xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 26/06/2010 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

26 junho 2010

A Copa Do Mundo E O Patriotismo Brasileiro - Por Luiz Claudio Brito de Lima


Em época de “South África 2010”, o “mundo” inteiro ligado, conectado, antenado e cozitas mais nas artimanhas do futebol, vivemos dias felizes, agradáveis e para lá de eufórico. Pessoas que antes mal dispensavam um bom dia ao vizinho, hoje cumprimentam o da esquerda e inclusive o que mora em sua frente (apenas no dia do jogo). Aquele que nada sabia de futebol, nem ao menos quantos jogadores entram em campo, hoje se vê no direito de criticar e sugerir de que forma deve jogar a seleção canarinho. O barulho das vuvuzelas que soam lá no continente africano, atravessam grandes extensões de terras e soam aqui entre nós, é como se cada cidadão do mundo, ao assoprar aquele instrumento horripilante, estivesse ao nosso lado, e pior é que esta, pois antes dos jogos da nossa seleção alguns compatriotas fazem tanto barulho, estardalhaçam a ponto de desejarmos a surdez, amar a solidão, querer ser Robinson Crusoé, acho que eles pensam que o grupo de jogadores pátrios irão ouvi-los, pena que a tv não tenha ouvidos.

Na mesma toada dessa comemoração “copiana” ( desculpe-me o termo, se o ex-ministro Magri criou o imexível, posso criar o copiano), surgem os oportunistas de plantão, àqueles que utilizam o período festivo para usá-lo a seu favor. Por exemplo, os comerciantes, acredito que em todo o Brasil, haja vista a cena mais corriqueiro, ou aquela vista nos semáforos, milhares de trabalhadores que sobrevivem da informalidade vendendo apetrechos diversos, bandeiras, vuvuzelas e buzinas outras. Sem olvidar os fabricantes de explosivos, isso mesmo , aqueles que estouram em nossos ouvidos, quando não na mão, nos pés, ou em outra parte do corpo.E ai, se vende de tudo, desde cigarros até veículos, tudo em nome da copa do mundo. Na tv, até a propaganda de plano funeral começa mais ou menos assim: “sou brasileiro, com muito orgulho, não morro nunca....” , é impressionante, até produtos “invendíveis” se comercializa em nome do futebol.

Agora o oportunismo maior ocorre justamente onde não deveria ocorrer: NO SERVIÇO PUBLICO, pois é meus caros amigos, os nossos administradores, aproveitando a comoção nacional, decretam feriado, dispensam funcionários, atestam a falência do serviço publico ( o que não é segredo) . Imaginemos a seguinte cena: a Sra. Maria, grávida, corre para o hospital, a bolsa esta a ponto de estourar, o desespero é imenso, chega a futura mamãe no hospital e por incrível que pareça, ninguém esta ali para recebe-la, o acompanhante da grávida, corre, implora, roga ajuda, arruma uma maca entra com a mãe em inicio de trabalho de parto, chama-se o obstetra, logicamente por meio do atendente de enfermagem, quando aquele toma conhecimento, diz, espera um pouco , o primeiro tempo começou agora, “é jogo de campeonato”, fala para ela segurar o pimpolho.Brincadeira não... porém, quem acha que estou exagerando pense que em dias normais, ou seja, sem motivo para comemorações, já é difícil ser atendido em um hospital, imagine durante esse período.

Lógico, que no exemplo acima, pura “ficção”, sabemos que os nossos competentes administradores colocam pessoal de sobreaviso, como se resolvesse alguma coisa... Os outros órgãos públicos, que não necessitam de esquema de plantão, esses se o jogo for ser realizado ás 11hs, com o final previsto para as 13hs, com certeza não voltarão, pois necessitam assimilar melhor, isto é, se perdemos, precisam se recompor ( e isso leva tempo) já no caso de vitória, tem a comemoração regado por bebidas e comidas diversas. Agora o mais grave de tudo isso, ocorre com o verdadeiro “patriota”, aquele cidadão que compra bandeira, camisa, estampa adesivos no carro, esse é o verdadeiro BRASILEIRO, ama o pais, seu povo, sua gente. Mais que pena que esse comportamento se dá somente a cada quatro (4) anos, nos demais ele é um “sem pátria” , haja vista que nos demais, para boa parte desses “patriotas”, quer mesmo a ruína do pais, da economia; a bandeira, um dos nossos grandes símbolos, outrora adquirida com amor , agora restará guardada ( isso para os mais cuidadosos, pois a grande maioria jogará fora). Esse mesmo brasileiro “patriota” achará estranho um outro brasileiro colocar uma bandeira do seu pais no carro, ou ainda desfilar com a camisa da seleção brasileira , pois isso, para esse ex-patriota, é ser cafona, fora de moda, afinal só é permitido na época da copa mundial, depois, que se dane o pais.

