xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 05/05/2013 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

05 maio 2013

EMPREGADAS DESEMPREGADAS. Por: Ubiratan Iorio.


Nosso laborioso e honrado – que Deus me perdoe! - Senado, ao invés de preocupar-se com a corrupção que lhe vem sendo inerente, aprovou por unanimidade reforma da Constituição que iguala direitos das empregadas domésticas aos dos demais trabalhadores. De saída, podemos constatar dois fatos contundentemente verdadeiros dessa decisão, festejada como “histórica” pela mídia e pelos arautos do atraso: o primeiro é que Nelson Rodrigues estava certo quando escrevia que toda unanimidade é burra! E o segundo é que a ignorância de nossos ilustres senadores da República em assuntos econômicos é espantosa, chegando a atingir ares de – desculpem a expressão – inexcedível burrice.

Bastiat, há mais de cento e cinquenta anos, já ensinava que toda medida econômica tem dois efeitos: o que se vê e o que se deve prever. Bem, o que se vê nesta decisão do Senado? Primeiro, para os mais ingênuos, é julgar que vai favorecer a categoria; segundo, para os menos ingênuos, que seu real objetivo parece ser o de aumentar a arrecadação do FGTS e terceiro é o seu caráter vergonhosamente populista, que já leva em conta as eleições do ano que vem.



E quanto aos efeitos que podem desde já ser previstos e anunciados? Bem, o mais óbvio é que esse infeliz e estulto tiro vai sair, sem a menor possibilidade de erro, pela culatra, porque vai aumentar o desemprego na categoria. Existe uma história de que Hayek teria respondido a uma pergunta que lhe foi dirigida por Richard Kahn, em Cambridge, em 1931, pedindo-lhe que explicasse seu comentário de que se ele comprasse um sobretudo no dia seguinte isso aumentaria o desemprego. O grande economista austríaco  simplesmente respondeu que  sim, aumentaria o desemprego, mas que teria que desenvolver muita matemática para explicar-lhe porquê...

Da mesma forma, quero dizer que não vou perder tempo, nem utilizar meus conhecimentos de Cálculo Diferencial, Álgebra ou Geometria e nem puxar por meus preciosos neurônios para explicar porque a decisão insensata dos senhores senadores vai causar desemprego entre as empregadas domésticas, aumentar o grau de informalidade neste ramo de atividade (que já vinha subindo desde que os primeiros “direitos trabalhistas” foram concedidos), retirar de muitas famílias da classe média a possibilidade de arcarem com os aumentos de despesas dela decorrentes, aumentar o número de diaristas e gerar ganhos para os advogados trabalhistas, que serão os únicos beneficiados, porque acredito que o crescimento da receita do FGTS, ao invés de positivo, será negativo, piorando as contas do governo.

Será que esses caras que vestem ternos caríssimos, bancados por todos nós, não percebem que a profissão de empregada doméstica não pode ser tratada da mesma forma que as demais? E, mesmo que pudesse, que interferências do governo estabelecendo regras que punem os empregadores sempre são maléficas? Será que não levaram em conta que essas trabalhadoras comem, bebem e, às vezes, dormem em seus empregos, sem pagarem nada por isso e que, portanto, não há como se imaginar tolices como vales-transporte e vales-refeição para elas? Será que não conseguem perceber que será impossível calcular “horas extras” em atividade tão peculiar? Ou que patroas e patrões domésticos não são empresas, ou seja, que uma casa de família não é uma firma, mas simplesmente uma casa de família? E se as donas de casa resolverem cobrar pelas refeições ou pela hospedagem, não será um direito que lhes assistirá, dada a excentricidade burra da reforma aprovada?

Encerro voltando a Nelson Rodrigues: “o subdesenvolvimento não se improvisa; é uma questão de séculos”! Bah! Haja paciência!

Histórias e Estórias do Crato de Antigamente - Dia 05 de Maio de 2013




Foto Histórica à frente do antigo Crato Hotel

A PERÍCIA
No período em que o Marcelo trabalhou com o Dr. Raimundo, no Crato, este sempre lhe dava algumas tarefas para, aos poucos, ir se entrosando nas atividades e ser conhecido na cidade.
Estavam um dia no consultório fazendo Perícia Médica. Era dia de uma Junta Médica, isto é, quando são avaliados pedidos de benefícios que foram indeferidos em uma primeira instância e passavam por uma segunda avaliação, de dois ou três médicos. Chega a vez de uma mocinha jovem, lá pelos seus 16 ou 17 anos, de nome Maria Imaculada, que entra no consultório acompanhada pela mãe.
Dr. Raimundo pergunta para a paciente qual o problema e essa lhe responde, apontando para a barriga:
- “É esse caroço aqui que não para de crescer”.
O Dr. Raimundo, já imaginando do que se tratava – provável gravidez – perguntou:
- “Desde quando começou a crescer esse caroço?”.
- “Foi depois de umas mangas que eu comi”.
Até aí a mãe ali, firme, sem falar nada.
O Dr. Raimundo pede para a jovem deitar na mesa de exame para fazer a palpação do abdômen, o que realmente acaba por confirmar a sua suspeita inicial. Pede para o Marcelo também examinar, sem comentar nada. Só então fala para a mãe da jovem:
- “Cumade, esse caroço vai nascer daqui a uns três meses!”.
Nisso, a mãe da jovem se levanta da cadeira, se perfila diante do Dr. Raimundo e do Marcelo e, brandindo o braço direito com o punho cerrado diz:
- “Doutor a minha filha é MOÇA!!!”.
O Dr. Raimundo, com toda a calma, diz para ela se acalmar que vai chamar o especialista em Obstetrícia, o Dr. Tarciso Pinheiro, que tinha o consultório ao lado e que fazia parte da junta. Afinal, ele poderia estar enganado...
Dr. Tarciso vem até o consultório, examina e confirma o diagnóstico anterior:
- “Útero grávido de sete para oito meses”.
A mãe não se conforma:
- “Doutor a minha filha é MOOOÇA!”.
O Dr. Raimundo vira-se para o Dr. Tarciso e comenta:
- “Baixinho (era assim que eles se chamavam um ao outro), será que é outra obra do Espírito Santo? Afinal, a menina se chama Maria Imaculada!”

