xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 18/04/2013 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

18 abril 2013

Homenagem ao Padre Vieira - Por Antonio Morais



Dez anos depois de seu desaparecimento, Padre Antônio Batista Vieira  será homenageado  em Várzea-Alegre sua terra natal. Nada mais justo. Diante de tão magnânimo acontecimento lembrei-me de dois  episodios do meu conterrâneo.

Em 1989, estava presidente do Lions Clube de Crato Centro e, recebi a visita do Padre que  me pedia coordenar uma reunião com todos os clubes de serviços da cidade para ele expor  seu projeto de defesa do Jumento. O encontro foi realizado em minha casa com  grande participação.

Já em 1986, o então governador do Ceara Gonzaga Mota foi a casa  do Padre Vieira exclusivamente  convidá-lo para ser  candidato a senador na chapa majoritária, uma nomeação.  Recebeu como resposta um tremendo não, com a presente justificativa:  daqui há dez anos ninguem saberá quem foi o senador. Eu vou escrever um livro e vou me eternizar. 

Quem sabe dizer quem foi  o senador, quem lembra o nome?

Prefeito do Crato defende a saída da EXPOCRATO e a área ser dividida entre Urca e Município - Por: WIlson Rodrigues



O governo do Ceará não esqueceu a idéia de construir um novo parque para a Exposição Agropecuária do Crato, apenas o projeto foi retirado da pauta das prioridades, deixando o município na iminência de perder um investimento de 40 milhões de reais. A declaração foi do secretário das cidades e deputado estadual, Camilo Santana que sugeriu ao governador Cid Gomes uma reunião com a reitora da Universidade Regional do Cariri, o prefeito municipal cratense, vereadores, representante da Associação dos Criadores, o presidente do grupo gestor da Expocrato, o secretário de desenvolvimento agrário do Ceará e os deputados que representam o município. Garantiu Camilo que Cid Gomes ficou de definir a data do encontro e garantiu que o patrimônio permanecerá no Crato, sendo em outro local e a área onde é hoje realizado o evento será doada a URCA para os seus novos investimentos, dentro de uma visão moderna, institucional e de parcerias. Por outro lado o governador Cid Gomes disse que não vai brigar com a população e nem se incompatibilizar com ninguém para construir um empreendimento que é de total interesse coletivo do município, mas admitiu voltar a conversar sobre o assunto. A reitora da Universidade Regional do Cariri, Antonia Otoniti Cortez lamentou que, na época do lançamento da idéia, houve distorção deliberada de alguns cratenses sobre a questão que acabou prejudicando a Exposição Agropecuária e a URCA.

A reitora explicou que a Universidade Regional do Cariri tem dois interesses na transferência da EXPOCRATO para outro local. O primeiro é o ganho comum de toda instituição que quer ver o desenvolvimento do Crato e do Cariri. Para Otonite, do jeito que está e onde está a EXPOCRATO não atende mais as atividades para as quais ela foi criada porque o local não comporta por falta de espaços, infraestrutura e vias de acessos congestionados. O segundo interesse na visão da reitora é que, a URCA precisa se expandir porque nos seus poucos espaços já foram ocupados por laboratórios, restaurantes, sede do geoparque, sede do mestrado de bioprospecção, residência universitária e por ultimo o ginásio poliesportivo e está com três milhões e 500 mil reais guardados a espera de uma definição para construir o centro de ciências biológicas da saúde e não foi ainda viabilizado por falta de áreas disponíveis. Finalizando a reitora Otoniti chamou a atenção para a oportunidade que o Crato está tendo, de ganhar um grande parque de exposição com moderna infraestrutura e que consiga abrigar todas as atividades, não sendo preciso permanecer espremida e contida.

O prefeito do Crato, Ronaldo Gomes de Matos, semana passada esteve em Fortaleza se encontrando com o secretário do desenvolvimento agrário, Nelson Martins, tratando do assunto e apresentou a proposta de construir um novo parque para a EXPOCRATO em outro local, ainda indefinido, e a área atual ser dividida entre a URCA e um centro administrativo para o município, investimento de 15 milhões de reais. O secretário de governo da administração municipal do Crato, Rafael Branco, acredita que o governador vai aceitar a proposta em função dos apoios que agora vem recebendo de varias instituições. Caso isso aconteça significará um avanço para o desenvolvimento do Crato porque cresce a URCA, moderniza-se a EXPOCRATO e como conseqüência, a expansão urbana do município em direção a nova exposição agropecuária, finalizou o secretário de governo do prefeito Ronaldo.

