xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 01/11/2010 | Blog do Crato
.

VÍDEO - Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

01 novembro 2010

Projeto “Com Arajara em Ação Não Se Encontra Lixo no Chão”

Articulação entre instituição de ensino, ONG e comunidade estimula cidadania ambiental

Uma parceira entre o Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia IFCE - Campus Crato e o Instituto Arajara - IA vem mantendo desde outubro último um projeto de ação ambiental para coleta de resíduos sólidos urbanos que são lançados inadequadamente e com danos ao meio ambiente no entorno da Chapada do Araripe, Região do Cariri, notadamente nas proximidades do distrito de Arajara, em Barbalha. A população local, neste sentido, é estimulada pelo projeto a destinar o lixo para um posto de coleta em troca de acesso ao Arajara Park. A ação acontece sempre aos sábados, a partir da 10 horas da manhã na entrada do referido parque. O lixo é recebido por monitores selecionados dentre alunos do IFCE e da Escola Antonio Costa Sampaio, localizada na comunidade. A coordenação do projeto é da professora do IFCE Francinilda Araújo Pereira.

Não perca a oportunidade de se divertir e exercer sua cidadania no que diz respeito ao meio ambiente.

Fonte: IFCE – Campus Crato

Filme "Nosso Lar" - Maior decepção da história... ( pra mim ) - Dihelson Mendonça


Design futurista, faltam só as naves espaciais...

Meus amigos, eu não sei vocês, mas após dias de espera, finalmente eu tive o desprazer de assistir ao filme "Nosso Lar". A minha impressão sobre ele, é que é um dos piores filmes já realizados. Uma perda de tempo e dinheiro fabulosos. O filme parte de um livro do médium Chico Xavier, que relata como seria a vida após a morte, a nossa morada celestial, o nosso lar.

Vou resumir da seguinte forma: Se o Céu for da forma retratada no filme, eu prefiro ficar aqui na terra pela eternidade. Pra começo de conversa, no filme, o céu, ou "o nosso lar" é retratado como um lugar extremamente entediante. Não acontece absolutamente nada. Pensa aí, você passar a eternidade vestindo com um camisão dos pés à cabeça, sem P. nenhuma pra fazer durante o dia inteiro, apenas sentados nos gramados verdes ao sol, com uma cara de beatos sorridentes ( Ou hebefrênicos ) enquanto espera o próximo bonde que vai traze-los de volta à terra para mais uma missão, e assim segue infinitamente ?

É puro delírio do Chico Xavier, um sonho, imaginar um céu tão terrível quando aquele. Um céu cheio de macas de gente ensanguentada...Eu só percebi mais a fraude da estória toda quando acontece uma cena grotesca: Um concerto de um aorquestra de cordas à beira de um lago, violinos belos, tocando uma peça clássica. De repente, um louco no meio do recital começa a gritar às margens do lago, aparentemente sem interromper os músicos. Eu pensei "Para mim que sou músico, isso não é um céu, é um inferno! Onde já se viu gritar no meio do concerto tirando a concentração ? Só quem não entende NADA de música poderia ter elaborado uma coisa dessas.

E as loucuras nao param por aí: No Céu tem hospitais, com gente que chega lá doente ( não me pergunte que remédios eles usam lá e aonde fabricam - Farmácia ??? ). E se esses pacientes não resistirem eles morrem de novo ?

Outro absurdo: Sabe-se que as crenças evoluem de acordo com o padrão da ciência e tecnologia. Pois bem, o cenário do filme lembra mais um daqueles planetas de outras raças dos filmes de Jornada nas Estrelas, só que o de Jornada é mais bem elaborado, e as sociedades funcionam melhor. O cenário do filme é futurista, falta só aquelas navezinhas decolando, como em O JUIZ de Stallone. Aliás, o filme é tão ruim, porque não há um herói. Nas cenas do pourgatório, a gente espera até chegar um Bruce Willis e salvar a humanidade, com uma escopeta, mas isso não acontece.

