xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 03/01/2014 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

03 janeiro 2014

Capela do Alto da Penha está sendo reformada e ampliada


   A tradicional capela de Nossa Senhora de Fátima e Santa Teresinha, localizada no bairro Alto da Penha – na cidade de Crato – está passando por reformas, melhoramento e ampliação. 
      A iniciativa dessas obras partiu da população daquele bairro, sob a orientação do Vigário Paroquial da Área Pastoral do Alto da Penha, padre Arileudo Machado. A igrejinha anterior, que era pequena e acanhada, ganhará nova fachada-campanário, o que lhe trará beleza e estética religiosa. Também terá sua área interna aumentada e as paredes estão sendo alteadas.

A equipe responsável pela reforma está pedindo a colaboração de toda a população católica de Crato, especialmente dos devotos de Santa Teresinha do Menino Jesus para conclusão dessas obras. A equipe lembra que a capela precisará de novos objetos sacros, a exemplo de um crucifixo que ficará no centro do novo presbitério, e será ladeado pelas imagens de Nossa Senhora de Fátima e Santa Teresinha, patronas da capela. Também constam no projeto de melhoria da capela a aquisição de três portas de madeira, de sacrário, cálice, âmbula, patena, castiçais e turíbulo.

    Padre Arileudo lembra que esta capela é a única da cidade de Crato que é dedicada a Santa Teresinha do Menino Jesus, cuja devoção é sempre festejada ali todo primeiro dia do mês.

13º Intereclesial dá sequência às festividades do centenário de criação da Diocese de Crato

   Com a abertura, na próxima 3ª feira – 7 de janeiro, em Juazeiro do Norte – do 13º Encontro Nacional das Comunidades Eclesiais de Base–CEBs, tem prosseguimento as comemorações pelo centenário de criação da diocese de Crato, iniciadas em 20 de outubro de 2013.
   O 13º Intereclesial das CEBs vai reunir cerca de quatro mil pessoas, provenientes de todo o Brasil e até do exterior. Elas estarão reunidas, na Terra do Padre Cícero até o dia 11 de janeiro próximo. Cerca de 100 bispos brasileiros também confirmaram presença neste 13º Intereclesial das CEBs.
   Na Cúria Diocesana de Crato não para de chegar mensagens de todo o Brasil, vindas dos delegados que representarão as 275 dioceses brasileiras. Na última quinta-feira, dia 2, chegou uma mensagem do estado de Rondônia, dando conta de que um grupo de aproximadamente 50 pessoas saiu de ônibus, em Porto Velho, em direção a Juazeiro do Norte. Esses romeiros – de 9 paróquias da capital de Rondônia – vão percorrer cerca de 4.135 km, entre Porto Velho e Juazeiro do Norte, para participar do evento.

Os 100 anos da Diocese de Crato

      As solenidades festivas ao centenário de criação da Diocese de Crato tiveram início no dia 20 de outubro de 2013, com a dedicação da igreja-matriz de Nossa Senhora da Penha (foto abaixo) como catedral da diocese e a leitura do Decreto proclamando o “Ano do Centenário” de criação dessa igreja-particular.

   Já no último dia 31 de outubro ocorreu a missa solene comemorativa aos 150 anos de nascimento de Dom Quintino Rodrigues de Oliveira e Silva, primeiro bispo de Crato, bem como da leitura do Decreto Diocesano oficializando São Fidelis de Sigmaringa como co-padroeiro da Catedral e da cidade de Crato.
   Outro evento inserido no calendário das comemorações foi a realização da missa solene – celebrada no dia 13 de novembro último – na Catedral de Nossa Senhora da Penha, seguida de procissão à luz de velas, com a presença da Banda de Música Municipal, comemorativa aos 60 anos da visita da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima à Diocese de Crato.
    Constante, ainda, da programação comemorativa do Centenário, e dentro da meta de construção de cem novas igrejas católicas no Cariri, ocorreu no último dia 26 de novembro, a solenidade de dedicação da nova capela de Nossa Senhora das Graças, que possui cerca de 400 metros quadrados de construção, localizada no populoso bairro São José, entre os municípios de Juazeiro do Norte e Crato.
Também dentro da programação comemorativa ao centenário de criação da Diocese de Crato, e fruto de um convênio firmado entre a Diocese/Governo do Ceará e Prefeitura de Mauriti, foi lançada no dia 3 de dezembro, a pedra fundamental para início das obras da Fazenda da Esperança – instituição de recuperação para pessoas dependentes de drogas – que está sendo construída no Sítio Coité, em Mauriti. (foto ao lado)
     Por outro lado, no último dia 22 de dezembro, foi instalada a paróquia de nº 55 da Diocese de Crato. Trata-se da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, com sede no distrito de Iara, município de Barro.
     A realização do 13º Intereclesial das CEBs dá continuidade às programações festivas do centenário, cujo ponto alto está previsto para o dia 1º de setembro próximo, com a coroação solene da imagem de Nossa Senhora da Penha – Rainha e Padroeira da cidade de Crato e da Diocese – a ser feita por um enviado especial do Papa Francisco, provavelmente o cardeal João Braz de Aviz, atual Prefeito da Congregação para os Religiosos que virá de Roma até o Crato, especialmente para este fim.
   

