xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 23/04/2013 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

23 abril 2013

A consciência alimentar - Por: Emerson Monteiro


Na nossa civilização do lucro a qualquer preço, existe uma máquina, que funciona de carga toda, em busca e manutenção de consumidores alienados, aonde quer que cheguem, costume desenfreado que denominaram marketing, ou a ciência do mercado.
Essa prática fria explode e rasga os olhos em todo quadrante, por vezes não considerando os valores comezinhos da ética mais elementar.

Vender, vender, vender, eis a palavra de ordem, repetida até na exaustão, ou nas doenças e na morte dos desavisados compradores compulsivos, aqueles mesmos cidadãos comuns em demanda dos seus inalienáveis direitos à tortura.

No que concerne aos produtos próprios do lazer, a coisa passa dos mesmos limites e prejudica o bolso e o tempo gasto no seu uso. Porém quanto à alimentação cidadã, os danos crescem cada ano por dentro do organismo do freguês e consequências invadem o prazer da vida, e entornam o bem-estar, a saúde indispensável e o estrago se completa no desaparecimento do valor maior da existência.

Fala-se de boca cheia no conhecimento qual gênero de primeira necessidade, porque dele vem o discernimento, isto é, a capacidade administrativa de selecionar o que se precisa, no caso do alimento que nutrirá o corpo.

Escolher alimentos sadios, quais verduras sem agrotóxicos, lacticínios sem aditivos químicos, cereais integrais, açúcares menos tóxicos, frutas da estação, produtos não genéricos, e usá-los nas proporções ideais a se sentir nutrido longe da saturação, numa digestão certa, dar-se-á como hábitos fundamentais de saúde em corpo sempre disponível e livre de doenças. A prática médica pessoal e preventiva de primeira hora ausenta dos atropelos da obesidade, mal crônico, sobretudo nos países ricos e consumistas.

Portanto, inúmeros achaques físicos e psíquicos serão abafados logo no nascedouro, quando adotados mínimos cuidados alimentares, simples e corretos, enquanto estudos da ciência desenvolvem novas orientações saneadoras da fome industrial, em vigilância aos excessos da fome comercial que avassala meios de comunicação de massa em forma de publicidade enganadora.

A consciência alimentar, por isso, minimizará muitas dores nos que a adotam por método seletivo qual norma de boa conduta pessoal e maior sabedoria. Melhor prevenir do que só remediar.

Notas da 2ª feira (Armando Rafael)

A Santa do Cariri

Monsenhor Vitaliano Mattioli, postulador da causa de beatificação da Serva de Deus Benigna Cardoso da Silva (ilustração acima), estima que até setembro a documentação sobre o processo da menina-mártir – no âmbito da Diocese de Crato – estará concluída. Naquele mês, monsenhor Mattioli viajará a Roma para fazer entrega da documentação à Sagrada Congregação para a Causa dos Santos.

Quem foi Benigna

Nascida em Santana do Cariri, em 1928, Benigna Cardoso da Silva já aos 12 anos começou a ser assediada pelo jovem Raul Alves, morador do distrito de Inhumas. As propostas de Raul sempre foram rejeitadas pela menina. Depois de várias tentativas sem sucesso, no dia 24 de outubro de 1941, Raul tentou violentar Benigna. Esta resistiu bravamente, o que levou o assassino a golpeá-la seguidas vezes com um facão. A partir da morte da menina, a população de Santana do Cariri iniciou uma devoção espontânea à Benigna. A causa da beatificação – no âmbito diocesano – foi iniciada em 2011 e já em janeiro de 2013 o Vaticano concedeu autorização oficial para prosseguimento do processo de beatificação daquela que ficou conhecida como A Mártir da Castidade.

Padre escritor




O padre Sebastião Monteiro, pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus da Palmeirinha (distrito de Juazeiro do Norte), foi ordenado há 4 anos. Jovem, nascido em Nova Olinda, padre Monteiro vem de publicar seu primeiro livro: Curados no amor do Pai, edição da Palavra e Prece Editora, de São Paulo. A obra é um caminho de cura interior para pessoas angustiadas, obra  indicada para estes tempos difíceis que vivemos.

