xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 06/07/2013 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

06 julho 2013

SERÁ?



Caiu a ficha: Fortaleza tem a maior inflação anual do Brasil: 8,56%


(jornal "O Povo", deste sábado)

De acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), divulgado ontem pelo IBGE, Fortaleza tem a maior inflação do País no acumulado dos últimos 12 meses, 8,56%. No mesmo período a inflação média  nacional foi de 6,7%, acima do limite máximo previsto pelo governo fedral: 6,5%.   No acumulado entre janeiro e junho, a alta dos preços na capital cearense foi de 3,58%, ficando atrás apenas de Recife, que registrou alta de 4,11% nos preços neste ano.

Remédios para a memória realmente funcionam ? - Por: Dihelson Mendonça


Na modernidade, e com cerca de 7 bilhões de pessoas no planeta se achando inventivas e descobridoras, não é estranho que a cada dia apareçam diversas novidades que prometem revolucionar o mundo e as nossas vidas.

Sabemos que com o avançar da idade, a nossa memória vai ficando cada vez mais fraca. Nos últimos anos temos acompanhado um verdadeiro "fervilhar" de receitas, truques e métodos para evitar a degeneração dos processos cognitivos. Assim como muitas pessoas na minha faixa de idade, ao chegar aos 47 em agosto próximo, percebo que minha capacidade de memorização para novas informações já não é mais a mesma de quando eu tinha, por exemplo, 18 anos de idade.  Resolvi adquirir e testar vários desses métodos. Em resumo, para o leitor que tem pouco tempo e detesta leituras longas, a maioria deles é direcionado para a memorização de números, nomes...alguns prometem que você conseguirá memorizar facilmente números de 40 dígitos e até maiores ( e nisso, funcionam ). 

Na verdade, esses métodos se baseiam em pequenos truques mentais, desenvolvidos há muitos séculos. Para memorizar números, por exemplo, cada algarismo é associado a determinadas sílabas, que por sua vez quando combinadas entre si, formam palavras. As palavras devem ser combinadas em frases, que por sua vez, formam imagens; Essas imagens devem ser unidas até formarem uma historinha mental. Portanto, ao se reprisar mentalmente a historinha construída individualmente, estaremos trazendo de volta as imagens, que geram por sua vez, inúmeras frases, palavras e consequentemente números. Consegui com esse método, certa vez, memorizar um número de mais de 100 casas decimais, mas não conseguia me lembrar, por outro lado, onde deixei as chaves do carro após a demonstração a fim de voltar para casa.

PORQUE NÃO FUNCIONA

Depois de testar extensivamente estes métodos, cheguei à conclusão que pelo menos para mim, eles são completamente inúteis. Assim como muitas pessoas, ou diversas profissões, preciso de uma memória rápida para guardar com eficiência, por exemplo, as notas musicais de uma partitura para piano, já que sou músico. Método algum vai conseguir associar estas notas a imagens e se o fizesse, seria um processo muito lento, onde a execução não poderia esperar que a mensagem seja decodificada. Também não serve para compensar as falhas da memória cotidiana, como tornar fáceis os processos de catalogação de objetos, nem lembrar da agenda do dia, ou o que deixamos de fazer. Esses procedimentos vendidos aos montes pelas livrarias como métodos para memorizar consomem mais cognição, ou inteligência do que levaria para a própria memorização comum. Para memorizar números de telefone associados às pessoas, você terminará com um sem fim de historinhas mentais fantásticas ou absurdas, que depois de certo tempo, não estará sabendo associar a quem pertence cada história. Seu pensamento se transformará numa coisa meio maluca, com inúmeras histórias sem pé nem cabeça. Ou seja, "gasta-se" mais neurônios usando os métodos do que sem eles.

Quando a memória começa a falhar, devemos investir em meios que possam repor aquilo que foi perdido, ou seja, na nutrição do cérebro, nos neurotransmissores, que, como sabemos, decaem com a idade, os hormônios, e eventuais perdas de vitaminas. Exercícios mentais também são igualmente importantes, como a solução de problemas apenas com a mente, a estruturação e a educação do pensamento.

UMA ILUSTRAÇÃO

Para finalizar, gostaria de lembrar uma velha anedota relacionada à perda de memória que considero muito verdadeira e agora aplicada a essa panacéia para memória, que é vendida como remédio milagroso:

"Um casal de velhos encontra-se com um amigo e no meio da conversa surge o assunto idade. O velho, de forma muito orgulhosa, diz: "Olha, a idade para mim não está sendo problema. A minha memória está ótima, inclusive, estou usando agora um método de memorização que é excelente. Com ele, minha memória está 100 por cento. Ele associa nomes a imagens." "Qual o nome deste método?" pergunta o amigo. O velho responde com uma pergunta: "Qual o nome daquela flor que possui espinhos, mas tem um cheiro muito agradável e fizeram já várias músicas dedicadas a ela ? " O amigo responde: "Rosa ?" - "Isto mesmo. Rosa!....Rosa, minha mulher...qual é o nome mesmo do método de memorização por imagens que eu estou usando que melhorou muito a minha memória ?"

