xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 27/02/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

27 fevereiro 2014

O Crato e a esperança - Por: Moisés Rolim



Observando atentamente os últimos acontecimentos no município do Crato, percebo no semblante de cada cratense um estado de desengano, um estado de total incredulidade do futuro da nossa cidade. A esperança existia. Nos olhares, nas conversas, na caminhada diária, no assunto do boteco, no banco das praças, na fila do banco, nos clubes da cidade e por incrível que pareça, até nos velórios. Enfim, um sentimento que pairava no ar como se fosse a solução de todos os problemas existentes na vida.

Passou-se o tempo. A esperança já se mostrava não ter tanta significância e apreço dos demais, o escuro da intriga, da ingratidão, da falta de carinho e apreço ao povo, acabou tirando o brilho total que existia no semblante de cada um. O que teria acontecido? Qual o motivo de tudo isso? Aonde está aquela esperança que fixava nos olhos de todos? Ela se foi...

Se foi devido o simples fato de que quem a levava, não aguentou a força da responsabilidade, do peso da compreensão do que é a esperança e da gratidão que deveria ter com os demais. Assim está indo a nossa história. A palavra esperança se perde nos percalços da nossa vida cotidiana na cidade, perguntas continuam sem respostas e a esperança.... Há esperança quantas saudades de você.

Por: Moisés Rolim
Foto: Dihelson Mendonça




VÍDEO - O CRATO NA TV - 27-02-2014 - O Aumento dos impostos em Crato - Taxistas



No programa de hoje, Macedo aborda o aumento dos impostos na cidade do Crato, principalmente no tocante aos taxistas. O entrevistado de hoje é o Sr. Francisco Brás de Lima, conhecido por "Brás", taxista da Praça Siqueira Campos.

www.blogdocrato.com
www.tvchapadadoararipe.com


COPA - Dep. Ely Aguiar critica Cartilhas



Deputado Ely Aguiar cita publicações internacionais fazendo referências negativas à segurança pública no Brasil, além de advertência aos visitantes O deputado Ely Aguiar (PSDC) lamentou a elaboração de cartilhas feitas em países como França e Espanha para alertar os turistas sobre os perigos de visitarem o Brasil durante a Copa do Mundo, nos meses de junho e julho próximos. As publicações que foram mostradas nas últimas semanas por periódicos esportivos europeus chamou a atenção de brasileiros nas redes sociais que ficaram indignados com o caso.

O parlamentar afirmou que a cartilha produzida nesses países é um manual de como o visitante deve se comportar no Brasil para evitar sequestros, saidinhas bancárias, extorsões e furtos. Em tais publicações se diz que o País é extremamente perigoso e sem qualquer civilidade em suas ruas. "Isso é uma agressão ao nosso País, mas infelizmente é uma verdade", disse.

Aguiar destacou também que a Fifa já devolveu cerca de 40% das reservas feitas aos hotéis para o período da Copa do Mundo em Fortaleza, pois segundo disse, a empresa estaria "arrependida" de ter escolhido o Brasil como sede do mundial. "Na Copa das Confederações tivemos repórteres estrangeiros avisando nos jornais que as pessoas não viessem para o Brasil, e agora, com a Copa do Mundo, não está sendo diferente", lamentou.

Ele afirmou ainda que o aumento da violência no Ceará não é culpa somente do Governo do Estado, mas também do Governo Federal que não avançou em políticas públicas nos últimos dez anos.

Corriqueira

O parlamentar citou o exemplo de um jovem que recentemente foi assassinado em Caucaia depois de ter demorado a entregar a bandidos que o abordaram o dinheiro sacado em um banco. Segundo disse, tal situação, tão corriqueira no dia a dia do cearense, trata sim de uma reconhecida "incivilidade". Gony Arruda (PSD), por outro lado, ressaltou que a Copa do Mundo acaba por expor o País sede, e essa oportunidade de ser visto por todo o mundo deve ser aproveitada pelos governantes brasileiros. Conforme salientou, a insegurança é um problema do País em seu dia a dia, e não uma questão causada, simplesmente, pelo evento esportivo.

