xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 01/03/2012 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

01 março 2012

Brasil registra maior superávit primário para meses de janeiro


O superávit primário, receitas menos despesas, excluídos os juros da dívida, do setor público consolidado – governo federal, estados, municípios e empresas estatais – chegou a R$ 26,016 bilhões, em janeiro deste ano.

Esse foi o maior resultado para meses de janeiro desde o início da série histórica do Banco Central [BC], em 2001. O esforço fiscal do setor público foi suficiente para cobrir os gastos com os juros nominais [encargos financeiros] que incidem sobre a dívida. Esses juros chegaram a R$ 19,661 bilhões. Com isso, houve superávit nominal, que são receitas menos despesas, incluídos os gastos com juros, de R$ 6,355 bilhões.

Em janeiro, o Governo Central [Banco Central, Tesouro Nacional e Previdência] registrou superávit primário de R$ 20,233 bilhões. Os governos regionais [estaduais e municipais] fecharam o mês com superávit primário de R$ 5,236 bilhões. As empresas estatais, excluídos os grupos Petrobras e Eletrobras, contribuíram com R$ 547 milhões.

Em 12 meses encerrados em janeiro, o superávit primário do setor público chega a R$ 136,978 bilhões, o que representa 3,3% de tudo o que o país produz - Produto Interno Bruto (PIB).

* Com informações da Agência Brasil ( Via Yuri Guedes )

Começa a entrega da declaração do Imposto de Renda


Os contribuintes poderão enviar, a partir desta quinta-eira, a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2012. Este ano, o programa gerador da declaração foi liberado mais cedo e desde a última sexta-feira (24) está disponível na página da Receita Federal na internet. O contribuinte deve baixar ainda o Receitanet, aplicativo responsável pela transmissão dos dados, disponível no mesmo endereço.

Para facilitar o preenchimento , a Receita atualizou a página especial com o tutorial que simula o desenho de uma linha de metrô, em que cada estação representa uma etapa a ser cumprida até a entrega da declaração. Para encontrá-la,o contribuinte deve acessar o endereço www.receita.fazenda.gov.br/irpf2012. A Receita também liberou um manual para o contribuinte e para os seus funcionários com perguntas e respostas sobre o preenchimento da declaração.

Pela Instrução Normativa 1.246, estão obrigados a declarar os contribuintes que receberam rendimentos tributáveis cuja soma foi superior a R$ 23.499,15. Os valores em 2012 foram corrigidos em 4,5%. Também deve declarar quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil.

Deve preencher ainda a declaração quem obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos sujeito à incidência do imposto, realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas ou obteve receita bruta com a atividade rural superior a R$ 117.495,75.

Para quem resolver fazer a declaração pelo modelo simplificado, o valor do desconto, que substitui todas as deduções de quem faz pelo modelo completo, está limitado a R$ 13.916,36 ante R$ 13.317,09 do ano passado ou 20% da renda sujeita a imposto.

Houve correção nas deduções por dependente, que passaram de R$ 1.808,28 para R$ 1.889,64. No caso da dedução com instrução, o valor subiu de 2.830,84 para R$ 2.958,23. Não há limites para despesas médicas e as deduções permitidas com a contribuição previdenciária dos empregados domésticos passaram de R$ 810,60 para R$ 866,60.

A multa continua a mesma para quem não declarar no prazo: mínimo de R$ 165,74. A Receita Federal espera receber este ano cerca de 25 milhões de declarações. Em 2011, foram enviados 24,37 milhões.

A declaração terá que ser apresentada entre 1º de março e 30 de abril pela internet ou entregue em disquetes nas agências da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil no horário de funcionamento das instituições ao público. Os contribuintes que entregarem no início do prazo, se tiverem direito à restituição, receberão nos primeiros lotes. O dinheiro do primeiro lote regular está previsto para 15 de junho e o último para 17 de dezembro.

O contribuinte deve ficar atento porque a restituição só será incluída no lote se a Receita não identificar inconsistências na declaração. Por isso, é importante fazer um cadastro no Centro Virtual de Atendimento (e-CAC) e verificar se houve algum tipo de problema com a declaração para corrigir o problema.