Ou seja: De que adianta colocar um cordão no dedo, se você não se lembra mais para que serve ?

Por: Dihelson Mendonça


Fotos deste sábado (Armando Rafael)


Dizem que uma imagem vale mais do que mil palavras...
Planejaram uma megamanifestação. Apareceram 4 gatos pingados, no Palácio do Planalto, para apresentar solidariedade a presidente Dilma Rousseff.



Top-top,  Guido Mantega – Segundo o jornalista Lauro Jardim: “Dilma Rousseff concluiu que chegou a hora de mexer na equipe econômica. Avalia que a mudança tem que acontecer ainda este mês. Falta definir o nome-chave. Henrique Meirelles e Aloizio Mercadante estão descartados”.
                                                                                                 

Banco Central não consegue segurar dólar, que fecha em alta de 0,09% a R$ 2,2595


Banco Central não consegue segurar dólar, que fecha em alta de 0,09%

A intervenção do Banco Central (BC), que vendeu US$ 1,934 bilhão no mercado futuro, não conseguiu segurar a moeda norte-americana. O dólar comercial encerrou esta sexta-feira (5) vendido a R$ 2,2595, com alta de 0,09%. O câmbio fechou a semana com aumento de 1,25%. No ano, o dólar acumula alta de 10,51%.

O aumento do dólar, no entanto, poderia ter sido maior. Por volta das 11h40, a moeda norte-americana chegou a subir para R$ 2,2675, o valor mais alto do dia. A cotação oscilou bastante nas horas seguintes até cair para R$ 2,2520 por volta das 16h, subindo novamente até encerrar praticamente estável em relação ao fechamento de ontem (4). A mínima do dia foi registrada por volta das 9h30, quando o dólar chegou a R$ 2,2484.

Além de vender dólares no mercado futuro, por meio dos leilões de swap cambial tradicional, o BC tomou medidas para segurar a alta da moeda norte-americana. Na quarta-feira (3), a autoridade monetária eliminou as restrições de prazos para que os exportadores financiem pagamentos antecipados.

Antes, os exportadores que quisessem antecipar o recebimento das receitas com as vendas para o exterior poderiam pegar empréstimos de até cinco anos. O BC derrubou esse limite, permitindo que financiamentos de prazos mais longos sejam concedidos. A medida aumenta a oferta de dólares no mercado, empurrando a cotação para baixo.

Agência Brasil


Protestos de ruas não param...

Cresce a adesão à manifestação das centrais marcada para dia 11
(“Folha de S.Paulo”, sábado, 06-07-2013)
 

Ao menos 27 categorias profissionais ligadas a oito centrais sindicais já informaram que vão participar das manifestações, greves e paralisações marcadas para a próxima quinta-feira, dia 11. Apesar de o número de trabalhadores que devem participar de passeatas e paralisações (parciais ou previstas para durar 24 horas) não ser estimado pelas entidades, alguns sindicalistas comentam nos bastidores que esperam mais de 300 mil nas ruas.

Motoristas de ônibus, metroviários e motoboys são categorias do setor de transporte que prometem parar em vários Estados do país. No setor industrial, metalúrgicos, químicos, trabalhadores da alimentação, têxteis, costureiras, operários da construção civil, entre outros, já realizaram assembleias em várias cidades para cruzar os braços na mesma data.

Chamado de Dia Nacional de Luta, o protesto já causa reação do empresariado. Em carta aberta aos associados, o Sindimaq, que reúne as indústrias de máquinas do país, classifica o movimento como "absurdo" e "inoportuno". "Querem parar o Brasil, parar a produção, parar hospitais e serviços essenciais, parar portos e aeroportos, sem se preocupar com o enorme preço que pagaremos se essa ideia vingar", diz a publicação "A voz do emprego".

Para a entidade, a greve é um direito legítimo dos trabalhadores, "mas que precisa ser usado com responsabilidade". No comunicado, o sindicato patronal destaca que "uma greve geral é ilegal, incomoda todo o mundo, interrompe as atividades produtivas, é prejudicial ao Brasil. Não entre nessa".
                                                                                                 

Edições Anteriores:

Dezembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 30