xmlns:fb='http://www.facebook.com/2008/fbml' xmlns:og="http://opengraphprotocol.org/schema/"> 03/06/2010 | Blog do Crato
.

VÍDEO - CONVERSA FRANCA - O DESCASO NO CRATO - Dihelson Mendonça ( 30-11-2017 ).
Estamos de volta com as transmissões da TV Chapada do Araripe ( E agora, com alguns programas ao vivo ). Serão vários programas abordando temas diversos, como a realidade da nossa região, do Ceará e do mundo; Programas científicos, atualidade, entrevistas, e transmissão de eventos ao vivo. ( Veja o vídeo e compartilhe ). www.tvchapadadoararipe.com



Comunidade Cratense no Facebook - Mais de 25.000 seguidores. Clique em Curtir e adicione a sua Foto !

03 junho 2010

SOCIEDADE - Professor Zé Nilton Figueiredo


O Zé Nilton Figueiredo é um dos maiores intelectuais do Cariri. Seu conhecimento abrange inúmeras áreas, que varia desde a Filosofia à Composição musical. Zé Nilton não é portanto, apenas mais um intelectual professor, ele é sobretudo, um ARTISTA. E como artista, aquele que cria algo, o diferencia em muito dos meros espectadores. Tendo já 3 discos gravados com obras autorais, a modestia não lhe permite alardear em torno do seu nome como normalmente faz qualquer artista ou publicitário. Demonstra uma sabedoria e conhecimento acerca da vida, que poucos podem atingir, ao ver que todos os chamados "valores" humanos são efêmeros, mutáveis, e que no teatro da vida, os maiores espectadores da nossa tragédia, somos nós mesmos e a seleta e restrita aliança de amigos que contamos na palma da mão. Uma das figuras mais bem-humoradas e gentis que o Crato possui, sabe dar valor à vida e a tudo de belo que os sentidos podem testemunhar. Uma das suas maiores delícias reside na especialização das obras do também compositor Chico Buarque de Hollanda, que ele está apresentando numa série de 3 programas que estão indo ao ar todas as quintas-feiras, pela Rádio Educadora do Cariri. Hoje, dia 03 de junho, aconteceu o primeiro deles.

Estava aqui me lembrando do genial Zé Nilton e do Chico, quando involuntariamente começaram a "pipocar" na minha mente, outras tantas melodias e letras que ao longo de décadas, compartilhamos e que, afinal, fazem parte do consciente e do inconsciente coletivo de todos nós. A vida em comum nos traz inúmeros aspectos destas frases, pensamentos e lições que juntos aprendemos, amamos e vivemos. Tenho o grande prazer de compartilhar a minha época neste planeta com o Prof. Zé Nilton. O destino, ou sei lá o quê possamos chamar, não poderia ter me colocado aqui em melhor tempo, para que eu pudesse apreciar e aprender com esse verdadeiro MESTRE.

Por: Dhelson Mendonça

"Pensou, que eu não vinha mais pensou...cansou de esperar por mim. Acenda o refletor, apure os tamborins..."

"Ele vinha sem muita conversa, sem muito explicar...eu só sei que falava e cheirava e gostava de mar...

"Outra noite, outro sono, como se eu sonhasse o sonho de outro dono..."

"O nosso amor é tão bom, o horário é que nunca termina. Eu sou funcionário, ela e dançarina, quando caio morto ela empina..."

"E quem sabe então o Rio será alguma cidade submersa, os encafandristas virão...Sabios em vão tentarão decifrar o eco de antigas palavras, fragmentos de cartas..."

"Sambando na lama de sapato branco, glorioso...o grande artista tem que dar o tom"

"Chorei, Chorei..até ficar com dó de mim..."

"Ei pintassilgo, oi pintaroxo, melgo , Uirapuru..."

