xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 29/07/2012 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

29 julho 2012

Coluna Armando Rafael


 Edição de 26 a 31 de julho de 2012

Padres alagoanos participam de retiro em Crato

Sob a presidência do arcebispo de Maceió, dom Antônio Muniz Fernandes (foto), cerca de oitenta padres da Arquidiocese de Maceió participaram – esta semana – de  retiro espiritual no Centro de Expansão Dom Vicente Matos, em Crato. Na noite de 4ª feira, dia 25, o arcebispo e  sacerdotes de Maceió estiveram presentes à última noite de novena da festa de Senhora Santana, padroeira de Santana do Cariri. Foram até aquela cidade, na companhia de dom Fernando Panico, para conhecerem a história da menina Benigna e rezarem diante do túmulo da menina-mártir (foto abaixo), localizado à entrada da igreja-matriz de Santana do Cariri.
Dom Fernando é o pregador do retiro


 O retiro do clero da Arquidiocese de Maceió será encerrado na sexta-feira, dia 27. Na abertura  do encontro, o bispo de Crato, dom Fernando Panico, disse textualmente: "Vocês vieram como em romaria, saindo das cidades de Alagoas para a Diocese do Crato onde está o Juazeiro do Norte. Local que é extremamente frequentado por seus fieis romeiros. A exemplo desses, vocês com o seu Pastor, também, fazem uma caminhada de peregrinação, em busca de Deus". Na 6ª feira, os padres alagoanos concelebrarão às 06:00 horas da manhã na Basílica Menor de N.Sra. das Dores, de Juazeiro do Norte, dando por encerrado o retiro



O que não faz um ano eleitoral...

Depois de concluir e inaugurar a nova cadeia pública de Crato, o Governo do Estado trouxe um guindaste enorme para instalar a cobertura da quadra de esportes da Urca, agora em fase de conclusão depois de longos meses paralisadas. Ninguém se admire se o governo estadual reiniciar as obras da Reserva Ecológica do Fundão, do canal do Rio Grangeiro e do  Centro de Convenções...



Onde há fumaça...

Sintomático, o fato de dom Fernando Panico – ao presidir no último dia 20 a celebração da missa mensal pela alma do Padre Cícero –  ter voltado a falar no processo de reabilitação do Padre Cícero, ora em estudo no Vaticano. Dom Fernando pediu aos milhares de presentes à Missa que rezassem para que o veredicto de Roma fosse abreviado e fosse positivo.

Saravá!

O Secretário das Cidades do Ceará, Camilo Santana, tão logo reassumiu essa função presidiu reunião – semana passada – para tratar da efetivação da Região Metropolitana do Cariri–RMC. O que significa isso na prática? Que a partir de agora será agilizada a oficialização da Região Metropolitana do Cariri. A coordenação do projeto ficará a cargo do consultor e especialista em Urbanismo, Jório Cruz. Três obras serão priorizadas nesta nova etapa da RMC: o Aterro Sanitário Regional, localizado na fronteira dos municípios Caririaçu-Juazeiro do Norte; a construção da Avenida do Contorno de Juazeiro do Norte  e a recuperação ambiental e urbanização do Bairro Seminário, o maior, mais populoso e mais carente bairro da cidade de Crato.

Foi boa
De acordo com a Constituição Federal os fósseis brasileiros são considerados bens da União e não podem ser comercializados. Mesmo assim o Brasil nunca conseguiu reaver peças fósseis que foram contrabandeadas para o exterior. Agora, a  Procuradoria da República, em Juazeiro do Norte, adotou uma ação pioneira e oportuna.  Tenta a repatriação de fósseis do Cariri remetidos ilegalmente para o exterior. É o caso do fóssil de uma tartaruga gigante que está no Japão e dos fósseis de pterossauros levados para a Alemanha, Estados Unidos e  Itália. Se o jovem e dinâmico procurador Rafael Rayol conseguir êxito nessa sua batalha, será a primeira vez que fósseis roubados da Bacia Sedimentar da Chapada do Araripe, e levados para outros países, serão devolvidos por instituições estrangeiras.