Sei que esse simples texto causará indignação em alguns, porém, a verdade dói, machuca, incomoda, é melhor fingimos que esta tudo bem, tudo maravilhosamente bem, não importa se nessa época o governo (federal, estadual , municipal) aprovam medidas corporativistas, oportunas, sem nenhum resultado efetivo para a população, é nesse período que a “vaca vai para o brejo” , que a guarda é baixada, que o povo, tal qual a musica de Zé Ramalho quando diz “...povo marcado, povo feliz...”, não percebe o quanto é inútil perder tempo em comemorar a classificação de um time de jogadores que, na sua grande maioria, vivem fora do pais, ganhando milhões de reais ( ou euros, ou dólares, ou sei lá o que....) enquanto nós aqui, ganhando migalhas, sobrevivendo dia a dia; os aposentados ganhando o insuficiente para comprarem remédios, todavia, paramos o pais, gastamos ( o que não temos, põe na conta, anota na caderneta...) com bebidas, carnes... Afinal, temos que mostrar para o mundo que amamos o pais, que somos “patriotas” que vivemos felizes, que sabemos tudo sobre futebol, somos os melhores do mundo, fomos cinco (5) vezes “campeão do mundo” . Educação, saúde, melhor distribuição de renda? Bobagem, somos o máximo em futebol e samba... E viva o Brasil, gol laço, foi de quem mesmo?

Luiz Claudio Brito de Lima.

Homenageado de hoje: Zé Maguin !


Quem não conhece essa figura ímpar no Crato? o inteligentíssimo, educado, e sempre alegre Zé Maguin ? Hoje eu gostaria de devolver a ele um pouco da grande homenagem que ele me fez há poucos dias lá no calçadão do Crato, quando me olhou fixamente por alguns momentos, e espantado saiu dizendo "Você sabia que você é um ser iluminado ? Possui um espírito de luz que poucos possuem. Você é uma pessoa incapaz de fazer mal a uma borboleta." Eu fiquei espantado com aquelas palavras, porque Zé Maguin nem me conhece direito ainda, mas foi de uma sinceridade e pelo menos a gentileza com que se aproximou espontaneamente com os olhos penetrantes e fixos de quem quer enxergar algo além. De forma que eu agradeço bastante por essa homenagem, e aqui trago uma foto que o nosso colega Wilson fez dele, todo compenetrado aí com a mão no coração, durante o jogo Brasil e Portugal. Ele embarcou mesmo no espírito do futebol no calçadão, do bar do Portuga, pois foram hasteadas as bandeiras de Portugal e Brasil. Foto magnífica do Wilson! E, como não poderíamos deixar de dizer: Bravo, Zé Maguin !

Dihelson Mendonça

Poluição Visual permanece em Crato !


Apesar de todos os empresários do Crato terem retirado as placas que poluíam a cidade, uma teima em permanecer quase hum ano depois, apesar das reclamações.

ACIMA DA LEI...


Dsc07260


Dsc07253

Sobre a aurora verdejante da Chapada do Araripe, que vislumbram os olhares dos que passam pela Rua Dom Pedro II, ostenta-se perante os Céus o mais nobre brasão da impunidade e da má vontade na cidade do Crato. Há pelo menos hum ano, o Blog do Crato vem denunciando uma enorme placa, uma das ÚNICAS que permaneceram poluindo a nossa cidade depois da imensa campanha feita pela Secretaria do Meio Ambiente.

Com todo o esforço que os comerciantes fizeram no ano de 2009, sob o comando da administração municipal e principalmente pela secretaria do meio Ambiente a fim de que o Crato fosse despoluído visualmente, alguns ainda teimam em permanecer na contramão. Empresários do Crato observadores da lei, que haviam gasto pesadas somas, como a Farmácia Gentil, e outros, que tiveram que literalmente derrubar um investimento em publicidade de mais de 20.000 reais com as próprias mãos ao retirar as placas que se estendiam pela Rua Bárbara de Alencar, agora podem comprovar que esse esforço está indo para o RALO, no momento em que uns poucos, refratários, burlando todas as leis possíveis, ainda passaram quase hum ano fazendo a sua publicidade sem qualquer represália, sem qualquer multa, sem qualquer pena por parte do poder público. Vemos que aqueles que na época retiraram as placas por boa vontade, que perderam a sua publicidade, podem hoje ver que fizeram papel de "bobos", uma vez que parece que a lei é para uns e outros não.

