xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 25/11/2011 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

25 novembro 2011

Coluna Armando Rafael - Notícias do Cariri


http://3.bp.blogspot.com/-8zEk-KeM778/Ts9atig9gbI/AAAAAAAAGaA/5RizbBmnwjE/s1600/Coluna_Armando_Rafael.gif

Edição 25 a 30 de novembro de 2011


Cariri terá Casas Bahia

Acabou-se o tempo em que as Casas Bahia só eram vistas aqui nas propagandas da televisão. Depois de inaugurar em Fortaleza sua primeira filial no Ceará, as Casas Bahia terão uma loja em Juazeiro do Norte. Outras cidades cearenses importantes nem precisam ficar enciumadas. A expectativa é de que sejam criadas mais 30 lojas das Casas Bahia no Ceará.

Honestidade na informação

O bom profissional merece respeito. É o caso do jornalista Egídio Serpa, que mantém coluna no jornal “Diário do Nordeste” e informa com honestidade e correção aos seus leitores. No último dia 10, Egídio publicou a seguinte nota: “O empresário Antônio Mendonça, presidente do Sindicato das Indústrias de Calçados e Vestuários de Juazeiro do Norte e da Região (Sindindústria), está no Rio de Janeiro. Ele participa do Congresso Mundial do Couro e do Congresso Mundial de Calçados. Liderada pelo Crato, o Cariri é a região do Ceará que mais produz calçados”. Na foto ao lado a Grendene-Crato, a maior fábrica de calçados do Cariri, com seus 18 mil metros quadrados de área construída.

Enquanto isso

Um blog feito a partir de Brasília persiste em enganar o seu pequeno público com meias-verdades do tipo: “Juazeiro do Norte é o terceiro polo calçadista do Brasil”. Se fosse um blog honesto informaria assim: “O Cariri é o terceiro polo calçadista do Brasil”. O dono do blog é péssimo estrategista. Tão logo iniciou sua pasquinada, abriu três batalhas simultâneas contra o bispo da diocese, prefeito de Juazeiro do Norte e governador do Ceará. Aliás, dom Fernando Panico já levou o proprietário do blog às Barras da Justiça – com uma interpelação judicial – devido às dolosas acusações de que foi vítima.

Parque industrial de Barbalha

A empresa Bom Sinal, fabricante dos vagões de trem do tipo VLT ( Veículo Leve sobre Trilhos) -- foto ao lado -- localizada em Barbalha, recebeu a visita de Olivier Dereudre, diretor para o Brasil e Argentina da empresa alemã Vossloh. O grupo empresarial alemão confirmou que tem interesse em comprar o controle da Bom Sinal. Se isso ocorrer, teremos a ampliação daquela indústria barbalhense. Outra indústria de grande porte de Barbalha – a Farmace – ampliou suas modernas instalações e parte para diversificar sua produção farmaceutica.


Progresso do Crajubar

Empresários do ramo de calçados com atividades na conurbação Crajubar (Crato, Juazeiro, Barbalha) integraram a Missão Empresarial do Ceará que foi à China. Lá, esses caririenses acertaram a aquisição de impressoras automáticas chinesas, que são mais baratas do que as fabricadas na Europa. Com isso a produção de sapatos e bolsas do Cariri será aumentada e terá melhor qualidade.

Nova cadeia produtiva

Mais uma oportuna e feliz iniciativa do SEBRAE-Ceará. Está sendo implantado na pujante Região Metropolitana do Cariri e adjacências o projeto de Estruturação da Cadeia Produtiva da Música. O projeto é destinado a músicos, intérpretes e bandas, produtores culturais, estúdios, comércios e serviços de instrumentos e equipamentos musicais, além de casas de show. Tudo em parceria com o SENAC, Banco do Nordeste, Prefeituras municipais, Fórum de Turismo e Cultura do Cariri, Universidade Regional do Cariri e Geopark Araripe. Utilizará a metodologia GEOR-Gestão Estratégica Orientada para Resultados, desenvolvida pelo SEBRAE, e tem como objetivo identificar os principais desafios e estabelecer metas, ações e parcerias para o desenvolvimento do setor musica na região do Cariri.

Asfalto “sonrisal”

William Shakespeare escreveu que "Há mais mistérios entre o Céu e a Terra do que sonha a nossa vã filosofia". Qual o mistério de o asfalto, nas rodovias estaduais cearenses, desgastar-se tão rápido? Um exemplo é a Rodovia Asa Branca, a que liga Crato a Exu, em Pernambuco. A parte asfaltada pelo governo pernambucano – administração de Roberto Magalhães, década 80 do século passado – ainda hoje possui o asfalto original, embora com ligeiros reparos de manutenção. Naquela época, simultaneamente, foi asfaltado o trecho do lado cearense, no governo Gonzaga Mota. Durou pouco o asfalto no Ceará. A ponto de ter sido feito novamente todo o trecho no governo Lúcia Alcântara (2002-2006). E o lado cearense necessita, a cada temporada de chuvas, de novos serviços de manutenção. Segunda-feira última, dia 20, o jornal “O Povo” publicou matéria sobre a nova Rodovia Padre Cícero (que liga Fortaleza ao Cariri) onde se lê: “mesmo antes de ser inaugurada completamente, alguns trechos da Rodovia Padre Cícero apresentam problemas. Já há buracos em alguns locais”.