O livro de Thereza Oldam


Li de um fôlego, como se dizia antigamente,  o livro “Exu, três séculos de história” (331 páginas) escrito pela historiadora exuense  Thereza Oldam de Alencar. Modesta, a autora escreveu: “Este livro, pequena contribuição que faço à minha terra, é uma tentativa de resgate da sua história”. Trata-se na verdade de  uma grande obra para a preservação da memória daquele município pernambucano, cujo início ocorreu por volta de 1705, fruto da ação dos frades italianos, os quais, em 1740, fundariam a Missão do Miranda, origem da cidade de Crato. Thereza Oldam consultou anotações familiares, como as memórias de seu pai, Antoliano Alencar, um homem de  bem, líder político, orador e poeta de Exu.
                                                                                                                                                                                                                                                                                                         
Cidade irmã de Crato

Exu é um município visceralmente ligado a Crato. Une-os a Chapada do Araripe. Nada os separa. Thereza Oldam fala sobre essa ligação com linguagem quase poética: “Na descida para  o Ceará, o encanto da serra continua. A exuberância do Vale do Cariri, lá embaixo – Crato e Juazeiro. À noite, sua beleza é singular. Já virou até adjetivo em Exu. Guida, pessoa sem juízo dos nossos arredores, que amava um noivo “virtual” dizia a todo mundo que ele era lindo, lindo, lindo! Certa vez lhe perguntaram como era essa beleza tão decantada.  Guida explicou: “Igual a Crato com a luz acesa”.

Imaginário fariasbritense (1)

O atual pároco de Farias Brito, padre Adalmiram Vasconcelos, iniciou trabalhos de  restauração da antiga igreja-matriz de Nossa Senhora da Conceição, daquela cidade. Como se sabe, uma nova igreja-matriz foi construída na parte da alta da cidade, mas a antiga foi conservada no local primitivo. O fato, como era de se prever, está agradando ao povo daquele município.  O histórico templo teve sua construção iniciada pelo padre Henrique José Cavalcanti, por volta de 1868, quando aquela cidade era chamada de Quixará. Consta, no imaginário popular daquele município,  que o padre Henrique, desgostoso com um casal da localidade, abandonou Quixará tempos depois, e, chegando, ao sítio Lagoa de Dentro, tirou as alpargatas dos pés e batendo o pó das mesmas disse:
Fica-te Quixará
Que de Quixanada
Não passarás.

Imaginário fariasbritense (2)

Há 59 anos – em 1953 – mudaram o nome de Quixará para Farias Brito. E, desde então,  a cidade vem experimentando o progresso. Muitos não gostaram da mudança. Foi ocaso do poeta Albis Irapuan Pimentel, que no seu livro “Cantares” fez constar a estrofe abaixo:
“Até o nome lhe mudaram!
–Meu Quixará – por que o apelidaram
Por homem que você nem o conheceu?...
– Meu Quixará ...você está esquisito
Com este nome assim: Farias Brito
Perdoe-me, mas não o reconheci”.
Torpedos

1 –– A pesquisa Datafolha para as eleições de São Paulo foi a surpresa da semana. O crescimento de Celso Russomano mostra que os paulistanos cansaram desse cenário: Lula-PT de um lado e Serra-PSDB do outro. É isso aí. O Brasil é maior do que a pobreza dessa opção política que vem se arrastando desde 2002. Será que a “gerentona”, com sua alardeada aprovação vai encarar o quadro, ou seja,  entrar na arena de São Paulo para deter o crescimento de Russomano?

2 –– A iniciativa de dotar o Crato com um monumento comemorativo à proclamação do Dogma da Assunção da Virgem Maria partiu de monsenhor Rubens Gondim Lóssio, pároco e cura da Catedral de Nossa Senhora da Penha entre 1953 e 1969. Mons. Rubens adquiriu a estátua de bronze  no Rio de Janeiro e a  inauguração do pequeno monumento – localizado na Praça da Sé – ocorreu em 9 de dezembro de 1954, com a benção de dom Francisco de Assis Pires, 2º bispo de Crato. 

3 –– Entretanto, a base de alvenaria desse monumento foi destruída na penúltima reforma daquele  logradouro, feita na década 80, durante a administração do prefeito Zé Adega. A estátua da Virgem Maria felizmente foi preservada e colocada sobre um pequeno arco que existiu até poucos dias naquela praça. Na recente reforma daquele logradouro e graças à  tenacidade e visão cultural do atual Cura da Sé,  padre Edimilson Neves Ferreira, o monumento foi reconstruído no antigo local.

