xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 01/02/2011 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

01 fevereiro 2011

Mas que pato pesado! – Por Carlos Eduardo Esmeraldo


O competente advogado Leopoldo Martins Filho apresentou em bem elaborada crônica, aspectos jurídicos sobre a responsabilidade do desastre que recentemente ocorreu em nossa cidade. No meu modesto entendimento, nada adianta encontrar culpados pelas cheias que devastaram grande parte da cidade do Crato. E se existe possibilidade de se apontar um responsável, este é a extrema pobreza da nossa subdesenvolvida região. Quase sempre não existem recursos para nada.

Em primeiro lugar, eu considero o canal mal dimensionado. Talvez devido ao fato de não ter sido elaborado estudos sobre os índices pluviométricos da bacia do Rio Grangeiro a montante da cidade do Crato. Possivelmente não existe nem registros dos volumes das cheias máximas. A calha do canal ficou muito estreita para o volume d’água que desce em grande velocidade, devido à diferença de nível da área onde incidem às chuvas até a cidade. Mas não vamos colocar a culpa no canal, pois muito antes dele existir já havia problemas de transbordamento das águas de chuvas de maior intensidade, tanto no leito natural do Rio Gangeiro, quanto na Rua da Vala. Lembro-me bem que em 1955 ou por ai, houve uma cheia tão intensa que arrastou um enorme tronco de árvore até a esquina onde hoje se encontra a Caixa Econômica Federal. Possivelmente as pessoas da minha idade se lembrarão dessa cheia. Naquela época não havia residências às margens do leito do rio, e sim uma pequena mata, onde as crianças caçavam de baladeira e as mulheres lavavam roupas numa água cristalina que descia mansamente pelo leito do Grangeiro, quando este não estava de cheia.

Nos dias atuais, nas fraldas da Serra do Araripe, partindo do final do Bairro Caixa D’àgua até bem próximo das nascentes do Rio Grangeiro, onde existia uma extensa mata nativa, existe hoje um elegante bairro residencial, com inúmeras mansões e largas ruas devidamente pavimentadas. Com isso, parte das águas de chuva que antes eram absorvidas pelo solo e pela copa das árvores, hoje corre para o Rio Grangeiro, atingindo a cidade do Crato numa velocidade que será tanto maior, quanto o produto do volume da massa d’água, pela diferença de cota entre a área da bacia do rio e a cidade.

Se for para encontrar um culpado, vamos verificar onde estavam as autoridades que permitiram a devastação daquela mata? Os proprietários desejavam vendê-la, e era um direito deles. Mas a prefeitura não possuía recursos para comprar o terreno, que estava em projeto de loteamento. Isto ocorreu em 1975, quando o prefeito do Crato era um cidadão reconhecido por toda a comunidade de uma honestidade a toda prova. E o Ibama, por que permitiu ou aprovou o desmatamento?

Mas devemos olhar para o futuro. Existem recursos para demolir o atual canal e refazer outro, com melhor dimensionamento? Se tal resposta for positiva, mesmo diante de outras prioridades dos governos, como o caos existente na serra fluminense, mesmo assim, algumas providencias deverão ser tomadas. Eu, particularmente, vejo com bons olhos uma idéia externada pelo atual prefeito: a construção de duas pequenas represas no leito do Rio Granjeiro, a montante da cidade, com barragens de concreto armado, bem dimensionadas e, construídas criteriosamente para evitar danos ainda piores. Além de barrar as cheias, tal providência serviria para reforçar o abastecimento d’água da cidade, além de propiciar a irrigação do vale do rio abaixo da cidade do Crato. Os recursos para elaboração de tal projeto e sua execução, acredito possível de serem aportados pela própria prefeitura. Afinal, muitos proprietários rurais da região, constroem com recursos próprios esses pequenos empreendimentos em suas propriedades.

Vamos esperar?

Por Carlos Eduardo Esmeraldo

O Crato Hoje ! - Fotografias - Dihelson Mendonça


A vida volta à normalidade depois da enchente. Tráfego já está normal no centro da cidade, e há tráfego nas ladeiras do Crato.

Dedicado a todos os Cratenses que moram longe da cidade. A gente mata a saudade quando vê as ruas, praças e avenidas da nossa terra. Essas fotos não possuem qualquer maquiação ou intenção artística. Tanto é que o horário, a posição do sol, a iluminação estavam desfavoráveis. Mesmo assim, como eu sei que as pessoas gostam de saber tudo que se passa no Crato, aqui está...

Oh cidade cheia de fios elétricos...

Praça Siqueira Campos...

Img_4117

Na esquina da Mons. Esmeraldo comDr. João Pessoa:

Img_4072

Na Bárbara de Alencar:

Image1

Na Rua da vala, defronte aos correios

Img_4101

No cruzamento da Mons. Esmeraldo com Senador Pompeu

Img_4087

Na Bárbara de Alencar, altura da loja Amilton Som

Img_4017

Na Dr. João Pessoa com Bárbara de Alencar

Img_4043

Na Dr. João Pessoa, próximo à Farmácia Pague Menos:

Img_4060

Velho Crato Heróico. Ou cheio de água, ou de terra, nós te amamos.
Fotografia: Dihelson Mendonça
Proibida a Reprodução, Salvamento e Utilização sem autorização do Autor

Ode a Antonio Vicelmo do Crato - Por: José Cícero



Acho que Nelson Rodrigues estava errado
quando um certo dia disse;
que toda unanimidade é burra.
Puro equívoco do seu intelecto
cosmopolitano e melodramático.
Isso porque, cá entre nós:
- Antonio Vicelmo do Crato
É uma unanimidade de carne e osso
que temos e nos orgulhamos.
Humanamente edificada
pelos anos adentro.
Guerreiro visceral do rádio
empunhando o microfone
como uma bandeira de luta
em favor dos pequenos.
Depuração do melhor vinho ítalo-lusitano
há muito plantado,
como metáforas soltas
em desafio hipocorístico a própria vida
no solo fértil do pé da serra do Crato.
Antonio Vicelmo é uma unanimidade,
que nos orgulha há tempo.
Como um pequizeiro da floresta, centenário.
Fincado no alto da Araripe cearense.
Fazendo a nossa voz e grito
chegarem longe...
Muito além do nosso velho sonho caboclo
de herói provinciano.
O Cariri inteiro sabe disso.
E tem motivos
para bater no peito e dizer bem alto
para que o mundo todo escude.
Que Vicelmo é nosso...
Vicelmo é povo sofrido e forte
sinônimo comunicativo
de um Cariri alvissareiro
que se fez grande para ser ouvido
e nunca mais ser escravo.
Antonio Vicelmo é unânime.
Símbolo magno, pioneiro do rádio:
- Cultura, tradição, história e folclore.
Educadora do Crato.
Falando alto do Araripe ao mundo.
Aplaudamos sem mais delonga Vicelmo!
Tal qual o Cariri inteiro em uníssono,
disposto a construir seus sonhos de pedras
por si mesmo.
Acaso Vicelmo não existisse
teria de algum modo que ser inventado.
Vicelmo é nosso patrimônio histórico.
Palavra de ouro.
A voz que não se cala.
Grito forte a retumbar na rosa dos ventos.
Das serras do Crato para o mundo inteiro.
A partir de Vicelmo,
o Cariri passou a ser ouvido.
Com Vicelmo o interior, dantes esquecido,
encheu seu o peito de orgulho
e falou com altivez bem alto
para o litoral lá de baixo.
Antonio Vicelmo é uma unanimidade
inconteste.
Utopia que nos anima alma e o espírito.
O embaixador do povo Cariri
no além-fronteira do próprio Globo.
Em todo canto do Crato,
e onde quer que viva um caririense.
__________
(*) José Cícero
Secretário de Cultura
Aurora-CE.

