xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 27/07/2010 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

27 julho 2010

Câmera Atenta - Fogo no Canavial - Crato

OK. E o que seria esse fogo no canavial próximo ao posto palmeiral avistado na tarde de ontem, 27 de julho em Crato? Seria um Incêndio ou apenas uma simples queimada ? de qualquer modo, fica registrado aqui que nada passa despercebido às lentes das câmeras atentas do Blog do Crato.

foto no canavial 01

O que seria esse fogaréu aí em pleno canavial ?

fogo no canavial 02

Visto da Rua Paulo Elpídio, na Vilalta

Fotos: Dihelson Mendonça

SOBRE O PARQUE ECOLÓGICO DO SITIO FUNDÃO - Por: Wilton Dedê


Acompanhei nos últimos dias as varias manifestações de setores da imprensa e da sociedade cratense, incluindo alguns visitantes que estiveram no Stand da SEMACE na Expocrato, os quais fizeram cobranças e elogios aos encaminhamentos dados pelo órgão em relação à administração e qualificação do Parque Estadual do Sítio Fundão. Muitos porém, acusando negligência do Estado e cobrando informações acerca do processo de implantação daquela Unidade de Conservação.

Como cidadão cratense, interessado em esclarecer tais fatos, procurei informações na SEMACE e na SECULT sobre o processo, que agora repasso, para que a população cratense fique melhor informada.

De início informo que a SEMACE, escritório do Crato, tem todas as informações necessárias sobre o processo de implantação do referido Parque. Qualquer cidadão cratense pode se dirigir ao escritório daquele Órgão que será atendido em qualquer indagação acerca do processo do Sítio Fundão. Inclusive, a partir de 1º de junho foi nomeado como Gerente do Parque, o professor Mardineuson Sena.

O processo de aquisição da área, bem como de criação do Parque Ecológico do Sítio Fundão, foi um projeto apresentado e aprovado pelo Governo do Estado, na gestão do então Presidente do Conselho de Políticas e Gestão do Meio Ambiente, André Barreto, ainda em 2008.

Quanto às construções previstas para o Parque, informo-lhes que houve a assinatura da Ordem de Serviço pelo Governador Cid Gomes, em junho de 2009, como é do conhecimento de todos, no entanto, a empresa contratada nunca iniciou as obras previstas. Inicialmente, a empresa argumentou a falta de ligação de energia elétrica, fato sanado com a intervenção do próprio Governo do Estado, mas ao final demonstrou total desinteresse na realização do projeto, fato que independe da vontade dos órgãos envolvidos. No momento as obras previstas estão sendo discutidas dentro do órgão com o posterior encaminhamento para outra empresa.

Pelo projeto seriam construídos: Um prédio para a CPMA (Polícia Ambiental), uma sede para a Unidade de Conservação/SEMACE, uma casa para o Gerente do Sítio Fundão, um estábulo para cavalos da CPMA, galpão garagem para máquinas/veículos, um espaço multiuso com auditório e alojamentos.

Neste espaço de tempo, a SEMACE recebeu uma demanda da SECULT, informando que estava em análise um pedido de tombamento da casa, do engenho e da barragem. O pedido foi feito pelos ambientalistas, professor Eldinho Pereira da Silva e Miralva Ferreira Guedes da Silva (ver pareceres dos processos 07106346 3 e 07272650 4, da SECULT - CE), sendo também alertada sobre as possibilidades de impacto ambiental causado pela quantidade de intervenções físicas no Parque.

Observem que o Órgão (SEMACE), por força de Lei, não tem poderes para intervir nestes imóveis enquanto durar o processo de tombamento que também envolve o COEPA e o IPHAN. No entanto, continua a buscar uma solução rápida para a questão.

A SEMACE, de forma tempestiva, acatou a demanda e está reestudando o projeto, de forma a diminuir ao máximo as intervenções físicas e outros impactos considerando os fixos e fluxos que poderão ser instalados na Unidade de Conservação. Foi pedido o desmembrando de dois itens do referido projeto como forma de agilizar a liberação do Parque à comunidade:
I - Abertura das trilhas (cujo mapeamento já está pronto)
II - Sinalização do Parque para facilitar/orientar a visita.