Arruda, contestando trecho do pronunciamento de Ely, sobre a escolha do Brasil para sediar o evento, lembrou que praticamente todos os países apoiavam a escolha do Brasil como sede para o Copa do Mundo e disse que a Colômbia, por exemplo, foi a única com algum tipo de concorrência, na época, pois o presidente daquele País defendia sua indicação, mesmo com a Confederação de Futebol da Colômbia apoiando o Brasil para ser sede dos jogos. Segundo disse, a Copa do Mundo sempre trás uma exposição do País sede, mas ressaltou que no caso da Copa das Confederações o cenário foi positivo para o Brasil.

"Eu não vejo esse cenário de guerra que estão apontando aí. Aqueles que estão apostando contra a Copa do Mundo vão cair do cavalo", disse Gony Arruda. O deputado Fernando Hugo (SDD), por seu turno, lembrou o caso da empresa Adidas que estava vendendo camisas com teor de apelação sexual de mulheres brasileiras. Conforme disse ele, porém, é essa a imagem que o Brasil vende para o mundo e citou o exemplo das mulheres seminuas durante o carnaval, a partir do Rio de Janeiro.

E prosseguiu o deputado, "em uma camisa tem um coração em forma de bunda com uma calcinha e, em outra camisa, tem os dizeres 'marque' e uma seta em direção a uma moça. Os programas de televisão e o Carnaval carioca são um exemplo da visão promíscua que os turistas têm do Brasil", disparou. O parlamentar lamentou o levantamento feito pelas revistas da França e Espanha onde teria sido elaborada a cartilha, reportada por Ely Aguiar, para que os cidadãos desses países tomem cuidado quando visitarem o Brasil.

Fonte: DN


Detran e PRE organizam 280 operações de fiscalização para Operação Carnaval


Departamento Estadual de Trânsito (Detran-CE) e Polícia Rodoviária Estadual (PRE) realizarão, em conjunto, a “Operação Carnaval”, a partir desta sexta-feira (28) até a quarta-feira de cinzas, dia 5 de março, em todo o Estado (Zona Norte, Ibiapaba, Cariri, Jaguaribe, Inhamuns, abrangendo litoral, serra e sertão). 

Serão realizadas 280 operações durante o período do Carnaval, com a participação de 600 agentes de trânsito, dos quais 150 do DETRAN e 450 da PRE. Serão utilizadas 160 viaturas, das quais 80 do DETRAN e 80 da PRE, inclusive 10 reboques (guinchos) e 40 motocicletas. Cada equipe de fiscalização estará equipada com bafômetro (etilômetro).

Diariamente, as equipes estarão nas rodovias estaduais e na faixa de praia, onde há concentração de banhistas, para fiscalizar condutores e veículos. Cada equipe estará com um bafômetros. As duas instituições atarão com 150 bafômetros. A aplicação da Lei Seca será uma das prioridades. Os trabalhos começarão as 16 horas de sexta-feira e continuarão até a meia-noite de quarta-feira, dia 5.
A PRE mantém quase 30 postos fixos de fiscalização no Estado, com fiscalização permanente durante 24 horas. Sexta-feira (dia 28), pelo menos 14 equipes fiscalizarão as principais saídas de Fortaleza: CE 040 (posto da PRE em Aquiraz); CE 085 (Posto da PRE em Caucaia); CE 060 (no posto da PRE em Maracanaú). De Canoa Quebrada a Jericoacoara, nas vias de acessos ao litoral cearense, os agentes de trânsito farão 60 operações nas vias litorâneas e nas áreas de praia com concentração de banhistas. Outras 20 operações ficarão sediadas nos municípios, que também contarão com o apoio de mais equipes com a missão de realizar 150 volantes.

Estará de plantão a equipe do call center, que atende pelo número 0800.275.6768. Na unidade da Maraponga (sede do Órgão), outras equipes de apoio permanecerão de plantão para dar suporte às equipes que estão atuando na Operação Carnaval 2014. Não haverá expediente em nenhuma unidade durante o período do Carnaval: segunda-feira, dia 2, e terça, dia 4. O expediente da quarta-feira, dia 5, começa às 12 horas.

