xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 09/04/2011 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

09 abril 2011

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Tragédia no Rio: 41 pessoas receberão órgãos de vítimas


Quarenta e uma pessoas serão beneficiadas com córneas, ossos e tendões doados por famílias das vítimas do massacre da Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, no Rio de Janeiro. O Banco de Olhos de Volta Redonda captou 8 córneas, de 4 crianças, e o Banco de Tecidos do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia captou ossos e tendões de uma menina - que serão aproveitados por 33 receptores.

Nenhuma das vítimas teve morte encefálica - por isso não foi possível a doação de órgãos como coração, rins e fígado. Outras 5 famílias autorizaram a retirada de ossos, mas isso não foi possível porque o tempo pós-óbito não permitiu a análise de amostras sanguíneas das vítimas. A família do menino Igor Moraes da Silva, de 13 anos, tinha a intenção de doar os órgãos da criança, baleada na cabeça e no abdômen. Igor estava em estado gravíssimo e seu caso vinha sendo acompanhado de perto pela equipe da Central de Transplantes do Rio de Janeiro.

Havia compatibilidade de tipo sanguíneo com o menino Patrick Hora Alves, de 10 anos, que sofre de grave cardiopatia e recebeu um coração artificial há 17 dias, no Instituto Nacional de Cardiologia. Mas Igor teve parada cardíaca o que impede que os órgãos sejam aproveitados.

Fonte: Portal Verdes Mares

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - TRE instalará seções eleitorais em comunidades indígenas


O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará assinará convênio com a Fundação Nacional do Índio (FUNAI), na próxima segunda-feira (11/04), às 17 horas, na Sala de Sessões do Tribunal, para instalação de seções eleitorais especiais em comunidades indígenas. A medida está regulamentada na Resolução nº 434/2011, aprovada pela Corte do TRE, no último dia 05/04.

A FUNAI dará suporte à Justiça Eleitoral com informações sobre os povos indígenas no Ceará, fornecendo dados sobre quantitativo de índios, localização das comunidades e contatos das suas lideranças e, em parceria com o TRE, auxiliará na indicação dos prédios públicos, preferencialmente escolas indígenas, para a realização dos trabalhos de alistamento, revisão, transferência e instalação das mesas receptoras de votos.

As seções eleitorais serão instaladas nas comunidades indígenas com, no mínimo, 20 eleitores aptos a votar. Nessas condições, de acordo com levantamento preliminar, deverão ser instaladas, em todo o estado do Ceará, 21 seções eleitorais, em 14 municípios (Aquiraz, Aratuba, Canindé, Caucaia, Crateús, Itapipoca, Itarema, Monsenhor Tabosa, Novo Oriente, Pacatuba, Poranga, Quiterianópolis, São Benedito e Tamboril). Segundo dados repassados pela FUNAI, existem hoje no Ceará 89 comunidades indígenas, em 17 municípios, onde residem cerca de 22.500 pessoas, das quais 14 mil estariam aptas a votar.

Com esta medida, o TRE do Ceará procura acolher os anseios dos povos indígenas, como reza o artigo 231 da Constituição federal, que reconhece aos índios sua organização social, costumes, línguas, crenças e tradições, e os direitos originários sobre terras que tradicionalmente ocupam. O convênio a ser assinado entre o TRE e a FUNAI também se baseia na Lei nº 6001, de 19.12.1973 (Estatuto do Índio), que determina ser dever do Estado a proteção das comunidades indígenas e a preservação dos seus direitos, com a garantia aos seus povos do pleno exercício dos direitos civis e políticos. Além disso, de acordo com a Declaração das Nações Unidas sobre os Direitos dos Povos Indígenas, de 13.09.2007, é garantido aos povos indígenas o direito a participar plenamente na vida política, econômica, social e cultural do Estado.

Fonte: TRE-CE

CULTURA - Pianista Brasileiro Nelson Freire lança coletânea do Compositor Franz Liszt


Nelson Freire mostra sua enorme intimidade com o compositor na escolha inteligente do repertório de CD que celebra os 200 anos do músico húngaro.

Um novo CD de Nelson Freire chega às lojas - e sites de downloads - do Brasil e do mundo na segunda-feira. Contratado exclusivo da Decca, o pianista brasileiro obedece, nesse caso com imenso entusiasmo, ao marketing das efemérides. No ano Liszt - comemoram-se em 2011 os 200 anos de seu nascimento -, pululam gravações das obras mais conhecidas, como as Rapsódias Húngaras 2, 4, 6, 12 e 15, o Sonho de Amor, etc., etc.

