xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 10/07/2013 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

10 julho 2013

Obrigar alunos de medicina a trabalhar no SUS é inconstitucional, dizem especialistas


Único trabalho compulsório previsto na Constituição é o serviço militar. "Visivelmente, a medida não é para complementar a formação do médico", diz o jurista Miguel Reale Júnior

Medicina: Advogados e juristas acreditam que medida que obriga estudantes a trabalhar no SUS é inconstitucional e fere direitos trabalhistas (Thinkstock). A medida provisória anunciada nesta segunda-feira pelo governo, que amplia a grade curricular dos cursos de medicina, obrigando os alunos a trabalhar para o Sistema Único de Saúde (SUS) é inconstitucional. Segundo especialistas ouvidos pelo site de VEJA, o único serviço público obrigatório previsto na Constituição é o militar. Fora ele, nenhuma função deve ser exercida compulsoriamente — inclusive a atividade médica, independentemente se praticada por um profissional ou por um estudante. Há ainda outro porém: o aluno que trabalhar no Sistema Único de Saúde (SUS) terá de cumprir deveres de um profissional, mas receberá apenas uma bolsa por isso. Assim, ele não terá garantido nenhum outro direito trabalhista, como férias, décimo terceiro salário ou licença maternidade.

Os problemas na nova grade curricular de medicina:

• O único trabalho compulsório previsto na Constituição é o serviço militar
• O estudante estará exercendo um trabalho profissional, sem receber todos os benefícios trabalhistas previstos em lei
• A capacidade de supervisão pela instituição de ensino dos alunos alocados em outras regiões é questionável
• O uso de uma medida provisória deve ser específico para casos urgentes — a alteração nos cursos valerá apenas a partir de 2015, portanto, não tem caráter de urgência
“Ninguém é obrigado a exercer uma função por força de lei, a única exceção é o serviço militar obrigatório, previsto na nossa Constituição”, diz Miguel Reale Júnior, jurista e ex-ministro da Justiça do governo Fernando Henrique Cardoso. “A medida fere a Constituição na medida em que estabelece um constrangimento ilegal, de serviço obrigatório.”

Segundo o advogado Eduardo Kroeff Machado Carrion, professor titular de direito constitucional da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e da Fundação Escola Superior do Ministério Público (FMP), é possível interpretar que a medida viole o inciso XIII do artigo 5º da Constituição, que diz ser "livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer”. “No entanto, a proposta do governo impõe uma condição para a obtenção do diploma, e não exatamente para o exercício profissional, já que estamos falando de estudantes. Existe uma controvérsia na hora de definir até que ponto a proposta pode ser entendida como uma restrição ao exercício profissional”, diz.

Para Reale Júnior, no entanto, a medida fere, sim, a Constituição brasileira, mesmo de tratando de algo específico da grade curricular do curso de medicina — e não de um serviço profissional. "A medida seria inconstitucional mesmo se os médicos fossem obrigados a trabalhar no SUS depois de formados." A questão não difere para alunos que cursam faculdades públicas ou privadas: nos dois casos, a obrigatoriedade do serviço é inconstitucional.

Abril
Via www.blogdocrato.com 


Ficções de anonimato - Por: Emerson Monteiro

Observo na televisão, num desses programas de meio dia, moço estirado no chão tosco de bairro periférico, cercado de gente aflita e de policiais. Escapara por pouco de linchamento, flagrado em delito revoltante; bermudas, joelhos maiores do que a cabeça, chinelas japonesas, feições transtornadas, olhos esbugalhados. Imagino a folha corrida que o espera, na ocasião de ouvir seu passado escrito nas máquinas em rede. Seres humanos vigiados tornamo-nos todos. Alguns mais perto, outros a longa distância, porém objetos de acompanhamento e investigação permanente da sociedade plenipotenciária dos dias científicos.
Dentre as histórias dos tempos revolucionários há notícias das perseguições a Che Guevara por meio de satélites. Seguiram as marcas que ele deixava nas selvas latinoamericanas, registrando o roteiro por causa das três pedras utilizadas de pequeno fogão noturno, que aprendera da campanha chinesa de Mao Tsé-Tung, no qual aquecia o alimento. Apagadas as chamas, contudo, o calor das pedras seria captado por satélite em raios infravermelhos. De tal modo lhe acompanharam, até que pereceria em ponto estratégico, sob as miras do exército boliviano.