Dicas de segurança aos condutores e passageiros:

a)usar o cinto de segurança;
b)se for dirigir, não beba; e se for beber, não dirija. Quem for notificado com base na Lei Seca: terá de pagar multa de R$ 1.915,58 e ficará com a sua CNH suspensa por 12 meses);
c)obedecer à sinalização;
d)manter prudência;
e)não fazer ultrapassagem de risco;
f)não ultrapassar em faixa contínua;
g) não exceder limite de velocidade;
h)não transportar passageiros em área exclusiva de carga;
i)não transportar carga em área exclusiva de passageiros;
j)não falar ao celular quando estiver dirigindo;
l)não entregar a direção a quem não é habilitado
m)na condução de moto, usar capacete e ser habilitado categoria A;

Além disso,
1- Conduzir os documentos de porte obrigatório: CNH e licenciamento (em dia, inclusive taxas do seguro DPVAT e IPVA). A ausência do documento gera multa. O atraso do licenciamento, seguro DPVAT e IPVA, além da multa, gera a apreensão e reboque do veículo.
2-Fazer a revisão das condições básicas do veículo: motor, parte elétrica, freio, suspensão, pneus em condições de uso e limpador de para-brisa.

27.02.2014
Assessoria de Imprensa do Detran


VERGONHA: Água da Vilalta mais parece Lama, que entope os canos. Cidadão gasta seu salário com desentupidoras


A ÁGUA PRETA DA VILALTA

O nosso amigo José Edson, postou várias reclamações pedindo à SAAEC providências para este problema que antes, já era ruim, e agora, está pior:

Indignação:

Essa porcaria dessa falta de qualidade da água da Vilalta ( Conj. dr Antenor ) e agora essa irregularidade no abastecimento faltando água direto e quando chega vem parecendo lama, entupiram minhas duas duchas dos banheiros e é porque é um chuveiro desse tipo com pressurizador imagino o comum, fora as caixas acopladas das descargas parecem um mar de lodo, só decepção dessa SAAEC.

Revoltante:

Mesmo com a frente retirada nao caiu uma gota d'agua do chuveiro devido a péssima qualidade da agua fornecida pela SAAEC há bastante tempo no bairro vilalta ( Conj. dr antenor gomes de matos) que com a falta constante no abastecimento acarretou o acumulo do pó preto nos canos, ocasionando o entupimento dos mesmos, espero que o órgao competente venha sanar esse transtorno, porque senão, meu salario vai servir apenas para ficar pagando desentupidora e ainda tem pessoas que não tem condições financeiras de ficar comprando garrafões de água e tomam dessa agua contaminada podendo adquirir um serio problema de saúde.

Alguns comentários que se seguiram:

Dihelson Mendonça Amanhã eu vou fazer um vídeo a respeito disso, e posto aqui, José Edson Edson - 25 de fevereiro às 23:34

Glauco Ribeiro - Os canos de água aqui de casa estavam todos entupidos por causa dessa "borra" na água

Dihelson Mendonça Só neste ano de 2014, já mandei desentupir os daqui de casa 2 vezes, na Vilalta. A desentupidora cobra 70 a 80 reais cada vez. Isso é uma vergonha, como diria o Boris Casoy.

Maria Das Graças Jaco Siqueira - A água muito suja, imaginei que fosse só na caixa, quando vi que a agua que vem direto da rua estava escura, muito escura , vc toma banho, pra ficar suja. Pura realidade.

José Edson
Fotomontagem meramente ilustrativa


Ceasa Cariri registra aumento de 40% no fluxo de produtos



Inaugurada em 23 de fevereiro de 2012, a Ceasa Cariri completou este mês dois anos de funcionamento. A data foi comemorada com boas notícias, no último mês de janeiro, o entreposto registrou um aumento de 40% na comercialização de hortigranjeiros se comparado ao mesmo mês do ano de 2013. Segundo dados da gerência técnica da Ceasa Cariri, em janeiro do ano passado foram comercializadas 2.767 mil toneladas enquanto que em janeiro deste ano chegou a 3.868 mil toneladas, o que representa um acréscimo de 1.100 toneladas.