Retificação

Um leitor desta coluna, João Guilherme Bentes – estudante de medicina em João Pessoa (PB) – enviou atencioso e-mail corrigindo uma informação aqui divulgada quanto à duração do curso de medicina em Cuba. Esclarece o leitor que – além dos três anos de teoria – outros dois de clínica e estágio complementam a formação dos médicos na ilha dos irmãos Castro.

E por falar nisso

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, (aquele que vive pedindo a volta da CPMF para financiar a saúde pública, alegando que o governo não tem dinheiro) foi em setembro último a Cuba. O objetivo da viagem? Dar continuidade ao "maçante filme" assinando "um acordo" entre a Escola Latino-Americana de Medicina (Elam) -- sediada no “paraíso cubano” -- e universidades estaduais brasileiras. Negócio seguinte: o Brasil vai bancar um “cursinho” para os médicos brasileiros formados em Cuba. Com isso, esses profissionais terão condições de ser aprovados no exame obrigatório – exigido aqui no Brasil – para revalidação dos seus diplomas conquistados na ilha-prisão.

Pense num desmantelo

O cursinho, com dez meses de duração, terá aulas teóricas e práticas em faculdades de medicina públicas brasileiras. Permitindo, assim, aos médicos formados em Cuba atualizarem seus conhecimentos nos avanços da medicina. Tudo gratuito, incluindo a hospedagem. Os médicos formados em Cuba ainda receberão uma bolsa de ajuda de custo (já apelidada de “Bolsa-Madureza”) no valor de R$ 1.240,00. Numa coisa todos concordam: o “cursinho” vai ajudar a aprovação dos médicos cubanos no Exame Nacional de Revalidação de Diplomas. No exame feito este ano, 677 médicos formados no exterior se inscreveram. Desses, 140 eram provenientes de Cuba. Dos 677 inscritos, apenas 65 foram aprovados. E dentre os aprovados, apenas 3 (três) eram formados na ilha do companheiro Fidel.

Foi sem querer, querendo

Ao batizar Dilma Rousseff de "mãe do PAC" (esta sigla anda meio esquecida, mas significa: “Programa de Aceleração do Crescimento”), o ex-presidente Lula fê-lo com intenções unicamente eleitorais. Deu certo. Agora, a presidente Dilma Rousseff está arcando com dificuldades para pagar as dívidas deixadas no PAC pelo padrinho e antecessor. São contas grandes e impediram dona Dilma de iniciar as novas obras – prometidas como sem falta durante a campanha eleitoral – e constaram do Orçamento de 2011.

Herança maldita

Depois de “bater fofo” na promessa de realização dessas novas obras, dona Dilma autorizou os marqueteiros do Palácio do Planalto a anunciar – com estardalhaço – que seu governo aplicou R$ 21,7 bilhões no PAC em 2011. Faltou dizer que desse total, a expressiva parcela de R$ 16,1 bilhões (praticamente três quartos de tudo o que foi gasto em 2011) foi destinado a pagar parte das dívidas deixadas pelo ex-presidente Lula. Ou seja, o governo Dilma só aplicou, efetivamente, R$ 5,6 bilhões em novos projetos previstos no PAC para 2011, que tinha uma previsão de R$ 40,4 bilhões. A verdade nua e crua: Dilma só conseguiu realizar 13,9% do que programou para o PAC em 2011.

Fechado para balanço

Mas em 2012 o cenário se afigura pior. Mesmo com tudo que pagou em 2011 – referente às dívidas recebidas –, dona Dilma ainda terá de quitar R$ 16,4 bilhões de obras iniciadas por Lula dentro do PAC. Entretanto os marqueteiros do governo já acharam a solução para manobrar a massa: vão anunciar que Dilma terá de reduzir gastos em investimentos para não alimentar a inflação que se avizinha. Ah, bom!

Torpedos

1 – Estão filiadas ao Sindicato das Indústrias de Calçados e Vestuários de Juazeiro do Norte e Região (Sindindústria), mais de 90 fabricantes de vestuários e calçados. Eles proporcionam mais de 16 mil empregos diretos e fabricam 8 milhões de pares de calçados vendidos no Brasil e exportados para países como a Argentina, África, Índia e China. A boa notícia é que, nos últimos anos, está ocorrendo uma abertura na Itália e Estados Unidos para comprarem os produtos caririenses.


