xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 21/11/2013 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

21 novembro 2013

JACKSON ANTERO, UM LAMPIÃO EM DEFESA DO MEIO AMBIENTE (IN- MEMORY) (POR ED. ALENCAR)


Uma singela homenagem foi prestada nesta quarta feira (20), pelo  IMCC -Instituto da Memória e da Cidadania do Cariri, ao saudoso ambientalista, geólogo, Prof. Jackson Antero, definido nas palavras do fiel amigo Dr. Nivaldo Soares, como "Homem coragem". O instituto que a partir desta data, abre suas portas na Rua Marcos Macedo, 139 no Bairro Seminário para a população, abriu primeiro para receber  a imprensa, amigos, e termos um pedacinho de suas histórias, ou seja, de suas  lembranças e andanças, contadas pelos amigos, companheiros de trabalho presentes  ao evento, incluindo sua esposa Dª Valquíria Antero.

Dr. Nivaldo ao falar do homem coragem,  assim  descreve por se apresentar numa condição diferente de todos nós, pois quando ele entendeu de defender a natureza de um modo geral na nossa região, fez com muita determinação, enfrentando desafios e poderosos que ameaçam de todas as formas, que criam as mais diversas dificuldade, e ele não se rendeu. Para o Prof. Mauricio Teles, Jackson foi um exemplo de cidadão, que hoje, estamos carente no mundo moderno por estes aspectos não existirem  mais. O prof. Mauricio lembrou o grande teólogo Leonardo Boff: “Parece que nós precisamos reinventar o homem, e esse homem estava marcado em Jackson Antero”.  Tereza Pinheiro disse: “Jackson é natureza, é brilho, luz, saber, Jackson é as Marias, Joanas, Toinhas,Terezas, os excluídos,   conhecimento espiritual, ele não foi, ele é toda miscigenação que o Brasil o mundo tem e teve. Obrigado Deus, obrigado a ele por ter sido um grande amigo meu, e um mestre nos meus caminhos.

Da minha parte como amigo ambientalista, repórter que sempre fui bem atendido em busca de notícias, tive com ele os primeiros gritos de socorros para  salvar o Sítio Fundão, quando o Governo do Estado o tornou “Parque Estadual”, e logo veio o abandono as invasões e destruições. O prof. Jackson arregaçou as mangas elaborando um abaixo assinado com autoridades locais como Prefeito, Bispo, presidente da Câmara Municipal e outros mais, e enviamos para o governador Cid Gomes, que em poucos dias a reserva passou a ter olhos do governo. Um novo relaxamento aconteceu e nos fortalecemos com a interferência do Ministério Público, através do Promotor do meio ambiente Pedro Luiz Camelo. Hoje o Parque Estadual do Sítio Fundão está salvo, outra providencia precisa ser vista como o velho engenho de pau, uma história que agoniza nas mãos do governo do estado, para aniquilar um passado que só vamos “VER e LER”, nos livros de histórias.


Em suma, agradecer ao presidente do IMCC na pessoa do presidente Ricardo Monteiro e aos companheiros de imprensa prof. Sandro Leonel, Tarso Araújo, adjuntos nas homenagens ao prof. Jackson Antero, e aproveitando como serviço de utilidade pública, fazer ciente a população cratense que o instituto da memória e da cidadania, terá sua biblioteca à disposição da comunidade de 2ª a 6ª para  todas as faixas etárias das 14 às 18 horas. 

Por: Ed Alencar
Repórter/Membro do Blog do Crato
Foto: Arquivo



Cariri sediará importantes eventos no Ano do Centenário da Diocese de Crato

Jubileu do Centenário da Diocese terá importantes eventos


Dentro da programação comemorativo do Ano do Centenário da Diocese de Crato estão previstos a realização, dentre outros,  dos seguintes eventos: 13º Encontro Nacional das Comunidades Eclesiais de Base(CEBs), o chamado Intereclesial; um  Simpósio Histórico Cultural; Peregrinação da Imagem de Nossa Senhora de Fátima, a mesma que visitou a Diocese de Crato em 1953, há 60 anos; o 3º Congresso Eucarístico Diocesano e a solene coroação da imagem de Nossa Senhora da Penha, na Praça da Sé, em nome do Papa Francisco que deverá enviar uma mensagem para a população caririense, naquela ocasião.

Meta de construção de 100 novas capelas já foi atingida

Dentro programação de comemoração do Ano do Centenário de criação da Diocese de Crato foi incluída a meta de construção de cem novas capelas, espalhadas pelos 32 municípios que compõe o território diocesano. Na última Assembleia Diocesana, realizada nos dias 15 e 16 de novembro, o coordenador dessa meta, padre Edimilson Neves, fez o levantamento junto aos párocos e vigários paroquiais, e constatou que 132 capelas estão em fase de construção, superando em 32% a meta programada.
Essas novas capelas são construídas pelas comunidades católicas espalhadas nos bairros e sítios, nos 32 municípios que formam a Diocese de Crato. Na noite do próximo dia 26 de novembro ocorrerá inauguração de uma dessas capelas. Trata-se da capela de Nossa Senhora das Graças, localizada no bairro São José, na fronteira de Crato com Juazeiro do Norte, pertencente ao território da Paróquia de Nossa Senhora Auxiliadora, da Terra do Padre Cícero. O novo templo tem 400 metros quadrados de área construída. Sua solenidade de dedicação será presidida pelo bispo diocesano, Dom Fernando Panico.

Dom Fernando Panico defende as romarias ao Padre Cícero

A ação feita pela Polícia Rodoviária Federal, nos estados de Pernambuco, Alagoas e Sergipe, por ocasião da última romaria de Finados, quando autuou caminhões – os chamados “Paus de Arara” – que se dirigiam a Juazeiro do Norte, preocupou o bispo de Crato.  
Dom Fernando Panico, endereçou correspondências ao deputado José Nobre Guimarães (PT-CE), líder do Governo na Câmara Federal e ao IPHAN– Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional cobrando providências para cessar essas autuações exageradas, abusivas e desrespeitosas contra os romeiros do Padre Cícero.
Ao deputado José Nobre Guimarães, dom Fernando pediu agendar uma audiência com o Ministro da Justiça, para mostrar que o transporte de romeiros nos chamados “Paus de Arara” se enquadra na Resolução nº 82, do Conselho Estadual de Trânsito, quando concede autorização para trânsito de pessoas em “viagens por motivos religiosos quando não houver condições de atendimento por transporte de ônibus”.
Para o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional-IPHAN, dom Fernando lembrou que o fenômeno das romarias a Juazeiro do Norte possui uma riqueza histórica, cultural e religiosa, e que existe estudos em andamento para considerar as Romarias ao Padre Cícero como Patrimônio Imaterial do Povo Brasileiro. Essas correspondências foram endossadas pelos membros da Pastoral Diocesana de Romarias, que atua na cidade de Juazeiro do Norte.

Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31