Insisto na informação daqueles que procuram outros meios (rádios, jornais, blogs) para falar sobre o assunto, que a SEMACE, escritório do Crato, tem todas as informações necessárias sobre o processo de implantação do Parque Estadual Sítio Fundão, e que estas informações estão ao alcance de todos. Procurem o Professor Mardineuson, gerente do Parque. Lembro ainda que todos os processos de Governo são públicos e podem ser acessados por qualquer cidadão através da Internet.

Quanto à proibição de visitas, informo-lhes que o processo envolve a Promotoria Pública do município do Crato e, segundo o próprio Promotor, “é uma questão de segurança do Parque e das pessoas”. Mas com o envio de documento, ressaltando os objetivos da visita, a autorização pode ser expedida pela gerência do Parque, mediante a viabilização e o acompanhamento por parte da CPMA, sempre no turno da manhã.

As dúvidas podem se tiradas com a Gerência de Unidade de Conservação (88) 8844 5750 e (88) 3102 1288. E as que não forem tiradas em Crato podem ser dirigidas à Sra. Elisabete Romão, Coordenadora Florestal, na SEMACE Fortaleza, à qual está vinculada a Unidade de Conservação Parque Sítio Fundão, pelo telefone (085) 3101-5546.

Um abraço

Wilton Dedê

Falta Formação Inicial e Continuada para nossa Polícia - Por Maria Otilia

Pesquisando na internet, encontrei uma matéria muito interessante e pertinente aos últimos acontecimentos sobre ações desastrosas cometidas por alguns policiais, inclusive aqui no estado do Ceará. Infelizmente a segurança pública ainda é um direito de todo ser humano , que não foi efetivado de fato e de direito. Vejamos a matéria:

Falta de treinamento e cultura atrasada está por trás de erros policiais, dizem especialistas.

Arthur Guimarães
Do UOL Notícias
Em São Paulo

Os escândalos recentes de abusos e distorções da prática policial apresentam como pano de fundo a falta de treinamento e uma mentalidade atrasada das corporações, segundo especialistas ouvidos pelo UOL Notícias.
Desde a morte de Wesley Rodrigues com uma balada perdida dentro de uma escola no Rio de Janeiro no dia 16, passando pela possível corrupção e omissão no atendimento da ocorrência do filho de Cissa Guimarães e terminando no assassinato de uma criança em uma blitz desastrosa no Ceará neste final de semana, todas as tragédias teriam relação com a falta de capacitação profissional dos envolvidos –e com uma cultura retrógrada presente nas organizações policiais.

Denis Mizne, diretor do Instituto Sou da Paz, argumenta que, em termos gerais, faltam não apenas maior carga horária nos cursos de formação de policiais, como também uma mudança no currículos. “Estão treinando o policial para quê? Ainda tem muito pouca coisa focada na prevenção do crime. Todas as polícias dizem que o grosso do atendimento são de pequenos conflitos, mas não há formação nesse sentido. Poucos aprendem a ser articuladores, mediadores, capazes de lidar com situações corriqueiras tensas que começam pequenas e acabam virando problemões”, diz.

Segundo ele, além dessa discrepância de objetivos, os treinamentos são conhecidos pelo curto tempo de duração. “Tem polícia que forma policial em três meses. É o que o pessoal chama de policial 'miojo', quase instantâneo”, afirma Mizne. “A decisão mais importante sempre é tomada pelo policial que está na rua, na ponta do sistema. E é nessa pessoa que precisa ser investido. Não podemos mais ter a cultura do ‘soldadinho’, do ‘praça’, que funciona apenas para engordar tropas e não merece preparo”, critica.
Mizne cita ainda outros agravantes para essa situação. “Existe a mensagem que é passada por todos. É o recado dado pelas autoridades de que temos que enfrentar os bandidos, dar tiro para mostrar serviço. Além disso, existe também a falta de controle interno das corporações. O caso do filho da Cissa é típico: será que só esse caso de corrupção aconteceu no Rio? Por que só esse teve tantas reuniões do alto comando? A mensagem que estão passando não é 'não receba propina' mas 'não receba propina em casos com gente famosa, que isso pode nos prejudicar'.”

Ignácio Cano, professor de Ciências Sociais da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e membro do Laboratório de Análise da Violência, também afirma que faltam condições melhores para os cursos de formação de policiais. “O treinamento é deficiente. Normalmente, no Brasil, são apenas seis meses, quando o ideal seriam anos. Defendo até que seja exigido o terceiro grau para entrar na tropa, já que os requisitos são muito, muito baixos para se entrar nas corporações”, diz.