Como há décadas Nelson curte enorme intimidade com Liszt, foi rara sua inteligência na escolha do repertório. Seu oitavo CD para a Decca foi gravado entre 26 e 31 de janeiro em Hamburgo, na Alemanha, com cinco peças curtas, duas mais alentadas e o ciclo Consolations. Nelson está mais afiado do que nunca. Personalíssimo, imprime rubatos que encantam, uma fluência já lendária e a incrível capacidade de estabelecer refinadas gradações de dinâmica e expressividade no toque.

O recital começa com Waldesrauschen, um dos dois estudos de concerto de 1862. É o melhor Liszt, em que a mão esquerda constrói em semicolcheias uma ondulação sobre a qual um tema brinca de perpétua modulação. A seguir, duas peças dos dois primeiros cadernos dos Années de Pélerinage, compostos sob a paixão por Marie d"Agoult. Do primeiro caderno, Suíça, Nelson toca Au Lac de Wallenstadt, plácida barcarola. E do segundo, Itália, Nelson escolhe a terceira das peças sobre sonetos do poeta Petrarca, do século 14. Elas nasceram como "lieder" e depois Liszt as transcreveu para piano. Grande momento de Nelson, entregue à música atormentada pelo amor.

Na Valse Oubliée n.º 1, do fim de sua vida, Nelson capta a inesperada economia de meios de um compositor transbordante.

As duas peças mais ambiciosas são o 11.º dos Estudos Transcendentais e a Balada n.º 2. Harmonies du soir, que dá título ao CD. Em plena maturidade, Nelson acaricia as notas e transmite o impossível. Isto é, uma certa sensação de imobilidade no instante, como disse um pesquisador. Harmonies começa no crepúsculo, eleva-se num canto de ação de graças sereno - com uma sucessão de acordes perfeitos sob um colchão de arpejos - explode em pura paixão no molto animato, trionfante, e retorna à paz da imersão na natureza. Os mesmos acordes perfeitos sob arpejos retornam na Balada n.º 2, de 1853, tão bela quanto as muito mais conhecidas baladas de Chopin. Talvez esteja aqui o clímax dessa excepcional gravação. Ambiciosa em seus quase 14 minutos, ela faz atribulada viagem tonal, que sai de si menor, viaja por tonalidades distantes até retornar em si bemol maior.

O arsenal virtuosístico da escrita lisztiana exige o máximo do intérprete. Qualquer ouvido sente a mudança do tom menor para o maior, transfiguração magistralmente conduzida por Nelson.

Comunhão é a palavra para qualificar como Nelson interpreta o ciclo Consolations (1849-1850), seis peças atípicas na produção de Liszt. Fogem do virtuosismo, qualquer pianista amador consegue martelá-las ao piano. Raros são os que conseguem extrair a essência fugidia dessas peças quem sabe escritas sob o impacto da morte de seu amigo Chopin. Nelson consegue isso, mesmo dentro de pequenos arcos de dinâmica, como na primeira delas, um contrito "Andante con moto". No fim triunfa a música, num gesto bem lisztiano, ou "a vida continua", conclui filosoficamente a sexta vinheta do ciclo, intitulada "Allegretto sempre cantabile".

Bem, ano Liszt oblige. Era preciso fazer uma rapsódia húngara. Nelson escolheu uma das menos conhecidas, a terceira, e o resultado é impactante.

João Marcos Coelho - O Estado de S.Paulo

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - China encomendará aviões à Embraer


Anúncio pode ocorrer durante a viagem da presidente Dilma ao país; decisão já está tomada, mas falta definir o tamanho da compra. A China vai anunciar uma encomenda de aeronaves da Embraer na visita que a presidente Dilma Rousseff fará ao país a partir de segunda-feira. Apesar da decisão, as negociações continuam para definir o tamanho da encomenda.

Depois de muitas queixas do Brasil, a China concordou em fazer um aceno positivo, na tentativa de mostrar disposição em abrir seu mercado. Mesmo assim, houve muitas idas e vindas nas conversas. O que está em negociação com a China é a encomenda de 50 aviões do jato de médio porte EMB-190, com 114 lugares, além de mais 25 do modelo ERJ-145, com 50 lugares.