E aí eu pergunto:

EM QUÊ que esses "cidadãos" se julgam superiores às outras empresas, para manter a sua publicidade por quase hum ano depois da retirada, burlando as leis, enquanto os outros empresários foram obrigados a retirar as suas placas ? Quanto custaria essa publicidade perante todos os outros cujo benefício foi literalmente derrubado ao solo ?

02 - Será que a lei não deveria ser igual para todo mundo ? Existem INTOCÁVEIS na cidade do Crato ? E se não tem, qual o único fato , o mero e simples fato que possa justificar porque que quase depois de hum ano da retirada de todas as placas que poluíam o Crato, essa ainda não foi retirada ? - Falta de Tempo ?

De Duas uma:

Opção 1 - Se negar a retirar - Estaria caracterizada a má vontade e a impunidade.
Opção 2 - Quis retirar, mas não foi articulado - Caracterizaria o descontrole para com o meio urbano por parte dos órgãos que deveriam controlar e contornar o problema.

Isso, meus amigos, é menosprezar a inteligência do cidadão cratense que procura fazer as coisas de maneira correta. A ostentação dessa placa perante a Rua Pedro II é a inobservância das leis. Se não observarmos as leis, vamos rasgá-las! É achar que pela força do tal "jeitinho brasileiro", a coisa vai ficando, vai permanecendo, vai deixando e vai ganhando terreno, quando todos os outros tiveram que seguir fielmente a cartilha. São essas aberrações que às vezes me fazem pensar que o Crato precisa de mais seriedade, e aprender que a lei deve valer para todos, e não apenas para alguns, que de boa vontade, cortaram sua publicidade, e procuraram seguir as boas normas. E é incrível ver que essa inobservância parte exatamente daqueles que mais deveriam servir de exemplo para a prática da boa conduta, mas que na verdade, a comprovar-se pelas fotos acima, estão na contramão de todos os cidadãos de boa fé da cidade do Crato.

Pergunta aos outros empresários: De que adiantou todo o vosso esforço e Boa Vontade ??? Ou Todos nós fazemos papel de bobos aqui ?

Sinceramente, nós esperamos uma resposta a esse questionamento, pois nenhum fato normal justifica isso quase 1 ano depois. 2 meses, 3 meses ainda dá. Quase hum ano é menosprezar a inteligência do povo do Crato.

Por: Dihelson Mendonça

BRASIL:VAMOS ENTERRAR O CHILE-Por Wilson Bernardo.

CONVIDO A TODOS SEGUNDA-FEIRA NO CALÇADÃO DO CRATO,TOMAREMOS UM MATE DE COCA CHILENA,EM UMA SABOROSA VITÓRIA RUMO AO HEXA.
Wilson Bernardo(Texto & Fotografia)

A realidade concisamente -- por Armando Lopes Rafael


Petrobras perde 53 bilhões de dólares em 2010
Fonte: Veja On line
Por Lauro Jardim
Atolada com os problemas para sua capitalização e com as incertezas sobre o novo marco regulatório do pré-sal, a Petrobras foi a empresa que mais valor de mercado perdeu neste ano nas Américas. Esta é a conclusão de um estudo inédito da consultoria Economatica realizado com 1951 empresas de capital aberto dos EUA e da América Latina. Entre os dias 1º de janeiro e 24 de junho a Petrobras passou a valer 52,9 bilhões de dólares a menos — o equivalente a um Bradesco. Caiu de 199,3 bilhões de dólares para 146,3 bilhões de dólares.

O CRATO NA COPA:CALÇADÃO...SOLENIDADE E HOMENAGENS ANTES DO JOGO-Por Wilson Bernardo.

PORTUGAL 0X0 BRASIL
Esteve em festa o calçadão do Crato,em que antes do jogo se realizou,hasteamentos da bandeiras,solenidade essa que homenageava os anfitriões,proprietários a lanchonete Primavera,que a mais de dezenove anos presta relevantes serviços,aos seus frequentadores assíduos.Na ocasião em que celebra a união de Portugal e Brasil,nos laces matrimoniais do casal,Joaquim portuga e a cearense D.Zélia,como sempre atenciosos e prestativo com seus clientes.Parabéns aos dois e que o Brasil e Portugal sejam felizes de êxitos nessa copa do Mundo.
Hasteamento das bandeiras ao som do Hino Nacional
Joaquim,com sua bandeira portuguesa,ao fundo presidente do ICC,e Deoda o vice de Alfredo, hasteando a bandeira do Crato.
Joaquim recebe de amigos,uma simbólica homenagem pelos serviços prestados
A galera presente e D.Zélia recebe medalha de honra ao mérito
Joaquim comemora o empate tomando todas...Que felicidade.
Depois ao som do Vira,bailaram todos,em comemoração da paz no futebol.
Wilson Bernardo(Texto & Fotografia)

