xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 07/11/2013 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

07 novembro 2013

Mostra SESC fica no Crato! - Mas adverte que sem apoio do poder público nos espaços públicos



Comunicado !

O Serviço Social do Comércio do Ceará (Sesc) esclarece que a programação da 15ª Mostra Sesc Cariri de Culturas permanece no município do Crato – berço do evento - e em mais 27 cidades da região do Cariri. Está concentrada na Unidade Crato do Sesc, uma vasta programação em todas as linguagens artísticas. Ao todo, serão 68 apresentações no município, entre os dias 8 e 13 de novembro. A programação já está disponível para consulta no site oficial da Mostra (www.mostracariri.com.br).

Informamos que não foi possível realizar a programação nos espaços públicos do Crato, já que durante a produção do evento não houve resposta do poder público do município, com relação à solicitação do Sesc para viabilizar as apresentações nos respectivos espaços.

Além disso, a edição 2013 da Mostra Sesc Cariri de Culturas tem entre os objetivos diversificar e ampliar ainda mais a programação cultural nos diversos espaços da região. Portanto, a abertura do evento acontecerá no município de Assaré, prestando uma homenagem ao grande poeta caririense e expandindo a programação do Circuito Patativa do Assaré.

Fonte: Mostra SESC Cariri


A força da religiosidade - Por: Emerson Monteiro

Nem sempre só saber é suficiente a trazer Deus no coração. Por vezes, o tumulto dos acontecimentos exige empenho maior do que apenas o conhecimento intelectual e impõe condições inarredáveis a usufruir dos meios que a religiosidade oferece no coração.

A inspiração permite encontros fortes com os poderes maiores da existência, concedendo paz necessária a praticar os valores espirituais além da pura certeza moral. Isso pede entrega que tantos dizem de localizar a fé verdadeira no íntimo Ser.

Diante das tempestades existenciais, o tamanho da gente diminui quase ao ponto zero, numa vertiginosa desmistificação de tudo o que antes acreditávamos quais elementos importantes da vida. A gente se baixa e espera, a ponto de esquecer as vaidades humanas e deixar na caminhada os sonhos ilusórios desse cotidiano passageiro.

Nessas ocasiões, o que se plantou vem colher. Ninguém improvisa nas horas difíceis, quando tudo parece fugir dos pés e abismo intransponível abre o despenhadeiro do nada diante dos olhos no caminho.

Instante de conversar diretamente consigo próprio, onde mora o mistério da história pessoal das criaturas. Crescerá, pois, o balanço dos resultados, encruzilhadas e destinos feitos verdades eternas.

A religiosidade conta disso na medida em que o ato de viver apresenta a interrogação de razões profundas, no interior da alma da gente. As principais perguntas da filosofia crescem no horizonte: de onde vem, o que está fazendo aqui e para onde irá?

A qualquer tempo essas verdades aparecerão fora dos detalhes que pouco significam em momentos extremos. Ninguém fugirá ao encontro definitivo de Si mesmo. Esconder aonde? Escapar em que lugar? Desistir de que modo e por que meios?

Em tais situações-limite o peso harmonioso dessa existência pedirá seu preço a cada um de nós, e nisso saberemos responder ao nosso modo o quanto, na realidade, conhecemos dos bens elevados da Ciência divina, razão da calma que irá nos alimentar no extremo dessa jornada imortal.

(Foto: Jackson Bola Bantim).

Coordenadores do movimento "Ocupa Câmara" reunem Imprensa para coletiva


Na manhã de quarta feira (06), os coordenadores do movimento “OCUPA CÂMARA”, reuniram a imprensa para o balanço de uma semana da ocupação e cobrança das reivindicações. O vereador Bebeto, abriu os trabalhos, como presidente interino da Câmara Municipal do Crato, dentro da legalidade, sem descumprimento da ordem judicial. 

Em seguida, foi feita a leitura de uma nota de esclarecimento do movimento e da pauta de reivindicações, constatando a falta de atendimento pelos poderes legislativo e executivo. Foi feito ciência, que a ocupação continua de forma pacifica e ordeira sem causar danos aos cofres públicos ou transtornos à sociedade, que as sessões poderá acontecer normalmente sem que haja nenhum ato de violência ou agressão contra os edis.