A CERVEJA!

Durante a IIª Guerra Mundial existia no Brasil uma congregação de padres alemães que tinha sido escorraçada de diversas cidades, por suspeitas de serem espiões nazistas. O Crato e a Diocese os acolheram. Meu pai, inclusive, foi um dos que batalhou pela sua permanência na cidade. A Igreja de São Vicente ficou sob a administração deles. Como prova de gratidão para com a cidade, realizaram diversos trabalhos, não só de evangelização, mas também, sociais. Chegaram a fundar um seminário, conhecido como ‘Seminário dos Alemães’, que tinha uma grande inovação: os seminaristas não usavam batina. Atualmente, no prédio onde funcionou o Seminário, funciona um hospital. Concluíram a Igreja de São Vicente, construíram a Igreja de São Miguel, inclusive uma creche/escola. Interferiram para obter recursos da Alemanha para ampliação do Hospital São Francisco. O pároco da Igreja de São Vicente era sempre desta congregação. Um dos mais populares era o Padre Frederico Nierhoff. Lembro-me bem dele! Alto, louro, uma voz possante. Fumava cigarros Asa ou Astória, os mais fortes e peduros. Falava bem o português, mas tinha o sotaque bem característico do alemão. O Mourãozinho do meu pai era sempre “môrrãosium!”. Era um padre bem avançado para a época, antes do Papa João XXIII e do Concílio Vaticano II. Suas homilias eram uma atração. Lembro-me bem de sua maneira bem simples, popular, de explicar o Evangelho:
- “São José não era besta não! Quando viu a barriga de Maria crescer, tratou de arrumar as trouxinhas dele, botar nas costas e cair fora! (fazia o gesto de botar uma trouxa nas costas e caminhar de ponta de pé). Foi quando Deus fez o anjo aparecer em sonho e explicar tudo!”.
O Padre Frederico não suportava injustiça. Não teve dúvidas em esconder na sua casa e ajudar na fuga para a Europa, um filho da terra, um Arraes, perseguido pela Ditadura Militar. Fez o mesmo que muitos padres fizeram, principalmente na Alemanha, escondendo judeus do horror nazista.

Seminário dos Alemães. Hoje funciona um Hospital.
Outra vista do Seminário dos Alemães, pelo lado interno.

Por ser querido de todos, era sempre convidado para as festas. Certa ocasião foi a uma festa na zona rural. Chegando lá, na mesa principal da festa tinha, no centro, uma poncheira cheia de cerveja, com uma concha dentro. Para servir a cerveja como se fosse ponche. Para um alemão, aquilo era o cúmulo do absurdo! Jogou a concha fora, pegou a poncheira com as duas mãos e bebeu toda de uma vez só! Quando terminou, disse, antes daquela gargalhada característica:
- “Cadê a cerveja, menino? Isto é lá cerveja!”

QUEBRA CADEIRA
O Padre Frederico, além de alto, mais de 1,90 m, era forte. Pesava mais de cem quilos. Em uma festa de aniversário, deram para ele sentar uma cadeira dessas de conjunto de mesa de jantar. Eram ditas ‘modernas’!. Suas pernas eram finas com a seção reduzindo de cima para baixo. Ele olhou para a cadeira, segurou-a numa mão só e girou-a, dizendo:
- “Esta cadeira ‘non’ agüentar”.

Interior da Igreja de São Vicente. A nave central era reservada às mulheres. Os homens ficavam nas laterais.

E o dono da casa:
- “Não padre, pode sentar, agüenta sim!”
- “Olhe lá! Cadeira vai quebrar!”
- “Não Padre, não tenha receio”.
Pe. Frederico não teve dúvidas. Sentou-se com todo gosto! A cadeira se despedaçou toda! Mais que de repente, levantou-se e já foi agarrando a segunda cadeira para sentar-se e ir quebrando uma a uma! Foi quando o dono da festa pediu-lhe pelo amor de Deus para não sentar e arranjou-lhe uma cadeira de ferro. Acomodou-se, em meio à famosa gargalhada.