PiG–Partido da Imprensa Golpista 1

Os petistas e seus companheiros de viagem têm razão de não gostar da imprensa livre. As noticias divulgadas pela mídia a cada dia desmoralizam as propagandas oficiais. Vejam só o que publicou o “Estadão” nesta 2ª feira, dia 22: “Sete anos depois de o ex-presidente Lula ter anunciado com estardalhaço a autossuficiência do Brasil em petróleo, o País precisa importar combustível para suprir a demanda interna. Por causa da gestão que o governo do PT impôs à Petrobrás, a autossuficiência durou pouco e sua reconquista demorará. Como admite a empresa, ela só será novamente alcançada em 2020, em termos plenos (incluindo derivados)”.

PiG–Partido da Imprensa Golpista 2

E continua o “Estadão”: “Como outros grandes atos do governo petista, a autossuficiência anunciada por Lula - com as mãos sujas de óleo, imitando o gesto com que, décadas antes, Getúlio Vargas comemorara a descoberta do primeiro poço da Petrobrás - no dia 21 de abril de 2006, na inauguração da Plataforma P-50, a 120 quilômetros do litoral fluminense, foi tema de intensa campanha publicitária. "Quando a Petrobrás foi criada, muitos não acreditavam que fosse viável", disse, em comunicado, o então presidente da empresa, José Sérgio Gabrielli. "O fato é que, 53 anos depois, ela conquistou a autossuficiência para o Brasil."

A ver navios

“A construção da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, é uma espécie de síntese da política da Petrobrás na área de refino durante a gestão Lula. Para agradar ao então presidente bolivariano da Venezuela, Hugo Chávez, seu aliado político, o ex-presidente brasileiro colocou a estatal venezuelana PDVSA como sócia (com 40% de participação) da Refinaria Abreu e Lima. A sócia não investiu nenhum tostão na obra, que está muito atrasada e cujo custo, inicialmente orçado em US$ 2,3 bilhões, não ficará em menos de US$ 18 bilhões”. (È isso mesmo que você leu: dos 2 bilhões de dólares previstos para a construção da refinaria – se ela  for feita – ficará por 18 bilhões de dólares)

A bem da verdade

“A autossuficiência de fato, incluindo petróleo bruto e derivados, só será alcançada em 2020, quando, de acordo com seu planejamento estratégico, a Petrobrás estará produzindo 4,2 milhões de barris de petróleo por dia, terá capacidade de refino de 3,6 milhões de barris/dia e o consumo interno será de 3,4 milhões de barris/dia”.

A humildade - Por Magali de Figueiredo Esmeraldo


Não é fácil o ser humano praticar a humildade. De acordo com o Dicionário de Aurélio, a palavra "humildade" é uma virtude que nos dá o sentimento da nossa fraqueza. O mundo é composto por seres imperfeitos  que colocam a soberba em primeiro plano. Com raras exceções, observamos que a maioria das pessoas se acham superiores às outras. Agem como se fossem desprovidas de humildade. E as mais humilhadas são as mais pobres, as que têm uma profissão mais simples e as que são vítimas de preconceitos. Os filhos de Deus excluídos da sociedade são o que mais sofrem  em conseqüência da maldade humana, da ambição e da arrogância.  É um comportamento deplorável  agir com superioridade para  com os outros.

Sabemos que todas as nossas qualidades: inteligência, capacidade, e talentos são dons de Deus.  E o que faz o ser humano humilde? É não deixar a arrogância e a vaidade tomar conta da nossa pessoa, achando que toda a competência foi conseguida por nós mesmos. Em vez disso, para praticar a humildade é necessário agir com gratidão para com Deus, pois tudo veio Dele. Além do mais o homem tem que ter consciência do que é, dos seus limites e da suas imperfeições.

