xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 13/01/2013 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

13 janeiro 2013

Notícias deste Domingo - Por Armando Rafael

Casa de Mãe Joana, ou,  
"Só no Crato mesmo!”


É incrível, mas é verdade!
Neste sábado começa a festa de São Sebastião, padroeiro do bairro Ossian Araripe. Por conta disso, um minúsculo e insignificante  parque de diversão ocupou – desde a última 5ª feira – o primeiro quarteirão da Rua Pergentino Maia, que tem início atrás da Escola Dom Vicente Matos, localizada no término da ladeira da Caixa d’água. Naquele quarteirão, que dá acesso a toda a Rua Pergentino Maia – rua que se estende pelo bairro Parque Granjeiro – não passa mais veículos, motos ou outro transporte. O dono do Parque de diversão (agora “dono” do espaço público da rua citada) alega que tem autorização da Prefeitura para fazer este atentado à civilidade desta Mui Nobre e Heráldica Cidade de Frei Carlos. O que o dono do parque de diversão  fez mesmo foi dar ao Crato um aspecto de cidade do porte de Salitre, Tarrafas, Moreilândia, etc. vôte!

Ídolos em julgamento 1

Membros do Partido dos Trabalhadores–PT reagiram com veemência à decisão da Procuradoria-Geral da República de mandar investigar as acusações do publicitário Marcos Valério contra o todo poderoso, ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), foi o mais enfático: "É um absurdo que se produza uma nova investigação sobre esse tema, envolvendo o presidente Lula. Esse tema foi investigado à exaustão", disse.

Ídolos em julgamento 2

Ora, se todos somos iguais perante a lei (pelo menos é o que reza a Constituição) não é  um “absurdo” nenhum investigar uma pessoa (seja ela quem for) quando existem denúncias contra essa pessoa... Aliás, por que tanta celeuma sobre isso se   “quem não deve não teme”?.

No mais

Aqui no Brasil, a inflação percebida pelas famílias de baixa renda acumulou alta de 6,90% no ano, taxa que coincide com a de 12 meses, consoante informação da Fundação Getúlio Vargas (FGV).  Este índice teve uma acelerada em dezembro último, causando impacto no Índice de Preços ao Consumidor - Classe 1 (IPC-C1), usado para medir os preços entre famílias com renda mensal entre 1 e 2,5 salários mínimos. O indicador subiu 0,76% no mês passado, após avançar 0,44% em novembro.

O tamanho do bicho


O Procurador Geral da República, Roberto Gurgel, (para quem não sabe ele é cearense e primo do bispo-emérito de Crato, Dom Newton Gurgel) confidenciou, a um conhecido, a sua conclusão sobre o escândalo do “mensalão” do qual foi relator: "O “mensalão -- disse Gurgel --  é “muito maior”, muito mais amplo, do que aquilo que acabou sendo objeto da denúncia"...

Venezuela

Esta sabedoria,  nem os "trogloditas-socialistas" (que ainda raciocinam na visão dos anos 60)  podem negar à diplomacia do Departamento de Estado norte-americano: saber lidar com fanfarrão-megalomaníaco Hugo Chávez. Os Ianques , segundo Elio Gaspari, utilizam –  com o ditador venezuelano –  a ”Operação Pocilga”, ou seja,: “Se você entra num chiqueiro e se mete numa briga com os porcos que estão lá, é certo que vai perdê-la”... Os norte-americanos usam, às vezes, a "doutrina Bonaparte", aquela que diz: "Se um doido entrar num coquetel dizendo que é Napoleão, chame-o de Bonaparte. Se disser que ele não é, começa uma briga inútil".  Sabidos,  esses gringos! Eles vão empurrando pela barriga o caos venezuelano até o desfecho final, que será feito pelos próprios venezuelanos...



Um giro pelas notícias publicadas nos jornais

As obras do PAC, Brasil afora

A jornalista Elizângela Santos, do “Diário do Nordeste”, publicou – neste sábado, dia 12 – importante matéria sobre o abandono das obras da transposição do Rio São Francisco, no Cariri cearense, mais precisamente em Mauriti. Na reportagem consta: “Há quase um ano, a presidente Dilma Rousseff esteve em Palestina, distrito de Mauriti, estabelecendo o marco da retomada das obras do Canal do Rio São Francisco. Em fevereiro do ano passado, o canteiro de obras visitado pela presidente já contava com um quadro reduzido de operários. Hoje, o lote 6 está sem ninguém. As marcas de um visível abandono de um trecho entre os distritos de Palestina e Umburanas estão no caminho deserto, com retratos da seca pela estrada”.

As marcas de uma visível deterioração do que já foi construído podem ser vistas em trechos entre os distritos de Palestina e Umburanas FOTO: ELIZÂNGELA SANTOS

“Destrava”, Dilma!

Notícia publicada na edição do dia 12 da “Folha de S.Paulo”: "O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem demonstrado preocupação com o desempenho do governo Dilma Rousseff e seus reflexos sobre o projeto de poder do PT. Para discutir a situação, marcou uma reunião com a presidente para a segunda quinzena de janeiro. Na avaliação do petista, segundo interlocutores, Dilma precisa "destravar" sua administração, entre outras razões para segurar sua alta popularidade em um ano desafiador como 2013. No fim do ano passado, o ex-presidente foi procurado por empresários, banqueiros, políticos e líderes de movimentos sociais. O estilo "centralizador" e "pouco acessível" da presidente é sempre lembrado nos encontros, e até mesmo servidores da Esplanada já fizeram chegar a Lula apreensão com a falta de autonomia".

