xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 06/01/2013 | Blog do Crato
.

VÍDEO - ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Prefeito do Crato é escolhido um dos melhores prefeitos do Ceará pela PPE Eventos, em Fortaleza. ( 09-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

06 janeiro 2013

Notícias e reflexões para este domingo (Armando Rafael)

Haja progresso

Começaram as obras de construção de mais um hipermercado em Juazeiro do Norte: Assaí Atacadista, pertencente ao grupo Pão de Açúcar. Além do Atacadão (Carrefour), Maxxi e Hiper Bompreço (Walmart), a Avenida Padre Cícero sediará, brevemente,  mais um grande empreendimento do ramo de atacado/varejo, que deverá estar em funcionamento já no próximo mês de maio. Outra novidade na Terra do Padre Cícero será a instalação de uma filial da Casa Bahia, a qual – rompendo a tradição – vai ser instalada na Rua São José, próximo ao escritório da Coelce.


Feliz Ano Novo...

O novo prefeito de Missão Velha, Dr. Tardiny (PT), botou a boca no trombone: "Todos os computadores da  Prefeitura, daquela cidade,  foram entregues – à nova administração – formatados" (leia-se: "zerados"). Apagaram, nos computadores,  até a base dos dados cadastrais dos servidores municipais. Segundo o novo prefeito, não havia material de expediente na Prefeitura. Tanto que para imprimir as portarias de nomeações dos novos secretários ele teve de comprar  (fiado) papel e cartuchos para impressoras. Declarou mais Dr. Tardiny: “Apenas meu gabinete, em toda a sede da Prefeitura, dispunha de uma linha telefônica. E  a energia elétrica da Prefeitura e de algumas secretarias estava funcionando por meio de um  “gato”,  ilegalmente instalado pela administração anterior”...

Mais um  “bispo romeiro”

No último dia 27 de dezembro realizou-se a cerimônia de ordenação episcopal do monsenhor Eraldo Bispo da Silva, recentemente nomeado pelo Papa Bento XVI como 4º bispo da Diocese de Patos (PB). Dom Eraldo é paraibano da cidade de Monteiro, aonde nasceu em 13 de agosto de 1966. Quando ainda era padre,  pertencente à Diocese de Barreiras (BA), Dom Eraldo esteve algumas vezes participando de romarias em Juazeiro do Norte.

Irmã Annette é destaque na Cariri Revista 


Irmã Annette Dumoulin é capa da edição nº 09 da Cariri Revista que está em circulação. Numa excelente matéria assinada por Raquel Arraes ela conta um pouco da sua vida desde a infância vivida na Bélgica e a decisão de morar em Juazeiro do Norte, onde já reside há quase trinta anos e desenvolve trabalhos pastorais e de pesquisa da história regional.  Leitura recomendável. Leia também: Diário de viagem: expedição fotográfica Geopark Araripe; A corrida pelo ouro branco do Araripe;  Com ajuda das abelhas; Uma vocação no lugar certo; Uma mostra de mil expressões; As graças alcançadas, entre outras boas matérias. (notícia transcrita do Blog Portal de Juazeiro)



Tá feia a coisa

2012 foi um dos anos mais frustrantes das últimas décadas na vida dos brasileiros. A começar pelo pífio crescimento do PIB, algo em torno de 1%. Foi também o ano  sem que um único condenado pelo mensalão fosse preso. Pior: anunciou-se que um dos réus – o mensaleiro-suplente de deputado José Genoíno – seria empossado na Câmara Federal, numa ação típica de  um Legislativo caótico e divorciado da vontade popular e do interesse público. O orçamento para 2013 até agora não foi aprovado pelo Congresso e esta semana será anunciado o aumento da gasolina, há anos com preços estáveis. Ainda bem que o Judiciário demonstrou de que nem tudo está perdido. Como, ao longo dos últimos dez anos, a esperança foi a primeira a morrer, rezemos para que 2013 marque sua ressurreição.

Aeroportos privatizados já trazem  melhorias

Esta nota foi publicada na “Folha de S.Paulo” deste domingo: “Wi-Fi grátis, banheiros reformados, mais vagas de estacionamento e segurança. Quem passa pelos aeroportos de Guarulhos, Viracopos e Brasília já pode sentir as primeiras mudanças proporcionadas pela iniciativa privada. Longe das amarras da lei 8.666 (lei das licitações), do Tribunal de Contas da União e da burocracia da estatal Infraero, os consórcios estão conseguindo melhorar os serviços mais básicos e também a qualidade das receitas. A iniciativa privada assumiu a administração de Guarulhos e Viracopos em meados de novembro, e a de Brasília, em 1º de dezembro.” Em resumo: está acontecendo o que todo mundo já esperava...

