chips em humanos - Por: Emerson Monteiro


A empresa Applied Digital Solutions, há poucos anos, defendeu na justiça seus direitos sobre o Verichip, um dispositivo que garantia empréstimo da IBM.

A ADS, que pedira empréstimo de US$ 77 milhões à IBM, alegou que a gigante corporação norte-americana usava a situação para controlar subsidiária que detinha propriedade intelectual sobre o Verichip, microprocessador que pode ser implantado sob a pele humana e lido por sensor externo.

Lançamento recente, o Verichip será usado na segurança e identificação de emergência, dentre outras situações. Autoridades afirmaram que a empresa não poderia vender o produto para aplicações médicas porque ele ainda precisaria ser testado.


A companhia considerou que a IBM quis com isso impedir que a ADS recebesse financiamentos de outras fontes, o que permitiria que honrasse seus pagamentos, segundo consta do processo.


O presidente da ADS, Scott Silverman, afirmou que a companhia pedira reparação de danos: Temos a obrigação de proteger os bens da companhia e nossos acionistas do que consideramos como pirataria corporativa, disse.

Tais mobilizações jurídicas demonstram o quanto avançaram as pesquisas com a tecnologia de controle dos indivíduos nos tempos quando esses ficam sujeitos ao acompanhamento das máquinas quais coisas, contextualização de causar espécie aos autores de ficção que previram o domínio da liberdade coletiva, porém de jeito tímido e distante da realidade presente.

Não se sabe a quem recorrer, nem a quem interessam ditos artefatos, no entanto são mais os países ricos que recorrem a tais instrumentos de domínio, para evitar o assédio de forças das populações marginalizadas e seus modos imprevisíveis de reagir, o que, porém restringirá ao máximo o direito e ir e vir, sob o argumento dos governos de se defender dos agressores potenciais.

Por essas e outras, as pesquisas inovadoras da IBM e das suas subsidiárias parecem ganhar corpo e invadir dimensões do direito fundamental da pessoa humana com esses possíveis chips implantáveis sob a pele, ineditismo de espantar a multidão.

Em consequência, pois, dos avanços virtuais, o futuro ultrapassará as raias da imaginação e penetrará os mistérios mais profundos da imponderabilidade.

Santo brasileiro: Papa Francisco preside Missa pela canonização de São José de Anchieta


Santo Padre preside Celebração Eucarística em ação de graças pelo novo santo da Igreja de Cristo.

O Papa Francisco comparecerá no dia 24 de abril, quinta-feira, às 18:00 h ( 13 horas no horário do Brasil) à igreja de Santo Inácio de Loyola, em Roma, para presidir a celebração da Santa Missa em ação de graças pela canonização do ‘Apóstolo do Brasil’, São José de Anchieta. As TV Canção Nova, Rede Vida e Século 21  vão exibir este momento a partir das 12h55 (horário de Brasília) em sua programação durante a Quinta-feira de Adoração.
O sacerdote jesuíta, fortemente ligado à evangelização do povo brasileiro e à fundação da cidade de São Paulo, foi proclamado santo no dia 3 de abril por meio de um decreto papal. Em agradecimento ao Sumo Pontífice, o Bispo de Tenerife (Espanha), cidade natal do santo jesuíta, Dom Bernardo Álvarez, recordou que a canonização não é baseada em um milagre recente do beato, e que o decreto assinado pelo Santo Padre “reconhece as virtudes heroicas e a trajetória apostólica, missionária e humanizadora do Padre José de Anchieta”.
Durante a 52ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), no dia 4 de maio, será celebrada a Santa Missa em ação de graças pela canonização do beato, no Santuário Nacional de Aparecida, na cidade de Aparecida (SP).
O bispo de Crato, Dom Fernando Panico, estará presente à solenidade em Aparecida do Norte representando mais de 1 milhãos de habitantes que residem nesta diocese centenária.

Tá feia a coisa: Supremo Tribunal Federal determina instalação imediata da CPI “exclusiva” da Petrobrás

 Na decisão que atende aos pedidos feitos pela oposição, ministra Rosa Weber ordena a suspensão da discussão em plenário sobre a abrangência da comissão parlamentar
Felipe Recondo - O Estado de S. Paulo 

Brasília - A ministra do Supremo Tribunal Federal Rosa Weber atendeu na noite desta quarta-feira, 23, a oposição e concedeu uma liminar que determina a instalação imediata de uma Comissão Parlamentar de Inquérito com foco apenas em suspeitas sobre a Petrobrás. A decisão compromete a estratégia do governo de incluir na comissão apurações sobre o cartel de trens em São Paulo, o que atingiria o PSDB de Aécio Neves, e obras do Porto de Suape em Pernambuco, o que fustigaria o PSB de Eduardo Campos.
A ministra afirmou que o direito garantido à minoria de criar CPIs para investigar irregularidades não pode ser submetido ao crivo da maioria, como propôs o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) - ele pediu que o plenário da Casa analisasse a possibilidade de instalar a CPI ampliada. Assim, até que o mérito da causa seja julgado por todos os ministros do STF, Renan não pode submeter o assunto aos senadores. Os governistas devem recorrer da decisão, o que levará a liminar a ser julgada pelo STF em prazo incerto. O recurso pode ser usado como argumento político pelos governistas a fim de retardar a instalação da CPI. Pela decisão de Rosa Weber, porém, os membros da comissão, assim como seu presidente e seu relator, já podem ser indicados pelos partidos.
Os partidos oposicionistas querem uma investigação restrita à administração da Petrobrás no governo petista, especialmente a compra da refinaria de Pasadena, nos EUA. A negociação teve o aval da então ministra da Casa Civil Dilma Rousseff. A presidente justificou sua decisão dizendo que a decisão foi tomada com base em um resumo executivo "falho". Com as assinaturas necessárias coletadas pelos partidos de oposição, os governistas buscaram alternativas para diluir possíveis prejuízos eleitorais para Dilma, que tentará reeleição. Daí surgiu a tática de incluir na apuração o cartel e as obras do porto pernambucano. Renan comandou a operação - o peemedebista está atualmente de licença da Presidência do Senado porque vai participar da missa em ação de graças pela canonização de São José de Anchieta, a ser celebrada nesta quinta pelo papa Francisco na Igreja de Santo Inácio de Loyola, em Roma.

Redução de danos. Além dos prováveis recursos para que as liminares sejam analisadas pelo plenário do STF, manobras políticas ainda podem atrasar o início das investigações. No passado, em razão da recusa dos partidos em indicar os integrantes da CPI dos Bingos, o Supremo determinou que o presidente do Senado promovesse as escolhas. Entretanto, não há prazo para isso.
Depois, as negociações políticas sobre quem presidirá a CPI e quem relatará as investigações podem se arrastar por semanas, gerando embates entre governo e oposição. Os governistas ainda tentam esvaziar as investigações apoiando a aprovação de convites para que integrantes do governo sejam ouvidos em comissões temáticas no Congresso, menos hostis que uma CPI. Independentemente dos desfecho do caso, o Palácio do Planalto já trabalha para sintonizar os discursos dos integrantes do governo que comparecerão ao Congresso nos próximos dias. Tudo para evitar divergentes que oponham a gestão de Dilma à de seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva.
                                                                                                                                         

Edições Anteriores:

Outubro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31