Na semana passada, no entanto, os chineses indicaram que ainda estavam fazendo cálculos e poderiam reduzir o tamanho do pedido pela metade, por causa da crise. A possibilidade de corte no pedido deixou Dilma muito contrariada.

A novela dos jatos da Embraer se arrasta desde o governo Lula, quando a planta industrial brasileira foi montada na China para fabricação do ERJ-145. Mais recentemente, passou a se cogitar a possibilidade de produzir outros modelos. O principal problema da Embraer na China é a questão das licenças de importação, que condiciona a aprovação de qualquer venda da empresa à aprovação do governo.

A negociação para a compra de 50 aviões EMB-190 esteve na pauta da viagem do ex-presidente Lula à China, em 2009, mas foi suspensa porque a compradora, a Kunpeng Airlines, passa por um processo de reestruturação interna, iniciado depois do acidente com um avião da Embraer no ano passado.

Lula tentou interceder em favor da Embraer e, no ano passado, chegou a enviar duas cartas ao governo chinês. Não obteve resposta. No Palácio do Planalto, muitos assessores de Dilma consideram que foi um erro a Embraer ter se instalado na China. Agora, a presidente quer renegociar o acordo e fará pressão nesse sentido. Seu objetivo é conseguir autorização de Pequim para ampliar a fábrica da Embraer no país, a fim de produzir o jato executivo Legacy.

Durante a viagem de seis dias à China, Dilma vai assinar cerca de 20 acordos em diferentes áreas. Há memorandos de entendimento nas áreas de defesa, agricultura e educação, entre outras. Mas também há acordos entre empresas para obras de infraestrutura e desenvolvimento de novas tecnologias. Até a tecnologia do bambu ganhou um memorando de entendimento para pesquisar a cadeia de produção e as diferentes aplicações do produto.

Belo Monte. Além das encomendas dos aviões da Embraer, o Brasil que firmar parcerias com a China em outras áreas. O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, confirmou ontem o interesse dos chineses em participar de grandes investimentos no País, a exemplo da Usina de Belo Monte e do pré-sal. "Eles mostraram interesse em entrar em Belo Monte, mas não tem como isso acontecer agora", afirmou o ministro referindo-se à vaga atual no consórcio, que é para autoprodutores de energia.

O ministro lembrou que executivos da State Grid estiveram no Brasil e visitaram as instalações da Usina Hidrelétrica de Itaipu, do Operador Nacional do Sistema (ONS) e da Empresa de Pesquisa Energética (EPE). Agora, o governo brasileiro retribuirá a cortesia.

Outra negociação no radar é o Trem de Alta Velocidade (TAV). O leilão, antes marcado para 29 de abril, foi adiado para 29 de julho. Um dos motivos, segundo apurou o Estado, é a viagem da presidente Dilma à China. / COLABOROU KARLA MENDES

Fonte: Agência Estado

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Japão contabiliza 27.741 vítimas por desastre


O número de mortos pelo terremoto e o tsunami de 11 de março no nordeste do Japão chegou a 12.876 neste sábado (09), enquanto 14.865 pessoas seguem desaparecidas, segundo o último boletim policial. Além disso, os mais de 2.300 centros de acolhimento temporários continuam a abrigar mais de 153 mil pessoas provenientes em sua maioria das províncias de Miyagi, Iwate e Fukushima, as mais devastadas pela catástrofe. Em Miyagi, o número de mortos chega a 7.868 e há 6.619 pessoas sem paradeiro conhecido, enquanto em Iwate há 3.745 mortos e 4.407 desaparecidos. Já Fukushima contabiliza 1.201 vítimas fatais e 3.535 desaparecidos.

Precisamente 83% dos corpos encontrados até o momento foram identificados e liberados para suas famílias, mas esse trabalho vem ficando mais complicado com o passar do tempo. Desde a quinta-feira, cerca de 300 agentes da Polícia buscam as vítimas do terremoto e do tsunami na zona de exclusão de 20 quilômetros ao redor de usina nuclear de Fukushima Daiichi, onde se acredita que ainda estejam dois mil corpos.

Não haviam sido realizados trabalhos de recuperação de corpos nessa área pelo temor com relação à alta radioatividade proveniente da usina nuclear de Fukushima, cujos reatores sofreram vazamentos consideráveis. Os policiais, que iniciaram as buscas em áreas evacuadas da localidade de Minamisoma, usam trajes de proteção e máscaras e carregam o tempo todo detectores de radioatividade.