E os computadores ? Tem notebooks no Céu, vocês sabiam ? Tem sim! - Agora se é DELL ou ACER, HP, eu nao sei, porque nao deu pra ver direito. Só que o sistema deles não é nem Windows XP, só tem 2 arquivos, você chega no Cybercafé celestial aonde tem um monte de gente, e se senta à mesa, e alguém vem ligar seu monitor de LCD ( que chique ), pra você ver seu passado ( pode ser um Blue-Ray passando ).

Resumindo: O Filme é uma droga, uma caricatura de filme. Qualquer filme tem o direito de ser melhor do que "Nosso Lar". Aquilo ali é apenas um devaneio de Chico Xavier adaptado ao futurismo. Lembrando-me agora de uma cena em que dizem que lá nao se usa dinheiro pra conseguir as coisas, mas ao mesmo tempo, tem uma família que há 18 anos batalhava pela casa própria, cara, isso é pior do que consórcio e o BNH.

To fora, de tanta mentira!
OH FILME RUIM, MEU IRMÃO !!!
Vale a pena assistir, só pra constatar os inúmeros absurdos, e além do mais, como sempre acontece, não explica nada de nada. Falam com metáforas vazias, que é pra cada um dar a sua interpretação.

Por: Dihelson Mendonça

A Grandeza de Dilma no Discurso de Eleita - Por: Dihelson Mendonça


Em seu primeiro discurso como Presidente do Brasil, Dilma Rousseff ousou, e teve a grandeza que muitos fanáticos do PT não aprovariam: A de respeitar as diferenças de opinião partidária. Disse com todas as letras, que estende a mão agora a todos aqueles que não votaram nela no primeiro e no segundo turno, e que é, a partir de agora, presidente de todos os Brasileiros, independente de religiões, raças, e convicções políticas. Disse ainda que pretende honrar TODOS os compromissos de campanha ( que são muitos ), e sobretudo, erradicar a miséria do Brasil. Da nossa parte, esperamos que Dilma Rousseff possa cumprir aquilo que prometeu ao país, pois hoje o Brasil é um país dividido e quase METADE da população não votou nela, nem acreditou em suas propostas. É nossa esperança que a Dilma saiba honrar o cargo que irá ocupar, e os compromissos que assumiu perante a nação brasileira.

A segurança com que falou no discurso inicial, não dá margem a revanchismos arcaicos, nem às infelizes perseguições que alguns têm nutrido pela oposição nos últimos tempos no Brasil. Pelo contrário, Dilma enalteceu o papel da IMPRENSA, da denúncia que serve de alerta, da Liberdade de Opinião e da pluralidade de pensamentos.

À Dilma Rousseff, desejamos toda a boa sorte nesta empreitada. Que o Brasil possa se desenvolver, sobretudo, com responsabilidade e garantindo a sustentabilidade, perante as nações, e que seu governo seja implacável contra a corrupção, que como um câncer, se alastrou pelos bastidores do poder na era Lula, com ou sem a sua conivência.

De certo modo, a chegada de Dilma Rousseff ao poder, representa o fim da era Lula, do eterno culto à personalidade, da megalomania de um homem que entrou humilde no palácio, resvalando até no Nobel da Paz, mas sucumbiu, beijando os sapatos de sanguinários ditadores da América latina. O fim do fanatismo ao "apedeuta" e as estultícies declaradas ao pé de balcão de bar, representa uma nova era que há de ser erguida de diferentes maneiras, trazida pelas mãos de uma mulher forte, que fala com grande determinação. Enquanto o Lula, revanchista e anti-democratico por natureza, pregava o desejo de ERRADICAR a oposição do Brasil, Dilma Rousseff, de forma inteligente, estende-lhes a mão e raciocina num governo de conciliação nacional. Sabe que o Brasil de hoje, é um país dividido, com mais de 50 milhões de cabeças que não a aprovaram à presidência da república. E assim, tem na sua vitória e sobretudo no primeiro discurso, um caráter muito mais democrático e firme do que foi o discurso do Lula, fazendo-nos crer que já raia de forma ainda tímida, porém esperançosa, a liberdade no horizonte do Brasil.

