xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 21/10/2012 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

21 outubro 2012

Notas para serem lidas no fim-de-semana - Por: Armando Rafael

Ano da Fé foi aberto

   No último sábado, na Catedral de Nossa Senhora da Penha, ocorreu a solenidade de lançamento do Ano da Fé, na Diocese de Crato. A Missa foi presidida pelo bispo diocesano, Dom Fernando Panico e teve a participação dos 54 párocos das paróquias que compõe a Diocese de Crato. Durante a solenidade foi lembrada, pela comunidade católica do Cariri, os 98 anos de criação da Diocese de Crato, fato ocorrido em 1914, no pontificado do Papa Bento XV. Durante o evento na Sé Catedral,  Dom Fernando Panico deu a conhecer o texto do Decreto Diocesano, por ele assinado,  regulamentando a realização do Ano da Fé na nossa diocese. No Decreto consta a concessão  de indulgência plenária para os fiéis caririenses, dentro das normas já  estabelecidas pelo atual Papa Bento XVI.

Às vésperas do Centenário

    Já com vistas às festas comemorativas ao centenário de criação da Diocese de Crato – a ocorrer em 20 de outubro de 2014 – o Cura da Catedral, Padre Edimilson Neves Ferreira, está  concluindo a nova pintura externa da Catedral de Nossa Senhora da Penha. Nos próximos dias será retirada da fachada da Sé,  a barra de marmorite ali existente e que foi instalada pelo monsenhor Rubens Gondim Lóssio há cerca de 60 anos.  A barra de marmorite da fachada da Catedral de Crato sofreu  desgaste ao longo de 6 décadas, quando ficou  exposta a chuva e ao sol. Ela será substituída por outra,  de mármore na cor bege, que combinará  melhor com as atuais cores da fachada da Sé Catedral.

Outras Novidades na Catedral

Vitrais da Mãe do Belo Amor e de São Fidelis Sigmaringa (Co-padroeiro de Crato) existentes na Capela do Santíssimo na Catedral 

    Também com vista à consagração da igreja de Nossa Senhora da Penha como Catedral da Diocese, solenidade que vai ocorrer daqui a um ano – mais precisamente em 20 de outubro de 2013 – o padre Edimilson Neves Ferreira vai mandar construir novo altar de pedra, o qual será colocado na nave central daquele templo.  A exigência de uma mesa celebratória em pedra é uma tradição da Igreja Católica  para todas as catedrais. Em Crato, esta  lacuna será suprida no dia que a Sé de Crato estiver completando 99 anos de funcionamento como catedral.

Novo livro sobre o Padre Cícero

   Dois volumes do  livro “Padre Cícero Romão Batista e as cousas de Juazeiro”, fruto de parceria firmada entre a  Fecomércio/Sesc/Senac–Diocese de Crato/Fundação Padre Ibiapina e Fundação Waldemar de Alcântara vai ser lançado noite da  próxima 5ª feira – dia 25 – no Memorial Padre Cícero,  em Juazeiro do Norte. A obra foi produzida a partir de pesquisas feitas pelos professores Renato Casimiro e Luitgarde Barros, nos arquivos do Departamento Histórico Diocesano Padre Gomes, instituição da pertencente à Diocese de Crato. 


Água fria na fervura

O Cadastro-Geral de Empregados e Desempregados, divulgado mensalmente pelo Ministério do Trabalho, informou – na última 4ªfeira , dia 17 – que a geração de empregos formais no Brasil,  em setembro passado foi a pior para o mês desde setembro de 2002. No último mês foram criadas apenas 150.334 vagas com carteira assinada. Uma redução de 28% em relação ao mesmo mês em 2011 , quando foram criadas 209.078 vagas.

Fim (ou começo?) de novo impasse

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (da “Base do Governo”, é claro!) já bateu o martelo: –– “O Museu do Índio (foto ao lado) , localizado próximo ao Estádio do  Maracanã vai ser demolido. O prédio fica em uma área de mobilidade do projeto e a FIFA exige grau de mobilidade para circulação. O prédio não tem valor histórico”, disse Cabral. O prédio, (ver foto acima), será destruído para dar espaço a um projeto da prefeitura de aumentar as vias de  acessos ao estádio para a Copa do Mundo de 2014. O imóvel centenário (adquirido por 60 milhões de reais) hoje serve como moradia para cerca de 20 indígenas, além de ser também a sede de laboratórios de análise do Ministério da Agricultura.

