xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 01/12/2012 | Blog do Crato
.

VÍDEO - ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Prefeito do Crato é escolhido um dos melhores prefeitos do Ceará pela PPE Eventos, em Fortaleza. ( 09-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

01 dezembro 2012

As primeiras chuvas - Por: Emerson Monteiro


Tempo esse em que ocorrem variados tipos de fala quanto ao clima futuro. Uns preveem mais estiagem, depois dos dois anos meio irregulares, ainda que em 28 de janeiro de 2010 ocorresse tromba d’água de causar espanto, destruindo parte do Canal do Rio Grangeiro e levando prejuízos a comerciantes e moradores da zona urbana de Crato. 

O andamento dos invernos, nessa fase, apresenta irregularidade, sem registros normais dos ideais para a agricultura e o abastecimento. Este ano, aos primeiros meses, vieram chuvas, sim, porém insuficientes e espaçadas, abaixo da média histórica, somando redução das reservas nos açudes. Ninguém garante como virá o turno invernoso. Profetas ainda existem, acrescentados das previsões oficiais. Certeza segura, todos ficam devendo. 
De real, contudo, é que, há pouco, nas madrugadas de 30 de novembro e 1.º de dezembro de 2012, após dias nublados e quentes, chegaram as primeiras pancadas de chuva. 

Caso consideremos as estações do Planeta, nossas chuvas ocorrem no Verão, com base nos padrões estabelecidos no calendário. Estas duas ocorrências de chuva molharam bem as matas já ressequidas pela soalheira dos seis meses de estio que trouxera ondas fortes de calor. As mangueiras e os cajueiros estão mais floridos que no ano anterior, enquanto os sabiás cantam desde finais de outubro. Graças a Deus nenhum incêndio de proporção ocorreu na floresta, diferentemente de anos passados. Mediante o desejo dos sertanejos de que venham boas chuvas de encher reservatórios, nutrir a lavoura e criar o pasto dos rebanhos, eles principiam olhar o Nascente. 

Buscam a raiz das nuvens, os torreões. Vigiam as luas, os sinais da natureza, os passarinhos, as formigas, o movimento dos animais. Quando o relâmpago começa a cortar os céus, então, nasce nas almas o gosto pela vida, ainda que agora rezem e morem mais nas cidades, abafadas de prédios e carros, do que no tempo bucólico dos sítios e vilas. Precisam da água preciosa, a lhes satisfazer necessidades e privações. De agora até o meio do novo ano, haverá o alimento da esperança em chuvas fartas no coração de todos os viventes, pois assim a alegria vem. 

Por: Emerson Monteiro

Pesquisadores estudam abelha nativa do Cariri


Pesquisadores e criadores despertam interesse pelo espécime identificado com a região do Cariri

Crato. Um grupo de pesquisadores da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) esteve na região do Cariri para analisar as abelhas da espécie Sacpototrigona-SP., mais conhecida como Canudo. O inseto, que é nativo da encosta da Serra do Araripe, produz pólen, mel e ajuda na fecundação dos cultivos regionais e na preservação das plantas existentes no território onde elas vivem. O intuito dos estudiosos foi colher amostras e conhecer a produção dos criadores. Eles já desenvolvem outras pesquisas sobre o comportamento, fisiologia, ecologia e genética de abelhas de vários tipos. Os estudiosos pretendem auxiliar no melhoramento do manejo e na conservação da espécie, que pode ser ameaçada pelos constantes desmatamentos, incêndios e até pelo uso indiscriminado de agrotóxicos FOTO: YACANÃ NEPOMUCENA

