xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 21/03/2011 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

21 março 2011

Como já dizia um amigo meu: Besta é quem pensa que os outros são bestas iguais a ele...Os Anônimos...


Comentarista tenta se passar por várias pessoas e é flagrado por nossos sistemas:

http://4.bp.blogspot.com/-UCQ8HVrEf0M/TYfDmtCcNOI/AAAAAAAAWIk/MD_PYhGUL04/s1600/anonimos%2B2.jpg


Amigos, reparem nesse usuário do Mural: Usou diversos nomes, e coitado, não sabe que aqui temos o IP da conexão de todo mundo que se conecta ao Blog do Crato. Era o msmo usuário, mesmo IP: 200.201.164.13


Qual é o nome verdadeiro, ou todos são falsos: Luiza Lucena, Carlos Cory, Samuel, Camila Souza, Fernanda Araújo, Ícaro Luan ( ahahahah ), Júnior Freitas, Carlos A Siebra.

Oh! Honestidade é uma coisa tão boa, porque as pessoas não são ?

A experiência é uma coisa que não tem substituta. Neste ano de 2011, eu completo 18 anos de acesso à Internet, e neste tempo já vi de tudo ( ou quase tudo ). Muita gente que escreve no Blog do Crato, os comentaristas, pensam sem saber, que estão protegidos do nosso conhecimento. Na verdade, na internet, para um especialista, não há nenhum passo que seja dado, em que não se deixe rastro. Vejam o exemplo dessa pessoa que anda escrevendo no Mural do lado, usando vários pseudônimos, tentando se passar por várias pessoas. Se fôssemos tolos em acreditar em tudo que ela escreve sem ter o conhecimento técnico de verificar o número único de conexão ?

Bom, julguem vocês mesmos. Os anônimos merecem passar essa vergonha!

Abraços,

Dihelson Mendonça

Discurso breve - Por Emerson Monteiro


E se abandonar às palavras, assim como, irresponsavelmente, os porcos vocacionados se jogariam a fétidas lamas dos chiqueiros dos invernos extremos; e os burros a pedras esfumaçadas e quentes das bagaceiras, logo depois que largaram, ainda suados e trôpegos, cangalhas fedorentas nas quais nutriram a glória durante todo o dia inteiro, no caminho exaustivo do corte ao engenho, transportando as canas de moagem eterna. Uma disposição total e absoluta das puras evidências e circunstâncias. Um parto sem a dor inconveniente das razões, de jogar lá fora todos os fardos e entraves das limitações humanas que totalizaram as misérias da alma e encheram de rabugice o porão das pretensões do que comportaria o viveiro das fantasias.
Nesse passo constante de frases, vêm as primeiras respostas do vento, o aviso de retorno à simplicidade original perdida na civilização do universo aparente das diárias ilusões. Chamar a si o mérito dessa culpa que corrói as entranhas da multidão desenfreada, na busca da sobrevivência a qualquer preço. Uma fome geral de poder no complexo dos impérios mundiais, que só constrange quase a caravana inteira, troco do ouro encardido disputado da própria terra comum, sem dó nem piedade, na febre do desespero.

Chegar pedindo o que sabe ninguém tem a oferecer; chegar impondo caridade a quem nunca dela conheceu das mãos poderosas dos gigantes do Norte. Introduzir agulhas finas em veias secas ocidentais, espoliadas, numa salva de prata revestida com pedras dos melhores diamantes africanos sujos de sangue.

Bom, estas palavras refletem apenas inscrições nas paredes artificiais da fama. Uns trapos de notícias a percorrer imensamente os ares internacionais, no sabor das mudanças impostas aos governos das propagandas hostis. Isso de ouvir nos céus os telegramas das agências, à procura de sentido em vastas academias de homens ricos a dominar o Planeta envilecido, marca, com forte palidez, a ordem econômica constituída de pessoas a enganarem a si mesmas, quando os reis nus da história desfilam nos carros abertos pelas avenidas principais.