Dihelson Mendonça

CRATO: O SOM E A MAGIA DA CHAPADA ENCANTADADA-Por Wilson Bernardo.

I MOSTRA INSTRUMENTAL...Sábado à noite. Temperatura amena e os amantes da boa música, com certeza fizeram uma breve limpeza sonora de tanta emporcalhada que se toca nas rádios e nos chamados paredões de forro que se escuta goela abaixo, como falta de escrúpulos e por falta de educação musical dos sertanejos de plantão. A mostra instrumental, evento paralelo ao Festival Cariri da Canção, muito significativo e plenamente sensível à qualidade que é e o que temos de bons músicos, tanto no popular como no erudito. Esperamos que essa iniciativa se prolongue aos anos seguintes, pois não se vê tamanha qualidade de eventos em um estado totalmente dominado pela má qualidade de música dos forrozeiros de plantão.

Di Freitas e um trio em busca de sons plenamentes do cariri

O som emana de todos os seres inanimados e cabaças contemplativas de Sertões

Orquestra da Sociedade Lírica do Belmonte

A leveza dos sons e a plasticidade do clássico,contradiz com a rudeza das enxadas contemplativas de roçados, na construção dos grãos musicais

A formação do que se planta é uma luz suprema,concebida aos deuses da música plena,em que senhores e crianças,concubinam partituras infindáveis de substancias magicas.
Dihelson Mendonça, quando se encontra a perfeição, o homem transluda-se de seres iluminados

Infinitamente, o criador esta bem próximo das partituras milenares do cariri encantado de floras e sons de cascatas

O que seria a raiva é plenamente orgasmo multiplicados pelo lúdico som,de um mundo bem próximo dos senhores deuses quando o maestro, reinventa o simples no belo.

Wilson Bernardo (Texto & Fotografia)

Breve reflexão sobre o 2º turno das eleições presidenciais – por Armando Lopes Rafael


Os números não mentem

Dilma Rousseff teve 56% dos votos neste 2º turno! Certo? Errado!

O Brasil tem 135.804.433 eleitores.
Neste domingo compareceram para votar 106.604.687 (78,5% do total de eleitores inscritos)
– Dos 78,5% que compareceram, 55.752.092 eleitores votaram em Dilma (41% do eleitorado total)
Ou seja, 59% dos eleitores brasileiros não votaram em Dilma Rousseff, como demonstraremos abaixo:

– 43.710.422 eleitores votaram em José Serra (32% do total de eleitores)
– 29.194.356 eleitores se abstiveram de votar (22% do total de eleitores)
– 4.689.310 eleitores anularam o voto e 2.452.591 eleitores votaram em branco ( nulos e brancos representaram 5,25% do total dos eleitores)
Em síntese dos 135.804.433 eleitores inscritos, 80.052.341 eleitores não votaram em Dilma Rousseff.
PS – Se eu estiver errado, por favor corrijam-me...

Como bem escreveu José Maria Pemán, um brilhante intelectual espanhol, no livro "Cartas a um céptico sobre as formas de Governo":

"Em princípio, não há processo de designação mais contrário à essência da magistratura suprema do que o eleitoral: deve ser uma magistratura para todos – e é eleita por um partido; deve ser um poder imparcial e sereníssimo – e nasce das paixões da luta; deve ser um símbolo unanimemente respeitado – e expõem-no durante o período que precede a sua ascensão, que é o do combate eleitoral, a todos os embates da crítica, da discussão, da caricatura e do libelo" (Edições Gama, Lisboa, 1941, p.71).

