xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 17/04/2013 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

17 abril 2013

A reinvenção do real - Por: Emerson Monteiro

Alimento um prazer largado de apreciar a literatura artesanal produzida à margem do circuito oficial dos livros industriais que enchem as prateleiras das livrarias. Esses livros despretensiosos nascidos silenciosos e que retratam a alma da gente, no afã de contar aventuras pessoais, retratos singelos dos que reagem forte ao anonimato pelas produções independentes, edições particulares, às vezes sem registro na Biblioteca Nacional. Para mim, eis neles a verdadeira literatura, a que forma as bases das obras clássicas dos gênios considerados nos concursos, recolhidos e prestigiados nas academias; neles a fonte original da excelência dos grupamentos humanos. Autores autênticos, tais escritores significam a carne viva dos percursos individuais saídos a lume nas caladas dos interiores e subúrbios.

Bom, essas emoções quis colher de mim após ler, agora recente, Caminhos e atalhos, do jornalista Luiz Carlos de Lima, o qual me ofertara desde novembro de 2011, ocasião de haver participado de seu programa Tribuna Livre, dele e de Vasques Landim, na Televisão Verde Vale, em Juazeiro do Norte.
Quanta satisfação a de percorrer as páginas de livro aparentemente passageiro, no entanto sincero até dizer basta naquilo de contar detalhes da história de vida de quem transita no rádio juazeirense de décadas, testemunha privilegiada dos momentos solenes deste setor rico de valores e realizações do nosso Cariri progressista. Uma escola de profissionais inesquecíveis da reportagem diária e do rádio esportivo, bem nos moldes da radiofonia mundial, meio quente de comunicação de largos méritos, na civilização contemporânea.

Textos geniais os pude divisar ao conhecer este que é o segundo livro de Luiz Carlos, já que antes publicara Surfando nas ondas do rádio, outra pérola de resgates insuperáveis.

Desde ensaios de cunho filosófico e psicológico, analisando tipos populares da Meca Caririense e da Região, as recordações da infância e da juventude, amigos, acontecimentos marcantes, memórias cotidianas, avaliações gerais quanto aos trâmites da atualidade, a incursões ao reino da ficção, transitando pela crítica social e política, nisso páginas felizes afloram do trabalho consistente do escritor.

Na intenção de situar textos nos quais identifiquei sabor próprio da obra Caminhos e atalhos, de Luiz Carlos de Lima, destacarei sobremodo alguns:  A nossa rua São Francisco, Cego também sonha, De volta para o futuro, Outras reminiscências e Um daqueles dias de cão, dignos de figurar nas antologias da melhor literatura caririense.

Enquanto isto, evidencio o senso de humor e leveza do estilo quais qualidades que caracterizam este autor, que reinventa com sobras tempos de nossa realidade guardadas no íntimo da costura das suas palavras.

Governo do Ceará incentiva plantio de palmas como reserva alimentar



A Secretaria de Desenvolvimento Agrário do Ceará celebrou convenio com a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco CHESF, tendo a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural EMATERCE como interveniente executora para a implantação de ações de formação de reserva alimentar para animais castigados pela estiagem no Estado. O projeto atenderá 50 associações comunitárias, num total de 800 famílias de 23 municípios dos territórios Cariri, Centro Sul, Sertão Central e Vale do Jaguaribe, totalizando 50 hectares de palma irrigada e 60 hectares pelo sistema rotacionado. A demonstração do projeto ocorreu na Escola Agrotecnica Federal do Crato com os diretores técnicos da Ematerce, assessores regionais de bovinocultura e criadores de Crato, Farias Brito, Juazeiro do Norte, Caririaçu, Barbalha, Jardim, Missão Velha, Nova Olinda, Altaneira e Várzea Alegre. A idéia é implantar em cada um desses municípios uma unidade produtiva de palmas forrageiras resistentes a praga conhecida por “cochonilha carmim” e distribuí-las como sementes aos produtores que, por sua vez, venderão a produção ao programa Hora de Plantar a 12 centavos a unidade.  Para o assessor de agricultura do escritório regional da Ematerce/Cariri, Hernane José Alves Rocha, esta é a única saída para garantir reserva alimentar aos rebanhos, principalmente aos bovinos em épocas de estiagem, por ser, a palma, uma cactácea facilmente adaptável ao clima do semiarido.