Agência Brasil


Governo adota novas medidas para conter queda do dólar



Brasília - O governo anunciou novas medidas para conter a excessiva valorização do real ante o dólar. O Decreto 7.683, publicado nesta quinta-feira (1°) no Diário Oficial da União, altera o prazo de dois para três anos da cobrança de 6% do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) nas liquidações de operações de câmbio contratadas a partir de 1º de março de 2012.

Na quarta-feira (29), o Banco Central (BC) teve que intervir mais uma vez no mercado para evitar que o dólar ficasse próximo de R$ 1,70. Com a forte entrada de dólares no país e a consequente queda da moeda, ontem o BC fez dois tipos de operação: uma de compra de dólares no mercado à vista e outra equivalente à compra no mercado futuro.

De acordo com o decreto, as alterações afetam, entre outros pontos, as liquidações de operações de câmbio para fins de retorno de recursos aplicados por investidor estrangeiro nos mercados financeiro e de capitais.

As novas regras também valem para as liquidações de operações de câmbio contratadas a partir de 1º de março de 2012, para ingresso de recursos no país, inclusive por meio de operações simultâneas, referente a empréstimo externo, sujeito a registro no BC, contratado de forma direta ou mediante emissão de títulos no mercado internacional.

Agência Brasil

Cai o 10º (décimo) ministro de dona Dilma – postado por Armando Lopes Rafael

O Palácio do Planalto anunciou hoje que o ministro da Pesca, Luiz Sérgio de Oliveira (PT-RJ), vai deixar o cargo nesta 6ª feira, dia 2,  e será substituído pelo senador Marcelo Crivella (PRB-RJ). O PRB é o partido que agrega parte da bancada evangélica no Congresso e Marcelo Crivella é ligado ao “bispo” Edir Macedo, chefe da Igreja Universal do Reino de Deus.

Na coluna de Cláudio Humberto desta 5ª feira,  a notícia foi dada assim: “Dilma finalmente conseguiu se livrar de Luiz Sérgio, demitindo-o da Secretaria de Aquicultura e Pesca por sua mais absoluta incapacidade. A troca do mosca-morta Luiz Sérgio pelo senador Marcelo Crivella (PRB-RJ) no ministério da Pesca, chegou ao topo do Twitter  com as inevitáveis gozações: “é para a multiplicação dos peixes”.

Geoturismo, Turismo Sustentável & Geoparque Araripe (1ª Parte) – por Alexandre Sales (*)

Turismo

De modo geral, o turismo é defendido pelos economistas como uma atividade rentável e ressaltado por estudiosos como benéfico, pois movimenta toda a cadeia produtiva, somando 53 setores da economia ligados direto e indiretamente a essa atividade. Possibilita, ainda, a melhoria da infraestrutura urbana, geração de rendas, de impostos, empregos, divisas, reativação de certas atividades econômicas. Contribui para o enriquecimento cultural, conquistando ainda a conscientização da preservação ambiental, o respeito às culturas regionais, a modernização e ampliação da infraestrutura e a formação profissional.

Ecoturismo e Geoturismo

Os destinos turísticos, contemplados pela natureza, buscam em sua maioria desenvolver um produto que está em evidência no mercado atual. A exemplo do ecoturismo, da necessidade de sair da rotina e esquecer o estresse da turbulência dos grandes centros. Propiciam também que as pessoas ampliem seus horizontes. Além do isolar-se num “mundo” mais tranquilo. Daí o turista encontrar na natureza uma forma de renovação; usufruir de ambientes saudáveis e tranquilos. Usufruir de paisagens para contemplação e meditação.

Se as cifras do turismo convencional já impressionavam, as do ecoturismo são ainda mais espetaculares. Hoje o ecoturismo representa 5%, (cinco por cento), do turismo mundial, podendo alcançar 10%, (dez por cento), ainda nesta década. ( Cfe. Organização Mundial do Turismo–OMT, em 1999). Segundo a OMT, enquanto o turismo convencional registra um crescimento de 7,5%, (sete e meio por cento), ao ano, o ecoturismo ultrapassa 20%, (vinte por cento). Por sua vez, o Ministério do Turismo do Brasil vem incentivando a certificação do ecoturismo. Aliás, a certificação de empreendimentos e pessoas inclusive está prevista no Plano Nacional de Turismo (2007-2010).