"Meu caro amigo me perdoe por favor, se não lhe faço uma visita, mas como agora apaeceu o portador, mando notícias nesta fita...aqui na terra tão jogando futebol, tem muito samba, muito choro e Rock and Roll..."

"Ah! se já perdemos a noção da hora, se juntos já jogamos tudo fora, me conta agora como hei de partir..."

"dois irmãos quando vai alta a madrugada, e a seu pés vão encostar os instrumentos. Aprendi, a respeitar sua morada..."

"Eu hoje fiz um samba bem pra frente, dizendo realmente o que é que eu acho...eu acho que o meu samba é uma corrente, e coerentemente assino embaixo..."

"No sinal fechado, ele transa chiclete...engata uma primeira e até...dobra a carioca ô lerê, desce a Frei Caneca oh lará, se manda pra Tijuca, sobe o boréu...transa parafina, dorme gente fina, acorda pinéu..."

( Chico Buarque de Hollanda )

Abraços,

Dihelson Mendonça

Meio Ambiente também no Cariri Encantado-Protagonistas!

Por Luiz Carlos Salatiel

Sem o modismo em que se revestiu o tema Meio Ambiente na mídia, o papo vai rolar no Cariri Encantado desta sexta-feira, dia 04 de junho.
A conversa é com o cineasta ambientalista Jefferson Júnior que está editando a primeira parte do seu filme sobre o ciclo da Chapada do Araripe e com o Ed Alencar, eco-radialista neto do seu Jefferson da Franca Alencar, que em vida preservou uma reserva ambiental no sítio Fundão onde morava.

Encontro Marcado:
Cariri Encantado é o programa radifônico das tardes das sextas-feiras, transmitido pela Radio Educadora do Cariri a partir das 14 horas. Uma parceria do CCBNB-Cariri com a Radio Educadora do Cariri. Produção Oca-Officinas de Cultura Artes & Produtos derivados e a revista virtural CaririCult.
Apresentação: Luiz Carlos Salatiel

Seleção brasileira tem recepção calorosa em primeiro treino aberto


JOHANNESBURGO, África do Sul (AFP) - A seleção brasileira realizou na tarde desta quinta-feira, na comunidade de Soweto, em Johannesburgo, seu primeiro treino aberto exigido pela Fifa, com trabalho leve, diante de um público entusiasmado que a considera favorita para o título da Copa da África do Sul. O treino ocorreu no Donbsonville Stadium de Soweto - área onde surgiu o movimento de resistência contra o regime do Apertheid (segregação racial) sul-africano - e contou com quase 5.000 pessoas da região, que em clima de festa expressaram de forma barulhenta e colorida sua simpatia pelo Brasil. Em seu primeiro treino depois do amistoso que venceu por 3 a 0 o Zimbábue em Harare, na quarta-feira, o Brasil não mostrou novidades nos trabalhos, apenas a ausência do goleiro titular Julio César, que após uma dividida durante a última partida teve dores nas costas.

O astro Kaká, que se recupera de uma lesão muscular, completou o treino e foi ovacionado pelo público, enquanto o zagueiro Juan foi liberado do treino com bola. Outros jogares, como o lateral Michel Bastos, o atacante Robinho, o volante Gilberto Silva e o atacante Luis Fabiano começaram realizando treinos leves por terem sido mais exigidos no amistoso com o Zimbábue, e depois não participaram da segunda parte do treino com bola. O Brasil teve uma recepção calorosa nesse bairro pobre, como se fossem estrelas da música pop, com dezenas de jovens gritando. Foi a primeira vez que os moradores desse histórico reduto negro viram a seleção pentacampeã do mundo ao vivo e de perto. O barulho das cornetas 'vuvuzelas' e a gritaria marcaram o movimento em campo dos brasileiros, que fizeram sinais de agradecimento aos torcedores. Depois da sessão de alongamento e aquecimento, o técnico Dunga voltou a insistir, como tem feito até agora, na posse e recuperação de bola em diferentes modalidades.