Para Samuel Siebra, um dos coordenadores da ocupação, acha muito estranho esse silêncio das autoridades, não continuarem discutindo as reivindicações da pauta, uma vez que foi lançada uma nota, que as portas estavam abertas para as negociações. Continuou dizendo, que hoje, o movimento é um grande divisor de águas na história do Crato, momento em que o povo, traz pra si, a responsabilidade de vigiar de perto as ações do poder Legislativo e do Executivo. Concluiu dizendo que, na sexta feira (08), acontecerá uma grande assembléia em frente a câmara, e faz um chamamento para todos os segmentos da sociedade para comparecerem.

O vereador Bebeto falou da surpresa com a chegada de um requerimento, assinado por vereadores, pedindo a retirada de suas assinaturas, quando foram favoráveis à abertura da “CPI”, mas infelizmente, de acordo com o regimento interno da casa, isso não será possível, é matéria votada, matéria vencida, vai sair sim a “CPI”,  e será convocado o ex-prefeito Samuel Araripe para declinar os nomes dos nove acusados e todos os envolvidos serão afastados e os suplentes terão que assumir para que se vote o relatório final da comissão processante. Bebeto considerou que foi uma manobra para que não houvesse a “CPI”, e adverte a sociedade que abra os olhos para depois não estarem cobrando dos vereadores, um posicionamento que essa mesma sociedade deixou de cobrar.

Outra ciência do vereador Bebeto, é que foi protocolado neste dia 06, o projeto de emenda na lei orgânica de nº l3l/2013  com seus itens, que proíbe a contratação de pessoas de ficha suja para cargos no executivo, já que atente a recomendação ministerial, que o prefeito criasse a lei da ficha limpa, como ainda não chegou na câmara esse pedido, assim, essas emendas sendo votadas e aprovadas, não precisam da sanção do prefeito, a mesa diretora  da câmara, promulga e passará a vigorar à partir da sua dada prevista.

Alexandra Bandeira membro da “UBM” União Brasileira das Mulheres,  fez um destaque especial, para as mulheres presentes na ocupação da câmara, como um marco na questão política, assim como um marco na questão feminista do Crato, pois esse ocupação é predominantemente “FEMININA” na câmara, e se vê como maioria mulheres e crianças, são poucos homens dentro dessa ocupação e isso é muito significativo, pois vivemos numa cidade altamente machista, onde há uma violência muito grande contra a mulher. Disse ainda: “Fico triste com alguns setores da imprensa, que desmerecem,  descriminam essas mulheres, que acham que estarem aqui, porque estão compradas, são mulheres humildes, se fossem letradas, com diploma nas mãos, será que  não seriam tratadas com outra forma? Concluiu: Estou aqui como cidadã, sem defender A ou B, sou do movimento feminista, da união brasileira das mulheres e quero a verdade.     

Por: Ed Alencar
Repórter/Membro do Blog do Crato e Portal de Notícias Chapada do Araripe


O Gigante brasileiro e os liliputianos petistas – por Marcos Luiz Garcia (*)





  Quando o MPL saiu às ruas em junho para protestar contra o aumento de 20 centavos das passagens de ônibus, um grande inesperado aconteceu. Uma gama imensa de brasileiros se incorporou espontaneamente aos protestos pelos motivos concretos mais variados, mas no fundo por um descontentamento gigantesco com relação à situação, ou seja, ao governo petista do País.
“O Gigante acordou”, foi a imagem adotada para expressar as proporções da reação. As autoridades e a mídia foram pegas de surpresa e não conseguiram disfarçar sua perplexidade pelo fato de um número tão grande de brasileiros terem saído das respectivas “tocas” para se manifestar contra a situação do País.