Comentário Pertinente - Prefeitura trabalhar à Noite na Cidade


TRABALHAR EM TURNOS PARA TERMINAR MAIS RÁPIDO A LIMPEZA


Um "Jorge" fez o seguinte comentário:

"É hora de arregaçar as mangas e trabalhar. A prefeitura poderia intensificar os trabalhos na parte noturna, pois o o fluxo de veículos é menor. Sugiro ao Prefeito que responda as críticas com trabalho."

Desde já Boa Sorte! "

Da redação: Concordo. Ontem passei meia-noite no centro do Crato e estava completamente vazio de pessoas, de carros, e cheio de lama da enchente. Porque não formar equipes de revezamento para o turno do dia e para o turno da noite ? Fica aí a nossa sugestão também. Em casos de calamidade, deve-se trabalhar 24 horas por dia, trocando equipes.Isto se chama EFICIÊNCIA.

Dihelson Mendonça

André Figueiredo é absolvido do processo de cassação


O deputado federal André Figueiredo (PDT) foi absolvido nesta segunda-feira do processo de cassação por 3 votos a 2, após decisão ter sido revertida. Os juízes Luciano Lima Rodrigues, Raimundo Nonato Silva Santos e Cid Marconi votaram contra a cassação e da pena de inelegibilidade de oito anos do deputado. Votaram a favor o relator do processo, desembargador Ademar Mendes Bezerra, e o juiz Jorge Luís Girão Barreto. Na última terça-feira, 25, quando a votação estava 4 a 0 para a cassação de André Figueiredo, e restava apenas o voto de Cid Marconi para o encerramento do julgamento, ele pediu vistas do processo. Na ocasião, Ademar Mendes, Jorge Luís Girão, Luciano Lima e Raimundo Nonato tinham votado a favor da cassação.

A representação por compra de votos contra André Fiqueiredo e um assessor se refere a fatos ocorridos nas eleições de 2006, quando André Fiqueiredo foi eleito deputado federal suplente. Na época, José Virgílio Lima Pires, na condição de assessor parlamentar do então suplente de deputado federal, foi abordado pela polícia no município de Orós, portando diversos documentos indiciários de atividade de compra de votos.

Fonte: O POVO Online/Politica

A estrutura familiar - Por Emerson Monteiro

Os seres humanos reclamam cuidados imensos quando chegam ao mundo e superam os demais seres no esforço inicial de formação e sobrevivência, até dispor dos meios necessários a seguir com as próprias pernas a jornada de habitar este mundo. Antes dos sete anos, os filhos do bicho gente exigem, dos pais e da sociedade, extremos arranjos, a ponto de depender, em caráter quase absoluto, dos outros para limpeza, alimentação, vacinas, alojamento, vestimenta, primeiros passos, fala, pensamentos, repouso, formação moral, intelectual, etc.

Esse grau de dependência da nossa raça representa o empenho da família em dirigir suas baterias na sobrevivência e no zelo dos filhos, salvaguarda e herança cultural da sociedade. Ninguém foge dos valores trazidos pela família e que lá adiante não venha a defrontar dificuldades e traumas de adaptação perante o desconhecido, nas dobras do caminho.

Por isso, os sábios dão importância inestimável à saúde dos laços familiares, para considerar a célula doméstica a mãe das comunidades e resposta aos desafios de todo tempo. Desorganizada a família, as outras instituições perdem o prumo e a paz perde a razão. Os abalos nesta fonte original implicam nos desmanches que a história registra, no caos das guerras medonhas verificadas em turnos diversos, custando preço astronômico de sofrimento, desespero e trabalho.
A bandeirada desses primeiros passos humanos, dada pelos pais já na infância, reserva sobremodo a esperança possível dos adultos e das suas circunstâncias posteriores, vindas desde a escola filial, nos sentimentos, lembranças e emoções que lhe marcam o modelo de personalidade depois vivenciado no decorrer das gerações.

Conhecimento de padrões fundamentais vindos no começo apresenta frutos na humanidade, o que demonstra as ameaças constantes de que é vítima a família, nesse jogo de dor e prazer da sua experiência. O mal e o bem, que organizam os porões e a bagagem, nessa viagem de seres humanos, na sombra e na luz das situações, trabalham os tais valores de formação das pessoas em movimento, nos grupos sociais.

Tiradas, pois, essas e algumas conclusões mais, a razão do abalo nos países vem do descaso para com os atores do drama ainda na gravação dos letreiros iniciais das consciências, no berço de vilões e mocinhos junto dos responsáveis pela sua formação. Nisso, entra em cena a família para constituir cidadãos com a mesma face dos tempos sonhados e vividos que irão acontecer logo ali adiante, num futuro imediato.

Por Emerson Monteiro

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Prefeito do Crato institui auxílio social de R$120,00 para os desabrigados


O prefeito do Crato, Samuel Araripe, instituiu o "aluguel social" para atender às famílias desabrigadas pelas chuvas, que não têm para onde ir. O valor do auxílio social é R$ 120,00 e vai durar o tempo que for necessário à recuperação de suas casas. O prefeito baixou o decreto de nº 2801001/2011, colocando o município em situação de emergência. Com a enxurrada, cinco casas desabaram totalmente e outras sete tiveram partes danificadas. As famílias já estão sendo assistidas pela administração e algumas casas já foram alocadas para os desabrigados. A vítima da enchente deve procurar a secretaria de Ação Social do município, para requisitar o benefício. Um técnico vai ao local para fazer a avaliação e elaborar o laudo. O cadastro já pode ser feito. O aluguel será pago as famílias que estão em abrigos e àquelas que precisam ser removidas de áreas de risco.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - 3.200 pessoas afetadas pela enchente em Crato


Uma notificação preliminar de desastre foi apresentada por meio dos levantamentos realizados pela Defesa Civil, diante dos estragos causados com a tempestade que se abateu sobre o Crato, na madrugada da última sexta-feira. O prefeito do Crato, Samuel Araripe, estima prejuízos para a cidade de mais de R$ 50 milhões na cidade. O documento foi apresentado ainda no último final de semana, com número relacionado às vítimas diretas da enchente. O relatório preliminar dá conta de 3.200 pessoas afetadas pelas chuvas. Nove famílias que ficaram sem abrigo, com suas casas totalmente destruídas, foram encaminhadas para prédios públicos e casas alugadas pela administração municipal. Segundo o Sistema Preliminar de Desastre, feito pela equipe da Defesa Civil no município, ficaram desalojadas 111 pessoas.