Ao contrário dos dias anteriores, os treinos não incluíram choque entre titulares e reservas. Entre outros trabalhos, os jogadores que realizaram o treino com bola foram divididos em três grupos com uniformes diferentes, e um deles pressionava aquele que recebia a bola, enquanto os outros dois grupos circulavam. Com o frio chegando e já com um público reduzido, o encerramento do treino foi um duelo na metade do campo, com dois grupos de seis jogadores à procura de avanços rápidos para definir na área. O Brasil faz parte do Grupo G com Coreia do Norte, Costa do Marfim e Portugal, e estreia em 15 de junho contra os asiáticos. Na sexta-feira, a seleção fará treinos de dois turnos e no domingo viajará para a Tanzânia, onde na segunda-feira terá um jogo contra a equipe anfitriã em seu último amistoso antes da estreia na Copa.

Fonte: Yahoo Notícias

Morre o pai do cantor Milton Nascimento


Josino de Brito Campos tinha 93 anos e estava na UTI havia dez dias. Morte foi provocada por insuficiência respiratória, segundo hospital. Josino, pai de Milton NascimentoJosino, pai de Milton Nascimento - O pai adotivo do cantor e compositor Milton Nascimento, Josino de Brito Campos, morreu na tarde desta quinta-feira (3) em Três Pontas, sul do Estado de Minas Gerais. De acordo com informações da Santa Casa local, ele tinha 93 anos, estava internado havia dez dias na UTI do hospital e morreu de insuficiência respiratória provocada por uma pneumonia. O corpo está sendo velado na Câmara Municipal de Três Pontas e será enterrado às 10h deste sábado no cemitério da cidade. Técnico em eletrônica, Campos ajudou a fundar a Rádio Clube Três Pontas, onde Milton Nascimento começou a carreira como locutor.

(Foto: Reprodução /Museu da Pessoa/Creative Commons)

Visitando Karimai - Postado por: Carlos Rafael Dias

Quando um mestre se pronuncia tudo se aquieta. O sol do final de tarde torna-se mais brilhante. Aquele passarinho na mangueira do quintal canta mais bonito e altaneiro. O vento, quase sempre irritante, vira brisa suave. E a noite desce sem pressa e sem aquele breu assustador.

Esta foi a sensação que se apoderou de mim e, com certeza, de todos os que estavam comigo – Salatiel, Zé Flávio e Reginaldo – na visita ao mestre Luiz Karimai. Foi neste final de tarde de feriado de Corpus Christi. Salatiel me ligou convidando pra visitar Luiz Karimai, que anda um pouco adoentado (ah, essas intempéries da vida). Fomos, pois, no carro de Zé Flávio. Destino: rua João Henrique Brasileiro, 596, Tiradentes, Juazeiro do Norte. Lá mora um mestre. Ou melhor, o mestre Karimai. Lá funciona o seu ateliê de vida e de sabedoria. “Lá o Tsé manifesta”. Lá o tempo pára esperando que a pressa se canse. O tempo é uma ampulheta nas mãos do mestre.

Salatiel levou umas oferendas: uma camiseta da copa e um estojo de lápis colorido. Zé Flávio, como um bom mecenas, escolheu “dois karimais”, retirando-os da parede como quem pega, naturalmente, dois pacotes de arroz integral da prateleira. Eu tentei fechar os olhos pra tão-somente ouvir o mestre falando. Karimai falou sem parar. Mas falou sem pressa, pausadamente e com o coração latente.

O cérebro do “japinha” é genial, como bem observou Zé Flávio, já na volta. Quem pouco falou foi Reginaldo (mas esse é discípulo e discípulo pouco fala).

Obs.: Salatiel fotografou

Alguém quer comprar um Jornal ? - O LE MONDE está à venda !