Por: Wilson Rodrigues
Radialista/Jornalista
Membro do Blog do Crato e Portal de Notícias Chapada do Araripe


PPS e PMN se fundem e dão origem à Mobilização Democrática - Iolando Lourenço, Agência Brasil



O PPS e o PMN, que vinham negociação uma fusão, oficializaram hoje a união dos dois partidos dando origem a uma nova agremiação partidária chamada Mobilização Democrática (MD). A nova sigla vai manter o número 33, que era utilizado no registro do PMN. A Mobilização Democrática tem 13 deputados federais, 58 estaduais, 147 prefeitos e 2.527 vereadores. A decisão sobre a fusão das duas legendas foi tomada em congressos extraordinários em Brasília.

O deputado Roberto Freire (SP), que presidia o PPS, foi eleito por unanimidade presidente da Mobilização Democrática. O líder da nova legenda na Câmara será o deputado Rubens Bueno (PR), que ocupava a liderança do PPS. O Diretório Nacional e a Executiva partidária será compartilhada entre os dirigentes dos dois partidos que se fundiram. A documentação da nova sigla já foi encaminhada ao cartório para registro e para publicação no Diário Oficial da União.

Frase do dia - Eduardo Campos



" A presidente Dilma foi eleita como uma grande especialista em gestão, mas na prática faz uma administração extremamente centralizadora e o governo não anda".

Eduardo Campos (PSB) - Governador de Pernambuco.

CONVITE


Compareça e prestigie.

Livro técnico traz perfil do Geopark


Publicação, com 170 páginas escritas em português, inglês e espanhol, é composta por textos e fotografias

LivrogeoparkLançamento de "Geopark Araripe: História da Terra, Meio Ambiente e Cultura" teve solenidade com autoridades do Estado e Município FOTO: YACANÃ NEPONUCENA
Crato. Através de uma parceria entre a Secretaria das Cidades e a Universidade Regional do Cariri(Urca), foi lançado o primeiro livro técnico sobre o Geopark Araripe. O título tem o objetivo de apresentar as peculiaridades da região, que tem como destaque a Chapada do Araripe, território singular com relação ao depósito fossilífero, cultura, religião, gastronomia e história. Nos últimos anos, todas essas riquezas foram amparadas pelo Geopark. A instituição tem atuado fortemente na conservação e promoção dos pontos que descrevem a realidade da evolução da vida na terra.

A publicação está destinada a corrigir e atualizar informações e dados da área sob os aspectos do inventário geológico, paleontológico, arqueológico, cultural, desenvolvimento e promoção do turismo.

Trabalhos

O livro Geopark Araripe: História da Terra, Meio Ambiente e Cultura, foi produzido a partir dos trabalhos diários realizados pela equipe de técnicos e estudiosos do assunto.

Ao todo, oito escritores envolveram-se na produção do material. A obra foi traduzida para três idiomas, inglês, espanhol e português. No total, são cinco mil exemplares que serão distribuídos entre os 90 Geoparks no mundo, instituições federais, estaduais e municipais, como universidades e mais as bibliotecas públicas.

Nas 170 páginas estão fotografias e textos que traçam um perfil do início da história da região, a biodiversidade, a geodiversidade da área.

A literatura desperta o interesse dos leitores em visitar esse território, onde a ciência e a cultura caminham juntas. As imagens mostram a vegetação local, a abordagem histórica da colonização regional, a sociedade e seus ritos espirituais e a bacia do Araripe. De acordo com o coordenador do Geopark Araripe, Idalécio de Freitas, a publicação coroa o trabalho que está sendo realizado. "Todos esses anos nós dedicamos a implantação do tripé da geoconservação, geoturismo e geoeducação . Agora, a gente espera que o livro mostre para o mundo toda a nossa riqueza", revela Freitas.