Tá feia a coisa


A informação é do jornal “Estado de S.Paulo”: “O Brasil completou mais um ano com inflação bem acima da meta e um crescimento econômico pífio - desempenho muito pior que o da maior parte dos países emergentes  e até inferior ao de alguns países desenvolvidos ainda em crise. O contraste entre o Brasil e outros latino-americanos é notável. No Chile, a inflação até novembro ficou em 2,1%, com provável expansão econômica de 5,2% em todo o ano. Na Colômbia, o número final da inflação foi 2,44%, mas o PIB deve ter aumentado cerca de 4%. No Peru, o produto deve ter aumentado uns 6%, talvez pouco mais, mas os preços ao consumidor, até novembro, haviam subido apenas 2,7%.”

E para finalizar

Esta nota foi publicada na coluna de Ancelmo Góis, no jornal "O Globo": "Para quem acha que o governo não faz ajuste fiscal: No prédio do Ministério da Fazenda, onde Guido Mantega despacha em Brasília, tem faltando papel higiênico, sabão e papel-toalha. Como diria Tutty Vasques, isso a oposição não vê! Oh, raça!"

Por: Armando Lopes Rafael

Histórias e Estórias do Crato de Antigamente - Por: Ivens Mourão - 13/01/2013


FRESCURA

Júlio Saraiva era freqüentador assíduo da Praça Siqueira Campos. À noite a sua presença era sagrada. Durante o dia, naquelas horas em que o calor era mais intenso, ia sempre à Sorveteria Glória tomar um refrigerante ou algo gelado, que abrandasse o calor.
O Veridiano, meu primo, que hoje mora em Teresina, trabalhou certo período na Sorveteria do Luís. Costumava atender ao Júlio. Um dia, porém, ficou confuso com um seu pedido, ao pé do balcão:
- “Me dá uma frescura, aí.
- Oxente, “seu” Júlio, uma frescura?
- Sim, uma frescura!
- Não estou entendendo. O senhor quer um refresco?
- Não, refresco é fresco duas vezes. Eu só quero uma frescura.

CORNO INDO E VOLTANDO

Chico Soares tinha um filho de nome Chico Pão. Destacava-se bem no futebol do Crato. Certo dia vinha dirigindo seu jeep quando percebeu o pai atravessando a rua, calmamente. Resolveu, então, brincar com ele. Ao passar perto, gritou:
- Sai do meio da rua, “seu” corno velho!
Chico, sem nem olhar para o motorista, respondeu, a todo pulmão:
- Corno é teu pai, “seu fela” da puta!

O SABOR DO PICOLÉ

Desde que comuniquei, através do Blog do Crato, coordenado pelo Dihelson Mendonça, o endereço deste Livro na Internet, tenho recebido comentários. O Antônio Morais, muito amigo do meu tio Luís, contou mais alguns “causos” do Chico Soares, que me apresso a incluí-los no “Só no Crato...” Quando o meu tio foi morar no Rio de Janeiro, repassou a Sorveteria Glória para o Sr. Miguel Siebra de Brito. Em certa ocasião estava ele na sorveteria, fazendo companhia ao Chico Soares, que tomava uma cerveja. Então, tocou o telefone e ele foi ao escritório atender, e pediu para o Chico prestar atenção ao local. Nesse momento, entram duas estudantes do Colégio Santa Teresa e perguntam se tem picolé. O Chico, de imediato, disse que sim. Elas, lógico, indagam de que é que tinha. Ele vai até o freezer, levanta a tampa e observa uma variedade de picolés, em diversas cores. Sem ter a menor idéia dos sabores, vira-se para as mocinhas e diz:
- De grude!

A MÃE DO QUIXABA

O Quixaba era muito conhecido no Crato. Nos dias de hoje seria dito ser um autêntico afro-descendente. A sua cor negra era pura, imprescindível saber para entender o presente fato. O Sr. Antônio Morais namorava a filha do Sr. Miguel Siebra, na época em que o Chico Soares espantou as freguesas com o tal picolé de grude. Somente dez anos após o casamento, teve coragem de contar essa história para a Dona Nair. Ela, que já não simpatizava com o Chico Soares, criou mais abuso dele. Depois de alguns anos, resolveu levar o Chico Soares para almoçar em sua casa, numa tentativa de acabar com essa mal querença. A esposa do Sr. Antônio é uma católica fervorosa e, como tal, devota de Nossa Senhora Aparecida. Na sala principal e em local de grande destaque tem uma imagem de uns 30 cm de altura, da padroeira do Brasil. O Chico, usando a máxima de que perde o amigo, mas não perde a piada, disse:

- Dona Nair, onde foi que a senhora encontrou essa imagem da mãe do Quixaba?
Até hoje, quando o Sr. Antônio fala do Chico Soares para a Dona Nair, ela diz, com enorme desprezo:
- Não sei como você pode ter sido amigo dum cabra daqueles!