O CABARÉ

Por algum tempo, o Padre Frederico andava de motocicleta. Usava, muito a contragosto, uma batina creme, menos quente que a preta. Na Alemanha não usava batina. Para andar de moto, arregaçava-a quase até a cintura, metia um chapéu de palha na cabeça e saía pela cidade, para espanto de todos.
Ia sempre lá em casa. Ao chegar, ia logo dizendo:
- “Ô de casa”
E, em passadas largas, entrava casa adentro. Pedia sempre um ‘cafessio’. Mamãe mandava logo coar um cafezinho fresco. Certa vez a empregada chegou na sala e disse:
Padre Frederico, na época da sua ordenação, na Alemanha.

- “Dona Giseuda não tem café não!”
Mamãe toda constrangida, e o padre às gargalhadas! O vexame foi logo solucionado. Mamãe mandou-me ir correndo à bodega do Sr. Luis pegar um pacote de café Itaytera e pedir para anotar na caderneta (o que ele fazia com aquela letra horrível). Pouco depois o aroma do café rescendia por toda a casa e o Padre pode saboreá-lo de um gole só. A xícara perdia-se na sua mão!
O Padre e meu pai eram muito amigos. Papai era quem cuidava da contabilidade da Igreja.
Para o padre ir de motocicleta até a sua Igreja, saindo da nossa casa, na Nelson de Alencar, tinha que dobrar à esquerda na segunda rua. Mas se não dobrasse e continuasse, entraria no quarteirão da prostituição.
Por isso que, quando montava na sua motocicleta e se despedia de papai, em frente à nossa casa, dizia, seguido da costumeira gargalhada:
- “Eita Môrrãozium amanhã vão dizer que o Padre foi ‘pro’ cabaré!!!!”.

CRATO ANTIGO:


Acima: Foto do Palace Hotel ( Acervo de Ivens Mourão )

Por: Ivens Mourão
Todos os Direitos Reservados
Proibida a Reprodução de Conteúdo sem a autorização do autor


Crato - Faltam equipamentos para central de mandados eletrônicos no Forum do Crato


Com o objetivo de automatizar a distribuição e movimentação das ordens judiciais, o Tribunal de Justiça do Ceará disponibilizou na internet o sinal para informatizar a Central de Mandados Eletrônicos da Comarca do Crato, que funcionará integralmente ao Sistema Processual SPROC, oferecendo maior agilidade e controle dos mandados expedidos e cumpridos, alem de fornecer informações sobre a produtividade dos oficiais de justiça através de relatórios gerenciais. A implantação se deu pelo Serviço de Organização e Métodos em parceria com o Serviço de Atendimento ao Usuário da Secretaria de Tecnologia da Informação do TJCE. Gabriela Alencar Antero, responsável pela Central de Mandados da Comarca do Crato, explicou que o trabalho dos servidores na COMAN ainda vem sendo feito manualmente e que agora passará a ser informatizado, assim que o sistema for efetivado, facilitando o desempenho profissional dos dez oficiais de justiça que trabalham na Central. Conta Gabriela que os servidores foram qualificados e capacitados ao participaram de treinamentos promovidos pelo Tribunal de Justiça do Estado. Ela explicou também que a entrega dos mandados aos oficiais para cumprimentos acontecerá de forma mais rápida e com a exigência de cumpri-los em prazos determinados vez que, hoje a maioria desses documentos é emitida sem data estabelecida.

O sistema de informatização da Central de Mandados Eletrônicos foi instalado em  comarcas de alguns municípios da Região Metropolitana de Fortaleza, a exemplo de Caucaia e Maracanaú. Na Comarca do Crato foi implantada, mas ainda não está funcionando por falta de equipamentos, tais como, computadores, etiquetas e leitores digitais, mas que já foram solicitados pelo diretor interino do Fórum, juiz Romel Melo Veras e que o sinal na internet já está disponibilizado pelo Tribunal de Justiça. Explicou a coordenadora que o sistema eletrônico em nada vai contribuir na celeridade de julgamento dos processos e ficará restrito apenas aos serviços de controle da central.

Falando em nome dos oficiais de justiça da Comarca do Crato, Francisco Manoel Gino Feitosa ( Dote ), avalia a automatização da Central como positiva, por oferecer mais agilidade, segurança e eficiência no momento do cumprimento de mandados. Para ele, o oficial de justiça deve ser um profissional extremamente preparado para lidar com as situações que envolvem um serviço de natureza externa e que sua atuação nas ruas deve ser totalmente isenta porque, ali, ele representa o juízo. Diante de tanta responsabilidade no exercício da função, o oficial de justiça precisa está muito bem informado sobre o que está recebendo e entregando, explicou Dote, considerando a informatização da Central de Mandados como objeto importante no cotidiano de seus profissionais. Dentre as funcionalidades do sistema é possível contabilizar, por oficial de justiça, todos os mandados distribuídos desde sua implantação, alem de indicar, qual o oficial é o responsável pela zona de atuação onde será executada a diligencia, apenas informando o endereço em que ela seja cumprida, concluiu Dote.