Alarmada que informações na internet cairão nas malhas das agências mundiais de espionagem, moeda de dominar pessoas e lugares, a grande maioria desconhece o poder de controle da atualidade, isso qual houvesse real e absoluta privacidade a quem quer que fosse. Na hora do cidadão nascer, recebe registro e, com isso, ganha o primeiro número. Daí segue até a certidão de óbito, no longo curso dos algarismos que obriga percorrer o itinerário de condições populacionais, na Geografia econômica.

Países privilegiam dados supranacionais e os trabalham, cotidianamente, junto a comércio, indústria, agricultura, pecuária, segurança, transportes, migrações, alimentação, abastecimento, ilusão galopante pois pretender que exista reduto isento às tramas e aos poderes do Estado tentacular.

Admiração com que respondem a tamanha estrutura resta só na cota dos sonhos de liberdade da raça, já nos primórdios escondida em cavernas, joguete que fora dos fenômenos desconhecidos e misteriosos da Natureza. A ninguém, no entanto, é dado ignorar a lei, no axioma do Direito positivo. Entretanto, a lei jamais ignorará os seus cidadãos. 

Cientistas admitem que computadores quânticos já são realidade


Um estudo independente da Universidade do Sul da Califórnia concluiu que o processador da D-Wave realmente opera com base em fundamentos da mecânica quântica. Na prática, os computadores quânticos deixaram de ser uma promessa futurística e se tornaram realidade, já podendo ser comprados no mercado.

Assim que a empresa canadense lançou o D-Wave One, anunciando-o como o primeiro computador quântico do mercado, vários físicos afirmaram que um processador quântico usando qubits codificados magneticamente em loops supercondutores estava em algum ponto numa escala que ia de uma impossibilidade a um engodo. Quando a máquina começou a funcionar, alguns mais cautelosos disseram que a arquitetura do processador era interessante, mas não dependia de fenômenos quânticos. Ao contrário das experiências feitas em computação quântica pelos cientistas acadêmicos, o processador da D-Wave utiliza uma abordagem conhecida como adiabática, explorando um mecanismo chamado termalização quântica (ou recozimento quântico, do inglês quantum annealing).

Ele foi construído com as mesmas técnicas empregadas na fabricação dos processadores eletrônicos tradicionais, mas usa bobinas de nióbio supercondutoras, em vez de semicondutores. Agora, uma equipe da Universidade do Sul da Califórnia, nos Estados Unidos, atestou que a mecânica quântica desempenha um papel essencial no funcionamento da parte quântica do chip. Em 2011, uma equipe da universidade canadense da Colúmbia Britânica também já havia concluído que o processador quântico da D-Wave é realmente quântico. “Usando um problema teste específico, envolvendo oito qubits, verificamos que o processador D-Wave realiza cálculos de otimização, isto é, encontra as soluções de menor energia, utilizando um procedimento que é consistente com o recozimento quântico e é inconsistente com as previsões do recozimento clássico,” disse Daniel Lidar, coordenador da equipe que realizou a avaliação.

O processador da D-Wave é híbrido, sendo capaz de executar cálculos seguindo algoritmos quânticos, mas também de realizar o processamento clássico dos computadores tradicionais.
O teste concentrou-se em um subconjunto do processador formado por 128 qubits, dos quais 108 são funcionais, ou seja, disponíveis para cálculos. A avaliação foi feita no modelo original do computador, que está instalado na própria universidade.

Vesuvius

A D-Wave já vende sistemas equipados com a versão 2.0 do seu processador quântico, chamado Vesuvius, que possui 512 qubits. A equipe planeja agora testar o novo chip.
A NASA e o Google já planejam usar o computador quântico D-Wave, que já resolveu problemas do enovelamento de proteínas e já enfrentou um PC cara a cara, vencendo fácil.