2 – Pouca gente sabe: a diocese de Crato já possui uma Pastoral voltada para pessoas portadoras do vírus HIV–Aids. No Centro de Expansão Dom Vicente Matos (foto ao lado) foi realizada – dias 18 a 20 de novembro últimos – a primeira assembleia diocesana de avaliação e planejamento dessa pastoral que contou com a presenças de representantes das 12 pároquias onde ela já atua.

3 – Quando escolheu o slogan do seu governo (“País rico é país sem miséria”), a presidente Dilma estava coberta de razão. Pois não é que a última pesquisa feita pelo IBGE constatou que metade da população brasileira sobrevive com uma renda per capita de míseros 375 reais?
4 – Segundo esse censo, o Nordeste tem três vezes mais analfabetos do que o resto do Brasil. Tá explicado porque o nordestino adora votar nos governos instalados em Brasília. Comprovando que aqui ainda resistem os grotões da miséria e do atraso tão citados -- no passado -- pelos governistas dos dias atuais...
5 – Segundo a mídia, “dona Dilma mantém solene desprezo pelo ministro Carlos Lupi que mentiu para ela. Não o demite por hora para não “dar confiança” à imprensa”. Conta outra, Lupi! Independente disso, a mídia já está coletando os “malfeitos” do ministro das Cidades, Mário Negromonte,acusado de aumentar as despesas da Copa de 2014, somente no âmbito do Estado de Mato Grosso, em mais 700 milhões de reais. Seria Negromonte a futura bola da vez?


CRATO - Retratos Fiéis da Realidade - Dihelson Mendonça


Img_5743

Conforme o nome indica, essa sessão se destina a mostrar imagens de acontecimentos do Crato, principalmente aos nossos irmãos que residem fora. O objetivo aqui não é o primor da arte fotográfica, até porque nem tudo são flores nem beleza no Cratinho de Açúcar.

Prosseguem os trabalhos de reforma das Praças Centrais do Crato. O Projeto, de autoria da Prefeitura Municipal, com realização do Governo do Estado do Ceará, conta com recursos do Banco Mundial. Pelo que se pode ver nessas fotos tiradas ontem ( 23 ), os trabalhos poderão não ficarem concluídos até o natal, o que está causando grande inquietação nos comerciantes.

Durante essa sessão de fotos, fomos abordados por vários deles, reclamando dos transtornos que a obra tem causado, tanto pela poeira, quanto pela queda nas vendas. O CDL tem protestado em nome do comércio, mas a opinião dos executantes é de que é preciso que haja mais paciência por parte da população, afinal de contas, os transtornos são temporários, porém os benefícios serão permanentes.


Img_5723


Img_5780


Img_5769

Texto e Fotos: Dihelson Mendonça
Imagens feitas com câmera portátil - Canon XTI

Num Patrocínio de:

Do seriado "Coisas da República" -- por Armando Lopes Rafael



Estatização de Fundação Sarney foi “prova de amor” ao Maranhão, diz presidente do Senado

(transcrito do jornal “Folha de S.Paulo”)

Uma lei sancionada no mês passado pela governadora Roseana Sarney (PMDB), filha do senador, criou uma nova fundação pública --a Fundação da Memória Republicana Brasileira. A nova fundação irá receber o acervo da Fundação José Sarney, que está sem recursos e será extinta. Entre os bens que serão transferidos está a sede da fundação, um prédio do século 17, em São Luís, doado à fundação pelo Maranhão. Em artigo publicado em seu novo blog, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), afirmou que a estatização da fundação que leva o seu nome, no Maranhão, foi uma "prova de amor" ao Estado.

Dizendo serem "injustas" as críticas de "alguns idiotas", Sarney lista documentos, peças de museu de obra de arte e documentos que passarão para a tutela do governo estadual. A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) no Maranhão entrou com ação no Tribunal de Justiça local contra a lei. O PPS recorreu ao STF (Supremo Tribunal Federal) com uma ação de inconstitucionalidade contra a norma.

"Doar ao povo do Maranhão um patrimônio, como o que outros presidentes venderam, do meu valioso arquivo de mais de um milhão de documentos, três mil peças de museu de obras de arte e uma biblioteca de mais de 30.000 livros, muitos raríssimos, que acumulei ao longo de minha vida. E o fiz grandeza, amor e desprendimento", escreveu Sarney.

O Instituto Lula, do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e o iFHC, de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), são mantidos apenas com verba privada. O do tucano ainda é mantido com a verba de um fundo criado na fundação da entidade e com parcerias privadas. No texto, chamado de "A burrice e a política", Sarney afirma também que não pode evitar uma reação a essa discussão. Ele diz que sua melhor qualidade é a paciência. Segundo a assessoria de Sarney, o texto é do dia 24 de outubro e foi publicado no jornal "O Estado do Maranhão". A lei sancionada coloca o senador e ex-presidente como patrono da nova fundação, com o direito de indicar dois de seus 11 conselheiros. Após sua morte, o direito é transferido para seus herdeiros. Após mais de um mês da sanção da lei, o governo do Maranhão não sabe informar quanto custará a fundação.