Outra curiosidade:
Dilma Roussef será a 34ª ou 40º Presidente da República? Afinal, quantos Presidentes da República o Brasil já teve? Os jornais já perderam a conta e cada um cita um número diferente, segundo o critério adotado para a contagem.
Se quiserem colocar todos os que ocuparam o governo por qualquer tempo, e com qualquer título, seriam mais de 50. Novamente os jornais erraram. É evidente que os 15 anos da ditadura de Getúlio Vargas têm que ser contados. Ele não foi eleito uma só vez nesse período, mas foi incontestavelmente o “presidente da república”.

Também não podemos arbitrariamente retirar os que dominaram o Brasil de 1964 a 1985, só porque se apossaram do País arbitrariamente. Da mesma forma não há como não incluir os que ficaram no Poder de passagem, interinamente ou como Junta Militar, em 1969 quando o Brasil teve 3 presidentes, cada um representando o Exército, a Marinha e a Aeronáutica. Considerando tudo isso, o número de presidentes do Brasil passaria de 50...

Texto e postagem de Armando Lopes Rafael

Bom Dia, CRATO ! - O Sol Brilha alegre e Feliz em Crato, para desespero de alguns...


Amanhecer na Chapada do Araripe

Amanhecer em Crato, visto da Chapada do Araripe

Contrariando a expectativa de alguns "intelectualóides de plantão", que achavam que aqui no Crato, hoje o Sol não iria nascer, com a vitória da presidente Dilma Rousseff ( rs rs rs ), confirmo que o dia está muito mais radiante, mais belo do que nunca, sem qualquer sinal de tristeza no ar, afinal, antes de pensarmos na vitória de Dilma, a quem nada temos contra, pois nem assumiu a pasta, temos a vitória pessoal da cidade do Crato como um todo, por estarmos no rumo certo, nos caminhos do desenvolvimento, num ambiente que enaltece a cultura e as artes, e sobretudo, por termos pessoas equilibradas que lutam por melhores dias, realizando um governo para todos, ao contrário das "bocas tronchas", que teimam em deturpar a verdade com a poeira das suas mentiras. Mas...de que adianta o frio de alguns ante o calor do próprio SOL ?

Aos apostadores do caos, dedicamos esta música que simboliza a luta de todos por um mundo melhor. Um mundo formado por cidadãos de bem, e não dos que apostam no "quanto pior, melhor". E um aviso aos navegantes: A luta está apenas começando...

Novo Tempo

Composição: Ivan Lins / Vitor Martins

No novo tempo, apesar dos castigos
Estamos crescidos, estamos atentos, estamos mais vivos
Pra nos socorrer, pra nos socorrer, pra nos socorrer
No novo tempo, apesar dos perigos
Da força mais bruta, da noite que assusta, estamos na luta
Pra sobreviver, pra sobreviver, pra sobreviver
Pra que nossa esperança seja mais que a vingança
Seja sempre um caminho que se deixa de herança
No novo tempo, apesar dos castigos
De toda fadiga, de toda injustiça, estamos na briga
Pra nos socorrer, pra nos socorrer, pra nos socorrer
No novo tempo, apesar dos perigos
De todos os pecados, de todos enganos, estamos marcados
Pra sobreviver, pra sobreviver, pra sobreviver
No novo tempo, apesar dos castigos
Estamos em cena, estamos nas ruas, quebrando as algemas
Pra nos socorrer, pra nos socorrer, pra nos socorrer
No novo tempo, apesar dos perigos
A gente se encontra cantando na praça, fazendo pirraça



BOM DIA!
Temperatura local, 27 graus, sol com algumas núvens, umidade relativa do ar, 60 por cento na Vilalta.

Romaria aumenta voto justificado em Juazeiro


Frade Capuchinho, Moisés Siqueira Morais, veio do Piauí para participar da Romaria de Finados na terra do Padre Cícero. A fé falou mais alto e ele justificou o voto - FOTO: ELIZÂNGELA SANTOS. No início algumas filas, mas depois tudo ficou tranquilo - FOTO: ANTÔNIO CARLOS ALVES - A obrigação de votar ficou em segundo plano para muitos romeiros em Juazeiro do Norte que justificaram o voto.