Com informações de Inovação Tecnológica - R7


Exumação dos restos mortais do ex-presidente João Goulart deve ocorrer até o fim deste ano


Brasília - A exumação dos restos mortais do ex-presidente João Goulart deve ocorrer até o fim deste ano. A decisão foi anunciada hoje (9) após reunião dos integrantes da Comissão Nacional da Verdade (CNV) e de parentes do ex-presidente com a secretária de Direitos Humanos (SDH) da Presidência da República, Maria do Rosário. A exumação faz parte de uma investigação para esclarecer se a causa da morte João Goulart foi mesmo um ataque cardíaco, conforme divulgaram na ocasião as autoridades do regime militar. O processo de exumação deve ser iniciado em setembro. "Há tempo vínhamos convivendo com a dúvida, uma dúvida pertinente à morte do nosso pai, o presidente João Goulart, e hoje nós vimos o avanço do Estado brasileiro", disse, após a reunião, o filho do ex-presidente, João Vicente Goulart. "Nós estamos encarando isto como um desafio histórico, e para virar uma página que a nossa família precisa. O Estado brasileiro também precisa investigar, e está dando uma resposta a esses anseios. O Brasil precisa mostrar às novas gerações que este país teve um passado, não apenas com Jango, mas com outras vítimas da ditadura militar", completou.

João Goulart morreu no exílio, no dia 6 de dezembro de 1976 em Mercedes, cidade do Norte da Argentina. Parentes e amigos próximos do ex-presidente sustentam a tese de que a morte pode ter ocorrido em função da substituição de medicamentos rotineiros de Goulart, feita por agentes da repressão uruguaia. As investigações conduzidas pela CNV, apontam que o ex-presidente foi mais uma vítima da Operação Condor, montada pelas ditaduras militares do Brasil, da Argentina e do Uruguai para perseguir opositores.

Em 2007, os parentes entraram com um pedido para que o Ministério Público Federal no Rio Grande do Sul abrisse investigação sobre o assunto. Em 2011, o pedido foi estendido à Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos da SDH e este ano à Comissão Nacional da Verdade, que vai coordenar o processo. A exumação dos restos mortais do ex-presidente será feita por peritos da Polícia Federal (PF), em Brasília. Além do Ministério Público Federal no Rio Grande Sul, o trabalho será acompanhado pela Cruz Vermelha Internacional e por peritos uruguaios.

A coordenadora da CNV, Rosa Cardoso explicou que, devido ao tempo da morte de Goulart, a exumação poderá não trazer evidências conclusivas, em função do nível de decomposição óssea, mas que as diligências da comissão poderão complementar as possíveis lacunas. "Esta diligência, que é a exumação, faz parte de um quadro mais geral da investigação, portanto, não é conclusiva. Se nós tivermos um resultado desfavorável, nós podemos entender também que a passagem do tempo desfigurou o material a ser investigado", disse Rosa Cardoso, ressaltando que a investigação está inserida em um quadro mais abrangente que traz evidências, "que mostram um conjunto de provas no sentido de que o nosso ex-presidente foi assassinado; não morreu de morte natural". Rosa Cardoso declarou ainda que, caso necessário, o governo poderá requisitar técnicos e equipamentos de outros países.

De acordo com o chefe da Divisão de Perícias da PF, Amaury de Souza Junior, neste primeiro momento houve a definição das competências do grupo pericial, formado por especialistas das áreas de antropologia, química, medicina, odontologia, farmácia e genética forense. O grupo deve reunir documentos relativos ao histórico médico de Jango, como era chamado o ex-presidente, como laudos e dados clínicos e à necrópsia do corpo, ainda no mês de agosto. Em setembro, os peritos farão a programação do processo de exumação. "Nós começamos trabalhar as informações de documentos e, a partir dessas informações, vamos iniciar o processo tanto de exumação como de análise química", disse.

Os peritos uruguaios e a Cruz Vermelha Internacional auxiliarão no trabalho, com a experiência adquirida em processos semelhantes, ocorridos no Uruguai e também no Chile, como as exumações dos restos mortais do ex-presidente chileno Salvador Allende e do poeta chileno Pablo Neruda, informou Suza Junior.