O enigma ecológico - Por: Emerson Monteiro


Eis questão da mais graves da atualidade, a ecologia, palavra que significa mais do que apenas ambientalismo, pois envolve outros ramos do conhecimento, tendo sua origem grega vinculada a oikos (casa), o mesmo radical da palavra economia. Hoje, há insistente preocupação das autoridades mundiais de que se devem reverter prioridades de consumo, onde a ética individualista se mostra despropositada, nascendo uma nova ética, a ética ecológica.

A crise ameaça milhões de espécies, pela falta de consciência, seguindo-se atitudes que os estudiosos propõem a fim de resolver o impasse. O conservacionismo se volta à perspectiva de preservação pura e simples de espécies vegetais e animais que ainda existem. Enquanto os países do hemisfério norte, principais responsáveis pela destruição da natureza poluem 80% da Terra (dos quais 23% os Estados Unidos). E são esses mesmos países que se recusam a qualquer compromisso importante para a solução do problema ecológico.

Visto o grau da escalada dos prejuízos, também essas alternativas não parecem vias necessárias a refrear o impacto ecológico. E outras saídas apresentam a reorientação do sistema capitalista, com mudança nos valores de toda a sociedade, felicidade com o estrito e necessário para viver, onde países prósperos queiram mudar o grave risco que ameaça vidas.

Daí, a ética ecológica reclamar atitudes concretas individuais. Nisso, a destruição do meio ambiente implica em conseqüências às futuras gerações, advento da doutrina de solidariedade, resposta ao modo capitalista.

Os desafios a que se submetem os civilizados parecem condená-los a fim inevitável. Onda perversa se avoluma e a todos mortifica. Na sede do domínio da natureza, os humanos se deixaram reduzir a meras coisas.

Prevaleceu o consumo, em detrimento do respeito às espécies e à vida. O modo de produção capitalista buscou crescer o lucro e com isso lança mão das matérias primas sem discriminação, comprometendo a ordem natural.

Enquanto isso, a massa humana aceita passiva que tais práticas se imponham, esquecendo de preservar e sobreviver. Chega-se, portanto, às raias da impossibilidade, vistos os níveis estabelecidos nas estatísticas, com registro de males causados à camada de ozônio, degelo dos pólos, elevadas temperaturas jamais consignadas, chuvas ácidas, nuvens tóxicas, doenças de pele, alergias, extermínios e inviabilidades, doenças, fome, guerras, envenenamento e morte de rios, lagos, mares, etc.

Só agora o homem se apercebe face a face com o enigma: ou desaparecer, em breve, já nas primeiras décadas deste terceiro milênio, trastes inúteis e desobedientes, ou mudar o coração e se irmanar com os demais entes, dentre eles o Planeta que nos acolhe.

Prefeito do Crato solicita audiência urgente com o Governador para tratar do problema do Canal do Rio Grangeiro


NE - Os tratablhos de recuperação do Canal do Rio Grangeiro continuam a passos de tartaruga e a estação invernosa preocupa a população.

O prefeito do Crato, Samuel Araripe, entregou um ofício a chefia de Gabinete do Estado solicitando uma audiência com o governador Cid Gomes, com a máxima urgência, para relatar pessoalmente a gravidade do Canal do Granjeiro, que corta a cidade, que continua com muita erosão para suportar as chuvas do próximo inverno que ele prevê pesado, podendo acontecer logo à partir de janeiro próximo.

“Nessa audiência, que tem urgência, eu vou mostrar ao governador a gravidade do Canal do Granjeiro, porque as obras necessárias para a sua recuperação total não foram feitas ainda e a continuar assim corre um grande perigo de nova inundação”, alerta. Segundo ele, a população está muito preocupada e continua lhe cobrando providências que não são mais da Prefeitura e sim do Governo do Estado.

Ele lembra que o crédito liberado pelo governo federal foi da faixa de R$ 4 milhões e de obras só foram executados R$ 2,5 milhões, faltando R$ 1,5 milhão que não foi licitado e que continua no caixa do Estado. Ele lembra que o dinheiro veio para a conta da Prefeitura do Crato e que o Governo do Estado fez uma acerto em Brasília para ficar no seu caixa e executar a obra que está em pouco mais da metade.

Araripe observa que a obra é emergencial, porque a recuperação total vai custar cerca de dez vezes mais, um projeto ainda a ser negociado na área federal. “Ainda existem muitas erosões no canal e se esse R$ 1,5 milhão não for executado urgentemente em obras, poderá haver um prejuízo de mais de R$ 20 milhões se o inverno for realmente forte e antecipado como está previsto pelas previsões”, adverte.