Fonte: EFE

TIROS NO CORAÇÃO DAS FAMÍLIAS - Por Vicente Almeida


Nunca o Slogan da Campanha da Fraternidade esteve literalmente em tão alta sintonia com a realidade: "A Terra geme em dores de Parto".

Nós brasileiros, ainda estamos estarrecidos e em estado de choque, com a brutal e ignominiosa ocorrência que vitimou com o assassinato cruel e desditoso, mais de uma dezena de crianças no Rio de Janeiro.

A psicanálise não consegue explicar de modo satisfatório, comportamentos inumanos como o daquele senhor.

O estampido de cada detonação, Ainda ecoa no coração dos brasileiros e deixará marcas indeléveis. A insegurança é profunda.

Imaginemos agora como ficam durante certo tempo; pais, avós, tios, amigos e demais parentes das pequenas vítimas, tendo em vista, que a mídia disseca os fatos, nos mínimos detalhes, fazendo-os sofrer cada vez mais.

Devia
este ato tresloucado, ser matéria de estudo, de meditação e busca por um mundo melhor, começando por cada um de nós, sem esperar que os poderes constituídos tomem decisões.

À
sociedade compete antecipar essa busca de melhoramento interior. Assim procedendo, teríamos chance de minimizar sofrimentos e amarguras inimagináveis em nossas famílias.

O Brasil já possui um imenso histórico de fatos desta natureza, mas, não conheço nenhum outro semelhante a este.

***********************************************************

E para não me aprofundar, ampliando mais ainda a insegurança de todos nós, apenas posso sugerir aos que possuem e amam crianças, sob suas guardas ou não, e se sentem desiludidos, com risco de sucumbir diante da perspectiva de um revés contra ela:

- Nunca se esqueçam de orar, e rogar a proteção divina, agora e sempre.

Os que não sabem orar sugiro que aprendam. Quando oramos, não estamos fazendo nenhum benefício a Deus, Ele é infinito em tudo e nada precisa de nós.

Quando oramos, estamos rogando por nós mesmos, estamos nos colocando em sintonia com Ele, e enquanto assim procedermos, muitos males serão evitados, bem mais do que pode imaginar a nossa vã filosofia. Tenho certeza absoluta do que lhes afirmo, por que é assim que vivo. Aqui não há espaço para maiores revelações.

Não
é absolutamente necessário buscar uma igreja ou templo para fazer suas orações, como também não tem a menor importância pronunciar essas orações decoradas, quando a mente e o coração não estiverem em sintonia com as palavras proferidas.

Se você dispõe de tempo. Muito bem, visite o templo ou igreja da sua predileção e ore, só ou acompanhado. A força do amor e da oração remove muitos obstáculos em nossas vidas.

Se você acha que não tem tempo para orar, pode ser por que está se sentindo auto-suficiente demais para pensar em Deus, feliz demais para pensar em Deus, ocupado demais para pensar em Deus. Eu pessoalmente acho, que todas essas situações são motivos mais que suficiente para pensar em Deus, entrar em sintonia com Ele e agradecer tudo que recebemos, antes que chegue um dia em que será tarde demais para pensar em Deus.

O que é a oração? É o pensamento voltado momentaneamente para a divindade. Orar é conversar com Deus mesmo que mentalmente, mas, que esse pensamento parta da pureza do seu coração, que suas palavras, ainda que não pronunciadas, sejam verdadeiras e sentidas pela sua alma. Esta é uma grande oração, Deus escuta, e pode ser feita em qualquer lugar, a qualquer hora. Mas, a maior oração, é o "Pai Nosso". Sem qualquer valor, se for pronunciado sem o poder da atenção. Na primeira parte você louva ao Senhor, na segunda parte você roga por suas necessidades e tudo virá a seu tempo.

Os grandes, horríveis e inqualificáveis crimes, só existem ainda por que estamos nos distanciando do Criador e dos ensinamentos que Jesus Cristo nos legou. Estes tempos foram profeticamente previstos há milênios.

Percebo que ainda há muita gente, com vergonha de falar sobre Jesus Cristo, acham que isto é coisa de beatos.

Precisamos lembrar que somos templo do Senhor, ele habita em cada um de nós. Imagine que só existimos por que Ele assim o quis, logo, somos uma centelha do seu amor. Pense um pouco sobre isto.

Estas são ponderações pessoais, não significando o pensamento do leitor.

Escrito por Vicente Almeida

08/04/2011

Edições Anteriores:

Abril ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30