Mas...

A Defensoria Pública da União vai contestar judicialmente a decisão do governador Sérgio Cabral.  Segundo o defensor André Ordacgy dentro de 15 dias será ajuizada uma ação civil pública pedindo que a demolição seja impedida. Isso mostra que nem todos se conformam com a destruição do nosso patrimônio histórico...Embora o prédio esteja em péssimo estado de conservação (2ª Foto,acima, de  Pablo Jacob / Agencia O Globo)

Vem aí mais um feriado da “proclamação”

Poucos, pouquíssimos brasileiros sabem hoje que para consolidar o golpe militar de 15 de novembro de 1889, imposto à nação sem participação popular, os dois primeiros “marechais-presidentes” (Deodoro da Fonseca e Floriano Peixoto) adotaram medidas ditatoriais, com derramamento de sangue. Tudo para silenciar os opositores do novo regime republicano. As novas autoridades da “República” promoveram perseguições violentas e assassinatos a homens ilustres e pessoas do povo com o objetivo de “consolidar” o golpe militar de 15 de novembro de 1889.

O troféu da República
Na foto acima, o remanescente das mulheres que viviam em Canudos, poupadas da morte, mas levadas para os prostíbulos de Salvador (BA)

Entre os vários movimentos de resistência ao golpe republicano estão o genocídio da “Guerra de Canudos” e as vítimas da “Revolta da Armada de 1893”. Esta última teve seu saldo trágico quando o Marechal Floriano Peixoto mandou passar a fio de espada dezenas de alunos da Escola Naval. Pelo simples fato de os  cadetes navais não rezarem pela cartilha republicana. Já Gilberto Freyre relata no seu livro “Ordem e Progresso”, o assassinato de numerosos escravos, trucidados por republicanos fanáticos, na cidade do Rio de Janeiro, pelo fato de os pobres negros serem afeiçoados à Princesa Isabel.

Liberdade, liberdade, abre as asas sobre nós!

Ficaria longo citar as vítimas da República. Mas não podemos esquecer entre elas: o Almirante Saldanha da Gama, assassinado em Campo Osório (RS) em 1895; o Marechal Barão de Batovi, herói da Guerra do Paraguai, fuzilado com seus companheiros monarquistas no estado de Santa Catarina; O Barão de Serro Azul e cinco de seus companheiros fuzilados em 1894, no Km 65 da Estrada de Ferro Curitiba–Paranaguá e o Coronel Gentil de Castro, trucidado barbaramente no Rio de Janeiro, após vários meses de prisão num calabouço...

Campanha da Guerra de Canudos, hoje chamada de "genocídio"


(Postado por Armando Rafael)


Tudofel: O lançamento da OCA (a repercussão)

Tudofel: O lançamento da OCA (a repercussão): Após a intervenção teatral que abriu a programação do lançamento da OCA, o clima ficou um pouco estranho. Velhinhas carolas deixando ...

142 dos 184 municípios cearenses correm risco de 'desmonte', diz TCM

Dos 184 municípios cearenses, em 142 os gestores não foram reeleitos e nem conseguiram eleger um sucessor. São municípios que, segundo o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) fazem parte da matriz de risco de ações de desmontes durante o processo de sucessão dos gestores municipais. Diante desse quadro, o TCM e o Ministério Público Estadual (MPE) desencadeou uma operação com a finalidade de dar maior celeridade aos processos de combate ao desmonte nessas prefeituras.

Para a operacionalização das fiscalizações, o TCM disponibilizará dez equipes multidisciplinares, cada uma formada por sete técnicos das áreas de contabilidade, engenharia e controle de pessoal. Inicialmente, as fiscalizações especiais de urgência investigarão seis municípios. A fiscalização tem o objetivo de evitar que atuais prefeitos "sucateiem" prefeituras, com dívidas excessivas, nas cidades onde não houve sucessão.