4 –– Agora, com bênção a ser oficiada por dom Fernando Panico – no próximo dia 15 de agosto, data em que a Igreja Católica  comemora a Assunção de Nossa Senhora – o pequeno monumento será reinaugurado. A  imagem de bronze –  reproduzindo a Virgem da Conceição do renomado pintor Murilo – que tem 1,70m de altura e pesa 180 quilos foi restaurada com recursos da Paróquia de Nossa Senhora da Penha. Que também recuperou a artística placa com a efígie de Pio XII, o Papa que proclamou  o Dogma da Assunção da Virgem Maria em 1º de novembro de 1950.
5 –– No entanto, os holofotes colocados na base do novo monumento de Nossa Senhora da Conceição são pequenos e proporcionam uma iluminação fraca. Padre Edmilson vai pedir ao prefeito que coloque holofotes mais potentes no pedestal. E, quem sabe, a prefeitura poderia até construir um pequeno jardim em volta desse monumento tão querido da população cratense.
6 –– Já dizia Oscar Wilde: “Só existem duas regras para escrever: ter algo a dizer e dizê-lo!”. Se o Brasil não tivesse uma imprensa livre e forte – coisa que não existe  na Bolívia, Equador, Argentina e Venezuela – muitos fatos da corrupção que tomou conta do nosso país não teriam chegado ao conhecimento da opinião pública brasileira. O escândalo do mensalão é um pequeno exemplo disso...
7 –– A imprensa brasileira traz, todos os dias, números sobre a crise moral-econômico-financeira que alguns ainda  tentam camuflar: queda do PIB; aumento do endividamento da população; crescimento nos números de cheques sem fundo e calotes nos bancos; diminuição do parque industrial de São Paulo, o maior da América Latina, noutras palavras: crescimento da desindustrialização.
8 –– O governo federal anunciou que não tem dinheiro para dar aumento  de salário para os servidores públicos e professores universitários federais em 2013. Mas teve dinheiro para torrar R$ 2 bilhões de reais, nos últimos 8 anos, com uma força de segurança,  feita pelo Exército brasileiro no... Haiti. Operação essa que começou em 1º de junho de 2004, fruto da megalomania do ex-presidente Lula,  que a criou uma força “emergencial”, pelo prazo máximo de 6 meses e  um custo de R$ 150 milhões. Deu no que deu...
9 – Mas a megalomania continua! Anunciou-se, na última 2ª feira, que o BNDES vai “emprestar” 96 milhões de dólares para financiar a agricultura familiar em... Gana, um país africano. Enquanto isso, aqui no Brasil, o Ministério da Integração Nacional estima que cerca de 8 milhões de pessoas são vítimas da falta de chuva no Nordeste, ocasionando a destruição da agricultura familiar. Desde setembro de 2011, não chove regularmente no sertão nordestino e meteorologistas já consideram esta como a pior seca de 30 anos para cá.
10 –– Padre Norbayro Londoño, reitor do Seminário Diocesano São José de Crato, retornará do Canadá nos próximos dias, após passar naquele país as férias de julho. Atualmente o Seminário São José tem 77 alunos: 11 no Ciclo Propedêutico; 16 alunos no Ciclo de Filosofia e 50 seminaristas no Ciclo de Teologia.
11 –– Dentre os seminaristas que se preparam para o sacerdócio no Seminário São José, 40 são da Diocese de Crato; 14 da Diocese de Iguatu; 7 da Diocese de Petrolina (PE); 8 são da Diocese de Cajazeiras (PB) e 7 da Diocese de Salgueiro (PE).

O BATMAN RESSURGE, MAS O CINEMA DO CARIRI SHOPPING NÃO - Por: Demétrius SIlva


    