Os índices de crescimento na comercialização dos produtos passaram a ser ampliados após uma decisão do Ministério Público do Ceará (MPCE), através da Procuradoria Geral de Justiça, que firmou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC).O documento determina que os comerciantes que vendem hortigranjeiros no atacado e abastecem os permissionários do Mercado do Pirajá, localizado em Juazeiro do Norte, só podem realizar as vendas na própria Ceasa Cariri.
O levantamento também aponta acréscimo na movimentação de caminhões que passaram a trafegar pela Ceasa Cariri.Conforme o estudo, em dezembro de 2014 deram entrada no entreposto 490 caminhões. Já em janeiro, cerca de 940 veículos foram estacionados no local. O aumento é de 92%.

Abastecimento

O primeiro mês de 2014 também registrou abastecimento à 37 municípios através do entreposto. Deste total, 34 municípios pertencem ao Ceará, dois são do Piauí (Fronteiras e Picos) e um está localizado em Pernambuco (Cedro). “Os frequentadores do entreposto sentem no dia a dia o conforto, segurança, higiene e qualidade dos produtos que são comercializados, viabilizando, oportunizando e desenvolvendo o setor de hortigranjeiros”, frisa o gerente técnico da Ceasa Cariri, Hamilton Lira. Segundo ele, a expectativa para os próximos meses é de mais crescimento, pois o entreposto ainda possui áreas abertas à ocupação, que estão em licitação. O processo licitatório está tramitando e o edital deve ser publicado ainda este semestre.

De acordo com o diretor técnico da Ceasa Ceará, César Nogueira, o local possui 360 módulos, 50 boxes, 15 lojas e três lanchonetes e um estacionamento com vagas para mais de 200 veículos. Parte do espaço é destinado à agricultura familiar. Dos 360 módulos, 84 são destinados ao Pronaf. Dos 50 boxes, apenas sete não foram ocupados e, das 15 lojas, cinco estão desocupadas. Ainda há uma área de 52m² destinada para uma lanchonete.

A expectativa, segundo Nogueira, é de que este ano, a Ceasa Cariri esteja plenamente ocupada. “A licitação será aberta para comerciantes de todo o Brasil. Esperamos acelerar a comercialização. Acreditamos que, com o crescimento da região e a chegada de diversas redes de supermercados, shoppings, hotéis entre outros investimentos, a Ceasa Cariri consiga se desenvolver ainda mais, inclusive esperando uma mudança na produção hortícula da Região do Cariri, objetivando um melhor abastecimento local”, ressalta.

A decisão do MPCE em firmar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) também é avaliado positivamente por Nogueira. Conforme ele, a decisão, aliada as ações desenvolvidas pela própria Central de Abastecimento, favorece não apenas o funcionamento do entreposto, mas garante, ainda, melhores condições de preços e produtos aos comerciantes que atuam no varejo e economia aos consumidores na hora de adquirirem os produtos.

“Essa ação impede que haja a presença do atravessador e garante, também, uma maior economia ao bolso do próprio consumidor final. Toda a cadeia passa a ser beneficiada a partir do abastecimento dos comerciantes varejistas no entreposto do Cariri”. O TAC ainda estabelece que os produtos que forem comercializados em bancas fora do Mercado do Pirajá, acomodados sobre o solo, lonas ou em outras formas de suporte, serão apreendidos. Segundo a determinação, a SR Empreendimentos, na condição de concessionária de todos os mercados municipais de Juazeiro do Norte, fica responsável pela regularização dos vendedores varejistas de hortigranjeiros que comercializam informalmente fora das dependências do Mercado, nas ruas do seu entorno, a fim de que possam ser alojados dentro do mesmo mercado ou em outro a ser construído ou reformado.
Já a Prefeitura Municipal, em parceria com o Departamento Municipal de Trânsito, a Secretaria Municipal de Saúde e a Polícia Militar, atua nas ruas no entorno do mercado Pirajá, viabilizando os serviços de fiscalização, campanhas educativas, além da manutenção da ordem e da segurança, prevenindo e reprimindo condutas que são consideradas crimes. A determinação do Ministério Público Estadual começou a vigorar no início de janeiro deste ano.