Nos dias 22 a 24 de outubro serão fiscalizadas as prefeituras de Coreaú, Jucás e Barroquinha. Em seguida, nos dias 24 a 26, serão investigadas as prefeituras de Ibiapina, Antonina do Norte e Granja. Ao final de cada inspeção, os técnicos do TCM vão elaborar um relatório do que foi apurado e os resultados serão entregues, em 15 dias, ao coordenador da Procuradoria de Justiça dos Crimes Contra a Administração Pública (Procap), procurador de Justiça Maurício Carneiro.

Ficha Limpa

Também serão fiscalizadas as prefeituras onde os candidatos eleitos não poderiam ter disputado por causa da Lei da Ficha Limpa; que tiveram problemas em prestações de contas; dirigentes que tiveram processos julgados e negados pelo TCM e Justiça; que ficaram muito tempo sem passar por uma fiscalização do TCM e ainda aqueles onde existem denúncias do Ministério Público ou da Justiça.

Dados do TCM mostram que das 141 prefeituras cearenses que sofreram fiscalização no período de janeiro a setembro deste ano, 79 - ou 56% do total das prefeituras fiscalizadas - o prefeito não poderia ser candidato à reeleição por problemas nas prestações de contas.

Para também auxiliar os promotores de Justiça, de cada município, nesse trabalho de fiscalização das contas públicas municipais, o TCM e o MPE estão elaborando uma cartilha que deverá conter uma matriz de possibilidades de irregularidades, com exemplos de situações a serem observadas para evitar processos de desmonte durante o processo de transição nas prefeituras.

A atuação das comissões terá início a partir do recebimento de denúncias dos promotores de Justiça e da população. Através de uma triagem, as comissões determinarão o envio imediato de equipes do TCM para dar suporte ao processo. Ao ser confirmada a situação de desmonte, poderá ser aberto uma ação de improbidade administrativa, um pedido de afastamento do gestor ou até um procedimento de natureza criminal.

G1


Tudofel: O lançamento da OCA (o sacrilégio)

Tudofel: O lançamento da OCA (o sacrilégio): No domingo, 3 de maio de 1986, acordamos cedo. O ponto de apoio, a guisa de camarim, era a casa de Fatimona, uma socióloga recém-chegada ...

CARIRI - Ferreiro desafia perigos do ofício na luta pela sobrevivência


Conhecida pela cidade que não dorme, Potengi reúne trabalhadores que lidam com o ferro numa rotina exaustiva

Potengi. Quem chegar pela madrugada na "cidade que não dorme", se depara com o tilintar dos ferros, no moldar das ferramentas em brasa. Foices, machados e roçadeiras tomam forma a cada batida. Potengi recebeu a fama que vem de décadas, por conta dos trabalhadores braçais, os ferreiros, que pouco dormem durante a vida para se dedicar a uma profissão árdua, mas compensadora para uma cidade com poucas opções de sobrevivência, além da agricultura e da atividade no serviço público municipal.

O início da atividade mantém um contato direto com o ferro que vai se amoldando à ação do fogo. Em seguida, é feita a fase de formação dos produtos e o uso de marteladas para destacar a forma do produto final fotos: elizângela santos. Para quem sempre conheceu o ditado de que "em casa de ferreiro o espeto é de pau", o dia adia, para não dizer o contrário, dos trabalhadores das mais de 30 oficinas, a maior parte delas na Vila Central, na saída da cidade, é o que garante a sobrevivência de mais de 60 famílias, em pleno sertão caririense. A cidade de pouco menos de 10 mil habitantes já se acostumou com a rotina. Os próprios ferreiros sonham com a conquista de um espaço, uma espécie de galpão, para não incomodar a vizinhança com o barulho das batidas no ferro em brasa. Mas, ainda é só um sonho.