Não uma edição de jornal, mas um jornal inteiro, com máquinas e tudo. Está à venda um dos maiores jornais do mundo. Meu questionamento é: Nessa nova era em que as informações precisam ser rápidas, chegar ao público com a maior rapidez de atualização, quem ainda vai se dar ao trabalho de imprimir as notícias em papel? Daqui que chegue até os leitores...altos custos de produção e distribuição, acaba se tornando um produto Caro e sem Utilidade. É por isso que eu sempre digo aos que duvidam: O Jornal impresso está com os dias contados. Haverá um ou 2 computadores com acesso à internet para cada habitante do planeta em muito breve. E informações ultrapassadas não serão moda. Refuto os argumentos daqueles que dizem que no tempo em que surgiu a TV, o Rádio não foi desbancado. Acontece que naquela época apenas houve uma substituição, um upgrade, se me permitem, de um veículo que já transmitia o áudio e passou a transmitir a imagem. Agora estamos diante da troca da MÍDIA, do meio de informação, a troca do papel pela tela eletrônica. A troca da velocidade de impressão pela velocidade instantânea da Internet. Acesso a internet há 16 anos. Acompanhei muitas empresas surgirem e desaparecerem. E o balanço que posso fazer disso tudo é que a internet será em breve a convergência de todas as outras mídia: Rádio, TV, Jornal. Porque é uma coisa cada vez mais barata, cada vez mais acessível, prazerosa, rápida e eficiente. E quem investe em informação e publicidade, precisa exatamente dessas qualidades. A informação quer rapidez a custos baixos!

Dihelson Mendonça

Jornal francês Le Monde está à venda

O jornal francês Le Monde, um dos mais importantes do mundo, foi oficialmente posto à venda nessa quarta-feira (2) em Paris. O anúncio foi feito em editorial de capa pelo diretor-executivo da publicação, Eric Fottorino, e confirma a perspectiva aberta em janeiro de 2008, quando do agravamento da crise do maior diário da França. Os futuros proprietários, que deverão injetar entre € 80 bilhões e € 100 bilhões em troca do controle acionário, terão de assinar um termo de compromisso garantindo a total independência editorial do periódico de centro-esquerda. A troca de mãos do Le Monde é desde já o maior movimento em curso no mercado editorial da Europa, e está mobilizando investidores da própria França, mas também da Itália, da Espanha e da Suíça. As ofertas deverão ser concretizadas até 14 de junho pelo conjunto do grupo Le Monde, integrado também pelo site lemonde.fr, o portal informativo mais frequentado do país, o jornal Le Monde Diplomatique, as revistas Courrier International, Télérama e La Vie e a gráfica da companhia, além de seus imóveis. A perspectiva é de que até 30 de junho o selecionado para liderar o processo de recapitalização do grupo seja conhecido.

A venda, nas palavras de Fottorino, marcará “uma virada histórica para Le Monde”, um jornal fundado pelo legendário jornalista Hubert Beuve-Méry em 1944 e controlado por seus funcionários desde 1951. “O Monde sofreu as consequências de tensões sobre sua tesouraria que o conduziram no ano passado a contrair um empréstimo bancário de € 25 milhões, condicionado por nossos credores – o banco BNP em primeiro lugar – à implantação de uma recapitalização”, informou executivo. Ainda de acordo com Fottorino, a empresa precisará reembolsar entre 2012 e 2014 um total de € 69 milhões em empréstimos contraídos dos grupos Publicis, La Stampa e BNP Paribas. Apesar do quadro adverso, a direção do grupo reafirmou seu otimismo sobre o futuro, em especial depois que o jornal conseguiu reverter, em 2009, os crônicos déficits, fechando o ano com um saldo de € 2 milhões, “sinal de um dinamismo editorial e de um retorno à melhor gestão”, segundo seu editor.