Piloto americano é autuado por desacato após ficar de cueca em aeroporto do Rio



Um piloto norte-americano da companhia aérea United Airlines foi autuado por desacato à autoridade após ficar apenas de cueca, nesta sexta-feira, no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, na Ilha do Governador, zona norte do Rio. Segundo o delegado Rafael Andreatta, da delegacia da Polícia Federal do terminal, o homem negou-se a retirar o cinto e o sapato para passar pelo aparelho de raio-x do aeroporto. O piloto também gritou com os funcionários do local. "Ele alegou sua condição de piloto e tirou as calças num gesto de deboche", explicou Andreatta. O americano terá que se apresentar ao Juizado Especial Federal.

Ainda de acordo com o delegado da PF, a companhia aérea se comprometeu a trazê-lo ao Brasil na data da apresentação. "Ele ia embarcar para Washington com 300 passageiros e não havia piloto extra. Achamos melhor deixá-lo ir para não prejudicar as pessoas, mas só fizemos a liberação após o comprometimento da United Airlines", afirmou o delegado. Rafael Andreatta explicou que todos os funcionários das companhias aéreas precisam passar por esta fiscalização, da mesma forma que os passageiros.

Fonte: Folha.com

PERÍODO POS-REVOLUÇÃO - Por: ANTONIO PAIVA RODRIGUES


Muito se fala e se critica o governo dos militares no período de 1964 a 1985. Será que o governo dos militares não trouxe benefícios para a nação brasileira? É notório que sim. Foram 21 anos de governo militar, até que Tancredo Neves foi eleito indiretamente o primeiro presidente civil depois do governo dos militares. O mais estranho de tudo isso é que Tancredo Neves não chegou a assumir a presidência da república. Eleito às vésperas de completar 75 anos e com saúde já precária, ele não interrompeu as suas atividades estafantes do período pós-eleitoral, contrariando pareceres médicos. Ele não se internou em um hospital, visto que estava receoso de que alguns políticos e militares se aproveitassem do fato para não entregar o poder ao vice-presidente eleito, José Sarney. Será que Tancredo Neves sabia que seus dias estavam contados? Meio estranha essa afirmativa. Na noite anterior a sua posse, não resistiu às dores e foi internado no Hospital de base, em Brasília, onde se submeteu a várias intervenções cirúrgicas.

Não permaneceu no Hospital de Base, pois fora transferido para o Instituto do coração (INCOR), em São Paulo. Tancredo de Almeida Neves (1910-1985) - nasceu no dia 4 de março de 1910 em São João Del Rei, Minas Gerais. Diplomou-se em Direito pela Universidade de Minas Gerais e iniciou sua carreira política em 1933, quando se filiou ao Partido Progressista. Com a decretação do Estado Novo getulista, em 1937, interrompeu sua carreira, voltando à política em 1945, com a queda do Estado Novo. Foi eleito deputado federal em 1950 e em 1953, com o apoio de Juscelino Kubitschek, foi ministro da Justiça. Exerceu também os cargos de Primeiro-Ministro no governo de João Goulart e de governador do Estado de Minas Gerais em 1982. Tancredo aceitou o desafio de se candidatar à Presidência da República e, com o apoio de Ulysses Guimarães venceu as eleições, sendo eleito o primeiro Presidente civil em mais de 20 anos, no dia 15 de janeiro de 1985.

A posse estava prevista para o dia 15 de março, mas, na véspera, Tancredo foi internado no Hospital de Base, em Brasília, com fortes dores abdominais e José Sarney tomou seu lugar interinamente. Depois de sete cirurgias, veio a falecer em 21 de abril de 1985, aos 75 anos de idade, vítima de infecção generalizada. Antes se estabeleceu a dúvida. Quem deveria tomar posse até que Tancredo recuperasse a saúde? O vice-presidente José Sarney ou o presidente da Câmara dos deputados, Ulysses Guimarães? A Constituição era clara e o direito de assumir era do vice-presidente, mas alguns políticos e juristas defendiam a ideia de que o sucessor deveria ser Ulysses Guimarães. Porém Ulysses não aceitou a proposta e liderou o movimento para a posse de Sarney. Passaram-se os dias e Tancredo depois de muito sofrimento faleceu. A morte dele deixou o país consternado e apreensivo, pois poucos acreditavam que José Sarney fosse capaz de atender às expectativas da sociedade. Francisco de Assis Silva um historiador de nomeada conta com muitos detalhes a vida de Tancredo Neves.