Calúnias contra o bispo – 1



No seu último livro, “A infância de Jesus”,  o Papa Bento XVI escreveu: “O homem é um ser relacional”; se fica perturbada a primeira relação fundamental do homem – a relação com Deus –, então nada mais pode estar verdadeiramente em ordem”. Por outro lado, na Sagrada Escritura consta este pensamento: “A boca fala daquilo que o coração está cheio” (Cfe. Evangelho de São Mateus,  12:34). Quando tenho conhecimento de publicações – na imprensa marrom –, de  ataques à respeitável figura do Bispo de Crato, Dom Fernando Panico, enxergo nessas calúnias o desregramento dos corações dos acusadores. Estes não têm relação de amizade de Deus. Portanto, partem da raiz dos corações desses acusadores todos os seus atos de insânia...

Calúnias contra o bispo – 2

Bem definiu Pedro Canísio Melchert: “O coração é a fonte do amor e do mal. O coração é, portanto,  a fonte dos nossos atos. Se o coração é bom, então nossos atos são bons. Se nosso coração é mau, nossos atos serão maus. Quando uma pessoa tem bom coração, ama a Deus e ao próximo, dizemos que ela vive em paz e feliz”. Quando um pessoa tem mau coração destila seu próprio veneno e propaga a maledicência, a discórdia, o desamor e a fraude.

Patativa do Assaré inspira análise sociológica em livro


O livro de Maria Ferreira dos Santos é pioneiro na abordagem das ciências sociais na obra do poeta popular de Assaré

Crato. Fruto da convivência com Antônio Gonçalves da Silva, o Patativa do Assaré, a escritora Maria Ferreira dos Santos está lançando seu primeiro livro sobre a obra do poeta popular. A publicação que tem o título: “Aspectos sociológicos na poesia de Patativa do Assaré e o drama da triste partida” é dividida em três partes e tem como principal proposta divulgar a importância da contribuição do assareense para as análises e estudos sociais relacionados ao povo nordestino, o comprometimento dele com os problemas da região, a contestação e o sofrimento dos flagelados da seca, que até hoje, em menores proporções em relação ao passado, continuam migrando para o Sul do País. O livro é dividido em três e divulga a obra do poeta popular Patativa do Assaré FOTO: YACANÃ NEPONUCENA. No primeiro momento, o exemplar é composto por um histórico da literatura popular nordestina. O objetivo é identificar o legado de Patativa do Assaré dentro deste cenário.

Relato

A segunda parte traz um relato sociológico da poesia do cancioneiro, desde as denúncias da problemática da seca e seus flagelados, até os agregados e operários que deixam a terra natal em busca de oportunidades nos grandes centros urbanos. Esses foram os fatores que o impulsionaram a gerar poesia a partir da realidade brutal, onde o homem do campo é desprovido de recursos para permanecer no sertão. A última etapa relata o drama da música “A triste partida”, nacionalmente cantada por Luiz Gonzaga e ícone do cancioneiro popular.

Devido à amizade entre os compositores e porque o Rei do Baião gravou vários poemas de Patativa, o livro será lançado durante a Bienal Nacional da União Nacional dos Estudantes (UNE), que vai acontecer no próximo dia 24, em Recife. No evento, haverá uma homenagem ao centenário de Luiz Gonzaga. O Tema central será: “A volta da Asa Branca”. “Aspectos sociológicos na poesia de Patativa do Assaré e o drama da triste partida” é pioneiro em abordar o conteúdo social da obra do poeta popular. Até então, havia apenas livros sobre a história da vida e da obra dele. A publicação aprofunda os estudos nas produções do assareense. Uma das metas da autora é disponibilizar o conteúdo como fonte de pesquisa para estudantes de todo o país e interessados em conhecer mais sobre essa temática. O livro tenta mostrar a sociologia de forma poética. Para isso, foi escrito com base na literatura de cordel, da professora Nelma Fechine e nas pesquisas “Literatura e Sociedade”, do professor Antônio Cândido. A publicação tem citações de poemas selecionados pelo próprio Patativa do Assaré. Em uma dupla homenagem, a Patativa e ao Gonzagão, Maria Ferreira dos Santos dedicou uma parte do seu trabalho a questão da seca no Nordeste.

Em capítulos, ela mostra as dificuldades das famílias de retirantes que fogem da estiagem. Nas etapas, a leitura forma uma peça teatral que conta a história do casal Zé e Raimunda, com seus filhos. Na ficção, a família saiu do Ceará em um caminhão pau de arara, em busca de melhores condições de vida na cidade de São Paulo. No decorrer da narrativa, eles enfrentam o frio, a fome e ainda perdem um dos filhos. Para a escritora, essa é a parte mais dramática da obra. “Muita gente que mora em outras regiões do país desconhece a realidade do sertanejo. Esse fato gera preconceito e discriminação com os nordestinos. A minha intenção foi mostrar que, apesar das dificuldades, esse povo tem valores, criatividade e enfrenta com bravura as intempéries da seca”, conta.