Quando lemos a Bíblia, reconhecemos que o maior exemplo de humildade para nós, é Jesus Cristo. Quanto mais nos aprofundamos no evangelho, notamos o quanto ele testemunhou, que sua força procede sempre da sua dependência ao Pai. Vejamos o que diz Jesus no evangelho: "Eu não posso fazer nada por mim mesmo. Eu julgo conforme o que escuto, e o meu julgamento é justo, porque não procuro  fazer a minha vontade, e sim a vontade daquele que me enviou". (Jo 5,30 ). São muitas as citações bíblicas que nos dão a dimensão da prática da humildade de Jesus. E de como ele queria que seus seguidores também praticassem a humildade. Os discípulos se aproximaram de Jesus e perguntaram: "Quem é o maior no Reino do Céu?" Jesus chamou uma criança, colocou-a no meio deles e disse: "Eu lhes garanto: se vocês não se converterem e não se tornarem como crianças, vocês nunca entrarão no Reino do Céu. Quem se abaixa e se torna como essa criança, esse é o maior no Reino do Céu". ( Mt 18, 4 ). No tempo de Jesus tanto uma criança de menos de doze anos, como um empregado eram desconsiderados socialmente. Portanto a palavra que é usada para criança, pode também significar empregado. É uma palavra que simboliza os pobres, os fracos,  os que são injustiçados pela sociedade. O que Jesus quer dizer é que se nos tornarmos como uma criança, abandonaremos as ambições e serviremos ao nossos irmãos sem nenhum interesse e com muita humildade. "Quem se eleva será humilhado, e quem se humilha será elevado". (Mt 23, 12 ). Entendemos que na nova  comunidade de Jesus, todos devem servir como irmãos, amando-se mutuamente e reunidos em torno de Deus que é Pai, e de Jesus que veio para servir. Ele critica a classe dominante que  transformando o saber em poder, oprime o povo.

Um fato que muito me sensibilizou e que causou a admiração de muita gente, foi o gesto de humildade do Papa Francisco. No dia da sua aclamação, quando apareceu na janela do Vaticano, antes de abençoar as pessoas, ele abaixou a cabeça e, pediu que todos rezassem por ele. Gesto bonito de quem  reconhece suas limitações e sabe que precisa daquelas preces para que Deus derrame todos os dons de que ele precisará para orientar o seu rebanho. Podemos reconhecer que, ele procurou seguir o exemplo de Jesus. 

O que Jesus quer é que pratiquemos a humildade, pois só assim poderemos servir aos nossos irmãos. Em Colossenses, o Apóstolo Paulo nos faz  refletir e nos impulsiona para os bons sentimentos, como é a vontade de Deus. Ele diz: "Como escolhidos de Deus, santos e amados vistam-se de sentimentos de compaixão, bondade, humildade, mansidão, paciência. Suportem-se uns aos outros e se perdoem mutuamente, sempre que tiverem queixa contra alguém".( Cl 3, 12 ). Já nas cartas de Tiago poderemos refletir o seguinte versículo: "Quem é sábio e inteligente entre vocês? Pois então, mostre com boa conduta que suas ações são de uma sabedoria humilde".( Tg 3, 13 ). Essa pequena citação nos mostra que as pessoas não devem se apresentar como se soubessem de tudo. O verdadeiro sábio é aquele que nunca para de aprender. A vida nos ensina que quem pratica a humildade é um verdadeiro aprendiz. Não é o que se aprende em livro que torna a pessoa sábia, mas a disposição de buscar a verdade nos outros



Por Magali de Figueiredo Esmeraldo

Papa Francisco afirma que está preocupado com a Venezuela

Foto Gustavo Kralj / Gaudium Press 
Cidade do Vaticano (Segunda-feira, 22-04-2013, Gaudium Press) - O Papa Francisco fez uma chamada de atenção durante o Regina Coeli de domingo, diante da situação política pela qual atravessa a Venezuela. O Papa disse que está preocupado e convidou os venezuelanos e as autoridades a buscar as vias pacíficas para superar as dificuldades.
Estas foram as palavras do Papa Francisco:
"Sigo com atenção oque está ocorrendo na Venezuela. Acompanho com viva preocupação, com intensa oração e com a esperança de que sejam buscadas e encontradas vias justas e pacíficas para superar o momento de grave dificuldade em que o país está atravessando. Convido o querido povo venezuelano, e de modo particular aos responsáveis institucionais e políticos a rechaçar com força qualquer tipo de violência e a estabelecer um diálogo baseado na verdade, no mútuo reconhecimento e na busca do bem comum e no amor pela nação nação".
O Cardeal venezuelano Jorge Urosa agradeceu ao Papa as orações por seu país e afirmou que "a Conferencia Episcopal se oferece como uma espécie de elemento de mediação para propiciar este diálogo". (JS)