Prefeito vai à Brasília onde se encontra com o Ministro da Integração Social

Uma audiência com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, deverá acontecer ainda esta semana, juntamente com parlamentares da região. O deputado federal, Arnon Bezerra, esteve ontem no Ministério, no intuito de marcar a reunião. O prefeito do Crato, na ocasião, irá apresentar projeto que promete uma solução definitiva para o local. A chuva de 200mm milímetros ( medidos na Chapada do Araripe ) foi o suficiente para arrastar parte considerável do canal. Com o transbordamento, parte da cidade ficou inundada, principalmente no centro, invadindo centenas de residências e casas comerciais. Ainda segundo os dados do relatório preliminar foram invadidas pelas águas 103 residências, cinco delas públicas, uma comunitária e 10 ficaram totalmente destruídas. A precipitação pluviométrica registrada, segundo o relatório, esteve acima da média verificada pelo município, especialmente na área urbana, em canais de drenagem.

Fonte: ASCOM - PMC

A fúria da Natureza - Por: Ed Alencar


NE - O Homem agride a natureza e ela revida...



O que vejo!!

Vejo o homem em desarmonia com a natureza. Vejo a população mundial atingir, mas de 7 bilhões de habitantes. Então, tem muita gente destruindo alguma coisa nesse planeta e o planeta há muito tempo vem dando sinais de alerta; há muito tempo vem pedindo socorro. Mas o homem, os poderosos de cada nação que discutem o aquecimento global, continua em salas fechadas e climatizadas, sentados em poltronas giratórias enquanto o mundo lá fora, gira em torno das catástrofes ambientais e nada fazem.

A natureza é livre para exercer seus poderes e neste conflito com o homem, ela mostra sua fúria doa a quem doer. A natureza ferida vivi hoje, seus contra tempos. Cidades da Alemanha Estados Unidos e outras vêm sofrendo com as nevascas onde o frio mata e paralisa Metrópoles. Em outros países o fogo a seca que destrói cidades, não é diferente no Brasil, as chuvas as enchentes as queimadas aqui destrói também. O cratense que assiste as catástrofes mundo a fora pela TV, acompanha também no nosso país os recentes acontecimentos no Rio de Janeiro e em outros estados. Então, assustou-se nesta manhã de sexta-fera com os estragos e prejuízos causados pelo temporal que caiu na nossa cidade.

É o homem destruindo a natureza e a natureza destruindo o homem

A soma de muitos fatores, a omissão dos poderes na falta da aplicação das políticas públicas habitacionais, deixam os cidadãos pobres, sonharem com suas casas próprias constituíram famílias e seguido por outros mais, se aventuram na construção de barracos pelos morros deste Brasil a fora. A tragédia do Rio de Janeiro foi uma reprise de 1967, quando soterrou e matou, mas de 1.500 pessoas por ocupação de morros entre Rio e São Paulo. Vejo pela a televisão pessoas simples como voluntários, socorrendo e doando alimentos, roupas remédios para as vitimas não só do Rio de Janeiro, como outros estados, arrasados também pela as águas.

O que não vejo na TV

Artistas famosos sem campanha pelos os desabrigados, cantores que não fazem shows beneficentes, instituições financeiras como bancos que ganharam de tantas vitimas como clientes, e nada doaram. Não vejo também, políticos que por lá estiveram pedindo votos na ultima eleição e lá não voltaram nem por solidariedade, mas a estes infelizes Brasileiros vitimas da tragédia receberam também extensivamente 23% de aumento nos salários para classe política, o resto, foi só lamento. Mas, a vida continua e entre a dor e a tristeza, o Rio de Janeiro se prepara para mais um carnaval com muita lama no pé, ou melhor... Com muito samba no pé.
Ô........ Mundo cruel!! Lamente se puder.



Ed. Alencar - Ambientalista

Primeira-Dama Mônica Araripe realiza Campanha em prol das vítimas da enchente do Canal do Rio Grangeiro


Campanha de Solidariedade ao Crato



Neste momento difícil porque passa a população do Crato, vítima da enchente que destruiu o canal do Rio Grangeiro e deixou muitos desabrigados na última sexta-feira dia 28 de janeiro, a Primeira-Dama Mônica Araripe vem a público fazer um apelo para que a sociedade se solidarize, fazendo doações de roupas, agasalhos, alimentos não-perecíveis, remédios, água mineral, material de limpeza e higiene pessoal e outros donativos no sentido de trazer conforto às vítimas da enchente. As doações podem ser feitas durante o dia no Centro Administrativo ou diretamente na Prefeitura Municipal. Equipes de várias secretarias já estão preparadas para receber os donativos e encaminhar às famílias necessitadas e cadastradas pelos órgãos competentes.

Sua doação é Importante.

Qualquer doação é importante nesse momento. De uma simples toalha a um cobertor. Muita gente perdeu suas casas e móveis, e é nessa hora que mais necessitamos de sua colaboração. Ajude o seu próximo. Faça a sua parte. Vamos juntar as mãos numa grande corrente de solidariedade às vítimas da enchente. Esqueçamos qualquer diferença ideológica e passemos a pensar apenas assim: Eu hoje vou ajudar de alguma forma os meus irmãos Cratenses que perderam tudo e que precisam de mim.

Telefones da Campanha de Solidariedade ao Crato:

Em horário Comercial:

Secretaria de Ação Social ou Prefeitura Municipal
(88) 3521. 9600
Defesa Civil do Município Secretaria de Infraestrutura
(88) 3521.9400
Escritório da Primeira-Dama Mônica Araripe:
(88) 3521-0773

Em outros horários fora do horário comercial:

Eliane Macedo - 8125-3846
Eliziane - 8125-3328
Roberta Araripe - 8101-6800

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Prefeitura contrata mais de 200 homens para atuar na limpeza da cidade


Uma equipe extra de colaboradores foi contratada pela administração para realizar a limpeza na cidade. Segundo o prefeito Samuel Araripe, mais de 200 homens e máquinas auxiliam na retirada da terra e lama que invadiu a cidade. Várias ruas estão interditadas e o trânsito difícil. A cidade tem contado com a solidariedade de empresários, com a doação de equipamentos para ajudar na limpeza. Uma campanha para receber donativos para as vítimas foi desencadeada pela administração local.