Cano também critica a falta de estrutura para colocar em prática os conhecimentos aprendidos nas academias de polícia. “Há uma cultura da repressão violenta e de controle social da camada menos favorecida de forma violenta. Isso tem que mudar. E faltam equipamentos não-letais no cotidiano das ruas, que são fundamentais para diminuir essas mortes”, explica.

Caso a caso

Severo Augusto, coronel da reserva e ex-chefe do Estado Maior da Polícia Militar de Minas Gerais, engrossa o coro dos que acreditam que falta treinamento para os soldados, cabos e tenentes que estão na ativa. “O problema número 1 é a falta de capacitação profissional e a desvalorização da categoria. Nossa profissão não é atrativa, os salários são baixos e os riscos altos, então infelizmente muitas vezes ela não atrai as pessoas com boa formação básica, equilíbrio emocional e psicológico, uma personalidade de caráter sólida”, diz ele, que faz parte do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Augusto exemplifica a falta de instrução nos três casos recentes, de grande repercussão na imprensa. “No Ceará, é inadmissível que se use uma arma de fogo em uma situação daquelas (em uma blitz). Eu só posso atirar em três casos: legítima defesa, legítima defesa de terceiros e no estrito cumprimento de função legal, que seria um soldado que faz execuções. Só”, afirma.

O coronel explica que, em cursos de treinamento, devem ser ensinadas formas de reduzir o número de veículos que “furam” um bloqueio policial. “Com uma montagem correta das barreiras, incentivando o motorista a fazer um zig-zague, ele não consegue passar rapidamente, diminuindo a chance desse problema. Além disso, pode-se posicionar duas viaturas após a blitz, para ir atrás de um fugitivo, mas também nunca atirando. O que fizeram, me desculpe, não estava certo”, analisa.

Sobre a morte do aluno dentro de uma escola durante operação policial no Rio de Janeiro, o coronel também é enfático. “Isso precisa ser ensinado: o policial está na rua para gerar segurança, e não ao contrário. Quando eu organizo uma operação dessas, eu tenho que reduzir riscos. Se eu faço algo que gera mais riscos, gero insegurança, intranquilidade, mesmo se o tiro tiver sido dado pelos bandidos”, diz. “Tenho que buscar informações e planejar melhor, mudar o horário, quando as pessoas estão dormindo, por exemplo. Ou ir para outro método, pois está claro que certas investidas não estão surtindo o efeito desejado.”

Para finalizar, o especialista cita outro conhecimento que deveria ser trabalhado na academia de polícia e que poderia evitar situações como as vistas no dia do atropelamento do filho de Cissa Guimarães. “Tem que ficar muito claro para os policiais que sua função é a prevenção da criminalidade. Nunca se pode fazer um pacto com quem transgride. O maior motor da violência é a impunidade. E se você está promovendo a impunidade vira um propagador da criminalidade. Temos que mudar esse conceito, e isso tem de ser feito desde cedo.”

matéria extraida do site:
http://noticias.uol.com.br/cotidiano
Postada por Maria Otilia Moreira

Reflexões sobre a Pobreza e o Desperdício II - Por: Dihelson Mendonça


O nosso colega Wilson Bernardo colocou uma importante reflexão questionando que os ricos não pesperdiçam nada. Concordo. Na realidade, os pobres, em geral, são os reis do desperdício, por isso mesmo são pobres. Pobre não pensa duas vezes em gastar com supérfluos, rico pensa 3 vezes e termina não gastando. Outro dia aqui contei a história que presenciei de um casal de pobres ( quase miseráveis ) que conheci, que praticamente não tinham nada para comer, nem uma cama decente pra dormir. A casa ( era só um cômodo ) não tinha banheiro, faziam as necessidades no quintal, MAS...

MAS o Cachorro da casa não aceitava comer nada a não ser Leite NINHO, o que a mulher dizia com todo orgulho que sustentava o cão com leite Ninho e Iogurte também, e que ela estava esperando o dinheiro chegar para poder comprar o celular do ultimo modelo. A mulher passava as tardes dormindo, "sem dar um prego numa barra de sabão", além de dormir de noite. O marido vivia de bicos. Sem planejamento, sem esperanças, sem futuro ?

Muitos pobres não planejam o futuro.