Alguns aspectos aqui inseridos tiveram como fonte o site do Senado Federal. Ficamos pensando cá com nossos botões como Tancredo concorreu às eleições para presidente do Brasil, mesmo de forma indireta, se era um homem doente e totalmente desgastado pela saúde debilitada. Ulysses depois da morte de Tancredo não ter aceitado ser presidente e ter lutado pela eleição de Sarney como citamos anteriormente. Será coisa do destino: Tancredo ter adoecido e morrido antes de assumir a presidência e o próprio Ulysses ter morrido em acidente aviatório tempos depois e seu corpo não ter sido encontrado? Coisas da vida? Ou coisas da política? José Sarney prossegue a redemocratização. Seu período como presidente foi de 1085 a 1990. Mesmo com a descrença de todos, havia consenso na sociedade, nos quais estavam implícitos os radicais de esquerda e direita e a maioria dos militares, de que o regime democrático era primordial e essencial para o atendimento das aspirações sociais.

Sarney envia ao Congresso, no mês de maio de 1985 uma série de medidas baseadas na democracia que logo foram transformadas em leis. Restabelecimento das eleições diretas para presidente e vice, bem como para prefeitos das capitais, das áreas consideradas de segurança nacional e das estâncias minerais. Liberalização das atividades sindicais; direito de voto aos analfabetos; e legalização dos partidos comunistas (PCB e PC), há muito tempo na clandestinidade. Foi erro ou acerto de Sarney quando tomou essa medida? “O governo Sarney teve como fato econômico mais importante a implantação do Plano Cruzado, com vistas a combater a inflação pelo congelamento de preços e da troca da moeda. O fato político marcante do período foi à eleição de uma assembléia nacional constituinte, que em 1988 deu ao Brasil uma nova constituição. O fracasso do plano econômico e a corrupção generalizada contribuíram para polarizar as preferências eleitorais em 1989 - em torno das candidaturas de Fernando Collor de Mello, apoiado por poderosas forças políticas, e Luís Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores.

A vitória de Fernando Collor provocou uma euforia momentânea, logo dissipada pelo fracasso dos sucessivos planos econômicos e pelas denúncias de corrupção que atingiam figuras próximas ao presidente. Depois de intensa movimentação popular, Collor foi afastado do governo, em 1992, pelo processo de impeachment, conduzido pelo Congresso Nacional. Vejam que o governo do ex-presidente Sarney foi uma tremenda roubada para a política brasileira, pois lá o embrião da corrupção já estava implantado. No governo de Sarney a Lei Falcão foi extinta, visto que as propagandas na mídia voltaram com força total. O fisiologismo esteve presente em seu governo e foi um “Toma lá da cá”, sem proporções e o famoso clichê popular que “É dando que se recebe”. O nepotismo esteve presente fortemente em seu governo e hoje como presidente do Senado Federal continua aprontando as suas. O presidente abrindo a guarda os aproveitadores de plantão tomaram suas medidas para se beneficiar do governo. E realmente foi um Deus nos acuda. Veio a Constituição de 1988, promulgada em 5 de outubro com mudanças no quadro político do Brasil. Alguns itens da Constituição de 1988; “O presidente não pode baixar decretos-leis, como era comum desde 1964, garante aos índios a posse da terra que já ocupam tradicionalmente, competindo a União “demarcá-las, proteger e fazer respeitar todos os seus bens”.

As propriedades rurais que não estiverem cumprindo funções sociais podem ser desapropriadas pelo governo, mediante indenização prévia. As produtivas não podem ser desapropriadas; o voto será facultativo dos dezesseis aos dezoito anos, e obrigatório dos dezoito aos setenta; Afirma-se o voto do analfabeto. Em 1989 tivemos um agitado ano eleitoral, ano em que deveria ser conhecido o sucessor de José Sarney e a situação do Brasil era desastrosa. Sarney tinha dado com os burros n’ água. Deixou os brasileiros a ver navios e fantasmas. Um governo ruim demais para a economia brasileira. Planos cruzado, plano Bresser, plano Verão com o cruzado novo, suspensão do pagamento da dívida externa. O pior de tudo é que o brasileiro parece não dar valor ao seu voto uma forte arma que tens nas mãos. Depois de um governo extravagante Sarney ainda continua no ápice da política brasileira, tendo mudado de domicílio eleitoral para continuar mamando nas tetas da nação brasileira. Veio Fernando Collor de Melo como a esperança para um Brasil melhor. Período de 1990 a 1995 - A posse do novo Presidente, em março de 1990, em meio à hiperinflação, foi acompanhada de novas medidas econômicas, organizadas pela ministra Zélia Cardoso de Mello - o Plano Collor. Mas que plano desgraçado esse do Collor!