Juazeiro do Norte. O dia em que a fé venceu a cidadania. Para grande parte dos romeiros do Padre Cícero, que vieram passar a Romaria de Finados na cidade, não houve qualquer negociação. A fé em primeiro lugar. Mas o dever de cidadão de justificar o voto foi soberano. No Colégio São Francisco, no Bairro Franciscanos, área onde se concentra a maior quantidade de eleitores, mais de cinco mil, mesmo tranquila, foi representativa a movimentação de eleitores para justificar o voto, neste segundo turno das eleições presidenciais.

Grande parte dos romeiros veio de Pernambuco, Sergipe, Maranhão e até a Bahia. No fim da tarde de ontem, era maior a movimentação na cidade, com a chegada de caminhões paus-de-arara e ônibus. Muitos deixaram para votar ainda cedo, nas localidades mais próximas de Juazeiro e se deslocaram de suas cidades, para aproveitar mais a romaria.

O dia de votação esteve dentro do previsto pela Justiça Eleitoral. Poucas filas e somente o trânsito na cidade, principalmente, na área onde o material de apuração tinha que passar, até chegar ao prédio da Justiça Eleitoral, no Bairro da Matriz. Juazeiro do Norte é o Município do interior do Estado que concentra o maior número de eleitores, fora da Capital e as cidades metropolitanas de Maracanaú e Caucaia. A segurança, nos últimos dias, foi reforçada para atender à romaria e às eleições.

Segundo o juiz da 28ª zona eleitoral, José Mauro Lima Feitosa, houve uma tranquilidade bem maior em relação ao primeiro turno. Também não foram registrados problemas técnicos. Segundo ele, mesmo com a quantidade de romeiros na cidade, a perspectiva era de que viessem mais fiéis de suas localidades nesse período. Ele considerou pouca a movimentação. Poucas filas para votar. Era assim em praticamente todos os locais da cidade, mesmo os que registram maior número de eleitores. Nos Salesianos, a segunda área de concentração de votantes, também esteve tranquila durante o dia. Na seção 217, segundo um dos mesários, o número de justificativas até o meio-dia era de 40. Muitas pessoas deixaram para justificar o seu voto principalmente à tarde.

A agricultora do Estado de Sergipe, Iracema Farias, de 55 anos, justificou o seu voto pela primeira vez para não quebrar a promessa que fez para o filho, José Waldo Pedro Farias dos Santos, de 28 anos. O frade capuchinho Moisés Siqueira Morais deixou para o início da tarde a sua justificativa. Veio do Piauí para passar a Romaria de Finados no Município. "Acho que a romaria está em primeiro lugar para as pessoas. Pelo menos, vejo uma boa movimentação no santuário". Por volta das 11 horas, a primeira-dama do Estado, Maria Célia, acompanhada do governador Cid Gomes, votou na AABB, no Bairro Lagoa Seca. Eles estiveram no local, acompanhados do filho do governador, Rodrigo. Políticos e correligionários de partido também estiveram no local.

Enquete

"Essa eleição atrapalhou a romaria em Juazeiro. Muita gente deixou de vir logo, para ter que votar"

Miguel Hilário dos Santos
Agricultor

"Tenho um grande prazer de votar. Só justifiquei voto uma vez, mas sempre estou votando em Juazeiro"

Ivonete Francisca Targino
Dona-de-casa

ELIZÂNGELA SANTOS
Repórter do Diário do Nordeste

Colaboradora do Blog do Crato e Chapada do Araripe OnLine

CRATO - Novamente, a Capital da Cultura Caririense !


NE - Contrariando a pequenez de alguns intelectualóides de plantão, que criticam o progresso da nossa cidade, mas não conseguem apontar uma só falha nas políticas culturais do município, aqui está mais uma vez a reprise desta matéria, atendendo aos pedidos de André Marques, Janaína e Erik Lacerda.

