xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 08/04/2013 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

08 abril 2013

Universidade Federal do Ceará promove encontro de física. Dois Prêmio Nobel participam do evento.



Abertura ocorre nesta segunda-feira (8) às 19 h no Gran Marquise.
UfcfortalezaA Universidade Federal do Ceará (UFC) reunirá no hotel Gran Marquise, em Fortaleza, cerca de 300 cientistas, pesquisadores, professores universitários e estudantes no workshop “Fronteiras em Ciência da Matéria Condensada”, desta segunda-feira (8) até quarta (10). O evento celebra 20 anos da primeira tese de Doutorado em Física da UFC e traz a Fortaleza dois ganhadores de Prêmio Nobel, os cientistas Albert Fert e Harold Kroto. A solenidade de abertura será às 19 horas.
O francês Albert Fert ganhou o Prêmio Nobel de Física em 2005 por um trabalho com magnetorresistência de metais, como ferro e cromo. O cientista britânico Harold Kroto recebeu Nobel de Química, com um experimento conduzido em setembro de 1985 que provou a existência de moléculas do tipo C60 e que as estrelas de carbono podiam produzir as cadeias de carbono.
O workshop é organizado pelo programa de Pós-Graduação em Física e Departamento de Física da Universidade Federal do Ceará (UFC), com apoio do CNPq, Capes, FCPC e Funcap. Desde a criação do programa, já foram publicados mais de 1.600 artigos em periódicos indexados, defendidas 285 dissertações de mestrado e 131 teses de doutorado. O programa tem conceito 6 na avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), que é responsável pelo acompanhamento anual e avaliação trienal do desempenho de todos os programas e cursos que integram o Sistema Nacional de Pós-Graduação, atribuindo nota na escala de 1 a 7.
Serviço
As inscrições podem ser feitas até esta segunda no site do evento, os valores são R$ 100 (para estudantes) e R$ 150 (para professores, profissionais e demais interessados).
Do G1 CE 

Brasil, um país drogado - Dr. Joaquim Batista de Macêdo


O Brasil é o maior consumidor de Crack do mundo, e o segundo lugar no consumo de cocaína. É mais um título que tanto denigre o já cinzento currículo de nossa nação. A pedra do diabo - assim assim a denominam os usuários do crack - dilacera o corpo e a mente, destroçam famílias e contaminam os vizinhos, o bairro e toda a comunidade.

É triste se vê, pela imprensa televisiva, levas de carcaças humanas,  nos grandes centros, vagando, delirantes, de sarjeta em sarjeta, tropegando para o nada, para o fim... Que pensarão as outras nações a respeito do Brasil? E logo agora, em que o Brasil sediará três grandes eventos: Conferência Mundial da Juventude, Copa do Mundo e as Olimpíadas?

O Crack e a Cocaína, antes restritas às grandes metrópoles disseminam-se, como uma erva daninha, pelas pequenas cidades, pelas vilas e até pela zona rural. Eu diria que é o maior problema de saúde pública que assola o Brasil no começo desse século. Numa simulação de como é grave a epidemia das drogas, numa cidade relativamente pequena, como o Crato, a família que, felizmente, não tem um usuário de droga em seu seio, com certeza, conhece alguma família amiga que padece desse martírio.

As autoridades, sonolentas como sempre, não despertam diante do clamor da sociedade sofrida; muito pelo contrário. Incentivam o uso do álcool que, insanamente, rotulam de droga lícita. Largamente difundido na mídia, patrocinando, por exemplo, competições futebolísticas, o esporte mais aplaudido pelo nosso povo. É uma vergonha! Sem falar nos diazepínicos em que o Brasil é um dos campeões de consumo. O Ministério da Saúde até os distribui indiscriminada e gratuitamente. Saúdo algumas abnegadas ONGS e pastorais que enfrentam, de frente, a guerra, mesmo desarmadas. É uma formiga enfrentando um dinossauro.

Urge que a sociedade civil se levante contra esta praga. Do contrário, continuaremos assistindo aos nossos irmãos cambaleando pelos lixeiros e sarjetas desse país drogado, e que Deus tenha piedade de nós!

Dr. Joaquim Batista de Macêdo
Médico

Texto enviado por:

Tallys Guttemberg Guimarães Batista
Bacharel em Sistemas de Informação
Especialização em Soluções WEB na Plataforma JAVA EE
Mestrado em Engenharia de Software


É justo o locatário pagar o IPTU ? - Por: Nestor Silva


A sabedoria popular diz que:  do imposto e da morte ninguém escapa.   O próprio nome imposto já traduz essa dura realidade.
 

Dentre os impostos que nos são cobrados existe o IPTU que requer análise aprofundada em relação ao responsável pelo pagamento. O responsável pelo pagamento do IPTU é primariamente o proprietário do imóvel. No entanto,  devido a uma  brecha na lei do inquilinato, havendo locação do imóvel,  o  proprietário pode  transferir contratualmente essa obrigação de pagamento ao locatário. Contudo, essa prerrogativa não muda o fato de que o contribuinte do IPTU, perante o Fisco, continuará sendo o proprietário do imóvel, como definido na legislação.
 