Querer o que, depois de guerras monumentais, se transmitiu em formato de lealdade, bondade, à hora do repasto das feras, na praça principal, aos olhos frios dos chefes de tribos e inertes personagens, comandados a custo das assembléias de um só. Já tivemos vários sonhos de união, quando o lobo pastará vizinho do cordeiro, nas luzes de amizade permanente. Quando cores simbolizarão valores e sentimentos bons de criaturas reunidas para celebrar fertilidade e o direito harmonioso das espécies, sem elites superiores.

O discurso autêntico dos corações enamorados em cerimônia de núpcias, que convida o rebanho ao cio das almas que alimentam a multiplicação dos pães sem privilégio, longes das caretas das barrigas vazias e dos braços crônicos do desânimo. A palavra das verdades eternas de justiça, amor e paz, espalhadas neste vasto laboratório das felicidades estabelecidas, na visão democrática das massas, território ideal de plantar a boa semente viva da certeza.

Programa MÚSICA INESQUECÍVEL - Com Dihelson Mendonça - Segunda-Feira, das 14 às 15:00 - Rádio Educadora do Cariri


Todas as Segundas-Feiras, das 14:00 às 15:00. Não percam !



Os maiores Sucessos de Todos os tempos!

Ontem, segunda-feira, o programa Música Inesquecível fez uma homenagem aos chamados compositores e intérpretes populares, atendendo às inúmeras solicitações que nos chegam dos ouvintes, através de e-mails e telefonemas. Músicas de Paulo Sérgio, Antonio Marcos, Eduardo Araújo e intérpretes como Nélson Gonçalves, Moacir Franco, Altemar Dutra e muitos outros estão no programa que começa às 14:00 pela Rádio Educadora do Cariri. Esta edição do MÙSICA INESQUECÍVEL estará disponível em breve para downlaod no Blog do Crato. Todas as segundas-feiras, das 14 às 15h trazendo os maiores sucessos de todos os tempos.

O programa pode ser escutado pela internet através do site da Rádio Educadora do Cariri e dos inúmeros sites que fazem parte da Rede Blogs do Cariri, como Blog do Crato, Cariricaturas, Cariri Agora, Cariricult, Cultura do Cariri, e da própria Rádio Chapada do Araripe Internet:


Apresentação: Dihelson Mendonça

Trabalhos Técnicos: Iderval Silva
Apoio: Rádio Educadora do Cariri

Azul Linhas Aéreas - Começa a voar para Palmas e Juazeiro do Norte em Junho


A Azul solicitou ontem à Anac autorização para começar voar para Palmas, capital do Tocantins, e Juazeiro do Norte, no Ceará, a partir do dia 10 de junho. Tanto para Palmas quanto para Juazeiro do Norte, a estratégia da Azul é a mesma: começar com um voo diário para Campinas em avião EMB-190 com capacidade para 106 passageiros.

Para quem viaja do Tocantins a São Paulo e vice-versa a notícia é excelente, já que finalmente haverá um voo direto entre as capitais, sem conexões em Brasília ou Goiânia. Vale lembrar que a Azul mantém um ônibus gratuito entre Campinas e vários pontos de São Paulo. Além da facilidade de evitar a cansativa troca de avião, o tempo de viagem será reduzido de cinco para duas horas.

Já Juazeiro do Norte entrou definitivamente na rota das companhias aéreas. Além da GOL e Avianca, que já operam com voos para vários destinos, a Trip e agora a Azul aguardam autorizações da Anac para operar rotas no aeroporto Orlando Bezerra de Menezes. Com isso, a expectativa é que tenhamos mais promoções e preços mais baixos nas passagens.