Pare e Pense: Como você se vê daqui a 10 anos ? Que tipo de roupa você espera estar usando daqui a 10 anos ? Que tipo de trabalho espera ter ? Como espera terminar sua vida se ficar velho ? Por aposentadoria, morrendo de trombose num canto de parede, num resto de casa ou com uma boa poupança para se cuidar ? Espera depender da boa-vontade dos filhos ? - O Futuro é aquilo que se PLANEJA. Muita gente vive esta vida sendo levado ao Deus dará, como uma folha que o vento leva pra onde quer.

É assim que você vive ?
O que você já fez hoje para garantir o seu futuro ?

Dihelson Mendonça

BLOGReflexão: FILOSOFIA DE POBRE...EM ESTADO ZEN - Por Wilson Bernardo.

Qual a diferença entre um Rico e um Porco: Nenhuma,ambos não desperdiçam Comida.


Wilson Bernardo (Texto & Fotografia)

A memória do Brasileiro, A Nossa Memória - Luiz Claudio Brito de Lima


É sabido que a memória do brasileiro (ou seja, a nossa) é curta, ao menos é o que dizem, principalmente no que se refere à política, eleição, conferir àqueles que outrora não mereceram nosso voto, mais uma oportunidade de administrar o bem publico. Pois bem, feito essa consideração, passo agora a confirmar a assertiva acima, hoje ao ler alguns jornais de destaque deparei-me com a notícia / informação que um Senhor, acredito que não esquecido por nós (dado esse que conflita com o escopo do texto), esta muito bem cotado para disputa da eleição para Governador do Estado, imaginem da onde?? Isso mesmo, Estado de Alagoas, candidato Sr. Fernando Collor de Melo. Vejam que se não bastasse o fato desse cidadão ser senador (alto posto político na escala de pretensão daqueles que almejam cargo publico) agora pode retornar ao comando do Estado de AL, não esqueçamos que foi ele que começou “a caça aos marajás...”, kkkk (desculpe-me o riso e a indelicadeza, mais.....).

O mais grave de tudo isso, se é que assim podemos dizer, é que o mesmo grupo dos “caras pintadas”, que rogaram e exigiram no passado à saída do ex-presidente geração saúde, hoje, é bem provável, o levarão ao museu Palácio Floriano Peixoto, sede do governo alagoano. Isso tudo as margens do que ocorreu com o Sr. Collor, Pc Farias, Pedro Collor, enfim, o mar de corrupções e falcatruas que envolveram o pais naquela época, perdendo somente para a mais recente quadrilha, ou seja, a do “mensalão”, nunca antes vista no congresso nacional. Entretanto, fica a seguinte pergunta: temos a memória fraca, ou assim agimos somente quando nos convém?Todos os envolvidos naquele processo de “impeachment”, a que tudo indica, hoje não são mais motivos de preocupação, muitos inclusive condenados, afinal o que os “olhos vêem o coração não quer sentir...”. O exemplo mencionado do Sr. Collor é somente para corroborar com o texto, pois teríamos outras figuras que após uma gestão desastrosa, para não dizer outra coisa, voltaram à vida publica e por incrível que pareça conseguiram retomar o poder com uma votação superior que a(s) anterior (s), fato esse de difícil explicação, bem como entendimento.

Outro dado interessante ocorre com a mídia, pois tão responsável quanto nós eleitores, divulgam pesquisas, alimentam a imaginação da população, nos dizendo em quem devemos votar - pois quando divulgam pesquisas dizendo que “A” esta na frente das pesquisas eleitorais – estimulam “sem segundas intenções”, que votemos nesse candidato “A” e não no “B”, e muitas vezes esses infantes bem colocados nas pesquisas, são justamente aqueles que não nos deixaram boas recordações. Não se entende tampouco o fato do Tribunal Superior Eleitoral nunca ter se manifestado acerca das divulgações de pesquisas eleitorais, veja que em muitos casos meses antes do pleito eleitoral a imprensa divulga pesquisas, e o faz corriqueiramente, afirmando que determinados candidatos estão na frente da disputa. Inclusive, a bem da verdade, muitas vezes os próprios partidos políticos aprovam nas suas convenções aqueles candidatos que a mídia afirma esta na frente das pesquisas, pois, com essas informações “privilegiada”, fica mais fácil lançá-lo a disputa eleitoral, é como diz aquela máxima “não tenho em quem votar, vou votar em quem esta na frente, não gosto de perder...”