Fonte: Agência Brasil


Estudo científico sobre agrotóxicos é apresentado na UFC


Coleta de medula óssea de trabalhadores rurais constatou alterações que podem levar a vários tipos de câncer

Fortaleza. A relação causal entre o uso de agrotóxicos no campo e casos de câncer teve mais um fundamento apresentado detalhadamente na noite da última segunda-feira na Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará. O "Estudo das alterações citogenômicas da medula óssea de trabalhadores rurais expostos a agrotóxicos" foi apresentado pelo médico hematologista Luiz Ivando, em defesa de sua dissertação de mestrado. Na prática, demonstrou alterações genéticas em trabalhadores rurais da Chapada do Apodi, em Limoeiro do Norte. A série de reportagens Viúvas do Veneno, publicada nos dias 17, 19 e 20 de abril, trouxe o estudo da UFC e vários relatos de contaminação e morte no Nordeste

Iniciado dois anos e meio atrás, o estudo foi defendido no auditório Paulo Marcelo, da Faculdade de Medicina da UFC, e se soma a outras pesquisas realizadas nos últimos dez anos sobre o impacto na saúde dos trabalhadores e do meio ambiente pelo uso indiscriminado de agrotóxicos. "O trabalho foi motivado pelo excessivo número de pacientes com doenças hematológicas que nos procuram com história de exposição a agrotóxicos no passado", explica o médico Luiz Ivando.

Há vários anos, o Diário do Nordeste tem acompanhado e publicado, com exclusividade, os diversos estudos relacionados ao impacto dos venenos em áreas agrícolas do Vale do Jaguaribe. "Quando vimos na mídia os trabalhos do Núcleo Trabalho, Meio Ambiente e Saúde para a Sustentabilidade (Tramas), coordenado pela professora Raquel Rigotto, resolvemos procurá-la", afirma Luiz, acreditando que só aumentava a hipótese que relaciona agrotóxicos e neoplasias (câncer).

Medula

A partir da coleta de medula óssea de trabalhadores que atuam na aplicação de agrotóxico, constatou-se a alteração de genes. De 43 dessas amostras, 11 apresentaram importantes alterações cromossômicas. "Elas são muito frequentes em doenças hematológicas como Leucemia Mielóide Aguda e Síndromes Mielodisplásicas. Precisamos ficar vigilantes com esses trabalhadores. Eles devem ser afastados do veneno. O câncer precisa de várias etapas para o aparecimento e, nestes casos, a primeira etapa apareceu", afirmou Luiz Ivando. O trabalho, que terá continuidade, foi orientado pelo professor e também hematologista Ronald Pinheiro. Do Laboratório de Citogenômica do Câncer da UFC, participaram a bióloga Juliana Cordeiro e as graduandas em Ciências Biológicas Roberta Germano (técnica do laboratório), Izabele Farias e Marília Braga (ambas da UFC) e Júlia Duarte (Uece), alunas de iniciação científica. O estudo será publicado em revista científica internacional e será divulgado no Congresso Brasileiro de Hematologia, em novembro próximo.

Mais Informações:
Faculdade de Medicina da UFC
Avenida da Universidade, 2853
Benfica, Fortaleza
Telefone: (85) 3366-7300
www.ufc.br

MELQUÍADES JÚNIOR
Repórter do jornal Diário do Nordeste


Crato - Previsão do Tempo para hoje, 10 de Julho de 2013


Bom dia, Crato!


Como dissemos ontem, quando a meteorologia prevê chuvas para o cariri, temos apenas 50% de chance de que isso ocorra. E realmente não choveu até esta madrugada. A meteorologia prevê para hoje, Sol com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado. Noite com muitas nuvens.