Desde setembro do ano passado não escrevo no blog, não somente por estar longe do Cariri há um ano e poucos meses, mas pela explosão das redes sociais e a proliferação de blogueiros no mundo todo. Não queria ser mais um, além de sentir que não estava escrevendo críticas diferenciadas como elas mereciam ser, contextualizando e digerindo todos os parâmetros da narrativa daquele determinado filme.
Mas quis escrever este texto para jogar a revolta de muitos que ainda tenho contato ai na região do cariri por não ter nenhuma sala de cinema disponível. Essas pessoas já perderam muitas produções este ano e sabe lá Deus quando o nosso querido cinema volta. Filmes como Os Vingadores, Homem Aranha, Na Estrada, Prometheus, Valente entre outros não foram contemplados pelos caririenses. Totalmente diluído de culturas diversas, de um povo com personalidade forte e carismático perdendo uma de suas maiores diversões.
O cinema da Orient Filmes parado a meses (não sei ao certo quanto tempo) para expandir aumentando o número de salas parece não ter fim de acabar tal reforma. Obviamente não podemos deixar de pensar que esta reforma de expansão vai melhorar e muito o conforto, acústica (assim espero), e mais filmes com mais salas e o 3D maravilhoso que o cinema adotou de vez, mas francamente, tá demorando demais essa expansão.
Como moro aqui em Palmas, capital do Tocantins, e aqui ter cinema, não pude perder o tão aguardado Batman O Cavaleiro das Trevas Ressurge nesta última sexta-feira 27, data de sua estreia e queria compartilhar meu entusiasmo, sem (lógico) jogar nenhum spoiler, já é petulante demais da minha parte falar de um filme que no Cariri poucos viram, mas pra mostrar o quanto o cinema é intenso, divertido, que gera comentários, discussões, entretém, reflete e faz pensar, e tudo isso amigo, tem nesse Batman.  A estória começa com 8 anos depois da morte do Harvey Dent (isso já vimos no O Cavaleiro das Trevas de 2008) e Bruce Wayne recluso nesse mesmo tempo se depara com Bane, um vilão que quebrou suas costelas e deixou o Batman paralítico no quadrinho A Queda do Morcego  de 1993.

   
O filme merece toda a atenção, quebrando preconceitos de filmes de super-herói pelo tom realista que Christopher Nolan, o diretor da trilogia construiu na saga do Homem Morcego. Seus personagens eloquentes, em especial ao Comandante Gordon interpretado por Gary Oldman e Alfred, mordomo e pai de Bruce Wayne interpretado por Michael Caine. Agrada aos fãs do Batman oriundos dos gibis, agradam aos fãs que acompanharam a série de tv e seus filmes e agrada a o simples espectador que se deixa ser invadido pela trama.
Um épico fechado com chave de ouro, mas que lamentamos a inexistência (por enquanto) de salas de cinemas na região do Cariri, tão grande, tão rica, tão diversificada e absolutamente apaixonada por cinema a mercê da Orient Filmes para termos um cinema melhor, porém eu repito, está demorando demais para reabrir.

Demetrius Silva
Cineasta/Crítico de Cinema
Colaborador do Blog do Crato

O Pensamento do Dia - Antonio Morais




  "Odiar alguem é como queimar a própria casa para livrar-se de um rato"

 Postado por Antonio Morais em uma das suas croniquetas.

Só podia dar em merda - A ESCOLHA DO MAIOR BRASILEIRO DE TODOS OS TEMPOS. Veja isso.


Esse vídeo é fantástico! Diz o que todos temos vontade de dizer. 
Quem for puritano demais, nem deve ver. Depois não reclame...