Em 2009, o jornal já havia demitido 130 funcionários, dos quais 70 jornalistas, assim como vendido títulos como a revista Cahiers du Cinéma, com o objetivo de reduzir o endividamento e enfrentar a queda das receitas publicitárias e das vendas. Como em grande parte do mundo desenvolvido, a circulação de jornais impressos vem em queda, mas o Le Monde se mantém na liderança entre os jornais generalistas do país, com 320 mil exemplares por dia – 40 mil dos quais no exterior. Apesar da crise, o futuro do diário parece assegurado. Se, de um lado, o grupo Lagardère, um dos maiores conglomerados da França e atual proprietário de 17% das ações, informou que não participará da seleção, investidores de pelo menos quatro países já anunciaram a intenção de fazer parte da recapitalização. Até o momento, a oferta mais concreta parece ser a de três investidores franceses, Pierre Bergé – ex-companheiro do estilista Yves Saint-Laurent e acionista do jornal Libération -, Matthieu Pigasse e Xavier Niel, os dois últimos empresários dos setores bancário e de comunicações.

Fonte: Agência Estado

TSE divulgará até sábado relação de políticos com multas pendentes

Os candidatos precisam quitar suas dívidas eleitorais para disputar as eleições

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) deve divulgar até o próximo sábado (5) a lista com os filiados a partidos políticos que possuam pendências de multas eleitorais. A medida foi aprovada nesta semana pelos ministros da Corte, e a divulgação deve ocorrer pelo Filiaweb, sistema da Justiça Eleitoral pela internet. Por meio da lista, os partidos poderão verificar quais os filiados que pretendem se candidatar em 2010, mas que possuem a pendência. Assim, é possível quitar a dívida antes do prazo para finalizar o registro da candidatura. Sem a certidão de quitação eleitoral, alerta o TSE, os candidatos não poderão concorrer a qualquer vaga eletiva. Antes da adoção da medida, a Justiça Eleitoral enviava aos partidos a relação dos devedores até o dia 5 de julho do ano da eleição. Para o ministro Arnaldo Versiani, relator da resolução, a mudança dá mais tempo aos partidos e àqueles que pretendem disputar as eleições.

Fonte: R7

CRATO - Previsão do tempo para hoje, 4 de Junho de 2010


Bom Dia para todos os leitores, comentaristas e escritores do Blog do Crato. Apesar da falta de chuvas a temperatura caiu nos últimos dias em Crato. Nesta madrugada, na Vilalta, os termômetros marcaram 25 graus às 03:00. E a previsão segundo as fontes meteorológicas é de "Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite".

Hoje trazemos 2 entrevistas em áudio. A primeira delas com o organizador do Cariri Cangaço, Manoel Severo, que realiza o maior evento sobre o Cangaço desde o próprio cangaço, que reúne dezenas de escritores, pesquisadores e autoridades no assunto. A segunda, é uma entrevista com o prefeito do Crato, Samuel Araripe, que fala sobre sua recente premiação de melhor prefeito do Ceará escolhido por votação de algumas das maiores autoridades e jornalistas do Ceará. Confira isso e muito mais na edição de hoje, 4 de Junho de 2010 aqui no Blog do Crato.

Bom Dia!

Dihelson Mendonça

A voz do Granjeiro - José Alves de Figueiredo/Carlos Rafael


E
ste rio que passa aqui gemendo,
E vem da serra envolto em cipós,
Anda plangente desde que entendo,
Desde que se entenderam meus avós.

É um rio de amor que vem trazendo
O cristal que regala a todos nós.
Seu gemido é segredo que eu desvendo,
Pois nele fala o Crato em terna voz.

Cantem outros o encanto de outros rios,
Como fez com o Tejo o vate luso,
Que eu cantarei em doces murmúrios
Do Granjeiro esta voz que sempre acuso
Como um lamento, um canto de amavios,
Um lamento de deusa que eu traduzo!