Por derradeiro, no meio desse jogo de interesses, estamos nós, brasileiros que não desistimos nunca (será??), sem saber ao certo em quem votar, sem ter opções, escolhas, saídas, sem ao menos lembrar em que votamos na eleição passada, bem como, se vale a pena ou não da mais um voto de confiança a esse dedicado político em que depositamos esperanças em um passado nao muito longe, ora, como é possível dar mais um voto de confiança, se não sei em quem votei??? E agora quem poderá me ajudar???Eu, chapolim “Collorado”...... como diz o carioca, é brincadeira meu irrrrmão.

Por Luiz Claudio Brito de Lima
Obs. Desculpem-me essa foto feia ai em cima, mais sou eu.

Aconteceu no Cariri – postado por Armando Lopes Rafael


Fonte: jornal O POVO, edição de 27-07-2010
Servidor do Detran é preso por corrupção – venda da Carteira Nacional de Habilitação (CNH)

O servidor do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Antônio Everardo de Freitas, 56, e o instrutor de autoescola, Edilberto de Lima Silva, 24, foram presos em flagrante no último fim de semana, no município de Penaforte, no Sul do Ceará, a 561 quilômetros de Fortaleza, por corrupção passiva. Segundo a Polícia, os dois acusados recebiam dinheiro de candidatos à Carteira Nacional de Habilitação (CNH) Popular para facilitar a aprovação nos exames específicos. Outras cinco pessoas também foram detidas, mas liberadas após depoimento na delegacia de Brejo Santo, responsável pela instauração do inquérito policial.

A ação dos dois presos foi filmada por uma câmera escondida, quando o servidor estadual cobrava R$ 300 para facilitar a aquisição da CNH. Com Antônio Everardo, que também é engenheiro mecânico, a Polícia encontrou a quantia de R$ 3,6 mil, separados em envelopes com nomes de candidatos beneficiados nos exames. De acordo com a Polícia, a filmagem foi feita por um candidato que teria sido abordado pelo instrutor Edilberto de Lima, diante de uma “proposta” de pagamento para garantir a aprovação nos exames. Em um dos trechos da filmagem, segundo a Polícia, o candidato tenta negociar a redução da “propina” para a quantia de R$ 100.

“Tu é doido? Vou botar do meu bolso pra tu? Não! (sic)”, reclamou o instrutor. Depois orientou: “Fique aí quietinho. Eu não sei como vai ser o esquema, não (sic)”.

A filmadora e o aparelho celular de um dos acusados também foram apreendidos pela Polícia. Caso o servidor público seja condenado por crime de corrupção passiva, ele deverá ser demitido dos quadros de funcionalismo público estadual.Outro trecho da gravação que chamou a atenção da Polícia foi a “gozação” que candidatos que pagaram a “propina”, sobre candidatos que teriam que ser submetidos ao rigor dos exames da CNH Popular. Aos risos, eles duvidavam da aprovação de quem agiu dentro da lei.

A CNH Popular é um projeto do Governo do Estado, de fevereiro de 2009, para a isenção de taxas a candidatos de baixa renda.(Nicolau Araújo)

Postado por Armando Lopes Rafael

OFICINA DE PINTURA PARA CRIANÇAS

Get the flash player here: http://www.adobe.com/flashplayer


Na Sede da Secretaria de cultura de Crato está acontecendo a OFICINA DE PINTURA EM ISOPOR para crianças entre 10 a 12 anos.
O curso é uma ação de incentivo às artes promovido pelo Governo do Estado com o apoio da Prefeitura Municipal de Crato e está sendo ministrado pela artista plástica Lucíola Feijó de Fortaleza - Ceará.
O intuito do curso é ensinar conhecimentos básicos de pintura e desenho utilizando o isopor como base para despertar o dom artístico do aluno.
As matrículas estão abertas até hoje para crianças de toda comunidade cratense, e estão disposta duas turmas em dois horários diferentes: das 9:00 ao meio dia e das 15:00 às 18:00h.

NÃO DEIXE SEU FILHO PERDER ESSA OPORTUNIDADE. PARTICIPE!