Veja os novos voos da Azul:

AZU-4077 Juazeiro do Norte 3:25 − 6:28 São Paulo (Campinas)
AZU-4078 São Paulo (Campinas) 23:04 − 02:05 Juazeiro do Norte

AZU-4080 São Paulo (Campinas) 11:03 − 13:20 Palmas
AZU-4083 Palmas 13:50 − 16:05 São Paulo (Campinas)

Via Blog de Farias Brito - Taciano Pinheiro [ Rede Blogs do cariri ]

Dom Vicente Matos, o terceiro bispo de Crato – por Armando Lopes Rafael


Os que conviveram com Dom Vicente mais de perto são unânimes em reconhecer nele um espírito magnânimo, pleno de bonomia, simplicidade, firmeza de caráter e um otimismo que não se abalava com as decepções da vida...

Dom Vicente de Paulo Araújo Matos nasceu na cidade de Itapagé, Ceará, no dia 11 de junho de 1918. Sua ordenação sacerdotal ocorreu em 29 de novembro de 1942. A nomeação episcopal veio encontrá-lo – em 25 de abril de 1955 – como diretor do Colégio Arquidiocesano de Fortaleza, conhecido como Colégio Castelo. O Papa Pio XII concedeu a Dom Vicente Matos, naquela ocasião, o título de bispo titular de Antioquia de Meandro e auxiliar de Crato. Residindo na Diocese de Crato desde 15 de agosto de 1955, com a renúncia de Dom Francisco de Assis Pires, Dom Vicente foi escolhido terceiro Bispo Diocesano de Crato em 28 de janeiro de 1961, pelo Papa João XXIII. Tomou posse na função no dia 19 de março do mesmo ano.
Homem dinâmico e empreendedor foi um pastor prudente, zeloso e deixou vasta folha de serviço prestada à Diocese de Crato. Criou dezoito paróquias e ordenou trinta e sete sacerdotes. Deve-se a ele a fundação do Instituto de Ensino Superior do Cariri, mantenedor da Faculdade de Filosofia de Crato embrião da Universidade Regional do Cariri.
Foram iniciativas de Dom Vicente a construção do imponente Centro de Expansão Educacional (localizado no bairro Grangeiro) que hoje leva seu nome; a Rádio Educadora do Cariri; a Empresa Gráfica Ltda., que editava o jornal “A Ação”; a criação da Fundação Padre Ibiapina, instituição de amplo alcance social que desenvolve trabalho de Evangelização, Cursos de Treinamento e as Pastorais da Criança, da Educação e da Saúde, além da atual Faculdade Católica do Cariri. A Dom Vicente se deve ainda a criação dos primeiros Sindicatos dos Trabalhadores Rurais no sul do Ceará; a criação e construção do Ginásio Madre Ana Couto e Colégio Pequeno Príncipe; a Escola de Líderes Rurais; Organização Diocesana de Escolas Profissionais, dentre outras iniciativas.
Dom Vicente foi bispo-auxiliar durante cinco anos; administrador diocesano por um ano e cinco meses e bispo diocesano de Crato durante vinte e um anos, perfazendo quase trinta e sete anos de bons serviços prestados à diocese de Crato. Renunciou ao bispado, por motivo de saúde, em 01 de junho de 1992 e faleceu no dia 06 de dezembro de 1998. É considerado o maior benfeitor da cidade de Crato. Foi sepultado na Capela da Ressurreição da Catedral de Crato.
Texto e postagem de Armando Lopes Rafael

Super lua, supermoon - Por José de Arimatéa dos Santos



Ontem à noite aconteceu um fenômeno inusitado em que a lua fica bem próxima do planeta terra. É chamado de super lua ou supermoon. O supermoon só aconteceu 15 vezes nos últimos 400 anos e não tem comprovação científica que vem junto com catástrofes naturais. Coincidência ou não o Japão passou nos últimos dias por terremotos e tsunami. A super lua significou a maior lua nesses últimos 18 anos. Para os poeta e românticos de plantão foi um espetáculo impressionante e inesquecível. E para mim serve para uma reflexão de como estamos tratando do planeta que habitamos. Desmatamentos, poluição dos rios, efeito estufa, desastres radioativos e a falta de cuidado com o nosso lixo de cada dia, além de mudanças no Código Florestal que dá a senha para mais derrubas de árvores na amazônia e no cerrado.