Via Youtube

A Rodovia Padre Cícero - Por: Emerson Monteiro


Quando criança e viemos residir em Crato, nas férias de julho retornávamos para passar o mês no sítio em Lavras. Com próxima antecedência, minha mãe encaminhava Lourdes, a fim limpar nossa casa, que ficara fechada no período das ausências. 
Ela acionava os viventes da propriedade para roçar o mato em volta, consertar paredes e telhas, queimar chifres de boi nas imediações visando espantar as cobras, e varrer e lavar, deixar o ambiente de novo habitável. Poucos dias adiante, iríamos de jipe, as pessoas da família conduzindo os poucos apetrechos próprios dessas temporadas. Nessa jornada, cruzávamos a Serra de São Pedro, trecho hoje denominado Rodovia Padre Cícero, que avança até Fortaleza, via alternativa aos outros dois caminhos antes existentes, Estrada do Algodão e BR-116. A estrada de rodagem representava, naquela fase, um desafio, uma aventura de percurso. 
Traçado perigoso, dotada de cortes estreitos nas encostas, dificultosos ao tráfego de dois automóveis, no encontro com outro, e nos deixava avistar lá embaixo os fundos precipícios ao quais olhávamos temerosos, de coração na mão, com um friozinho na barriga. Desses pontos críticos o mais arriscado era a famosa Curva da Morte, volteio íngreme, sobretudo terror dos caminhoneiros que transportavam gente e carga nas estradas de piçarra. 
Os motoristas, impreterivelmente, deveriam trabalhar na companhia de outro profissional, o ajudante, pois, nos locais de maior periculosidade, este descia ligeiro e seguia acompanhando o transporte, calçando as rodas traseiras com uma peça de madeira, o cepo, instrumento abençoado, que evitava o retorno do carro nos instantes de falta de freio ou de força no motor. Vistos cuidados meticulosos, ainda assim acidentes fatais ocorreram no percurso, fixados na paisagem serrana por inúmeras cruzes, a causar apreensão nos transeuntes. Em fase posterior, coisa de 20 anos, houve primeiras e importantes reformas, com novo desenho das piores curvas e capeamento asfaltíco, aperfeiçoando o caminho. 
Nesse tempo, contudo, já íamos menos ao Tatu, e nas idas buscávamos seguir pela Transamazônica, que corta Várzea Alegre e Lavras da Mangabeira. Nisso, já no atual Governo, se acha aperfeiçoada a Rodovia Padre Cícero, de valiosa economia de quilômetros aos que viajam ao litoral, obra relevante do governo Cid Ferreira Gomes, a beneficiar todo o sul cearense. Quanto ao primeiro trecho, no entanto, de Juazeiro do Norte a Caririaçu, este, em breve, necessitará, com certeza, de maiores aprimoramentos, dada ser crescente a demanda dos veículos, o que reclama renovação da malha asfáltica e revisão no traçado de algumas áreas. 

Por: Emerson Monteiro
 

CRATO - Morador pede à prefeitura que retire entulho da sua rua


O morador da Rua José do Vale no Parque Grangeiro, Jasiel Bessa Gonçalves, solicita a retirada de entulho da sua rua. Nas suas palavras: "Já foram feitas várias ligações telefônicas expondo a situação. Há mais de um mês. Vieram com um trator. Como não foi possível levar tudo de uma vez. Ficou dito que viriam um outro transporte pra levar tudo. Isso já tem 20 dias e a montoeira continua."

Solicitamos à secretaria de Infraestrutura que retire este entulho imediatamente. Até o dia de ontem ( 28 de julho, o referido morador ainda reclamava que o entulho não havia sido retirado ).

Por: Dihelson Mendonça com informações de Jasiel Bessa Gonçalves

Mensagem para uma Reflexão -Por Maria Otilia

Estamos vivendo um momento delicado. Começou a Campanha Eleitoral, ou simplesmente a campanha política.Neste período vivenciamos todo tipo de conflito.É uma verdadeira corrida atrás de votos.Mesmo sabendo que  o voto deve ser livre , até para que  a  democracia se efetive de fato. Por isso posto aqui uma bela fábula que traz uma mensagem interessante para todos nós.
                                                     O SÁBIO SAMURAI

           Perto de Tóquio, vivia um grande samurai, já idoso, que agora se dedicava a ensinar Zen aos jovens. Apesar de sua idade, corria a lenda de que ainda era capaz de derrotar qualquer adversário.
           Certa tarde, um guerreiro, conhecido por sua total falta de escrúpulos, apareceu por ali. Era famoso por utilizar a técnica da provocação. Esperava que seu adversário fizesse o primeiro movimento e, dotado de uma inteligência privilegiada para observar os erros cometidos, contra-atacava com velocidade fulminante. O jovem e impaciente guerreiro jamais havia perdido uma luta. Conhecendo a reputação do samurai, estava ali para derrotá-lo e aumentar sua fama.
          Todos os estudantes se manifestaram contra a idéia, mas o velho e sábio samurai aceitou o desafio. Foram todos para a praça da cidade. Lá, o jovem começou a insultar o velho mestre. Chutou algumas pedras em sua direção, cuspiu em seu rosto, gritou todos os insultos que conhecia, ofendendo, inclusive, seus ancestrais. Durante horas fez tudo para provocá-lo, mas o velho sábio permaneceu impassível. No final da tarde, sentindo-se exausto e humilhado, o impetuoso guerreiro desistiu e retirou-se.
           Desapontados pelo fato de o mestre ter aceitado tantos insultos e tantas provocações, os alunos perguntaram: — Como o senhor pôde suportar tanta indignidade? Por que não usou sua espada, mesmo sabendo que poderia perder a luta, ao invés de se mostrar covarde e medroso diante de todos nós?
          Se alguém chega até você com um presente, e você não o aceita, a quem pertence o presente? — perguntou o Samurai.
          A quem tentou entregá-lo — respondeu um dos discípulos.
          O mesmo vale para a inveja, a raiva e os insultos — disse o mestre. — Quando não são aceitos, continuam pertencendo a quem os carrega consigo. A sua paz interior, depende exclusivamente de você. As pessoas não podem lhe tirar a serenidade, só se você permitir!