O caráter centro direita do Gigante recusou o MPL e outros organismos e partidos de esquerda os quais foram banidos da liderança nas manifestações. Conforme noticiou a mídia, líderes do MPL resolveram deixar as marchas por causa do “conteúdo direitista” das mesmas. Logo, pressionados pelo PT e outros esquerdistas radicais, os do MPL voltaram a se posicionar na frente das marchas, e vândalos, saídos como que de dentro da terra, procuraram subverter a real intenção do Gigante.
Tal atitude fez o Gigante sair de cena e se eclipsar. Desde então principalmente o PT vem tentando encontrar uma fórmula para atrair novamente às ruas o Gigante esperando montar no seu cangote – quanto ele lucraria com isso – mas, até hoje o Gigante não voltou a se mover.
Na fase atual, a esquerda apelou aos black blocs, grupelho de anarquistas comunistas violentos incrivelmente impunes, para praticarem a baderna que bem entenderem. Com que intenção? Amedrontar, indignar ou atrair a opinião pública?

Simultaneamente, apesar de toda antipatia da opinião pública para com esses vândalos, autoridades os vão considerando como um movimento social autêntico, chamando-os para dialogar, fazendo-os subir de importância dando-lhes uma consideração parecida com a que o presidente Manuel Santos, da Colômbia, tributa às FARC.
O último ingrediente desse quadro é a desmoralização da polícia. Outrora tida como defensora da ordem pública, benemérita no combate aos bandidos etc., vai sendo transformada de “mocinho” em “bandido”, ao mesmo tempo que um empenho indisfarçável visa fazer dos vândalos, os novos “mocinhos”.

Papel fundamental nessa impostura tem certa mídia esquerdista que participa de tudo fazendo sempre um jogo a favor dos novos “mocinhos” contra os novos “bandidos”. O petismo continua avançando, impondo aumento de contribuições, captando mais dinheiro com impostos, perseguindo a classe média e abusando do direito de propriedade. Julga que o Gigante se aposentou.
Mas essas medidas, e outras, poderão enfurecer novamente o Gigante. E aí, com que consequências? Está provado que quando o Gigante se levanta todo o esquerdismo petista vira um punhado de “lilliputianos”. E esteja como estiver, o Gigante está aí misterioso.

(*) Marcos Luiz Garcia é jornalista e escritor

Inflação oficial acelera para alta de 0,57% em outubro, diz IBGE


No ano, o IPCA já acumula alta de 4,38%

SÃO PAULO - A inflação mensurada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 0,57% em outubro, ficando 0,22 ponto percentual acima da taxa de setembro (0,35%). No ano, o IPCA acumula alta de 4,38%, divulgou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No acumulado dos últimos doze meses, a inflação ficou em 5,84%.
O resultado de outubro veio dentro do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo AE Projeções, que esperavam uma taxa entre 0,53% e 0,64%, e abaixo da mediana, de 0,60%.
(Fonte: Estadão)

URCA em greve, mais uma vez


Em Assembleia realizada na noite desta terça-feira, 05, no Salão de Atos do Campus do Pimenta, na cidade do Crato, a maioria dos docentes e estudantes lideres dos Centros Acadêmicos deflagram greve por tempo indeterminado na Universidade Regional do Cariri (URCA).


80% do colegiado estudantil - de acordo com pesquisas não oficiais realizadas nas vésperas da assembleia – se inclinavam contra a greve. Eles reconheciam a fragilidade da Universidade, porém, lutavam por uma “medida alternativa”. “As greves não podem virar uma alternativa de reivindicação recorrente, como tem acontecido. Somos a favor de cobranças mais eficazes”, relata o acadêmico Gabriel Galdino, estudante do terceiro semestre do Curso de Direito.

(Fonte: Agência Miséria)

“Mais Médicos" tem fortes indícios de irregularidades, aponta relatório do Ministério Público do Trabalho (MPT)


Relatório parcial do Ministério Público do Trabalho (MPT) diz que há fortes indícios de que o formato do Mais Médicos tem irregularidades. Segundo o relator do inquérito que investiga o programa do governo federal, Sebastião Caixeta, há no mínimo "desvirtuamento de uma autêntica relação de trabalho".

O relatório parcial da investigação foi lido nesta terça-feira, 5, em audiência pública do MPT com a Advocacia-Geral da União e os ministérios da Saúde e da Educação. Na avaliação do MPT, o programa precisa de ajustes, sobretudo no caráter de prestação de serviço. “É importante que a remuneração não seja em forma de bolsa e sim de salário", disse em nota o relator. Além disso, o MPT também defende que a relação de trabalho dos cubanos deve ser igual a dos brasileiros.