Temperamento

No momento, estão tentando descobrir mais detalhes sobre o tipo da classe local. Cada um tem bolsa de incentivo de fundações de apoio à pesquisa e instituições acadêmicas renomadas como o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). A Canudo chama a atenção devido ao seu temperamento. Segundo os criadores, elas são extremamente dóceis. Os estudiosos pretendem auxiliar no melhoramento do manejo e na conservação da espécie que pode ser ameaçada pelos constantes desmatamentos, incêndios e até pelo uso indiscriminado de agrotóxicos. De acordo com os pesquisadores, essas ações estão contribuindo para a matança das abelhas e gerando a despolinização das plantas. Eles afirmam que é importante mantê-las na região nativa. No Crato, apenas no bairro Grangeiro, área que se assemelha à zona rural, já há três criadores deste inseto. Porém, na cidade, existem vários outros que ainda estão sendo catalogados. Estima-se que o número já passa de 15.

Produção

No Brasil, existem mais de 300 espécies de abelhas nativas. Se for comparada com as Italianas, que são exóticas, a Canudo produz pouco mel, apesar de seu potencial de produção ser considerado alto. O alimento ainda não é exportado como o fabricado pelas demais abelhas. Elas se alimentam da própria produção e comem o pólen e néctar das flores, que são suas principais fontes de energia. Em toda a encosta do Araripe, os pesquisadores observaram que a diversidade da flora contribui para a conservação da espécie. Eles afirmam que, nas colmeias, cada pólen tem uma cor peculiar que depende do tipo de planta que a abelha visitou. O produto também pode ter sabor e cor variados.

O período de maior produção das abelhas Canudo acontece durante a quadra invernosa. Entretanto, mesmo em anos de seca, como está acontecendo em 2012, elas continuam fabricando o mel. Elas têm aparência de cor preta, não possuem ferrão e, em termos científicos, são classificadas como sociais, já que, no ano inteiro, convivem em grupos permanentes, onde uma líder mantém a comunicação com as demais, que durante o trabalho auxiliam a rainha na manutenção da colônia.

Produção

A produção anual dessa espécie, por caixa racional, chega a três litros de mel. No mercado, o preço do produto poder ser de até R$ 100, por cada mil mililitros. As grandes vendas ainda não são frequentes. O apicultor Manoel Ivan Pedroza pretende, em parceria com outros criadores, iniciar comercialização em larga escala e formar uma associação. No ano passado, sozinho, ele engarrafou 200 potes de mel, cada um contendo 100 mililitros. O produto foi doado e vendido. Para ampliar a criação, Pedroza conta que está investindo na multiplicação das caixas racionais. Atualmente, ele mantém 50 colônias e já planeja obter lucros com a iniciativa.

No Ceará, a apicultura tem como característica marcante a produção de mel de abelhas exóticas. Estima-se que o cultivo está presente em 150 municípios. A produção tem referência na exportação, colocando o Estado entre os cinco maiores exportadores do Brasil. O Cariri é uma das regiões com maior número de produtores. O biólogo holandês Dirk Koedan é um dos membros do grupo de pesquisadores que está analisando as colônias das Canudos no Cariri. Ele é pós-doutor e especialista em etologia, com ênfase em insetos sociais. Koedan estuda abelhas sem ferrão há mais de 20 anos e afirma que a geografia, o clima e a vegetação úmida da Chapada do Araripe ajudam a formar ilhas de abelhas, onde elas se adaptaram e estão se mantendo por muitos anos.

"Planejamos essa viagem exatamente para analisar melhor esse tipo de abelha, observar como elas são diferentes das existentes em outras regiões e como se adaptam a diversos ambientes. Já vimos que a Chapada do Araripe é muito diferente da Caatinga", revela. Entre os benefícios dos estudos sobre as abelhas está a previsão do que poderá acontecer com a espécie nos próximos 50 anos. As hipóteses iniciais indicam que, com o aquecimento global, elas poderão ser amplamente afetadas. Contudo, produtores e pesquisadores estão esperançosos. A meta é dar previsões que possam contribuir para a elaboração de alternativas que evitem o problema.