Segundo explicou Hernane, a palma é um componente energético de primeira grandeza chegando a ter mais de 80 % de nutrientes e 11 % de fibras. A coordenadora regional da Ematerce/Cariri, Elcicleide Mendonça explicou que o  interessado no programa deve se credenciar na Secretaria de Agricultura Familiar para se tornar um produtor de palmas forrageiras e se habilitar junto ao programa Hora de Plantar. Conforme disse, um dos objetivos do projeto é evitar a mortandade dos rebanhos por falta de alimentação, a exemplo do que vem ocorrendo nos últimos três anos, período em que são incalculáveis os prejuízos obtidos pelos criadores que perderam seus animais por causa da falta de pastagem. Elcicleide disse também que a Ematerce vem desenvolvendo um programa paralelo utilizando o sorgo e o feijão guandu no fortalecimento da alimentação animal. Conta que foram distribuídos mil 580 quilos de sementes, entre sorgo e feijão guandu, aos produtores rurais dos 13 municípios da regional e estão em boa fase de germinação. Ela explica que o feijão guandu, alem de apresentar grande potencial protético nas folhas e vagem, contribui na fixação de nitrogênio no solo, evitando a degradação. Para ela, em bem pouco tempo os dois programas vão minimizar as conseqüências da fome animal e aliviar o sofrimento e os prejuízos de seus criadores.

Roger Henrique da Costa, coordenador regional do escritório da Agencia de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará ADAGRI/CARIRI disse que os criadores cearenses estão levando seus animais para outras pastagens no Maranhão e Pará. Informou que a ADAGRI está atualizando a estatística dos rebanhos mortos pela fome em conseqüência da estiagem em todas as regiões cearenses. A impressão é a de que os números são assustadores, haja vista o cenário desolador criado pela pior seca dos últimos 40 anos no sertão nordestino. Na Paraíba, por exemplo, caminhões com as carcaças dos animais mortos saem das fazendas em direção as indústrias de ração onde são vendidos a 10 centavos o quilo. Nos últimos 40 anos a seca já dizimou mais de 12 milhões de cabeça de gado ou 40 % do rebanho do Nordeste e no Norte de Minas Gerais.

Por: Wilson Rodrigues
Radialista/Jornalista
Membro do Blog do Crato e Portal de Notícias Chapada do Araripe

Notas desta 4ª feira (Armando Rafael)



Memória cratense


Pe. Frederico Nierhoff (foto maior ao lado. Na foto menor ele está ao lado da ex-reitora da Urca, Violeta Arraes Gervaiseau) deixou marcado definitivamente sua passagem pela cidade de Crato. O dinâmico sacerdote alemão tinha sincera amizade pelas pessoas da sua estima, tanto as humildes como as da elite. Os registros abaixo nos foram repassados por Dedé, funcionário da Fundação Araripe,  velho amigo da Família Arraes de Alencar. Abaixo, uma amostra do acervo que a família Arraes possui do saudoso Pe. Frederico. 
 

Uma anotação feita por Pe. Frederico: "Este terço de metal prateado ficou nas mãos (da Imagem Peregrina) de Nossa Senhora de Fátima, Peregrina Mundial. no dia 13 de novembro de 1953 (quando a imagem) passando pela Matriz de São Vicente de onze horas e 40 minutos até 3 horas e 20 minutos. Fiz isto, na intenção de oferecer uma lembrança especial à Benigna, Anilda e Alda com pedido a Nossa Senhora que desse a todos que morressem com este terço uma boa morte. Este pedido foi confirmado pelo milagre do paralítico Juvenal. Disto dou fé in fide sacedotis. Pe. Frederio Nierhoff. Crato, 18-11-53"


Abaixo, foto do Pe. Frederico com o casal Pierre e Violeta Gervaseau:

Padre de Crato participa de evento internacional







Encontra-se na Colômbia, o padre Vileci Vidal (foto acima). Ele é o coordenador do 13º Intereclesial – Encontro Nacional das CEBs – que será realizado no próximo mês de janeiro na Diocese de Crato. Padre Vileci está em Bogotá participando de encontro da equipe de Articulação Continental das Comunidades Eclesiais de Base. Além do Brasil, o evento tem representantes do México, Guatemala, Honduras, República Dominicana, Haiti, Colômbia, Equador, Bolívia, Chile, Paraguai, Argentina e Uruguai. O encontro iniciado na 3ª feira, dia 16, será encerrado na próxima 6ª feira, dia 19.  
 