Mais informações:

Central de Abastecimento do Cariri Ceasa
Avenida Leão Sampaio, S/N
Barbalha/Cariri
Telefone: (88) 3532.2489


É HOJE - Convite missa de sétimo dia de Lúcia Primo de Carvalho




Justiça do Rio determina que Facebook forneça dados de usuário


O juiz Leonardo Cajueiro d´Azevedo determinou que a rede social forneça os dados cadastrais de um perfil falso criado para ofender um funcionário da Justiça Eleitoral

Uma decisão do Tribunal de Justiça do Rio, determinou que o Facebook forneça as informações de um usuário que criou um perfil anônimo, na rede social, para postar mensagens ofensivas contra Rafael Maciel, servidor da Justiça Eleitoral no Município de São Fidélis. De acordo com o site da Folha, o juiz Leonardo Cajueiro d´Azevedo determinou que a rede social forneça os dados cadastrais do titular da conexão.

Perfil "fake" 

Em 2012 o usuário deste perfil acusou o funcionário da Justiça Eleitoral de favorecer a um candidato na eleição municipal. "As pessoas têm de entender que a internet não é um mundo sem lei", disse o advogado da vítima. O Facebook sai derrotado de mais uma batalha judicial. A assessoria de comunicação da rede social não comentou o caso.

Redação O POVO Online


Brasil consome 14 agrotóxicos proibidos no mundo


Os indicadores que apontam o pujante agronegócio como a galinha dos ovos de ouro da economia não incluem um dado relevante para a saúde: o Brasil é maior importador de agrotóxicos do planeta. 

Consome pelo menos 14 tipos de venenos proibidos no mundo, dos quais quatro, pelos riscos à saúde humana, foram banidos no ano passado, embora pesquisadores suspeitem que ainda estejam em uso na agricultura. Em 2013 foram consumidos um bilhão de litros de agrotóxicos no País – uma cota per capita de 5 litros por habitante e movimento de cerca de R$ 8 bilhões no ascendente mercado dos venenos. Dos agrotóxicos banidos, pelo menos um, o Endosulfan, prejudicial aos sistemas reprodutivo e endócrino, aparece em 44% das 62 amostras de leite materno analisadas por um grupo de pesquisadores da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT) no município de Lucas do Rio Verde, cidade que vive o paradoxo de ícone do agronegócio e campeã nacional das contaminações por agrotóxicos. Lá se despeja anualmente, em média, 136 litros de venenos por habitante. Na pesquisa coordenada pelo médico professor da UFMT Wanderlei Pignati, os agrotóxicos aparecem em todas as 62 amostras do leite materno de mães que pariram entre 2007 e 2010, onde se destacam, além do Endosulfan, outros dois venenos ainda não banidos, o Deltametrina, com 37%, e o DDE, versão modificada do potente DDT, com 100% dos casos. Em Lucas do Rio Verde, aparecem ainda pelo menos outros três produtos banidos, o Paraquat, que provocou um surto de intoxicação aguda em crianças e idosos na cidade, em 2007, o Metamidofóis, e o Glifosato, este, presente em 70 das 79 amostras de sangue e urina de professores da área rural junto com outro veneno ainda não proibido, o Piretroides.

Na lista dos proibidos em outros países estão ainda em uso no Brasil estão o Tricolfon, Cihexatina, Abamectina, Acefato, Carbofuran, Forato, Fosmete, Lactofen, Parationa Metílica e Thiram.

Chuva de lixo tóxico

“São lixos tóxicos na União Europeia e nos Estados Unidos. O Brasil lamentavelmente os aceita”, diz a toxicologista Márcia Sarpa de Campos Mello, da Unidade Técnica de Exposição Ocupacional e Ambiental do Instituto Nacional do Câncer (Inca), vinculado ao Ministério da Saúde. Conforme aponta a pesquisa feita em Lucas do Rio Verde, os agrotóxicos cancerígenos aparecem no corpo humano pela ingestão de água, pelo ar, pelo manuseio dos produtos e até pelos alimentos contaminados.

