xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 13/12/2013 | Blog do Crato
.

VÍDEO - ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Prefeito do Crato é escolhido um dos melhores prefeitos do Ceará pela PPE Eventos, em Fortaleza. ( 09-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

13 dezembro 2013

Sócrates - Por: Emerson Monteiro

De 470 a 399 a.C., viveu o filósofo grego Sócrates, filho de Sofrônico, um escultor, e de Fenáreta, uma parteira. Tudo o que dele se conhece restou nos livros de Platão (Apologia de Sócrates e Fédon) e Xenofonte (Apologia de Sócrates e Feitos memoráveis de Sócrates).

Educador popular, andava pelos locais públicos, mercados e praças, a pregar suas ideias aos quantos quisessem ouvir. Casado com Xantipa, que lhe deu três filhos, pouco parava em casa. Prestou serviço militar nas campanhas de Potideia, Delos e Anfipólis. Estudou com afinco os mistérios da alma humana.

Por contar coisas ditas por vozes que só ele ouvia e atribuía a entes superiores (vozes interiores divinas), os maiorais da aristocracia acusaram-no de sacrílego (introduzir novos deuses), além de corromper a juventude e recusar culto aos deuses oficiais, expondo-se, por isso, ao célebre julgamento perante a magistratura formada de juízes do povo.

O rito processual de seu julgamento constou de duas fases. Na primeira, Sócrates viu-se condenado por 280 a 220 sufrágios. A lei facultava outra oportunidade ao réu. No segundo julgamento, porém, veredicto mais rigoroso selou o destino do filósofo sob o escore de 360 a 140, condenando-o à pena capital.

De alma tranquila, aguardou o dia da morte promovendo longos diálogos com os seus discípulos.

No momento da execução por cicuta, veneno que os gregos adotavam para eliminar os condenados, recebeu de um escravo a taça derradeira:

– Depois de beber, ao caminhar, irás sentindo as pernas dormentes... Pesadas...

Mediante aquilo, com decisão, rápido levou a taça aos lábios e ingeriu-lhe o conteúdo.

Os discípulos silenciosos observavam a cena.

Sócrates ainda seguiu em suas conversas. Alguns presentes não dominaram o choro convulso. No que pesassem os esforços para minorar o sofrimento do mestre, lágrimas inundavam as faces. Soluços espasmódicos sacudiram a todos, quando Apolodoro caiu num pranto estridente e amargurado.

Calmo, Sócrates caminhava e apalpava ambas as pernas. Poucos instantes mais, ao sentar na cama, considerou:

Quando chegar ao coração, será o fim – acrescentando: - Críton, eu devo um galo a Esculápio. Vais lembrar de pagar a dívida?

– A dívida será paga – disse Críton.

Logo após, desaparecia aquele considerado o sábio dos sábios, que um dia afirmara: – Só sei que nada sei.    

Ministério Público ( PROCAP ) entra com ação contra o Prefeito do Crato, Ronaldo Gomes de Mattos, e 13 vereadores, em operação chamada "OÁSIS DO SERTÃO"


.

A PROCAP, órgão que investiga crimes contra o patrimônio público, está investigando as denúncias do mensalão Cratense, em que segundo gravações, o vereador Dárcio Luiz de Souza menciona o prefeito do Crato, Ronaldo Gomes de Mattos como sendo o cabeça de um esquema de compra de votos em sua residência, a fim de que nove vereadores votassem contra o parecer do Tribunal de Contas dos Municípios ( TCM ), desaprovando as contas do ex-gestor Samuel Araripe, e tornando-o inelegível, quando na ocasião, teria sido pago a cada um dos nove vereadores, em seu quarto, a quantia de 50 mil reais, totalizando R$ 450.000,00 - As gravações legais, realizadas pelo ex-gestor Samuel Araripe foram entregues ao Ministério Público e à PROCAP, que já estão investigando o caso. O prefeito atual, Ronaldo, e os vereadores citados, negam qualquer envolvimento.

Nas gravações, o vereador Dárcio Luiz de Souza fala sobre uma reunião que teria acontecido na residência do prefeito, que foi confirmada depois pelo Pres. da Câmara em entrevista, um dia antes da votação das contas do ex-gestor. Na semana passada, o vereador Bebeto Anastácio, em discurso proferido na tribuna da câmara, falou ainda de uma segunda reunião que teria havido e que seria muito mais bombástica que a primeira. Na última segunda-feira, o vereador Jales Veloso "ameaçou" abrir o jogo, e começar a falar sobre detalhes do esquema. Segundo o vereador, está pronto para depor na justiça, com todos os detalhes, sobre tudo que aconteceu na reunião de uma quarta feira, onde esteve juntamente com o vereador Gury convocada por Rafael Branco e 16 vereadores junto ao prefeito Ronaldo, que foi relatada nas gravações do "mensação cratense".

Na última quarta-feira ( 11 ), foi publicado no Diário da Justiça Eletrônico o despacho do relator e desembargador Francisco Gomes de Moura, que autorizou os promotores de justiça a investigarem o prefeito do Crato, Ronaldo Gomes de Mattos e mais 13 vereadores da Câmara Municipal.

Na semana passada, em entrevista ao Blog do Crato, o Presidente da Câmara, Luis Carlos Saraiva confirmou a quebra de sigilo bancário dos 19 vereadores, mas não pôde confirmar se teria havido também a do prefeito municipal, mas reiterou que está à disposição da justiça para quaisquer esclarecimentos e afirmou que nada tem a ver com as denúncias, já que não foi citado por nenhuma das partes envolvidas. 

PROCAP CLASSIFICA OPERAÇÃO de "OÁSIS DO SERTÃO"

No despacho emitido no Diário da Justiça Eletrônico, o desembargador Francisco Gomes de Moura, relator do processo 00048925620138060000, que versa sobre procedimento investigatório solicitado pelo Ministério Público do Ceará e pela PROCAP, acaba de autorizar aos promotores de justiça a investigarem o prefeito do Crato Ronaldo Gomes de Mattos e mais 13 vereadores da Câmara Municipal: Thiago Aragão Esmeraldo, José Nilton Brasil, Dárcio Luiz de Sousa, Henrique Antonio Brito Leite, Nágila Maria Rolim Gonçalves, Francisco Hebert Pereira Bezerra, Espedito Anselmo Teles, Pedro Eugênio Maia Moreira, José Pedro da Silva, Antonio Marcos Januário de Sousa, Luciano Saraiva Faustino, Paulo de Tarso Cardoso Varela, Celso Oliveira Rodrigues ( Celso dos Frangos ). 

Ante o exposto, diz o desembargador, defiro o formulado pela procuradoria de justiça, para instaurar inquérito originário para investigar as pessoas mencionadas e qualificadas acima. No mesmo despacho, O desembargador Francisco Gomes de Moura, indefere o pedido de quebra de sigilo fiscal e bancário. Finaliza o desembargador, dizendo que retornem os autos à Procuradoria de Justiça dos Crimes Contra a Administração Pública ( PROCAP ), publique-se e intimem-se.

Matéria publicada no Diário da Justiça eletrônico, do dia 11 de dezembro de 2013

As duas primeiras folhas do processo:




Fonte: Diário da Justiça eletrônico, do dia 11 de dezembro de 2013
www.blogdocrato.com



Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30