xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 25/06/2010 | Blog do Crato
.

VÍDEO - VÍDEO DE LANÇAMENTO - Em breve, as novas transmissões TV Chapada do Araripe. Espero que curtam o vídeo de lançamento abaixo, em que há uma pequena retrospectiva de alguns trabalhos, reportagens já feitas ao longo dos muitos anos que fazemos reportagens. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 24.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

25 junho 2010

Professores de História homenagearam Padre Gomes – por Armando Lopes Rafael


Soube, por um conhecido, que no encerramento do XII Encontro Estadual de História do Ceará, realizado neste final de semana no Cariri, e cuja solenidade final ocorreu ontem à noite no Campus Pimenta, da Universidade Regional do Cariri, foi prestada singela homenagem ao historiador Padre Antônio Gomes de Araujo.
Aleluia!
Numa sociedade ingrata como esta dos dias atuais, qualquer homenagem póstuma merece ser divulgada, pois serve de incentivo ao reconhecimento, por parte das novas gerações.
Padre Antônio Gomes de Araujo nasceu em Brejo Santo (CE) em 6 de janeiro de 1900 e faleceu na sua cidade natal em 26 de janeiro de 1989. Era filho de José Nicodemos da Silva e Maria Gomes de Araújo. No período de 1909 a 1918 fez o curso primário e, para usar palavras suas, textuais, “estudou o primeiro ano do ciclo secundário de seminário com seu tio Joaquim Gomes da Silva Basílio”
Em 1919 entrou para o Seminário São José de Crato, aonde foi ordenado sacerdote em 1927. Residiu a maior parte da sua vida na cidade de Crato. De 1917 a 1932 exerceu seu magistério no Seminário São José. Depois foi residir no Colégio Diocesano, mas foi professor de quase todos os estabelecimentos de ensino da cidade de Crato, e se destacou – tanto no magistério como nos meios intelectuais cearenses – como pesquisador da história e genealogia do Cariri.
Foi também professor de História na Faculdade de Filosofia do Crato, cujo curso foi encampado, posteriormente, pela Universidade Regional do Cariri–URCA. Deve-se ao Padre Gomes o esclarecimento de ocorrências da nossa história onde pairavam dúvidas e interpretações divergentes. Além de História ensinou também outras disciplinas, como o Latim e nunca deu uma aula sem que a tivesse preparado antecipadamente.
Era conhecido por sua franqueza e honestidade a toda prova. Foi um dos fundadores do Instituto Cultural do Cariri e valoroso colaborador da revista “Itaytera”, publicada por aquela instituição.
Padre Antônio Gomes de Araújo foi também colaborador de todos os jornais e revistas editadas em Crato, onde publicou importantes trabalhos sobre fatos da história regional. Na revista “A Província” publicou o trabalho “Do curral ao ciclo agrícola” dissertando sobre a vida econômica do Cariri na época do seu povoamento. Obteve o primeiro lugar num Concurso de História, promovido pela Universidade da Bahia, com o trabalho Formação das Gens Caririenses, em 1950.
Publicou ainda outras obras, dentre as quais citamos:
1) Naturalidade de Bárbara de Alencar (em 1953);
2) “Um civilizador do Cariri e outros estudos”;
3) “Padre Pedro Ribeiro da Silva, fundador e primeiro capelão de Juazeiro do Norte” (em 1955);
4) “Apostolado do Embuste” (em 1956);
5) “Martins Filho, o Magnífico Reitor da Universidade do Ceará-ascendentes e colaterais” (em 1961);
6) “1817 no Cariri” (em 1962);
7) “Aldeamento da Missão do Miranda e Revelações de sua Arqueologia”;
8) “Alvorada Glória (estes dois últimos em 1967);
9) “A Cidade de Frei Carlos” (em 1971);
10) “Povoamento do Cariri” (em 1973);

Além desses acima citados, deixou mais 21 trabalhos -- de muita relevância para a história do Cariri -- os quais deixamos de citar por questão de espaço. Foi – ao lado de Irineu Pinheiro – o responsável pela preservação para as gerações futuras de importantes pesquisas históricas sobre a nossa região.
Texto e postagem de Armando Lopes Rafael