JOSINO

A conversa estava animada entre os freqüentadores da Praça Siqueira Campos, mas sentiram a falta do Josino e da sua famosa frase: “Vai correr uma mão de...”
- “Cadê Josino? Nunca mais ele apareceu por aqui!”
Até que alguém soube que ele tinha sido hospitalizado e estava em casa, ainda muito doente. O Brigadeiro Macedo sugeriu:
- “Pessoal, vamos fazer uma visita ao Josino. Afinal de contas, é nosso companheiro daqui. Pode ser que ele esteja precisando de alguma coisa”.
Mas ninguém sabia onde morava o Josino. Por fim, descobriram que ele morava para as bandas do Seminário. E lá foi a comitiva, em busca da casa do Josino. Perguntaram a uma pessoa que deu a informação correta:
- “É aquela casa onde tem uma gaiola com um cabeça vermelha”.
Ao chegarem, encontraram o Josino deitado numa cama Patente, bastante cadavérico e arquejando. Uma irmã, já velha, cuidava dele. Quando o grupo ficou em torno da cama, Josino falou para a irmã:
- “Trás aí uma mão de cadeira”.
- “Não se preocupe não, Josino. Nós estamos bem. Você logo, logo vai ficar bom e voltar lá para a praça.!”
Demoraram mais um pouco e o Josino voltou a falar para a irmã:
- “Ô menina, trás aí uma vela que vai correr uma mão de mooooorte...”
E morreu mesmo!!!

DISCRIMINAÇÃO NO CRATO

No ano de 2008, a minha turma de Engenharia completou 40 anos de formatura. Como uma forma de congregar os colegas, organizamos um blog onde são disponibilizadas fotos e histórias de “causos”. O meu colega, João Vianney Gurgel Fernandes, contou um que se passou no Crato e, de imediato, pedi a sua autorização para incluir no “Só no Crato...”, no que fui atendido. Na nossa época o curso de engenharia tinha os dois primeiros anos como básico. No terceiro ano, você podia escolher por fazer Civil ou Mecânica. Eu escolhi Civil e o Vianney, Mecânica. A turma do Vianney, então, foi fazer estágios nas indústrias do Plano Asimov, no Cariri, mais precisamente nas cidades do Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha. Num final de semana, um dos coordenadores do projeto, residente no Crato, convidou a turma de estudantes para uma visita ao Clube Grangeiro. Ao chegarem ao clube, ficaram bastante entusiasmados com a mulherada na piscina e pensaram que poderiam surgir alguns namoros. Afinal de contas, podiam tirar uma onda de jovens da capital e, principalmente, estudantes de engenharia. Tinham o seu real prestígio! Antes, tentaram, sem muito sucesso, uma partida de futebol naquele campinho que tem ao lado. Logo alguém apareceu com uma garrafa de pinga, o que apressou a ida para a piscina. Era a hora de comprovar o prestígio que acreditavam ter, segundo o Vianney, junto às “garotas”, como se dizia à época. Foi só eles caírem n’água, todos os freqüentadores se retiraram. Não apenas da piscina, mas do local. Simplesmente foram embora, resmungando. O Vianney conta que chegou a ouvir o seguinte diálogo, entre duas moças que se afastavam, indignadas:

- É fulana, hoje aqui deu um “cabocal”, hein!
- É, esse clube já foi mais bem freqüentado.
Por isso, para o Vianney, que já se imaginava inserido na fatia nobre da sociedade, teve seu primeiro contato com a discriminação. Foi uma dura experiência.

É MUITO FEIO

O Luís ficou encarregado de levar o Patativa à rodoviária do Crato, a fim de embarcá-lo para Petrolina. Enquanto aguardava a saída do ônibus, Patativa foi ao banheiro, urinar. Na Rodoviária cobravam-se cinqüenta centavos para auxiliar na manutenção do banheiro. Quando ele voltou, estava indignado com aquela cobrança. Dirigiu-se para o ‘cobrador’, em verso improvisado:

“Meu Deus que sorte precária,
A Vida está mesmo rija
Aqui na Rodoviária
Quem não tem ficha, não mija.

Vou voltar daqui dizendo
Que achei bastante feio
Ver um sujeito vivendo
À custa do mijo alheio.

POESIAS INÉDITAS DO PATATIVA

O meu tio Hermógenes Martins tinha uma incrível facilidade para fazer amizades. E uma delas era com o famoso poeta repentista Patativa do Assaré. Certo dia, visitando o meu tio era o aniversário de sua filha Ruth. Ganhou de presente estes versos do poeta

Mote

Que se reproduza esta data
Para alegria da gente

Glosa
De pobre vocabulário
Ruth um poeta tu tens
Que te entrega parabéns
Pelo teu aniversário

Que se reproduza esta data
Para alegria da gente

Não te direi o contrário
Estou alegre e contente
Desejo extremosamente
Nesta hora doce e grata

Que se reproduza esta data
Para alegria da gente

Crato, 28 de julho de 1955 (16,30 horas)

José Gonçalves da Silva (PATATIVA)

Em outra ocasião, mais precisamente no dia 14/08/1970, fez os seguintes versos para as filhas da Ruth:
Sandra e Cinara
Poeta Patativa (improviso)