Ainda que falássemos a língua de gaia... - Por: Prof. Samuel Duarte Siebra


NE - A Desarmonia entre Homem e Natureza

Quantos de nós já não ouviu falar dos perigos provocados pelos desastres ambientais que assola não só o Brasil, mas todo o mundo, aquecimento global, efeito estufa, ondas de calor todo esse vocabulário emblemáticos das discussões ambientalistas, se apresentam para nós , como uma falação desgastada, “clichês orgânicos”. Por que será?, que motivos nos levam ao total desapego a questões tão importantes e ao mesmo tempo tão renegada aos planos inferiores, que vão desde nossas práticas mais simples , de lavar nossas calçadas até a inoperância de políticas públicas incisivas que dêem cabo das pressões antropicas geradas, seja ,pela construção civil,seja pela interiorização da industria desenvolvimentista.

O que nos leva por exemplo, a ficarmos por alguns instantes emotivos com a situação dramática por que passa as comunidades interioranas das serras do Rio de Janeiro e logo após estejamos festejando a vinda de Ronaldinho Gaúcho para o flamengo por exemplo, sedimentando nossa atenção a outros olhares. A resposta é a mais cética e seca: NÃO É CONOSCO!!!, e esse sentimento tem tudo haver com a forma em que encaramos as nossas vidas, os valores que acumulamos ao longo dela, a disputa pêlo espaço ao sol, a luta diária pela sobrevivência, não nos permitimos em pensar naquele que do lado está. A sociedade de consumo na qual vivemos orquestrada pelo grande capital,nos forja, nos educa e como um dogma de fé, nos aprisiona em nossas próprias mentes para crermos que o ter, o poder, e o conhecimento, é particular, e somente os INDIVÍDUOS abastados e iluminados tem acesso a eles, que fazem pessoas acreditarem que existem humanos melhores que outros, sulistas melhores que nordestinos, intelectuais melhores que proletários, brancos melhores que negros e assim por diante, desde o advento da propriedade privada e o escambo dando espaço a moeda de troca, nós caminhamos da mesma forma, sozinhos, pesando que o mundo é nosso e que podemos escravizar as pessoas e de sobremaneira a NATUREZA.

A ocupação dos espaços, dessa vez, não desordenada, como nos casos das favelas, mas arquitetadamente planejada, burlando-se a frágil legislação ambiental, conseguido com o uso de subterfúgios que só os grupelhos da pequena burguesia política sabem fazer, licenciamentos ambientais de instalação e operação de condomínios luxuosos em áreas de encosta, nos leitos dos rios, gerando mais impactos ambientais, sem se quer manter projetos de ações mitigadoras, onde o Plano Diretor das Cidades são constantemente desrespeitados. Enfim, uma infinidades de ações individuais que trazem enormes conseqüências negativas ao meio ambiente assim como toda coletividade. A prova maior de tudo isso, é o que está sendo noticiado pelos meios de comunicação, onde, até o momento em que debulho em letras esse pensamento já morreram mais de 400 pessoas no Rio de Janeiro em conseqüências das chuvas.

Somente a partir do enrijecimento da legislação ambiental, com penas mais severas aos que insistem em desmanchar a Floresta do Araripe em carvão, por exemplo, secar nossos mananciais, traficar nossos fósseis, caçar nossos animais, e principalmente edificar condomínios em áreas de proteção ambiental, e acabarmos com práticas muitas vezes fisiologistas de órgãos ambientais e Secretarias INOPERANTES Municipais de Meio Ambientes e com políticas publicas que saibam promover ações de fato integradas com vistas a sustentabilidade real com as demais ações de governo, é que quiçá, poderemos enxergar melhor essas ambientais questões, de forma comum aos nosso dia-a-dia e não distantes do nosso vocabulário corrente.

Prof. Samuel Duarte Siebra
Biólogo - URCA - Universidade Regional do Cariri

Deputado Roque visita áreas de risco no Crato-CE e ajuda comerciantes prejudicados


A chuva forte que tem caído nos últimos dias no Crato, Região do Cariri tem deixado às autoridades em alerta. A infraestrutura do município não suportou os mais de 160 milímetros que caíram no último dia 28 de janeiro e deixou a cidade parcialmente destruída. O deputado estadual Roque (PSB) visitou os pontos mais críticos da cidade neste fim de semana. O rio Granjeiro, que passa no centro da cidade, transbordou devido à força da água. Mais de 500 prédios alagados, estabelecimentos comerciais invadidos pelas águas e mercadorias levadas pela força da chuva, casas destruídas, comunidades isoladas na zona rural, árvores e postes derrubados, veículos, eletrodomésticos e móveis levados pelas águas e até uma bomba de gasolina arrastada pela correnteza.

Já os comerciantes calculam inúmeros prejuízos. Cerca de 100 estabelecimentos foram invadidos pelas águas. Para evitar que os comerciantes do Crato sejam prejudicados pela impossibilidade de emitir nota fiscal, o deputado Roque conversou com o Secretário da Fazenda do Estado, Mauro Filho, sobre o assunto. O parlamentar explica que os extravios da nota e da impressão fiscal geram multas para os comerciantes.

O objetivo é que os comerciantes não sejam multados. “O secretário Mauro Filho nos solicitou que seja formada uma comissão que representará todos os comerciantes prejudicados com a chuva e depois de diagnosticados os problemas, o secretário receberá os integrantes para tomar as devidas providências”, afirma Roque. Segundo a Defesa Civil, 50 pessoas ficaram desabrigadas, 12 casas desabaram, 400 famílias ficaram sem abastecimento de água e 600 famílias sem energia elétrica. Além disso, cinco pontes foram destruídas. O prefeito Samuel Araripe (PSDB) decretou estado de calamidade pública.