Mais informações:

Criação de abelhas Canudo
Rua George Lucetti, 301
Bairro Grangeiro
Crato - Cariri
Telefone: (88) 3521.6894

YACANÃ NEPOMUCENA
Repórter do Jornal Diário do Nordeste

CONVITE - AFAC - Associação dos Filhos e Amigos do Crato‏ em Fortaleza


III ENCONTRO DOS FILHOS E AMIGOS DO CARIRI

O evento se realizará em Fortaleza (CE). 
LOCAL: Náutico Atlético Cearense
DIA : 08 de dezembro de 2012
HORA: a partir das 21:0 hs
BANDA BRASA SEIS
INGRESSOS : R$ 20,00 (vinte reais)
(ingressos antecipados na Secretaria do Clube)
CONTATO: (085) 9613-3936

Por: Wilton Dedê

Nasa desmente fim do mundo



Após receber uma enxurrada de cartas de pessoas seriamente preocupadas com teorias que preveem o fim do mundo no dia 21 de dezembro de 2012, a agência espacial americana (Nasa) resolveu "desmentir" esses rumores na rede mundial de computadores.

Na quarta-feira (28), a Nasa fez uma conferência online com a participação de diversos cientistas. Além disso, também criou uma seção em seu website para negar que haja indícios de que o fim do mundo esteja próximo.

O astrobiologista David Morrison, do Centro de Pesquisa Ames, da agência espacial, diz ter recebido mais de cinco mil perguntas sobre Nibiru, um suposto planeta errante que se chocaria com a Terra e a possibilidade de o mundo acabar em 2012. Segundo Morrison, a teoria apocalíptica "se trata de uma fábrica de mentiras" e que a única preocupação real são os efeitos que essas invenções estariam gerando nas pessoas.

"Em particular estou preocupado com os jovens que me escrevem e dizem estar terrivelmente assustados, sem poder comer ou dormir. Alguns tem pensado até em suicídio", disse Morrison. Ele citou o caso relatado por um professor de pais que haviam planejado matar seus filhos para escapar do apocalipse. "O que é uma piada para muitos e um mistério para outros está preocupando algumas pessoas e por isso é importante que a Nasa responda a essas perguntas".

G1
 


Cid Gomes diz que governadores não devem se conformar com decisão sobre royalties


Um dos principais nomes de oposição ao veto à nova lei de distribuição dos royalties do petróleo, o governador do Ceará, Cid Gomes, criticou a atitude da presidente Dilma Rousseff e espera barrar os vetos da mandatária com a união dos estados perdedores.

Claramente inconformado, Cid diz que não irá concordar com a decisão tomada. "Eu particularmente acho que os governadores não devem se conformar com isso", disse. O governador cearense aproveitou para também dizer que uma reunião como outros governadores já está sendo agendada. Após a decisão de Dilma, que favorece federações produtoras, como Rio de Janeiro e Espírito Santo, o chefe do executivo Ceará começa a traçar uma estratégia que inclui uma reunião na terça-feira (04), quando buscará apoio para uma manobra no Congresso Nacional - onde o veto passará por votação - ou representação judicial. Ao todo, 23 governadores devem participar da reunião em Brasília.

Durante coletiva, Cid mostrou descontentamento e reforçou que o Congresso pode agir em favor dos estados que se opuseram ao veto. "A MP (Medida Provisória) que ela (Dilma) mandar, o Congresso pode emendar e rever algumas coisas", destacou.

Erro induzido

Cid Gomes afirmou ainda que crê que "a presidenta foi induzida ao erro" e ressaltou que os cariocas estão sendo enganados. "Estão enganando a população do Rio de Janeiro, dizendo que o estado vai perder, sem que isso seja verdade. Sempre defendi que as conquistas do Rio de Janeiro alcançou ao longo dos anos devem ser preservadas, sou gestor e sei que é difícil retirar uma receita após incorporar aos rendimentos, mas assumiu compromissos com o que recebe hoje; o amanhã é ganhar mais, e isso é injusto com o País", avaliou.