Mostra de quadrinhos no Cariri - Reportagem: Elizângela Santos


A gibiteca da casa Grande tem 3.500 exemplares de HQs. O local foi inaugurado em 2006. Lá, na ocasião do evento, haverá exposição sobre a história dos quadrinhos no Ceará - ELIZÂNGELA SANTOS.

Grandes nomes nacionais e internacionais estarão presentes, em Nova Olinda

Nova Olinda. O "Cariri Mostrando a 9ª Arte de Quadrinhos e Animação" trará, pela primeira vez à região, os grandes nomes da área para palestras, oficinas, workshops e ampliará o debate em torno de temas relacionados ao aspecto social e a transformação por meio das histórias em quadrinhos (HQs). Essa é a proposta do trabalho a ser desenvolvida na Fundação Casa Grande, em Nova Olinda, com a participação de cerca de 900 pessoas no público, a realização de 11 mesas de debates, 29 palestras, em torno de cinco temas centrais, lançamentos de livros e revistas. O evento começa dia 6 de agosto e vai até o dia 8. Grandes nomes nacionais e internacionais estarão presentes para levar ao público as novas tendências dos HQs e animação, tanto do Brasil como de Portugal e Canadá. Mas, uma Mostra de Cinema e Oficina de Animação, a ser realizada de 2 a 5 de agosto, no Centro Cultural Banco do Nordeste do Brasil (CCBN), em Juazeiro, já dará ao público uma pequena ideia do que representará esse evento para o segmento, por meio do Núcleo de Animação do Ceará, com a apresentação de 41 vídeos. Também no dia 2 de agosto, no Sesc, em Juazeiro do Norte, acontecerá palestra com a roteirista Sônia Luyten, da Universidade de São Paulo (USP), também especialista em mangá, outro tipo de quadrinho.

A mostra será aberta no dia 6, a partir das 8 horas, pelo presidente da Fundação Casa Grande, Alemberg Quindins. Esse momento conta com a realização de tour pelos laboratórios de conteúdo e produção da entidade e a abertura da exposição permanente sobre a história dos quadrinhos no Ceará, de 1930 aos dias atuais. Essa exposição estará presente na gibiteca de 3.500 exemplares de HQs, na Casa Grande, inaugurada em 2006, a primeira no Ceará.

Segundo o presidente da entidade, a ideia do encontro em Nova Olinda é também promover este espaço, que vem atuando na formação de leitores e gestores de quadrinhos. Ele destaca a importância de se disseminar gibitecas de todo o Brasil. No Cariri, lembra da ausência desses espaços e até mesmo das bibliotecas, que deveriam ser pontos de acesso e incentivo à leitura na infância.

Lançamento

E não só a gibiteca, mas o espaço de produção de revista em quadrinhos está presente na Fundação. Durante a mostra será lançado a revista contando a história de todo esse processo, o HQ Brincando de fazer gibi, produzida pela turma da Casa Grande Editora. "O Romance do Pavão Misterioso" será outro lançamento de Klévisson Viana, além de lançamentos de livros sobre o assunto. Os temas principais a serem debatidos no evento estão relacionados às políticas públicas para a literatura em quadrinhos, produção, promoção e espaço para os quadrinhos, possibilitando aos participantes o acesso a debates com representantes de Portugal, sobre a produção de quadrinhos, conhecido no país lusitano como "Banda Desenhada" (BD).

Dimensão

"Esse será o primeiro encontro no Cariri sobre o tema e a primeira vez que se debate com essa dimensão"
Alemberg Quindins
Presidente da Fundação

MAIS INFORMAÇÕES:
Fundação Casa Grande
Avenida Jeremias Pereira, 444
Nova Olinda/CE
(88) 3546.1333

Elizângela Santos
Repórter do Jornal Diário do Nordeste

Colaboradora do Blog do Crato

CRATO - Trabalhadores rurais fazem manifestação


O protesto dos trabalhadores foi realizado na Praça Siqueira Campos, na cidade do Crato - ANTÔNIO VICELMO. O protesto lembrou Dia do Trabalhador Rural e aniversário de criação do Sindicato dos Produtores Orgânicos

Crato. As oportunidades de emprego no campo estão mais escassas. Em consequência deste cenário, aumenta o êxodo rural. A maioria dos trabalhadores não possui, sequer, um palmo de terra para trabalhar. São assalariados temporários. Geralmente, moram na cidade e trabalham no campo.