Por: Wilson Rodrigues
Radialista/Repórter
Membro do Blog do Crato e Portal de Notícias Chapada do Araripe


Dom Fernando Panico teve encontro com o Papa Francisco


MATÉRIA EM DESTAQUE

As fotos abaixo foram publicados pelo site do jornal "L'Osservatore Romano", órgão oficial do Vaticano,e foram feitas na última 4ª feira, dia 30 de abril durante o encontro do Bispo de Crato, Dom Fernando Panico,  com o Papa Francisco.

Agradecemos a professora Maria do Carmo Pagan Forti que nos enviou a página com as fotos.


Por: Armando Rafael

Publicada originalmente no dia 02 de Maio de 2013
www.blogdocrato.com
 Há 8 Anos, o Crato na Internet


CPI da Câmara Municipal do Crato muda de rumo!


Após as denúncias de “ESPURIOS” com o dinheiro público da Câmara Municipal do Crato, na gestão do vereador Florisval Sobreira Coriolano, como presidente em 2011 e 2012, assim considerado e apresentado pelo Prof. Sandro Leonel em plenário da Câmara na ultima sessão de segunda feira 29/04, A CRIAÇÃO DA CPI MUDA DE RUMO DOIS DIAS DEPOIS.

Parecia tudo caminhar bem para os objetivos dos vereadores Bebeto e Jales Veloso os primeiros a se manifestarem e pedirem ao presidente da casa Luiz Carlos providencia para apuração das denúncias. Antes de encerrar a sessão, o presidente concedeu entrevista à imprensa se comprometendo em formar uma comissão de investigação quando nesta quinta feira 02/05 um novo parecer é apresentado pelo presidente da Câmara Juiz Carlos, ao dizer  que vem debatendo com os grupos da base que formam a casa, com estudos paralelos para saber até onde essa situação está em nível de justiça no Ministério Público, e somente na próxima sessão de segunda feira 06, acatará o que for decidido em plenário.

Nesta quinta feira pela manhã, o vereador Bebeto e Jales Veloso, se encontravam no anexo da Câmara, onde redigiram o requerimento encabeçado por eles, seguido por Dácio Luiz e Guri, os primeiros que assinariam, até o meio dia, só constavam a assinatura dos dois. Outras adesões já estavam confirmadas chegavam a oito, mas na quarta feira à noite em um jantar que homenageava o Secretário Das Cidades Camilo Santana no Hotel Encosta da Serra oferecido pelo presidente da Câmara  Luiz Carlos que contou com a presença do Prefeito Ronaldo e parte dos vereadores, após o jantar disse o presidente que tiveram uma conversa com o prefeito Ronaldo, onde ele sugeriu uma definição para não ser exemplo da Câmara de Juazeiro que fica nessa exposição de grupos que acabaria denegrindo a própria imagem da Câmara do Crato. 

O presidente Luiz Carlos deixou bem claro que acatará os resultados, mais não vai admitir é TRIBUNAL INQUISITÓRIO, com intuito de prejudicar X, Y OU B.


POSIÇÃO DO VEREADOR AMADEU DE FREITAS DO PT.

Em entrevista exclusiva a nossa reportagem na tarde desta quinta feira (02), disse o vereador AMADEU, que APOIA E ASSINA o pedido da CPI, e que já mais iria votar contra a Câmara  de fazer seu papel de investigador através de uma comissão de inquérito, esse é um papel indispensável do legislativo tem mais é que apurar só não pode transformar esse instrumento de investigação em um instrumento POLÍTICO, pois parece ser dirigido a uma só mesa.   Lembra Amadeu, que sempre se comentou haver indícios de gestões anteriores na legislatura COMPLETA de quatro anos. Então, porque não investigar de 2009 a 2012. Quanto a citação da ex-vereadora Mara por não ter denunciado, AMADEU disse que assim tem de penalizar e responsabilizar todos os “ONZE VEREADORES”

POSIÇÃO DE MARA GUEDES

Bem antes das denúncias, Mara Guedes me concedeu uma entrevista especial, onde falou que suas diárias para viagens que obedeceram aos tramites legais e foi comprovado e documentados como manda a lei. Quanto a não ter feito as denúncias na época, disse-a ter protestado junto ao presidente Florisval sobre os altos gastos e ficou só na ameaça impossibilitada, sem força para denunciar sozinha como a única mulher no meio dos outros dez homens que calados ficaram.  Mara ocupou a tribuna na ultima sessão após as denuncias do professor Sandro Leonel e afirmou ela ser a favor da CPI para ela assim poder provar tudo. 

FOTO: Jota Lopes
Ed Alencar
Fonte: caririceara.com


Notícias do Fim-de-Semana (Armando Rafael)

 Memória histórica-fotográfica de Crato


Na foto acima, o 3º Bispo de Crato, Dom Vicente de Paulo Araújo Matos, durante encontro com o Papa João Paulo II. Este último é hoje beato da Igreja Católica (ou seja, já foi beatificado) e sua canonização poderá ocorrer ainda neste ano

Na foto abaixo, num momento de descontração, anos atrás, o atual Bispo de Crato, Dom Fernando Panico, numa de suas frequentes  visitas pastorais:


Boa notícia: pequi o ano todo

O “caririense da gema” (ô expressão besta!) adora o pequi. Mas esse fruto só é encontrado para compra na época da safra, devido à falta de tecnologia para conservá-lo na entressafra. Agora, pesquisadores da Embrapa Agroindústria Tropical criaram a pasta de pequi, que pode ser utilizada em pratos típicos da Região do Cariri. A pasta de pequi foi apresentada, dias atrás, na Seção de Agroindústria do IFCE–Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Campus do Crato.