Ele alerta que no canal existem cerca de cinco a seis pontos que estão com erosões acentuadas que se não forem corrigidas antes do inverno vão virar crateras que vão acumular alto volume de água para provocar transbordamento e inundação como já aconteceu, dando prejuízo e desalojamento da população. “Estou alertando que o canal está deteriorado e que se não for consertado a tempo poderá acontecer uma catástrofe”, reforça.

Araripe disse que vai mostrar ao governador a portaria que autorizou o crédito de R$ 4 milhões na conta da Prefeitura do Crato e outra portaria tirando o crédito em favor da conta do Estado, mostrando que a obra é da responsabilidade estadual e não municipal.

“Ainda não sei por qual motivo o Ministério da integração Nacional tirou esse crédito de R$ 4 milhões da conta da Prefeitura do Crato e botou na conta do Estado”, interroga.


SKY HD no Cariri é com a TV Tecnica Hertz - 50 Anos qualidade e bons serviços !


P
ermita-se esse presente de fim-de-ano!

Assine Sky HD e tenha em seu lar a melhor programação da TV. São pacotes de até 145 canais, com até 28 canais em Alta Definição. Ao assinar Sky HD, procure quem trabalha com seriedade e qualidade. A TV Tecnica HERTZ é a pioneira no Cariri na venda e instalação de aparelhos de recepção via satélite. O técnico Inácio Ferreira Teles é o único credenciado no Cariri pela própria Sky com o título de "Técnico Especialista". Portanto, na hora de instalar seu SKY, evite amadorismos; Evite aborrecimentos; Escolha sempre o melhor; Escolha a TV Tecnica Hertz. E seja feliz com seu SKY HD ! - O Blog do Crato recomenda.

http://3.bp.blogspot.com/-yNG0-o05Fys/Ts8eAqjPbpI/AAAAAAAAbxs/e2VBzrP79YY/s1600/sky_hd_400.jpg

Empresa recomendada e aprovada pelo Blog do Crato por seu grau altíssimo de qualidade e seriedade.

Campanha de Prevenção do Câncer do Colo do Útero teve inicio ontem em Crato


A
Secretaria de Saúde do Município do Crato deu inicio ontem, dia 24 a Campanha de Prevenção do Câncer do Colo do Útero nas Mulheres de 25 a 59 anos. O médico responsável pelas consultas será Dr. Cory e os atendimentos serão disponibilizados em vários postos. No próximo dia 02 de dezembro os atendimentos serão feitos pela manha no Distrito de Dom Quintino de 8 as 11 horas e a tarde no Cica Casas Populares, no Seminário de 14 as 16 horas. No dia 3 de dezembro será a vez do Cemear, pela manha de 8 as 12 horas.

Os atendimentos da Campanha de Prevenção do Câncer do Colo do Útero nas Mulheres de 25 a 59 Anos se estenderão até o próximo dia 20 de dezembro. A cada semana serão divulgados horários e locais para maior comodidade.

Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal do Crato
Fone/Fax- 88- 3521 7069
www.crato.ce.gov.br
http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com

Audiência Pública - instalação da Universidade Federal do Cariri - UFCA.



O Presidente da Câmara Municipal do Crato Vereador Florisval Sobreira Coriolano atendendo a Requerimento da Vereadora Mara Guedes – PT convida para a Audiência Pública com a presença do Deputado Federal Eudes Xavier PT/CE no próximo dia 28 de novembro (segunda-feira) às 08:00 horas no Plenário Paulo Bezerra da Câmara Municipal do Crato localizado na Rua Senador Pompeu 468, centro da Cidade.

O Presidente da Câmara Municipal do Crato Vereador Florisval Coriolano convida as entidades de classes, classe estudantil e a população em geral para se fazerem presentes a esta audiência que muito irá contribuir para o desenvolvimento da Região do Cariri com a instalação da Universidade Federal do Cariri - UFCA.

Notícia enviada por Mara Guedes - Vereadora PT
Crato/CE
maraguedescrato@hotmail.com


Cirurgia rara será realizada no HGF nesta sexta-feira (25)


Um tumor no ouvido que, mesmo sendo benigno, está localizado numa região delicada: no ápice petroso, o limite entre o ouvido e o cérebro. Uma situação rara que exige muita atenção da equipe médica. Aloísio Moreira, 51 anos, natural de Maranguape, desenvolveu um tumor no ouvido que resultou em duas cirurgias em 1990 e 1994. De sete anos pra cá, o problema voltou. Um novo tumor ocasionava dores no ouvido e perda auditiva crescente. Foi quando o chefe do serviço de Otorrinolaringologia do HGF, o médico Deodato Diógenes, fez um novo diagnóstico: o tumor estava localizado no ápice petroso. A indicação era uma terceira cirurgia, desta vez, mais delicada por conta da localização do tumor. Um procedimento até então nunca realizado no HGF. O caso foi apresentado ao médico otorrino do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, Oswaldo Laércio Mendonça, que já realizou cirurgias semelhantes e se disponibilizou a coordenar o procedimento cirúrgico em seu Aloísio.