O reconhecimento do trabalho da autora já gerou bons resultados. Nas homenagens ao Centenário do Gonzagão, que aconteceram em dezembro, na cidade de Exú, o livro “Aspectos sociológicos na poesia de Patativa do Assaré e o drama da triste partida” tiveram destaque ao servir de inspiração para um grupo de alunos da Escola Padre Medeiros, que encenou a peça: “A triste Partida”, assistida por mais de 500 pessoas. Agora, uma equipe de artistas teatrais está elaborando um curta metragem sobre a mesma peça. A autora, pretende auxiliar nas gravações. A linguagem popular em que a obra foi escrita é acessível aos públicos adulto e até infantil. Aos leitores, proporciona a sensação de estar no sertão, convivendo com os animais, casas de taipa, redes, panelas de barro e candeeiros, constantemente encontrados nos lares do interior.

Após o lançamento do livro na capital pernambucana, a escritora pretende continuar apresentando seu trabalho em outros eventos. Na ocasião, de aniversário do poeta, que acontecerá no dia 5 de março, Maria Ferreira já planeja realizar um encontro na cidade de Assaré, onde Patativa viveu.

Mais informações

Maria Ferreira dos Santos
Endereço eletrônico: mariaferreiraalencar@hotmail.com
Telefone: (88) 9619.3777

YAÇANÃ NEPONUCENA
Repórter do Jornal Diário do Nordeste


Do (surpreendente) “seriado” coisas da República (postado por Armando Rafael)


A nova herança maldita
Editorial deste domingo do jornal “O Estado de S.Paulo”

A manobra do governo para improvisar R$ 15,8 bilhões de receita e maquiar as contas de 2012 foi mais uma prova do firme compromisso da presidente Dilma Rousseff com o atraso e o subdesenvolvimento. Em apenas dois anos ela conseguiu bem mais que a triste façanha de um crescimento acumulado inferior a 4%. Qualquer país pode atravessar uma fase de estagnação e sair da crise mais forte e preparado para um longo período de expansão. O Brasil poderá até se mover um pouco mais em 2013, mas ninguém deve iludir-se quanto às perspectivas de médio prazo. As bases de uma economia saudável, promissora e atraente para empreendedores de longo prazo estão sendo minadas por uma política voluntarista, imediatista, populista e irresponsável, embalada num mal costurado discurso desenvolvimentista.

O governo manchou mais uma vez sua imagem e sua credibilidade ao montar uma operação com o Fundo Soberano e dois bancos estatais para encenar o cumprimento da meta fiscal. O truque, só conhecido publicamente nesta semana, foi um complemento perfeito do pacotaço do fim de ano. Sem disposição para cobrar do Congresso a aprovação do Orçamento até 31 de dezembro, a presidente assinou medida provisória (MP) para liberar desde o início do ano R$ 42,5 bilhões. A Constituição, no entanto, só autoriza esse procedimento para despesas "imprevisíveis e urgentes", decorrentes de guerra, comoção interna ou calamidade pública. Ainda antes do réveillon, a presidente embutiu num projeto de lei complementar sobre a dívida de Estados e municípios um dispositivo para afrouxar a Lei de Responsabilidade Fiscal e facilitar a distribuição de benefícios tributários sem os cuidados indispensáveis ao equilíbrio das contas. Como a saúde orçamentária é irrelevante, o Executivo ainda aproveitou a virada do ano para reduzir os juros cobrados pelo Tesouro no repasse de recursos ao BNDES.
Esses repasses totalizaram R$ 285 bilhões a partir de 2009, quando o Executivo decidiu estimular com recursos orçamentários o crédito para investimento. Lançada como ação temporária contra a recessão, a transferência de verbas do Tesouro ao BNDES foi mantida nos anos seguintes, numa crescente e perigosa promiscuidade financeira. Com essa política, o Executivo ressuscitou, com nova aparência, a famigerada conta movimento, extinta no fim dos anos 80 depois de grandes danos às políticas fiscal e monetária.

A eliminação dessa conta foi um dos primeiros passos de um longo e difícil trabalho de recuperação dos principais instrumentos da estabilidade macroeconômica. As políticas monetária e fiscal só seriam efetivamente restabelecidas depois do lançamento do Plano Real, em 1994. A tarefa só seria completada entre 1999 e 2000, quando se articularam as políticas de meta de inflação, meta fiscal e câmbio flutuante. A Lei de Responsabilidade Fiscal, aprovada em 2000, reforçaria nos anos seguintes um novo padrão para as finanças públicas.