O que é o IFCE?

Pouca gente sabe a importância do IFCE. Deveria fazer uma visita ao Campus de Crato, localizado no sítio Almecegas, sopé da Chapada do Araripe. O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará é uma instituição que oferece educação superior, básica e profissional, de forma pluricurricular. É uma instituição multicampi, especializada na oferta de educação profissional e tecnológica nas diferentes modalidades de ensino, com base na conjugação de conhecimentos técnicos e tecnológicos às suas práticas pedagógicas.

IFCE-Crato
Vista parcial do Campus do IFCE na cidade de Crato
Em Crato o IFCE tem dois cursos em nível superior (bacharelado): zootecnia e sistemas de informação. Oferece ainda cursos técnicos: agropecuária e informática, além de cursos de extensão e pós-graduação. O IFCE-Crato planeja a introdução de outro curso superior: veterinária.

Até a Benigna ajuda

O deputado estadual Sineval Roque solicitou à Cúria Diocesana de Crato, dados sobre a Serva de Deus, Benigna Cardoso da Silva. Não, o deputado Roque não virou mais um devoto da menina Mártir da Castidade. Ele vai encaminhar Ofício ao governador Cid Gomes, pedindo o asfaltamento do pequeno trecho de 5 km, ligando Santana do Cariri ao Portal da Santa Cruz, um dos lugares mais bonitos da Região Metropolitana do Cariri. Roque vai mostrar que esse pequeno trecho asfaltado ajudará a fortalecer o turismo religioso e ecológico da “Capital Cearense da Paleontologia”, como foi denominada oficialmente a simpática cidade de Santana do Cariri.

A guerra civil brasileira

No Brasil, vivemos – na prática – uma guerra civil. Basta ver que metade do tempo dos noticiários na televisão agora é ocupada com as notícias dessa guerra sórdida, silenciosa e perversa... São crimes hediondos, latrocínios, sequestros, arrastões, assaltos, tráfico de drogas, acidentes na selvageria do trânsito caótico... Que país é este? O que levou o Brasil a virar esse matadouro? No entanto, os políticos o Partido dos Trabalhadores–PT são contra a redução da maioridade penal (proposta apoiada por 93% da população brasileira), conforme as últimas pesquisas de opinião. Qual o interesse dos petistas em deixar impunes os marginais-mirins?

Santa ingenuidade

Enquanto a quase totalidade da população clama por leis penais mais duras, visando inibir a criminalidade que tomou conta do Brasil, o Ministro da Justiça, José Eduardo Martins Cardozo (PT-SP), fez questão de declarar à mídia ser contra a redução da maioridade penal porque “os jovens criminosos iriam mais cedo para a penitenciária e lá poderiam aprender mais sobre a criminalidade com os bandidos que ali se encontram presos”. No que foi apoiado publicamente pelos ministros Maria do Rosário, Gilberto Carvalho, além do prefeito de São Paulo, Fernando Hadad. A julgar pela lógica dos petistas, se soltassem todos os criminosos presos, a violência tenderia a diminuir no Brasil. Vade retro!

Igual a cantiga da perua

Mais de 70% dos brasileiros votam contra o desarmamento num plebiscito realizado anos atrás. Toda essa demonstração de revolta da população de nada adiantou. A bandidagem continua lépida e fagueira matando e tocando fogo em suas vítimas. Enquanto isso, a população vive trancada em suas casas, com medo da barbárie que tomou conta do Brasil.

O Monumento a Tristão Gonçalves pode vir para o Crato - Por: George Macário de Brito



FOTO DO MONUMENTO À TRISTÃO GONÇALVES
(No local onde Tristão foi encontrado morto. Santa Rosa, em Jaguaribe-CE)

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE:
O local foi coberto pelas águas do Açude Castanhão. Hoje, com a seca, o marco reaparece. Por certo, não deram a importância de resgatar este tesouro em tempo. Agora é a oportunidade!

SE O MUNICÍPIO DE JAGUARIBE OU O DE NOVA JAGUARIBARA NÃO QUISEREM E NÃO DEREM A DEVIDA IMPORTÂNCIA; ALÉM DE OS ÓRGÃOS DE PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO DO CEARÁ  NÃO DEREM O DESTINO ADEQUADO PARA O "MARCO DE TRISTÃO", RESGATANDO ESTE MONUMENTO DE TANTA IMPORTÂNCIA PARA A HISTÓRIA DO BRASIL, NÓS CRATENSES TEMOS A OBRIGAÇÃO DE IRMOS BUSCÁ-LO PARA NOSSO MUSEU HISTÓRICO!!!