Depois do curto sucesso dos primeiros meses do seu mandato, Collor passou a viver a reversão econômica. Em 1991, a ministra Zélia demitiu-se do cargo, ao mesmo tempo em que emergiam sucessivos escândalos envolvendo membros do Governo. Nunca vimos um pessoal para gostar de tantos escândalos. Ainda nesse ano, ganhou força a política recessiva, ampliando o desemprego e a miséria da maioria da população. Já no início de 1992, o presidente Collor experimentava uma crescente impopularidade com uma inflação sempre superior a 20%, com sinais preocupan­tes de elevação. O governo de Collor conseguia ser mais desastroso do que o governo do próprio Sarney. Outro destaque econômico do governo Collor foi à abertura do mercado à entrada de produtos estrangeiros, com a redução das tarifas de importação, incluindo a elimi­nação da reserva de mercado, como o da informática.

O Governo justificava que a política de comércio exterior, facilitando as importações, produziria a reestruturação da economia, tornando as indústrias nacionais mais compe­titivas e estimuladas a igualar-se aos padrões internacio­nais. Muitos opositores acusavam tal política de sucatear a produção interna, irradiando falências e desemprego. Desde o início do governo Collor emergiu escânda­los envolvendo os principais membros do Poder Executivo. Em maio de 1992, Pedro Collor, irmão do Presidente, acusou o ex-caixa da campanha presidencial, Paulo César Farias, de enriquecimento ilícito, obtenção de vantagens no Governo e, principalmente, de profundas ligações comerciais com o Presidente. No mês seguinte foi instalada, no Congresso Nacional, uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar as acusações, ao mesmo tempo em que novas evidênci­as vinham a- público pela ação da imprensa. O avanço da CPI ganhou impulso com o depoimento do motorista Eriberto França, afirmando que as despesas da Casa da Dinda (residência presidencial) eram pagas por PC, e com o início das manifestações populares em favor do impeachment.

O desfecho deu-se em 29 de se­tembro de 1992, quando a Câmara dos Deputados apre­sentou 441 votos a favor e 38 contra. No sábado, dia 3 de outubro, Collor foi afastado da presidência, assumindo o vice Itamar Franco. Depois veio os acontecimentos inesperados como a morte do tesoureiro da Campanha de Collor, Paulo César Farias, assassinado ao lado de uma suposta namorada. O poder de decisão senhores deve ser congênito. Por mais que tudo esteja errado, uma coisa é certa: depende exclusivamente de você. Vem o governo Itamar Franco de 1992 a 1994. No seu governo nasceu o Plano Econômico de Fernando Henrique Cardoso, seu ministro da fazenda. Estava baseada na criação do Fundo social de Emergência, em março de 1994, a Reserva social de Emergência, bem como o desencanto com os políticos. Surge o escândalo do orçamento em outubro de 1993, com a prisão do economista José Carlos dos santos, ex-diretor do Departamento de Orçamento da união, sua casa foi revistada pela Polícia que encontrou um milhão e cem mil dólares, dos quais 30 mil eram falsos.

O deputado João Alves teria repassado para ele a quantia. Além de João Alves, José Carlos dos Santos foi acusado de participação no esquema os deputados Ricardo Fiúza, Ibsen Pinheiro, Genebaldo Correia, líder do PMDB, e outros compunham a “turma dos sete anões” da Comissão de Orçamento. Foi outro governo que não se livrou da corrupção. Em março de 1994, os anões do orçamento renunciaram a seus mandatos, mas queríamos saber se restituíram o que roubaram da Nação Brasileira. Outro péssimo governo para a Pátria amada. Depois veio Fernando Henrique Cardoso o homem que privatizou quase todo o Brasil e hoje o Luis Inácio da Silva o homem do PT (Partido dos Trabalhadores o continuador das bolsas e seu eterno governo assistencialista. Seu Governo continua manchado pela corrupção, com mensalões, dinheiro em cuecas, meia e outros apetrechos. O homem que massacrou os aposentados, pois era um dos que não iria descontar dos aposentados, pensionistas e inválidos o famigerado desconto para a Previdência Social, não cumpriu o prometido e hoje lasca em banda todos os aposentados e pensionistas. O Brasil continua a sua sina com o presidente Lula cercado de assessores que no passado foram terroristas perigosos. Viaja demais e não resolve nada. Semianalfabeto quis ensinar aos integrantes da Academia de letras do Brasil a Reforma Ortográfica. Aliou-se ao presidentes da Colômbia, Venezuela e agora está criando problemas para os EUA, com o acordo feito com o Irã para fornecimento de urânio enriquecido. O ponto principal de seu governo hoje e eleger sua candidata Dilma Roussef para substituí-lo na Presidência da república. Se Dilma for realmente eleita estará criado o grande problema entre Dilma e as Forças Armadas Brasileiras. Pense nisso!