Uma pesquisa realizada pela Travel Industry Association of America (TIA) e pela National Geographic Traveler, em 2002, constatou que, nos Estados Unidos, cinquenta e cinco milhões de pessoas classificam-se como geoturistas. No mundo, o geoturismo movimenta milhões de dólares, e grande parte são realizados em regiões áridas e semiáridas, como na Patagônia Chilena e Argentina, no deserto do Atacama, na costa do Peru e Equador. Na América do Norte, a tendência de fluxo turístico é o Meio-Oeste Americano, como a Califórnia, Utah, Colorado, Novo México, Arizona, onde está o mais famoso destino geoturístico do mundo, o Grand Canyon. O turismo na África acontece no Quênia, Tanzânia, Zimbábue, África do Sul, Namíbia e nos desertos do Marrocos, Tunísia e Egito, sem falar na China e nos países da Europa, onde a moda turística são os Geoparks. (TIA, 2007).

Turismo Sustentável
No ano 1993, a OMT reconheceu que o turismo sustentável vem se afirmando como o tipo de atividade que atende às necessidades dos turistas atuais, protegendo as regiões receptoras e fomentando as oportunidades para o futuro. Desse modo, a sustentabilidade do turismo passou a ser prioridade na agenda da OMT e dos gestores de destinos, fazendo com que os assuntos ligados à sustentabilidade começassem a ter ressonância na percepção do Público.

(continua)

(*) Alexandre Magno Feitosa Sales, é professor efetivo da Universidade Regional do Cariri e colaborou na implantação do Geopark Araripe.

Geoturismo, Turismo Sustentável & Geoparque Araripe (2ª Parte) – por Alexandre Sales (*)


Geoparques

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura – UNESCO começou a exercer função importante na conservação da terra, apoiando a criação de parques no intuito de preservar o patrimônio de valor significativo. Desse modo, a UNESCO desenvolve vários projetos, tais como as Reservas de Biosfera, os Sítios de Patrimônio da Humanidade e por último, através da sua Divisão das Ciências da Terra, desenvolve um “selo de qualidade” chamado de Geopark, definindo-o como: “Um território de limites bem definidos com uma área suficientemente grande para servir de apoio ao desenvolvimento socioeconômico local. Deve abranger um determinado número de sítios geológicos de relevo ou um mosaico de entidades geológicas de especial importância científica, raridade e beleza, que seja representativa de uma região e da sua história geológica, eventos e processos. Poderá possuir não só significado geológico, mas também ao nível da ecologia, arqueologia, história e cultura. (UNESCO, 2007). Atualmente existem 77 geoparques certificados e pertencentes à Rede Global de Geoparques (GGN-UNESCO), em 25 países.

O Brasil foi beneficiado com um selo Geopark, aonde os turistas vão motivados em conhecer o patrimônio e o estudo geológico. É de fundamental importância que os representantes do turismo no país, como o Ministério do Turismo e a EMBRATUR pensar em nortear o conceito de geoturismo como um novo segmento do turismo. É um privilégio para um país fazer parte da rede, pelo fato de a região – de imediato – ser beneficiada de maior visibilidade e promoção internacional, associada a uma marca de qualidade. Qualquer Geopark deverá disponibilizar informações sobre toda a rede (GGN-UNESCO).

Após essa novidade, o Brasil – seguindo o exemplo do pioneirismo caririense – começou a viabilizar várias propostas de geoparques. Aí incluídos: sítios com geomonumentos e parques naturais, em diferentes regiões do país. Contextos geológicos surgiram. No entanto, as novas propostas ainda precisam ser devidamente avaliadas. A exemplo dos geoparques sugeridos na Serra da Bodoquena, no Mato Grosso do Sul; no Alto Vale do Ribeira em São Paulo e parte do Paraná; além do Quadrilátero Ferrífero, em Minas Gerais, que já possuem avançados estudos para serem candidatos ao status de Geopark. Outras possíveis áreas com potencial de candidatar-se ao selo Geopark poderão ser identificadas.