Já os médicos cubanos, que com os três mil profissionais que ainda estão chegando para atuar na segunda etapa do programa somam mais de 80% dos profissionais do Mais Médicos, chegam ao Brasil por meio de um acordo entre Brasil e Cuba, intermediado pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). O governo brasileiro faz o pagamento à Opas e a organização repassa para Cuba, que fica com parte da verba. Na prática, para fazer o mesmo trabalho, os médicos cubanos vão ganhar entre 25% e 40% do que os brasileiros vão receber.

(Fonte: Agência Brasil) 

IBGE retrata Brasil com mais de 11 milhões de favelados (uma população maior do que a da Bélgica)

O levantamento abrange favelas, mocambos, loteamentos e outras comunidades de pessoas de baixa renda. Pelo Censo 2010, eram 3.224.529 moradias subnormais habitadas por 11.425.644 pessoas no País
Um Brasil com 11.149 moradias erguidas em aterros sanitários, lixões e áreas contaminadas, 27.478 casas erigidas nas imediações de linhas de alta tensão, 4.198 domicílios perto de oleodutos e gasodutos, 618.955 construções penduradas nas encostas. Sinais de precariedade, informalidade, improvisação e até perigo, em graus variados, ajudam a formar o retrato do País desenhado pela pesquisa Aglomerados subnormais - Informações territoriais, divulgada ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no Rio de Janeiro.

Os aglomerados são caracterizados por ocupação ilegal, atual ou recente, da terra, quando existente, título de propriedade há menos de 10 anos, urbanização fora dos padrões e/ou precariedade de serviços essenciais. (das agências de notícias

Ex-prefeito Samuel Araripe divulga novas gravações onde Dárcio Luiz cita outros nomes relacionados à reunião


UM FATO NOVO ? - "Dárcio fora de si ou dentro de si ?"

Na tarde desta Quarta-feira, dia 06 de Outubro, o ex-prefeito Samuel Araripe divulgou à imprensa, 3 novas gravações ( como parte da gravação original ), onde  o vereador Dárcio Luiz de Sousa continua contando a história de uma reunião que ocorreu ( foi confirmada na nota do Presidente da câmara, Luis Carlos ) na residência do prefeito Ronaldo Gomes de Mattos um dia antes da votação que estava marcada inicialmente para o dia 08 de Outubro ( Portanto, a gravação, segundo Davi Araripe, foi feita no dia 07 de outubro com Dárcio Luiz ) e a votação foi adiada para o dia 21 de outubro. O ex-prefeito Samuel Araripe recebeu orientação técnica e legal do seu advogado para realizar a gravação, segundo foi informado à imprensa. 

O Conteúdo das novas gravações

Como sempre, o conteúdo é fragmentado, são 3 trechos da gravação total feita no dia 07 de outubro. O ex-prefeito já disse em entrevista ao jornal Diário do Nordeste, que só quem irá ter a gravação na ÍNTEGRA é o Ministério Público, e como sabemos, o promotor Lucas Azevedo de Brito já "soltou" à imprensa há poucos dias, em entrevista ao repórter Ed Alencar, que "sobre os fatos que foram publicados recentemente na imprensa, o MP está em fase de investigação, e que em breve teremos novidades". Portanto, pelo tempo decorrido, entre a denúncia feita ( dia 10 de outubro ), pode-se presumir que a esta altura, até como parte necessária às investigações, a gravação na íntegra já estaria sob o poder do Ministério Público até prova em contrário.

O dado que diferencia este conjunto de gravações das demais, onde anteriormente nomes foram citados como participantes de um suposto esquema formado por 9 vereadores, que segundo Dárcio Luiz teriam ganho a quantia de 50 mil reais cada um, totalizando 450 mil reais para votarem contra o parecer do TCM nas contas do ex-gestor, é que nas gravações divulgadas hoje, não implicam em nomes que teriam recebido qualquer quantia, mas Dárcio ( E Samuel ) citam como se pertencentes a uma suposta espécie de complô para derrotar as contas do ex-prefeito na votação que haveria no dia seguinte. 