O tripé formado pelas políticas monetária, cambial e fiscal foi mantido, em linhas gerais, até 2010, mas com perigosa tolerância com a expansão dos gastos federais e com uma inflação quase sempre bem superior àquela observada nas economias mais competitivas. Além disso, a administração petista sempre desprezou, no governo federal, critérios de eficiência, profissionalismo e impessoalidade. O partido aparelhou e loteou milhares de cargos no governo central e em suas empresas, comprometendo cada vez mais a gestão e a capacidade de elaboração e execução de projetos.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sujeitou as estatais às suas ambições políticas e aos interesses partidários. A deterioração da Petrobrás, o emperramento dos projetos de infraestrutura e a ampla corrupção em vários ministérios foram parte da herança deixada à sua sucessora. A presidente Dilma Rousseff promoveu alguns acertos, mas, de modo geral, aperfeiçoou aquele triste legado com novas manifestações de voluntarismo e imediatismo, sem poupar sequer a precária autonomia do Banco Central e a Lei de Responsabilidade Fiscal. Uma nova herança maldita, muito pior que a recebida em 2011, está em formação.
...   ...   ...
Comentário do Postador:
Maracutaia contábil

O governicho de Hugo Chávez está fazendo escola! Agora estamos vendo as coisas de maneira mais transparente... Na parte contábil, mexe aqui, mexe ali... tira daqui, tira dali... Tanto mexe e tanto tira que a empresa distribuidora de cerveja AMBEV ultrapassou em, 2012, a outrora toda poderosa Petrobrás, que produz e vende... PETRÓLEO ... Haja incompetência do Governo Federal... Parece até notícia da Argentina de Cristina Kirchner!


O CRATO em FOTOS - Dihelson Mendonça


Para as pessoas que curtem ver fotos do Crato, aqui estão mais algumas. Essas foram de 2011, na inauguração da Praça Siqueira Campos. Tenham um Bom Domingo!






Fotos: Dihelson Mendonça
Proibida a Reprodução e Uso sem autorização por escrito do autor - Entre em contato através do e-mail:  blogdocrato@hotmail.com

CRATO - Previsão do tempo para hoje, Domingo, 06 de Janeiro de 2013


As chuvas voltam a cair no Crato. Pelo menos, esta é a previsão dos serviços de meteorologia para hoje. Previsão do Nascer do sol: 05h28 Pôr do sol: 17h59  Temperatura: Max 32º Min 23º Ventos de Leste para Noroeste a 12km/h  Umidade Relativa do Ar: 90% mas e mínima de 47%. No momento, às 00:00, 54% na Vilalta. Índice UV: Alto
Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

Fonte: INPE e GOES12




Cid Gomes, Eunício Oliveira e Agenor Neto estão nos EUA


"Os Estados Unidos viraram o paraíso para os brasileiros. Mais de 20 mil brasileiros estão em Miami e Orlando, curtindo férias. Outros 10 mil brasileiros estão em Nova York. Cheios da grana, os americanos que nos odiavam, agora nos abraçam. Cid, Eunício e Agenor Neto estão em Miami com a família."

Comentário do Site Iguatu Diário


Vestibular da URCA acontece neste sábado (05) e domingo (06)


Acontece neste sábado (05) e domingo (06), das 13 horas às 17 horas, as provas do Processo Seletivo Unificado 2013.1, da Universidade Regional do Cariri (Urca). As provas presenciais serão feitas nos municípios de Brejo Santo, Crato, Campos Sales, Iguatu, Juazeiro do Norte, Mauriti e Missão Velha. A seleção teve 8.200 inscritos.

Os candidatos estarão concorrendo às vagas nos 16 cursos da Instituição, hoje a que congrega o maior número de inscritos durante o processo seletivo. Por conta dos números a Urca se configura como entidade de ensino superior da maior relevância no processo de desenvolvimento regional. Os cursos de maior concorrência são Direito (Noite), com 995 inscritos e 24.8 pessoas inscritas por vaga, seguido do curso de Enfermagem, com 21.5 e Direito (Tarde), com 21.3. De acordo com o cronograma, os gabaritos preliminares das provas do primeiro dia serão divulgados no dia 6, às 8 horas. Do segundo dia, a divulgação acontece a partir das 19 horas, também do dia 6, por meio do sitewww.urca.br/vestibular. O resultado do processo seletivo está previsto para ser divulgado no dia 28.

A Universidade também entra para o rol de avaliações importantes nos seus cursos no Estado do Ceará. No último Enade, a Universidade obteve nota máxima de avaliação dos alunos, nos cursos de Ciência Sociais, com 5, a maior nota obtida no Estado, e também no Curso de Artes Visuais, também com a nota 5.

Assessoria de Comunicação da URCA



Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30