‘Geopark” Araripe

Eventos muito especiais na história da Terra se encontram documentados na região do Araripe através da geologia e suas rochas; da Paleontologia e seus fósseis (as pedras de peixes), que encantam a todos. E da Arqueologia, com os registros dos antigos habitantes de nossa região do Cariri. O importante patrimônio da Terra aqui mantido e, principalmente, a forma como está preservado, levou a URCA e o Governo do Estado do Ceará, em colaboração com o Intercambio Acadêmico Alemão, em 2004, a iniciar a propositura junto a UNESCO. O projeto da região do Araripe passar a integrar a Rede Global de Geoparks, através do Geopark Araripe, data de 2006. O Geopark Araripe é o primeiro do continente Americano e do Hemisfério Sul. A certificação em setembro de 2006 aconteceu na cidade de Belfast, Irlanda do Norte, na segunda Conferência Internacional de Geoparques, numa cerimônia festiva e de grande expectativa no cenário mundial, quando – além do Geopark Araripe, foi anunciado a aprovação de vários outros, distribuídos pela União Europeia, China e Irã, totalizando, àquela época, 53 unidades.

Desde seu reconhecimento, o “Geopark” Araripe vem se confirmando como um destino Geoturístico no Cariri, que objetiva encontrar formas de desenvolvimento sustentado para a região, através da atividade turística. Com aprovação ao status de Geopark, a região do Araripe recebeu destaque internacional fortalecendo sua imagem como destinação turística. No entanto, nossa região ficou igualmente responsabilizada a atingir o objetivo de programar um desenvolvimento no seu território. O que beneficiaria a população e preservaria a sua maior valia: "o patrimônio". O turismo é o principal meio para o desenvolvimento de um Geopark e é uma prioridade desenvolvê-lo.

(*) Alexandre Magno Feitosa Sales, é professor efetivo da Universidade Regional do Cariri e colaborou na implantação do Geopark Araripe.


Falhou outra tentativa de “canonização” de Lula’ – por Armando Lopes Rafael


Chegou-me às mãos, no mês passado, o exemplar da revista “29HORAS”. Para quem não sabe, “29HORAS” é uma publicação mensal distribuída nas salas de embarque do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

O último número da revista citada publicou uma matéria: “Gaviões Fieis a Lula”. Logo no início do mês findo, “29HORAS” antecipava que a Escola de Samba Gaviões da Fiel iria se apresentar (como de fato se apresentou), no carnaval paulistano de 2012 com o enredo “Verás que um filho fiel não foge à luta – Lula, o retrato de uma nação”.

Tratava-se de mais uma homenagem ao ex-presidente da República, inserida dentro do projeto de sacralizar o mito do “presidente-operário” e com o objetivo nitidamente eleitoral, como o foi o filme “O filho do Brasil”, lançado em 2010. Na matéria, a revista publicou a seguinte profecia:
“O samba (enredo da Escola de Samba Gaviões da Fiel) já está na boca do povão, que canta: "Vai meu gavião/ Cantando a saga do menino sonhador/ Um filho do sertão, cabra da peste... irmão...”

A revista (e a equipe de marketing que fez o projeto) deu com os burros n’água!

A estratégia de usar a escola de samba da torcida do Corinthians, clube do qual Lula é conselheiro vitalício, como forma de interferir na eleição para a prefeitura da maior cidade brasileira revelou-se um fiasco. A Gaviões da Fiel ficou num humilhante 9º (nono) lugar, entre as escolas de samba que participaram do desfile deste ano no sambódromo paulista. Desempenho pior, só mesmo o filme “O filho do Brasil”, profetizado por alguns mais fanáticos que “seria o ganhador do Oscar de melhor filme estrangeiro”...

Deu no que deu.

Sobre o fracasso da Gaviões da Fiel – no carnaval paulistano de 2012 – Vinicius Torres Freire, colunista da “Folha de S.Paulo” foi enfático: “O que a escola fez foi “bajulação do poder”, com um “samba-enredo amalucado, submisso e sem graça”. Na mesma linha, o jornalista Josias de Souza, escreveu no UOL: “O desfile da Gaviões ajuda a sacralizar o mito Lula. Dedicada a qualquer outro político, a sacralização carnavalesca seria tachada de demagogia. Oferecida a Lula, funciona como beatificação do mito”.

Em meio ao culto da personalidade, digno da ilha-cárcere da dinastia dos Castros, os marqueteiros tupiniquins ainda não perceberam que o Brasil não é uma Venezuela...

Armando Lopes Rafael

Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31