Nascer do sol: 05h51  Pôr do sol:17h35
Temperaturas: Max 30º e Min 22º
Ventos a SSE a 27km/h
Umidade Relativa do Ar: 89% e min de 46%
Índice UV: Extremo


PSDB pede fim da reeleição e aprovação de reforma em referendo



O presidente nacional do PSDB e provável candidato do partido na disputa presidencial em 2014, o senador Aécio Neves (MG), afirmou nesta terça-feira que a legenda pedirá o fim da reeleição em cargos eletivos em sua proposta para a reforma política, e defenderá o mandato de cinco anos. A reeleição para cargos executivos foi aprovada em 1997, sob a presidência de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), em meio a escândalos de suposta venda de votos de parlamentares para a aprovação do projeto, que beneficiou o tucano, reeleito no ano seguinte.

Em entrevista coletiva, o presidente do PSDB apresentou propostas do partido para a reforma política, e sugeriu que o Congresso debata o tema para que a população o aprove ou reprove através de um referendo, na contramão da proposta governista de consulta prévia através de um plebiscito.

Portal Terra
Foto: Divulgação


Mais um cruzamento no centro de Juazeiro do Norte vai ganhar semáforo


Após a realização de estudos pelo setor de engenharia de trânsito, mais um cruzamento na área central de Juazeiro do Norte vai ganhar semáforo. Nos próximos dias os equipamentos começarão a ser colocados nas esquinas das ruas Padre Cícero e Padre Pedro Ribeiro. Segundo o diretor do Demutran, Jesualdo Alves Duarte, trata-se de uma antiga reivindicação em virtude das dificuldades de acesso à Rua Padre Cícero por parte dos que trafegam pela Padre Pedro Ribeiro.

Blog do Juaonline - Daniel Walker


Congresso isola petistas e enterra plebiscito para reforma política


A proposta de Dilma de realizar a consulta popular ainda este ano foi rechaçada por quase todos os partidos, que resolveram, em resposta, criar um grupo de trabalho para formular um projeto de reforma. A ideia inicial é que, uma vez aprovadas no Congresso, as mudanças sejam submetidas a um referendo popular nas próximas eleições, passando a valer só em 2016. O grupo terá 90 dias para fazer o que o Congresso não conseguiu em duas décadas. 

Na prática, venceu a tese de que o Legislativo não votará mudança no sistema que possa ameaçar a reeleição imediata dos próprios parlamentares. O próprio presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), definiu o plebiscito sugerido por Dilma como "inviável". Segundo ele, não haveria tempo suficiente para se fazer a consulta até 5 de outubro, única forma de as mudanças valerem para as eleições de 2014 – elas têm de ser feitas até um ano antes do pleito. 

Parlamentares reconhecem que são pequenas as chances de um acordo amplo sobre a reforma política que viabilize uma aprovação. O grupo de trabalho será presidido pelo deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP). O colegiado deverá ter 13 integrantes indicados pelos líderes partidários e promover audiências públicas ouvindo alguns setores da sociedade, como a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o movimento Ficha Limpa.  O líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), um dos que comandaram a resistência à ideia de consulta popular imediata, afirmou que a ideia do plebiscito poderá ser retomada caso o Congresso não chegue a um acordo. "Se o grupo não conseguir alguma proposta para ser submetida a referendo, aí sim podemos tentar o plebiscito". Cunha afirmou que não apoiará nenhuma consulta popular de "forma isolada" porque custa caro realizá-la. 

Vaivém. A inclusão da reforma política na "resposta às ruas" foi feita por Dilma em uma reunião com prefeitos e governadores no final de junho. A primeira sugestão foi de fazer um plebiscito para que a reforma fosse alvo de uma Constituinte exclusiva. Diante da forte rejeição no Supremo Tribunal Federal e no Congresso, o governo recuou e fixou-se na tese do plebiscito, chamando, sem sucesso, os líderes da base aliada para referendá-la. O Tribunal Superior Eleitoral disse precisar de 70 dias para realizar a consulta. 

O vice-presidente Michel Temer, presidente licenciado do PMDB, chegou a dar uma entrevista na semana passada classificando como "impossível" cumprir os prazos e fazer a reforma para valer em 2014. Pressionado por Dilma, recuou e distribuiu nota para desdizer o que dissera.  Isolado, o governo decidiu pedir ajuda a movimentos sociais. Dilma já teve conversas com representantes do Movimento dos Sem Terra, que prometeram levar a manifestações convocadas para amanhã, bandeiras com a inscrição "Plebiscito Já", mote que o PT tenta usar. 