É preciso outro olhar e contemplando a super lua vi o quanto nós seres humanos somos pequenos. Mais do que nunca se faz necessário buscar o amor e a fraternidade entre os povos. Assim, a convivência possa ser melhor entre todos os homens e mulheres.

Vídeo extraído do YouTube/Portal Verdes Mares

O Guarany de Sobral passou fácil pelo Crato


O Guarany de Sobral passou fácil pelo Crato em partida realizada na tarde de domingo no estádio do Junco. O placar assinalou 3 a 1 para o time da casa. Na quarta-feira, o Bugre Sobralense enfrenta o Itapipoca.

Fonte: Wilson Gomes

Cessar-fogo de Kadafi não é verdadeiro, diz EUA

O assessor para segurança nacional do presidente dos Estados Unidos Barack Obama, Tom Donilon, disse hoje, no Brasil, que o anúncio de cessar-fogo feito mais cedo pelo governante da Líbia, Muamar Kadafi, "não é verdadeiro" ou então foi "imediatamente violado". Kadafi anunciou mais cedo neste domingo o cessar-fogo, ao afirmar que estava atendendo a um pedido da União Africana (UA) a qual pediu que o governante inicie um diálogo com a insurgência na Líbia. O anúncio foi feito pouco antes dos aviões ocidentais começarem mais uma onda de bombardeios a Tripoli. As informações são da Dow Jones.

Tropas de Kadafi entram na cidade de Misurata

Tropas do governante líbio conseguiram entrar hoje na cidade líbia de Misurata, onde ocorrem fortes combates com os insurgentes. Segundo informações da agência Ansa, vários carros blindados de Kadafi avançaram até o centro de Misurata, após terem bombardeado a cidade durante o dia inteiro. Segundo um porta-voz dos insurgentes, "existem muitos mortos" na cidade. Misurata é a terceira maior cidade da Líbia, com cerca de 500 mil habitantes. É a única cidade do oeste líbio que Kadafi ainda não retomou. Não está claro se as forças de Kadafi conseguiram tomar a cidade. Mais cedo, o governante líbio anunciou um cessar-fogo. As informações são da Agência Ansa.

Agência Estado

Prefeitura do Crato promove capacitação para os Guardas Municipais







A Prefeitura do Crato por meio da Secretaria de Planejamento e Administração está realizando mais um curso de capacitação para a Guarda Municipal. O treinamento é sobre brigada de incêndio e está sendo feito com a parceria do Corpo de Bombeiros.

Segundo o secretário Cristhiano Siebra é e de suma importância que capacitações aconteçam freqüentemente para o quadro funcional da Prefeitura, assim a qualidade do serviço melhora significativa.

Fonte: PMC

Crato, cidade das águas - Fotos de Roberto Jamacaru


E
m 1994 eu administrava o primeiro sistema de comunidade virtual aqui do Cariri, chamado "Mega-Star BBS". Era um meio eletrônico em que as pessoas conectavam o seu computador via linha telefônica e se informava das novidades aqui na região. Também fornecíamos E-mail ligado à internet. Isso foi antes dos provedores locais, como BaydeJBC e NETCariri, que surgiram bem depois, em 1996. No final dos anos 90, mantínhamos um site por nome O CRATO VIRTUAL, que foi encomendado pelo prefeito Raimundo Bezerra. Era mais ou menos como o Blog do Crato, dedicado à cidade, só que não era interativo, não existia a possibilidade de comentários e coisas assim. Era mais estático.

Para a construção desse site, eu procurei algumas pessoas aqui do Crato que pudessem me fornecer algumas fotos para ilustração. Fui gentilmente atendido por Roberto Jamacaru, que me cedeu muitas fotos impressas, que eu passei no scanner. Trago aqui, algumas dessas fotos, de uma época em que o Crato era bem mais tranquilo, sem a insegurança que caracteriza os dias de hoje. Uma época em que o balneário da nascente ainda era um lugar seguro para toda a comunidade desfrutar. Dedico essa publicação ao próprio autor das fotos, o nosso amigo Roberto Jamacaru.