Ao estabelecer no artigo  22, Inciso VIII  que “o locador é obrigado a pagar os impostos e taxas, e ainda o prêmio de seguro complementar contra fogo, que incidam ou venham a incidir sobre o imóvel, salvo disposição expressa em contrário no contrato, a lei do inquilinato colocou o  locatário numa situação jurídica de visível desigualdade, posto que,  devido ao déficit habitacional  existente no país, reduzido drasticamente pelos últimos governantes, o locador fica na confortável situação de escolher seu locatário e impor quase  que  de forma unilateral a sua vontade por ocasião da celebração do contrato de locação.   É a lei da oferta e da procura. Em tal circunstância,  dispondo o locador dessa potestividade,  fica evidente que ele transferirá  a obrigação para o locatário. E é o que vemos.
 
Essa lamentável  situação se verifica nas locações  de imóveis residenciais e comerciais. Todos esses locatários correm o risco de arcar com o injusto pagamento do IPTU, por sinal, historicamente  cobrado com valores  elevados e baseado em  planilhas de atualização desconhecidas pela população. Quer dizer, se não bastasse os aluguéis com valores fixados em patamares elevados e  reajustados acima da inflação, o pobre inquilino ainda tem que pagar o imposto  de um  imóvel cuja propriedade não lhe pertence.
 
Tramita na câmara federal  projeto de lei (PL 4.185/12) apresentado pelo deputado Giovani Cherini (PDT-RS) que pretende  modificar a Lei do Inquilinato ao proibir as cláusulas nos contratos de aluguéis que transfiram a responsabilidade do pagamento de impostos, taxas e seguro contra incêndio ao inquilino. Atualmente, pela Lei do Inquilinato o dono do imóvel é o primeiro responsável pelo pagamento do IPTU e pela TLP, além do seguro contra incêndio cobrado por algumas administradoras de imóveis, mas ele pode transferir essa responsabilidade ao inquilino se isso estiver no contrato.
 
Resta torcer para que   o projeto não esbarre  no  lobby  dos parlamentares  que  por motivos pessoais tenham interesse na preservação do texto da lei como está.  

Por: Nestor Silva

Crato-Portugal e Crato-Brasil ( Tentativas de aproximação ) - Por: Pe. Raimundo Elias

  ( Na foto acima, temos os participantes da procissão, à escuta, no local chamado “Largo do Concelho”)

Ao longo de todo esse tempo que vivo na Europa, - contando os dois anos que residi na Espanha, até aos dias de hoje, quando vivo em Portugal, já há cinco anos - tive a grata satisfação de visitar, pelo menos, uma meia dúzia de vezes, o Crato Português, ainda que fique trezentos quilômetrosdistante de onde moro agora. Em todas as ocasiões que lá estive, fui recebido pelo Pároco local, Monsenhor Paulo Henriques Dias, um jovem sacerdote de pouco mais de 40 anos que, por coincidência, é também, o VigárioGeral da Diocese de Portalegre-Castelo Branco, à qual pertence a Vila do Crato.
 
Dessas visitas e das oportunidades de diálogo que tivemos, nasceu uma boa amizade entre nós padres e, com ela, o desejo cada vez maior de que se possam criar canais de comunicação e instrumentos diversosque possibilitem uma maior aproximação entre os dois Cratos, também, a partir da Igreja. Com este propósito, dias atrás, dentro das solenidades da Semana Santa e atendendo ao convite que me foi feito anteriormente pelo referido Pároco, lá estive, mais uma vez, para presidir e pregar na Procissão do Encontro, um tradicional e solene ato litúrgico do lugar, reunindo a população de toda a vila e das povoações vizinhas, além de visitantes e turistas.
 
(Edifício do “Paços do Concelho, onde observamos o Brasão da Vila do Crato-Portugal)

Depois de iniciada a procissão e tendo chegado ao local previamente marcado para a homilia que me foi solicitada, qual não foi a minha grande e grata surpresaao ver a figura da Mãe do Belo Amor e o Brasão do nosso Crato, nitidamente destacados em duas das janelas do histórico edifício da Câmara Municipal! Logo percebi aproposital homenagem que desejavam prestar ao nosso Crato-Cariri, aproveitando a minha presença por aquelas terras do Crato-Portugal.Tal gesto,deixou-me muito mais à vontade, fazendo-me sentir verdadeiramente em casa.

Finalizado o compromisso religioso, foi-me oferecido pela Paróquia, um Jantar-Convívio, que teve a presença de algumas das principais autoridades locais, além, naturalmente, do Pároco. Na ocasião, trocamos impressões acerca das realidades de ambos os municípios e, - o mais importante, - levantamos sugestões e propostas concretas que possam, eventualmente, ajudar na criação de condições favoráveis a um intercâmbio efetivo entre os dois Cratos, a curto e médio prazo.Tal intercâmbio,quem sabe, não somente a nível de municípios, como também, a nível de regiões (Cariri e Alentejo) e de países (Brasil e Portugal).
 