Ônibus interestadual caro explica a diferença entre PT e PSDB.


Como dizem economistas como Allan Greenspan e Paulo Guedes, a diferença entre liberalismo e social-democracia é que a primeira corrente enfatiza a importância da eficiência econômica como meio para combater a pobreza e melhorar a qualidade de vida, enquanto a segunda enfatiza a necessidade de instituir mecanismos de distribuição de renda externos ao mercado para chegar a esses resultados. Seguindo basicamente a mesma linha de raciocínio, o cientista político Alberto Carlos Almeida afirma que o PSDB é um partido de "centro-direita", por sua preocupação com a eficiência econômica, enquanto o PT é um partido de "centro-esquerda", já que mais preocupado com a questão da igualdade. Hummm... 

Almeida já escreveu um livro bem interessante, A cabeça do brasileiro, mas os artigos que ele escreve na Época são um festival de distorções úteis ao projeto de poder do PT, conforme já destaquei aqui. É bem o caso dessa avaliação das diferenças entre os dois partidos. Ele supõe que a política brasileira é polarizada por um embate entre liberalismo, à direita, e social-democracia, à esquerda, tal como ocorre nos EUA e Europa. O problema é que, no Brasil, a tal "direita" não é e nem nunca foi liberal, o que torna perfeitamente possível um partido brasileiro tomar iniciativas em favor do livre mercado e da elevação da eficiência econômica sem deixar de ser de esquerda e, portanto, distributivista.

É bem esse o caso do PSDB, que privatizou empresas estatais ineficientes, tomou medidas importantes para disciplinar os gastos do Estado - como a Lei de Responsabilidade Fiscal -, e foi também responsável pela instituição, em 2001, dos primeiros programas federais de transferência de renda, posteriormente unificados no Bolsa Família. Nos anos 1990, Roberto Campos comentou numa entrevista que FHC havia realizado reformas relevantes para desenvolver a economia de mercado, mas acrescentou, com propriedade, que esse presidente não era um defensor convicto e enfático desse sistema. A fala dele (vou citar de memória) foi mais ou menos a seguinte: "Fernando Henrique teve um papel importante na defesa da economia de mercado, mas ele não a ama". 