“Per aspera ad astra!”


A frase acima é o lema do sexagenário Instituto Cultural do Cariri–ICC. (“Per aspera ad astra!” = por sendas ásperas aos astros!). Encontro com o escritor Emerson Monteiro e ele dá a boa notícia: o Instituto Cultural do Cariri voltará a editar sua revista, Itaytera, que não circula há 13 anos. Todos torcemos que esta notícia se concretize, pois a publicação de Itaytera é a principal função do ICC. Per aspera ad astra!



Dom Fernando: 20 anos de bispo

O próximo dia 14 de agosto vai assinalar os vintes anos da sagração episcopal de Dom Fernando Panico. Nesses 20 anos, 12 deles foram vividos como bispo de Crato. Em 1993 o jovem sacerdote Fernando Panico foi nomeado bispo da diocese de Oeiras-Floriano, no Piauí. Lá ele viveu 8 anos. Na foto abaixo, cena da primeira visita do jovem Dom Fernando ao Papa João Paulo II. Não foi o primeiro encontro entre eles. Quando da visita de João Paulo II a São Luís do Maranhão, o coordenador da visita papal foi o então Padre Fernando Panico.

Danou-se

O FMI- Fundo Monetário Internacional reduziu a projeção de crescimento da economia brasileira para o corrente ano, de 3,5% para 3%. Trata-se da segunda revisão – para baixo, é claro – feita pelo FMI para o crescimento do PIB brasileiro. Previsto inicialmente em 4% em 2013, a previsão caiu em janeiro último para 3,5%. E agora em abril despencou para 3%. Por enquanto. O Brasil foi um dos países com maior revisão – para baixo – nas estimativas de crescimento para 2013 constantes do relatório do FMI.

Pisou no tomate

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, perdeu excelente oportunidade de ficar calado, quando afirmou: “a inflação não precisa de tiro de canhão para ser debelada”. Segundo ele, basta um "tiro de metralhadora". E pronto! Menos, Mantega, menos... Pelo andar galopante da volta da  inflação, provavelmente  –logo, logo – seja preciso um míssil norte-coreano para detê-la.

Besteira muita

O ex-presidente Lula afirmou que a inflação do Brasil se restringe a um tomatezinho (sic). Tomatezinho, Cara? Vossa Excelência esqueceu de uma aparição demagógica sua na televisão  (mais uma), quando anunciou que o povo agora poderia comer arroz Tio João, pois o preço do pacote de 5 kg estava custando apenas R$ 4,50.  Pois é, esse mesmo pacote custa hoje R$ 12,00....

O fio da navalha

As eleições na Venezuela mostraram que a população daquele país está dividida ao meio entre as “viúvas” de Hugo Chávez e uma pujante e crescente oposição que deseja novos tempos para aquela nação. Aí incluindo o fim da opereta bufa denominada “socialismo bolivariano do século 21”, este tutelado pela ditadura cubana. Nicolás Maduro foge da recontagem dos votos – exigida pela oposição – como o diabo foge da cruz. É bom não esquecer que os venezuelanos estão longe de ser como os abestados brasileiros, que acreditam em todo tipo de promessas eleitorais para se esquecerem delas no dia seguinte ao pleito...

Só lembrando

A governadora do Maranhão (pela 4ª vez) Roseana Sarney conseguiu mais uma aposentadoria. Desta vez do tempo que foi senadora. Ela  receberá aposentadoria de R$ 20 mil mensais. Já o aposentado do setor privado, aquele que pagou o INSS sobre 10 (dez) salários mínimos, durante  35 (trinta e cinco) anos – no mínimo - de trabalho, quanto recebe? Responda você.  É isso aí: Brasil um país de tolos...

Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30