A cirurgia está marcada para esta sexta-feira (25), a partir das 8 horas. O médico Oswaldo Laércio Mendonça vai contar com o apoio de uma equipe médica de otorrinos e neurocirurgiões do HGF. O acesso ao tumor deverá ser feito através do labirinto(acesso translabiríntico), com uma incisão atrás da orelha. Com esse método, a equipe médica evita a abertura do crânio do paciente, minimizando os riscos da cirurgia.


Para seu Aloísio, as expectativas são as melhores. “Eu confio muito no dr. Deodato e no dr. Laércio e tenho muita esperança de que vai dar tudo certo” - disse confiante o paciente, que já se encontra internado no leito 517-1, no quinto andar do prédio eletivo. A cirurgia será acompanhada por vídeo por todos os médicos residentes da Otorrinolaringologia do HGF.

Oswaldo Laércio Mendonça

Oswaldo Laércio Mendonça tem graduação em Medicina pela Escola Paulista de Medicina (1975), doutorado em Medicina pela Universidade de São Paulo (1986) e Livre Docência em Otorrinolaringologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Atualmente, é professor afiliado da Universidade Federal de São Paulo, membro do corpo editorial da Revista Brasileira de Otorrinolaringologia e Otology & Neurotology. Tem experiência na área de Otologia e Cirurgia da Base do Crânio, atuando principalmente nos seguintes temas: otite crônica, perda auditiva, nervo facial e tumores do osso temporal.

Assessoria de Comunicação HGF

Acquário Ceará: audiência pública acontece nesta sexta-feira, 25


O processo de licenciamento ambiental do Acquário Ceará contará com realização de audiência pública nesta sexta-feira (25). O evento, mediado pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), acontece às 9 horas, no Palácio Iracema (Rua Dr. José Martins Rodrigues, 159 - Edson Queiroz). Desde de agosto deste ano, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) reconheceu a competência da Autarquia como órgão licenciador do empreendimento, o qual é de responsabilidade da Secretaria de Turismo do Estado (Setur).

A audiência pública é levada em consideração para fins de análise e finalização de parecer técnico da Semace sobre o empreendimento. Após esta etapa, o parecer ainda será levado ao Conselho Estadual de Meio Ambiente (Coema) para ser apreciado e votado pelos conselheiros. Em caso de aprovação, será publicada resolução em Diário Oficial de Estado (DOE) e em seguida emitida a licença prévia (LP). Nesse momento, ainda não está autorizado o início das obras, que de acordo com o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) entregue à Semace, durarão 25 meses, após a liberação da licença de instalação (LI).

Ainda segundo o EIA, o projeto terá grande importância para a “revitalização da Praia de Iracema e do Centro da cidade, haja vista que se integrará a outros equipamentos já implantados e a vários outros projetos que se encontram em execução, cuja finalidade é ofertar e, até mesmo, devolver a população de Fortaleza, espaços tradicionais para a prática de lazer, o que refletirá de forma bastante significativa no fortalecimento da indústria do turismo no Estado”.

O Acquário prevê a instalação de 38 tanques-recinto de exibição, com capacidade para 15 milhões de litros, em área total construída de 21.500 metros quadrados. A construção contará com quatro pavimentos nos quais estarão áreas de lazer, dois cinemas 4D, simuladores de submarino, equipamentos que proporcionam interação entre público e aquário, além de túneis submersos que levarão os visitantes ao interior do tanque de animais marinhos. A obra, de aproximadamente R$ 250 milhões, é um dos maiores projetos estruturantes em curso no Ceará e, de acordo com suas projeções, será o maior aquário do Brasil, América Latina e Hemisfério Sul, além de o terceiro maior aquário do mundo.

Audiências públicas em Ibiapina e Tianguá

Ainda no mesmo dia 25, a Semace estará presente em Ibiapina, às 9 horas, na Fazenda Jaburu (Agroserra), para audiência do processo de licenciamento ambiental de um projeto de geração de energia eólica da empresa Novae Energies Brazil Geração de Energia LTDA. Tratam-se das centrais geradoras eólicas (CGE) Agro-Serra I, II, III, IV, V e VI as quais possuem 11, 10, 12, 10, 8 e 8 aerogeradores respectivamente, com capacidade entre 18,4 e 27,6 megawatts.

No período da tarde, às 15 horas, uma outra audiência será realizada na Fazenda Veado Seco, em Tianguá sobre outro projeto da mesma empresa. Dessa vez a apresentação será referente às CGEs Veado Seco I e II, as quais terão capacidade instalada de 27,6 megawatts cada, através da operação de 12 aerogeradores, e da CGE Veado Seco III, que terá capacidade instalada de 23 MW, através da operação de 10 aerogeradores. Os empreendimentos ainda estão em fase de adquisição de licença prévia.