Esta menina pequena
Nos fascina nos encanta
Parece mesmo uma santa
Esta garota morena

Além disso não malandra
É muito trabalhadora
Será nossa professora
Esta pequenina Sandra

E a sua irmã Cinara
Que possui beleza além
Se a sua beleza é rara
O nome é raro também

A BAGACEIRA

Chegou ao Crato um promotor novo e que logo se entrosou com os componentes da Câmara dos Comuns. Era jovem, bastante culto e de uma conversa muito agradável. Costumava freqüentar a Sorveteria Glória para tomar café. Um dia notou, na prateleira, algumas garrafas de uma cachaça gaúcha, chamada Bagaceira. Era uma cachaça que estava encalhada e que ninguém queria. O promotor fez o seguinte comentário:

- “Luís você tem Bagaceira! Isso é uma raridade!”.
E levou uma garrafa. Dias depois um amigo do Luís veio trazer a novidade:
- “Luís, aquela Bagaceira que você vendeu para o promotor fez a maior bagaceira!”
- “Mas como, e por que?”.
- “O promotor é alcoólatra e desde que chegou ao Crato estava se segurando. Com a Bagaceira ele teve uma recaída e bebeu a garrafa inteirinha. Foi para o meio da rua fazer discurso, totalmente nu!!”
Tiveram que transferi-lo para longe das Bagaceiras do Luís!

Por: Ivens Mourão - Todos os Direitos Reservados
Proibida a Reprodução sem autorização do Autor
www.blogdocrato.com


A maquiagem da inflação (postado por Armando Rafael)


Editorial de “O Estado de S.Paulo”, deste domingo, dia 13)

O governo federal continua mais empenhado em controlar o índice de inflação do que em criar as condições necessárias à estabilidade de preços. Continua, portanto, mais preocupado com a aparência do que com a realidade da inflação. O novo grande truque de maquiagem para 2013 deve ser a redução da conta de energia elétrica, promessa formulada há alguns meses pela presidente Dilma Rousseff e reafirmada várias vezes por ministros e funcionários de alto nível. O abatimento médio para a indústria e os demais consumidores deve ser de 20,2%, disse na sexta-feira o secretário executivo e ministro interino da Fazenda, Nelson Barbosa, reforçando o discurso apresentado nos dias anteriores pelo ministro de Minas e Energia, Edison Lobão. Diante do discurso-padrão ouvido em Brasília há algum tempo, fica difícil imaginar se o controle monetário e a disciplina fiscal ainda terão, do ponto de vista do governo, alguma relevância para a política anti-inflacionária.
Sem o corte de impostos sobre automóveis e outros bens duráveis, a inflação medida pelo IPCA teria superado os 5,84% anunciados na quinta-feira. Esse efeito foi reconhecido pelo ministro interino da Fazenda. Ele poderia ter mencionado também a contenção de preços dos combustíveis. Os aumentos concedidos foram inferiores aos pretendidos pelos dirigentes da Petrobrás e indicados no plano de negócios da companhia. O consumidor foi poupado, mas a cúpula da empresa continua reclamando um ajuste realista.
Ministros, dirigentes do BC e outros funcionários federais continuam falando, no entanto, como se expedientes como esses compusessem de fato uma política de combate à inflação. O ministro interino da Fazenda chegou a indicar, na sexta-feira, o possível impacto da redução das tarifas de energia elétrica na formação do IPCA. Conversas desse tipo são um tanto estranhas e preocupantes quando envolvem uma autoridade especializada em análise econômica.
Para começar, é um despropósito falar de impostos como se fossem um fator inflacionário. O corte de um tributo, mesmo definitivo, apenas contribui para a redução de uma classe de preços. Não elimina pressões derivadas de fatores como o aumento de salários acima dos ganhos de produtividade, uma forte expansão do crédito, um aumento imoderado do gasto público ou uma combinação de todas essas variáveis. Alguns preços podem cair e levar o índice geral para baixo, mas o movimento de alta será reiniciado, se as reais causas da inflação permanecerem. É este o caso do Brasil. Além disso, nem se pode contar com uma redução permanente de tributos, porque os cortes são provisórios. 

Também o controle dos preços de combustíveis é um remédio impróprio contra a inflação. A contenção irrealista dos preços da gasolina e do diesel afeta o fluxo de caixa e a rentabilidade da Petrobrás, prejudicando sua capacidade de investir e tornando suas ações menos atrativas. 

Não por acaso, nem por capricho dos investidores, o valor de mercado da Ambev superou o da Petrobrás. A manipulação de preços foi apenas um dos fatores, ao lado de outras intervenções desastradas. Outra consequência dessa política foi o desacerto da relação de preços da gasolina e do etanol, com reflexos muito ruins para o setor sucroalcooleiro. Tudo isso apenas serve para maquiar a inflação, mas os prejuízos para a economia são reais e muito claros.

No caso das tarifas de eletricidade, o discurso do governo é ainda mais despropositado. A redução do custo da energia elétrica é muito bem-vinda, em princípio, porque tanto beneficia as famílias consumidoras quanto alivia os custos de produção e torna o País mais competitivo. 