CNM lamenta

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) divulgou nesta sexta-feira (30) nota lamentando a decisão da presidente Dilma Rousseff sobre o projeto de lei que redistribui os royalties do petróleo. A nota, assinada pelo presidente Paulo Ziulkoski, convoca para "uma cruzada nacional", todos os gestores municipais e "os 170 milhões brasileiros que foram excluídos da distribuição dos royalties para mobilizarem-se desde já pela derrubada do veto pelo Congresso Nacional".

Via Portal Verdes Mares

Representantes de estados produtores elogiam veto de Dilma a projeto dos royalties


O veto da presidenta Dilma Rousseff a partes do projeto de lei que muda a distribuição dos royalties do petróleo foi comemorado por representantes dos estados produtores. Logo após o anúncio feito pelo governo, o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, elogiou a decisão.

“Coerência e coragem foram características desta decisão. Ela preserva contratos e a segurança jurídica”, disse o governador capixaba. Na opinião dele, a decisão mostra ainda que o Congresso Nacional não pode fazer leis que alterem contratos que já estão em vigor e que isso não será tolerado pelo governo. “O Congresso já recebeu um veto do ex-presidente Lula e agora recebe também da presidenta Dilma. Esses dois vetos apontam claramente o impedimento de rompimento de contratos. O Congresso tem o todo o direito de mudar a distribuição para frente, mas não para trás”, argumentou Casagrande.

Assim como ele, o senador Lindbergh Farias (PT-RJ) também comemorou o veto ao artigo que mudava a regra de distribuição dos royalties em contratos antigos. Na opinião dele, a presidenta preservou o orçamento dos estados no próximo ano, mas também teve postura equilibrada em relação aos estados não produtores de petróleo.

“Ela respeita contratos anteriores, mas aceita as regras novas do Congresso Nacional daqui por diante. É uma vitória para a gente, mas também uma postura muito equilibrada”, disse. Sobre a medida provisória (MP) que destinará 100% dos royalties dos futuros contratos para educação, o senador avaliou que a medida não deverá enfrentar resistências entre os parlamentares. “Acho que pode existir alguns senadores e deputados mais radicais que vão falar em derrubada do veto. Mas não acredito que a MP corre risco [de ser rejeitada]”, avaliou.

Lindbergh Farias elogiou ainda a decisão da presidenta de destinar metade dos rendimentos do Fundo Social do pré-sal para a educação. Na avaliação dele, a medida vai permitir que o setor receba 10% do Produto Interno Bruto brasileiro, conforme prevê o Plano Nacional de Educação. “Isso vai mudar a cara do país. Vai resolver o problema do financiamento da educação. Daqui a dez ou 20 anos vamos ver que isto mudou a cara do país. Pode até ter gente contra, mas ninguém vai ter coragem de dizer”, ressaltou Lindbergh. Assim como eles, a primeira vice-presidenta da Câmara, deputada Rose de Freitas (PMDB-ES), apoiou o veto e disse que não há desarmonia entre o os Poderes Executivo e Legislativo. Ela ressaltou que a presidenta Dilma manteve as alterações na distribuição dos royalties nos novos contratos, como determinou o Congresso Nacional.

Na opinião da deputada, o país passa por uma discussão que envolve vários pontos do Pacto Federativo, como a divisão dos royalties e do Fundo de Participação dos Estados, o que deverá ser feito em conjunto. “Todo mundo vai ter que repensar esta realidade junto”, avaliou.
Agência Brasil


Tudofel: Colégio Diocesano: a saga continua

Tudofel: Colégio Diocesano: a saga continua: N ormalmente, quando atingia o curso científico, que hoje corresponde ao ensino médio, o cratense ia estudar na capital, em Fortalez...