                                      

Histórias do Crato de Antigamente - Hoje com Antonio Morais

 
NE - Uma pequena edição da croniqueta do Morais postada nessa semana aqui no Blog do Crato
 
Quero contar aqui uma preciosidade atribuída ao Deputado Estadual cratense Derval Peixoto nas épocas em que quem não apresentasse uma bem avaliada atuação politica ficava pra trás.
Sustenta a historia que o Senador Wilson Gonçalves estando em Crato o Hermes Lucas soltava três duzias de foguetões avizando aos amigos e correligionarios, que, apinhavam a casa do senador. Certa feita, Maildes Rodovalho, um escudeiro fiel, o mais autentico gogó, passava  de xoto pela Praça Siqueira Campos na direção da casa da rua Barbara de Alencar, onde hoje fica o Hotel Vila Real, residencia do Dr. Wilson.
O deputado Derval Peixoto com um jornal na mão chamou o Maildes e disse: Veja o que o jornal fala do teu senador.  Esta informando que o Papa o excomungou! Leia aí! Maildes era meio mobral e respondeu: leia você mesmo. Então, o Derval Peixoto lascou a noticia a seu modo: O papa excomungou o Senador Wilson Gonçalves porque ele é maçom e corrupto, a excomunhão é extensiva também a todos os eleitores.
Maildes coçou a cabeça, andou dois passos prá diante e prá trás e respondeu: "Papa mais fresco".
 
Por: Antonio Morais
 

CURIOSIDADES - O médico que curou a si mesmo...


Em 1959, Leonid Rogozov graduado em medicina foi imediatamente aceito para fazer a residência como cirurgião. No entanto, os seus estudos foram postergados por algum tempo devido à viagem à Antártida em setembro de 1960 como médico da expedição soviética à estação Novolazarevskaya.
Durante esta expedição aconteceu um evento que fez com que o médico de 27 anos se tornasse famoso no mundo todo.
No 4º mês do inverno, Leonid apresentou sintomas inquietantes: fraqueza, náuseas, febre e dor na região ilíaca direita. No dia seguinte, sua temperatura subiu ainda mais. Sendo o único médico na expedição composta por 13 pessoas, Leonid diagnosticou a si mesmo com apendicite aguda. Não havia aviões em qualquer das estações mais próximas, além disso, as condições meteorológicas adversas não permitiriam de forma alguma sair dali. A fim de salvar o membro doente da expedição polar era necessária uma operação de urgência e a única saída era operar a si mesmo.
Na noite de 30 de abril de 1961, o cirurgião foi auxiliado por um engenheiro mecânico e um meteorologista. Um entregavam a ele os instrumentos cirúrgicos necessários e ou outro segurava um pequeno espelho sobre sua barriga para que melhor enxergasse.

O médico fez uma anestesia local com solução de novocaína seguida de uma incisão de 12 centímetros na região ilíaca direita com um bisturi. Entre a visão do espelho e o tato ele removeu o apêndice inflamado e injetou antibiótico na cavidade abdominal. Mas não foi nada fácil, 30 ou 40 minutos após o início da operação Leonid sentiu um incipiente desmaio com o formigamento e vertigem que percorreu todo seu corpo obrigando o cirurgião a fazer algumas pausas para descanso. No entanto, à meia-noite a operação com duração de 1 hora e 45 minutos havia terminado. Cinco dias depois a temperatura normalizou, em dois dias os pontos foram retirados.

Em São Petersburgo, Museu do Ártico e na Antártida há uma exposição dos instrumentos cirúrgicos usados por Leonid Rogozov naquela operação.