Idéias cabeçudas – por Pedro Esmeraldo

Ainda continuamos na luta e com certeza não vamos esmorecer, pois temos como objetividade defender os direitos do cidadão que preza pelo bom patrimônio do serviço público. Não somos hostis e nem incompreensíveis, só queremos permanecer em um estado de direito correto e agradável a todos. Por isso, estamos aqui na luta contra a emancipação de distrito inadequado e com pensamento obscuro a querer elevar-se a um grau de superioridade. Nesse caso está incluído o distrito de Ponta da Serra.
Prezado amigo historiador Antônio Correia, homem simples, possuidor de educação finíssima, de estilo puro, não desrespeitador de idéias alheias, queremos combater o seu pensamento de querer elevar à categoria de cidade o distrito inconseqüente que até agora não atingiu ao ápice de padrão superior.
Deixem de lado esse pensamento de fanfarrice (“ação dita ou maneira de fanfarrão”) de querer separar, juntamente com o religioso, esse distrito da cidade do Crato. Afastem de si essas idéias caturras que só nos causam espécie.
Lembramo-nos que uns distritos de Fortaleza, que são realmente equilibrados financeiramente e socialmente, não pensam em se desmembrar da capital. Permanecem juntos, gozando de todos os direitos de que gozam todos os bairros da cidade e não pensam em separar-se da cidade.
Dizem que, quem quer ser grande, que nasça viçoso; por quanto permanecemos com o nosso dever de continuar unidos, lutando com o crescimento demográfico em equilíbrio de moralidade constante a fim de atrair forças que poderiam dar um poder magnífico de coesão que satisfaça ao bom desempenho na construção das máquinas administrativas.
É claro que todos almejam subir, mas convém dizer que devemos permanecer cautelosos, pois caso contrário, poderemos cair num fosso abismal, onde permaneceremos em caminho do desengano, do desrespeito com pernas quebradas, caindo no desengano de causas onde permanecerão de pires na mão, solicitando ajuda ao Estado.
Não podemos auferir lutas compensatórias por que não temos uma mente arejada para criarmos idéias sadias e que poderão elevar ao homem o pensamento positivo. Viverão chorando, choro minguado eternamente como a cantiga da perua, pior a pior e serão humilhados junto aos políticos quando estiverem nas ocasiões amargas.
Escutem-nos senhores, olhem para o futuro, pensem no dia de amanhã, pois ninguém saberá o que vai acontecer, mostrem que são dinâmicos, capacitados, batendo com a mão no peito dizendo: somos os maiores defensores a um bairro da cidade do Crato.

Texto de Pedro Esmeraldo

De olho no Hexa!







De olho no Hexa!

Casa de Saúde faz inclusão social - Reportagem: Antonio Vicelmo


PACIENTES SÃO envolvidos nas obras de melhorias da Casa de Saúde Santa Tereza, única da Região do Cariri - ANTÔNIO VICELMO. Pacientes mentais são capacitados em trabalho de pintor de obras, numa inovação da Casa de Saúde do Crato.

Crato. A Casa de Saúde Santa Teresa, único hospital psiquiátrico do Cariri, está comemorando 40 anos de fundação com um projeto de inclusão social que envolve os pacientes que estão pintando as paredes daquela casa hospitalar. O local atende a pacientes com transtornos mentais de 50 municípios do Cariri e dos Estados vizinhos. A assistente social, Margareth Novais, diz que a Casa de Saúde está mudando de cara e de filosofia de tratamento.

"Estamos seguindo a mesma orientação do hospital-dia, que visa à reinserção social do paciente em seu meio", afirma Margarete, explicando que "o tratamento em regime de internação será estruturado de forma a oferecer assistência integral à pessoa portadora de transtornos mentais, incluindo serviços médicos, de assistência social, psicológicos, ocupacionais, de lazer, entre outros. "Oferecer ao paciente uma profissão de pintor, com direito a diploma, é uma forma de inserção social", justifica Margareth. Para execução do projeto foi firmado convênio com a empresa de tintas americana Sherwin-Williams que, segundo o assistente técnico da empresa, Ricardo Torres, tem como objetivo intensificar a cultura e o trabalho de inclusão social, aumentando a acessibilidade para as pessoas com deficiência e mobilidade reduzida e garantindo a integração dos usuários por meio de projetos que priorizam o design, a beleza e a tecnologia de ponta.

A parceria foi importante porque o hospital está passando por uma grave crise financeira. Os recursos que entram, cerca de R$ 250 mil, repassados pelo Sistema único de Saúde (SUS) para a Prefeitura, não são suficientes para manutenção do hospital que, apesar de sua função social, de acordo com Margareth, não vem recebendo o apoio que merece.