Ganhos
A maioria dos trabalhadores ganha pouco mais de um salário. Pelo menos, é mais rentável do que a roça, que dá a metade do valor na diária. A rotina de trabalhar com a quentura envolve ter que acordar muito cedo e seguir no rojão até o meio-dia. O rendimento está na quantidade de peças produzidas. Quanto mais, melhor. O ganho vem da pequena porcentagem que cada ferramenta oferece. A falta de organização da categoria, mesmo com a existência da Associação dos Ferreiros de Potengi, leva a uma concorrência desestimulante para os trabalhadores. Resultado: todos resistem enquanto podem, já que não há outra saída mais rentável. A terra dos ferreiros passou a ser uma referência. A atividade remonta o período medieval, no ritmo e forma de produção, no trato das peças na batida amparada pela bigorna. De um lado, o ferreiro molda e do outro há um auxiliar. A porcentagem de cada ferramenta é dividida para os dois. A maior parte fica com o ferreiro, o mestre. A marca de cada oficina são duas letras em cada produto, normalmente as primeiras do nome do proprietário, que fica com a maior parte do lucro. Uma das peças vendidas mais em conta é a foice. Em torno de R$ 8,00.

Abandono

As garantias trabalhistas se encontram tão distantes quanto as origens dessa profissão árdua, antiga e que tem gerado sequelas na vida desses homens. Alguns deles, seguidos pelos seus filhos, no mesmo ritmo da batida. "É um trabalho quase escravo", diz Antônio Galdino, que já dedicou 22 anos, dos 48 de vida, ao ofício. Ele é consciente do abandono em que vivem os oficineiros do ferro. Adentram em taperas, algumas delas praticamente caindo sobre suas cabeças, e acendem o fogo de carvão. O consumo da madeira é o que ameaça a atividade. Eles temem a fiscalização de órgãos competentes.

Fonte: DN

Número de mortos em surto de meningite nos EUA sobe para 23


WASHINGTON (Reuters) - O número de mortos em um surto de meningite provocada por um fundo ligado a injeções de esteroides potencialmente contaminadas subiu para 23 após o registro de mais dois casos, informaram autoridades de saúde do país, neste sábado. As vítimas fatais no Estado do Tennessee subiram para oito, maior contagem entre os Estados dos EUA, informou o Centro para Controle de Doenças (CDC) em seu site. Além disso, a Carolina do Norte registrou a primeira morte pela doença.

Outros Estados reportaram 13 novos casos de meningite por fungo, elevando o total de registros para 281. O surto ocorreu com medicamentos despachados pela companhia NECC, de Massachussetts, que está enfrentando investigações e processos por causa das drogas contaminadas.

Autoridades de saúde dos EUA confirmaram na quinta-feira a presença do fungo mortal Exserohilum em frascos de esteroides da NECC usados para aplicações de injeções contra dor. Elas estimaram que pelo menos 14 mil pessoas podem ter sido expostas ao medicamento contaminado.
 
Reuters - via Yahoo

Em Campinas, Lula diz que seus 'postes' vão iluminar o país


CAMPINAS - Com suas duas novas apostas no segundo turno, Fernando Haddad em São Paulo e Márcio Pochmann em Campinas, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ironizou neste sábado o termo "poste", usado para criticar tanto a candidatura dos dois petistas como a da presidente Dilma Rousseff, em 2010. Em comício em Campinas, ao lado de Dilma, Lula afirmou que o país está iluminado pelos "postes":

- No começo, diziam que o Márcio era apenas um poste, como diziam que a Dilma era um poste, que ela não ia governar. O Márcio é um poste. Pois bem, é de poste em poste, o Brasil vai ficar iluminado. A presidente também reforçou a estratégia de Lula de, ante a crise causada pelo mensalão, investir em novas lideranças.

- Diziam que eu não tinha experiência, que eu era uma pessoa que não era capaz de governar, o que eles queriam apontar é que nós somos os representantes de uma nova forma de fazer política, política decente- disse Dilma. Para um público estimado em 10 mil pessoas pela campanha petista, a presidente defendeu a candidatura de Pochmann, que presidiu o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) no governo petista. Dilma elogiou ainda seu mentor, Lula, por lançar novos nomes na política.

- Temos de reconhecer a visão política desse líder latino-americano, internacional, que é o nosso querido Lula. Esse líder que percebe o que há de melhor nas pessoas, uma pessoa que dá oportunidades - disse Dilma, aue completou:- Precisamos de gente sem vícios, sem aqueles tiques da política tradicional e velha, clientelista, da distribuição de pequenos benefícios e presentes.

Agência O Globo


Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31