"Geopark Araripe: História da Terra, Meio Ambiente e Cultura" é dividido em quatro capítulos que versam sobre a biodiversidade, geodiversidade e educação ambiental, além do geoturismo e desenvolvimento regional.

A expectativa é que a publicação gere conhecimento sobre o significado do Geopark Araripe. Durante o evento também foram entregues a nova sinalização dos geossítios que compõe a área do Geopark Araripe e mais dois carros que subsidiarão o projeto no território que abrange Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha, Nova Olinda, Santana do Cariri e Missão Velha.

Investimento
Segundo o vice-reitor da Urca, Patrício Melo, o investimento no projeto é um passo para alcançar o desenvolvimento das comunidades. "Isso vai permitir os trabalhos de mobilização social que o Geopark já faz e dará melhores condições de trabalho as nossas equipes técnicas".

Segundo ele, a parte mais emblemática do projeto está por vir, com o início do processo licitatório para contemplar a infraestrutura mobiliária de cada um dos nove geossítios, melhorias de acesso e segurança no geossítio Riacho do Meio, em Barbalha, além de uma sinalização mais focada e a construção de um ambiente de recepção no geossítio Cana Brava, em Santana do Cariri.

Atualmente, um dos equipamentos mais importantes do Geopark Araripe é o Museu de Paleontologia de Santana do Cariri, que realiza um importante trabalho de coleta de fósseis, doados pelas pedreiras. A ação, que é educativa, restringe o tráfico deste tipo de material.

Mais informações

Geopark Araripe

Rua Carolino Sucupira S/N

Pimenta - Crato

Telefone: (880 3102.1237

http://www.geoparkararipe.org.br/

YAÇANÃ NEPONUCENA
Repórter do Jornal Diário do Nordeste

Aumento da Selic não é suficiente para conter a inflação, avalia economista da FGV


Inflacao2Rio de Janeiro - A elevação da taxa básica de juros da economia (Selic), em 0,25 ponto percentual aumentando a taxa para 7,5% ao ano, definida hoje (17) pelo Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), não será suficiente para conter a inflação, que já superou o teto da meta e atingiu 6,59% nos 12 meses findos em março, de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).
A avaliação é do economista Fernando de Holanda Barbosa Filho, pesquisador da área de Economia Aplicada do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV). Ele lembrou que a alta da taxa Selic era esperada pelo mercado e que a tendência de expansão foi reforçada esta semana pelo presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, durante evento, no Rio de Janeiro.
O economista destacou, contudo, que a elevação ficou aquém do esperado pelo mercado, “mostrando que o governo está tendo bastante cuidado com o aumento da Selic, no momento em que a inflação já saiu do topo da meta”. Ele acredita que virão outros aumentos mais adiante. “A dúvida é a dosagem do aumento, se o ritmo vai continuar em 0,25 ponto percentual ou se vai aumentar o ritmo. Mas, 0,25 ponto percentual é muito pouco para segurar a inflação”, disse em entrevista à Agência Brasil.
Por outro lado, Fernando Holanda disse que o BC está consciente de que o cenário eleitoral do ano que vem pode se complicar com o aumento da taxa de juros, uma vez que foi o próprio órgão que baixou os juros no país. “Mas, certamente, este 0,25 ponto percentual não resolve de forma alguma o problema da inflação no Brasil”, ressaltou.
Segundo o economista do Ibre-FGV, as novas safras reduzirão o efeito inflacionário provocado pelos alimentos, mas o mercado de trabalho continua pressionando a inflação. “E o aumento da Selic não dá nem para o começo”.
Alana Gandra
Repórter da Agência Brasil
Edição: Aécio Amado
Agência Brasil

Banco Central aumenta juros básicos da economia pela primeira vez em quase dois anos