Fontes: Gabinete deputado estadual Sineval Roque

Saudade e realidade - Por José de Arimatéa dos Santos


Comemorou-se o dia da saudade. Palavra que significa muito para todos nós. Quem de vez em quando não sente saudade de momentos vividos ou épocas que já eram e ficaram só na lembrança! Enumerar nossas lembranças seria preciso muito espaço, pois cada um de nós temos as boas e as não tão boas lembranças. Mas quem não se pega a lembrar de muita coisa? Da infância, amigos e conhecidos que não vemos a um bom tempo. Saudades de momentos mágicos como do nascimento do filho ou quando passamos no vestibular e consequentemente da nossa formatura.
É isso! E janeiro é um mês bem diferente dos demais por ser o mês das férias e o início do ano e as perspectivas e anseios se renovam. A realidade é premente e devemos colocar nossos planos em primeiro lugar lutando dia a dia para que tudo planejado possa dar certo. E dessa maneira procurar fazer de cada momento a hora e a vez de atitudes positivas. Digo isto porque a cada momento que vemos o noticiário as notícias ruins se sobressaem, infelizmente. E não é para menos, pois as tragédias, principalmente naturais, a cada ano parecem aumentar. Todos nós somos sabedores do porquê de todos esses acontecimentos no planeta. Somos também responsáveis quando não damos o devido destino ao lixo e não respeitamos as leis da natureza. O homem se sente o soberano quando na verdade é só um dos entes dessa engrenagem tão perfeita e bela. E é tão importante sempre analisar de todas as maneiras nossos atos e procurar respeitar o ecossistema em que vivemos. Assim, cada vez mais agora e no futuro a vida na terra precisa ser mais respeitada. Analisar friamente como cada um de nós estamos a cuidar dessa nossa casa. Eu, você e todos os outros devemos agir no coletivo e pensando coletivamente para a sobrevivência nossa e dos nossos descendentes. Sustentabilidade é a palavra e o caminho.
Foto: José de Arimatéa dos Santos

CONVERSA NA BEIRA DO RIO - Por Cacá Araújo


http://2.bp.blogspot.com/_ET_t0HHSHUY/TUgKj4nazXI/AAAAAAAACOQ/nYmnYugzNhc/s1600/RIO+RIO.jpg

Um grupo de pessoas discutia à beira de uma das enormes crateras abertas pela força das águas do Rio Grangeiro, no centro da cidade do Crato. O religioso atribuía o caos aos castigos divinos em virtude dos pecados humanos nesta parte do mundo. Um político que se opunha ao prefeito, vendo que muitos circunstantes os ouviam, soltou, com aquela característica empolgação de palanque, depois de pigarrear ridículo de canastrão, um discurso em que se comprometia a honrar suas responsabilidades de homem público buscando soluções junto a seus aliados nos governos do estado e do país.

Já um bêbado, ainda segurando um pedaço de casca de laranja na ponta dos dedos, disse que não acreditava nessa cambada de vereadores, deputados, senadores e nem no governador, pois se eles gastassem a metade do que investiram comprando votos daria para amenizar ou quem sabe resolver o problema. Depois de mais uma golada de cachaça, olhou em volta e perguntou pelo governador. Veio um desses aduladores de plantão e informou que sua excelência estava de férias no exterior, mas que havia mandado seu vice visitar a cidade, e, inclusive, ordenando que despachasse cem mil reais para ajudar no prejuízo catastrófico sofrido pelas famílias e comerciantes. Um estudante ia passando e de imediato protestou alegando que o governador não tinha contrato de trabalhador, mas função de gestor público e que esse negócio de férias não estava correto.

Alfinetou, ainda, dizendo ser uma piada, insuficiente e humilhante o valor que o governo havia liberado. Com lágrimas nos olhos, uma professora alertou para a situação das famílias desabrigadas, das crianças e velhos sem agasalho e comida, e conclamou todos a se unirem numa campanha de solidariedade, até que os que se acham donos do poder resolvam ouvir o clamor da sociedade que agoniza e espera. Convicto, o ambientalista afirmou que eram necessárias a completa desocupação e revitalização das áreas onde outrora fora o leito original do rio, construção de moradias em localidades seguras para as famílias removidas, e urgente o combate ao desmatamento da Floresta Nacional do Araripe, proteção de morros e eficiente educação ambiental. Refeito um pouco de sua embriaguez, o bêbado gritou de seu canto afirmando que dinheiro para fazer tudo isso existe, sai do Cariri em forma de vil arrecadação para os cofres estaduais e federais e para retornar em benefício do povo é uma novela sem fim. A prefeitura não tem recursos e eles só liberam considerando a filiação partidária do administrador municipal, somou o nosso ébrio questionador.

Um poeta que a tudo assistia tomou a palavra e deu o mote para a conquista do merecido respeito e do atendimento às reivindicações populares: o povo tem que sair às ruas, protestar, exigir a execução de medidas corretas para a reconstrução da cidade e prevenção de novos desastres. Ao redor dos debatedores já estava se reunindo uma multidão de populares, quando recomeçou a chuva e todos se dispersaram temendo a fúria das águas. O religioso se benzeu, segurou forte seu terço, correu e se trancou na igreja ao som de trovoadas retumbantes.

Cacá Araújo
Professor, Folclorista e Dramaturgo
Diretor da Cia. Cearense de Teatro Brincante
Crato-Cariri-Ceará-Brasil, em 1º de fevereiro de 2011.

Cólera já matou mais de 4.000 pessoas no Haiti, diz OMS


A cólera já matou mais de 4.000 pessoas no Haiti, segundo informou nesta segunda-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS). Desde o início do surto, em outubro, quase 210 mil pessoas foram infectadas. De acordo com a entidade, a doença parece estar estabilizada e a notificação diária de novas contaminações também tem diminuído.

A situação é diferente em áreas rurais, onde a cólera está se espalhando com mais força por causa das condições precárias de saúde e da falta de acesso à prevenção. A média semanal de internações é de sete mil pessoas. A OMS também informou que está investigando quatro suspeitas de caso de paralisia que teria afetado pacientes de cólera na cidade costeira de Port de Paix, no norte do Haiti. A agência acredita que a doença pode ter sido causada por contaminação de alimentos ou remédios e não estaria relacionada à poliomielite. Mas, por preucação, a OMS já incluiu a vacinação contra a pólio em seu pacote de imunização para o Haiti.

Folha.com

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Deputado Ely Aguiar libera 100.000 reais para ajudar a recuperar o Crato


Caro Dihelson e amigos do Crato,

É com tristeza que tenho acompanhado, aqui de Fortaleza, os últimos acontecimentos verificados na nossa cidade, que foi implacavelmente castigada pelas fortes chuvas. Na medida do possível e dentro das minhas limitações, estarei destinando, logo no início da próxima legislatura, uma vez que fui reeleito deputado, recursos do meu próprio gabinete, na ordem de 100 mil reais para ajudar a recuperar o nosso Crato. Informo ainda que dei entrada em um requerimento, em caráter de urgência solicitando, da Assembléia Legislativa, a formação de uma comissão de deputados e técnicos do Estado para uma visita aos locais atingidos e a elaboração de um relatório oficial ao Governo do Estado ( Cid está na Europa ), informando das necessidades mais urgentes.

