xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 17/04/2011 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

17 abril 2011

O 1º Governador em Santana do Cariri - Por Iari Lacerda


Santana amanheceu fria. Uma leve neblina tomara conta da cidade. A serra estava branca de névoa. Corria na cidade o boato de que neste dia chegaria o governador do ceará. Ninguém nunca vira um governador. Como seria? Um homem fardado com um chapéu e uma espada? E o que viria fazer? Logo as ruas se enfeitaram com bandeirolas. Os pífaros desfilavam nas ruas com suas músicas típicas e a banda de música executava os dobrados e músicas de época ,onde se destacavam as músicas de Chiquinha Gonzaga. Uma comitiva, representando as lideranças santanenses foi esperá-lo na serra do Buriti.

O governador era um homem comum, o primeiro a pisar no solo santanense, João Tomé de Sabóia e Silva que governou o estado de 1916 a 1920. A representação encontrou o governador montado numa burra preta, do prefeito de Missão Velha; animal que se destacava pelo andar macio e pela sua resistência nas grandes cavalgadas.

Na comitiva do governador se encontrava o jornalista Leonardo Mota. Quando desceram parte da serra apearam dos animais; e se deslumbraram diante da beleza da serra. Depois de uns vinte minutos, continuaram descendo até Santana do Cariri. Ao chegarem hospedaram-se na casa que foi de Raimunda Linard, depois residência de Manoel Aquino de Lacerda; e que até bem pouco tempo pertencia a Luís Gomes Linard. O mesmo teve o mérito de conservá-la com as mesmas características daquela época. Hoje pertence aos seus descendentes e se localiza na rua: Dr. José Augusto com lateral na rua: Luís Furtado de Lacerda; em frente ao Museu Paleontológico. A cidade era uma festa. Vinha gente de todos os distritos.Pela manhã o governador andou pelas ruas , apreciou o gosto da mangaba, do tijolo de buriti; sempre acompanhado de uma grande comitiva.

O Coronel Filinto da Cruz Neves ofereceu um banquete regado a vinho, segundo Raimundo Tavares Campos discursaram: Aprígio Cruz, que depois foi prefeito de Santana, Antonio Correia Lima, Luís Furtado de Lacerda, Antonio Teixeira, tabelião e parente do padre José Galdino Teixeira, assassinado em 30 de maio de 1844. Depois, houve o agradecimento de Leonardo Mota e do Governador, que emocionado disse: "levarei para sempre a beleza desta terra e o acolhimento desta gente hospitaleira"; e assim, depois de dois dias de festa o povo se despede de um governador que quebrou todo o protocolo e conviveu como um mortal comum. O comentário durou dias e o arrependimento daqueles que não foram ver um fato inédito: um governador em Santana do Cariri.

Iari Gomes Lacerda
Cirurgião Dentista

Foto: Yuri Lacerda

As portas do abismo - Por Emerson Monteiro


O ser humano vive para responder a desafios, sendo esses ainda mais variados nos dias atuais, desde doenças transmitidas nas relações íntimas até as desigualdades sociais, expressas nos lances da violência urbana que predominam, sobretudo nas maiores cidades, sem, no entanto, isentar dos crimes bárbaros menores comunidades, em parte originários na ausência de formação moral, nos índices de crescente agressividade e na utilização indiscriminada de substâncias bloqueadoras da racionalidade, os tais entorpecentes avassaladores. Neste ponto histórico da raça humana, exageros se apresentam com tamanha dominação que muitos se deixam abandonar ao impacto desses desafios, quais meros escravos das destruições em série; o crack, a cocaína, a maconha, a nicotina e o álcool.

O senso crítico bem que pode prevenir a vacilação comprometedora. Já desde a infância que os jovens devem dispor de estrutura para superar o sugadouro em que se transformou a vida mundana, tendo no comando das instituições do entretenimento os meios de comunicação de massa, por vezes inconscientes do seu poder destruidor, espécie de tóxico permitido à luz do dia, com força inimaginável, instrumentos do desequilíbrio, outro tipo de droga quase sempre usada de modo equivocado para vender o sensacionalismo e tolerada acima de qualquer suspeita.