Essa mudança tem sentido somente como política estrutural. É preciso verificar se há condições sustentáveis para o corte de tarifas, sem prejuízo para a capacidade de investimento e sem sobrecarga para o Tesouro. Ao insistir na redução imediata da conta de energia, mais uma vez o governo age de forma voluntarista e confunde questões muito diferentes. As pressões inflacionárias resultam principalmente de erros da política, a começar pela manutenção, desde 2005, de uma meta de inflação muito alta pelos padrões internacionais.

----------------------------------
Comentários de leitores:

Inflação maquiada

A inflação medida pelo IPCA em 2012 ficou em 5,84%, dentro do intervalo de tolerância do regime de meta do governo federal (de 2,5% a 6,5%). De acordo com o ex-diretor do Banco Central Alexandre Schwartsman, sócio-diretor da Schwartsman & Associados, esse resultado só foi possível graças às mudanças na metodologia do cálculo do índice feito pelo IBGE. Pela metodologia anterior, o índice da inflação ficaria em 6,54%, acima da meta estabelecida. Apesar de o economista ressaltar que isso não significa que o IBGE quisesse propositadamente apresentar um número menor que o real, conhecendo o histórico do PT, ainda acho que o índice da inflação anunciado está maquiado, para parecer mais bonitinho perante a opinião pública.

MARIA CARMEN DEL BEL TUNES
carmen_tunes@yahoo.com.br

Assaltante morre vítima de linchamento no município de Aratuba


Um assaltante morreu vítima de linchamento da população do município de Aratuba, a 128 km de Fortaleza. O caso ocorreu por volta das 18 horas, na última sexta-feira (11) quando dois homens renderam e imobilizaram duas mulheres na localidade de Balança.O motorista Raimundo Almeida da Silva, de 41 anos que passava no local presenciou o assalto e tentou intervir, mas foi baleado no peito esquerdo. O homem foi socorrido ao hospital de Canindé e encaminhado ao Instituto Doutor José Frota (IJF).

Revoltada com a cena, a população matou um dos homens com golpes de faca e disparos de arma de fogo, conforme o Comando de Policiamento do Interior (CPI). Durante o linchamento, um dos assaltantes conseguiu fugir do local. O assaltante morto foi identificado apenas como Daniel.

Fonte: Portal Verdes Mares


Mais de 200 mil pessoas vivem na pobreza extrema no Cariri


Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, em Juazeiro do Norte por exemplo, 24.099 pessoas sobrevivem na pobreza extrema ou estado de vulnerabilidade.

Thiago Aguiar

Atualmente, 10 milhões de brasileiros passam fome no Nordeste, atrelado diretamente a este numero gritante, está a seca, em 2012 uma das mais severas secas dos últimos anos agravou este quadro, o governo federal lançou uma série de projetos sociais de convivência com a seca. O Governo está distribuindo cestas básicas, que não são suficientes na tentativa de emplacar programas que suavizem o problema. O Superintendente da SUDENE, Sérgio Moreira, é o responsável por esse novo programa do governo. O programa da bolsa escola, para cada criança na escola a família vai receber – pasmem - ½ salário mínimo. A pergunta é: Se é mínimo, como pode alguém receber a metade do mínimo?

No Ceará são 1.502.924 cearenses em estado de vulnerabilidade ou pobreza extrema, pessoas que sobrevivem com R$: 70,00 por mês, para boa parte delas, foram liberados também através do governo federal, cerca de R$: 10 milhões para combater a escassez de água e consequentemente de alimentos, falta água em diversas cidades do semiárido cearense, pessoas não tem água pra beber em casa, na maioria, localizados na zona rural. Recentemente o governador Cid Gomes lançou três editais do Projeto São José III para investir em sistemas e abastecimento d'água, esgotamento sanitário e projetos produtivos, contemplando as cadeias produtivas da ovino caprino cultura, apicultura piscicultura e agricultura irrigada. O investimento será de R$ 47,7 milhões e faz parte de convênio entre o Banco Mundial e o Governo do Estado do Ceará. Assinada em dezembro de 2012, a ordem de serviço com Organizações Não Governamentais (ONGs) para construção de 30.294 cisternas de placa e 7.800 quintais produtivos com cisternas de produção não foi iniciada em tempo hábil, o projeto está em estado de licitação. A ação tem parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome (MDS) e deve englobar mais de 90 municípios, com investimento de R$ 130 milhões, recursos do tesouro nacional.

DADOS DA FOME NO CARIRI

Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome coletados pelo Site Veja Juazeiro, em Juazeiro do Norte, por exemplo, 24.099 pessoas sobrevivem na pobreza extrema ou estado de vulnerabilidade, ao todo mais de 150 mil pessoas vivem na pobreza extrema nas maiores cidades do Cariri, lembrando que o Cariri possui mais de 1.540,000 habitantes, distribuidos em 49 cidades.

. Veja abaixo algumas cidades do Cariri com alto numero de cidadãos em situação preocupante de miseria.