Se não houver uma mobilização política aqui em Fortaleza, junto ao Governo do Estado, a coisa não anda, pois é sabido que a prefeitura do Crato não dispõe de recursos próprios para arcar todo o prejuízo. Vale salientar que os 100 mil reais que estarei liberando, o farei em favor do Estado, para que o próprio Estado gerencie os recursos, na aplicação dos projetos a serem executados. Faço isso acima de tudo como filho do Crato, todavia, espero que políticos que foram votados em nossa cidade, se manifestem, apareça. Aproveito para agradecer ao Governador em exercício, Domingos Filho, que atendeu a minha ligação telefônica e do colega Sineval Roque, no sentido de viajar ao Crato e visitar as áreas atingidas.

Espero que o meu requerimento seja aprovado na Assembléia, e que a comissão possa trabalhar o mais rápido possível para a liberação de outros recursos. O meu está garantido .

Atenciosamente,

Ely Aguiar

E A PEDRA DA BATATEIRA ROLOU...* - Por: Cacá Araújo


Conto de Cacá Araújo



Foto: Josermano Ferreira Oliveira


Ninguém poderia jamais imaginar que uma antiga profecia indígena pudesse ser concretizada. E o mundo viu...

O relógio marcava exatamente a primeira hora e trinta e três minutos e trinta e três segundos do dia vinte e oito de janeiro do ano que todos recordam.

Um forte e valente trovão anunciou a fúria da natureza. Choveu forte. A terra tremeu, pedras e troncos rolaram nas enchentes do rio revolto que, altivo e cheio de razões, exigiu de volta seu leito violado.

Como uma sinfonia estranhamente harmoniosa, misturaram-se sons da catástrofe e o clamor do povo. E foi triste o quadro de destruição. Casas, prédios comerciais, hospitais, igrejas, escolas, praças, ruas, pontes, postes de eletricidade, carros, tudo virando escombros... E dos prédios e casas as águas expulsando móveis, utensílios, pertences, produtos diversos e gente, umas inteiras outras já aos pedaços de carne e sangue, vitimadas pela agressão do grosso caldo que tudo arrasou e arrastou.



Foto: Cacá Araújo

Súplicas e orações e preces e ladainhas entoadas em desespero: “Meu Deus! Cristo Jesus! Minha Nossa Senhora da Penha, piedade!”, “Pai nosso que estais no céu...”, Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida e doçura, esperança nossa, salve! (...) A vós suspiramos, gemendo e chorando neste vale de lágrimas...”; “Creio em Deus Pai, todo poderoso, criador do céu e da terra...” “A nós descei divina luz...”.



Foto: Cacá Araújo




Foto: Cacá Araújo

Em meio aos estrondos e gritos e gemidos, ecoou a voz grave e temperada de pesar do ancião Cariri, ressurgido na escuridão da tempestade, trazido pelos raios vibrantes que avivavam o movimento das águas, sentado numa onda que nem subia nem caía, derramando gotas de lágrimas ancestrais:

- Viventes deste sagrado vale, provocadores da agonia e morte de muitos e milhares de antepassados, destruidores de florestas e animais, poluidores de nascentes e rios, ouçam e regravem onde couber que dissemos e avisamos há séculos que uma baleia por nós encantada ternamente dormia em sua cama de paz, escorando uma enorme pedra que tapava o grande e majestoso rio que vivia na barriga da Serra do Araripe. Criminosos, exploradores, especuladores! A desgraça que se abate sobre esta terra é uma resposta, uma reação aos desmandos... Vocês espremeram nossas águas num estreito e aleijado canal onde lançam seus esgotos e fezes. Queremos a vida de volta! Saiam do caminho, não se oponham à natureza e permitiremos que vivam os que escaparem da provação de hoje!

Naquele momento, a baleia já acordada se esticou como se espreguiçando e se debateu sacudindo a cauda e desgrudando totalmente o corpo da conhecida Pedra da Batateira. Uma nunca antes vista avalanche de água atirou-se com pedras e troncos sobre a região, quebrando o que restava de inteiro, inundando o que ainda estava às vistas, derribando monumentos heréticos, afogando e rasgando corpos de crianças, homens, mulheres, velhos e velhas, todos que estavam no caminho. Cumpriu-se, então, a profecia, e o sertão virou mar...

Ao cabo de trinta e três dias, as águas do rio baixaram, acomodadas que estavam no seu antigo e vasto leito. Peixes alegremente correndo correnteza acima e abaixo...



Foto: Cacá Araújo




Foto: Cacá Araújo

Num raio de pelo menos cinqüenta metros de cada margem restavam sinais da luta divina. Uma criança se aproximou vindo de longe. Achou um tênis que pertencera a alguém, uma chinela que um dia vestiu algum pé, uma camisa pequenina que havia agasalhado um bebê que se fora nas enchentes. Foi andando, brincando, até que ouviu vozes suaves e meigas em coro balbuciando uma cantiga de ninar. Pôs os pés na água, lavou o rostinho sereno e acompanhou o cântico, tendo ouvido, ainda, um último ressonar da baleia que voltara a dormir guardando águas...



Foto: Cacá Araújo




Foto: Cacá Araújo


Cacá Araújo
Professor, Poeta, Folclorista, Dramaturgo, Ator e Diretor de Teatro
Diretor da Cia. Cearense de Teatro Brincante
Crato-Cariri-Brasil,18h31min. do dia 30bde janeiro de 2011.

* Alegoria da lenda cratense da Pedra da Batateira, no contexto da última enchente do Canal do Rio Grangeiro, em Crato-CE, na madrugada do dia 28 de janeiro de 2011, que provocou grandes perdas para a população, não havendo, felizmente, nenhuma morte. Este pequeno conto é um alerta à sociedade e aos gestores públicos, especialmente em níveis estadual e federal, que detém recursos e meios necessários à solução definitiva dos problemas relacionados
ao referido rio.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS - Equipes multidisciplinares continuam em campo orientando e prestando socorro às vítimas


O
trabalho de orientação das famílias nas áreas de risco, retirada e acompanhamento das pessoas está sendo feito por 10 equipes multidisciplinares. 200 cestas básicas estão no Corpo de Bombeiros e começarão a ser distribuídas para os moradores. Cerca de R$ 200 mil serão repassados de forma imediata pelo Governo do Estado para os municípios de Crato e Juazeiro do Norte, que estão com várias áreas afetadas. Serão destinados ao Crato R$ 100 mil, para construção de casas para os desabrigados. O prefeito do Crato, para minimizar a situação, instituiu o aluguel social, no valor de R$ 120,00 para as famílias carentes.


BlogHumor - Pergunta Demolidora - Recebido por E-mail


Um homem estava sentado no avião, ao lado de uma menininha. O cara olhou a criança e lhe disse:

- Vamos conversar? Tenho certeza que a viagem parecerá mais rápida. O que você acha?
A menina, que acabava de abrir um livro para ler, o fechou lentamente e respondeu com voz suave :

- Sobre o que gostaria de conversar?

- Bom, não sei... - disse o homem. - Que tal física nuclear? - e mostrou um grande sorriso.