Ora, qual é a razão de ter cabido a alguém que não "ama" a economia de mercado fazer reformas necessárias para desenvolvê-la? Um exemplo pontual, mas que responde a essa questão perfeitamente, é o transporte interestadual de passageiros, conforme trechos da matéria Vá de ônibus e pague caro, abaixo: 
O passageiro que quiser ir de ônibus do Rio de Janeiro para São Paulo, ou vice-versa, e chegar à Rodoviária Novo Rio ou à do Tietê, em São Paulo, pode optar entre os serviços de quatro empresas: Expresso do Sul, Expresso Brasileiro, Autoviação 1001 e Itapemirim. Em tese, essa concorrência deveria resultar em variações de preço para o consumidor. Mas não é isso que ocorre. Os preços cobrados para uma passagem num ônibus convencional são os mesmos em todas as empresas – e todas seguem o teto fixado para a tarifa pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o órgão criado em 2001 para regular e fiscalizar o setor de transportes. A prática de preços idênticos em todas as empresas também acontece em outras linhas de ônibus interestaduais lucrativas do país, como São Paulo-Belo Horizonte ou Rio de Janeiro-Belo Horizonte. Na comparação com os Estados Unidos, um país de dimensões continentais semelhantes às do Brasil, o passageiro paga aqui até 150% a mais por quilômetro (leia a tabela abaixo).
[…] Na ANTT, existe uma Gerência de Defesa do Usuário e da Concorrência para fiscalizar as empresas e inibir os comportamentos oligopolistas. Mas, 11 anos depois de sua criação, é a própria ANTT que parece necessitar de uma fiscalização. Desde 2008, a agência descumpriu uma ordem do Supremo Tribunal Federal (STF), inúmeras recomendações do Ministério Público Federal (MPF) e várias decisões do Tribunal de Contas da União (TCU) para fazer algo que poderia abrir o mercado das viagens de ônibus para mais concorrência: lançar o edital de licitação das linhas interestaduais. 98,5% das concessões das linhas interestaduais nunca foram licitadas. Várias são da década de 1950. Três empresas que fazem a linha Rio-São Paulo têm as mesmas concessões desde 1951, sem nunca ter participado de um processo licitatório. A linha Belo Horizonte-Rio de Janeiro está com a Viação Cometa e a Útil desde 1956.
Em 1998, o então presidente Fernando Henrique Cardoso baixou um decreto com o objetivo de dar fim a essas licenças infinitas. O decreto determinou que as concessões teriam um prazo improrrogável de 15 anos, contados a partir de 1993, e que as licitações teriam obrigatoriamente de ser realizadas em 2008. Antes mesmo de o prazo expirar, o então presidente do STF, Gilmar Mendes, numa decisão de setembro de 2008, deixou claro: "Se a União e a ANTT não adotarem as providências necessárias para a abertura do procedimento licitatório até a data de 6 de outubro, ocorrerá, de fato, lesão à ordem pública". Apesar disso, a ANTT vem protelando as licitações, não atende às exigências dos órgãos fiscalizadores e lança cronogramas com prazos para os editais, nunca cumpridos.
A matéria prossegue detalhando a cara de pau dos expedientes utilizados pela ANTT, sob os governos petistas, para adiar o cumprimento de determinações legais e manter esse mercado tal como era nos governos JK, Jânio, Jango, de todos os presidentes militares, Sarney, Collor, Itamar, até o final do primeiro mandato de FHC. O transporte interestadual de passageiros é um exemplo a comprovar que o padrão histórico de relacionamento do Estado brasileiro com as grandes empresas é casuísta, particularista e joga contra a competição, independentemente de o governo de turno ser de esquerda, de direita, democrático ou autoritário.

Num país assim, portanto, não tem o menor cabimento dizer que um determinado partido é de direita ou de centro-direita só por fazer algumas reformas favoráveis à intensificação da concorrência e à elevação da eficiência econômica. Logo, é possível que Alberto Carlos Almeida tenha escrito que o PSDB é de centro-direita por ter pouco conhecimento da história política do Brasil, o que o leva a raciocinar com base num esquema teórico geral sobre as diferenças entre esquerda e direita. Ou então ele aplicou indevidamente esse esquema à realidade brasileira no intuito de legitimar a mentira petista de que a polarização PSDB versus PT seria uma disputa entre direita e esquerda. Na verdade, a disputa se dá entre dois partidos de esquerda, enquanto a direita liberal está ausente. 

O Brasil precisa de um partido liberal e democrático para polarizar com o PSDB. Um sonho muito, mas muito distante mesmo! Afinal, quando surge alguma alternativa política, como se vê agora, é à esquerda do PT...

Fonte: http://tomatadas.blogspot.com.br/

Vereador Amadeu de Freitas cobra também decisão sobre o loteamento de outra Zona Especial Ambiental




Segundo o vereador Amadeu de Freitas, além do veto ao Projeto de Lei que converte ZEA em Zona Residencial, precisa ser barrado esse loteamento dentro da ZEA 6 - Parque do Rio Saco e Lobo.