Assim, dizíamos, os jovens têm de descobrir desde cedo como criar a firmeza de atravessar o largo pântano do Planeta em chamas, independente da opinião de terceiros, pois a peleja é, na verdade, uma missão individual fora do juízo alheio dos demais, considerando-se saúde mental como a peça chave desse equilíbrio naquilo que irá cumprir, no rumo da realização pessoal. Quando sabem como agir, fruta rara, os moços exercitam a superioridade no embalo de todos esses fatores adversos. Põem-se a par do valor das coisas simples, dentre elas a lucidez de construir um sonho novo dentro do coração, a esperança dos tempos futuros.

O jovem, contudo, nem sempre possui as condições de vencer o mar tormentoso das tentações, porém deve fazê-lo, custe o que custar de sacrifício e vaidades, em favor da própria sobrevivência, porque assim trará consigo respostas plenas à Humanidade. Avalie com carinho essa perspectiva de manter a sobriedade no decorre da vida e verá como as reservas obtidas serão suficientes para vencer todos os obstáculos. Só então perceberá o quanto de sabedoria existe nos infindáveis mistérios da natureza interior das criaturas humanas.

Por: Emerson Monteiro

Futebol ao vivo - Por José de Arimatéa dos Santos

Acompanho futebol de todas as maneiras, seja na tv, no rádio, no jornal e pela internet. Sou daqueles que paro para escutar e/ou ver a resenha e o domingo para mim é o dia máximo dessa atividade futebolística. Quando o programa Fantástico da Globo era interessante esperava até tarde para ver os gols da rodada. Hoje não é necessário tanta espera, pois podemos acompanhar lance a lance pela internet e à noite as mesas redondas se multiplicam pelos canais de tv. São nesses programas que os lances dos jogos são esmiuçados ao extremo. As dúvidas quanto a penalidade ou não ou quanto ao impedimento do jogador em determinada jogada. Nisso, juntam-se comentaristas, repórteres e jogadores para debater futebol.
A globalização atingiu em cheio o meio futebolísticos pelas cifras milionárias e um jogo entre Barcelona e Real Madri desperta paixão e curiosidade entre os amantes do esporte em que o Brasil é primeiríssimo mundo e protagonista de primeira linha. Além desse clássico que está a movimentar o mundo, posso afirmar sem medo que essa peleja se reveste de tamanha importância devido a participação de vários jogadores brasileiros e do maior jogador de futebol da atualidade que é o argentino Lionel Messi. Para o desportista é importante acompanhar os vários campeonatos de futebol pelo mundo e aqui no Brasil os não menos importantes campeonatos regionais e nacionais. Infelizmente a mídia está dando mais cartaz aos campeonatos estrangeiros. Mas mesmo assim o brasileiro quer saber e se interessa pelo seu time do coração e torce pelo bom desempenho de seu clube seja no campeonato regional, Copa do Brasil ou campeonato brasileiro.
Aos sábados, domingos e no meio de semana o cardápio futebolístico é recheado de opções e em todas as cores. Se é o rival que está jogando, torcemo pelo insucesso dele e hegemonia queremos que seja sempre do nosso clube. Gosto de ver futebol no estádio ou naquele surrado campinho que se transforma em palco para o velho e ótimo futebol amador. Se o jogo é de profissionais, procuro observar cada detalhe que vai desde a entrada do trio de árbitro aos dois times que farão o jogo. É incrível o número de pessoas que vãos as praças esportivas para ver os jogos e o acompanhamento que a mídia dispensa a esses eventos. Por fim, mesmo com a televisão privilegiando jogos internacionais na sua maioria, o torcedor brasileiro vai aos estádios para torcer e vibrar com o melhor do futebol em qualquer parte desse país pentacampeão do mundo.
Texto e foto: José de Arimatéa dos Santos

Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31