AABEC - Crato

roberto clube AABEC 2

Clube Recreativo Grangeiro nos anos 90

rob62

Serrano Atlético Cratense

rob64

Baneário da Nascente ( Crato )

rob69


rob71

Na Chapada do Araripe, as nascentes brotam. Crato é uma cidade abençoada!

rob83


rob66


rob65

A nossa homenagem aos fotógrafos, que divulgam tão bem a nossa cidade:

rob86

Texto: Dihelson Mendonça
Fotos: Roberto Jamacaru

Leia a íntegra em português do discurso de Obama ao povo brasileiro


Obama no Brasil. O presidente americano, Barack Obama, afirmou neste domingo em discurso no Theatro Municipal, no Rio, que a transição feita pelo Brasil da ditadura para a democracia é um modelo para o mundo árabe, governado há décadas por líderes fortes mas que passa por um momento em que o povo exige mais liberdades. O líder americano disse ainda que deseja 'Fortalecer a amizade' dos EUA com o país.

Leia a íntegra do discurso em português:

"Oi, Rio de Janeiro. Alô, Cidade Maravilhosa!
Boa Tarde, todo o povo brasileiro.

Desde o momento em que chegamos, o povo desta nação tem graciosamente mostrado à minha família o calor e a generosidade do espírito brasileiro.

Obrigado! E um agradecimento especial por vocês estarem aqui mesmo tendo um jogo entre Vasco e Botafogo daqui a algumas horas. Eu sei que os brasileiros não desistem facilmente de seu futebol.

Uma das primeiras referências que eu tive do Brasil foi um filme que eu vi com a minha mãe quando eu era criança, um filme chamado "Orfeu Negro", rodado em favelas do Rio durante o Carnaval. Minha mãe amou esse filme, com suas canções e danças que tinham lindos morros verdes como fundo, ele estreou em forma de uma peça bem aqui, no Teatro Municipal.

Minha mãe já se foi agora, mas ela nunca iria imaginar que a primeira viagem do filho dela ao Brasil iria ser como presidente dos Estados Unidos. E eu nunca imaginei que esse país seria ainda mais deslumbrante do que naquele filme. Vocês são, como diz a canção de Jorge Ben Jor, 'Um país tropical, abençoado por Deus, e bonito por natureza'. Eu estou vendo essa beleza nas encostas, nas infinitas extensões de areia e oceano, e na vibrante diversidade de brasileiros que estão aqui hoje.
Jason Reed/Reuters
Barack Obama acena à plateia no Theatro Municipal do Rio antes de discuso a mais de 2.000 pessoas
Barack Obama acena à plateia no Theatro Municipal do Rio antes de discuso a mais de 2.000 pessoas

Nós temos cariocas e paulistas. Nós temos baianas e mineiros. Nós temos homens e mulheres de cidades do interior; e tantos jovens, que são o futuro dessa grande nação.

Ontem, eu encontrei com sua maravilhosa nova presidente, Dilma Rousseff, e conversei sobre como nós podemos estreitar a parceria entre nossos governos. Mas hoje, eu quero falar diretamente ao povo brasileiro sobre como nós podemos estreitar a amizade entre nossas nações. Eu vim para falar dos valores que nós compartilhamos, as esperanças que nós temos em comum, e as diferenças que nós podemos fazer juntos.

Nossas jornadas iniciaram de forma similar. Nossas terras são ricas por criação divina, lar de povos antigos e indígenas. Desde o além-mar, as Américas foram descobertas pelos homens que procuravam um Novo Mundo, e colonizadas por pioneiros que foram empurrados para o oeste, ao longo de vastas fronteiras. Nós nos tornamos colônias reivindicadas por coroas distantes, mas cedo declaramos nossa independência. Nós demos as boas-vindas às ondas de imigrantes em nossos países, e finalmente limpamos a mancha de escravidão de nossas terras.