www.blogdocrato.com



III Festival Cordas Ágio - 19 a 25 de Janeiro de 2014



III Festival Cordas Ágio - 19 a 25 de Janeiro de 2014, Crato - CE. INSCRIÇÕES ABERTAS OFICINAS: Cordas friccionadas: VIOLINO - Profº. Eliot Lawson - Bélgica e Profº. Joselho Rocha - AL VIOLA - Profº. Marcos Maciel - BA VIOLONCELLO - Profº. Djalma do Nascimento, Profº. José Rocha e Riclebio Jadson (Monitor) - AL CONTRABAIXO - Profº. Jairo Soares - BA e Profº. Francisco Souza - BA Piano, Teclado: PIANO, TECLADO - Profº. Erick John - PB Sopro/madeiras CLARINETE - Profº. Elizaubo Wandemberguer - AL SAXOFONE - Profº. Elizaubo Wandemberguer - AL FLAUTA TRANSVERSAL - Profº. Elizaubo Wandemberguer - AL Sopro/metais TROMPETE -Profº Elias Junior - AL TROMPA - Profº. Elias Junior - AL TROMBONE - Profº. Paulo Lobo - CE Inscrições online através do Blog: 

http://festivalcordasagio1.blogspot.com.br/


As três peças, de Xavier Sobreira - Por: Emerson Monteiro


Uma surpresa bem agradável saber que há um dramaturgo nas terras sertanejas do interior cearense cujas peças chegam ao nível de atender às grandes interrogações da Humanidade em época de tamanhas expectativas. Sim, este autor é Xavier Sobreira, médico sobralense, religioso no jeito de ver a existência, na sua busca incessante dos meios necessários de resistir à voragem deste chão de mutação incessante, escola da Eternidade. 

Ele desenvolve, nas três peças ora trazidas a público neste volume, temas universais por vezes até tabus de muitos, incursões aos mistérios da morte, da vida fugidia do prazer pelo prazer, das ânsias de conhecer mais perante as estradas dos sentimentos.

A escrita se presta com vantagens a isso, avançar por dentro das sombras do Ser nas identificações e semelhanças da linguagem das sociedades. Uma constante permuta de valores filosóficos, códigos de conhecimento repartidos aos demais.  Devagar, percorre os espaços do Inconsciente qual escafandrista emérito da alma, aos toques nos rochedos consistentes de vias dolorosas do Si Mesmo, nas malhas do silêncio de profundidades infinitas. 

Um viajante, um buscador e um peregrino, personagens marcantes de nós próprios, solitários amantes da vontade e caminheiros das horas em todos os lugares daqui da existência, que permanecem a andar nossas entranhas quais irmãos da jornada às estrelas.

Quem aceitar, pois, o gosto pela investigação dos sonhos, na esperança em possibilidades maiores da Consciência, eis este livro digno dos momentos afins da desmistificação de símbolos arcaicos, no passo de trabalhar novas estratégicas de viver com arte e sabedoria.

Deste modo, As três peças, de Francisco Xavier de Lima Sobreira, lhes trarão um tanto das novidades dos viajantes, buscadores e peregrinos, frutos do talento de profissional da saúde física que amealha consigo dons de tratar também a alma, numa técnica de artes cênicas que o qualifica a descerrar as cortinas do coração e comungar valores refinados da Espiritualidade, nas peças que renovarão cenários e sacudirão preconceitos de seus leitores e suas plateias.


Secretário da CNBB saúda Diocese de Crato pelo Intereclesial de CEBs


O secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Leonardo Ulrich Steiner, (foto o lado)  divulgou nesta quinta-feira, 2, nota saudando o bispo da diocese de Crato (CE), dom Fernando Panico, pela organização do 13º Intereclesial, que começa na próxima terça-feria, 7, em Juazeiro do Norte (CE), terra do Padre Cícero.
Dom Leonardo lembra que o Interecleisal será oportunidade de seus participantes verem “o carinho e o afeto do nosso povo para com o Padre Cícero” .

Abaixo, a íntegra da nota

"Brasília, 02 de janeiro de 2014
SG. Nº. 0002/14
Excia Dom Fernando Panico
Bispo da Diocese de Crato
Caro irmão,
Paz e Bem!
Um abençoado Ano Novo!
Aproxima-se a celebração do 13º Intereclesial da Comunidades Eclesiais de Base – CEBs, a realizar-se de 07 a 11 de janeiro de 2014, na cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará, tendo como tema “Justiça e profecia a serviço da vida” e lema, “Romeiras do Reino no campo e na cidade”.