Uma cidade que cada vez mais, respira Arte, Cultura e é reconhecida no Brasil


Crato - Ceará - Festival da Canção - original - 4033508027

Acreditar em nossos valores, investir na cultura popular e nas tradições:

Img_6228 - original

Uma cidade que até pouco tempo, vivia de memórias, e hoje vê grandes realizações

Dsc03661 - original

Festas Populares...

Crato - São João Festeiro - original - 3638482020

Intercâmbios culturais...

Crato - São João Festeiro - original - 3638485082



Crato - Praça da Sé - Por Dihelson Mendonça - original

Valorizando os Artistas Regionais

DSC_0127 copy 600

Dando-lhes Espaços e Prêmios! - Assim se valorizam os Artistas...

DSC_0037 copy 600

Apoiando iniciativas...

Img_9609 - 600




Nas tradições, na história do nosso povo...

Image8 - original - 3848178198

Nas tendências artísticas dos nossos jovens...

DSC_0036 copy 600


Apoiando eventos que ressaltam as datas comemorativas do município



Crato - São João Festeiro - original - 3637667387


IMG_8151 - original


Crato - Ceará - Festival da Canção - original - 4034261872

O Nosso quartel-General da Cultura, O Centro Cultural do Araripe:

Centro Cultural do Araripe - Dihelson Mendonça - Crato - original

Biblioteca Municipal...

IMG_3592 - original


Através do muito que se tem feito em prol das artes e da cultura nos últimos tempos, a cidade de Crato, no Ceará, volta a ocupar o espaço que antes possuía, e se consolidar definitivamente como a capital da cultura regional. Os grandes investimentos dos últimos anos direcionados em resgatar eventos que já haviam desaparecidos do mapa, e apenas lembrados pela memória coletiva, como os festivais de Música, o Salão de Outubro, o nosso tradicional Carnaval de Rua, as datas festivas, além da valorização dos nossos artistas, seja pela abertura de inúmeros espaços culturais, seja pelo incentivo direto, comprovam este fato.

A considerar-se primeiramente que até o ano de 2003, final da gestão do prefeito anterior, Crato não dispunha mais sequer de uma secretaria de Cultura, num total processo de decadência e falência dos aparelhos culturais, não possuindo um único teatro no município, a não ser o "Rachel de Queiroz", que era da iniciativa privada, e hoje, pelo contrário, dispõe de inúmeros mecanismos criados ou concluídos na atual gestão, como o Espaço Cultural do Araripe, que reúne em suas dependências: Anfiteatro, Pinacoteca, Biblioteca, amplos espaços de manifestações culturais para a população, além do excelente Teatro Municipal Salviano Saraiva, onde toda semana acontecem eventos importantes para o município, é que cremos que finalmente, o Crato está no rumo certo das grandes cidades do país que buscam uma melhor integração ao mundo moderno, sobretudo quando se sabe que valorizar as artes e a cultura de um povo, é investir no ser humano.

Quando vemos hoje nossos jovens felizes, apresentando seus primeiros trabalhos no Festival da Canção Estudantil, e sendo estimulados e reconhecidos com premiações importantes aos vencedores; Quando assistimos ao Festival Cariri da Canção Nacional - Elogiadíssimo pelos participantes de vários estados da federação que aqui vêm desfrutar do congraçamento de culturas, da troca de conhecimentos, além do justo reconhecimento em artigos publicados em diveros sites e Jornais do País; Quando vemos a criação de uma Mostra de Música Instrumental, que tende a se transformar num Festival de Jazz do Crato, evento impensável em anos anteriores; Quando vemos o retorno dos Salões de Outubro, marcantes nos anos 70 e 80; Quando vemos o apoio dado pela secretaria de cultura do município a diversos eventos culturais da cidade, e as parcerias feitas com mecanismos tradicionais de Arte e Cultura, como o Centro Cultural Banco do Nordeste, SESC, SEBRAE, SECULT, MINC; Quando vemos a nossa Secretária de Cultura Danielle Esmeraldo em Brasília, lutando por recursos junto aos ministérios para conseguir realizar todos os eventos, é que chegamos à conclusão que nunca se fez tanto pelas Artes e pela Cultura do Crato quanto nos últimos 4 anos. É verídico dizer que os eventos acontecidos nos últimos 4 anos, seja em volume e em qualidade, superam os 20 anos anteriores.