- Bem,- disse a pequena - Esse parece ser um tema interessante. Mas antes, gostaria de lhe fazer uma pergunta: o cavalo, a vaca e a ovelha comem a mesma coisa: capim, não é mesmo? Porém, o excremento da ovelha é um monte de pequenas bolinhas, o da vaca é uma pasta e o do cavalo é um monte de pelotas secas. Por que o senhor acha que isto acontece?

O cara, visivelmente surpreso com a inteligência da menina, pensou durante uns momentos e respondeu:
- Hmmm, não faço a menor idéia...

E então, a menininha disse:
- Sinceramente, como o senhor se sente qualificado para discutir física nuclear, se não entende de merda nenhuma?

Bom dia, Crato ! - 01/02/2011 - Uma forte chuva caiu sobre a cidade nesta madrugada!


Eram 02:24 quando começou uma chuva de grandes proporções em Crato. No momento em que escrevo, às 03:14, a chuva permanece. Mas não é da mesma intensidade ( nem de longe ) daquela que caiu no dia 28 ( sexta-feira passada ) por aqui. Com trovões e relâmpagos, só poderemos avaliar se causou algum estrago quando o dia amanhecer. Portanto, fiquem ligados no Blog do Crato para outras informações a qualquer momento.

Reunião na Camara de Vereadores

Acontece hoje à partir das 08:00 a primeira reunião da câmara de vereadores do Crato após o recesso de fim-de-ano. A população é convidada a comparecer e prestigiar as sessões.

Previsão do Tempo para Hoje

A previsão para hoje, é de Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.Temperatura máxima de 31 e mínima de 22 graus.

Bom Dia!

Dihelson Mendonça

Cariri e Centro-Sul - Plantão Policial das últimas 24 Horas - Por: J. Lopes


CRATO – CEARÁ:

Bombeiros resgatam corpo de Jovem morto afogado no açude Umari.


O GSU do corpo de bombeiros do Crato localizou na manhã desta segunda-feira (31.01.2011), nas águas do açude Thomaz Osterne de Alencar - o Umari, localizado na zona rural do Crato, o corpo do curado de alumínio Francival Ferreira do Nascimento, 24 anos, que era mais conhecido como Valzinho filho de Tentor. Ele residia na Rua Travessa Altaneira, 57, no bairro Alto da Penha, em Crato. Na noite de sábado (29.01.2011), após ter ingerido bebidas alcoólicas, Valzinho despareceu nas águas do açude do Umari quando passeava em companhia de um amigo em barco momento em veio a desequilibrar e sumir nas aguas. Os bombeiros juntamente com polícia realizaram buscas desde o sábado vindo a encontrar o corpo boiando no final da manhã de segunda-feira. O fato foi comunicado a pericia florense que fez o traslado para necropsia no Núcleo de Pratica Florense Regional do Cariri em Juazeiro.

Crime contra a fauna

A composição da CPA – 5002, pertencente à Companhia de Polícia Militar Ambiental, por volta das 10h27min, do dia 30/01/11, ao verificar a uma denúncia anônima, constata que o profissional autônomo, C. V. S., casado, encontrava-se transportando 10 (dez) pássaros da fauna silvestre em dois 02 (dois) transportes de pássaros. De acordo a polícia, o acusado disse ter adquirido os animais de um romeiro pela quantia de R$50,00 (cinquenta reais). Todo o material apreendido foi apresentado a Delegacia Regional de Policia Civil em Juazeiro do Norte – CE, sendo feito o TCO nº 488 - 63/2011, por infringir ao Art. 29, § 1º, III da Lei 9.605/1998, presente se achava o Delegado de Polícia Civil e com ele o escrivão. Em seguida os mesmos foram deixados na sede do IBAMA, na cidade do Crato – CE.

JUAZEIRO DO NORTE – CEARÁ:

Justiça arquiva processo contra delegado Levi Gonçalves.

A juíza da 2ª vara criminal da comarca de Juazeiro, Dra. Cristiane Magalhães Cabral arquivou o processo que tinha réu o delegado de polícia civil, Levi Gonçalves Leal. O arquivamento se deu a atendimento de pedido do ministério publico. Em sua sentença a magistrada entendeu que a conduta atribuída ao delegado não pode ultrapassar de um peculato de uso. Acrescentado que não houve em nenhum momento a intenção por parte do policial de apropriasse do veiculo apreendido. Ainda de acordo com a juíza, Levi Gonçalves estava com o carro apreendo devido a falta de viaturas na 20ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Juazeiro do Norte, onde o mesmo respondia como titular. No dia 02 de dezembro do ano passado o delegado Levi Gonçalves Leal foi preso em sua residência no Bairro Lagoa Seca em Juazeiro na chamada operação terremoto em Juazeiro sob a acusação de peculato por que estava de posse de carro apreendido pela polícia de Juazeiro. A operação foi solicitada pelo ministério publico e comandada pela polícia federal junto com o delegado da corregedoria da polícia civil.

De posse da sentença da juíza, datada do dia 15 deste mês, Levi Gonçalves convocou a imprensa do cariri para esclarecer que foi vítima de perseguição pessoal por parte do então ex-secretário de segurança publica e defesa social do estado, Roberto Monteiro por não aceita sua ingerência nas investigações do caso do sequestro e espancamento contra o jornalista Gilvan Luiz, fato ocorrido em Juazeiro do Norte.

MISSÃO VELHA – CEARÁ:

Agricultor agredido a pauladas na cabeça.

De acordo com boletim do 2º BPM, enviado a imprensa, ontem (31.01), por volta das 11h00, em Missão Velha-CE, Maria Bezerra do Nascimento, 30 anos, residente no Sitio serra da Mãozinha, naquele município informou a polícia que um homem conhecido pela alcunha de “Ciço Gago” foi realizar uma cobrança ao pai da mesma o Sr. Expedito Antonio do Nascimento, 59 anos, residente no Sitio Açude Velho, o qual explicou que tinha recebido um cheque e que iria trocar para efetuar o devido pagamento, ocasião em que revoltado o acusado apoderou-se de um pedaço disferindo várias pauladas na cabeça da vítima que em seguida evadiu-se do local.

Expedito Antonio sofreu traumatismo craniano encefálico e foi socorrido para o hospital Santo Antonio na cidade de Barbalha-CE onde ficou internado. O fato foi comunicado a polícia militar que compareceu ao local do delito onde colheu os dados para em seguida dirigir-se ao Sitio Quaresma, onde reside o acusado, este que ao ver o policiamento empreendeu fuga correndo pelos fundos da casa, adentrando um matagal.

A acrescenta que no interior da casa de Ciço Gago foi apreendido um revólver marca Taurus, nº 45712, calibre 32, capacidade para 06 (seis) cartuchos, contendo 05 (cinco) cartuchos intactos, sendo dois picotados, sendo a arma apreendida e entregue na DP local para posteriores procedimentos

Homem de 30 anos alvejado a bala por desconhecidos.