CORONEL ANTONIO PAIVA RODRIGUES - MEMBRO DA ACI- DA ALOMERCE- DA AOUVIRCE- DA UBT- DA AVESP.

Programa Rapadura Culturarte - Cobertura Fotográfica - Amilton Silva





Programa Rapadura Culturarte

No último dia 21 de Junho , Dia do Municipio do Crato, aconteceu na Praça Siqueira Campos , no horário de 9 horas da manhã o programa "Flor da Terra" - Um Ato de Amor ao Crato - do Projeto Rapadura Culturarte. De início a leitura dos cordéis da série História do Crato (em versos) de autoria do folclorista Elói Teles (In Memorian)

01 - O Aldeamento - Josenir Lacerda
02 - Criação do Município - Luciano Carneiro
03 - A Revolução de 1817 - Anilda Figueiredo
04 - O primeiro de setembro - Adelmar de Morais
05 - O Crato - Cidade - Eugênio Dantas
06 - O Fim do Século - Mana

Em seguida , o poema "sonho" de autoria do poeta: Osmar Figueiredo, a crônica "um Ato de Amor ao Crato" de Jorge Carvalho, Homenagens aos senhores : Dr Cícero França, Edésio Marques, Hildelito Parente, Sr. Chico Preto e conjunto musical os Extras - que fez um belíssima apresentação com músicas da jovem guarda. No encerramento todos os presentes ,em grande círculo, cantaram o Hino do Crato com Leninha Linard colocando sua bela voz em momento muito emocionante com a Bandeira do Município à frente

Jorge Carvalho
COORDENADOR

Texto e fotos enviados por Amilton Silva


Cantor João do Crato e Grupo se apresentam em Fortaleza nesta Terça-Feira

O QUE: SHOW COM JOÃO DO CRATO E BANDA (MANEL DE JARDIM - DEMONTIER - LIBERTSON) - ONDE: PIZZARIA E GALERIA "SABOR DA MASSA" - RUA CONRADO CABRAL, 802 - MONTE CASTELO (PRÓXIMO À BEZERRA DE MENEZES) - TELEFONE: 32 43 55 32 - QUANDO: 29 DE JUNHO (TERÇA-FEIRA) - HORA: 20h00

COMPAREÇAM - DIVULGUEM - PRESTIGIEM OS ARTISTAS CRATENSES

Fernando Piancó

TERCEIRA PARTIDA – Gool!... Gool!... Opa!

TERCEIRA PARTIDA – Gool!... Gool!... Opa! - Gol que nada! Aliás, parece-me o único esporte em que pode ocorrer de não haver vencedor. O que faz a FIFA que não atenta para isso? Notem mais que a retranca parece ser a chave do sucesso contra as seleções “favoritas”, e o que predominará nesta copa. A persistir essa tática o Brasil, para sagrar-se hexa, terá que descobrir uma forma para penetrar ou do contrário não chegará lá. Pelas pontas talvez (Palpite meu!). Por sorte, mais uma vez, o juiz foi “mui amigo” com o Brasil: um empurrão desarmando o adversário e um toque de mão que não marcados, ambos dentro da área. Já estamos nos acostumando! Fosse o contrário, ai da mãe dos árbitros, além do estardalhaço que faria a mídia futebolística. O melhor lance foi o do Dunga quando na entrevista respondeu (do seu jeito amável) ao repórter argentino sobre se temia a Argentina: “Não! É só recordar o último resultado entre as duas equipes.” Imaginem se fosse a um jornalista da Globo. Gol de Dunga!

Hildeberto AQUINO
Corretor de Imóveis
Russas (CE)

Família de advogada morta em SP informa polícia sobre tentativa de extorsão


A família da advogada Mércia Nakashima, 28, --encontrada morta no dia 11 de junho após ter ficado desaparecida por 17 dias-- entregou nesta sexta-feira para o DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa), na região central de São Paulo, uma gravação de um telefonema de uma pessoa que diz ter provas contra o advogado Mizael Bispo de Souza, 40,-- principal suspeito de ter matado Mércia. A Folha apurou que o autor da ligação pediu dinheiro em troca de informações que incriminariam Souza, ex-namorado de Mércia. A polícia vai investigar se o homem identificado como Evandro foi quem ligou para os parentes da advogada. Evandro está sendo procurado há cerca de dez dias para colaborar com as investigações do crime. Como ele está desaparecido e não compareceu à delegacia, teve sua prisão preventiva decretada no início da noite de hoje.