Jornada

Sua jornada é incerta e varia conforme o ciclo das safras e a necessidade de mão-de-obra. Estes questionamentos foram levantados, ontem, durante manifestação dos trabalhadores rurais, na Praça Siqueira Campos, no Crato. A manifestação foi promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores Orgânicos da Região do Cariri. A manifestação desta segunda-feira comemora duas datas: o Dia do Trabalhador Rural e o aniversário de fundação do Sindicato dos Produtores Orgânicos da Região do Cariri. O presidente do Sindicato, Expedito Guedes, afirma que o objetivo principal dos protestos é demonstrar que o movimento não concorda com o atual modelo econômico. "Estamos propondo políticas públicas voltadas para o desenvolvimento de uma produção orgânica, sustentável e um meio ambiente saudável", acrescentou ele.

Prioridade

O líder sindical ressalta ainda que, o atual modelo agrário, com a produção voltada para a exportação, não destina recursos públicos suficientes para o pequeno agricultor. "Em relação à política agrícola, é necessário que o governo dê prioridade à produção de alimento, aos pequenos agricultores e que, definitivamente, assuma um modelo agrícola voltado à produção e ao abastecimento interno", destaca Guedes. Os desafios, de acordo com Expedito, são grandes. A maioria dos trabalhadores não possui terra própria para cultivar. É o caso de Manoel Pereira do Nascimento, que mora no Sítio Engenho da Serra, localizado no Município do Crato. Pereira diz que, sem terra para trabalhar, faltam também os documentos para conseguir empréstimos oficiais. A mesma lamentação é endossada por Francisco Ramos Dias, residente no Sítio Muriti. Ele diz que não tem condições de participar dos programas do governo.

Grito da Terra

Estas reivindicações, segundo a coordenação do movimento, é a continuidade das atividades do "Grito da Terra", que tem como objetivo debater soluções que ajudem na melhoria do trabalho e da vida para os pequenos agricultores e os trabalhadores rurais. As lideranças querem a atualização dos índices de produtividade da terra e pedem que o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) seja transformado em lei. Os trabalhadores reivindicam também a necessidade de recomposição dos valores propostos no Orçamento da União para ações de reforma agrária, em especial para a obtenção de terra e infraestrutura. Num manifesto distribuído com os agricultores no protesto, os lideres da manifestação afirmam que "se faz necessária a mobilização conjunta de todos os trabalhadores rurais e urbanos que se sintam tocados por estas reivindicações". O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) nasceu das lutas concretas que os trabalhadores rurais foram desenvolvendo, de forma isolada, pela conquista da terra, no final da década de 1970.

Preocupações

As preocupações básicas desses trabalhadores eram as típicas do mercado de trabalho capitalista: melhores salários e condições de trabalho, aposentadoria digna, transporte, saúde, fiscalização do uso de agrotóxicos e, também, reivindicações trabalhistas mais relevantes para a maioria deles. Expedito explica que, a princípio, o Dia do Trabalhador Rural era comemorado em 25 de maio. A data foi instituída pelo Estatuto da Terra aprovado pelo Regime Militar de 64. No entanto, os movimentos populares transferiram as comemorações para 25 de julho.

Enquete
Discordância

Expedito Guedes
Líder sindical
O objetivo principal dos protestos é demonstrar que o movimento não concorda com o atual modelo econômico

Manoel Pereira do Nascimento
Agricultor
As ações do governo não chegam para todos os agricultores. A maioria é prejudicada pela burocracia

MAIS INFORMAÇÕES
Sindicato dos Trabalhadores Orgânicos da Região do Cariri
Rua José Carvalho, 448
(88) 3521.3337/ 9255.5335

Antônio Vicelmo
Repórter do Jornal Diário do Nordeste

Colaborador do Blog do Crato

CRATO - Notícias do dia 27 de Julho de 2010

Crato incentiva produção e comercialização de leite junto a produtores locais

A Secretaria de Agricultura, Pecuária e Recursos Hídricos do Crato está realizando um trabalho de incentivo à produção de leite no município, por meio da Cooperativa de Leite, no sítio Malhada. Com isso, 22 pecuaristas já estão Associados, fornecendo uma média de 600 litros de leite diariamente. A meta é que essa produção chegue até 600 litros de leite por hora, e o município chegue a abastecer boa parte do mercado regional, também com o processamento de iogurte e queijo. Até o momento, um dos principais incentivos tem sido o plano de aquisição da Conab, que está comprando parte do leite e distribuindo junto às escolas do município. Segundo o secretário de Agricultura do Crato, Erasmo Ferreira, a finalidade é abrir cada vez mais espaço para esse mercado, possibilitando a participação do maior número de produtores. O leite que vem sendo processado no local traz para o mercado um produto de melhor qualidade e higiene, já que passa a ser embalado e diretamente comercializado nos supermercados da cidade.