                           
CARIRIAÇU                                    8.379
ASSARÉ                                          7.046
SALITRE                                         5.699
ARARIPE                                         8.406
SANTANA DO CARIRI                       6.789
JARDIM                                           7.995
PENAFORTE                                     1.817
JATI                                                 1.882
PORTEIRAS                                       4.440
UMARI                                               2.346
MILAGRES                                    6.540     
ABAIARA                                            2.399
ALTANEIRA                                         2.235
POTENGI                                             3.463
NOVA OLINDA                                      3.967
SALITRE                                              5.699
TARRAFAS                                           3.148
UMARI                                                 2.346
VÁRZEA ALEGRE                            11.191
ANTONINA DO NORTE                          2.045
GRANJEIRO                                        1.467
FARIAS BRITO                                    6.539
BAIXIO                                              1.272
ALTANEIRA                                        2.235
BREJO SANTO                                    6.941
JUAZEIRO DO NORTE                 24.099
BARRO                                              5.729
BARBALHA                                         7.175
CRATO                                             13.412
IPAUMIRIM                                         2.899
CAMPOS SALES                                  7.693
LAVRAS DA MANGABEIRA                    9.762
MISSÃO VELHA                                   7.765
AURORA                                             6.772

Foi assinada ainda em dezembro pelo estado, a ordem de serviço para a ação social e implantação de 14.228 cisternas de polietileno, beneficiando 14 municípios nos territórios do Cariri, Sertão Centro Sul, Sobral e Maciço de Baturité. O investimento total é de aproximadamente R$ 7 milhões, através de parceria entre a SDA e o Ministério da Integração Nacional.

RESULTADOS IMEDIATOS

O município de Acopiara  (Foto) será beneficiado com a implantação de 3.356 cisternas de polietileno.

Das medidas tomadas pelo governo, a única ação a ser executada de imediato foi a distribuição e implantação de 14.228 cisternas de polietileno, a maioria já se encontra em fase de implantação, sendo que esta tarefa foi entregue aos prefeitos dos 14 municípios beneficiados e dependem das mesmas. Já a construção das 30.294 cisternas de placa e 7.800 quintais produtivos com cisternas de produção de responsabilidades das ONG's estão em processo licitatório e devem ser iniciados ainda neste semestre segundo a Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA).

Fonte de pesquisa:

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome
Com site Veja Juazeiro

CRATO - Previsão do Tempo para Hoje, Domingo, 13 de Janeiro de 2013


Bom Dia, Crato!

Muito sol, poucas núvens e NÃO CHOVE. Pelo menos, esta é a previsão dos principais serviços de meteorologia do País, como o INPE. E o Nordeste continua sendo flagelado pela pior sêca dos últimos 40 anos. Para hoje, temperatura máxima de 34º Min 23º - Nascer do sol: 05h31 Pôr do sol: 18h02 - Ventos a leste 17km/h - Umidade Relativa do Ar: 82% Max e Mínima de 42% - Índice UV: Muito Alto.

Fontes: INPE e GOES12



Estudo desmonta tese de que colesterol bom alto protege coração


Mesmo o HDL em doses elevadas pode ter o seu efeito reduzido em consequência da oxidação


-Berlim- Novos estudos põem abaixo a teoria de que altas taxas do chamado colesterol bom (HDL, high density lipoprotein) são suficientes para proteger o coração do excesso de colesterol ruim (LDL, low-density lipoprotein). Duas pesquisas, realizadas em centros de doenças cardíacas nas universidades de Zurique, na Suíça, e de Leipzig, na Alemanha, revelam que o HDL pode perder o seu efeito protetor em consequência da oxidação.

O pesquisador Volker Adams, chefe do Laboratório Cardiológico do Centro do Coração da Universidade de Leipzig, na Alemanha, constatou que o efeito protetor do HDL é prejudicado pela oxidação. O HDL remove o colesterol das artérias e o leva de volta ao fígado para reutilização ou excreção. Quando está oxidado, no entanto, deixa de cumprir esta função. Segundo o especialista, a vitamina B3 melhora a função protetora do HDL, mas a medida mais eficaz é a prática diária de exercícios.

— A partir de 30 minutos diários de caminhada os exames de laboratório indicam uma melhora da atuação do colesterol bom — explica Adams.

Testes com um grupo de 24 pessoas (sendo oito saudáveis, oito com leves problemas cardíacos e oito em estado mais grave) mostraram que, depois de três meses de exercícios regulares (no mínimo 30 minutos de caminhada por dia), houve uma redução de 30% da oxidação do HDL.

— Até os oito pacientes com problemas cardíacos graves apresentaram melhora — diz Adams, que atualmente prossegue o estudo para descobrir se os exercícios regulares melhoram a atuação do HDL na sua capacidade de transporte do colesterol das artérias para o fígado.

Efeito protetor no organismo

Segundo ele, o HDL aumenta a produção de óxido nítrico (NO), o transporte do colesterol das artérias para o fígado, onde é decomposto e levado para o intestino. O NO reduz a pressão nos vasos sanguíneos, tendo, assim, um efeito protetor. Há dez anos um estudo americano já tinha apresentado a suspeita de que uma taxa mais alta de HDL (acima de 50 mg/dl) no sangue nem sempre significava mais proteção contra doenças cardiovasculares. Cinco anos mais tarde, a equipe do especialista Ulf Landmesser, da Universidade de Zurique, na Suíça, começou a decifrar o enigma do distúrbio de função do HDL e, em 2011, as primeiras conclusões foram publicadas no periódico “The Journal of Clinical Investigation”.