‘Mudança’. O secretário-geral da Presidência, ministro Gilberto Carvalho, reforçou a insistência do Planalto mesmo após o anúncio de Alves de que não dá mais para fazer o plebiscito. "Não consigo imaginar um combate adequado à corrupção sem uma reforma política, o povo quer uma mudança política de profundidade, a presidenta acertou em cheio quando lançou essa proposta porque ela corresponde exatamente ao anseio mais profundo das ruas, que é o anseio por uma renovação na política. E renovação na política sem reforma política nós não vamos fazer", afirmou Carvalho, dizendo não ser possível "subestimar" a importância de uma consulta popular. 

No Congresso, líderes adiantaram que, na hipótese de o plebiscito vir a acontecer no futuro, dificilmente ele ficará restrito aos cinco pontos propostas pelo governo: definição do sistema de eleição para deputado e vereador, financiamento de campanhas, suplência de senadores, fim de coligações proporcionais e fim do voto secreto no Congresso. A avaliação da maioria dos líderes é de que eventual consulta popular vai incluir o fim da reeleição e até a possibilidade de mudança do modelo de governo de presidencialismo para parlamentarismo. 

Estadão


Globo rebate acusações falsas sobre processo na Receita Federal


As Organizações Globo divulgaram na noite desta terça-feira (9) um comunicado no qual rebatem as acusações falsas que circularam durante o dia sobre processo da Receita Federal relativo à aquisição de direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2002.

A íntegra do comunicado é a seguinte:

Como é de conhecimento público, a Globo Comunicação e Participações adquiriu os direitos de transmissão da Copa do Mundo de 2002. Em 16/10/2006, a emissora foi autuada pela Receita Federal, que entendeu que o negócio se deu de maneira a reduzir a carga tributária da aquisição. Em 29/11/06, a empresa apresentou sua defesa junto às autoridades, fundada em sua convicção de que não cometeu qualquer irregularidade, tendo apenas escolhido uma forma menos onerosa e mais adequada no momento para realizar o negócio, como é facultado pela legislação brasileira a qualquer contribuinte.

No dia 21/12/06, a defesa da Globo foi rejeitada pelas autoridades. Alguns dias depois da sessão de julgamento, para sua grande surpresa, foi a Globo informada de que os autos do processo administrativo se extraviaram na Receita Federal. Iniciou-se, então, a restauração dos autos, como ocorre sempre nos casos de extravio de processos. A empresa agiu de forma voluntária, fornecendo às autoridades cópias dos documentos originais, tornando com isso possível a completa restauração e o prosseguimento do processo administrativo. Em 11/10/07, a empresa foi intimada da decisão desfavorável, apresentando recurso em 09/11/07. No dia 30/11/09, a Globo tomou a decisão de aderir ao Refis (Programa de Recuperação Fiscal) e realizar o pagamento do tributo nas condições oferecidas a todos os contribuintes pelo Fisco. O pagamento foi realizado no dia 26/11/09, tendo a empresa peticionado às autoridades informando sua desistência do recurso apresentado (o que ocorreu em 4/02/10).

Diante das informações mentirosas que circularam nesta terça-feira, a Globo Comunicação e Participações esclarece que soube, apenas neste dia 09/07,  que uma funcionária da Receita Federal foi processada e condenada criminalmente pelo extravio do processo. A Globo Comunicação e Participações não é parte no processo, não conhece a funcionária e não sabe qual foi sua motivação. O relato acima contém todas as informações relevantes sobre os fatos em questão que são do conhecimento da empresa. A Globo Comunicação e Participações reitera, ainda, que não tem qualquer dívida em aberto com a Receita. Como ocorre com qualquer grande empresa, a Globo Comunicação e Participações questiona autuações que sofreu, na via administrativa ou na judicial, o que é facultado a todos os contribuintes.

A Globo Comunicação e Participações reafirma, ainda, acreditar que as autoridades competentes investigarão o vazamento de dados sigilosos. A empresa tomará as medidas judiciais cabíveis contra qualquer acusação falsa que lhe seja dirigida.