Brasília – Pela primeira vez em quase dois anos, o Banco Central reajustou os juros básicos da economia. Por 6 votos a 2, o Comitê de Política Monetária (Copom) aumentou a taxa Selic em 0,25 ponto percentual, para 7,5% ao ano.
O último reajuste da taxa Selic havia ocorrido em julho de 2011, quando o Copom elevou os juros básicos de 12,25% para 12,5% ao ano. No mês seguinte, a Selic começou a ser reduzida sucessivamente até atingir 7,25% em outubro de 2012, o menor nível da história. Nas três reuniões seguintes, em novembro de 2012, janeiro e março deste ano, o Copom optou por não alterar a taxa.
A taxa Selic é o principal instrumento do Banco Central para manter a inflação oficial pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) dentro da meta estabelecida pela equipe econômica. De acordo com o Conselho Monetário Nacional (CMN), a meta de inflação corresponde a 4,5% (centro da meta), com margem de tolerância de dois pontos percentuais, podendo variar entre 2,5% (piso da meta) e 6,5% (teto da meta).
Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), desde julho do ano passado, o IPCA acumulado em 12 meses vem subindo. Em março, o índice acumulado chegou a 6,59% e ultrapassou o teto da meta de inflação do governo, que é 6,5%.
Por outro lado, o aumento da taxa Selic prejudica o reaquecimento da economia, que cresceu apenas 0,9% no ano passado e ainda está sob o efeito de estímulos do governo, como desonerações e crédito barato. Ontem, o Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu a projeção de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, em 0,5 ponto percentual, para 3% neste ano.
Usada nas negociações de títulos públicos no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic), a taxa Selic serve como referência para as demais taxas de juros da economia. Ao reajustá-la, o Banco Central contém o excesso de demanda, que se reflete no aumento de preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Ao reduzir os juros básicos, o Copom barateia o crédito e incentiva a produção e o consumo, mas alivia o controle sobre a inflação.
Selic_mod
Wellton Máximo
Repórter da Agência Brasil
Edição: Nádia Franco e Aécio Amado
Agência Brasil 

Contra queimadas, Ministério declara estado de emergência ambiental


Ato facilita contratação temporária de brigadistas em 19 estados e no DF.
Medida foi publicada pelo Diário Oficial da União.

Incendio_
Foco de incêndio em área da floresta amazônica (Foto: Paulo Whitaker/Reuters/Arquivo)
O Ministério do Meio Ambiente decretou nesta quarta-feira (17) estado de emergência ambiental em 19 estados e no Distrito Federal, já tendo em vista o período de secas, quando são mais comuns os focos de incêndio nas florestas brasileiras. A medida foi publicada no Diário Oficial da União e já está em vigor.
A declaração do estado de emergência ambiental agiliza a contratação temporária de brigadistas para o controle dos focos de incêndio. Cada brigadista pode ser contratado por até seis meses, e a lei permite que o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) contrate até 2.520 pessoas para a função.
A medida foi tomada considerando a ameaça que o período seco representa, de acordo com dados históricos, e considerando também o tempo necessário para selecionar e contratar esses brigadistas.
No texto publicado pelo Diário Oficial da União, o Ministério do Meio Ambiente destaca também que as queimadas representam uma das principais fontes de emissão de carbono do Brasil. Desta forma, segundo a pasta, o combate aos focos de incêndio representa também o esforço brasileiro para honrar os compromissos internacionais contra a mudança climática
O período em que o estado de emergência ambiental fica vigente varia de acordo com as características climáticas de cada área, inclusive com subdivisões dentro dos estados. Há regiões em que a medida vale até os primeiros meses de 2014 – a mais longa vai até maio, na Região Metropolitana de Salvador.
No total, a medida vale para 20 unidades da federação: Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, Sergipe e Tocantins.
Do G1, em São Paulo

FBI identifica suspeito de enviar cartas com ricina


FBI-Warning-Wallpaper
A polícia federal norte-americana (FBI, por sua iniciais em inglês) identificou Paul Kevin Curtis, de 45 anos, como o suspeito detido hoje sob suspeita de ter enviado cartas contendo ricina ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e a um senador.
Os investigadores aguardavam ainda testes definitivos nas cartas enviadas a Obama e ao senador Roger Wicker, do Mississippi, em um momento de agitação nos EUA por causa do atentado de segunda-feira em Boston, no qual três pessoas morreram.
Curtis vive no Estado norte-americano do Mississippi e, depois de detido, foi indiciado como suspeito do crime. De acordo com um boletim do FBI obtido pela Associated Press, as duas cartas foram postadas em Memphis, no Tennessee, em 8 de abril.
O FBI informou ainda que considera não haver indício de relação entre as cartas o atentado em Boston. As informações são da AP.
AE - Agência Estado

Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30