"O convênio com a empresa de tintas vai permitir a realização de um trabalho que a diretoria não tem condições de assumir", complementa. Os pacientes da Casa de Saúde, orientados por instrutores e pintores profissionais, iniciaram o trabalho, aplicando uma mão de selador nas paredes que serão pintadas. "A ideia é oferecer um visual mais alegre e colorido, pintando paisagens e animais nas paredes", diz Ricardo Torres, esclarecendo que "é mais fácil trabalhar com os doentes mentais do que com as pessoas consideradas normais". Torres diz que a maioria dos pintores profissionais tem opinião formada sobre as instruções. Já os pacientes da clínica são dóceis e inteligentes. A assistente social Margareth Novais complementa dizendo que a loucura está muito próxima da inteligência. "Em alguns casos é o excesso de inteligência", acrescenta ela.

O interno José Gonçalves está entusiasmado com a ideia. Ele diz que já trabalhou de pintor. Agora, está tendo a oportunidade de aperfeiçoar a arte, acredita. Gonçalves diz, otimista, que vai sair de lá com o diploma, pronto para trabalhar em qualquer lugar.

Referência

Fundado no dia 21 de junho de 1970, a Casa de Saúde Santa Teresa tornou-se o único hospital psiquiátrico de referência para a região. Mantém uma média de 200 internos pelo SUS. Os recursos, segundo a diretora Luciana Abath, são insuficientes para manutenção do hospital que conta com 90 funcionários distribuídos em plantões.

Solidariedade

"Os recursos dos SUS são insuficientes para manter 200 internos na unidade"
LUCIANA ABAHT
Diretora da Casa de Saúde Santa Tereza Município do Crato

"Este projeto visa à integração social de pessoas com deficiências mentais"
Ricardo Torres
Assistente técnico da empresa Sherwin-Williams

MAIS INFORMAÇÕES:
Casa de Saúde
Santa Teresa, do Crato
Av. Dr. Rolim - bairro Vilalta,
(88) 3523.2511

Antônio Vicelmo
Repórter do Jornal Diário do Nordeste
Colaborador do Blog do Crato

Canibal francês pega 30 anos de prisão


Um prisioneiro francês que matou seu colega de cela e comeu seu pulmão foi sentenciado a 30 anos de prisão nesta quinta-feira (24). Nicolas Cocaign e Thierry Baudry brigaram quando Cocaign pediu a Baudry que lavasse suas mãos depois de usar o banheiro na noite de 2 de janeiro de 2007. Cocaign estrangulou Baudry e abriu seu peito com uma lâmina de barbear. Pensando que era o coração, Cocaign, então, arrancou um pedaço do pulmão de Baudry e comeu parte do órgão cru antes de cozinhar o resto com cebola. Cocaign, de 37 anos, que tem cabeça raspada e cujo rosto é coberto de tatuagens, disse que gostou do que fez. Ele terá de cumprir pelo menos 20 anos de sua sentença. Ciente de seus impulsos, ele pediu ajuda psiquiátrica em 1998 e que fosse transferido para uma cela isolada em 2006. O advogado de defesa Fabien Picchiottino, afirmou que há "falha do sistema psiquiátrico, penitenciário e social". - É excepcional ver uma pessoa psicologicamente perturbada dizer: "tenho de ser tratada".

Fonte: Copyright Thomson Reuters

Senadores pedem socorro para estados atingidos por enchentes

[Foto: ]

A tragédia provocada por enchentes nos estados de Alagoas e Pernambuco tem levado diversos senadores a se pronunciar sobre o assunto. Na terça-feira (22) discursaram Renan Calheiros (PMDB-AL) e Marco Maciel (DEM-PE), que pediramajuda do governo federal e da sociedade em favor dos flagelados. Eles lamentaram a catástrofe e pediram solidariedade. Renan elogiou a liberação de verbas pelo governo federal e enumerou os municípios alagoanos atingidos. Marco Maciel apontou a situação de calamidade, especialmente na Zona da Mata de Pernambuco.

Fonte: Agência Senado

Dunga pede desculpas aos torcedores brasileiros por palavrões


NE - Afinal de contas, todo mundo perde a cabeça de vez em quando...