— Nossa primeira conclusão foi que as pessoas que sofriam de doenças arteriais tinham um distúrbio funcional, apesar das taxas boas de HDL. A apo-1, proteína mais importante do HDL, apresentava erro de função em consequência do aumento da apo-3 — diz Landmesser, que coordena uma pesquisa com 500 pessoas com problemas cardiovasculares sobre o bloqueio da função protetora do HDL. A novidade mostrada pelos novos estudos é que nem sempre o HDL pode proteger o coração. Por isso, as tentativas de remédios para melhorar a taxa de colesterol baseadas no aumento do HDL não deram certo. Há cerca de seis anos, o laboratório Pfizer suspendeu um estudo com uma substância (torcetrapib), capaz de aumentar a taxa de HDL, que teria causado um aumento de casos de óbito em vez do efeito desejado, de redução dos casos de morte. Oitenta e dois dos quinze mil pacientes que participaram do estudo faleceram. Outra tentativa foi feita pelo laboratório suiço Hoffmann-La-Roche com uma substância parecida, dalcetrapib, que não mostrou o efeito desejado. O estudo terminou em maio do ano passado.

Desequilíbrio geral no metabolismo

Para Landmesser, o processo de perda de função positiva do HDL é complicadíssimo porque envolve vários fatores. Além da composição das proteínas, cujo o desequilíbrio faria com que os radicais livres atacassem o HDL, ele descobriu que o processo de oxidação, que tira do HDL a sua capacidade protetora, ocorre também em consequência de um distúrbio de uma enzima associada à lipoproteína, chamada paraoxonase. O especialista descobriu que pessoas que sofrem de diabetes tipo 2 apresentavam uma taxa maior de desequilíbrio da paraoxonase, o que ele explica como resultado de um desequilíbrio geral do metabolismo. Mas pessoas saudáveis também podiam apresentar o mesmo distúrbio. Há anos a teoria do colesterol bom preconiza que uma taxa HDL acima de 50 mg/dl teria a capacidade gradual de reduzir o efeito ruim do LDL, que deveria ficar em até 160 mg/dl, sendo a taxa geral aconselhada para uma vida saudável algo em torno de 200 mg/ dl.

— Ainda hoje vale a regra de que o LDL alto demais e o HDL baixo demais têm o efeito bomba relógio que pode explodir como infarto ou de acidente vascular cerebral — diz Landmesser. Segundo o médico esportivo austríaco Hans Holdhaus, as doenças cardiovasculares atacam mais hoje do que no passado por causa do alto grau de sedentarismo da vida moderna.

— Na Idade da Pedra, uma pessoa caminhava em média 19 quilômetros por dia. Hoje a média é de 800 metros e isso se reflete nas estatísticas de saúde — conclui Holdhaus, que defende um retorno do homem às origens, pelo menos no que se refere a movimentos.
 
 O Globo - Saúde

O Pensamento do Dia - Dihelson Mendonça



"Os piores bandidos são os médicos ruins. Porque quando é apenas um trombadinha, leva apenas a sua carteira. Já um médico ruim, leva a sua vida."

Dihelson Mendonça

* Entenda-se a palavra "ruim" como sinônimo de despreparado, sem vocação, pessoa de má índole, ou os 3 combinados.



Conde d’Eu, esse desconhecido – por Armando Lopes Rafael

                                          Príncipe Gastão de Orleans -- Conde d'Eu (Carl Steffeck)

     Passou despercebido, para quase totalidade do povo brasileiro, os 90 anos de falecimento, fato ocorrido em 28 de agosto de 1922, do Conde d’Eu, esposo da Princesa Isabel, A Redentora. Não fora o cartão-de-natal de Dom Luiz de Orleans e Bragança – Chefe da Casa Imperial do Brasil e bisneto do Conde d’Eu – ninguém teria se lembrado dessa efeméride. E, no entanto, o Conde d'Eu consagrou 25 anos de sua exemplar existência em favor da nossa pátria.     Recebi o cartão de natal de Dom Luiz. E dele retirei algumas das informações, a seguir transcritas.

    “O Príncipe Luís Filipe Maria Fernando Gastão d’Orleans nasceu em 28 de abril de 1842, no castelo de Neuilly-sur-Seine, filho primogênito do Duque de Nemours – quarto filho do Rei Luís Filipe – e da Princesa Vitoria Augusta de Saxe Coburgo Gotha. Escolheu a carreira das armas, primeiro cursando a Academia Militar de Segóvia e buscando depois a ação no Marrocos, onde se cobriu de louros na batalha de Tetuan.
   “Aquele a quem estava reservada a patente de Marechal do Exército chegava assim ao Brasil em 1864 já temperado em combate e com brilhante folha de serviços. Eclodida a Guerra do Paraguai, o curso do conflito em sua última fase o levou à chefia das forças nacionais, que exerceu com brilho e grande competência. Tal é o testemunho do General Osório, Marquês de Herval: “Brindo o Senhor Conde d’Eu, meu companheiro d’armas, pelo seu valor, pela sua coragem e pela justiça com que administrou o exército: brindo-o porque no Paraguai deu sempre provas de amar o Brasil e se devotou d’alma ao seu serviço como os brasileiros que lá serviram.