HISTÓRIA DO CRATO:
 
No dia 31 de outubro de 1824, morreu em Santa Rosa, zona rural de Jaguaribe, em combate com os imperialistas, TRISTÃO GONÇALVES DE ALENCAR ARARIPE, Presidente do Ceará, na Confederação do Equador. Vencido, montou Tristão a cavalo e procurou fugir à sanha dos seus inimigos. Mas estes o alcançaram e o mataram barbaramente. Diz João Brígido que os assassinos pertenciam à gente de José Leão da Cunha Pereira, inimigo particular de Tristão.

Em "Data e Fatos para a História do Ceará", de Studart, lêem-se os seguintes trechos do punho do tenente-coronel Tomás Lourenço da Silva Castro:
QUEM ESCREVE AS LINHAS VIU SEU CADÁVER (de Tristão) EM PÉ, RECOSTADO SOBRE UMA JUREMA, QUE SE VIA DE UM LADO A OUTRO LADO COMO POR UM ÓCULO, OS BRAÇOS ABERTOS, A MÃO DIREITA GOLPEADA FICANDO SUSPENSA E CAÍDO POR TERRA, E COM OUTRO GOLPE SÔBRE A NUCA.

Fonte: EFEMÉRIDES DO CARIRI - De Irineu Pinheiro/ Imprensa Universitária do Ceará - 1963.

Por: George Macário de Brito
Site: O DEMOCRATO - www.blogdemocrato.blogspot.com.br




Crato - Previsão do Tempo - Começa a temporada do Frio na Cidade


Bom dia, Crato!





Hoje será um dia ensolarado, perfeito para um relaxante banho nos balneários da cidade. Nos últimos dias, as chuvas pararam, e a temperatura começou a cair. Crato registrou há 3 dias, seguidas madrugadas de até 24 graus. Comparado ao imenso calor dos últimos meses, de até 30 graus á noite, esta notícia vem como uma bênção. E a meteorologia ainda prevê chuvas para o período, portanto, aproveitemos o domingo de Sol. Bom descanso!


Crato:
Nascer do sol: 05h39 Pôr do sol: 17h29
Max 29º Min 21º
ESE
14km/h
91% 42%
Índice UV: Extremo
Sol com algumas nuvens. Não chove.

Fonte: INPE e GOES12


Que tal um cafezinho gostoso ? - Cafeteria DI CAFFÉ - No centro do Crato




Cafeteria DI CAFFÉ, localizada no Shopping Residence, no centro do Crato. Um local aprazível, que está cada vez mais se transformando no novo "point" para aquele bate-papo gostoso, e claro, saborear o melhor café da cidade. Nós que já éramos fãs de carteirinha do DI CAFFÉ, agora, mais do que nunca estaremos por lá encontrando os amigos. E aproveitando, deixo aqui o convite: Que tal tomar um delicioso café na DI CAFFÉ ?



O local mais aconchegante para você saborear um delicioso café... 


No centro da cidade, bem ali no Shopping RESIDENCE 


O novo "point" da cidade... 

DI CAFFÉ - Rua Santos Dumont, 38 - Shopping Residence Loja 8A
O mais aconchegante Café do Crato.

Divulgue sua Empresa na Internet
Blog do Crato - 200 mil visitas mensais - A Maior vitrine da Internet do Interior do Estado
www.blogdocrato.com

Militares perseguidos pela ditadura dizem que até hoje não foram completamente anistiados


Rio de Janeiro – Militares perseguidos pela ditadura militar deram hoje (4) depoimentos à Comissão Nacional da Verdade (CNV), em audiência pública na cidade do Rio de Janeiro. Entre os depoimentos de seis pessoas ouvidas hoje, o tom era de insatisfação com a aplicação da anistia aos militares punidos pelo regime de exceção que prevaleceu no país entre 1964 e 1985.

Os depoimentos ressaltaram que os militares punidos pela ditadura não tiveram a mesma anistia que aqueles que integraram o regime. As dificuldades vão da garantia de pensão para esposas e filhas até a possibilidade de ascender às patentes que companheiros de farda contemporâneos fiéis à ditadura conseguiram.

Além disso, eles reclamam que as Forças Armadas continuam tratando-os de forma diferenciada, como se fossem militares de segunda classe. “Continuamos discriminados e punidos. Não querem nos deixar voltar à condição de militar. Até hoje somos rotulados e mal recebidos nos quartéis. Você é olhado com desconfiança. Eles estão nos humilhando”, disse o capitão de mar e guerra Luiz Carlos de Souza Moreira.

Expulso da Marinha, quando era capitão-tenente em 1964, por trabalhar com almirantes leais ao então presidente da República João Goulart, Moreira disse esperar uma anistia completa, assim como os militares que permaneceram nas Forças Armadas. “Eu quero uma anistia ampla, geral e irrestrita como tiveram os torturadores”, ressaltou.

Para Paulo Cunha, consultor da Comissão Nacional da Verdade, a anistia deveria apagar o passado desses militares, mas não é o que ocorre. “Eles ainda são vistos como párias, como pessoas não muito bem-vistas. Muitos deles não têm nem herdeiros para deixar [pensões]. Eles só querem o reconhecimento de um direito”, declarou. A posição do Ministério da Defesa é não comentar sobre o assunto.