A Verdade Nua e Crua -- por Hélder Macário



    Os médios proprietários rurais do nordeste, assim considerados, porque possuem um pouco mais de terra do que os pequenos e muito menos do que os grandes, se comparados aos pequenos, mesmo que a diferença ente as áreas de terra que possuem seja a favor dos médios, o que, aqui, não significa nada. A diferença entre eles mesmos, passa a ser a favor dos pequenos, por terem direito a benefícios do governo que os médios não têm. 
Além de terem que enfrentar muitas dificuldades, como por exemplo, não terem mais quem os ajude na luta do dia a dia, pois quem fazia isso, praticamente desapareceu, foi morar nas cidades onde experimenta muitas mudanças, a que não está acostumado, pelas quais se empolga e, descuidando-se, acaba de alguma maneira, expondo sua própria família a certos desmandos. 
Como, por exemplo, a sua filha ganhar uma gravidez, o que seria motivo de muito ressentimento, mas, talvez, estimulada por um benefício, aqui chamado “vale-bucho”, que o governo concede por qualquer criança que nasce, ela acaba favorecendo à família, aumentando a sua renda, aumentando, também, a sua própria família, o que a faz passar a receber outros benefícios, embora, aumente, também, a natalidade o que, muitos países estão desestimulando, a bem da própria vida no planeta.

    Essas pessoas quase nem trabalham mais. Se, ainda, não estão aposentadas, o que têm direito e seu ex-patrão tem obrigação de fornecer atestado do seu tempo de serviço, ao Funrural, elas já recebem bolsas e mais bolsas do governo, sem que, para isso, tenham que fazer nada, apenas dar a entender, ao mundo que, não são mais pobres.

    Isso, as faz felizes e, algumas, até zombam do ex-patrão se o virem, tendo que fazer o que elas faziam, ocupando o seu lugar na lida, sem a possibilidade de receber qualquer benefício do governo, nem mesmo aposentar-se, salvo se contribuir, como autônomo junto ao INSS ou, se exercer, uma outra qualquer atividade.

    Outra dificuldade que os médios proprietários enfrentam, muitas vezes, numa luta inglória, é a trazida pela seca que dizima quase tudo, quando vem, como a que, agora, por mais de ano, castiga a região, se bem que, embora, tardiamente, tenha chovido em alguns lugares, mas, de qualquer maneira, até mesmo em alguns desses lugares, ela já tinha levado de roldão, muito do que muitos tinham como animais, dos quais, muitas cabeças já morreram, algumas, de quem dispunha de mais recursos, foram levadas para lugares distantes, outras, foram vendidas a preço irrisório com o intuito de gastar o apurado em rações caríssimas, para salvar outras que, se não morreram estão em valor muito alto, e que se expostas à venda, só o mesmo preço irrisório prevalecerá.

As plantações se destroçaram, o pequeno açude, há muito secou, a propriedade de muitos, o único bem e meio de atividade, sem render nada, não tem mais nenhum valor, a fé a esperança, a devoção, já estão se esvaindo. Persiste a frustração pela quase absoluta falta de ajuda, principalmente dos políticos, frustração também, por saberem que muitas pessoas que, mesmo sem jamais terem contribuído para nenhum instituto, conseguem aposentadoria e eles não, apesar de serem cadastrados no ITR, no INCRA e muitos terem contribuído para um tal Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural, como empregador (vinculado ao Ministério da Previdência e Assistência Social) que deverá estar extinto, pois, há muito, ninguém recebe cobrança de contribuições.
Resta em todos, a tristeza que, é irremediável, a certeza de que, nunca mais terão de volta, o que perderam, chova ainda o que chover e a dúvida imensa do que será feito de tantos, daqui para frente.

    Quem sabe existisse uma maneira que os políticos usassem para amenizar situação tão difícil, a final de contas, eles são tantos, deverão ter tanto peso junto ao governo já que representam a região do país, onde há maior número de estados. Mas apesar de verem na imprensa, imagens tristes, mas reais, até parece que eles não reconhecem a veracidade de tudo, tal é o desinteresse em socorrer os envolvidos.