(A Igreja Matriz vista por dentro)


Na ocasião, apresentei uma proposta que, de imediato, foi assumida por todos os presentes, como prioritária. Uma ideia que trago comigo desde há muito tempo. Trata-se da possibilidade de se criar, aqui, no Crato português, a Casa-Crato-Brasil; e, posterior ou simultaneamente, aí,no Crato brasileiro, a Casa-Crato-Portugal.
Estas casas funcionariam como“pequenas embaixadas”, espaços de acolhimento mútuo, a partir dos quais pudéssemos dialogar e partilhar, nos mais diferentesníveis. Além disso, seriamedificações moldadas com as marcas e características próprias dos municípios que representam. Desse modo, nós que fazemos o Crato-Cariri, por exemplo, teríamos a oportunidade de ter, aqui em Portugal e, consequentemente, na Europa, uma presença permanente do que temos de melhor da nossa terra e da nossa gente, em termos de história, cultura, valores e tradições. Podemos o mesmo dizer em relação à casa de Portugal aí em Crato: uma mostra do que há de melhor e mais expressivo na cultura portuguesa. Tudo isso, de maneira dinâmica e sempreatual, na justa medida em que os acontecimentos forem se desenrolando, de parte a parte.

Todavia, no que diz respeito à viabilização concreta deste projeto, quanto aosmeios e recursos necessários à sua execução, tudo ficou para ser pensado nesses próximos tempos, em novos e oportunos encontros, os quais deverão envolver todos os intervenientes einteressados, de um lado e do outro do atlântico. Neste sentido, convidei o Monsenhor PauloHenriques para que me acompanhe numa visita ao Crato, em Janeiro de 2014, aproveitando a realização do 13º Encontro Intereclesial das CEBs, que terá lugar na nossa Diocese. O convite foi prontamente aceito, deixando-nos, assim, a viva esperança de que, no mínimo, daremos continuidade ao diálogo aqui iniciado.
Da minha parte, o que posso dizer é que me coloco à inteira disposição desta causa, fazendo o que me for possível, enquanto aqui estiver, a fim de que este sonho de aproximação entre os dois Cratos se transforme em realidade, o quanto antes. Tanto é que já me comprometi a ir mais vezes ao Alentejo, amiudando os contactos e buscando estreitar, cada vez mais, os laços que nos unem. Deus permita que as coisas possam avançar.
 

(Da esquerda para a direita: António Manuel Ferreira, Vice-Provedor da Misericórdia; Mário Cruz, Provedor da Santa Casa de Misericórdia do Crato; Monsenhor Paulo Henriques Dias, Vigário Geral da Diocese e Pároco do Crato; Pe. Elias; João Teresa Ribeiro, Presidente da Câmara Municipal do Crato – Prefeito do Município; Isidoro Aires, Secretário do Conselho Econômico da Paróquia do Crato; Fernando Gorgulho, Vereador da Câmara Municipal do Crato e Mariano Cabeço, Diretor do Museu Pe. Belo e Secretário-Geral da União das Misericórdias Portuguesas).  

( Na foto acima, temos os participantes da procissão, à escuta, no local chamado “Largo do Concelho”)

Por:  Pe. Raimundo Elias Filho.

Exumação dos restos mortais de Pablo Neruda deve começar hoje no Chile



Brasília – Autoridades e especialistas no Chile preparam para hoje (8) o início do processo de  exumação dos restos mortais do poeta Pablo Neruda. O corpo do poeta, que morreu em setembro de 1973, foi enterrado na região de Isla Negra, a 100 quilômetros de Santiago, a capital chilena. Participarão da exumação um total de 12 pessoas - peritos do serviço forense, especialistas da Universidade do Chile e observadores internacionais.

A versão oficial é que o poeta morreu em consequência de complicações causadas pelo câncer de próstata, em um hospital privado, em Santiago. Porém, amigos e parentes de Neruda sempre manifestaram dúvidas sobre a morte, pois ele era um crítico do governo militar e morreu logo após a instauração da ditadura no país.

No grupo de especialistas que acompanhará a exumação estão o toxicologista norte-americano Ruth Winecker, o cirurgião Aurélio Luna e o legista Francisco Etxeberria – este último participou, em 2011, do processo de exumação dos restos do presidente chileno Salvador Allende, que também morreu em 1973.

Três observadores internacionais estarão presentes durante a exumação, além do presidente do Partido Comunista (PC), Guillermo Teillier, o advogado da legenda  Eduardo Contreras, um sobrinho do poeta, Rodolfo Reyes, assim como o motorista que trabalhou para Neruda, Manuel Araya.

Em 2011, Araya levantou a suspeita sobre a causa da morte do poeta, levando o Partido Comunista, ao qual Neruda pertencia, a apresentar um pedido à Justiça para a abertura de inquérito. Em fevereiro, o juiz Mario Carroza, da Corte de Apelações de Santiago, decidiu pela exumação para esclarecer as causas da morte.

*Com informações da emissora multiestatal de televisão, Telesur.



Edições Anteriores:

Dezembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 30