A audiência pública de hoje também serviu para que alguns militares fornecessem informações sobre episódios antes e durante a ditadura militar de 1964, como a chamada Operação Mosquito. A ação visava a impedir a posse de João Goulart como presidente da República depois da renúncia de Jânio Quadros, em 1961.

Segundo relato do coronel-aviador Roberto Baere, o plano era impedir que o avião que trazia Jango de Porto Alegre para Brasília, chegasse à capital federal. O então tenente do 1º Grupamento de Aviação de Caça da Base Aérea de Santa Cruz disse ter recebido ordens do comandante da base, tenente-coronel Paulo Costa (já morto), para preparar os caças a fim de abater o avião do vice-presidente.

Baere disse que ele e três colegas se recusaram a cumprir a missão e pediram para não ser incluídos nos planos de derrubada da aeronave. “Pedimos que ele não nos escalasse porque entramos nas Forças Armadas para defender a Constituição e não para agredi-la”, declarou.

A decisão de um jovem oficial de pouco menos de 30 anos de idade, segundo ele, foi o motivo para a expulsão da Força Aérea três anos depois, já durante a ditadura militar. “Fui sumariamente expulso, após 50 dias de prisão incomunicável, policiado na porta por um oficial portando metralhadora, como se fosse um marginal de alta periculosidade”, disse o coronel.

O suboficial Paulo Novais Coutinho foi expulso por se recusar a cumprir uma ordem superior, que, se levada a cabo, provavelmente ocasionaria um massacre. O então fuzileiro naval disse que, em 25 de março de 1964, foi enviado ao Sindicato dos Metalúrgicos, no centro da cidade, para dispersar uma reunião da Associação de Marinheiros e Fuzileiros Navais, considerada ilegal pelo comando da Marinha.

“O Conselho do Almirantado determinou que os fuzileiros navais fossem reprimir a manifestação. Eu era da companhia de polícia, então fomos, um pelotão de 39 homens, para reprimi-la. Lá, a assembleia estava em sessão em apoio ao presidente constitucional do país, João Goulart. Ao recebermos uma ordem [dos superiores] para evacuar a reunião a qualquer preço. Isso resultaria em um massacre. Então, botamos a metralhadora no chão, entramos no sindicato e apoiamos o movimento”, relatou o suboficial.

Segundo ele, sua atitude lhe rendeu a expulsão do Corpo de Fuzileiros Navais e oito meses de prisão. Ele disse que ficou incomunicável por sete meses e chegou a ficar detido por 30 dias no porão de um navio adernado.

 Agência Brasil


Governo quer fazer rota do mel para erradicar pequenos agricultores da pobreza


Brasília – O sertão nordestino descobriu uma nova vocação produtiva, a apicultura. Para incentivar os pequenos agricultores do Semiárido, a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) vai investir cerca de R$ 20 milhões no incremento da produção de mel na região.

Segundo a Codevasf, o investimento será feito até dezembro, em oito estados. A ideia é transformar a região em rota do mel, beneficiando os agricultores com uma alternativa de geração de emprego e renda, principalmente durante o período da seca. Os recursos objetivam ações estruturantes da atividade, como a implatação de 15 unidades de beneficiamento de mel, além do fornecimento de kits de produção e capacitação de produtores rurais do Semiárido.

As ações fazem faz parte do plano Brasil sem Miséria, eixo de inclusão produtiva nas rotas de desenvolvimento, voltado para as famílias com renda per capita até R$ 70 mensal. Segundo a gerente interina de Desenvolvimento Territorial da Codevasf, Izabel Aragão, o incetivo visa a retirar os agriculturores da situação de miséria. “Queremos tirá-los dessa situação de vulnerabilidade e dependência de bolsas sociais e incluirmos eles produtivamente”, disse.

A iniciativa da Codevasf ocorre em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Regional, do Ministério da Integração Nacional.

Agência Brasil



 

Nhá Chica: Igreja anuncia primeira beata negra do Brasil


Brasília – A Igreja Católica anunciou hoje (4) a beatificação de Francisca Paula de Jesus, a Nhá Chica. Ela é a primeira negra a ser declarada beata no Brasil. A solenidade foi realizada em Baependi, município mineiro que fica a 400 quilômetros de Belo Horizonte. A missa de consagração foi rezada no Santuário Nossa Senhora da Conceição, onde estão os restos mortais de Nhá Chica, e contou com a presença de autoridades do Vaticano, o governador de Minas, Antonio Anastasia e o secretário-geral da presidência da República, ministro Gilberto Carvalho, que representou a presidenta Dilma. O decreto de beatificação foi assinado pelo papa Bento XVI em junho de 2012. Em 2011, o Vaticano aprovou o registro de um milagre atribuído à beata.

A comissão de beatificação de Nhá Chica começou os trabalhos em 1989. Em 1991, o Vaticano deu a ela o título de Serva de Deus. O primeiro registro de milagre foi feito em 1995, por uma professora que diz ter sido curada de um problema congênito do coração na véspera de fazer a cirurgia. Em 2011, o papa Bento XVI aprovou as virtudes da religiosa e deu-lhe o título de Venerável. A comissão médica da Congregação das Causas dos Santos do Vaticano aprovou o milagre em outubro de 2011, concordando que não havia explicação científica para a cura da professora. A comissão de cardeais também confirmou o milagre em 2012.