* “José Alves de Figueiredo nasceu no Crato, em 28 de abril de 1878 e faleceu na mesma cidade, em 6 de fevereiro de 1961 (…). Autodidata, depois de freqüentar a escola primária, empregou-se numa farmácia, da qual seria mais tarde proprietário. Foi dono de um grande sítio de lavoura no sopé da Serra do Araripe. Foi vereador em mais de uma legislatura, chegando a exercer mandato de prefeito municipal do Crato na década de 20. Ainda em 1901 fundou e dirigiu o jornal Sul do Ceará(…). Publicou: O Beato José Lourenço (1935) e Ana Mulata (1958), sendo postumamente editados, pelo Instituto Cultural do Cariri, seus Versos Diversos (1978), com prefácio de J. Lindemberg de Aquino (…).”

Sanzio de Azevedo (soneto e texto publicados na revista Itaytera, nº 27, 1983)

… E o Granjeiro que não existe mais


Belos versos para um rio que não existe mais.

Este é o sentimento que toma conta de qualquer cidadão cratense que tenha o mínimo de sensibilidade ou consciência ambiental.

O que já foi um límpido e caudaloso rio, onde as donas-de-casa lavavam roupas, as crianças tomavam banho e os homens pescavam,- é hoje um fétido canal a céu aberto, um pútrido esgoto que se constitui no mais vergonhoso atestado de subdesenvolvimento desta nossa amada e idolatrada cidade.

Feito Diógenes: procura-se um Homem que resolva de vez este problema.
(Carlos Rafael)

Grande espetáculo teatral em Crato e Juazeiro do Norte

Um gesto de humildade – Por Magali de Figueiredo Esmeraldo

Há alguns anos, eu estava assistindo a celebração do Lava-pés, na Quinta-feira Santa, na paróquia que participo em Fortaleza. É muito significativa para a Igreja Católica essa celebração da Ceia do Senhor.

A missa do Lava-pés relembra o gesto de Jesus Cristo, que lavou os pés dos discípulos em sinal de humildade, solidariedade e igualdade entre os homens. A cerimônia lembra também, quando Jesus instituiu a Eucaristia, ao partir o pão e distribuir com os seus discípulos.

Eu estava sentada num local privilegiado, bem em frente ao altar, pois tinha sido escalada para fazer uma leitura. Dali poderia ver bem de perto a cerimônia do Lava-pés. Já tinha doze homens escolhidos com antecedência para representar os apóstolos. Anualmente são escolhidos homens conhecidos e que participam dos trabalhos da comunidade paroquial, geralmente representantes das diversas pastorais. Estavam sentados na lateral do altar, seis de cada lado. Todos vestidos com uma túnica apropriada, os pés limpos, pois o padre iria passar lavando, enxugando e beijando os pés de cada um. Quando o padre iniciou a cerimônia do Lava-pés, um mendigo entrou pela nave principal da igreja, sujo, mal vestido, com um saco preso às costas. Ele ficou em pé de frente para o altar, interessado em ver o que o padre estava fazendo. Parecia ser o mais excluído dos excluídos, tão pobre e miserável era a sua aparência. Como os lugares estivessem todos ocupados, o padre fez um sinal para que ele sentasse no batente do altar. O homem ficou atento. Pensei que o padre iria mandá-lo sair. Esse padre havia chegado à Paróquia há poucos dias e, as pessoas estavam falando que ele era antipático, pois não cumprimentava ninguém e tinha a cara muito fechada. Esse tipo de falatório ocorre sempre quando existe uma mudança de comando na direção de uma paróquia ou de qualquer organização.

Tão logo o padre terminou de lavar os pés dos homens que representavam os apóstolos, desceu o batente com a jarra de água e lavou os pés imundos daquele excluído, enxugou-os e beijou-os. O pobre homem ficou tão surpreso com esse gesto de demonstração de amor, que quis beijar o sapato do padre. Mas este não deixou.