Evandro é vigilante de um posto de combustível no bairro Bonsucesso, em Guarulhos, e foi visto conversando com Mizael no dia em que Mércia desapareceu. A Folha apurou que ele mora com familiares em um chácara perto da represa, em Nazaré Paulista (a 64 km de São Paulo), onde foi encontrado o corpo de Mércia. A polícia também investiga uma denúncia de que Evandro e Souza estiveram juntos perto dessa chácara na noite de ontem. O advogado de Souza, Samir Haddad Júnior, nega que seu cliente tenha passado pelo local. "Ele saiu com uns amigos ontem, mas não esteve perto da represa e nem com o Evandro. O Mizael não ia andar com um cara procurado sabendo que está todo mundo atrás dele", afirmou Haddad.

Ainda segundo o advogado, Souza está passando por uma "situação horrível". "Ele não pode mais andar em lugar nenhum, reconhecem ele. Estão aumentando muito as coisas", disse. Quando ao desaparecimento de Evandro, Haddad afirmou que ele "deve ter outros problemas [com a polícia] e ficou com medo".

Caso

A advogada estava desaparecida desde 23 de maio, quando foi vista pela última vez quando deixava a casa da avó, em Guarulhos (Grande SP). O ex-namorado dela nega qualquer envolvimento no sumiço, mas, para a polícia, ele continua como principal suspeito. O relatório das ligações dos três celulares de Mércia apontou que a última ligação recebida por ela no dia do seu desaparecimento foi de Souza, às 14h30 do dia 23. Segundo o delegado, essa foi a chamada que os familiares de Mércia viram que ela recebeu e não atendeu. O rastreamento do carro de Souza apontou que ele passou pela região próxima a casa da avó de Mércia --onde ela foi vista pela última vez-- na tarde de domingo (23). Em depoimento, o advogado afirmou que passou na casa de um amigo que mora por lá, mas ele não estava e que passou a tarde com uma garota de programa.

JULIANNA GRANJEIA
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Mãe de Michael Jackson inaugura monumento na cidade onde nasceu cantor


A mãe do clã Jackson, Katherine Jackson, inaugurou nesta sexta-feira (25) um monumento ao rei do pop em frente à casa humilde, no bairro operário da cidade de Gary (Indiana), onde nasceu o filho, morto há um ano. "Quero agradecer aos fãs de todas as partes do mundo por seu amor, por seu apoio", disse a mulher, de 80 anos, acompanhada das duas netas mais velhas. "Este último ano foi muito difícil para nós, para toda a família. Se não fossem vocês, não poderíamos superar tanta dor", afirmou Katherine, ao lado de mil fãs de Michael Jackson, que foram ao subúrbio de Chicago (Illinois) homenagear o ídolo. As palavras de Katherine Jackson foram interrompidas por gritos dos presentes: "Nós te amamos!" "Michael, Michael, Michael!", diziam, diante do monumento de mármore preto, uma espécie de muro com frases e imagens talhadas do cantor.

DA FRANCE PRESSE, EM GARY
Via Folha.com

Pelé critica jogo da seleção e fala sobre Maradona


Com o fim da primeira fase da Copa do Mundo e o empate do Brasil em 0 a 0 com Portugal nesta sexta-feira, Pelé disse não haver favoritos ao título do Mundial e declarou esperar que a seleção tenha apresentações melhores na África do Sul. "Eu espero que o Brasil possa jogar um pouco melhor", disse Pelé à Reuters após participar de gravação de seu programa de TV. Brasil e Portugal empataram num jogo sem gols que classificou os brasileiros em primeiro lugar do Grupo G e também deu aos portugueses uma vaga nas oitavas de final. Com o início da fase eliminatória, Pelé não apontou favoritos, mas destacou Brasil e Argentina, além de Espanha e Portugal.

"Ainda não dá para ter uma definição, mas a gente já vê o Brasil, claro, a Argentina, que fez uma grande primeira fase. Há que se respeitar Espanha e Portugal", disse. "Mas, por enquanto, ainda não dá para acompanhar um favorito". Costumeiramente envolvido em polêmicas com o técnico argentino Diego Maradona sobre quem foi o melhor jogador da história, Pelé comentou as recentes provocações do argentino, entre elas um pedido para que o brasileiro "volte a um museu". "O Maradona me adora, me ama".

Fonte: Folha.com

Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30