Por volta das 21h00, na Rua Afonso Ribeiro, 599, Centro de Missão Velha-CE, mais precisamente no Bar Cantinho dos Amigos, foi vítima de lesão corporal a bala Vicente Pedro Faustino, 30 anos, residente no sítio Terra Nova, naquele município. Segundo a polícia, o crime foi praticado por 02 (dois) homens não identificados ocupantes de uma motocicleta de características não anotadas, que fugiram sem deixar pistas. A vítima foi alvejada no antebraço direito e na coxa direita, sendo socorrida por populares para atendimento médico.

CAMPOS SALES – CEARÁ:

Polícia dois jovem com porcos furtados.

Na madrugada de hoje (01) a policia militar de Campos Sales ao realiza rondas pelo centro desta cidade, foram informados por um popular de que na Av. Francisco Veloso de Andrade, no Bairro Guarani, dois jovens transportavam a pé dois porcos. Os militares se deslocaram até o local constataram a veracidade do fato e identificaram os suspeitos Francisco Marcelo dos Santos Nogueira, 20 anos de idade, domiciliado nas Casas Populares do Bairro Poço, e Jedalias De Souza Silva, 21 anos de idade, domiciliado à Rua Redenção, Bairro Poço, este ainda estava armado com um facão. A polícia informa que os dois disseram que iriam vender os animais, mas logo confessaram que furtaram do quintal de uma residência, Bairro Aparecida, em Campos. Os mesmos juntamente como, porcos foram levados a Delegacia de Polícia Civil local para os devidos procedimentos.

ICÓ – CEARÁ:

Adolescente morre afogado no rio Salgado.

Ontem (31.01), por volta das 16h00min, o estudante WEBSON GUIMARAES DA SILVA, 14 anos, solteiro, estudante, natural de São Paulo/SP, filho de Isabel Guimarães de Almeida e Francisco Sales da Silva, residente no Sitio Morada Nova, Icó/CE foi vítima fatal de afogamento.

Populares informaram a polícia que o menor, teria caído no Rio Salgado e desaparecido. Por volta das 18h30min, o corpo foi encontrado por populares no leito do referido Rio, de onde foi levado para o Hospital Regional de Icó/CE.

BODOCÓ - PERNAMBUCO:

Motociclista tem cabeça esmagada em colisão de veículos na PE-545

Um motoqueiro morreu durante colisão envolvendo um caminhão auto carga e uma motocicleta no final da tarde de ontem (31.01). O acidente ocorreu por volta das 18h00min na Rodovia Estadual PE-545, altura do KM 64 no perímetro urbano de Bodocó – PE, tendo como vítima Francisco Antônio Ferraz, 46 anos, que residia no Sítio Caracuí, zona rural de Ouricuri – PE. Ele trafegava conduzindo a motocicleta Honda CG-125, placa KLD-7952/PE no sentido Bodocó/Ouricuri, quando colidiu na lateral do caminhão baú VW, modelo 23210, placas MPK6887/PE que trafegava sentido contrário. No acidente a vítima não resistiu e teve morte de imediato, ficando com parte do corpo decepado, inclusive a cabeça completamente esmagada. O corpo foi removido para o Hospital municipal de Bodocó – PE. Já o condutor do caminhão envolvido no acidente Anísio Lima da Silva Filho, motorista, 42 anos, natural de Olinda – PE, permaneceu no local do acidente até a chegada da polícia e foi conduzido a DPC local por homicídio culposo. (BO nº 0026/11)

SANTA CRUZ – PERNAMBUCO:

Assalto a mão armada, estabelecimento comercial é assaltado na tarde de ontem

Quatro elementos armados invadiram e assaltaram uma loja na tarde de ontem. A ação criminosa aconteceu por volta das 12h30min de segunda-feira (31/01/11) na Praça Jair Galvão, centro de Santa Cruz – PE. 04 (quatro) elementos armados utilizando 02 (duas) motocicletas, sendo que dois dos permaneceram nas motos e outros de armas em punho desembarcaram adentraram no estabelecimento comercial, Loja Eletromil onde deram voz de assalto. Segundo as funcionaras Ana Cléia Cardoso, 27 anos e Maria das Graças Gomes Bezerra, 43 anos, os assaltantes ficaram com uma no caixa e conduziram a outra para os fundos da loja e após subtraírem todo dinheiro do caixa, quantia não revelada, fugiram tomando destino ignorado. A PM tomou conhecimento do fato através de um moto táxi e realizou diligências, mas não obtiveram sucesso. Ficando o caso registrado na DPC local. (BO nº 0012/11).

Por: J. Lopes - Repórter Policial do Blog do Crato e Chapada do Araripe OnLine
PROIBIDA A REPRODUÇÃO

Manifestações tomam conta de países do mundo árabe


Os protestos no mundo árabe visam instalar uma verdadeira democracia, com eleições que levem realmente em consideração a vontade da maioria. Os países da região são conhecidos pela falta de liberdade de imprensa e pensamento e por governantes que se perpetuam no poder.

Os egípcios, por exemplo, se mostram cansados de tanta corrupção. Eles querem a saída imediata do ditador Hosni Mubarak, ex-comandante das Forças Aéreas do país, que está há três décadas no poder. A extrema pobreza faz com que as reivindicações por mudanças sejam maiores. Cerca de 40% dos egípcios são obrigados a viver com menos de US$ 2 por dia. O desemprego está em um nível assustador, muito acima do encontrado em países emergentes que passam por um bom momento econômico, político e social. Não se sabe até onde essa indignação vai parar. "As massas árabes estão frustradas e zangadas, em toda parte", disse o secretário-geral da Liga Árabe, Amr Moussa, ao jornalista da Folha Clóvis Rossi, deixando claro que o incômodo não se restringe a somente alguns países.

Seja como for, o mundo espera que as reformas, caso realmente ocorram e onde venham a ocorrer, resultem em avanços para todas as pessoas que por lá vivem.

LÍBANO

O Hizbollah e seus aliados deixaram o governo de coalizão do ex-premiê Saad al Hariri em 12 de janeiro pela resistência dele em desautorizar o tribunal da ONU que deve indiciar integrantes da milícia xiita por atentado que matou, em fevereiro de 2005, seu pai, o ex-premiê Rafik Hariri. Sem força, com a imagem desgastada, Saad Hariri renunciou à negociação para formar um governo de união nacional. Ele anunciou a sua decisão aos meios de comunicação depois de se reunir com o presidente, Michel Suleiman.

BRUNO TORANZO
DE SÃO PAULO ( Folha.com )


Edições Anteriores:

Dezembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 30