Assessoria de Comunicaçãoda Semace


STF afasta criminalização da “marcha da maconha”


O Supremo Tribunal Federal [STF] reforçou, na última quarta-feira [23], a legalidade dos eventos chamados “marcha da maconha”, que reúnem manifestantes favoráveis à descriminalização da droga.

Por unanimidade, os ministros decidiram que esse tipo de manifestação não pode ser considerado crime previsto no artigo 33, parágrafo 2º, da Lei de Tóxicos [Lei nº 11.343/2006], o que configuraria afronta aos direitos de reunião e de livre expressão do pensamento, previstos na Constituição Federal.

O Plenário seguiu o voto do ministro Ayres Britto, relator da Ação Direta de Inconstitucionalidade [ADI] 4274, proposta pela Procuradoria-Geral da República [PGR], determinando que o dispositivo da Lei de Tóxicos – que classifica como crime o ato de induzir, instigar ou auxiliar alguém ao uso indevido de droga – seja interpretado em conformidade com a Constituição Federal.

Dessa forma, exclui-se da interpretação da norma “qualquer significado que enseje a proibição de manifestação e debates públicos acerca da descriminalização ou legalização de drogas ou de qualquer substância que leve ao entorpecimento episódico ou viciado das faculdades psicofísicas”, conforme destacou o relator em seu voto.

MINISTROS - Segundo o ministro Ayres Britto, o direito de reunião, assim como os direitos à informação e à liberdade de expressão, “fazem parte do rol de direitos individuais de matriz constitucional, tidos como direta emanação do princípio da dignidade da pessoa humana e da cidadania”. “Vivemos hoje em uma sociedade de informação e de comunicação, em que o ser humano primeiro se informa para melhor se comunicar com seus semelhantes, e o direito de reunião pode ser visto como especial veículo dessa busca de informação para uma consciente tomada de posição comunicacional”, salientou.

De acordo com o relator, existe na Constituição apenas uma única vedação ao direito de reunião, referente àquelas cuja inspiração ou o propósito da convocação ensejem a prática violência física armada ou beligerante. “Quem quer que seja pode se reunir para o que quer que seja, no plano dos direitos fundamentais, desde que o faça de forma pacífica”, concluiu o ministro Ayres Britto, acrescentando que não se pode confundir a criminalização da conduta [o uso de drogas], com o debate sobre a referida criminalização, que é o propósito da “marcha da maconha”.

Com a decisão desta quarta-feira [23], o STF reforçou o posicionamento firmado em junho deste ano, no julgamento da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental [ADPF] 187, de relatoria do ministro Celso de Mello. Na ocasião, a Suprema Corte liberou a realização da “marcha da maconha”, por entender que o artigo 287 do Código Penal deve ser interpretado conforme a Constituição, de forma a não impedir manifestações públicas em defesa da legalização de drogas.

Para o decano da Suprema Corte, a mera expressão de pensamento não pode ser objeto de restrição, “sob pena de se estabelecer um domínio institucional sobre o pensamento crítico”. “A defesa, em espaços públicos, da legalização das drogas, longe de significar um ilícito penal, quer sob a égide do Código Penal, quer sob o disposto na Lei de Tóxicos – supostamente caracterizador de apologia ou instigação ao uso de drogas ilícitas –, representa, na verdade, a prática legítima do direito à livre manifestação do pensamento, propiciada pelo direito de exercício de reunião”, sustentou.

Também seguindo o voto do relator da ADI, o ministro Luiz Fux reforçou que o entendimento do STF em relação à matéria é o de afastar a incidência da criminalização sobre tipo de evento público, desde que ele seja realizado de forma pacífica, sem armas, nem incitação à violência, e que não haja na sua realização incentivo, estímulo ou consumo de entorpecentes. Ele lembrou ainda que para realizar manifestações coletivas dessa natureza é necessário informar previamente às autoridades públicas competentes, a data, o horário e o local em que será realizado o evento.

Ao votar, o ministro Gilmar Mendes salientou a importância de esclarecer para a sociedade os limites da decisão do STF, que se refere à legalidade de eventos públicos favoráveis à descriminalização da droga. O ministro alertou que a decisão da Suprema Corte não pode ser entendida de maneira generalizada, aplicável a toda espécie de reunião que discuta temas diversos do tratado na referida ação. “É preciso ter cuidado e deixar claro, para que não se extraia da decisão a possibilidade de direito de característica ilimitada”, afirmou ao alertar para o risco da aplicação do preceito a reuniões favoráveis à descriminalização de outros atos, como racismo ou aborto, por exemplo.