Via Facebook

CHAPADA DO ARARIPE, NOSSA AMAZÔNIA EM DESTRUIÇÃO. - Por Ed.Alencar


SAI MADEIRA, ENTRAM TIJOLOS! Os motores roncam serra acima, outros serra abaixo. Uns transportam materiais das destruiçães, outros com materiais de construção. 

Já faz tempo que esse vai e vem, cresce dia-à-dia onde surgem mansões, condomínios, vendas de terrenos, padarias, bares, escolas Postos de Saúde, mesmo sem uma infraestrutura básica e correta. Quem diria, tudo isso dentro de uma “APA”, Área de Proteção Ambiental, como se surgindo um novo “ARIZONA”.  Parece terra de ninguém. 

O crime ambiental que tomou proporções desgovernadas na Floresta Amazônica por falta de atitudes contra os invasores, aqui, não estamos distantes assim, dos maus exemplos de La. Já somamos prejuizos altissimos aqui na nossa Amazônia. A chapada do Araripe, está sob pressão na ocupação abusiva no território da APA, de olho na flona. Governos passam e a natureza fica protegida ou destruida. Com essa filosofía, as autoridades governamentais vão empurrando com a barriga ou em banho Maria para futuros sucessores resolverem estes problemas para não se desgastarem politicamente mexendo nesse VESPEIRO. O que vinha acontecendo ontem, tem se multiplicado hoje. Para o Agronomo Maropo diz que: A APA, jamais deveria ter sido habitada, para que hoje não se perguntem, "E AGORA JOSÉ, COMO RESOLVER". A falta de estrutura deixa a desejar na area da fiscalização, a devastação é grande e implica na sobrevivência do ecosistema da APA. 

Para o Dr. Paulo Maier, chefe da “APA “Chapada do Araripe : "Eu costumo dizer, que, todo trabalho envolvendo quetões ambientais, são geradores de CONFLITOS. Como nós estamos na Chapada do Araripe que o Brasil inteiro entende que é uma áre absolutamente importante, criou-se aqui uma unidade de conservação, pois enormes conflitos de tipos de uso, já vem ocorrendo e outros usos querem fazer, que se contrariam aos conjuntos de normas.”
 
Diante da explanação do Dr. Paulo Maier, chega-se a um consenso da grande complexibilidade que arrolam estas questões, pois envolvem normas municipais dentro do plano diretor para expansão das áreas urbanas, distritos, em destaques as questões rurais. Normas Estaduais e Federais que geram conflitos de demarcações territoriais para atender a uma população crescente no país, respeitando seus direitos na face da terra.
 
LOTEAMENTO DENTRO DA “APA”.  Diz o chefe da APA, Dr. Paulo. Não há norma que impeça o loteamento para moradia ou áreas urbanas em unidades de conservação da categoria área de proteção ambiental, com exceções de outras categorias de preservação que não prevê loteamentos. (Pergunta) Está desordenada as ocupações dentro da APA?  Dr.Paulo responde:” Eu diria que têm coisas legais e ilegais, esta foi a razão de 15 anos atrás  se criar a “APA” Chapada do Araripe. A ocupação que não seja ordenada, que não esteja dentro das regras e que não permita a conservação da biodiversidade, precisa parar, temos áreas importantes aqui , seja pela vegetação, animais, pela história ou pelas águas, que não suportam as edificações.
 
15 ANOS DA CRIAÇÃO DA “APA” SEM O PLANO DE MANEJO.  

O plano de manejo, é a peça fundamental para a regência das diretrizes dos caminhos corretos da Chapada do Araripe. Antes tarde que nunca. O Dr. Paulo Maier chefe da APA, em Crato, inicia um grande trabalho em busca da concretização do Projeto de Plano de Manejo da Chapada, formados pela tríplice aliança  dos três Estados. Ceará, Pernambuco e Piauí. Esse trabalho tem como ponto de partida, buscar as legislações dos municípios nas alterações ocorridas nos anos 80 e até retroagindo aos anos 60, para entenderem, o processo de alteração das áreas rurais em urbanas e terem noção para onde ocorrem as expansões entre Estados e Municipios. Faz parte do conselho, autorizar ou restringir para que não ocorram em determinadas área, loteamentos ou edificações. Para o chefe da APA, um conjunto de ferramentas existentes hoje, em especial as imagens de satélites, que permitem entender e acompanhar as coisas que vem acontecendo. É claro que não temos hoje, uma “REGRA” disponível para as pessoas que estão fazendo ou pretendem fazer coisas em área não desejadas disse Dr. Paulo. O plano de manejo esta atrasado há dez anos, uma vez que, após a criação das APAs Chapada do Araripe, o prazo para execução do projeto seria de 5 anos, estamos com 15 da criação. Conclui o Dr.Paulo: "Acreditamos que dentro de um ano e meio, teremos a conclusão do plano de manejo em mãos".
 