A Diocese do Crato percorreu um longo caminho de preparação. Os/as romeiros/as do Intereclesial encontrarão tudo preparado e sentir-se-ão em casa, vindos/as de todas as partes do Brasil.

Dom Fernando, o senhor esteve recentemente com o Santo Padre Francisco com a finalidade de entregar a ele os estudos sobre Padre Cícero. Os participantes do Intereclesial terão a oportunidade de ver o carinho e o afeto do nosso povo para com o Padre Cícero. A religiosidade popular, tão enraizada na alma dos nossos fieis, nos ajude na missão evangelizadora da Igreja. Quero agradecer ao senhor, aos padres, religiosos e religiosas, aos leigos, a todas as pessoas de boa vontade que prepararam o Intereclesial e estão prontos para receber os irmãos e irmãs. Nossa Senhora da Penha, Padroeira da Diocese do Crato, acompanhe a todos.
Em Cristo Jesus,
Dom Leonardo Ulrich Steiner
Bispo Auxiliar de Brasília
Secretário Geral da CNBB

Irmãos Aniceto gravam novo CD

(matéria publicada no “Diário do Nordeste”, 03-01-2014)

O centenário grupo do Crato reúne no disco "Sou Tronco, Sou Raiz" o repertório cantado de suas apresentações
O pífano é a principal voz na música centenária que os mestres da Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto propaga. A definição por banda de pífano deixa claro que é essa essência. Não exclui, embora menos conhecido, um repertório tão rico e tradicional quanto, em que, dialogando com os pífanos, as danças e a marcação de pratos e zabumba, estão os cantos dos mestres. É sobre as composições cantadas que o grupo se debruça no seu mais recente disco, "Sou Tronco, Sou Raiz", o terceiro de sua discografia. O disco reúne gravações ao vivo e em estúdio, feitas entre 2004 e 2009, e ainda um registro com a antiga formação, de 1999, com participação do já falecido mestre João Aniceto.
Outra pérola é a parceria entre o grupo cearense e o flautista Carlos Malta, com versão ao vivo, gravada em Brasília. Ao todo, são 16 faixas, lançado pelo selo Casa da Memória Equatorial, do músico Calé Alencar, que acompanha os Aniceto desde o primeiro lançamento.
"Os outros dois discos têm um repertório mais instrumental. Resolvemos aproveitar o material que se tinha, mostrando esse perfil cantado. Demos importância a esse fato deles contarem histórias nas apresentações", explica Calé, sobre o recorte feito.
O disco reúne sete músicas efetivamente letradas, com versos reproduzidos no encarte. Além, delas, que ocupam as sete primeiras faixas, foram incluídas algumas instrumentais, alguns deles com contação de estórias em meio aos temas e danças das apresentações.
   

Mal de Alzheimer: cientistas canadenses conseguem reverter a doença

    
Cientistas da Univerisidade de Toronto, no Canadá, conseguiram reverter o Alzheimer em pacientes com a doença, há mais de um ano. Os cientistas usaram a técnica de estimulação cerebral profunda, com elétrodos, para aplicar pulsos de eletricidade diretamente no cérebro, como noticiamos aqui no SoNoticiaBoa em novembro passado, antes da publicação da descoberta.

Pesquisadores liderados por Andres Lozano, aplicaram a técnica em seis pacientes.
Em dois deles, a deterioração da área do cérebro associada à memória não só parou de encolher como voltou a crescer. Nos outros quatro, foi parado o processo de deterioração.
Nos portadores de Alzheimer, a região do cérebro conhecida como hipocampo é uma das primeiras a encolher. O centro de memória funciona no hipocampo, convertendo as memórias de curto prazo em memórias de longo prazo. A degradação do hipocampo revela alguns dos primeiros sintomas da doença, como a perda de memória e a desorientação. A equipe de  cientistas  instalou os dispositivos no cérebro de seis pessoas que tinham sido diagnosticadas com Alzheimer, há, pelo menos, um ano.

Após 12 meses de estimulação, um dos pacientes teve um aumento do hipotálamo de 5 por cento e, outro, 8 por cento. Esta descoberta pode levar a novos caminhos para tratamentos de Alzheimer, uma vez que é a primeira vez que foi revertida a doença. Os cientistas têm, contudo, ainda de conhecer mais sobre o modo como a estimulação funciona no cérebro.

Fonte: UOL



Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31