    É vergonhoso o que disse no jornal, um dia desses, a jornalista Mirian Leitão: “é difícil encontrar algo mais antigo na República do que o TRUQUE de os políticos “explorarem” o drama da seca do nordeste. O Departamento Nacional de Obras Contra as Secas foi inaugurado em 1909. Tem portanto um século.  Uma vasta seca volta a machucar áreas do nordeste provando que um século não é bastante”.

    Realmente, em um século, não tivesse havido tantos truques, artimanhas como disse a jornalista, mas sim, interesse, perseverança, boa vontade em resolver, de uma vez por todas, o tão grande problema com, a sabidamente ÚNICA SOLUÇÃO, a nossa tão sonhada transposição de águas de outras regiões do país, não estaríamos, agora, castigados por uma das maiores secas de todos os tempos, quando desta vez, não há truques, mas omissões, o drama é real, muitas famílias empobreceram e, nada trará de volta o que ela já levou.
    Não serão cisternas que, em muitos lugares nem poderão ser cheias, nem poços que nem todos serão producentes, que irão resolver o problema de quem “está no fundo do poço” como muitos estão.
    Serão necessárias medidas muito mais eficazes que só o governo poderá, mas deverá, acima de tudo, avaliar e adotar, com urgência.

    Porque não pensar, também, em conceder o mesmo que já concede a tantos que jamais contribuíram para qualquer instituto, uma mesmo não tão grande, mas fixa e certa Aposentadoria?


Ipece lança estudo sobre exportações cearenses nos últimos 10 anos


Porto_do_Pecm_7
“Dinâmica das Exportações Cearenses nos Últimos Dez anos” – Uma Avaliação dos Principais Setores” é o tema abordado pelo Ipece Informe nº 58 (abril de 2013), que será lançado nesta terça-feira (23), às 14h30min, na sala de reuniões do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), no Edifício da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), 2º andar, no Centro Administrativo Governador Virgílio Távora, no bairro Cambeba.
O novo trabalho, segundo o diretor Geral do Instituto, professor Flávio Ataliba, apresenta o comportamento dos principais setores e atividades cearenses exportadoras nos últimos dez anos, comparando com o desempenho das exportações brasileiras. As estatísticas evidenciam que as exportações cearenses vêm crescendo nos últimos anos 10 anos.
O documento, que traz também a localização espacial das empresas exportadoras relacionadas aos setores e atividades analisadas no trabalho, foi elaborado por Ana Cristina Lima M Souza; Alexsandre Lira Cavalcante e Débora Gaspar Feitosa, tendo como coladores os estagiários Roberto Bruno Pessoa e Rayssa Alexandre Costa.
Assessoria de Imprensa do Ipece

Governo vai reduzir tributo do etanol para forçar queda da gasolina


CombustivelO governo decidiu praticamente zerar a cobrança de PIS/Cofins sobre o combustível
Na tentativa de resgatar a competitividade do etanol, diminuir a importação de gasolina e baixar os preços das bombas, o governo federal vai reduzir a carga tributária e o prazo de compensação de crédito para o setor sucroalcooleiro.
As principais medidas foram apresentadas na noite desta segunda-feira (22) pela presidente Dilma Rousseff a representantes do setor, que há anos pleiteava um pacote de incentivo. Elas devem ser detalhadas pelo Ministério da Fazenda nesta terça-feira (23). Durante a reunião que durou mais de 2 horas, Dilma pediu que, em contrapartida ao pacote ofertado pelo governo, o setor aumente os investimentos.
Como a Folha de S.Paulo antencipou, dando continuidade à política de desonerações para tentar conter a inflação e aumentar a competitividade de diferentes setores, o governo decidiu praticamente zerar a cobrança de PIS/Cofins sobre o combustível, atualmente equivalente a R$ 0,12 por litro de etanol, ou R$ 48,00 por metro cúbico.
No entanto, representantes do setor alegam que a desoneração, por si só, não resolve por completo o problema da rentabilidade, agravado nos últimos anos. O governo, por sua vez, pretende estimular a produção de etanol, preterido diante dos melhores preços do açúcar no mercado mundial.
Gasolina
Além de forçar a redução do preço da gasolina nos postos, o governo quer, com as medidas anunciadas, diminuir a importação de gasolina ao aumentar a oferta de álcool no mercado.
A política de desonerações de Dilma se transformou na principal ferramenta para tentar conter a inflação e estimular a competitividade. A lista de setores beneficiados com a redução da carga tributária só cresce.
As desonerações, contudo, têm como efeito colateral a redução do superavit primário, espécie de poupança para pagamento dos juros da dívida pública. Para reduzir o esforço fiscal e aumentar os próprios gastos governo decidiu abater as desonerações da meta de superavit para 2013.