Saúde atua no combate à dengue com várias frentes no município

A Secretaria de Saúde do Crato continua efetuando o trabalho de combate à dengue no município, por meio de várias vertentes de atuação. Recentemente, foi realizado o dia municipal de combate à dengue, com a efetiva participação dos profissionais de saúde, no intuito de chamar a atenção para os novos casos da doença. Com isso, a Secretaria intensificou o trabalho dos agentes e também dos carros-fumacê, nos bairros da cidade. As atividades de conscientização também vêm sendo realizadas nos bairros, escolas e entidades comunitárias, no intuito de reduzir os índices de infestação.

Infraestrutura dá continuidade a projetos de urbanização das ruas

A Secretaria de Infraestrutura do Município do Crato está realizando a recuperação das ruas, com o calçamento em pedra tosca e asfaltamento. O projeto foi iniciado no começo do mês de julho, tendo em vista a realização da ExpoCrato, com a recuperação inicialmente das principais ruas do centro da cidade. E o trabalho de recuperação, conforme o secretário de Infraestrutura, José Muniz, terá continuidade nos bairros. Já o projeto de asfaltamento de quase trinta ruas na cidade deverá ser iniciado nas próximas semanas. A empresa vencedora da licitação para a realização dos serviços afirma que em breve deverá estar asfaltando as primeiras ruas, dando continuidade a um projeto, onde já foram asfaltadas dezenas de ruas e avenidas em todo o município, incluindo a melhoria na urbanização de bairros como o Seminário, Vila Alta, São Miguel, Muriti, dentre outras localidades do Crato.

Secretaria da Cultura do Crato apóia Oficina de Pintura destinada a crianças e jovens

A Prefeitura Municipal do Crato por meio da Secretaria da Cultura , Esporte e Juventude está disponibilizando apoio a uma Oficina de Pintura sobre Isopor destinada a crianças e jovens de 10 à 16 anos que está acontecendo nas dependências da Biblioteca Municipal do Crato nos períodos manhã e tarde. A capacitação que foi iniciada ontem e vai até próximo dia 30 está sendo ministrada pela Professora Lucíola Feijó, artista plástica de Fortaleza, Esta Oficina faz parte do Projeto que foi contemplado pelo VI Edital de Incentivo às Artes promovido pela Secretaria de Cultura do Estado do Ceará.

Secretaria de Saúde do Crato realiza hoje debate sobre sexualidade e dengue para jovens do Alto da Penha

A Prefeitura Municipal do Crato, por meio da Secretaria de Saúde atrás do Programa de Saúde da Família e agentes comunitários de saúde do bairro Alto da Penha promoverão hoje terça-feira, dia 27 na sede do projeto ABC do Alto da Penha um encontro com adolescentes na faixa etária de 10 a 16 anos onde será feita a apresentação de dois temas: Sexualidade na adolescência e Dengue: Responsabilidade de todos. Os temas serão facilitados pela enfermeira Alessandra Bezerra de Brito. Segundo a coordenadora do setor de Mobilização Social da Secretaria de Saúde do Crato, Luciana Callou após a apresentação de cada tema será realizada uma roda de conversa dos profissionais de saúde com os adolescentes. O Governo Municipal do Crato vem desenvolvendo ações de saúde, disponibilizando informações de combate e prevenção a doenças, bem como promovendo atividades de controle. A participação da população é extremamente importante. Portanto não esqueçam: Hoje, terça-feira 27 de julho na sede do projeto ABC do Alto da Penha, apresentação de dois temas:

8 horas e 30 minutos -Sexualidade na adolescência e
10 horas e 30 minutos -Dengue: Responsabilidade de todos.
Participem.

Com informações da ASCOM - PMC
Mais informações:
http://www.crato.ce.gov.br
http://www.prefeituramunicipaldocrato.blogspot.com

Edições Anteriores:

Dezembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 30