Os Estados Unidos foram a primeira nação a reconhecer a independência do Brasil, e a instalar uma representação diplomática nesse país. O primeiro chefe de Estado a visitar os Estados Unidos foi o líder do Brasil, Dom Pedro 2º. Na Segunda Guerra, nossos bravos homens e mulheres lutaram lado a lado pela liberdade.

Depois da Guerra, nossas nações também lutaram para alcançar plenamente a benção da liberdade. Nas ruas dos EUA, homens e mulheres marcharam e sangraram para que cada cidadão pudesse desfrutar da mesma liberdade e das mesmas oportunidades --não importando sua aparência ou origem. No Brasil, vocês lutaram por duas décadas contra ditadores pelo mesmo direito, de serem ouvidos --pelo direito de serem livres do medo e livres para querer. E ainda, durante anos, a democracia e o desenvolvimento só tomaram lugar lentamente, e milhões sofreram por isso.

Aqueles dias já passaram. O Brasil hoje é uma democracia que floresce --um lugar onde as pessoas são livres para dizer o que pensam e para escolher seus líderes; onde uma criança pobre de Pernambuco pode escalar do chão de uma siderúrgica para o cargo mais importante do Brasil.

Durante a última década, o progresso alcançado pelo povo brasileiro tem inspirado o mundo. Mais da metade dessa nação é hoje considerada classe média. Milhões vêm sendo retirados da pobreza. Pela primeira vez, a esperança está retornando a lugares onde o medo prevaleceu por muito tempo. Eu vi isso hoje, quando visitei a Cidade de Deus. Não são apenas os novos programas sociais e esforços da segurança pública que estão transformando as favelas; trata-se de uma mudança de atitude. Como disse um jovem morador, 'as pessoas não têm de olhar para as favelas com pena, mas como uma fonte de presidentes, advogados, doutores, artistas, [e] pessoas com soluções'.

A cada dia que passa, o Brasil é um país com mais soluções. Na comunidade global, vocês confiaram em outras nações para ajudar a combater a pobreza e as doenças, onde quer que elas existam.

Vocês desempenham um importante papel nas instituições globais que protegem nossa segurança comum e promovem nossa prosperidade comum. E vocês irão receber o mundo em seu litoral quando a Copa do Mundo e as Olimpíadas vierem para o Rio de Janeiro.

Você deve ter ouvido que esta cidade não era exatamente a minha primeira escolha para as Olimpíadas. Mas se os Jogos não pudessem ser realizados em minha cidade natal Chicago, não haveria lugar que gostaria de vê-lo do que aqui, na cidade do Rio de Janeiro. E pretendo voltar em 2016 para assistir.

Por muito tempo, o Brasil foi uma nação com muito potencial, mas prejudicada pela política, tanto interna quanto externa. Por muito tempo, vocês foram chamados de um país do futuro, e diziam para que esperassem por um dia melhor que estava sempre muito próximo. Meus amigos, esse dia finalmente chegou. E o Brasil não é mais o país do futuro. Para o povo brasileiro, o futuro chegou.

Nossos países nunca concordaram em todos os assuntos. E, como muitas nações, nós teremos divergências de opinião no futuro. Mas estou aqui para dizer a vocês que os americanos não apenas reconhecem o sucesso brasileiro -- nós torcemos por isso. Enquanto vocês enfrentam os muitos desafios que ainda têm pela frente em casa e fora dos seus domínios, permitam que os EUA estejam juntos - não como uma relação de parceiro experiente e iniciante, mas como parceiros em condições de igualdade, parceiros por causa de um espírito de interesse e respeito comuns, voltado para o progresso que podemos alcançar juntos.

Juntos, podemos obter avanços na nossa prosperidade comum. Como duas das maiores economias do mundo, nós trabalhamos lado a lado durante a crise financeira para restaurar o crescimento e a confiança. E para manter nossas economias crescendo, nós sabemos o que é necessários em nossas duas nações.