Globo Comunicação e Participações.
Fonte: G1


CRATO - Algumas notícias administrativas


Inscrições para eleição do Conselho Municipal de Juventude de 8 a 26 de julho

Estão abertas as inscrições para os interessados em fazer parte do Conselho Municipal de Juventude do Crato, de 8 a 26 de julho. A instância contará com representações diversas em nível institucional e da sociedade civil. Segundo a coordenadora de Juventude do Crato e presidente da Comissão Eleitoral, a criação do Conselho Municipal de Juventude é um grande avanço nas implantações e execuções das políticas públicas de Juventude no Município do Crato. Serão escolhidos por representantes da sociedade civil, que compõe 50% dos membros do conselho. Estão sendo convidados Movimentos, Associações e/ou organizações que se organizem em torno de temáticas: políticas, sociais, culturais, religiosas, esportivas entre outras voltadas para o público jovem. As inscrições serão realizadas exclusivamente pelo site da Prefeitura. Maiores informações, acessar e consultar Edital, pelo endereço www.crato.ce.gov.br.

Pronatec realiza entrega de certificados para participantes de cursos nesta quinta-feira, dia 11

Será realizada no próximo dia 11, às 16 horas, na quadra Bicentenário, a solenidade de entrega de certificados dos concludentes dos cursos do Pronatec. O projeto é uma parceria do Governo Municipal do Crato, através da Secretaria Municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social (SMTDS), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial-SENAC e a 18ª Coordenadoria Regional de Educação (CRED). A coordenação convida todos os alunos que participaram dos cursos ofertados pelo SENAC, vinculado ao Pronatec, para participar da solenidade e receber a certificação do curso. As aulas foram iniciadas em fevereiro de 2013 e concluídas neste mês de junho. Foram ofertados cursos de Padeiro Confeiteiro, Costureiro, Operador de Computador, Cuidador Infantil, Cuidador de Idoso, Promotor de Vendas, Maquiador, Depilador e Manicure e Pedicure.

Educação realiza Oficina de Orientação para Aplicação dos Recursos Federais

A Prefeitura Municipal do Crato, por meio da Secretaria de Educação, realizou nessa terça-feira, 9, a Oficina de Orientação para Aplicação dos Recursos Federais, para os novos diretores e coordenadores de escolas do município. A oficina realizada no auditório da Universidade Regional do Cariri - URCA, teve a participação do Conselho Municipal de Educação, Conselho do Fundeb e contabilidade. O objetivo do evento é capacitar os novos diretores visando obter eficiência na utilização dos recursos orçamentários liberados pelo Governo Federal através do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

A abertura da oficina foi realizada pela Secretária de Educação, Meire Muniz, pelo secretário Pedagógico, Cacá Queiroz, a Secretária Administrativa Financeira, Jucicleide Correia, e o Consultor Técnico da secretaria, Sérgio Ribeiro, que firmaram o compromisso com a Educação do Município. Na ocasião, a secretária de Educação falou da necessidade emergente do melhoramento no ensino, afirmando o seu anseio de fazer uma retomada na administração escolar pela melhoria da Educação. Ela disse que pretende fazer um intercâmbio entre professor, coordenador, diretor, aluno e Eecretaria de Educação para que possa ser criado um diálogo unificado, visando uma educação de qualidade. Após a abertura, o contador da prefeitura Joaquim Landim, apresentou as orientações necessárias para o processo de uso dos recursos orçamentários para os diretores das escolas.  Segundo ele, o objetivo da oficina é que os novos gestores tenham o máximo de conhecimento do uso do dinheiro para pequenas despesas nas escolas e da prestação de contas do investimento pelo Governo Federal.  

O Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) tem por finalidade prestar assistência financeira, em caráter suplementar, às escolas públicas da educação básica das redes estaduais, municipais e do Distrito Federal e às escolas privadas de educação especial, mantida por entidades sem fins lucrativos, registradas no Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS) como beneficentes de assistência social, ou outras similares de atendimento direto e gratuito ao público. 

Fonte: PMC



Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30