Nesta quinta-feira, os técnicos das duas equipes deram entrevistas. Dunga fez um pedido de desculpas aos torcedores brasileiros e se emocionou ao falar dos problemas de saúde do pai. Quem mostra é o repórter Eric Faria. Dunga, 47 anos. Carlos Queiroz, 57. Nesta quinta, só os dois foram ao estádio Moses Mabhida. E nas entrevistas concordaram em alguns pontos. O gramado por exemplo. “Espero que amanhã (sexta) o gramado esteja bom para que Portugal e Brasil possam corresponder à expectativa do mundo inteiro”, disse Queiroz. “O gramado é um dos fatores importantes para que se tenha um bom espetáculo, porque são jogadores técnicos e a bola tem que andar rápido, ágil, para os jogadores terem um bom controle”, analisou Dunga.

Mesmo sendo um jogo de Copa do Mundo, cheio de rivalidade e que vale a classificação para Portugal, o técnico Carlos Queiroz fez questão de elogiar o adversário. “Uma equipe muito difícil de bater. Organizada, sólida, realista, que está cheia de bons jogadores e sobretudo pratica um futebol de acordo com aquilo que é a realidade do futebol moderno”. Nesta sexta, o encontro com Queiroz. Nesta quinta, Dunga aproveitou para se desculpar pelos palavrões ditos na entrevista de domingo, após a vitória sobre a Costa do Marfim.

“Quero pedir desculpa ao torcedor brasileiro pela minha atitude, a forma como eu me comportei, porque o torcedor que sempre tem apoiado a seleção brasileira não tem nada a ver com os meus problemas pessoais”. Durante meia hora, o técnico da Seleção respondeu 17 perguntas. A última o emocionou. Era sobre a saúde do pai que sofre do mal de Alzheimer.

Fonte: G1

Avião da TAM faz manobra evasiva ao se aproximar de Congonhas ao detectar aeronave na mesma rota


Brasília - Um avião da TAM que fazia o voo 3717, de Brasília para São Paulo, quando se aproximava do Aeroporto de Congonhas, teve que fazer uma manobra evasiva porque os equipamentos de bordo detectaram a presença de outro avião na mesma rota, informou a empresa por meio de nota na noite de hoje (24). De acordo com o comunicado, o comandante da aeronave seguiu “os procedimentos de segurança prescritos para essas circunstâncias”. A TAM informou ainda que o avião pousou sem problemas, às 18h52, e os 171 passageiros desembarcaram em seguida.

Da Agência Brasil

A COPA DO MUNDO É NOSSA! - Por: Luciano Pierre

A copa do mundo é nossa! A copa do mundo é nossa, com brasileiro não há quem possa! Pensar nesta frase apenas em época de torneio mundial, é normal e eu, também, parei para observar um pouco esta frase, tão usada em épocas de copa do mundo, alías foi eternizada como a musica de todas as copas. Se formos parar para pensar nesta frase, de fato a copa do mundo é nossa, pois tudo que plantamos dá, tudo que criamos vai para o mundo, tudo que começamos a usar, é adotado por todo o mundo, até o que o mundo cria nós aprimoramos e nos tornamos melhores, como é o caso do próprio futebol. Mais o que nos deixa atrás, o que nos faz pior, o que nos leva a uma posição tão a quem do que poderíamos alcançar, nos fazendo país de terceiro mundo? Será que nossa inteligencia está apenas no pé? Só sabemos batucar, só sabemos mostrar o corpo? Podemos procurar diversas explicações, mas o problema começa bem antes de servimos algo para o mundo, pois sequer nos damos o trabalho de escolher bem os ingredientes, de separarmos os alimentos, de lavarmos os alimentos, pois a podridão que vemos no congresso, nos escritórios, nas empresas, nos paredões dos bailes, nas boates, nas escolas e até mesmo no futebol, nunca passou em baixo de uma água corrente! Se nossos jovens, ou melhor, se nosso povo em geral, pensasse mais, se portasse de maneira honrosa, desde o dia em que alcançam a adolescencia, a puberdade, até o dia em que se tornam idosos, podería encontrar seus ingredientes certos, puros e livres de contaminação, para servir ao mundo, mas o que vemos é bem o contrário, porque queremos juntar todos os ingredientes, sejam eles bons ou ruins, numa cozinha desorganizada e suja, para tertarmos criar um bom prato, enquanto muitos gringos vêm a nossa casa, invade nossa cozinha, pega na geladeira o que quer e segue. Devemos de uma vez por todas, entender que a copa do mundo é nossa, foi nossa quando exportamos samba, futebol, moda, artes, comidas, mão de obra qualificada, ideias novas para diversas coisas, coisas que por mais que já estivessem no prato do mundo, só foi de todo saboreada quando servida em nossa copa. Devemos pensar que, se quisermos, podemos trazer quem quisermos para comer em nossas mãos, mas elas devem estar limpas, sem dineheiro do povo, sem a filha do vizinho, sem armas, drogas, sem o temperinho amargo do jeitinho brasileiro, que acaba por desandar qualquer massa, trazendo gravidez inesperada, corrupção, demições por justa causa, eliminações de competições, até mesmo a eliminação da competição da vida, pois por querer dar jeitinho, muitos já se foram. Eu, você e qualquer filho deste solo, é capaz de criar alguma coisa que possa ser servida ao mundo, pois ele já tem como dele a nossa copa, esperando que saia mais do que um corpo, mais do que um “malandro”, mais do que um jogador, mas do que um escândalo, a ser servida a ele pelo chefe mais criativo e inovador, aquele que não desiste nunca, afinal, com Brasileiro, não há quem possa!