Venenos como o Glifosato são despejados por pulverização aérea ou com o uso de trator, contaminam solo, lençóis freáticos, hortas, áreas urbanas e depois sobem para atmosfera. Com as precipitações pluviométricas, retornam em forma de “chuva de agrotóxico”, fenômeno que ocorre em todas as regiões agrícolas mato-grossenses estudadas. Os efeitos no organismo humano são confirmados por pesquisas também em outros municípios e regiões do país. O Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (Para), da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), segundo a pesquisadora do Inca, mostrou níveis fortes de contaminação em produtos como o arroz, alface, mamão, pepino, uva e pimentão, este, o vilão, em 90% das amostras coletadas. Mas estão também em praticamente toda a cadeia alimentar, como soja, leite e carne, que ainda não foram incluídas nas análises.

O professor Pignati diz que os resultados preliminares apontam que pelo menos 30% dos 20 alimentos até agora analisados não poderiam sequer estar na mesa do brasileiro. Experiências de laboratórios feitas em animais demonstram que os agrotóxicos proibidos na União Europeia e Estados Unidos são associados ao câncer e a outras doenças de fundo neurológico, hepático, respiratórios, renais e má formação genética.

Câncer em alta

A pesquisadora do Inca lembra que os agrotóxicos podem não ser o vilão, mas fazem parte do conjunto de fatores que implicam no aumento de câncer no Brasil cuja estimativa, que era de 518 mil novos casos no período 2012/2013, foi elevada para 576 mil casos em 2014 e 2015. Entre os tipos de câncer, os mais suscetíveis aos efeitos de agrotóxicos no sistema hormonal são os de mama e de próstata. No mesmo período, segundo Márcia, o Inca avaliou que o câncer de mama aumentou de 52.680 casos para 57.129.

Na mesma pesquisa sobre o leite materno, a equipe de Pignati chegou a um dado alarmante, discrepante de qualquer padrão: num espaço de dez anos, os casos de câncer por 10 mil habitantes, em Lucas do Rio Verde, saltaram de três para 40. Os problemas de malformação por mil nascidos saltaram de cinco para 20. Os dados, naturalmente, reforçam as suspeitas sobre o papel dos agrotóxicos.

Pingati afirma que os grandes produtores desdenham da proibição dos venenos aqui usados largamente, com uma irresponsável ironia: “Eles dizem que não exportam seus produtos para a União Europeia ou Estados Unidos, e sim para mercados africanos e asiáticos.” Apesar dos resultados alarmantes das pesquisas em Lucas do Rio Verde, o governo mato-grossense deu um passo atrás na prevenção, flexibilizando por decreto, no ano passado, a legislação que limitava a pulverização por trator a 300 metros de rios, nascentes, córregos e residências. “O novo decreto é um retrocesso. O limite agora é de 90 metros”, lamenta o professor.

“Não há um único brasileiro que não esteja consumindo agrotóxico. Viramos mercado de escoamento do veneno recusado pelo resto do mundo”, diz o médico Guilherme Franco Netto, assessor de saúde ambiental da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz). Na sexta-feira, diante da probabilidade de agravamento do cenário com o afrouxamento legal, a Fiocruz emitiu um documento chamado de “carta aberta”, em que convoca outras instituições de pesquisa e os movimentos sociais do campo ligados à agricultura familiar para uma ofensiva contra o poder (econômico e político) do agronegócio e seu forte lobby em toda a estrutura do governo federal.

Fim da parte 1
Fonte: IG
Enviado por Nivaldo Soares


Coisas da república: Ela fala pelo Brasil ( Publicado no jornal “O Estado de S.Paulo” )


Até mesmo o lusófono presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, deve ter tido sérias dificuldades para entender os dois discursos da presidente Dilma Rousseff proferidos em Bruxelas a propósito da cúpula União Europeia (UE)-Brasil.

Não porque contivessem algum pensamento profundo ou recorressem a termos técnicos, mas, sim, porque estavam repletos de frases inacabadas, períodos incompreensíveis e ideias sem sentido. Ao falar de improviso para plateias qualificadas, compostas por dirigentes e empresários europeus e brasileiros, Dilma mostrou mais uma vez todo o seu despreparo. Fosse ela uma funcionária de escalão inferior, teria levado um pito de sua chefia por expor o País ao ridículo, mas o estrago seria pequeno; como ela é a presidente, no entanto, o constrangimento é institucional, pois Dilma é a representante de todos os brasileiros - e não apenas daqueles que a bajulam e temem adverti-la sobre sua limitadíssima oratória.