Senti naquele momento a presença Deus, mandando um sinal para a comunidade aceitar o padre e entender que as pessoas podem ter defeitos e qualidades. Também percebi que Deus queria mandar um recado para todos nós: exercitar o amor pelos excluídos da vida. Que fazendo a nossa parte, ajudaremos a construir um mundo melhor, com mais paz e justiça para todos. Tudo isso me tocou profundamente e passei o resto da missa tentando enxugar as lágrimas que teimavam em rolar pela minha face. Para mim, foi emocionante ver o padre imitando o gesto de humildade de Cristo. Esse fato serviu de exemplo para mim e penso que para todos que estavam próximo daquele local.

Depois daquela ocorrência, muita gente que presenciou esse momento marcante passou a admirar e aceitar o padre, que com aquela atitude nos deu uma lição de como devemos exercitar a nossa humildade.

Por Magali de Figueiredo Esmeraldo

Professor Francisco Cunha é empossado no Conselho Estadual de Educação

O professor da Universidade Regional do Cariri, Francisco de Assis Bezerra da Cunha, foi empossado como conselheiro do Conselho Estadual de Educação do Ceará. A solenidade de posse ocorreu neste último dia 2 de junho, no Auditório Coronel Murilo Serpa, do Conselho Estadual de Educação, em Fortaleza. O professor Francisco Cunha foi nomeado recentemente para a função de conselheiro estadual de Educação pelo governador Cid Ferreira Gomes.

O Colegiado é composto de dezoito conselheiros e três suplentes de conselheiros, com mandato de quatro anos, sendo permitida a recondução aos cargos.

Conheça o Conselho de Educação
- Presidente do Conselho Estadual de Educação: Edgar Linhares Lima
- Vice-Presidente do Conselho Estadual de Educação: Ada Pimentel Gomes Fernandes Vieira
- Presidente da Câmara da Educação Básica: Ana Maria Iorio Dias
- Presidente da Câmara da Educação Superior Profissional: Vicente de Paula Maia Santos Lima

Conselheiros
Ana Maria Nogueira Cruz, Francisco Assis Bezerra da Cunha, Henry de Holanda Campos, Jose Batista de Lima, Jose Marcelo Farias Lima, Jose Nelson Arruda Filho, Maria Luzia Alves Jesuino, Maria Palmira Soares de Mesquita, Nohemy Rezende Ibanez, Samuel Brasileiro Filho,  Sebastião Teoberto Mourão Landim, Sebastião Valdemir Mourão e Selene Maria Penaforte Silveira.

Conheça mais o Conselho Estadual de Educação
O Conselho Estadual de Educação, no passado, denominado Conselho Técnico de Educação, chamando-se depois Conselho de Educação do Ceará, já conta com quatro décadas. O Conselho de Educação do Ceará – CEC, órgão normativo e de deliberação coletiva é responsável pelas atribuições do poder Público Estadual em matéria normativa e consultiva de natureza educacional, bem como aplicar sanções na área de sua competência.

Fonte: Conselho Estadual de Educação do Ceará

INTERCÂMBIO CIENTÍFICO - Acordo une Geoparks do Ceará e da China


Geossítio localizado em Missão Velha é um dos pontos de atração turística da unidade no Cariri
ANTÔNIO VICELMO - Divulgar mais os Geoparks em diferentes públicos é a meta de parceria firmada entre o Ceará e a China.

Crato. O Cariri vai promover intercâmbio cultural com a China nas áreas científica, geológica e treinamento de pessoal. A troca de informações foi oficializada com a assinatura de um Acordo de Cooperação entre a Universidade Regional do Cariri (Urca) e representantes do Geopark chinês "Wangwushan-Daimeishan", localizado na cidade de Jiyan, na província de Henan, na área central da China, que foi representada pelo seu prefeito Tian Zhihua. O evento contou com a presença do reitor da Urca, Plácido Cidade Nuvens, o coordenador Geral do Geopark Araripe, José Patrício Melo, professores e uma equipe de pesquisadores do Geopark. "Essa parceria vai fortalecer os dois Geoparks na defesa do meio ambiente", afirmou o reitor Plácido, durante a cerimônia para assinatura do acordo na sede do Geopark Araripe, no Crato. Já o prefeito chinês Tian Zhihua destacou o trabalho em prol da proteção dos geossítios. "Esperamos que a comunicação entre Geoparks fizesse valer o propósito que é proteger e divulgar os Geossítios", disse o prefeito chinês, entusiasmado com o potencial de Geopark Araripe.