Estabelecida pela lei orçamentária, a meta de 3,1% do PIB (Produto Interno Bruto) corresponde a R$ 155 bilhões em 2013. Desse total, o governo federal economizar R$ 108,1 bilhões, mas já foi autorizado a abater desse valor as desonerações e os investimentos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), que juntos somam R$ 65,2 bilhões. Ou seja, na prática, a meta foi reduzida para R$ 42,9 bilhões, ou 0,9% do PIB.
FolhaPress 

Ceará tem carência de 122 juízes


Advocacia1
A situação de falta de juízes no município de Icó (a 358 quilômetros de Fortaleza), conforme mostrado ontem pelo O POVO, não é um caso isolado. O problema se verifica em praticamente todo o Estado, sendo que alguns municípios estão há meses sem magistrados em suas comarcas. De acordo com a Associação Cearense de Magistrados (ACM), atualmente há carência de 122 juízes no Ceará.
O Estado está dividido em nove zonas judiciais, cada uma com número diferente de comarcas. Em todas há déficit de juízes. Segundo o presidente da ACM, Ricardo Barreto, a situação mais delicada no momento se encontra na 9ª Zona, de Crateús, onde 22 das 28 vagas estão ociosas. “Existe uma forte preocupação com Crateús e suas comarcas adjacentes, tendo em vista o grande vazio de juízes na região e a complexidade própria daquela área do Estado”, afirma Barreto.
Outro quadro grave está no Centro-Sul. Na 2ª Zona, de Iguatu, há 25 cargos de juízes, mas somente sete estão preenchidos. Em Sobral, no norte do Estado – área da 7ª Zona – são 36 cargos, dos quais 14 estão vagos. Neste cenário, magistrados passam a responder por mais de uma comarca ao mesmo tempo, gerando aumento de tempo na resolução dos processos. “Assim o cidadão não vê o processo avançar e perde a confiança na Justiça”, afirma o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – secção Ceará (OAB-CE), Valdetário Monteiro.
Segundo ele, a falta de juízes implica diretamente na morosidade da Justiça e isso, em determinados municípios, acaba motivando os cidadãos a se utilizarem de meios violentos para “fazer Justiça”. Nessa situação, diz Valdetário, os advogados também são prejudicados, pois se veem atados em sua tarefa de intermediação. “Acaba sendo um dano à sociedade, à advocacia e à Justiça”, pontua.
O problema da falta de juízes no Interior se agravou nos últimos quatro anos, quando a estrutura do Judiciário na Capital foi ampliada. Nesse processo, magistrados que estavam nas comarcas do Interior foram chamados para as varas de Fortaleza, gerando desfalque nos demais municípios. Na última quinta-feira, 18, o Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE) homologou o concurso para juiz substituto. Foram aprovados 38 candidatos, para 25 vagas, com formação de cadastro de reserva.
O POVO

VIII Festival da Música Instrumental


Festivalmusicainstrumental
30 de abril a 04 de maio, 18h30, CCBNB – Cariri
Entrada: Gratuita

PROGRAMAÇÃO
30 de abril
18h30 – Thiago Almeida Trio (CE)
19h50 – Armandinho

01 de maio
17h – Bate Papo com Armandinho
18h30 – Rivotrill (PE)
19h50 – Xisto Medeiros (PB)

02 de maio
18h30 – Caninga Trio (RN)
19h50 – A La Sax Quarteto (AL)

03 de maio
18h30 – Chiquinho França (MA)
19h50 – Quarteto Bumba Trio (PI)

04 de maio
18h30 – Viola de Arame (BA)
19h50 – Café Pequeno (SE)



Releases
Caninga Trio (RN)
Formado em 2006, o Caninga Trio surge com a proposta de desenvolver um repertório instrumental voltado para uma formação pouco comum. O sax de Heleno Feitosa (Costinha), a guitarra de Manoca Barreto e o baixo de Mário Cavalcanti “Primata”, executam temas autorais e arranjos próprios da música popular e instrumental.