Nós precisamos de uma mão de obra qualificada, educada, é por isso que empresas americanas e brasileiras têm se comprometido a ajudar aumentar os intercâmbios de estudantes entre nossas nações. Nós precisamos de um compromisso com inovação e tecnologia, é por isso que concordamos em expandir a cooperação entre nossos cientistas, pesquisadores, e engenheiros. Nós precisamos de infraestrutura de primeiro nível, é por isso que empresas americanas querem ajudar vocês a construírem e prepararem esta cidade para um sucesso Olímpico.

Em uma economia global, os EUA e o Brasil deveriam expandir o comércio e o investimento de forma a criar novos empregos e oportunidades em ambas nossas nações. É por isso que estamos trabalhando para romper barreiras à realização de negócios, e é por isso que estamos construindo relações mais próximas entre nossos trabalhadores e empreendedores.

Juntos, nós podemos promover segurança em energia e proteger nosso bonito planeta. Como duas nações comprometidas com economias mais verdes, nós sabemos que a solução definitiva para nosso desafio energético está em fontes limpas, renováveis. É por isso que metade dos veículos desse país consegue rodar com biocombustíveis, e a maior parte da nossa eletricidade vem de hidrelétricas. É por isso que nós impulsionamos uma indústria de energia limpa nos EUA. E é por isso que os EUA e o Brasil estão criando novas parcerias na área de energia --para compartilhar tecnologias, criar novos empregos, e deixar para nossas crianças um mundo mais limpo e seguro do que encontramos.

Juntas, nossas duas nações podem ajudar a defender a segurança de nossos cidadãos.

Estamos trabalhando juntos para parar o tráfico de drogas que tem destruído muitas vidas neste hemisfério. Nós perseguimos o objetivo de um mundo sem armas nucleares, and estamos trabalhando juntos para aumentar a segurança nuclear em nosso hemisfério. Da África ao Haiti, estamos trabalhando lado a lado para combater a fome,a doença e a corrupção que pode estragar uma sociedade e privar seres humanos de dignidade e oportunidade. E hoje, nós estamos oferecendo assistência a apoio ao povo japonês em seu momento de maior necessidade.
Marcelo Sayão/Efe
Barack Obama gesticula durante seu discurso no Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Barack Obama gesticula durante seu discurso no Theatro Municipal do Rio de Janeiro

Os vínculos que unem nossas nações ao Japão são fortes. No Brasil vocês abrigam a maior população japonesa fora do Japão. Nos EUA, nós formamos uma aliança de mais de 60 anos. O povo do Japão é um dos nossos amigos mais próximos, e nós vamos rezar com eles, estar ao lado deles, e reconstruir com eles até que esta crise tenha passado.
Nesse e em outros esforços para promover paz e prosperidade pelo mundo, os EUA e o Brasil são parceiros não apenas porque compartilhamos uma história e um continente; não apenas porque compartilhamos laços comerciais e culturais; mas porque compartilhamos determinados valores e ideais duradouros.

Nós acreditamos no poder e na promessa de democracia. Nós acreditamos que nenhuma outra forma de governo é mais efetiva na promoção do crescimento e da prosperidade que atinja todo ser humano. E aqueles que creem no contrário --que acreditam que a democracia impede o progresso econômico-- deve se confrontar com o exemplo do Brasil.

Os milhões neste país que saíram da pobreza para a classe média não o fizeram em uma economia fechada controlada pelo estado. Vocês estão prosperando como um povo livre com mercados abertos e um governo que atende aos seus cidadãos. Vocês estão provando que o objetivo de justiça social pode ser melhor atingido por meio da liberdade, que a democracia é o melhor parceiro do progresso humano.

Nós acreditamos também que em nações tão grandes e com tanta diversidade como as nossas, modeladas por gerações de imigrantes de todas as raças e crenças e origens, a democracia oferece a melhor esperança de que todo cidadão seja tratado com dignidade e respeito; que nós podemos resolver nossas diferenças pacificamente e encontrar forças em nossas adversidades.