De modo que nós, enquanto artistas Cratenses, nos sentimos muito felizes em ver nossa cidade se desenvolvendo. Em vermos no dia-a-dia, no corpo-a-corpo, que temos uma secretaria de Cultura que realmente funciona e que faz jus à Crato - Capital da Cultura. Uma secretaria que hoje é elogiadíssima nos 4 cantos desse país pelos artistas que aqui vem se apresentar cada vez mais, trazendo um pouco do Brasil para o Crato, e levando um pouco do Crato para o resto do Brasil.

Há muito o que se investir ainda em Arte e Cultura, decerto, mas vendo sob uma retrospectiva, muito avançamos nos últimos tempos. Quem mora no Crato e acompanha como nós a luta incansável das pessoas ligadas às artes, em tentar cumprir a meta de um calendário cultural anual que já se dispõe no município, há de reconhecer esse trabalho. E é por uma questão até de justiça que devemos louvar e ressaltar aqui, o reconhecimento que a Secretaria Danielle Esmeraldo vem obtendo, por dedicar-se a uma causa tanto nobre quanto difícil, que é realizar em 4 anos aquilo que não se fez em 20 anos anteriores, e sobretudo, garantir que os princípios que norteiam o Crato rumo a um futuro de desenvolvimento regional seja consolidado para as gerações futuras. As centenas de artistas envolvidos em todos os projetos, e os milhares de Cratenses e Caririenses que prestigiam os eventos realizados, com certeza, estão muito satisfeitos em ver uma cidade renascer das cinzas de um passado distante e glorioso, uma cidade que até pouco tempo, vivia de memórias, e aqueles que a promovem hoje, pelo empenho e a dedicação, deixarão o nome gravado em alto relêvo nos hall dos que constróem um Crato, celeiro de artistas e de criatividade, nos céus da Arte e da Cultura brasileiras.

Parabéns à Secretária de Cultura Danielle Esmeraldo, pelo muito que se tem feito em Arte e Cultura. Parabéns também ao Prefeito Samuel Araripe, que apesar das poucas verbas do município, da imensa queda de repasses federais e estaduais, nunca deixou de acreditar que
investir em Cultura, é garantir um futuro digno para a população do Crato.

Parabéns à Secretária de Cultura do Crato, Danielle Esmeraldo, pelo muito que tem feito, pelo tempo integral de dedicação a realizar em apenas 4 anos, o que não se fez em décadas anteriores.

Danielle Esmeraldo - Por Dihelson Mendonça - original


Texto: Dihelson Mendonça
Fotos: Dihelson mendonça, Wilson Bernardo, Cacá Araújo

ALMANAQUE - Dia 1 de novembro de 2010 - Por: Meirinha

ALMANAQUE

1 de novembro:

* 1501 - Os portugueses descobrem a Baía de Todos os Santos, no litoral brasileiro.
* 1755 - Ocorre o Terramoto de Lisboa, que destrói a cidade e grande parte do Algarve.
* 1897 - Nicolau II da Rússia assume o trono do Império Russo, passando a ser o último czar antes da Revolução Bolchevique.

Nasceram neste dia...

* 1636 - Nicolas Boileau, poeta francês (m. 1711).
* 1889 - Philip Noel-Baker, político, diplomata e atleta britânico (m. 1982).
* 1945 - Gilberto Braga, noveleiro brasileiro.

Morreram neste dia...

* 1700 - Rei Carlos II de Espanha (n. 1661).
* 1894 - Alexandre III da Rússia (n. 1845).
* 1987 - René Lévesque (na imagem), estadista canadense (n. 1922)

Fonte: Wikipedia

Edições Anteriores:

Setembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30