Thiago Almeida Trio (CE)
Pianista, compositor, arranjador. Músico autodidata, Thiago Almeida integra o quarteto cearense Marimbanda e já tocou ao lado de Raimundo Fagner (CE), Arthur Maia(RJ) e Breculê (CE). Promete o seu primeiro disco solo para 2013, intitulado Forró Real. No show, é acompanhado pelos músicos Miquéias dos Santos (baixo) e Wladimir Catunda (bateria).

À La Sax Quarteto (AL)
No repertório, Pixinguinha e Tchaikovsky, entre outros gênios da música. Idealizado pelo professor e maestro Almir Medeiros. Além do próprio, o grupo é composto pelos instrumentistas alagoanos Aldo Nicolau, no sax alto e flauta, Elizaubo Wandemberguer, no sax tenor e clarinete, e Elizio Goethe, no sax barítono.

Chiquinho França (MA)
Chiquinho França é o que se pode chamar de “um artista completo”. Canta, compõe, produz e toca virtuosamente. No show, é acompanhado pelos músicos Luiz Jr (violão) e Carlos Pial (percussão). Seu último trabalho, o DVD Chiquinho França, intitulado “Solos”, foi gravado ao vivo no Teatro Arthur Azevedo, na sua terra natal.

Quarteto Bumba Trio (PI)
O forte sotaque jazzístico possui intenção de retratar, por meio de sonoridades, a diversidade cultural que há em nosso país. O grupo existe desde 2004 e já participou dos mais importantes festivais de música instrumental do Nordeste. É formado pelos músicos Flaubert Viana (Sax); Rafael Viana (Bateria) e Thiago Cabral (Piano) e Valdir Coyote (Contrabaixo).
Xisto Medeiros (PB)
Natural de Patos (PB), é da terceira geração de músico da família Medeiros. Contrabaixista, arranjador, compositor e produtor, iniciou seus estudos musicais sob a orientação do seu tio João Linhares e do professor Hector Rossi. No show considerado dinâmico e divertido, é acompanhado por seus irmãos Hélio Medeiros (teclado/piano) e Hermes Medeiros (bateria/percussão).

Café Pequeno (SE)
O terceto surgiu em 2005. É composto pelos músicos Pedrinho Mendonça (Percussão), Júlio Rêgo (Gaita) e Guga Montalvão (Violão). Os sergipanos têm o repertório marcado por músicas da MPB e do choro instrumental, além de composições próprias. Atualmente o grupo está em estúdio preparando seu mais novo álbum.

Rivotrill (PE)
O trio formado por Júnior Crato (flauta, saxofone, teclado), Lucas dos Prazeres (percussão) e Rafael Duarte (contrabaixo) tem mostrado criatividade e inovação em suas composições, estabelecendo sua posição como um dos talentos excepcionais da música instrumental brasileira. Em suas performances, despertam um olhar diferenciado sobre a música.

Viola de Arame (BA)
O grupo formado pelos músicos Júlio Caldas, Cassio Nobre e Ricardo Hardmann, faz um show de um gênero musical que pode ser classificado ao mesmo tempo como “regional” e “universal”. Nele, a viola de 10 cordas – também chamada “viola caipira” ou “viola de arame” – é a principal atração.

Armandinho (BA – Convidado especial)
Bate-papo em Juazeiro do Norte (CCBNB): 01/05, às 17h.
Filho de Osmar Macêdo, músico e idealizador do trio elétrico, e integrante do grupo A Cor do Som. Já se apresentou ao lado de músicos como Raphael Rabello, Moraes Moreira, Yamandú Costa, entre outros. No show, além de tocar sua guitarra baiana e bandolim, é acompanhado pelos músicos Júlio Leony (baixo) Yacoce Costa (teclado) e Márcio Diniz (bateria) e Magno Stanchi (percussão).

Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30