Sobre o Autor Luciano Pierre:

EU SOU LUCIANO PIERRE, O QUE EU FAÇO É ESCREVER, O QUE EU TENHO É UMA FAMÍLIA, O QUE EU QUERO É APENAS INCENTIVAR AS PESSOAS A PENSAREM, POIS ATITUDES INPENSADAS GERAM RESULTADOS INDESEJAVEIS E INCONCEBIVEIS, ASSIM, PENSO, LOGO SOU LIVRE PARA DIZER SIM OU NÃO, ASSUMINDO A RESPONSABILIDADE DO RESULTADO DE UMA OU OUTRA ESCOLHA!

A alegria da colônia japonesa e a tristeza da italiana em São Paulo

Em São Paulo, mesmo sem a seleção brasileira em campo, teve muita torcida dos italianos e dos japoneses. Festa mesmo só no bairro da Liberdade.

No bairro mais japonês de São Paulo, nada de torcedor na rua. Nem parece que o Japão se classificou para as oitavas de final. No reduto italiano, fica fácil entender o silêncio. "Todo mundo triste. Eu chorei de raiva", conta Walter Taverna. A decepção com a atual campeã do mundo explica porque nesta quinta-feira não teve tarantela e em uma cantina o barulho faz falta mesmo. Já na Liberdade, nem tanto. Mas no bairro japonês tem festa sim, dentro de um hotel, bem ao estilo reservado dos japoneses. É em uma sakeria que eles comemoraram até tarde e com karaokê, é claro. Um craque brasileiro foi muito lembrado pela campanha da seleção japonesa neste mundial. "O Zico mora aqui. Graças a ele que o Japão está assim hoje", afirma o empresário, Nelson Iha.

No Bixiga, os jogadores da Azurra também estão na boca da torcida, mas por outro motivo. "É lastimável, um jogo desse a gente perder. A gente perde até a vontade de comer a macarronada". E não faltou polêmica. "Roubou, anulou um gol legítimo", grita o açougueiro, Antônio Camarosano. Na colônia japonesa, tudo bem com os 3 a 1. Comemoração regada a saquê. Alegria de um lado, tristeza de outro e amanhã é outro dia. "O Brasil para mim é melhor que a Itália. O Brasil eu consegui tudo, criei uma família", afirma Antônio Camarosano. "Se tiver Brasil e Japão com certeza vamos torcer para o Brasil", conta o assessor de imprensa, Hiroshi Saido.

Fonte: G1

CRATO - Notícias do dia 25 de Junho de 2010


Prefeito do Crato decreta Ponto Facultativo em virtude do jogo da seleção

O prefeito municipal do Crato, Samuel Araripe, decretou ponto facultativo nesta sexta-feira, nos diversos órgãos da administração. A medida leva em consideração o jogo da seleção brasileira, que se dará às 11 horas deste dia 25. Também, ressalta que não seria producente o expediente, que iniciaria às 8 horas e pouco tempo depois seriam suspensas as atividades dos servidores municipais, para assistirem ao jogo. O prefeito municipal também considera, no decreto, o princípio de economicidade, reduzindo gastos inerentes à atividade administrativa. Os servidores municipais lotados em serviços essenciais, tais como o fornecimento regular de água e atendimento médico-hospitalar de urgência e Departamento Municipal de Trânsito (Demutran), continuarão com suas atividades.

Governo Municipal do Crato

Edições Anteriores:

Maio ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31