Em nota divulgada ontem (3), a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) destacou que a beatificação de Nhá Chica tem um significado muito importante para a Igreja. Filha e neta de escravos, a beata era analfabeta e ficou órfã ainda na infância. Devota de Nossa Senhora da Conceição, viveu na pobreza e na simplicidade, e dedicou sua vida para servir as pessoas, especialmente na tarefa de escutar e aconselhar. Seu cuidado com os mais pobres rendeu-lhe o título de “Mãe dos Pobres”.

Francisca de Paula de Jesus nasceu no distrito de Santo Antônio do Rio das Mortes, em São João Del Rey (MG) e foi morar em Baependi ainda pequena com a mãe, uma ex-escrava, e o irmão Teotônio. Em 1818, Nhá Chica, então com dez anos de idade, perde a mãe, que deixa também o filho Teotônio, com 12 anos. Ainda na juventude, era procurada para dar conselhos, fazer orações e dar sugestões para pessoas que lidavam com negócios na cidade.

Segundo o site dedicado à beatificação de Nhá Chica www.nhachica.org.br, a fama de santidade se espalhou e as pessoas começaram a visitar Baependi para conhecê-la, conversar com ela e pedir orações. Nhá Chica morreu no dia 14 de junho de 1895, aos 87 anos.

Da Agência Brasil


 

MERCADINHO MATOS - A Certeza da Boa Compra !


EMPRESA RECOMENDADA PELO BLOG DO CRATO

O Mercadinho Matos firmou-se na cidade como um locais preferidos pelos Cratenses para fazerem as suas compras. Bons preços, excelente atendimento, e variedade. Produtos sempre novos, longe do prazo de vencimento. Tudo em: Cereais, enlatados, perfumaria, biscoitos, bebidas e frios em geral. MERCADINHO MATOS - O Prazer de comprar bem pelo melhor preço da cidade, com entrega em Domicílio. Rua Dr. João Pessoa, 73 - Fone (88) 3521-3893 - Crato - CE.

Excelentes Preços e variedade de produtos





E você ainda conta com Banco Popular para pagar as suas contas




mercadinho matos

Mercadinho Matos - Em Crato, A Sua melhor Compra !
Rua Dr. João Pessoa, 73 - Fone: (088)-3521-3893


Inscrições abertas para oficina de Literatura de Cordel


Com o objetivo de despertar o interesse e proporcionar o conhecimento sobre a Literatura de Cordel, a Unidade Crato do Sesc realiza, de 6 a 10 de maio, oficina de Literatura de Cordel. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até a segunda-feira (6), na Biblioteca da Unidade. As vagas são limitadas.

Os encontros acontecem das 18h às 21h, com informações sobre rimas e métricas para a construção de um folheto de cordel. Após a oficina, todos os participantes receberão certificação.
 
SERVIÇO
Inscrições para oficina Literatura de Cordel
Local: Biblioteca - Unidade Juazeiro do Norte do Sesc (Rua da Matriz, 227)
Datas: Até 6 de maio
Horário: 8h às 21h
Informações: (88) 3512.3355

Oficina Literatura de Cordel
Local: Biblioteca - Unidade Juazeiro do Norte do Sesc (Rua da Matriz, 227)
Datas: 6 a 10 de maio
Horário: 18h às 21h
Informações: (88) 3512.3355
:::Gratuito:::

www.sesc-ce.com.br


Projeto Reciclação realiza atividade interativa próxima segunda-feira, em Crato


A Secretaria de Meio Ambiente do Crato (SEMAC), por meio do Núcleo de Educação Ambiental, vem desenvolvendo ações que promovem a consciência ambiental e promovem a preservação do Meio Ambiente. Nesta segunda-feira, dia 6 de maio, a partir das 16 horas, a SEMAC juntamente com a Associação dos Agentes Recicladores (ARC) do Crato e o Projeto de Reabilitação Vida Livre (PREVIL), com o apoio das Secretarias de Educação e Assistência Social realizam a campanha Reciclação no bairro Mirandão.

A campanha Reciclação tem o objetivo de mobilizar os bairros do município para participarem da coleta seletiva. Toda segunda-feira, em um bairro, as casas serão visitadas por um agente reciclador que irá coletar o material separado como: plástico, papel, vidro, ferro, caixa de leite e latinha.

O secretário de Meio Ambiente do Crato, Stephenson Ramalho, afirma que, com essa iniciativa,  existirá uma contribuição muito importante para a qualidade ambiental da cidade. Além disso, segundo ele, viabiliza o sustento de um reciclador e coopera com a recuperação dos jovens do Projeto de Reabilitação Vida Livre, que cuida de jovens dependentes de drogas. Ele ainda ressalta a importância da participação da comunidade nessa campanha, que prima pela consciência e educação ambiental.

Fonte: PMC



Edições Anteriores:

Outubro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31