CDL de Crato lança campanha de promoção natalina – Por Beto Fernandes


A CDL – Câmara de Dirigentes Lojistas – de Crato está realizando sua promoção natalina com perspectiva de ampliar vendas neste final de ano em até 15%. A expectativa positiva é do presidente da entidade, Francisco Lopes Parente, apesar de não esconder sua preocupação com a situação de estiagem pela qual passa o Cariri. 

Lançada em primeiro de novembro a campanha deve ter atraído já em novembro, 5% a mais de clientes, visto que é um mês onde as vendas tradicionalmente são menores. Para dezembro é que se espera a procura mais efetiva com as compras natalinas. 

Embora esteja confiante, Francisco Parente admite que a seca, visivelmente, prejudica o poder aquisitivo das pessoas diminuindo realmente as compras. 80% dos filiados da CDL já aderiram à promoção que irá sortear dia seis de janeiro um automóvel zero quilômetro, uma motocicleta, cinco aparelhos de TV, 32 polegadas e cinco prêmios de R$ 500,00 em vale compras como forma de induzir ainda mais as vendas. Os vendedores também serão beneficiados já que podem ganhar por prêmio, R$ 100,00. Uma campanha está sendo lançada em emissoras de rádio e TV no Cariri como forma de chamar atenção do consumidor caririense para fazer suas compras no comércio cratense. 

Foto: Via TV Verdes Mares Cariri 
Por Beto Fernandes 
www.revistadobeto.blogspot.com 


Cariri exporta corpos para serem examinados em outras regiões

O governador do Ceará, Cid Ferreira Gomes, gastou com o Hospital Regional do Cariri 100 milhões de reais. É uma obra que lhe deu status políticos e, incontestavelmente, de longo alcance social, levando-se em consideração a importância que o equipamento tem do ponto de vista da saúde publica. Mas é bom lembrar que outra obra de grande importância para a população e principalmente aos menos favorecidos o governador nem fala e deveria ter vindo antes da construção do referido hospital. Refiro-me ao concurso publico para formação de Perito Criminal. É inconcebível, uma região como o Cariri não ter esses profissionais em numero suficiente para atender as necessidades, tendo os corpos a serem levados para o Iguatu e lá submeterem aos exames exigidos. Tal fato nos passa a idéia de que Crato, Juazeiro e Barbalha ainda não passaram de municípios provincianos, o que não é verdade. Pelo porte que tem as três principais cidades caririenses e sua significância no contexto político, social, cultural e econômico no cenário estadual, o crajubar não pode continuar exportando corpos para outras regiões para serem periciados. Alem da dor pela perda do ente querido, a família das vitimas ficam constrangidas em terem que esperar horas e horas pela liberação dos corpos e só depois providenciar o sepultamento. Sem falar em outros vexames.

Perito criminal pertence aos quadros do Instituto de Criminalística vinculado a policia cientifica e afins. Esse profissional deve está devidamente investido por concurso publico e a disposição da justiça com a finalidade de encontrar provas técnicas mediante a analise de vestígios produzidos pela pratica do delito. As atividades desses profissionais são classificadas como de grande complexidade em razão da responsabilidade e formação especializada revestidas no cargo. As investigações até a possível condenação ou não do réu, dependem muito do trabalho pericial que dará consistência ao inquérito investigativo. No Cariri muitos inquéritos são devolvidos pelo ministério publico por ausência de autoria do crime e isto está diretamente ligado as deficiências periciais e do processo de investigação policial. Os profissionais trabalham por amor a profissão, porem sem condições técnicas nenhuma.

Por: Wilson Rodrigues
Radialista/Repórter
Colaborador do Blog do Crato e Portal Chapada do Araripe



A grande sêca que nem todos estão vendo -- Por: Helder Macario



Talvez seja esta uma das maiores secas que já aconteceram no Brasil, precisamente aqui no Nordeste, aqui entre nós. Muitas regiões já parecem verdadeiros desertos, o clima é de grande desolação, as lavouras nada produziram, as aguadas há muito secaram, a pastagem quase nem cresceu, são inúmeras as cabeças de gado que foram removidas para lugares distantes, são inúmeras as que morreram, como são inúmeras as que estão prestes a morrer, pela absoluta falta de alimento e pouquíssima água. 