Nós sabemos por experiência que nossa forma escolhida de governo pode ser lenta e desordenada; que a democracia deve ser constantemente fortalecida e aperfeiçoada ao longo do tempo. Nós sabemos que nações diferentes tomam caminhos diferentes para realizar suas promessas, e que nenhuma outra nação deve impor seu desejo a outra.
Mas nós também sabemos que existem certas aspirações compartilhadas por todos os seres humanos: Nós queremos ser livres e ouvidos. Nós ansiamos por viver sem medo ou discriminação; por escolher como somos governados e por moldar nosso próprio destino. Essas não são ideias Americanas ou Brasileiras. Não são ideias ocidentais. São direitos universais, e nós devemos apoiá-los em todos os lugares.

Hoje, nós temos visto a luta por esses direitos se desdobrar pelo Oriente Médio e o Norte da África. Nós temos visto uma revolução nascer de um anseio por dignidade humana básica na Tunísia. Nós temos visto protestos pacíficos na praça Tahir --homens e mulheres, jovens e idosos, cristãos e muçulmanos. Nós temos visto o povo da Líbia ter a coragem de se levantar contra um regime determinado a brutalizar seu próprio povo. Em toda a região, nós vimos jovens se levantando - uma nova geração exigindo o direito de definir seu próprio futuro.

Desde o começo, nós deixamos claro que as mudanças que buscavam precisavam nascer do seu próprio povo. Mas, como duas nações que vêm perseguindo a perfeição em nossas democracias ao longo das gerações, os EUA e o Brasil sabem que o futuro do Mundo Árabe será determinado por seu povo.

Ninguém pode dizer ao certo como esse levante vai terminar, mas eu sei que a mudança não é algo que devemos temer. Quando jovens insistem que a história está em movimento, o peso do passado é levado pela água. Quando homens e mulheres pacificamente pedem direitos humanos, nossa humanidade em comum sai fortalecida. Onde quer que a luz da liberdade apareça, o mundo se torna um lugar mais brilhante, mais vivo.

Esse é o exemplo do Brasil. Brasil --um país que mostra que uma ditadura pode virar uma democracia próspera. Brasil --um país que mostra que a democracia oferece liberdade e oportunidade para seu povo. Brasil --um país que mostra como um chamado por mudança que começa nas ruas pode transformar a cidade, o país e o mundo.

Décadas atrás, fora desse teatro em região próxima daqui, na Cinelândia, onde o chamado para a mudança foi ouvido no Brasil. Estudantes e artistas e líderes políticos de todos os tipos se reuniram com cartazes que diziam: 'Abaixo a ditadura. O povo no poder'. Suas aspirações democráticas não se tornaram realidade nos anos que se seguiram, mas uma das jovens brasileiras do movimento daquela geração persistiu para mudar para sempre a história desta nação.

Uma criança filha de imigrantes, sua participação no movimento a levou à cadeia, presa e torturada nas mãos do seu próprio governo. E soube o que significa viver sem os direitos humanos mais básicos, direitos pelos quais muitos estão lutando hoje em dia. Mas ela também sabe o que é perseverar. Ela sabe o que é se superar. Porque, hoje em dia, essa mulher é Dilma Rousseff, a presidente da nação.

Nossas duas nações enfrentam muitos desafios. Na estrada à frente, haverá muitos obstáculos. Mas, no final, é a nossa história que concede a esperança de um amanhã melhor. É o conhecimento de que homens e mulheres que vieram antes de nós obtiveram sucesso em desafios maiores que os de hoje --que nós vivemos em um lugar que pessoas comuns fizeram coisas extraordinárias.

É esse senso de possibilidade e otimismo que fez parte dos desbravadores do Novo Mundo. É o que faz com que nossas nações sejam parceiras no novo século. E é a razão de acreditarmos, nas palavras de Paulo Coelho, um dos seus mais famosos escritores, 'com a força do seu amor e da sua vontade, nós podemos mudar nosso destino, assim como o destino de muitos outros'.

Muito obrigado. Obrigado, e que Deus abençoe nossas nações.

Fonte: Folha.com

Edições Anteriores:

Dezembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 30