Logo na abertura do discurso na sede do Conselho da União Europeia, Dilma disse que o Brasil tem interesse na pronta recuperação da economia europeia, "haja vista a diversidade e a densidade dos laços comerciais e de investimentos que existem entre os dois países" - reduzindo a UE à categoria de "país". Em seguida, para defender a Zona Franca de Manaus, contestada pela UE, Dilma caprichou: "A Zona Franca de Manaus, ela está numa região, ela é o centro dela (da Floresta Amazônica) porque é a capital da Amazônia (...). Portanto, ela tem um objetivo, ela evita o desmatamento, que é altamente lucrativo - derrubar árvores plantadas pela natureza é altamente lucrativo (...)". Assim, graças a Dilma, os europeus ficaram sabendo que Manaus é a capital da Amazônia, que a Zona Franca está lá para impedir o desmatamento e que as árvores são "plantadas pela natureza".

Dilma continuou a falar da Amazônia e a cometer desatinos gramaticais e atentados à lógica. "Eu quero destacar que, além de ser a maior floresta tropical do mundo, a Floresta Amazônica, mas, além disso, ali tem o maior volume de água doce do planeta, e também é uma região extremamente atrativa do ponto de vista mineral. Por isso, preservá-la implica, necessariamente, isso que o governo brasileiro gasta ali. O governo brasileiro gasta um recurso bastante significativo ali, seja porque olhamos a importância do que tiramos na Rio+20 de que era possível crescer, incluir, conservar e proteger." É possível imaginar, diante de tal amontoado de palavras desconexas, a aflição dos profissionais responsáveis pela tradução simultânea.

Ao falar da importância da relação do Brasil com a UE, Dilma disse que "nós vemos como estratégica essa relação, até por isso fizemos a parceria estratégica". Em entrevista coletiva no mesmo evento, a presidente declarou que queria abordar os impasses para um acordo do Mercosul com a UE "de uma forma mais filosófica" - e, numa frase que faria Kant chorar, disse: "Eu tenho certeza que nós começamos desde 2000 a buscar essa possibilidade de apresentarmos as propostas e fazermos um acordo comercial".

Depois, em discurso a empresários, Dilma divagou, como se grande pensadora fosse, misturando Monet e Montesquieu - isto é, alhos e bugalhos. "Os homens não são virtuosos, ou seja, nós não podemos exigir da humanidade a virtude, porque ela não é virtuosa, mas alguns homens e algumas mulheres são, e por isso que as instituições têm que ser virtuosas. Se os homens e as mulheres são falhos, as instituições, nós temos que construí-las da melhor maneira possível, transformando... aliás isso é de um outro europeu, Montesquieu. É de um outro europeu muito importante, junto com Monet."

Há muito mais - tanto, que este espaço não comporta. Movida pela arrogância dos que acreditam ter mais a ensinar do que a aprender, Dilma foi a Bruxelas disposta a dar as lições de moral típicas de seu padrinho, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Acreditando ser uma estadista congênita, a presidente julgou desnecessário preparar-se melhor para representar de fato os interesses do Brasil e falou como se estivesse diante de estudantes primários - um vexame para o País.


MENSALÃO CRATENSE - Estações de Rádio do Cariri anunciam a quebra de sigilo bancário dos irmãos proprietários do GRUPO GENTIL


Estações de Rádios do Cariri anunciam a quebra de sigilo bancário dos irmãos proprietários do GRUPO GENTIL ( Farmácias GENTIL ) como parte das investigações do mensalão Cratense, onde segundo gravação do vereador Dárcio Luiz de Sousa, o atual prefeito teria pago 450 mil reais a 9 vereadores para votarem contrários ao parecer do TCM, desaprovando as contas do ex-gestor Samuel Araripe. 


Fonte: Rádio Verde Vale e Rádio Tempo FM



Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30