Próximos temas da Chapada do Araripe, nossa Amôzonia em destruição: A legalidade ou não dos titulos das propriedades dentro da “APA”.  e "As fontes e vazões do Rio Batateiras".

Por Ed. Alencar
Ambientalista, Radialista, Repórter
Colaborador do Blog do Crato e Portal Chapada do Araripe

CRATO SOFRE NOVA ONDA DE VANDALISMO


TOP

No Crato, vândalos estão quebrando e ateando fogo nas novas lixeiras colocadas pelo Governo do Estado e Prefeitura Municipal na última restauração das praças centrais. 





Uma nova onda de crimes de vandalismo atinge o centro da cidade de Crato. Vândalos quebraram lixeiras, roubaram bancos de madeira, cortaram galhos de árvores, e recentemente atearam fogo em pelo menos uma das novas lixeiras de plástico. Segundo informações de um morador das proximidades da Praça Siqueira Campos, os atos estariam sendo cometidos durante a madrugada. A administração municipal foi consultada por nossa reportagem, e recebemos a informação de que a guarda municipal, responsável pela manutenção do patrimônio público, está trabalhando normalmente, mas admite que este tipo de crime é muito difícil de coibir  sem a ajuda da própria população, mas estará em breve instalando um novo sistema de câmeras de vigilância na área central da cidade para a monitoração permanente.

"Quero descobrir quem são os "Mandantes" desses crimes" - Pref. Samuel Araripe
Ainda não se sabe porque isto vem acontecendo exatamente nas áreas centrais, que incluem as Praças da Sé, Alexandre Arraes, Siqueira Campos e São Vicente, além da principal rua da cidade, a Dr. João Pessoa, que foram as áreas reformadas. O problema se agravou durante a semana da expocrato, ocorrida em meados de julho, e na praça Alexandre Arraes diversos brinquedos já foram depredados desde os primeiros dias após a inauguração. O prefeito do Crato, Samuel Araripe declarou em entrevista coletiva à imprensa, que tem enfrentado e combatido desde o início da sua administração o problema de vandalismo: "já roubaram instalações elétricas inteiras, quebraram lâmpadas, e recentemente colocaram até bombas na tubulação de água de um distrito com a finalidade de prejudicar a credibilidade da nossa administração, deixando a população do distrito sem água por dois dias". A SAAEC está investigando este último caso. Em entrevista posterior, o prefeito disse estar atento aos atos de vandalismo recentes das praças, mas quer descobrir, além dos executantes, quem está por trás disso tudo, os verdadeiros "mandantes" dos crimes.

SAIBA MAIS

O vandalismo no Crato tem sido tema de várias reportagens do Blog do Crato desde 2007, que incluem ainda pelo menos duas reportagens sobre o sítio Fundão, que recentemente também passou ao controle do Governo do Estado do Ceará. O repórter Ed. Alencar publicou matéria com inúmeras fotos da depredação ocorrida naquela área, que é considerada o pulmão verde do Crato.

17 Jan 2012

24 Jul 2009
A TV Verdes mares Cariri também fez reportagem recente sobre o vandalismo nas novas Praças do Crato. Veja no link abaixo:


Comentários dos Leitores:

"Se o povo do Crato fosse civilizado, nem precisariam colocar policiais cuidando das novas praças, pois cada cidadão teria consciência e cuidaria da limpeza e preservação da sua própria cidade" 

Gilmara Coelho

"Essas pessoas precisam pagar pelo crime de vandalismo. É muito bem vinda a idéia de se colocar câmeras de vigilância no centro. Isso com certeza vai ajudar a identificar quem comete essas barbáries."

Edson Sampaio

Reportagem: Dihelson Mendonça
Fotos: Ed. Alencar e Dihelson Mendonça
www.blogdocrato.com


Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30