   “Sua afeição ao Brasil foi inteira e constante. Estava ele na difícil situação que toca aos estrangeiros cônjuges de herdeiros do trono: exame rigoroso, juízo severo, crítica fácil. Mas soube – pelo seu caráter e por sua formação cristã – granjear respeito e estima nas funções oficiais como nas relações pessoais. Ficou isso patente em 1921 quando aqui pôde retornar após três décadas de exílio, recebendo inúmeras manifestações de consideração e afeto.

   “Mostra eloquente dessa entrega ao Brasil é a carta derradeira que dirigiu aos brasileiros estando ainda em nosso território (antes da sua expulsão pelas novas autoridades republicanas), que reproduzimos no artigo abaixo:

SAMU Ceará tem frota renovada e mais ambulâncias


O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência [SAMU] Ceará 192 está renovando e ampliando a frota de ambulâncias.

Já estão no pátio do SAMU e em processo de licenciamento e emplacamento sete novas ambulâncias que vão substituir unidades mais antigas. As ambulâncias substituídas permanecerão como unidades de reserva da frota, que passa a contar com 50 veículos, sendo oito unidades avançadas [UTIs móveis]. Em fevereiro, a frota será ampliada com 18 novas unidades básicas e quatro UTIs móveis, totalizando 22 novas ambulâncias.

Com a frota de 72 ambulâncias, o Polo 1 do SAMU Ceará 192 ganha novo desenho com a incorporação de 32 municípios ao raio de cobertura, que passa dos atuais 47 para 79 municípios. O Polo 1 do SAMU Ceará 192 passará a dar cobertura aos municípios de 10 regiões de saúde da macrorregião de Fortaleza e parte da macrorregião do Sertão Central. A exceção é Fortaleza, que tem SAMU próprio. Com a ampliação, o serviço dará cobertura à população de 2.928.885 habitantes dos 79 municípios, que representam 48,8% da população do Interior do Estado. A universalização da cobertura promovida pela Secretaria da Saúde do Estado se completará com a implantação do Polo 2, com cobertura de 1.554.685 habitantes de 55 municípios da macrorregião de saúde de Sobral, e do Polo 3, no Cariri, com cobertura de 1.516.626 habitantes de 49 municípios.

O SAMU integra a Rede de Atenção às Urgências do Ceará. Com transporte sanitário, qualifica o atendimento na rede pública, prestando socorro à população em casos de emergência, quando acionado pelo telefone 192.  O atendimento de urgência e emergência é realizado em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas, contando com as Centrais de Regulação, profissionais de saúde e veículos de salvamento. O serviço realiza atendimentos de naturezas diversas, como a vítimas de acidentes de trânsito, de ferimentos por arma de fogo, de ferimentos por armas brancas, de quedas, de choque elétrico, de afogamento e de intoxicação.  Atende, ainda, pacientes vítimas de infarto agudo do miocárdio, de AVC [Acidente Vascular Cerebral] e crises convulsivas e realiza atendimento pré-hospitalar de pacientes com insuficiência cardíaca e crise diabética.

O SAMU também é acionado para a realização de atendimento pré-hospitalar de casos gineco-obstétricos, como trabalho de parto e aborto; atua no atendimento médico pré-hospitalar de urgências psiquiátricas; efetua transferências hospitalares de pacientes graves que necessitam de remoção em UTI móvel entre os municípios. Em casos de informações e reclamações os usuários devem ligar a ouvidoria do SAMU Polo 1, que atende pelo telefone [085/ 3260-3797 ou ainda pelo e-mail ouvidoria.samupolo1@samu.ce.gov.br

* Com informações da Assessoria de Comunicação da Sesa ( Via Yuri Guedes )


Médico alemão identificou doença de Alzheimer em 1906


Em 1906, o médico alemão Alois Alzheimer descobriu que pacientes que tinham um tipo específico de demência apresentavam um quadro com característica degenerativa. De modo geral, a demência do tipo Alzheimer costuma ocorrer em pessoas com mais de 70 anos de idade, embora haja casos de doença mais precoce, aos 60 anos, explica a neurologista Soniza Leon, do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Segundo a neurologista, existe relação entre Alzheimer e depressão. “Como o humor e todo o conjunto de funções dependem das atividades corticais, a alteração do humor pode fazer parte da doença, tanto a depressão quanto a perda do juízo crítico, a mania, uma agitação psicomotora.” Ela destaca que alguns pacientes não ficam parados, andam a noite toda, mantêm-se acordados, enquanto outros permanecem totalmente parados, deprimidos. “Cada um tem uma manifestação de humor, maior ou menos grave, para depressão ou mania. Isso vai variar de paciente para paciente.”

Apesar de não existir estudos que determinem qual é o percentual da população mundial ou brasileira que sofre da doença, a neurologista informa que isso varia de acordo com as populações e com as faixas etárias. De acordo com Soniza, é possível encontrar pelo menos 20% de pacientes com demência na faixa etária entre 80 e 90 anos, que pode ser provocada por outros problemas, como colesterol alto, hipertensão arterial sem tratamento e diabetes. “Então, 60% dos pacientes que têm demência têm a demência do tipo Alzheimer junto com uma demência por síndrome metabólica de outras causas.”
 
Agência Brasil



Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30