Conforme salientou o presidente do STF, ministro Cezar Peluso, não é possível traçar todos os limites de forma abstrata, sendo necessário que a Corte analise caso por caso, quando assim for necessário. “Devemos examinar se a questão discutida em cada caso não vai resultar em uma outorga de legitimidade a certos atos que repugnariam à consciência democrática, coletiva e ao próprio sistema jurídico constitucional de um país civilizado”, afirmou.

Fonte: STF

"Monólogos das Flores Violadas", do dramaturgo brasileiro Cacá Araújo, estreia hoje em Portugal




Rita Machado, Paula Carvalho, Kate Camilo e Ana Paula Almeida, atrizes

Baseado numa série de reportagens sobre histórias de exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias federais do Ceará (Brasil), Monólogos das Flores Violadas, do ator, encenador e dramaturgo brasileiro Cacá Araújo, é um drama de fundo social.


Cacá Araújo, dramaturgo

Ele revela que os casos são narrados como se cada uma das moças fosse parte de uma única vida, provada e reprovada pelo trágico destino de viver à margem da dignidade. É denso e atormentado o percurso psicológico das personagens: ouvem e repetem as vozes, sentem e repelem as agressões e os odores da violência. É a vida que se arrasta ferindo e manchando a inocência... É morte que, mesmo vindo cedo, demorou demais...

Uma peça para combater a violência contra as mulheres


João Pinho, encenador

João Pinho, ator e encenador português que dirige o espetáculo, informa que, “segundo dados da Anistia Internacional, pelo menos, uma em cada três mulheres já foi vítima de violência. Assim, um grupo de atores do Intervalo Grupo de Teatro, de Oeiras-Portugal, com o apoio da APAV, decidiu levar à cena a peça Monólogos das Flores Violadas, que conta quatro histórias verdadeiras, passadas no interior do Brasil, mas que acontecem por todo o mundo. Em Portugal, a APAV conta cerca de seis mulheres, por semana, que são vítimas de crimes contra a vida. Esta peça alerta para uma dura realidade, através da dor de quatro mulheres violentadas, abusadas e quebradas por um destino, que em nada se assemelha a um conto de fadas. Decidi ter um papel ativo na luta contra este tipo de violência e esse é o principal intuito deste trabalho – despertar consciências para ajudar a travar este flagelo”, enfatiza.

Quatro atrizes dão voz, corpo e alma às estórias de outras tantas mulheres, que sofreram numa qualquer idade e, no dia-a-dia, os abusos monstruosos daqueles que estavam perto, ou até mesmo de estranhos. Mulheres que deixam o seu testemunho, para captar a atenção de uma sociedade global que teima em não ver, e vira as costas a valores morais e Direitos Humanos.

Com o apoio e presença da APAV, a estreia de Monólogos das Flores Violadas será hoje, 25 de novembro, Dia Internacional de Combate à Violência Contra as Mulheres, no Auditório Municipal Lourdes Norberto, Oeiras-Portugal.

SERVIÇO:

“MONÓLOGOS DAS FLORES VIOLADAS”, original de Cacá Araújo (Crato/Ceará/Brasil), adaptado e encenado por João Pinho, com o Intervalo Grupo de Teatro

Interpretação: Ana Paula Almeida, Kate Camilo, Paula Carvalho e Rita Machado
Assistente de Encenação: João José de Castro
Cenografia: João Pinho
Músicas Originais: Luís Macêdo
Desenho e Execução de Luz: Miguel de Almeida
Projeto e Execução de Som: Fernando Dias
Projeção Audiovisual e Fotografias: Luís Herlânder Carvalho
Ilustração do Cartaz: João Macêdo

Datas das apresentações:
25 e 26 de novembro, e 01, 02, 08, 09, 10, 16 e 17 de dezembro de 2011
06, 07, 13 e 14 de janeiro de 2012

Local:
Auditório Municipal Lourdes Norberto, Linda-a-Velha, Oeiras-Portugal

(Fonte: Produção do Espetáculo)


Criançada cratense participa ativamente do Doce Natal nas Escolas






O Doce Natal nas Escolas, teve inicio ontem no Colégio Diocesano trazendo alegria e solidariedade, o intuito desse projeto é arrecadar brinquedos para as crianças e promover muita diversão para a criançada. A dupla Patati Patata Cover fica a cargo da parte artística com muitas brincadeiras. Até o dia 15 de dezembro os animados palhaçinhos estarão nas escolas com muita animação e carinho.

Próxima terça-feira DIA 29/11
10 Horas
Local: Teatro Municipal Salviano Arraes Saraiva / Show para a Escola Academia de Ensino e Circulo Operário

DIA 02/12 – sexta-feira
08 Horas
Local: SESC Crato

DIA 08/12- quinta-feira
08 Horas
Local: Externato 05 de Julho

DIA 15/12- Qinta-feira
08 Horas
Local: Ciranda do Saber

Fonte: PMC

Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30