Com tão grande seca, como secam as aguadas, secam as árvores, morre a lavoura, morre a pastagem, morre a criação, morre, com tudo isto, o ânimo, a esperança, a alegria do pequeno proprietário, desamparado, entregue ao “deus dará” que fica à beira da morte ou da loucura, vendo tudo o que construiu, com muito esforço, muito trabalho, muita dedicação, tudo o que, de fato, lhe deu muito prazer, alegria, lhe deu vaidade e condições para criar e educar a própria família, mas, de repente, está vendo tudo se esvair, sem alternativa de salvamento. Dói e entristece a todos, tudo o que está acontecendo e, com certeza, com razão, todos os atingidos, sentem no peito, já quase sem lugar para abrigar outros quaisquer sentimentos, alem da resignação, um sentimento diferente, o sentimento da mágoa, por não receber, de ninguém, qualquer alento, nem da igreja a que pertence, nem da sociedade da qual faz parte, nem das autoridades, nem do próprio governo, a quem cabe obrigações e responsabilidades de ajudá-los. 

O governo, por já distribuir bolsas e mais bolsas aos que ele chama de emergentes, não está, nem de longe, preocupado com eles por causa da seca, mesmo sabendo que em secas anteriores, era exatamente essa classe que promovia os saques às feiras das muitas cidades, sertão afora, mas que, agora, quer chova quer faça sol, todos estão, “na deles”, na mesma rotina, sem trabalhar, mas tendo renda, provinda das tais bolsas e, por isso, vão vivendo e vendo a seca passar, sem preocupação. Mas, e os coitados dos proprietários? Ninguém pensa em ajudá-los ou, se pensa, a ajuda virá muito tardia! Vejam por exemplo que, o nosso governador, só agora, final de novembro, quando, se Deus quiser, a seca está para terminar, veio, com mais seriedade, decretar situação de emergência e “aguardará ajuda da união para prestar algum auxílio”. 

Toda seca começa, tão logo as lavouras se perdem por falta de chuva, as aguadas não pegam água e a pastagem não vinga. Quando isto tudo acontece, geralmente de meados ao final de abril, o governo já deveria tomar providencias, o que nunca faz, como não faz, também, o que tanto já prometeu, trazer água do Rio São Francisco o que, seria providencial para uns e muitos não. Na verdade, o que ele faz mesmo, é nos deixar a “ver navios”, navegando nas águas da ilusão e das promessas vãs. 

Estivéssemos em tempo de eleições, aqui estariam, com certeza, muitos políticos que, nos prometeriam soluções as mais espetaculares, que nos encheriam a cabeça de estórias as mais fantasiosas, de canais que trariam a nossa redenção, cujo assunto poderá ser tema para outro escrito, pois, neste e no seu final eu gostaria de solicitar, em nome de tantos que estão sofrendo as agruras da tão grande seca, mais empenho por parte de quem, de fato, compete se empenhar. 

Por: Helder Macário 28/11/2012 

Cliente BLOG DO CRATO tem Prioridade - Lojas TOP MÓVEIS

Faça como TOP MÓVEIS - Anuncie no Blog do Crato !

TOP MÓVEIS. No Coração de Juazeiro do Norte, uma grande loja

Img_1060

TOP MÓVEIS - Preço e Qualidade

Um grande sortimento de móveis finos a populares:

Img_1119

Na Top Móveis você encontra o melhor para a sua casa:

Image1

O Excelente atendimento feito por profissionais qualificados:
TOP MÓVEIS - BOM e BARATO PARA SUA CASA

Organização: Valdemir Correia Filho
Anuncie no Blog do Crato - A Maior Virtine do Interior do Ceará - 200.000 acessos por mês
www.blogdocrato.com
 

Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30