xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 25/08/2013 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

25 agosto 2013

O cavalo lerdo que serviu de cena para a implantação da república – por Armando Lopes Rafael



   Sobre o livro “1889”, que trata da “proclamação” da República, consta uma curiosidade: nessa nova obra de Laurentino Gomes foi abordado o cavalo montado pelo Marechal Deodoro da Fonseca, no episódio do golpe militar que implantou a República no Brasil. Esse cavalo – que aparece na famosa pintura de Henrique Bernadelli, como um valente espécime de equídeo  – era, na verdade, um animal com pelagem de baio, e foi escolhido pelos golpistas para servir ao velho marechal por ser o cavalo, digamos,  "menos fogoso" do Regimento de Cavalaria. É que o marechal estava muito doente, com crise de dispneia e febre, e se usasse um cavalo brabo poderia ser derrubado no chão, o que seria -- digamos novamente --, um “mau presságio” para a República. Deodoro da Fonseca subiu num cavalo lerdo, de segunda categoria, e gritou:

         – Viva o Imperador

   E desceu em seguida. Os republicanos – sempre eles, tendentes a fantasiar seus episódios, por mais insignificantes e obscuros  que sejam, logo passaram -- aos menos avisados e aos que não leem sobre a nossa história -- uma versão dolosa, inexata e falsa, de que o decrépito marechal teria gritado: viva a república...

Moral da Opereta buffa: a República foi imposta ao Brasil com apneia; de forma ilegítima (através de um golpe militar, o primeiro de uma série que viria a acontecer no período republicano) e através de uma mentira (ao invés do real Viva o Imperador, passam a mentirosa versão de que teria havido  um “viva a república).
É por isso (e por outras)  que essa Ré - pública tem sido um fracasso ao longo dos 123 anos de sua desastrada existência. Ela merece ter os dirigentes que tem... Resta aguardar a Justiça de Deus na voz da história,  como profetizou o grande imperador Dom Pedro II.
Como diz a Sagrada Escritura: O tempo é o senhor da razão...
                                                                                                 

Notícias deste domingo,segundo os jornais (Armando Rafael)

Polícia Civil realiza operação "A Faxina" na Câmara de Juazeiro do Norte

A Câmara Municipal de Juazeiro do Norte (região do Cariri) e outros locais de armazenagem do material de limpeza contratado sob suspeita de fraude foram alvo da operação denominada “A Faxina”, realizada pela Polícia Civil na manhã deste sábado, 24. Sob o comando do delegado Tenório de Brito, com mandados de busca e apreensão expedidos pela juíza Ana Raquel Colares, foram apreendidos computadores e documentos com informações sobre as compras. (O Povo)

O cenário é o mesmo de antes do Plano Real: com alta do dólar, governo já prevê juro maior

A disparada da cotação do dólar nos últimos dias, em que chegou a bater em R$ 2,45, faz o Palácio do Planalto temer que o aperto na política monetária seja mais longo do que o desejado. O cenário era de aumento de 8,5% para 9% na taxa Selic (que serve de referência para o mercado) na reunião do BC nesta semana. E uma nova alta, menor, para 9,25%, no encontro de outubro.
Agora, o receio do governo é que a valorização do dólar seja repassada mais fortemente aos preços, pressionando a inflação, o que pode forçar o Banco Central a subir os juros também na última reunião do Copom neste ano, que acontecerá nos dias 26 e 27 de novembro. Neste caso, o governo trabalha com uma Selic de no máximo 9,75% ao fim deste ano, abaixo da casa dos dois dígitos --faz mais de um ano que ela está abaixo de 10%. (Folha de S.Paulo)

Sem licitação, Cid Gomes gasta R$ 78 milhões com helicópteros

O governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), está montando uma frota de helicópteros, integrada por quatro aeronaves equipadas com o que há de mais moderno — sem licitação. Enquanto a União discute, há anos, qual empresa estrangeira (alemã, sueca, francesa ou americana) oferece melhores condições para a compra de caças para a Aeronáutica, Cid Gomes não teve dúvidas: usou uma brecha no Programa de Modernização Tecnológica da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, que dispensa licitação especificamente para compra de equipamentos — não exatamente helicópteros — para operar, junto ao banco alemão MLW Intermed, a compra milionária de quatro helicópteros biturbinados. Até agora, pelas três últimas aeronaves que começaram a chegar no dia 19, o governo do Ceará já desembolsou R$ 78 milhões.(O Globo)

Para médica cubana que atua no interior português é o desafio

 

Com carregado sotaque, a médica cubana Ivonne Sanchez, 46, atende cem pacientes por semana em um posto de saúde ao lado de uma fazenda de gado em Cordeirópolis, cidade de 20 mil habitantes a 158 km de São Paulo. Ela acredita que os médicos cubanos que chegam neste fim de semana ao Brasil devem demorar ao menos três meses para se adaptar à língua e ao atendimento básico no SUS -foco do Programa Mais Médicos. A vinda de 4.000 médicos cubanos, anunciada pelo governo federal foi criticada por entidades médicas, que classificaram a medida como "trabalho escravo". O salário deles será pago a Cuba, que repassará um valor ao profissional. A quantia não foi divulgada, no entanto. (Folha de S.Paulo)

Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30