Portanto, poder-se-ia deduzir pelo conteúdo, que existiriam aqueles que "naturalmente" já iriam votar contra o parecer, e como revelou o Dárcio Luiz, teria existido um grupo de 9 outros que precisaram de uma "forcinha" adicional ( ou uma espécie de garantia ), e teriam pedido algo mais a um ou a outro lado da questão. Somente as investigações que estão em curso é que poderão mostrar quem fala a verdade, quem procurou quem, e SE esta história dos 50 mil reais é verdadeira ou falsa, se não seria apenas um truque criado pelo próprio Dárcio Luiz para que ele mesmo se desse bem, pedindo o seu "algo mais" e incriminando outros vereadores e até o prefeito da cidade do Crato, sem que os mesmos tivessem qualquer conhecimento acerca disso, sendo portanto, inocentes de tudo. 

Por outro lado, em conversa com colegas repórteres da imprensa, como Ed Alencar, acham muito esquisito que um grupo de vereadores se reúnam à noite na casa do prefeito na noite anterior a uma importante votação, a fim de discutir "calçamento" da cidade, como afirmou o Pres. Luis Carlos Saraiva, porque a chamada CASA DO POVO, a Câmara Municipal, é o local mais apropriado para a discussão dessas questões, e não, conforme disse o Dárcio, no "quarto do prefeito". Isso nos lembra a fala fatídica do Dep. Fernando Hugo semanas atrás, quando questionou se essa bendita reunião teria sido para discutir o sexo dos anjos, o sumiço da galinha preta, ou o paradeiro da perna do Saci-Pererê.

Das 3 gravações lançadas hoje na imprensa, pelo menos uma coisa poderia ser acrescentada ao "bolo" que já existe: "Que, de um lado, pode ter havido, segundo a fala do próprio Dárcio, um grupo de 9 que pediram o "algo mais", e um grupo maior, que poderia ser chamado de a "cúpula articulativa", que não implica necessariamente que tenha tido qualquer participação monetária, mas que estava incluso na reunião supra citada. Assim é que nomes como Rafael Branco, Florisval Coriolano e o próprio Luis Carlos teriam ido parar na lista do Dárcio ou citados por ele ( Ou ele inventou ? ). Mas isso é apenas uma leitura sobre o material lançado à mídia. Quem pode confirmar ou desmentir qualquer coisa dita pelo Dárcio Luiz que como ele mesmo disse "estava fora-de-si" ( E portanto, alguém que está fora de si, em tese não lembra de TANTOS DETALHES ) é o próprio Ministério Público. E afinal de contas, vamos esperar pelo posicionamento oficial. Como disse o Dr. Lucas, "em breve, teremos novidades".

PRIMEIRA GRAVAÇÃO:

"O mais forte para lhe derrotar chamava-se Fernando Brasil, e ele disse : "Samuel  já ligou pra mim hoje 3 vezes, 4 vezes. Eu digo, Samuel não sabe nem...eu dizendo ao meu colega aqui, a, como é o nome do "fio de uma égua", Pedro...GALEGO, José Pedro da Silva, Eu disse, não, Galego, Samuel não sabe nem o número do meu telefone, ele não ligou pra mim não."

SEGUNDA GRAVAÇÃO

"não, o menino chegou lá, o Rafael Branco chegou lá...quem foi que foi..Samuel interrompe: "Luis Carlos, Rafael e..." 
Dárcio: "Todos 3 me disseram assim, que Davi lá na hora disse:
Davi interompe dizendo: "Eu nem abri minha boca"
Dárcio continua: "Os votos de pinto de granja eu não tem nem medo...rapaz, tanto respeito que eu tenho por Davi, rapaz!"
Davi responde: Dárcio tu me conhece, trabalhou comigo 8 anos.
Dárcio: pois é, rapaz!
Guer: "Abriu nem a boca, Davi"
Dárcio: "E eles 3 são mentirosos ?"
Davi conclui: "São. Chama eles aqui! "

TERCEIRA GRAVAÇÃO

Aí, rapaz, o Pedro Alagoano chegou lá e disse: Ronaldo, rapaz, nós fomos maltratados lá por Samuel"
Samuel: "Você sabe que não foi. Não foi maltratado, o Luis Carlos assumiu o compromisso de colocar em votação amanhã."

Sobre material enviado à imprensa pelo ex-prefeito do Crato, Samuel Araripe



Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30