Fósseis

A comitiva chinesa visitou os Geossítios de Santana do Cariri e Colina do Horto e ficaram impressionados com o nível de preservação dos fósseis e com a beleza natural caririense. O Geopark Araripe, ligado à Universidade do Cariri (Urca), é o primeiro parque fossilífero das Américas e do Hemisfério Sul a obter este reconhecimento. Ele compreende uma área de 5.000 km² ao sul do Ceará (Região do Cariri), envolvendo os municípios de Barbalha, Crato, Juazeiro do Norte, Missão Velha, Nova Olinda e Santana do Cariri. É uma área com expressão territorial e limites bem definidos, que contém um número significativo de sítios de interesse geológico com particular importância, raridade ou relevância cênico-estética, histórico-cultural e rico em biodiversidade. Estes sítios fazem parte de um conceito integrado de proteção, educação e desenvolvimento sustentável.

Programa

53 geoparks existem no mundo, distribuídos pela União Europeia, China, Irã e Brasil. O programa de Geoparks foi criado no ano de 2000 pela Unesco e vem se ampliado gradativamente

MAIS INFORMAÇÕES
Geopark Araripe
Rua Teófilo Siqueira, 754
Crato, (88) 3102.1237
www.geoparkararipe.org

Antônio Vicelmo
Repórter do Jornal Diário do Nordeste

Colaborador do Blog do Crato

Campanha contra H1N1 acaba, mas cidades podem estender vacinação.


Ministério da Saúde emitiu recomendação para estados e municípios. Faixas etárias entre 2 e 5 anos e 30 e 39 ficaram abaixo da meta prevista.

O Ministério da Saúde emitiu nesta quarta-feira (2) uma recomendação aos Conselhos Nacionais de Secretários Estaduais e Municipais de Saúde para que os municípios continuem a vacinar contra a gripe H1N1 crianças acima de 2 anos e abaixo de 5 e adultos entre 30 e 39 anos. A campanha nacional de vacinação contra a gripe H1N1 foi encerrada nesta quarta. Fila para vacinação contra a gripe A (H1N1) em frente à sede do Instituto Pasteur, na Avenida Paulista, em São Paulo, nesta quarta-feira. Fila para vacinação contra a gripe A (H1N1) em frente à sede do Instituto Pasteur, na Avenida Paulista, em São Paulo, nesta quarta-feira (Foto: Werther Santana/Agência Estado) - O ministério pretende usar a campanha nacional contra a pólio, no próximo dia 12, para aumentar a vacinação na faixa etária de 2 a 5 anos, a mesma que vai ser imunizada contra a paralisia infantil. A vacinação de adultos entre 30 e 39 anos no mesmo dia será uma decisão de cada município.

Essas duas faixas etárias ficaram abaixo da meta de vacinação do ministério. Na faixa de 30 a 39 anos, foram atingidos 60% do público-alvo (17,5 milhões de vacinados) e na de 2 a 5 anos, foram atingidos apenas 10% (1 milhão de vacinados). A meta do ministério era imunizar pelo menos 80% de todos os públicos-alvo da campanha. De janeiro a 8 de maio do ano passado, foram registradas 540 internações e 64 mortes em decorrência da gripe H1N1 –segundo o ministério, 18% dos casos graves e 30% dos óbitos foram em gestantes. Por conta disso, o ministério recomenda que gestantes procurem um posto para tomar a vacina, em qualquer momento da gravidez.

Fonte: G1

Edições Anteriores:

Novembro ( 2017 ):

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30